You are on page 1of 3

Seminário Cultura e Protagonismo Social na América Latina

Local: Auditório II do Museu Nacional da República, Brasília.
Data: 03 e 04 de setembro de 2009

A proposta desse seminário é reunir especialistas e protagonistas sociais para
debater propostas conjuntas sobre a legislação cultural no âmbito do Mercosul. A
intenção é criar uma legislação regional que possa definir políticas culturais articuladas
entre os países da América do Sul.
Os participantes discutirão nesse evento temas como: diálogo intercultural,
integração regional, oportunidades para um desenvolvimento sustentável, cidadania e
direitos culturais, fortalecimento institucional e das dinâmicas da cultura e a
possibilidade de implantação de um projeto piloto de “Pontos de Cultura” na região do
Cone Sul. No final do seminário o objetivo é apresentar os resultados e uma proposta
de projeto de lei a ser encaminhado para o Parlamento do Mercosul e Parlamentos
Nacionais da América do Sul.

Dia 03 de Setembro
8h30 às 9h20
Mesa de Abertura:
Iara Pietricovsky (Brasília) - INESC
Guilherme Reis (Brasília) Cena Contemporânea
Parlamentar Marisa Serrano (Parlasul)
Alfredo Manevy – secretário executivo do Ministério da Cultura.

9h20 às 9h50
Mudanças Climáticas em Foco: Pré-estréia do filme Sinais da Natureza - Filme trata
das “mudanças climáticas”, vista por quem a vivencia na Amazônia e na Região do
Semi-Árido Nordestino brasileiro. A idéia é dar visibilidade às perspectivas, avaliações
e propostas de setores da população mais vulnerável às ameaças climáticas - de
modo a que seus direitos, interesses e necessidades sejam considerados.

10h às 11h30
Mesa1 –
Marco Conceitual: Cultura na reorganização do espaço político e público
Desenvolver o papel da arte e da cultura tanto para uma outra noção de política como
para a mudança dos modos de vida, essenciais para o desenvolvimento sustentável.
Incluir a culturalização das regiões pela ocupação do espaço público com arte é
central. A proposta é recompor a centralidade da cultura no modelo regional de
desenvolvimento

Moderador: Atila Roque (Brasil)
Gilberto Gil (Brasil) – cantor e ex-ministro da Cultura
Parlamentar Mabel Muller (Argentina) – Parlasul
Wal Mayans (Paraguai) - Proyecto Tierra sin Mal / Hara Teatro
Hamilton Faria (Brasil) – Instituto Pólis

Debate –11h30 às 12h30
14h às 16h30
Mesa 2 –
Políticas Públicas: Novas formas de relação entre Estado, sociedade e as
políticas públicas para a Cultura.
O novo cenário político latino-americano possibilita que os governantes estabeleçam
mecanismos de circulação da cultura na região. O papel da arte & política e a sua
relação com os processos de transformação social ganham espaço neste novo
contexto. Importante destacar as novas idéias de relação: política compartilhada,
articulação em redes, espaços de decisão sobre o fazer cultural, planos de cultura com
participação da população, descentralização cultural, fortalecimento da sociedade a
partir do Estado, utilização de novas tecnologias para o empoderamento criativo e
novas leis da cultura que possibilitam democratização e maior acesso.

Moderador: Carlos Hugo Molina (Bolívia/CEPAD)
Inés Sanguinetti (Argentina) – Crear vale la pena
Parlamentar Dr. Rosinha (Brasil) – Parlasul
Karen Acioly (Brasil) – autora, gestora, diretora artística do Festival Internacional
Intercâmbio de Linguagens.

Debate – 16h30 às 18h

18h – Arte em Foco: Chico Simões apresenta o palhaço, Mateus da Lelé Bicuda,
mamulengueiro, brincante de reisado, bumba-meu-boi, guerreiro e folias, mágico e
ventríloquo, formado nas feiras, festas e festivais pelo mundo, camelô, contador de
histórias e causos, este menestrel improvisador promete benzer e bendizer o público
presente que terá notícias e participará nas cenas que contam histórias de amor e de
guerra nas terras de São Saruê, onde vive tudo que se imagina e a máscara mais
revela que oculta.

Dia 04 de Setembro
9h às 9h10
Mudanças Climáticas em Foco: Grupo de Teatro "Scrachados", formado por
adolescentes de diversas regiões do Distrito Federal, objetiva promover o debate
sobre problemas sociais e ambientais a partir da estimulação da consciência crítica do
espectador.

9h20 às 11h30
Mesa 3 –
Proposta: Pontos de Cultura para o outro lado da Fronteira.
As políticas públicas, liberadas dos instrumentos de censura, propiciaram aos diversos
grupos sociais atribuir novos significados culturais à realidade. A apropriação dessas
realidades permitiu que os movimentos sociais e culturais avançassem em novas
arquiteturas artísticas. Um novo avanço se faz necessário como um projeto além
fronteira para um outro paradigma cultural e novas relações com a sociedade. Trata-se
de uma nova qualidade de vida que tem como base as culturas locais e regionais que
podem redesenhar nossos países a partir de um outro olhar.

Moderador: Dan Baron (Brasil) – Associação de Drama/Teatro e Educação – IDEA
Célio Turino (Brasil) – Secretário da Cidadania Cultural – Ministério da Cultura
Parlamentar Mirtha Palácios (Paraguai) - Parlasul
Eduardo Balán (Argentina) – El Culebrón Timbal
Representante dos Pontos de Cultural (Brasil)

Debate – 11h30h às 12h30
14h às 16h30
Mesa de Encerramento – Síntese do Seminário e proposta de lei sobre política
cultural para a Região

Moderador: Edélcio Vigna
Iara Pietricovsky (Brasil) – INESC
João Bosco Bezerra Bonfim - Consultor Legislativo do Senado Federal
Elisa Ribeiro (Brasil) – Consultora sobre Integração Regional
Parlamentar do Mercosul

18h – Arte em Foco: Ankomárcio e os Irmãos Saúde: O circo teatro Artetude é uma
trupe que estuda e desenvolve tecnologia para facilitar o acesso da comunidade a
arte. Criando espetáculos que podem ser apresentados em qualquer lugar.

Organização do Evento

Realização: Articulação Latina América: Cultura e Política (ALACP)
Apoio: Avina, Cena Contemporânea/Festival Internacional de Teatro de Brasília e
Oxfam Novib
Parceria: Campanha Global de Ações pelo Clima