Hello World

Professor: Eduardo Habib E-mail: eduardo.maia@prof.unibh.br

Introdução
• Familiarização com o ambiente de desenvolvimento • Abertura do Eclipse • “Desenvolvimento” do primeiro app em Android
• Nem precisa de codificação

Iniciando um novo projeto no Eclipse
• No eclipse escolha: • File -> New -> Project • Escolha Android Application Project Project • Clique em Next

• Mininum required SDK é utilizado pelo Android Market • Target SDK é a versão do SO para o qual o código será desenvolvido.3 estará disponível.3 • Compile with indica com qual versão da SDK o código será compilado • Preencha a tela com os valores ao lado • Clique em Next . somente a API do Android 2. • Entretanto.Iniciando um projeto no Eclipse • Coloque um nome no campo Project name. • Se for escolhido 2.3. seu programa poderá ser executado em qualquer versão posterior à 2.

clique em Next .Iniciando um projeto no Eclipse • Na tela seguinte.

clique em Next .Iniciando um projeto no Eclipse • Na tela seguinte.

Iniciando um projeto no Eclipse • Selecione BlankActivity e clique em Next .

• Primeiro arquivo a ser acessado ao iniciar a aplicação. • MainActivity é um nome padrão para a primeira atividade. • Clique em Finish .Iniciando um projeto no Eclipse • No campo Activity Name digite MainActivity • Define a atividade inicial a ser chamada • Ponto de entrada da aplicação.

e o eclipse abriu .Iniciando um projeto no Eclipse • O projeto foi iniciado.

acione o comando New .Configuração do Emulador • É necessário configurar o emulador. é necessário configurar o AVD (Android Virtual Device) • Clique no ícone • Na janela que aparecer. • Para tanto.

Configuração do emulador • Janela 1 – Acione New .

Configuração do Emulador • Digite o nome do Emulador • Preencha os dados do Emulador conforme tela ao lado .

Configuração do emulador • Se tudo deu certo. a imagem abaixo será exibida .

. acione o comando Start para abrir o emulador.Configuração do emulador • Na tela abaixo.

• Basta seguir os seguintes passos: • Clique no Menu Run -> Run Configurations • Faça a configuração conforme as imagens a seguir: .Configurações finais • Falta ainda fazer as configurações de execução.

Configurações finais • Se tiver mudado alguma coisa clique em apply .

Considerações finais • É possível configurar mais de uma configuração de execução. .

Executando o programa • Compile o código acionando Project -> Build All .

• Clique com o botão direito do mouse sobre o projeto e acione o comando Run As -> Android application ou Ctrl + F11 Executando o programa .

• Clique com o botão direito do mouse sobre o projeto e acione o comando Run As -> Android application ou Ctrl + F11 Executando o programa .

não é necessário abrí-lo novamente a cada execução. • Uma demora de até 10min é normal. • Após aberto pela 1ª vez. • Basta deixá-lo aberto e mandar executar Ctrl + F11 . dependendo do computador.Executando o programa • O Emulador demora um pouco para executar mesmo.

Executando o programa • Se o Emulador abrir com o sistema “travado”. destrave-o clicando no cadeado e arrastando para a direita .

simplesmente reabra o Eclipse .Executando o programa • Se o programa não executar em alguma tentativa tentativa.

3. por exemplo. . como a versão.xml • Ajuda a identificar componentes utilizados na aplicação • ic_launcher-web. vê-se os seguintes diretórios: • • • • • • • • src gen Android 2.3 Android Dependencies assets bin res AndroidManifest.properties • Ajuda a identificar as propriedades padrões do Android.png • proguard-project.Estrutura do projeto • Ao olhar na estrutura do projeto no eclipse.txt • project.

3 • Onde se localiza o android.Estrutura do projeto • src • Possui o fonte incluindo o arquivo MainActivity. video.java • Android 2.: arquivo de texto que será lido) • Pode ser um pouco chato de trabalhar. já que o arquivo tem que ser convertido no objeto desejado (som.jar • Android Dependencies • Bibliotecas utilizadas pelo app • assets • Diretório onde será colocado os dados utilizados na aplicação (ex. etc) .3.

Estrutura do projeto • res (resource) • Contém os recursos que serão utilizados pela aplicação • Exemplos clássicos são Strings e imagens • Evite colocar strings no código. • Um erro de compilação irá ocorrer • Salve em subdiretórios . Isso facilita a mudança e torna seu programa mais portable. • Pode-se criar subdiretórios a vontade • Diretórios da próxima tabela são os mais comuns • Nunca salve um arquivo de recursos diretamente dentro do diretório res.

Arquivos xml que contém valores simples como Strings. . Possui subdiretórios abaixo Arquivos em alta resolução Arquivos em baixa resolução drawable-mdpi layout menu raw values Arquivos em média resolução Arquivos XML que definem o layout da interface Arquivos XML que definem os menus Arquivos diversos. Arquivos desse diretório não são compactados.Estrutura do projeto Diretório anim Recurso Arquivos XML que definem animações color drawable drawable-hdpi drawable-ldpi Arquivos XML que definem lista de cores Arquivos de imagem ou XML. inteiros e cores.

colors • dimens.Estrutura do projeto • Existem algumas convenções para o nome dos arquivos dentro do diretório values: • arrays. Acessado através da classe R.strings • styles.xml: para valores armazenados em strings. Acessado através da classe R. Acessados pela classe R.xml: recursos que definem dimensões. Acessado através da classe R.xml: recursos que definem cores.styles . Semelhante ao CSS do HTML.xml: vetores • colors.xml: Define os estilos.dimens • strings.

Estrutura do projeto • gen: • Gerado automaticamente quando o projeto é compilado. • Contém código gerado automaticamente em sintonia com o diretório res • Dá acesso aos recursos • Não é necessário se preocupar com o código gerado nesse diretório. Basta apenas usar os métodos disponibilizados. . delete o diretório gen e compile novamente. • Se for feito isso acidentalmente. • Arquivo R.java nunca deveria ser editado manualmente.

Exemplo: jtwitter.jar • É necessário adicionar o arquivo ao Java Buid Path • Basta clicar no jar com o botão direito e selecionar Build Path -> Add to Build Path • Mais informações sobre recursos podem ser obtidas em: http://d. é necessário criar o diretório libs • Jar de terceiros são colocados dentro desse diretório.android.com/guide/topics/resources/providingresources.Estrutura do projeto • Se for necessário utilizar bibliotecas de terceiros.html .

Estrutura do projeto • Arquivo Manifest • AndroidManifest.xml • Mantém as informações de tudo que a aplicação precisa para executar • Nome do pacote da aplicação. como atividades e serviços de background • API requerida pelo programa . identificador único no Android Market • Os componentes da aplicação.

properties • Propriedades do projeto .Estrutura do projeto • Arquivo Manifest • Mantém as informações de tudo que a aplicação precisa para executar • Versão da aplicação • Importante: • • • • • • Identificação de updates Internet Escrever no cartão Câmera Localização do GPS Etc.png • Ícone utilizado pela Play Store • proguard-project. • Declaração das permissões necessárias para executar a aplicação • ic_launcher-web.txt • Ofuscamento • project.

Referências • Android Application Development For Dummies – Donn Felker • Google Aprenda a criar aplicações para dispositivos móveis com o Android SDK – 2ª Edição .Shane Conder e Lauren Darcey .Ricardo R. Lecheta • Site Android Developers: http://developer.html • Android™ Wireless Application Development .android.com/index.