POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL (PRF) DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA – TEORIA E EXERCÍCIOS POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL BIZUS PROF: RICARDO

GOMES

POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL (PRF)

Prezados alunos, Firmes para a prova da PRF?? Seguem os BIZUS de DIREITOS HUMANOS para o PRF! Bons estudos... Ricardo Gomes

BIZUS

No Curso abordamos a maneira como a Constituição prevê tais direitos e garantias fundamentais, os órgãos e as entidades públicas que estão voltados para a proteção dos direitos humanos, e, também, as principais políticas públicas nacionais que foram estabelecidas pelo Poder Público brasileiro para garantir a proteção dos direitos humanos. Podemos definir a institucionalização dos direitos e garantias fundamentais como os meios de FORMULAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO de POLÍTICAS PÚBLICAS E PROGRAMAS para PROTEÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS. Portanto, quando se fala na institucionalização dos direitos, estamos querendo se referir aos
Prof. Ricardo Gomes www.pontodosconcursos.com.br

1

abusos praticados por operações das polícias militares. com representantes de setores representativos.CDDPH . O Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana . Em 2010.).683/2003. observamos que o Conselho tem por principal atribuição receber denúncias e investigar. logicamente. § 2º. • Da criança. Ocorre que com a elevação da Secretaria de Direitos Humanos ao nível de ministério. que tem por competência legal exercer as funções de Ouvidoria Geral: • Da cidadania. assassinatos de pessoas ligadas a defesa dos direitos humanos.683/2003.br . CDDPH. em conjunto com as autoridades competentes locais. violações de direitos humanos de especial gravidade com abrangência nacional. massacres. da Lei nº 10. ligados aos direitos humanos. De forma resumida.pontodosconcursos. etc. foi elevada ao status de MINISTÉRIO em 2003. situado na estrutura da SDH/PR. ONDH. Ricardo Gomes www. o CDDPH foi incorporado à estrutura daquela Secretaria por força do art.. o Conselho constitui comissões especiais de inquérito e atua por meio de resoluções.. Vimos que esses instrumentos compreendem os programas nacionais de direitos humanos (PNDH) e os órgãos competentes para o planejamento e a implementação dessas políticas públicas (SDH/PR. 24. extermínio. e com importância fundamental na promoção e defesa dos direitos humanos no País. Para tanto. A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) é o órgão responsável pela articulação interministerial e intersetorial das políticas de promoção e proteção aos Direitos Humanos no Brasil. esta Secretaria ganhou o atual nome.POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL (PRF) DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA – TEORIA E EXERCÍCIOS POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL BIZUS PROF: RICARDO GOMES instrumentos que pretendem concretizar os direitos e garantias fundamentais que a nossa CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988 estabeleceu.319/1964. Criada em 1997 dentro da estrutura do Ministério da Justiça. por meio da Lei nº 10.é um órgão colegiado. Vimos que um cuidado que o candidato ter é que a Lei de criação do CDDPH (1964) previa ser esse Conselho integrante da estrutura do Ministério da Justiça. A ONDH é um órgão de assistência direta e imediata da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. 2 Prof. • Do adolescente. criado pela Lei nº 4. como chacinas.com.

2ª OBSERVAÇÃO: não confundir a Política Nacional de Direitos Humanos com o Programa Nacional de Direitos Humanos! O PNDH é resultado dos compromissos internacionais assumidos pelo Brasil em relação à temática dos direitos humanos. das esferas federal.br .683/2003. Os PRINCIPAIS INSTRUMENTOS DA POLÍTICA NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS SÃO OS PROGRAMAS NACIONAIS DE DIREITOS HUMANOS.037. 1ª OBSERVAÇÃO: a sigla PNDH é utilizada pelos documentos oficiais brasileiros para se referir ao Programa Nacional de Direitos Humanos e não à Política Nacional de Direitos Humanos. • Do idoso.com. A Política Nacional de Direitos Humanos é uma política pública de abrangência nacional prevista no art. aprovado pelo Decreto nº 7. Ele se encontra no âmbito da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR). Ricardo Gomes PNDH-1 (1996) 3 www. • E de outros grupos sociais mais vulneráveis. estando vigente atualmente o III Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3). de 2009. pasta que tem a atribuição de fornecer os serviços administrativos necessários para o funcionamento do Fórum. A Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos poderá agir de ofício sempre que tiver conhecimento de atos que violem os direitos humanos individuais ou coletivos e também poderá receber denúncias anônimas. O Brasil desenvolveu três programas nacionais de direitos humanos visando consolidar a Política Nacional de Direitos Humanos: • Prof. 24 da Lei nº 10. • De LGBT. A Política Nacional de Direitos Humanos é coordenada pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e todas as ações relacionadas com essa política deverão ser exercidas respeitando as diretrizes do Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH). O Fórum Nacional de Ouvidores de Polícia é uma instituição que congrega todas as Ouvidorias de Polícia do Brasil.POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL (PRF) DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA – TEORIA E EXERCÍCIOS POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL BIZUS PROF: RICARDO GOMES • Da pessoa com deficiência.pontodosconcursos. estadual e do Distrito Federal.

Prof. Sociais e Culturais. entre outros. Assim. no Pacto Internacional dos Direitos Econômicos. ao meio ambiente saudável. o PNDH-2 incorporou ações específicas visando garantir diversos direitos sociais. penoso processo de democratização da sociedade e do Estado brasileiro. Na aula de hoje. especialmente o eixo orientador IV que trata da segurança pública.br 4 . abordamos algumas iniciativas governamentais que pretendem ampliar a proteção aos Direitos Humanos. acesso à justiça e combate à violência. que compreendem direitos civis. mantendo a coerência com a noção de INDIVISIBILIDADE E INTERDEPENDÊNCIA de todos os direitos humanos expressa na Declaração e Programa de Ação de Viena (1993).POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL (PRF) DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA – TEORIA E EXERCÍCIOS POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL BIZUS PROF: RICARDO GOMES • • PNDH-2 (2002) PNDH-3 (2009) O PNDH-1 foi resultante de um longo e. a previdência e assistência social. SOCIAIS E CULTURAIS. bem como aprofundamos no estudo do III Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3). a saúde. o direito à igualdade perante a lei. que levam à violação sistemática dos direitos. Ricardo Gomes www. com vistas à construção e consolidação de uma cultura de respeito aos direitos humanos. aqueles que ferem mais diretamente a integridade física e o espaço de cidadania de cada um. Ratificados pelo Brasil em 1992 e 1996. sociais. muitas vezes. tais como a educação. Sociais e Culturais de 1966 e no Protocolo de San Salvador em matéria de Direitos Econômicos. A natureza do PNDH-1 é a de plano de ação que tinha ênfase nos direitos civis.pontodosconcursos. visando a proteger o direito à vida e à integridade física. foram abordados nesse programa os entraves à cidadania plena. indivisíveis e interdependentes. ou seja. o direito à liberdade. orientando-se pelos parâmetros estabelecidos pela própria Constituição Federal de 1988. políticos. respectivamente. Nesse sentido.com. culturais e econômicos. tratamos dos seguintes temas: • Conferência Nacional de Direitos Humanos. O PNDH-2 foi instituído pelo Decreto n° 4. O PNDH-2 promovia a INCLUSÃO DOS DIREITOS ECONÔMICOS. de 13 de maio de 2002 e tinha como um dos objetivos principais a promoção da concepção de direitos humanos como um conjunto de direitos universais.229. Na primeira parte da aula.

e nas Diretrizes sobre o Uso da Força pelos Agentes de Segurança Pública serão tratadas na aula 6 deste Curso. Principais políticas setoriais de Direitos Humanos que o Governo brasileiro vem implementando: Educação em Direitos Humanos Profissionais de segurança pública Erradicação do trabalho escravo Criança e adolescente Pessoas idosas Pessoas com deficiência LGBT – Lésbicas. Todos os Programas Nacionais de Direitos Humanos (PNDH) instituídos pelo Governo Federal receberam contribuições das Conferências Nacionais de Direitos Humanos.com.br 1 5 . A Conferência Nacional de Direitos Humanos é o principal fórum de discussão da sociedade acerca da Política Nacional de Direitos Humanos do Brasil. há órgãos e políticas que tratam dos Direitos Humanos de forma geral (ex.Gerais . Travestis e Transexuais As políticas setoriais de Direitos Humanos aplicáveis aos profissionais de segurança pública previstas nas Diretrizes Nacionais de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos dos Profissionais de Segurança Pública. desde sua primeira edição em 1996. Bissexuais. Prof. o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA). Políticas públicas de direitos humanos: .pontodosconcursos. especialmente a Política Nacional de Educação em Direitos Humanos (PNEDH). Gays. Ricardo Gomes www. democrático e pluralista de definição de estratégias para a promoção e proteção dos Direitos Humanos no Brasil. um espaço solidário.POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL (PRF) DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA – TEORIA E EXERCÍCIOS POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL BIZUS PROF: RICARDO GOMES • Principais políticas setoriais de Direitos Humanos1.Específicas ou setoriais Dessa maneira. a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e o PNDH-3) e de forma específica (ex. Ela tem sido.

Atenção! Os órgãos responsáveis pela Educação em Direitos Humanos se encontram na estrutura administrativa da SDH/PR. objetivos.com. Além de estabelecer concepções. o vigente PNEDH está estruturado em cinco grandes eixos de atuação: Educação Básica. Ricardo Gomes PNDH-1 (1996) PNDH-2 (2002) 6 www. princípios. Educação Não-Formal. Educação Superior.br . A institucionalização pelo Brasil da política setorial de Educação em Direitos Humanos tem se dado pelos seguintes órgãos: Comitê Nacional de Educação em Direitos Humanos. Já o principal instrumento de implantação dessa política pelo Estado brasileiro é o Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos. e Educação e Mídia. Coordenação Geral de Educação em Direitos Humanos. diretrizes e linhas de ação. A ONU tem reconhecido o direito à educação em direitos humanos em diversos documentos internacionais.pontodosconcursos. vimos que o Brasil desenvolveu três programas nacionais de Direitos Humanos visando consolidar a Política Nacional de Direitos Humanos: • • Prof.POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL (PRF) DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA – TEORIA E EXERCÍCIOS POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL BIZUS PROF: RICARDO GOMES Tolerância religiosa Igualdade racial Combate à violência doméstica Saúde mental A política setorial de Educação em Direitos Humanos é uma política pública especificamente voltada para a disseminação da informação sobre os Direitos Humanos. Educação dos Profissionais dos Sistemas de Justiça e Segurança Pública. Na segunda parte da aula.

Os seis eixos orientadores do PNDH-3: Eixo Orientador I: Interação democrática entre Estado e sociedade civil Eixo Orientador II: Desenvolvimento e Direitos Humanos Eixo Orientador desigualdades III: Universalizar direitos em um contexto de Eixo Orientador IV: Segurança Pública. tendo instituído o Comitê de Acompanhamento e Monitoramento do PNDH-3.037. e 521 ações programáticas.POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL (PRF) DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA – TEORIA E EXERCÍCIOS POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL BIZUS PROF: RICARDO GOMES • PNDH-3 (2009) O PNDH-3 é um programa governamental que visa concretizar os Direitos Humanos (DH) e se divide em 6 eixos orientadores que se subdividem em 25 diretrizes. O PNDH-3 não é uma política exclusiva de um órgão da Administração Pública. órgão colegiado composto por 21 ministérios que visa acompanhar a execução desse programa. 82 objetivos estratégicos. de 2009. mas envolve uma articulação interinstitucional de diversos órgãos para que possa ser executado. Prof.br 7 . Acesso à Justiça e Combate à Violência Eixo Orientador V: Educação e Cultura em Direitos Humanos Eixo Orientador VI: Direito à Memória e à Verdade. Cada eixo orientador se divide em diretrizes. Em relação aos Planos de Ação de Direitos Humanos. De acordo com o Anexo do Decreto nº 7. na qual uma ação programática será exercida por um ou mais órgãos públicos.com. Ricardo Gomes www. existe uma distribuição de atribuições por ação programática. o PNDH-3 estipulou que esses Planos de Ação passaram a ser bianuais. as quais se desdobram em objetivos estratégicos que. subdividem-se em ações programáticas. por sua vez.pontodosconcursos.