You are on page 1of 4

Diferença entre compostos orgânicos e inorgânicos

Objetivos Diferenciar os compostos orgânicos dos compostos inôrganicos, conhecer suas propriedades. Material utilizado Capsulas de porcelana Anel de Ferro Bico de Bunsen Tubos de ensaio Reagentes: Cloreto de sódio- NaCl Sacarose(açúcar) -C12H22O11

Introdução Apesar do elevado número de Compostos Orgânicos (elevado número devido à propriedade de os átomos de carbono poderem ligarem-se entre si, formando cadeias), o número de elementos químicos constituintes é muito pequeno, ou seja, os compostos orgânicos, em sua maioria, são formados pelos mesmos elementos, os chamados organógenos: Carbono (C), Hidrogênio (H), Oxigênio (O) e Nitrogênio (N). Na constituição de Compostos Inorgânicos há grande variedade de elementos químicos. Quanto à Natureza dos Compostos Os compostos orgânicos são, em sua maioria, covalentes ou moleculares, enquanto que os compostos inorgânicos são iônicos. Isso devido ao fato de os compostos orgânicos, em sua maioria, serem formados pelos elementos organógenos, os quais permitem ligação covalente ou molecular entre si. Já os compostos inorgânicos, em sua maior parte, apresentam metais combinados com ametais e, conseqüentemente, são compostos iônicos. Estabilidade Térmica A maior parte dos compostos orgânicos se decompõem quando são aquecidos a 500ºC. Já os compostos inorgânicos, são raros os que se decompõem nessa temperatura; são muito numerosos os compostos inorgânicos que não se decompõem acima de 1.000ºC e a até mesmo 2.000ºC. Um exemplo simples é a comparação da estabilidade térmica entre o açúcar (composto orgânico) e o sal comum (composto inorgânico):

benzeno. Os compostos inorgânicos geralmente apresentam pontos de fusão e ebulição mais elevados. S. predominante Iônica Catalisador Reações normalmente não Geralmente sim necessitam Iônico Vários Mecanismo de reação Propriedades físicas a) Ponto de fusão b) Ponto de ebulição c) Solubilidade Maior que 700C Alto Água Menor que 300C Baixo Solventes orgânicos (álcool éter. É possível concluir que os compostos inorgânicos são mais estáveis (resistem mais à temperatura). Ponto de Fusão e Ponto de Ebulição Os compostos orgânicos sólidos geralmente apresentam ponto de fusão em temperaturas compreendidas entre 30ºC e 400ºC.). halogênios e alguns metais. H. N. Covalente Tipo de lig. ou seja. Combustão A maioria dos compostos orgânicos são combustíveis. Não eletrólito d) Condutividade Eletrólito (condutor) . Os compostos orgânicos líquidos também variam entre limites bastante amplos de temperatura de ebulição. acetona etc. O. combinam com o gás oxigênio formando gás carbônico e água.Perceba a diferença da estabilidade térmica entre a Sacarose (composto orgânico) e o Cloreto de Sódio (composto inorgânico). Exemplo: Veja o quadro abaixo: Compostos inorgânicos Elementos envolvidos Todos os conhecidos Compostos orgânicos elementos C.

Anotou-se o acontecimento. onde pode notar que o sal tem uma estabilidade térmica maior.Número de compostos Aprox.000 > 10. 8 CuO(s) + C6H12O6(s) + 4O2(g) 4 Cu2O(s) + 6 CO2(g) + 6 H2O(l) Figura 1 – Aparato experimental utilizado para se capturar o gás liberado da reação. Anotou as observações. Aqueceram-se as duas cápsulas com bico de bunsen. A cápsula foi colocada em um anel de ferro e foi aquecida suavemente. Anotou-se o acontecimento. 600. Discussão e Resultados Quanto ao aquecimento da sacarose (açúcar) e do sal NaCl e de fácil percepção pois o sal desidratou e a sacarose atingiu seu ponto de fusão. Aqueceu-se o tubo de ensaio 1 com um bico de Bunsen e borbulhou-se o gás desprendido em no segundo tubo contendo uma solução de hidróxido de bário (Figura 1).000. sendo assim os compostos orgânicos possuem maior estabilidade térmica. Comprovação da presença de carbono em compostos orgânicos Em um tubo de ensaio misturou-se uma espátula de açúcar com 2g de óxido de cobre II previamente pulverizado.000 Procedimento experimental Comportamento frente ao aquecimento Em uma capsula de porcelana colocou-se pequenas quantidades de cloreto de sódio e açúcar em suas extremidades. Em seguida. aproximou-se o bico de bunsen por cima de cada cápsula. Prova de combustão Em uma cápsula de porcelana colocou-se pequena quantidade de cloreto de sódio e em outra cápsula colocou-se naftaleno. .

br/quimica/organica/diferencas.com.Referências http://enciclopediavirtual.uol.htm Introdução .vilabol.