You are on page 1of 4

www.faal.com.br - Av. Carlos Kuntz Busch, 800 – Parque - Egisto Ragazzo – Li eira !ho""ing – Li eira # !

P Ce" $%&8'-(0' – tels) $( %&&&-%*%( # %*&0

POLÍTICAS DE AVALIAÇÃO DOCENTE - 2s_2010
A avaliação é um meio que permite rever o curso das ações planejadas, por isso não devem ter caráter punitivo. Essa é a pol tica da avaliação docente na !aal, por isso a continuidade do contrato de trabal"o do docente com a instituição, no que depender desta, não será imediatamente influenciado com o resultado da avaliação reali#ada pelo corpo discente, uma ve# que "á outros importantes elementos da doc$ncia que contribuem na qualidade do trabal"o docente. A avaliação docente é reali#ada por meio de uma avaliação %lobal, ampla, incluindo a avaliação reali#ada pelo discente. &ara mel"or compreensão desse processo, o docente deve considerar as orientações estabelecidas no &&' ( &rojeto &eda%)%ico de 'urso e no &&* - &rojeto &eda%)%ico da *nstituição. + &&' estabelece os objetivos do curso, das disciplinas e o perfil do e%resso, bem como os recursos peda%)%icos complementares, portanto, cabe ao docente con"ec$-lo para poder direcionar sua disciplina de forma a contribuir no alcance dos objetivos e perfil citados. + &&* estabelece a pol tica peda%)%ica da !aal, a via pela qual os cursos devem se%uir para atin%ir seus objetivos, destacando que a formação deve ser te)rica e prática, com vistas ao mercado de trabal"o, o que não se confunde com formação prática, tal como se v$ nos cursos técnicos, e nem tão somente te)rica, para a pesquisa. +u seja, o &&* estabelece que ao final de uma unidade de ensino, de uma disciplina ou do curso, o aluno seja capa# de apresentar efetiva aprendi#a%em nas dimensões, - Competências- consiste no saber "istoricamente sistemati#ado, dado pelos princ pios, teorias e conceitos da disciplina ou curso e apresentados pelos alunos por meio de aula e-positiva dialo%ada em sala de aula. - Habilidades – consiste na capacidade de fa#er, de colocar em prática as compet$ncias adquiridas, ou seja, a teoria /saberes0 no dia a dia da profissão. As "abilidades são obtidas por meio de aulas práticas, em sala ou em laborat)rios de ensino. - Atitudes – consiste de comportamentos profissionais decorrentes da internali#ação do saber e do fa#er e devem ser adquiridas em sala, laborat)rios de ensino e nas atividades complementares /está%ios, visitas técnicas, etc0. &ara que tais objetivos sejam alcançados, A !aal implantou a !aal 1unior e o &rojeto !aal vai 2 Empresa, que são um laborat)rios multidisciplinares de ensino, capa#es de atender as necessidades de todos os cursos quanto 2 possibilidade de aplicação conceitual na prática profissional. + sucesso dessa orientação peda%)%ica e, conseq3entemente da formação na !aal, está diretamente li%ado ao trabal"o docente, quer ele esteja em sala de aula, quer esteja nos laborat)rios de ensino. &ortanto, a avaliação %lobal do trabal"o docente leva em conta a avaliação discente, o cumprimento 2s orientações de caráter administrativo e, sobretudo, a contribuição na implementação do &&* e &&', como se descreve a se%uir, 4- assiduidade, pontualidade para iniciar e terminar a aula e cumprimento das demais orientações contidas nas &+567*'A8 9E A7:A;<+ 9+'E=7E E> 8A5A 9E A:5A. ?- comprometimento com o e-erc cio da função, a saber, a- compreensão e contribuição efetiva para o cumprimento das ações peda%)%icas estabelecidas no &&* e no &&'. b- direcionamento do conte@do pro%ramático para alcançar os objetivos do curso e do perfil do e%resso. c- apresentação dos conte@dos pro%ramáticos de forma que o aluno possa aplicá-los nas aulas práticas, uma ve# que essa é a ess$ncia do &&* e o meio estabelecido para o aluno internali#ar conte@dos pro%ramáticos. d- disponibilidade ao aluno na elaboração de &rojetos Acad$micos destinados 2 !aal 1unior ou outros projetos /7'', *niciação 'ient fica, Está%io, etc0. A- cumprimento dos pra#os de entre%a de &lanos de Ensino, notas e demais necessidades de re%istro das informações acad$micas no sistema :nimestre.

de iniciar o aluno na disciplina. fa#endo com que os cole%as possam ouvir e perceber jul%amentos que so#in"os não "aviam percebidos. D. isso porque. AFA5*AE + 7EAGA5H+ 9+'E=7E tão somente.aplicação de avaliação cont nua da aprendi#a%em por meio de e-erc cios e de outras atividades avaliat)rias.a avaliação do trabal"o docente deve ser reali#ada imediatamente ap)s a reali#ação das provas parciais. na !aal. L.presença nas reuniões peda%)%icas e cumprimento das suas recomendações. 0* .a avaliação %lobal do trabal"o docente deve ser reali#ada continuamente e ainda contar com observações da direção K coordenação levando-se em consideração os se%uintes pontos.pleno aproveitamento do tempo de aula. M. enfim. e não o docente. responsabilidades e comportamentos com o aluno que %arantam o bom desenvolvimento do curso. pode não ter simpatia pessoal pelo docente mas ao avaliar tão somente o trabal"o docente verá que muitas ve#es o profissionalismo. 4M.respostas 2 avaliação discente.uso da autoridade em sala. ?4 -As pol ticas e normas decorrentes para a avaliação %lobal do docente da !aal deve ser atuali#ada periodicamente e seu conte@do encamin"ado para con"ecimento do corpo docente. J. %abarito ou padrão de correção em tempo "ábil ao trabal"o da 8ecretaria. livra-se da pessoalidade que.elaboração da prova.#elo no cumprimento das normas de "orário e uso de laborat)rios 4N. 4A . 4C .o /rlan. que essas "abilidades sobressaem e sobrepõem 2s diferenças da relação interpessoal com tem com o docente. 4 -a pontuação é dada pela média do %rupo com B alunos. + aluno. ?. a capacidade de envolver.estabelecimento no in cio do semestre de OcontratoP de atitudes. 4J.cumprimento da orientação de vista de prova aos alunos. biblioteca e infra estrutura da !aal. 44.polide# no trato com o aluno. &ara tanto. Ao preenc"er essa fic"a os alunos t$m a se%uinte orientação.B. corri%ido pelo docente ao lon%o do tempo que ainda resta para terminar o curso. 4D . via de re%ra. ?N ( a fic"a de avaliação 9+ 7EAGA5H+ docente no ane-o deve ser de con"ecimento dos docentes. B.bom senso na avaliação das necessidades e anseios dos alunos. independentes da avaliação %rupal. direção.pontuações muito bai-as ou muito altas devem ser e-plicadas pelo %rupo em campo espec fico no final da fic"a.preparo de aulas e materiais complementares para os alunos.o . de e-emplificar. I no sentido e-posto que a avaliação docente deve ser reali#ada. C. A avaliação docente.e Agosto *0$0 !e-asti."á na fic"a um campo para observações pessoais.na fic"a de avaliação docente "á campo para a auto avaliação dos alunos e campos para a avaliação da coordenação.demais atribuições contidas no Ee%imento *nterno. por e-emplo. D. se instala nesse tipo de ação. deve ser vista como AFA5*A.capacidade de envolver o aluno na temática para tornar a aula participativa.cumprimento do estabelecido no &lano de Ensino. o avaliador /diretor. 4?.Ao dar a nota cada membro do %rupo justifica o porqu$ da valoração. A. manutenção da ordem e do clima acad$mico para que o encontro resulte em aproveitamento acad$mico. de modo que o resultado possa ser con"ecido e se for pertinente. foi elaborada uma fic"a de avaliação em que as interfer$ncias de ordem pessoal do avaliador possam ser anuladas ou redu#idas.<+ 9+ 7EAGA5H+ 9+'E=7E. +aal. C. aluno ou coordenador0.a !ilva – 0iretor . 4L. 4B. quando se avalia o trabal"o do docente.

faal. Avaliação *nsuficiente /4-?0 4 Euim /A-B0 Ee%ular /C-D0 Gom /J-L0 Rtimo /M-4N0 9ocente .Av. 'ada %rupo deve ele%er um coordenador.Eelacionamento E-peri$ncia de vida. 9ata.&lanejamento Aulas ministradas conforme o crono%rama de aula contido no plano de ensino. !req3$ncia 2s aulas. 9edicação semanal aos estudos. >étodos e técnicas de ensino adequados ao perfil do curso e da turma. 'ada item deve ser discutido e respondido com um @nico conceito. professores e funcionários. D Estrutura ! sica Giblioteca . seminários. 7urmaKsemestre Qrupo de alunos /opcional0 "(ienta-.www.. B 'oordenação e 'orpo 9ocente do 'urso Atuação da 'oordenação do 'urso. A avaliação deve ser reali#ada com responsabilidade e consci$ncia. Carlos Kuntz Busch. K K NBKNMK?N NC Cu(so. >étodos e técnicas de ensino diversificadas .informática. 9isponibilidade para atender os alunos fora e dentro da sala. Eetirada e consulta de biblio%rafia na biblioteca para atender a disciplina.com. pois tem como intuito identificar o desempen"o e desenvolvimento do semestre. + conte@do é ministrado com clare#aS 'apacidade de envolver os alunos nas discussões da aula. para or%ani#ar o trabal"o de avaliação. .>etodolo%ia e 9idática &lanejamento e preparo da aula. Disciplina. aula dialo%ada.. 5aborat)rios . 800 – Parque . dei-e em branco. 5aborat)rios .dinTmicas. Atuação da 9ireção Atuação da 8ecretaria C Alunos Envolvimento nas atividades propostas pelo docente. 'aso não possa ser observado e avaliado al%um dos itens. !req3$ncia com que vai a biblioteca para estudar. profissional e acad$mica compartil"ada em aula. no pr)prio %rupo. Avaliem o t(abal/o do docente e não a pessoa. A disciplina prepara os alunos para e-ercer a profissão no mercado de trabal"o. Adequação e disponibilidade de livros e te-tos.br . &rocedimentos A avaliação deve ser respondida por %rupos com A ou C alunos. E-i%$ncia no cumprimento do "orário de aula.dom nio de classe. Atuação do corpo docente como um todo. 'on"ece os objetivos da 9isciplinaS +s objetivos foram alcançadosS &reocupação em aplicar os temas 2s necessidades da !AA5-1unior.espec ficos.disponibilidade de livros e te-tos.Egisto Ragazzo – Li eira !ho""ing – Li eira # !P Ce" $%&8'-(0' – tels) $( %&&&-%*%( # %*&0 FICHA DE AVALIA !" D" #$A%ALH" D"CE&#E '(o)esso(*a+. 'on"ecimento e dom nio do assunto. Entendimento da matéria pelo %rupo. Folume e tom de vo# adequados. A 9ocente . !req3$ncia com que acessa a internet para pesquisar e estudar.o ao Aluno +bjetivos Guscando o cont nuo aperfeiçoamento e a qualificação dos cursos da !aculdade de Administração e Artes de 5imeira são efetuadas avaliações periodicamente. 'ordialidade no relacionamento com os alunos. ? 9ocente . 'apacidade de manter a disciplina da turma .

Equipamentos J +utros itens que desejar avaliar 'omente os itens que o %rupo atribuiu conceito insuficiente ou ruim. L M Apresente su%estões para mel"orar a disciplina. . 4N Apresente suas observações pessoais mesmo que sejam contrárias 2s do %rupo.