You are on page 1of 4

CENTRO UNIVERSITARIO DA BAHIA – ESTACIO/FIB

INOVAÇÃO TECNOLOGICA

SALVADOR - BAHIA 2012

Inovação Tecnológica

Que o estado deixe de somente permitir as empresas de participar de inovações.       Inovação Tecnológica . Apesar de lugar de inovação ser na empresa. As empresas dever saber exatamente o que quer qual o problema que ela quer ver resolvido e ter os indicadores de sucesso disso. abaixando a taxa de juros do Pais. Subsidiar fortemente a atividade de P&D privada. Que as empresas devem escrever uma nova historia na área d inovação que é o da pesquisa. inovação. mas é uma boa pratica interagir com pesquisadores de universidades. e passe a estimular as empresas fazerem pesquisas. Mas é boa praticas fazer uma interação com as universidades.1 Tese Principal de Carlos Henrique de Brito Cruz A tese principal de cruz é que é um erro pensar que lugar de inovação é na universidade.2 Sumario de argumentos defendidos   Lugar de inovação é a empresa.Inovar é fazer pesquisa 1. mas a capacidade de inovar constantemente. 1 . 1.Centro Universitário da Bahia – Estácio/FIB Aluno: Cleriston de Freitas Professor: Renelson R Sampaio Matéria: Inovação Tecnológica. capacidade de gerar conhecimento e gerar conhecimento a partir disso. Brasil deve desenvolver uma cultura de que a fonte da riqueza e do poder é a capacidade que a empresa tem de inovar. e ele defende que lugar de pesquisa para inovações tecnológicas é dentro da empresa/ indústria e não na universidade como é feito no brasil. Torna o interagir das empresas com a universidade ser orgânica e não artificial.

    Uma primeira motivação das empresas para o engajamento em atividades de colaboração com universidades seria o aumento da utilização e da transferência do conhecimento de caráter mais geral necessários para as atividades de pesquisa básica.2 Lista dos principais argumentos deste trabalho:    Aumentar e estimular a cooperação entre universidades/instituições de pesquisa independentes e empresas produtivas. O aumento da contribuição do conhecimento científico ao processo tecnológico remete a um importante papel desempenhado pelas universidades na medida em que permanecem como fonte primordial de geração deste conhecimento.2 . Um argumento é universidades são consideradas como importantes provedoras de pesquisa básica para o processo de inovação.  Inovação Tecnológica .Relação Universidade Indústria no Sistema Nacional de Inovação Brasileiro. De acordo com o texto que papel principal da universidade está normalmente associado à formação de pessoal qualificado. como fonte de conhecimento fundamental e de conhecimento industrialmente relevante à moderna economia baseada no conhecimento. A principal tese desse artigo é a relação universidade e a indústria para fazer pesquisas e desenvolvimento na busca de inovações tecnológicas.1 Tese Principal do Artigo. 2. Ele da ênfase que as universidades façam as pesquisas e o desenvolvimento de inovações. As politicas queriam fazer que as universidades e institutos públicos de P&D fizessem pesquisas de acordo com as necessidades da indústria. Outra motivação seria o acesso ao conhecimento especializado relacionado à área tecnológica da empresa. mas direcionada para indústria. As empresas devem desenvolver competências tecnológicas que possibilitem a absorção efetiva de conhecimento gerado nas universidades. E argumenta que a universidade tem um papel importante na pesquisa e desenvolvimento de inovação. 2.

Inovação Tecnológica . Uma Grande dificuldade entre a Universidade e a indústria é as dificuldades de comunicação. fatores socioculturais 12 e a diferenças de cultura da universidade e indústria em termos de atividades de P&D relacionados ao curto versus longo prazo. além de formar mão de obras especializadas também um papel no desenvolvimento de novas tecnologias. burocracia.  As universidades sejam formando mão de obra qualificada ou fazendo pesquisas tem um importante papel no desenvolvimento de novas tecnologias. enquanto o professor da UNICAMP Carlos Cruz defende que Lugar de inovação é na empresa e o artigo vai contra a essa opinião falando que a universidade tem o papel importante em P&D. E o artigo fala muito na interação entre a universidade e a indústria. Em termos de ineficiências e fragilidades de interações recentes entre universidades e empresas no país identificados em estudos destaca-se o baixo conteúdo científico e o curto prazo requerido para as soluções industriais que não estimula os contratantes a investirem em ciência e tecnologia  3 – comparações das duas visões A principal diferença entre as a tese do professor Carlos Henrique de Brito Cruz e do artigo Relação Universidade Indústria no Sistema Nacional de Inovação Brasileiro é justamente as opiniões de quem deveria ser responsável pelas pesquisas de inovações. inadequação do pessoal de pesquisa. mas elevando o potencial das universidades em poder criar novas tecnologias. financiamento adequado.