You are on page 1of 2

Primeiro Mistério Luminoso: Batismo de Jesus no rio Jordão

«Depois que Jesus foi batizado, saiu logo da água. Eis que os céus se abriram e viu descer sobre ele, em forma de pomba, o Espírito de Deus. E do céu baixou uma voz: Eis meu !il"o muito amado em quem po#"o mi#"a afei$%o & 'Mt (,)*+),-. «. i#ício da vida p/blica de Jesus é o seu baptismo por Jo%o, #o rio Jord%o. Jo%o pregava um baptismo de pe#it0#cia, em ordem 1 remiss%o dos pecados 'Lc (, (-& 'CIC, 2(2-.

3ai 4osso, )5 6ve 7arias 'medita#do o mistério-, 8l9ria ao 3ai

Segundo Mistério Luminoso: Auto-revelação de Jesus nas Bodas de Caná
«:r0s dias depois, celebravam+se bodas em ;a#á da 8aliléia, e ac"ava+se ali a m%e de Jesus. :ambém foram co#vidados Jesus e os seus discípulos. ;omo viesse a faltar vi#"o, a m%e de Jesus disse+l"e: Eles <á #%o t0m vi#"o =espo#deu+l"e Jesus: 7ul"er, isso compete a #9s> 7i#"a "ora ai#da #%o c"egou . Disse, e#t%o, sua m%e aos serve#tes: !azei o que ele vos disser &. 'Jo ?, )+2-

«4o i#ício da vida p/blica, Jesus realiza o primeiro milagre @ a pedido de sua m%e @ por ocasi%o de uma festa de casame#to. 6 Agre<a dá uma gra#de importB#cia 1 prese#$a de Jesus #as bodas de ;a#á. C0, #o facto, a co#firma$%o do pri#cípio de que o matrim9#io é bom, e o a#/#cio de que, dali em dia#te, o matrim9#io será um si#al eficaz da prese#$a de ;risto& 'CIC, ).*)(-.

3ai 4osso, )5 6ve 7arias 'medita#do o mistério-, 8l9ria ao 3ai.

Terceiro Mistério Luminoso: An ncio do !eino de "eus
«;ompletou+se o tempo e o =ei#o de Deus está pr9ximoD fazei pe#it0#cia e crede #o Eva#gel"o&. 'Mc ), )2«Todos os homens s%o c"amados a e#trar #o =ei#o. 6#u#ciado primeiro aos fil"os de Asrael, este =ei#o messiB#ico é desti#ado a acol"er os "ome#s de todas as #a$Ees & 'CIC, 2F(-.

3ai 4osso, )5 6ve 7arias 'medita#do o mistério-, 8l9ria ao 3ai

#uarto Mistério Luminoso: Trans$iguração de Jesus
«Geis dias depois, Jesus tomou co#sigo 3edro, :iago e Jo%o, seu irm%o, e co#duziu+os 1 parte a uma alta mo#ta#"a.Há se tra#sfigurou #a prese#$a deles: seu rosto bril"ou como o sol, suas vestes tor#aram+se

respla#dece#tes de bra#cura& 'Mt ),, )+?-. «3or um mome#to, Jesus mostra a sua gl9ria divi#a, co#firma#do assim a co#fiss%o de 3edro. 7ostra também que, para e#trar #a sua gl9ria 'Lc ?F, ?*-, tem de passar pela cruz em Jerusalém& 'CIC, 222-.

3ai 4osso, )5 6ve 7arias 'medita#do o mistério-, 8l9ria ao 3ai.

#uinto Mistério Luminoso: %nstituição da &ucaristia
«Dura#te a refei$%o, Jesus tomou o p%o, be#zeu+o, partiu+o e o deu aos discípulos, dize#do: :omai e comei, isto é meu corpo & 'Mt ?*, ?*-. «;elebra#do a /ltima ;eia com os 6p9stolos, #o decorrer da refei$%o pascal, Jesus deu o seu se#tido defi#itivo 1 3áscoa <udaica. ;om efeito, a passagem de Jesus para o 3ai, por sua 7orte e =essurrei$%o @ a 3áscoa #ova @ é a#tecipada #a ;eia e celebrada #a Eucaristia, que cumpre a 3áscoa <udaica e a#tecipa a 3áscoa fi#al da Agre<a #a gl9ria do =ei#o& 'CIC, ).(F)-.

3ai 4osso, )5 6ve 7arias 'medita#do o mistério-, 8l9ria ao 3ai.