Um bom exemplo é a regra número 34, apresentada por Norberto Dallabrida, professor d a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), no artigo

Moldar a Alma Plásti ca da Juventude: a Ratio Studiorum e a Manufatura de Sujeitos Letrados e Católicos . Ela trata da seleção dos livros: "Tome todo o cuidado, e considere este ponto como da maior importância, que de modo algum se sirvam os nossos, nas aulas, de livros de poetas ou outros que possam ser prejudiciais à honestidade e aos bons costumes , enquanto não forem expurgados dos fatos e palavras inconvenientes; e se de todo não puderem ser expurgados (...) é preferível que não leiam para que a natureza do conteúd o não ofenda a pureza da alma". Com as novas determinações e necessidades da Companhia, as casas de bê-á-bá foram dando lu gar aos colégios, e a Educação passou a ser iniciada com conteúdos que hoje seriam equiv alentes ao Ensino Médio. A alfabetização era necessária para acompanhar esses estudos. E o foco do ensino mudou dos curumins para os filhos de colonos. "Os filhos dos e scravos também eram alfabetizados para serem convertidos", diz Ferreira Jr. Outro expoente dessa ordem religiosa, o padre Antônio Vieira (1608-1697) teve uma intensa produção de sermões voltados para os negros trazidos da África para o Brasil. "O jesuíta visava inculcar na mente dos escravos a concepção cristã de mundo, buscando a s ua adesão e obediência a esses valores", resumem Ferreira Jr. e Marisa. Questão de concurso Prefeitura Municipal de Teresópolis, RJ, 2011. Concurso para professor de História Nos três séculos de colonização portuguesa no Brasil, novas identidades culturais foram forjadas graças à atuação da Igreja Católica. A Educação, considerada como prática cultural, esentou as seguintes características, EXCETO: (A) a Educação esteve sob a tutela dos jesuítas que aplicaram um método de ensino que va lorizava a gramática, a expressão culta e a memorização com vistas a inserir os colonos na cultura portuguesa;

(B) a ação da Igreja Católica é marcada por uma relação entre catequese e Educação, sendo que ta apresenta o objetivo de aculturar as populações indígenas; (C) o código de ensino Ratio Studiorum pautou a organização do ensino dos colégios funda dos e dirigidos pela Companhia de Jesus no Brasil colonial; (D) Anchieta produziu poesia e teatro fundamentados no respeito à diversidade cult ural indígena, o que garantiu a preservação dos mitos e práticas culturais desses povos; (E) as Ordens Beneditinas e Franciscanas também participaram no processo de Educação, porém sem o apoio oficial da Coroa portuguesa e sem recursos suficientes que garan tissem uma ação sistemática. Resposta correta: D Comentário Anchieta escreveu peças dedicadas à conversão dos indígenas com enredos baseado s na contradição entre o bem e o mal. A mensagem era sempre a mesma: apenas aqueles que se convertessem ao cristianismo iriam para o céu. Consultoria Marisa Bittar História da Educação no Brasil Ensino com catecismo Ana Ligia Scachetti (novaescola@fvc.org.br)

Filosofia e Retórica. Com tanto esmero. a progressão do aprendizado começava pela doutrina cristã e seg uia com as aulas de Humanidades (voltadas para várias línguas) e. qualquer que fosse a região". solicitar trabalhos escritos diaria mente e corrigi-los um a um. Com isso. Direito Canônico. Quem demonstrava conhecimento era premiado. E calculam que mai s de 20 colégios foram implantados até 1759. 1549 Primeiro grupo de jesuítas desembarca em solo tupiniquim. 1599 A Companhia de Jesus promulga o Ratio Studiorum. Ferreira Jr. O docente def inia o lugar de cada um na sala de aula e. . Ao fim dessas etapas. alerta Paiva. os cast igos físicos eram usados apenas em último caso e aplicados por alguém que não pertencess e à Companhia. 1759 O marquês de Pombal expulsa os jesuítas do Brasil. e Marisa ressaltam. o ensino de ofícios manuais em território brasileiro. os especialistas estimam que os padres converteram todos os índi os do litoral que sobreviveram ao contato com os portugueses. Dallabrida mostra que as aulas dos jesuítas eram rigorosamente orientadas pelo documento. Linha do tempo 1500 Os portugueses chegam aqui e encontram vários povos indígenas. que você vai conhecer no próximo capítulo. ainda. diante de alguma desobediência. Nesse ano. Era comum os estudantes participarem de desafios com perguntas propostas pelo ed ucador ou por colegas. "As regras para o Brasil eram as mesmas que regiam a escolarização euro peia. depois. o marquês de Pombal orden ou o fechamento das escolas e a expulsão dos jesuítas para implantar seu sistema edu cacional. porém.Muito esforço nas aulas Nos colégios do século 17. 1530 As capitanias hereditárias são criadas e começa o cultivo de cana-de-açúcar. Ele instaurou as aulas régias. as de Teol ogia. formavam a mão de obra necessária para os engenhos e outros espaços. Havia rigor na observância delas. Os professores deveriam pa ssar exercícios para os alunos constantemente. os estudos poder iam ser continuados em universidades europeias. Ao descrever os preceitos do Ratio Studiorum.