You are on page 1of 3

O PENSAMENTO LATERAL

-

UMA FERRAMENTA DE CRIATIVIDADE PARA O EMPREENDEDOR

Robert K. Menezes

O humor é o comportamento mais importante do cérebro humano. - Edward de Bono

A expressão "Pensamento Lateral" criada por Edward de Bono representa uma abordagem sistemática ao pensamento criativo, fazendo uso de t cnicas !ue podem ser utilizadas de forma deliberada" As ferramentas desta abordagem são baseadas diretamente no comportamento do c rebro #umano$ o comportamento das redes neurais" % &r" de Bono apresentou o comportamento auto'organizável das redes neurais no seu livro "% (ecanismo da (ente" em )*+*" Posteriormente publicou tamb m o livro ", Am -ig#t .ou Are /rong", obtendo o recon#ecimento internacional pelo seu trabal#o" 0implificando o assunto, o Pensamento Lateral está baseado na ruptura de percep12es !ue o modelo auto'organizável do c rebro desenvolve" 3omo a c#uva !ue cai e determina os leitos dos rios, fazendo com !ue as águas provenientes de c#uvas futuras sigam os camin#os definidos pela primeira c#uva, o sistema auto'organizável do c rebro estabelece uma se!45ncia de atividades com as primeiras informa12es !ue c#egam e com o tempo essa se!45ncia passa a ser uma esp cie de camin#o preferido"

Nada é mais perigoso do que uma idéia, quando ela é a única que a pessoa tem. - Émile Chartier

% c rebro desenvolve com muita facilidade o processo de recon#ecimento de padr2es" Para !ual!uer coisa !ue ol#armos, estamos prontos para ver o mundo conforme esses padr2es" Assim, estamos prontos para ver apenas a!uilo !ue está preparado para ser visto, conforme percep12es 6á consagradas pela mente" %s padr2es estabelecidos pelo c rebro são de utilidade, visto !ue permitem o recon#ecimento de coisas" Estudar um novo idioma, por exemplo, um processo repetitivo de aprendizagem em !ue a mem7ria e as percep12es podem ser usadas como ferramentas extraordinárias da mente" 8oc5 não precisa inventar uma nova gramática por!ue ela 6á existe" % processo automático de recon#ecimento de padr2es de grande utilidade prática" 8oc5 pode

agir de forma rápida, sem necessidade de desenvolver #ip7teses ou de permanecer em estado

percebemos !ue estivemos presos por uma maneira de pensar. exatamente para um ponto em !ue voc5 pode ver imediatamente o a ruptura da se!45ncia tradicional de seq!"ncia de nossa pensar. a cor. uma !ue se6a aplicável A situa1ão dese6ada" A gera1ão de novas id ias s7 poss=vel a partir de um comportamento criativo. o !ue provoca o #umor e o riso" 0egundo o &r" de Bono$ " e#peri"ncia estabeleceu o caminho rotineiro de percep$%o. por exemplo" Pensar numa cadeira de tr5s pernas seria uma !uebra de padrão" Pensar numa cadeira de tr5s pernas seria pensar diferente. seu c rebro conduz os pensamentos pelo camin#o principal" &e repente. conceitos e percep$-es. . o taman#o e outros atributos" . uma solu1ão inteligente e 7bvia. seria exercitar a mente para novas percep12es" % Pensamento Lateral o processo de provocar o c rebro para novas percep12es . . vai descobrir coisas interessantes" >o m=nimo vai perceber !ue muitas coisas poderiam tamb m ser diferentes" Por !ue não: Alguns fatos podem surpreender as pessoas pela simplicidade de solu1ão" ?s vezes. &emos as coisas de uma certa maneira. essa cren1a está totalmente errada" A mente s7 pode ver a!uilo !ue está preparada para ver" @ual!uer análise de dados s7 capacita o analista a selecionar de seu repert7rio de antigas id ias. curioso. !ue. surge a imagem de alguma coisa em madeira ou outro material !ue tradicionalmente usado na fabrica1ão de cadeiras" Acrescente agora a forma. mas !ue poder=amos ter pensado de forma diferente" Criati*idade n%o é simplesmente uma maneira de (a+er melhor as coisas. por provoca1ão.82 de d9vida na solu1ão de pe!uenos problemas" . por exemplo. padr-es. o !ue não comum" <ma cadeira de tr5s pernas poderia ter mais estabilidade. As id ias podem fluir tamb m por camin#os laterais. c#eio de suposi12es e . !ue de imediato. est%o dispon/*eis e est%o presas a antigas estruturas. pensar numa cadeira de tr5s pernas. especulativo. nunca usados anteriormente" %s inventores sempre tiveram a seguinte pergunta em mente$ "Por !ue não:"" Por !ue não uma cadeira de tr5s pernas: Por !ue não uma mesa de tr5s pernas: 0e voc5 colocar em prática este exerc=cio de criatividade.em ela. seu pensamento camin#o !ue poderia ter seguido" % cl=max do processo um camin#o lateral. imagino !ue voc5 ten#a pensado numa cadeira de !uatro pernas por!ue este o modelo mais tradicional" % recon#ecimento do padrão de !uatro pernas !uase imediato" 8oc5 poderia.) @uando a se!45ncia rompida. uma forte expressão de criatividade" Pense na experi5ncia !ue voc5 teve ao ouvir desviado para o final de uma boa piada" Ao ouvir a piada da pessoa !ue sabe contar. não foi percebida pela mente" A surpresa pode ser grande e levar as pessoas a fazer a seguinte pergunta$ 3omo não pensei nisso antes: A boa piada.inalmente. Esperamos que as coisas se'am (eitas de uma determinada maneira. seria seguir um camin#o diferente do tradicional.Edward de Bono A maioria das pessoas imagina !ue a análise de dados pode gerar novas id ias" Para o &r" de Bono. somos incapa+es de (a+er pleno uso das in(orma$-es e e#peri"ncias que '.magine !ue voc5 está lendo um romance e surge a palavra "cadeira"" % !ue pensa voc5 sobre esse ob6eto tão familiar: 3laro.

publicado no Brasil pela Editora Pioneira" ter um comportamento rebelde e inovador" B perguntar para voc5 mesmo$ .83 #ip7teses. por que não? Agora !ue voc5 sabe um pouco sobre o Pensamento Lateral. por !ue não usar essa ferramenta de criatividade em suas atividades diárias: Basta procurar camin#os laterais para a realiza1ão das coisas" . na tril#a do pensamento lateral" B necessário considerar coisas não pensadas anteriormente.a1a provoca12es para voc5 mesmo" Pense de forma diferente" 8e6a outras possibilidades" 3rie novos conceitos" Cá necessidade de novos conceitos em todas as áreas do con#ecimento" As t cnicas do Pensamento Lateral voc5 pode encontrar no livro do &r" de Bono$ "3riatividade Levada a 0 rio" .