Subsecretaria de Pessoal Comissionado

OS DIREITOS DOS SERVIDORES OCUPANTES EXCLUSIVAMENTE DE CARGOS EM COMISSÃO
LICENÇAS, AFASTAMENTOS E CONCESSÕES LICENÇAS
Espécie Previsão Aplicação aos comissionados Motivo Há incompatibilidade lógica dos efeitos e implicações da licença com a natureza transitória e precária dos cargos em comissão, vez que implicará no desligamento temporário do servidor em relação à Administração. Há incompatibilidade lógica dos efeitos e implicações da licença com a natureza transitória e precária dos cargos em comissão, vez que implicará no desligamento temporário do servidor em relação à Administração. Há incompatibilidade lógica dos efeitos e implicações da licença com a natureza transitória e precária dos cargos em comissão, vez que implicará no desligamento temporário do servidor em relação à Administração. Conforme jurisprudência do TSE (Acórdão nº 22.733), é exigida a exoneração do candidato de cargo comissionado, e não apenas seu afastamento de fato. Previsto exclusivamente para os servidores efetivos (art. 87 da Lei nº 8.112/90) Previsto exclusivamente para os servidores efetivos (art. 91 da Lei nº 8.112/90) Há incompatibilidade lógica dos efeitos e implicações da licença com a natureza transitória e precária dos cargos em comissão, vez que implicará no desligamento temporário do servidor em relação à Administração. Nos termos do art. 72, §1º, da Lei nº 8.213/91, a remuneração da servidora será custeada pelo próprio Senado Federal que efetivará, junto ao INSS, a compensação, quando do recolhimento das contribuições incidentes sobre a folha de salários e demais rendimentos pagos ou creditados.

Por motivo de doença em pessoa da família

art. 83 da Lei nº 8.112/90

Não se aplica

Por motivo de afastamento do cônjuge ou companheiro

art. 84 da Lei nº 8.112/90

Não se aplica

Para o serviço militar

art. 85 da Lei nº 8.112/90

Não se aplica

Para atividade política

art. 86 da Lei nº 8.112/90

Não se aplica

Para capacitação Para tratar de interesses particulares

art. 87 da Lei nº 8.112/90 art. 91 da Lei nº 8.112/90

Não se aplica

Não se aplica

Para desempenho de mandato classista

art. 92 da Lei nº 8.112/90

Não se aplica

Licença-maternidade

art. 5º, XVIII, CF/88 c/c art. 102, VIII, “a”, da Lei nº 8.112/90 c/c art. 71 da Lei nº 8.213/91

Se aplica

art. 102, X, da Lei nº 8.112/90 Licença para participação em competição desportiva c/c art. 84 da Lei nº 9.615/98 Se aplica

Para haver a dispensa do ponto deverá o servidor ser convocado pela entidade desportiva respectiva Licença pelo INSS

Motivo A licença será remunerada pelo Senado até o 15º dia de afastamento. Sendo a licença superior a quinze dias, o servidor será encaminhado, a partir do 16º dia, ao INSS para concessão do auxílio doença quanto aos dias restantes do afastamento.

Licença para tratamento da própria saúde

art. 102, VIII, “b”, da Lei nº 8.112/90

Não se aplica a licença integral prevista na Lei nº 8.112/90

Previsão: art. 59 da Lei nº 8.213/91

AFASTAMENTOS
Há incompatibilidade lógica dos efeitos e implicações do afastamento com a natureza transitória e precária dos cargos em comissão, vez que implicará no desligamento temporário do servidor em relação à Administração. Conforme jurisprudência do TSE (Acórdão nº 22.733), é exigida a exoneração do candidato de cargo comissionado, e não apenas seu afastamento de fato. Há incompatibilidade lógica dos efeitos e implicações do afastamento com a natureza transitória e precária dos cargos em comissão, vez que implicará no desligamento temporário do servidor em relação à Administração.

Afastamento para servir a outro órgão ou entidade

art. 93 da Lei nº 8.112/90

Não se aplica

Afastamento para exercício de mandato eletivo

art. 94 da Lei nº 8.112/90

Não se aplica

Afastamento para estudo ou missão no exterior

art. 95 da Lei nº 8.112/90

Não se aplica

CONCESSÕES
O servidor deverá comunicar ao chefe imediato a sua ausência futura e, após o retorno, entregar o comprovante de doação ao Serviço de Atendimento ao Usuário da SERH. O servidor deverá comunicar ao chefe imediato a sua ausência futura e, após o retorno, comprovar o alistamento eleitoral junto ao Serviço de Atendimento ao Usuário da SERH.

Doação de sangue

art. 97, I, da Lei nº 8.112/90

Se aplica

Alistamento eleitoral

art. 97, II, da Lei nº 8.112/90

Se aplica

Casamento (licença-gala)

art. 97, III, “a”, da Lei nº 8.112/90

Se aplica

Falecimento de parente (licença-nojo)

art. 97, III, “b”, da Lei nº 8.112/90

Se aplica

Participação como jurado no Tribunal do Júri e em audiências judiciais

art. 102, VI, da Lei nº 8.112/90

Se aplica

Concessão de horário especial para estudante

art. 98 da Lei nº 8.112/90

Se aplica

Concessão de horário especial para portador de deficiência

art. 98, §2º da Lei nº 8.112/90

Se aplica

O servidor deverá comunicar ao chefe imediato a sua ausência futura e, após o retorno, entregar cópia autenticada da Certidão de Casamento ao Serviço de Atendimento ao Usuário da SERH. O servidor deverá comunicar o afastamento ao chefe imediato e, após o retorno, entregar cópia autenticada da Certidão de Óbito ao Serviço de Atendimento ao Usuário da SERH. A justificação da ausência deverá ser acompanhada de documento comprobatório da convocação procedida por autoridade judicial. O servidor deverá apresentar requerimento ao Diretor-Geral acompanhado de declaração do estabelecimento de ensino, onde conste a grade horária do estudante. Nos termos do art. 98, §1º, da Lei nº 8.112/90, será exigido do servidor estudante a compensação de horário. O servidor deverá apresentar requerimento ao Diretor-Geral acompanhado de laudo expedido pela Junta Médica do Senado Federal, onde fique caracterizada a necessidade de um horário especial, independentemente da compensação de horário. O servidor deverá apresentar requerimento ao Diretor-Geral acompanhado de laudo expedido pela Junta Médica do Senado Federal, onde fique caracterizada a necessidade de um horário especial para atendimento das necessidades do dependente. Nos termos do art. 98, §3º, da Lei nº 8.112/90, será exigido do servidor a compensação de horário.

Concessão de horário especial em razão de dependente portador de deficiência

art. 98, §3º da Lei nº 8.112/90

Se aplica

BENEFÍCIOS SOCIAIS
Por estarem sujeitos ao RGPS, os benefícios sociais dos servidores ocupantes exclusivamente de cargo em comissão são regulados pela Lei nº 8.213/91 e custeados pelo INSS. Espécie Previsão Aplicação aos comissionados Motivo Por estarem sujeitos ao RGPS, nos termos do art. 40, §13, da CF/88, a aposentadoria dos servidores ocupantes exclusivamente de cargos em comissão está vinculada ao Regime Geral de Previdência Social (INSS). Por estarem sujeitos ao RGPS, nos termos do art. 40, §13, da CF/88, a pensão devida aos dependentes dos servidores ocupantes exclusivamente de cargos em comissão está vinculada ao Regime Geral de Previdência Social (INSS). Por estarem sujeitos ao RGPS, os benefícios sociais dos servidores comissionados são regulados pela Lei nº 8.213/91 e custeados pelo INSS. Por estarem sujeitos ao RGPS, os benefícios sociais dos servidores comissionados são regulados pela Lei nº 8.213/91 e custeados pelo INSS. Por estarem sujeitos ao RGPS, os benefícios sociais dos servidores comissionados são regulados pela Lei nº 8.213/91 e custeados pelo INSS. A família do servidor ocupante de cargo em comissão que não seja, simultaneamente, ocupante de cargo ou emprego efetivo na Administração Pública direta, autárquica e fundacional não terá direito ao auxílio-funeral. Custeio pelo INSS

Sim (art. 40, §13, da CF/88 c/c art. 42 a 58 da Lei nº 8.212/91)

Aposentadoria pelo RPPS

art. 186 da Lei nº 8.112/90

Não se aplica

Sim (art. 40, §13, da CF/88 c/c art. 74 da Lei nº 8.213/91)

Pensão pelo RPPS

art. 215 da Lei nº 8.112/90

Não se aplica

Não (Não há previsão de auxílio-natalidade na Lei nº 8.213/90 (RGPS), vez que o art. 139 foi revogado pela Lei nº 9.528/97).

Auxílio-natalidade custeado pelo Senado Federal

art. 196 da Lei nº 8.112/90

Não se aplica

Salário-família custeado pelo Senado Federal

art. 197 da Lei nº 8.112/90

Sim (art. 65 da Lei nº 8.213/91)

Não se aplica

Auxílio-reclusão custeado pelo Senado Federal

art. 229 da Lei nº 8.112/90

Sim (art. 80 da Lei nº 8.213/91)

Não se aplica

Auxílio-funeral custeado pelo Senado Federal

art. 226 da Lei nº 8.112/90

Não (Não há previsão na Lei nº 8.213/91)

Não se aplica

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful