You are on page 1of 5

A POLÍTICA ECONÔMICA DO GOVERNO JK (1956-1960

)
GOVERNOS VARGAS E PROVISÓRIOS (1951-55)
ANO

PIB

1951
1952
1953
1954
1955

5
7
5
8
9

PRODUTO
INDUSTRIAL
5
6
9
9
11

INFLAÇÃO
12
12
20
26
12

TAXA DE EXPOR- IMPORCÂMBIO TAÇÕES TAÇÕES
19
1,8
1,7
19
1,4
1,7
Múltiplas
1,5
1,1
Múltiplas
1,6
1,4
Múltiplas
1,4
1,1

INFLAÇÃO
25
7
25
39
30

TAXA DE EXPOR- IMPORCÂMBIO TAÇÕES TAÇÕES
Múltiplas
1,4
1,0
Múltiplas
1,4
1,3
Múltiplas
1,2
1,2
Múltiplas
1,3
1,2
Múltiplas
1,3
1,3

GOVERNO JK (1956-60)
ANO

PIB

1956
1957
1958
1959
1960

3
8
11
10
9

PRODUTO
INDUSTRIAL
6
5
17
13
11

1. POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO: 50 ANOS EM 5
. Plano de Metas se baseava em estudos da CMBEU e do grupo
CEPAL/BNDE
. bloco de investimentos para mudar face do país
.inicialmente se geraria desequilíbrios que mais tarde seriam
corrigidos
. inflação prevista: 13% a.a.
. equilíbrio BP previsto para 1961
. investimentos de 5% do PIB
. 40% em energia
. 30% em transportes
. 20% em bens de capital
. 10% em agricultura, educação e saúde
. Brasília fora do Plano (mais 2 a 3% do PIB)

1

POLÍTICA CAMBIAL . daí a importância da Instrução 113. 50% setor público . 15% agências públicas . em lugar de amortizações 2 . Grupos de Trabalho – definiam metas setoriais e instrumentos de fomento .. GEIA (automobilística) . 35% setor privado . GEICON (construção naval) . responsável pela maior parte das entradas. problema: o declínio das exportações gerado pela queda do preço do café teria que ser compensado pela entrada de K autônomos – sob pena de interromper importações essenciais . Conselho de Desenvolvimento 2. incentivo à entrada de capital de risco estrangeiro . Administração Paralela . Grupos Executivos – concediam e manipulavam incentivos . origem dos recursos internos previstos . GEIMAPE (maquinaria pesada) . divisas a câmbio favorecido eram destinadas a remessas de lucros. instrução 113 .

enquadrar produtos em uma das categorias de importação . geral: equiptos. preferencial: bens com tratamento privilegiado (petróleo. especial: aqueles com similar nacional . tarifas de zero a 150% para cada grupo de similares . primas e bens sem similar nacional . setores prioritários tendiam a sobreinvestir gerando capacidade ociosa . avaliação: . aplicação de tarifa reduzida para quotas de certos produtos . redução da tarifa se demanda superasse produção interna . papel e fertilizantes) . alterações posteriores. permitiu aprofundamento da substituição de importações . deslocaram a maior parte das exportações para o mercado livre . em 1959. estabelecer as alíquotas efetivas (flexibilidade de 30% abaixo ou acima) . criado o CPA (Conselho de Política Aduaneira) para: . redução de 5 categorias de importação para 3: .. gerou distorções: . artifícios para importar BK sem prejudicar produção interna: . câmbio para transações financeiras continuou através do mercado livre . subsídios crescentes a produtos essenciais atrasava produção interna 3 . aplicação da lei do similar para indústrias com capacidade para suprir mercado interno . reforma cambial de agosto de 1957 . trigo. mat.

: . autorizado a operar em Open . compulsório. SUMOC – controle do sistema. Políticas Fiscal e Monetária . Monet. carteira de mobilização bancária (empréstimo em última instância) . o que se fazia: atrasar pagamentos a fornecedores . recebe depósitos voluntários de reservas dos bancos comerciais. registro do K estrangeiro. colocar dívida pública inviável por causa da Lei da Usura . cambial. comprimir despesas reduziria crescimento . . problema essencial: empréstimos BB ao Tesouro expandem meios de pagamento . instituições responsáveis pela Pol.carteira de redesconto (crédito seletivo e de liquidez) . atua como agente do Tesouro (faz pagamentos e recebe arrecadação) . aumentar receita tributária era inviável a curto prazo . compensa cheques .3. é o banco do governo (empresta ao Tesouro como antecipação de receitas fiscais) . estes reagiam elevando margens de lucro (por precaução) . para conter inflação: freio no reajuste de tarifas -> redução dos investimentos 4 . Tesouro – emite e amortiza papel moeda . como eliminar déficit de caixa do Tesouro? . juro do redesconto. BB – operava . o que sanciona aumento de preços . carteiras de câmbio e de comércio exterior . fiscaliza bancos comerciais. pol.

governo termina desmoralizado por desequilíbrios acentuados . déficit de caixa do Tesouro . porque reduziriam: . empréstimos BB para café e indústria . ambos inaceitáveis.. e promoveu a maior mudança estrutural da história 5 . para piorar: em 1958 compras de café são 3 a 4 vezes maiores que gastos com Brasília . Lucas Lopes e Campos quiseram impor estabilização gradualista (preferível ao tratamento de choque proposto pelo FMI) . rompimento com FMI .