You are on page 1of 6

AULA SÉRGIO – 18/01/2013 ALTERAÇÕES CIRCULATÓRIAS ( HIPEREMIA, ENDEMA, ISQUEMIA, EN ARTO, EM!OLIA" Slide 3: Capilar dilatado.

Alterações circulatórias ↔ inflamação Hiperemia: Aumento do fluxo sanguíneo sempre !ue "# "iperemia "# edema $extra%asamento de plasma pro interstício&. 's!uemia: (iminuição do fluxo sanguíneo !ue pode ser causada por trom)ose em)olia "emorragia e como conse!u*ncia le%a ao enfarto. H'+,-,.'A • Aumento do %olume sanguíneo em #$%$&'()*#* &$+(,- sanguínea. / %olume total de sangue não muda o !ue altera 0 a distri)uição sanguínea. • Coloração a%ermel"ada !ue pode ser difusa $%ermel"o generali1ado& ou telangect#sica $pode2se identificar o %aso sanguíneo 3 con4unti%ite5 %ari1es • +ulpite $inflamação da polpa& 6 Hiperemia 6 's!uemia 6 7ecrose $7ão 0 compro%ado& / aumento da pressão pulpar fa1 C/./ AC/78,C,. AS H'+,-,.'AS9 fec"ar as arteríolas !ue irrigam a • Hiperemias ati%as: esfíncteres arteriolares polpa causando is!uemia • Hiperemias passi%as: retorno sanguíneo
Cinturão muscular !ue por ação da "istamina se a)re 2 'nflamação

:;A'S AS CA;SAS (AS H'+,-,.'AS A8'<AS9 • ,stímulos fisiológicos: <asodilatação arteriolar $reflexo neuromuscular5 exercício5 digestão 3 !uanto mais sangue passando pelo intestino mais se a)sor%e os nutrientes 2 5 ereção& • ,stímulos patológicos: -eação inflamatória C/./ AC/78,C,. AS H'+,-,.'AS +ASS'<AS =/CA='>A(AS9 2 H'+,-,.'A C/7?,S8'<A • ,stagnação sanguínea $congestão& 3 /rigem mec@nica e patológica 2 /)strução5 Compressão5 Atonia $perda da compressão dos %asos& C/./ AC/78,C,. AS H'+,-,.'AS +ASS'<AS ?,7,-A='>A(AS9 • (oença crAnica cardíaca congesti%a5 B?;A C0lulas $CDE& Sangue $plasma DE& 'nterstício $lí!uido instersticial 3FE& G/-HAS (, S8A-='7? • +ressão necess#ria para e!uili)rar a saída de plasma dos %asos sanguíneos mantendo as concentrações intersticiais e dos %asos constantes. • :uanto maior a pressão coloidosmótica maior a atração de plasma. I exercida principalmente pela al)umina.

-A .AS • 'nflamação • Hipertensão arterial • -edução da pressão oncótica • /)strução linf#tica • -etenção de sódio • 'diop#tica . ..S 7A8.A.(.-.=H/ 3 H'+.(.+/S'HJ/ (/ =L:.<AS/S ='7GB8'C/S 3 -ecol"em a parte do lí!uido !ue não %oltou para a circulação capilar..AHJ/: <.-A'S (/ C/-+/. CA<'(A(.A (.AS9 • Hidropsia • (esignação: "idro R estrutura afetada 2 Hidrotórax 2 Hidroc#rdio 2 HidroperitAnio ascite& • Anasarca CA.'A '7CHAH/ 3 .(...S+AH/S 8.. =L:.AHJ/ H'(-N+'CA .7C=A8.A9 • Bgua • 8ransudato: #gua e mineral $translPcido densidade semel"ante Q da #gua& • ..8'='>A(A +A-A (.'(/ 7/S .A= A C/..A'S '78.SAS (.C'(.A KA.'(/ .xsudato: muitas mol0culas e c0lulas $opaco densidade maior& :.A .78/ (A QUANTIDADE RELATI. ..(.-. '7G=A..-S8'C'A'S /..O8-A<ASA(/ (/ +=AS.(.A= A 7/.S'?7A.M 2 8-A7SG/-.dema O (egeneração "idrópica (entro da c0lula :. Caso não se4a recol"ido "# ...

/-G/=N?'CAS . CaptaçãoSprodução redu1ida de proteína 3 (efici*ncia nutricional5 Hepatopatia difusa5 ?astrenterite&.S ..(. .. .AS9 ..S /C/--.A'S AS A=8. • CA<'8B-'/S . 2 =inf#ticos: +ostural 'atrogenia 'nfecção 7eoplasia $retirada dos %asos linf#ticos e em decorr*ncia da não retirada do excesso de lí!uidos "# inc"aço& • ?..Ssódio 3 (isfunção renal. :.78AHJ/ (/ . S'8.AC-/SCN+'CAS .S A& Adrenais 222U Aldosterona $atua nos tP)ulos renais para recaptação excessi%a de sódio& $Sódio& Hipófise 222U HA( $ret0m #gua& :.so de medicação diur0tica e re)ote -.A '('/+B8'C/9 • +r02menopausaS +r02menstrual • ...(.C=ASS'G'CAHJ/ (/S .A -enina S angiotensina /s dois "ormAnios agem em $%olume filtrado& -im 222U -enina con4unto nas gl@ndulas adrenais $pressão no rim& Art0rias 222U Angiotensina $ .7S (/S .-A='>A(/S 2 Gluxo cardíaco 2 Composição do plasma 2 'nsufici*ncia cardíaca: (oença cardíaca crAnica o)struti%a Hiperemia passi%a $caso "a4a defici*ncia na contração do lado es!uerdo do coração "# edema no pulmão5 caso "a4a no lado direito do coração o edema 0 em p0s e pernas& 2 (iminuição da pressão coloidosmótica $+erda excessi%a de proteína 3 al)umina principalmente: ASC'8.A'S C/..A'S • =/CA='>A(/S 2 Arteriolares: inflamação alergia toxicidade 2 <enulares: dificuldade de retorno %enoso.(.7.(.8-/A='..m gr#%idas "# compressão da %eia ca%a inferior e conse!uente edema de mem)ros inferiores.AHT.-AHT.

. Causas fisiológicas e patológicas $funcionais e estruturais&..'A (isfunção $angina pectoris& H'+/8-/G'A . +rincipalmente no palato.AS9 • Gacilitação da mo)ilidade celular • (iluição de toxinas • 'nfecção secund#ria • Compressão S o)strução de estruturas no)re C/.A'S AS C/7S. ./-AHJ/ I CA. EN ARTO E EM!OLISMO 'S:. ISQUEMIA.:. X Sialometaplasia necrosante: 7ecrose nas gl@ndulas sali%ares. 8odas as #reas pra frente da!uela art0ria fica sem irrigação 2 C/-AHJ/ ..'A -edução do suprimento sanguíneo.(.(.A9 8este do cacifo 2 Ao apertar o local fica a marca do dedo.7GA-8/ Brea tecidual !ue sofre necrose is!u*mica pela oclusão da art0ria irrigante ou da drenagem %enosa.HJ/ (A 'S:. Causada por anest0sicos principalmente os com %asoconstritores.SA(A S ASS/C'A(A A ./ SAW.SAS: • 8rom)ose • 8rom)oem)olismo • . CA. ...A 8.. Aumento sP)ito de demanda 3 :uando a região est# sendo mais utili1ada o aporte sanguíneo aumenta na!uela região • Causas patológicas funcionais: aumenta a %iscosidade sanguínea5 diminui gradiente de pressão de art0riasS%eias $congestão c"o!ue&5 espasmo %ascular • Causas estruturais: Compressão5 /)strução5 8orção.</=.• • • • 8umefação S tumoração Alisamento de rele%o Aumento de peso AcPmulo de lí!uido :.m)olismo • Compressão • <asoespasmo • 8orção %ascular • -uptura %ascular traum#tica 's!uemia 7ecrose '7GA-8/ W-A7C/: /corre em órgãos muito sólidos em !ue cada região 0 irrigada por apenas uma art0ria..S.7GA-8/ ..V7C'AS (/S ..

/+=BS'CA: 8umor prim#rio 3 in%ade con4unti%o at0 c"egar em %aso capilar e começa a crescer.ntrada de ar no sangue 3 parto cirurgias manipulação %ascular. • .W/.V7C'AS (/ .W/='A 7.W/='S. C=ASS'G'CAHJ/ (AS .J/ A+-.W/='S.nc0falo 2ó)ito5 'ntestinos 2ó)ito5 -ins5 Waço5 ..7'N8'C/ 2 Complicação o)st0trica fatal em at0 \FE dos casos5 ruptura de placenta e %eias uterinas5 C'<( 3 pulmonar5 Cor pulmonale5 'nsufici*ncia cardíaca es!uerda5 C"o!ue e ó)ito • ./ 8ransporte de su)st@ncia não miscí%el na corrente sanguínea Vm)olo: – Corpo !ue 0 transportado pela corrente sanguínea at0 um sítio distante do seu ponto de origem capa1 !ue o)struir o %aso de destino.S.W/='S.xpressão clínica 6 in4etar acima de [FFm= de ar. /WS8-./ ?AS/S/ 2 (issolu)ili1ação de gases miscí%eis no sangue 3 (escompressão sP)ita5 .'C-/SCN+'CA: 7ecrose is!u*mica coagulati%a $ R"emorragia& .W/='S.W/='A • 8-/..'7GA-8/ <.W/='A (.-/SA $. +. .em)ros inferiores 2necrose5 ..m)olia paradoxal 2 ..HJ/ -amificação %ascular: di@metro do %aso Y di@metro do *m)olo • Arteriais e cardíacos: ?rande circulação $mem)ros inferiores c0re)ro e intestino& • <enosos: +e!uena circulação $pulmão& G/-./: 2 +ulmonar: em)olia %enosa origem de mem)ros inferiores ZFE são silenciosos5 /)strução U CFE: morte sP)ita5 !ueda da pressão arterial sist*mica5 c"o!ue e colapso cardio%ascular 2 Sist*mico: em)olia cardíacaSarterial5 (estino final: .-.:.'(/ A.W/='AS • :uanto ao fluxo 2 ..AS (..78AHJ/ .em)ros superiores. • .=..m)olia direta: a fa%or do fluxo sanguíneo 2 .=H/: /s outros %asos !ue mant0m o fluxo sanguíneo sofrem "emorragia. .m)olia retrógrada: contra o fluxo sanguíneo • :uanto Q nature1a: 2 Vm)olos sólidos 2 Vm)olos lí!uidos 2 Vm)olos gasosos SL8'/ (. • C/7S. ./ ..W/='A ?/-(... =L:.edula amarela& 2 8raumatismo ósseo5 (ano tecidual extenso e profundo5 Síndrome $[ a 3 dias&: insufici*ncia pulmonar sintomas neurológicos anemia trom)ocitopeniaSdi#tese "emorr#gica.

-A+V.8'C/ – +arar ou pre%enir "emorragias – (es%itali1ação de um tecido ou órgão .• • 's!uemiaS .et#stase neopl#sica e infecciosa .W/='S.nfarto ..S/ 8./ 6 .