Fonte: http://www.agrisustentavel.com/san/chorume.

htm

Chorume não é problema. É solução O chorume que polui o ambiente pode ser transformado em adubo orgânico e habitat para criação de minhocas Célia Guerra Reportagem Local A poluição ambiental causada pelo chorume, um dos grandes problemas da suinocultura, agora tem solução. Ele pode ser não só um aliado da agricultura como também um gerador de lucro extra na propriedade. Pesquisa realizada pelo Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) mostra que o chorume (conjunto de fezes, urina, pêlos e água da lavagem dos chiqueiros) pode ser usado como adubo orgânico em áreas de plantio direto. O pesquisador Celso de Castro Filho, coordenador da área de solos do Iapar, está fazendo uma experiência numa propriedade em Palotina (96 km ao norte de Cascavel). Usando chorume ele já conseguiu aumentar a produtividade da soja em 35%. O pesquisador explica que o uso do chorume como adubo não é recente mas a prática, sem fundamentação da pesquisa e em áreas de plantio convencional, transformou o produto num causador de danos ao solo. Há registros de erosão, perda da capacidade de infiltração da água, contaminação de lençóis freáticos e mananciais. A gordura presente no chorume, cujo teor é elevado, é um dos responsáveis por esses danos. ''A gordura estabelece uma hidrofobia (ação repelente à água) o que diminui a capacidade de infiltração'', destaca Castro Filho. Por isso a recomendação é apenas para o uso em áreas de plantio direto. De acordo com Castro Filho, a palhada de cobertura da terra retém o agente agressor e permite que apenas os nutrientes sejam incorporados ao solo. Dosagem - A quantidade de chorume a ser aplicada, conforme testes realizados pelo pesquisador, é determinada pelo tipo de solo da propriedade. Devem ser levadas em conta características como a declividade do solo, quantidade de argila, profundidade e distância de lençóis freáticos. A dosagem máxima recomendada para um solo ideal (plano, argiloso, profundo e situado no topo do relevo), é de 90 metros cúbicos por hectare (a experiência usou até 120 metros cúbicos). ''Quando se aplica 90 metros cúbicos de chorume por hectare, a quantidade de nitrogênio é de no máximo 30 quilos, bastante inferior à dosagem contida na adubação química'', compara. Outra vantagem do chorume apontada pela pesquisa é que ele é rico em fósforo, um mineral existente em pequena quantidade nos solos. ''Os dois minerais são importantes nutrientes para plantas'', explica. Além da riqueza de nutrientes, o chorume tem a vantagem de não agregar custos diretos no seu preparo. O pesquisador cita que a criação de suínos já deve prever a construção de um local, a esterqueira, para acomodação dos dejetos. Para a aplicação no solo o chorume deve ficar em repouso por, no mínimo, 90 dias. Nesse período ocorre

A produção de massa verde foi elevada e linear. um resíduo antes considerado como lixo. vale como opção de comercialização para os produtores que possuem muito chorume. segundo Piovesan. a produtividade do milho aumentou em 50 sacas/ha. ''Estamos estudando a compra de um equipamento de irrigação para a aplicação do chorume'' diz Piovesan. Pela dosagem de chorume recomendada pela pesquisa.com o pesquisador Celso de Castro Filho. sugere o pesquisador. onde o solo é mais arenoso. Outra opção de uso do chorume.5 sacas por hectare. ou melhor. O único dano registrado na propriedade. fonte: Folha de Londrina. região com menor profundidade de solo. A dica. eliminando ainda o mau cheiro.00/ha em relação aos gastos que teria com a adubação química. com folhas mais tenras. O Iapar acompanhou fazendo análises periódicas do solo. resultado do uso chorume. como faz um empresário no oeste do Estado (veja matéria ao lado). que estava acostumado a colher 52. entretanto. ''A melhor opção para os pequenos produtores é utilizar os dejetos na propriedade. Serviço Mais informações podem ser obtidas no Iapar . Pelos cálculos comparativos ele tem registrado uma economia de R$ 60.área de solos . dono da propriedade onde estão sendo realizados os testes.3 um aumento de 35%. O agricultor. O sítio de 23 hectares tem uma granja para a produção de matrizes suínas.naturalmente a fermentação do produto e a morte dos microorganismos danosos ao ambiente. resume o agricultor Carlos Piovesan. telefone (43) 3376-2391 ou e-mail: ccastrof@iapar. mas que pode aumentar a produtividade''. é o preferido pelo gado''.Piovesan traz no computador todos os dados da propriedade e diz que o único gasto com o chorume é no transporte e aplicação. Em Marmeleiro. Por se tratar de um experimento. regiões com diferentes tipos de terra. Sobre o aumento da produtividade da soja. o pesquisador Celso de Castro Filho realiza experimentos semelhantes em Cianorte (80 km a leste de Umuarama) e Marmeleiro (7 km a leste de Francisco Beltrão). Castro Filho diz que ''o pasto bonito. ''O uso do chorume não dá problemas. na última safra colheu 70. foi a compactação do solo nos trechos de circulação do trator que faz o transporte e aplicação do chorume na lavoura. Os resultados também são positivos. o produtor não esconde a surpresa: ''eu não acreditava que pudesse atingir esse índice''. os testes ocorrem em área de pastagem. com um plantel de 160 animais. Já em Cianorte.br. Efeito na soja . finaliza Celso de Castro Filho. a dosagem de chorume utilizada pela pesquisa foi acima da recomendada. o produtor diz que poderia até aumentar o plantel pois a propriedade absorveria todos os dejetos produzidos. livra o criador de um problema e dá mais lucratividade''. Além da propriedade de Palotina. é para a produção de humus. O suinocultor suspendeu a utilização de adubo químico na propriedade e pretende continuar com a pesquisa ''até quando tiverem interesse''. em Palotina. 28/06/03 .

HÚMUS LÍQUIDO .br/2013/04/humus-liquido-como-transformaro.com.2013 http://compromissoconsciente.abril. No biodecompositor feito de pneus usados. o que é tudo de bom.COMO TRANSFORMAR O CHORUME EM ADUBO Por Marise Jalowitzki 03. o que é muito legal.blogspot.html Nos artigos mencionados ao final consta como realizar a compostagem orgânica.COMO TRANSFORMAR O CHORUME EM ADUBO Aprenda a fazer o biofertilizante líquido HÚMUS LÍQUIDO . pois promove uma semeadura e colheita de alimentos sem agrotóxicos. existe uma torneira na parte inferior (último pneu) que possibilita deixar escoar o chorume (o líquido viscoso. percolado.Em biodecompositores . de cor marrom escura. que se forma durante o processo de decomposição dos alimentos).

Aproveitando o chorume como adubo O chorume orgânico também é adubo.coar com coador. Segundo o pesquisador Gustavo Schiedeck. . O chorume deve ser retirado quinzenalmente. limão. posteriormente.agitar vigorosamente a mistura. que utilizam os gotejadores nas hortas. http://revistagloborural. abacaxi. só que em estado líquido. pois estas podem entupir os gotejadores. cobre-se com um pano poroso para permitir a ventilação e impedir o acesso de insetos (como moscas) e deixa-se descansar por uns 3 meses. onde o húmus líquido será automaticamente misturado à água para posteriormente ser aplicado nas hortas através dos gotejadores. Para isso. através do Tuboventure. O chorume precisa ser escoado a fim de permitir a formação do húmus seco. Restos de cítricos (laranja. pois fermentam muito e liberam ácido em excesso. Pega-se a pet.com/Revista/Common/0. via sistema de irrigação. o adubo orgânico seco que é misturado..html Agora é só regar! Saúde e viço nos orgânicos. E lembre-se: para produzir seu adubo. para energizar terrenos e plantas em vasos. para utilização em apartamentos. à terra. bergamota (mixirica). . da Embrapa. corta-se a parte inferior. folhas e restos de frutas e verduras in natura) devem ser armazenados para compostagem.para grandes áreas. apenas alimentos orgânicos crus (cascas. a entrada de água nos canos de irrigação é desviada até o Tuboventure.EMI167850-18077. enche-se de cascas.00HUMUS+LIQUIDO+E+ALTERNATIVA+MAIS+ECOLOGICA+PARA+AGRICULTORES. .recolher o chorume semanal ou quinzenalmente. . . permitindo que o chorume escorra pelo próprio bico original da garrafa. equipamento que mistura o fertilizante à água que será destinada à irrigação das plantas. para retirar as partículas mais finas. o húmus líquido pode ser aplicado em grandes produções de hortaliças. .globo. As eventuais partículas sólidas costumam ficar retidas no fundo do recipiente. somente em pequena quantidade. Durante este processo. poderão ser utilizados filtros de areia ou filtros de discos.deixar descansar durante dois ou três dias.misturar o chorume na proporção de 1 (uma) parte de biofertilizante para 5 (cinco) a 10 (dez) partes de água. agitando novamente a cada 24 horas. para que os nutrientes possam ser liberados para a água. podem ser usadas garrafas pet dispostas de ‘cabeça p’ra baixo’. tela ou tecidos de seda que retenha as partículas em suspensão.‘caseiros’. Para produzir este biofertilizante líquido é preciso . é aconselhável efetuar uma filtragem mais específica.

Eles também possuem uma loja virtual e você pode adquirir a sua composteiras com eles. pois há muitos macetes importantes... sistema. MANUAL DA COMPOSTEIRA DOMÉSTICA Com a Composteira Doméstica*. Entre em contato com eles: http://www. COMPOSTEIRA DOMÉSTICA Morada da Floresta MANUAL DE INSTRUÇÕES Identificando A Duas As Elas caixas são digestoras furadas no ficam fundo.hortinha regada com chorume misturado á água .org.moradadafloresta.) para a produção de adubo e fertilizante natural. seguem as dicas do artigo publicado no site Morada da Floresta. geralmente caixas retangulares. Composteira Doméstica sua da Morada caixas posicionadas posicionadas na na parte parte superior superior do do Composteira da Floresta é Doméstica composta por: digestoras: sistema. que dão o passo a passo para obter também o húmus da minhoca.húmus líquido Para os demais modelos de composteiras.br/produtos-principal/composteiras-domesticas/432manual-da-composteira-domestica Aconselho ler o artigo na íntegra. . o que antes era chamado de ´´lixo orgânico`` transforma-se em matéria prima (.

Nessa camada de substrato. Por estarem fechadas. nem de compensados. Uma caixa coletora: A caixa coletora fica na parte inferior do sistema. Sua função é coletar e armazenar o chorume orgânico (líquido que escorre dos resíduos orgânicos). 3. húmus e serragem que forra o fundo das caixas digestoras. Doméstica 1. São nelas onde serão colocados os resíduos orgânicos da sua cozinha a partir de agora. papelão picado ou jornal como última opção). Diferentemente das minhocas de jardim. palhas. 
 2. comum em nossos jardins. A tampa também regula a umidade do sistema.Inicialmente.Sua Composteira Doméstica deve ficar em um local arejado e sombreado. Tampa: A tampa do kit possui pequenos furos que possibilita a entrada de ar na caixa superior e impede a entrada de insetos voadores. devido às colas e químicos presentes nesse tipo de material. tinta. acomode os resíduos orgânicos sem espalhar pela caixa. andrei): As minhocas Eisenia andrei. provenientes das plainadeiras e desempenadeiras. SEMPRE CUBRA OS RESÍDUOS ORGÂNICOS COMPLETAMENTE com matérias secas (folhas. Recomendamos que cada caixa seja enchida em um tempo mínimo de 1 mês (para propiciar o tempo necessário para a compostagem acontecer). composto. Torneira: A torneira deve ser aberta semanalmente ou quinzenalmente para a retirada do biofertilizante líquido. coloque os resíduos orgânicos em cima do local onde as minhocas se encontram. Esse procedimento evitará a insidência de larvas de mosca.Os resíduos orgânicos devem ser colocados na caixa digestora que está em cima (caixa onde se encontram as minhocas). Para aproveitar melhor o espaço e otimizar as matérias secas. O calor em excesso compromete o bem estar e a vida das minhocas. Elas são menores e aparentemente mais oleosas que as nossas minhocas nativas. Quando a primeira caixa encher. as minhocas vermelhas possuem a capacidade de se alimentar dos resíduos orgânicos frescos. popularmente conhecidas por vermelhas ou californianas são excelentes agentes decompositores. minhocas: Chamamos de cama das minhocas a mistura de terra preta. minimizando a manutenção referente Minhocas à rega vermelhas e californianas controle da (Eisenia umidade. etc). as caixas esquentam com facilidade quando expostas ao sol. .Elas são furadas no fundo. aglomerados e fórmicas. papel. O chorume orgânico é um biofertilizante líquido. Ela não é furada no fundo e possui uma torneira afixada na extremidade inferior de uma das paredes da caixa. As minhocas que acompanham o Minhocário Cama Doméstico da Morada da Floresta das estão concentradas na caixa de cima. as minhocas podem ser refugiar em casos de variações de temperatura devido à fermentação dos resíduos e caso haja algum desequilíbrio no ambiente 8 informações interno importantes para o uso da da Composteira caixa. Atenção para não pegar serragem de madeiras tratadas (verniz. As caixas digestoras são as moradas das minhocas. serragem. ele deve ser diluído em água para ser utilizado como adubo na rega das plantas. O melhor tipo de serragem para este fim são as serragens grossas. Os furos possuem o tamanho suficiente para possibilitar a travessia das minhocas e o escoamento do excesso de líquido (chorume orgânico) para a caixa coletora.

Havendo alimentos nas caixas. evite encher a caixa em menos de um mês. madeira. complete a caixas com alimentos frescos e viaje tranqüilo. e suba a caixa que estava no meio para receber os próximos resíduos orgânicos. Desta forma. 4. é aconselhável coletar o biofertilizante líquido (chorume orgânico) semanalmente ou colocar um tijolo dentro da caixa do chorume encostado em uma das paredes. as minhocas mergulharão no húmus facilitando a colheira do adubo que está na parte superior da caixa. é possível que nas primeiras colheitas de húmus. sugerimos você colocar um pequeno calço no lado oposto da torneira (para isso a colocamos no canto da caixa). povoarão as duas caixas digestoras e compostarão seus resíduos orgânicos normalmente. deixe-o secar por alguns dias antes de usá-lo no plantio. melhor. Para facilitar a retirada do líquido. (com filtro). sugerimos devolver as minhocas para a composteira para aumentar a população de minhocas. O - que frutas. Elas agradecerão! 7. Havendo necessidade de viajar por um período de até 3 meses. Repita esse procedimento até a camada de abodo ficar com aproximadamente 7cm (ou com uma grande concentração de minhocas). os resíduos não estejam totalmente transformados em húmus.Para a coleta do húmus após a troca das caixas: puxe o composto para um dos lados da caixa e coloque os próximos resíduos no lado vazio. borra na grãos de café Composteira e e de cevada Doméstica sementes. etc. colocado verduras. Outra estratégia é colocar a caixa com o húmus aberta no sol e raspar o adubo aos poucos.coloque-a no meio do sistema. 8. Em poucos meses as minhocas se multiplicarão.Ás vezes acontece de algumas minhocas caírem na caixa do chorume e morrerem afogadas por não conseguirem voltar para a caixa do meio. dilua-o em água. Por esse motivo. algum degrau. Se você demorar mais de 1 mês para encher uma caixa digestora. Recolha o biofertilizante líquido semanalmente ou quinzenalmente. as minhocas conseguem sobreviver até 3 meses sem a inserção de novos alimentos. Possívelmente o húmus estará um pouco úmido por estar recebendo o líquido da caixa de cima. pique-os ou triture-os antes de colocá-los nas caixas. Não se esqueça de deixar a composteira na sombra! 6. já passaram pelo período de fermentação e podem ser usado normalmente como adubo. 4 pedaços de cano PVC (75mm) em pé. na proporção de 1 parte de biofertilizante para 5 a 10 de água e regue suas plantas. mais tempo as minhocas terão para transformar seus resíduos em húmus. chimarrão. erva de . Visto que a quantidade de minhocas neste momento ainda é reduzida. Após alguns dias. as minhocas migrarão para o alimento fresco (ou para a caixa do meio). chá. Nas primeiras retiradas de húmus. Para evitar isso. facilitando assim a retirada do húmus. saquinhos de PODE ser legumes. porém. a composteira deve estar apoiada em algum suporte que eleve a altura da caixa inferior. elas levarão mais tempo que o normal para digerir totalmente os resíduos orgânicos das primeiras caixas. Por causa intensidade da luz.Para possibilitar a retirada do biofertilizante líquido (chorume orgânico) pela torneira. 5.A Composteira Doméstica da Morada da Floresta é dimensionada para compostar uma caixa de resíduos orgânicos por mês.Para as minhocas digerirem os resíduos orgânicos em menos tempo. Podem ser tijolos. Esta caixa também deve ser preenchida em pelo menos 1 mês. Para que ele fique mais agradável ao tato para o plantio. O tijolo oferecerá a aderência necessária para as minhocas conseguirem sair do líquido e subir para a caixa do meio.

gravetos. os alimentos ." Mahatma Gandhi Aprenda a fazer seu biodecompositor (inclusive o de pneus usados). embalagem de pizza e papel jornal. higiênico Composteira qualquer Doméstica espécie. conheça os perigos dos agrotóxicos nos alimentos e muito mais. que mexerica. crus). . Além das Composteiras Domésticas a Morada da Floresta desenvolve sistemas de compostagem para empresas. clubes. folhas secas. utilize o "galinheiro móvel" como fonte alternativa na produção de adubo. palitos de fósforo e dentais.papel toalha.- sobras de alimentos cozidos ou estragados (sem exageros) e cascas de ovos.html . papel de pão.blogspot. limão. refeitórios. na página de links sobre agroecologia. abacaxi. "Devemos ser a mudança que desejamos ver no mundo. podas de jardim. etc).com/2012/03/sem-agrotoxicosalimentacao. escolas.temperos em grande quantidade. restaurantes. O - que NÃO carnes PODE casca laticínios. usado.palhas. condomínios e hotéis. papelão. fezes frutas cítricas em grande (em alimentos cozidos de quantidade mais quantidade animais (laranja. Link: http://compromissoconsciente. guardanapos de papel. . papel ser de colocado na de óleos. gorduras. domésticos. serragem.

.Sem Agrotóxicos! Diga Sim à Vida! SEM AGROTÓXICOS .Página de Links Postado por Marise Jalowitzki às 23:38 Marcadores: adubo orgânico.ALIMENTAÇÃO AGROECOLOGIA .

a partir de compostagens. a poluição do ar torna-se.Chorume Publicado por: Mariana Araguaia de Castro Sá Lima em Poluição 1 comentário O chorume oriundo de lixões é capaz de poluir. Uma medida interessante que vem sendo cada vez mais discutida e empregada é a utilização deste líquido para a produção de gás natural. Com o auxílio de uma bomba pneumática. Com estas características. Além disso. além de excrementos humanos e animais. sendo coletado e transportado a estações de tratamento de esgoto. com aterros sanitários seguros. e não do lixo orgânico em si. Aterros sanitários mais atuais. Se toda a população as tomasse. além de serem construídos em locais distantes de fontes de água (mesmo subterrâneas). também. adotando hábitos diferenciados em casa. por exemplo. o chorume não seria um grande poluidor. separar o lixo reciclável. tanto de forma doméstica. Diante destes fatos. pilhas e baterias. incluindo matéria orgânica. O chorume é uma substância líquida resultante do processo de degradação e solubilização de resíduos sólidos provenientes de lixões e aterros sanitários. Por liberar metano e gás carbônico. além de causar doenças. Assim é reduzida a emissão de poluentes. inevitável. o chorume dos aterros pode ser captado. Desta forma. Quanto a este último. é altamente poluente. quanto em grande escala. metais pesados e outros produtos tóxicos. todos os seres que compõem a cadeia alimentar podem ser comprometidos em consequência da sua ação. água e solo. e seus gases utilizados para a produção de energia em usinas termoelétricas. são algumas medidas simples que podem ser executadas no dia a dia. são revestidos por mantas que captam o chorume. fica clara a necessidade de se manejar os resíduos sólidos de maneira eficaz. e destinar corretamente o óleo de cozinha. tem um grande potencial de atrair vetores de doenças. já que grande parte do seu perigo advém das substâncias tóxicas que contém. este produto tem alto poder de poluir a água e o solo. Evitar o desperdício de alimentos. pode ser utilizado para adubar plantas. ao mesmo tempo em que é produzida energia mais limpa e barata. já que é composto por substâncias diversas. sendo difícil prever seus resultados. . significantemente ar. Viscoso e com cheiro bastante forte.

Por Mariana Araguaia Graduada em Biologia .

Related Interests