80Sobre o papel da URSS na II Guerra Mundial

Alfredo RR de Sousa

Não é de hoje, egrégios confrades, que a pérfida máquina de propaganda do atlantismo talassocrático há décadas procura, de todas as formas, sob todos os pretextos e por meio de todos os expedientes, menoscabar o papel exponencial desempenhado pelas forças armadas soviéticas durante a II Guerra Mundial. Trata-se simplesmente d'um processo de falsificação histórica dos mais absurdos e indignos, tendo em vista o caráter de todo decisivo do esforço militar soviético na derrota do hitlerismo. No que tange, pois, ao papel da URSS na II Guerra Mundial, basta fazer uma singela constatação empírica: verificar quem foi o maior responsável pelas perdas da máquina de guerra germânica, tanto em termos humanos quanto materiais, e aí se constata inapelavelmente que o Exército Vermelho foi o grande vencedor do conflito. Estima-se que 4/5 das baixas alemãs no conflito ocorreram em combates contra o Exército Vermelho. Só quem desconhece a história da II Guerra negaria que praticamente TODA a elite das forças armadas alemãs, suas melhores divisões e o que havia de mais moderno em termos de equipamento, foram empregues na guerra contra a URSS. E o facto de que as baixas soviéticas tenham sido maiores pouco importa, pois o que realmente conta é que, numericamente falando, o EV enfrentou e destruiu o grosso dos efetivos alemães, dado que é incontestável. Numa guerra importa a vitória final, ponto. Vale também SEMPRE lembrar que a guerra, para Hitler, foi a guerra no Leste, a 'guerra santa' para eliminar o Untermensch da face da Terra; o resto era mera necessidade circunstancial. Citemos alguns dados. Consoante o clássico History of the Second World War (Putnum, New York, 1971), de autoria do consagrado historiador militar inglês Sir Basil Henry Liddell Hart, de todo insuspeito de quaisquer veleidades filo-soviéticas: - 80% do esforço de guerra alemão dirigiu-se à Frente Oriental. - De 22 de junho de 1941 a 9 de maio de 1945, o Exército Vermelho destruiu ou colocou fora de combate 607 divisões da Wehrmacht, cerca de 3,6 mais divisões que as enfrentadas pelos aliados anglo-americanos em conjunto no Norte da África, na Itália e no restante da Frente Ocidental. Alguns outros números, só para dar uma pálida idéia da desproporção de forças concentradas pelos alemães nas frente Leste e Oeste:

para Hitler. Alguns outros números. Numa guerra importa a vitória final. ao papel da URSS na II Guerra Mundial.De 22 de junho de 1941 a 9 de maio de 1945. Consoante o clássico History of the Second World War (Putnum.80% do esforço de guerra alemão dirigiu-se à Frente Oriental. New York.Sobre o papel da URSS na II Guerra Mundial Alfredo RR de Sousa Não é de hoje. o resto era mera necessidade circunstancial. Vale também SEMPRE lembrar que a guerra. e aí se constata inapelavelmente que o Exército Vermelho foi o grande vencedor do conflito. basta fazer uma singela constatação empírica: verificar quem foi o maior responsável pelas perdas da máquina de guerra germânica. dado que é incontestável. o EV enfrentou e destruiu o grosso dos efetivos alemães.6 mais divisões que as enfrentadas pelos aliados anglo-americanos em conjunto no Norte da África. foi a guerra no Leste. egrégios confrades. Trata-se simplesmente d'um processo de falsificação histórica dos mais absurdos e indignos. o Exército Vermelho destruiu ou colocou fora de combate 607 divisões da Wehrmacht. de todo insuspeito de quaisquer veleidades filo-soviéticas: . E o facto de que as baixas soviéticas tenham sido maiores pouco importa. cerca de 3. No que tange. 1971). Estima-se que 4/5 das baixas alemãs no conflito ocorreram em combates contra o Exército Vermelho. suas melhores divisões e o que havia de mais moderno em termos de equipamento. menoscabar o papel exponencial desempenhado pelas forças armadas soviéticas durante a II Guerra Mundial. Citemos alguns dados. só para dar uma pálida idéia da desproporção de forças concentradas pelos alemães nas frente Leste e Oeste: . Só quem desconhece a história da II Guerra negaria que praticamente TODA a elite das forças armadas alemãs. . foram empregues na guerra contra a URSS. sob todos os pretextos e por meio de todos os expedientes. pois o que realmente conta é que. numericamente falando. de todas as formas. tanto em termos humanos quanto materiais. ponto. de autoria do consagrado historiador militar inglês Sir Basil Henry Liddell Hart. que a pérfida máquina de propaganda do atlantismo talassocrático há décadas procura. a 'guerra santa' para eliminar o Untermensch da face da Terra. na Itália e no restante da Frente Ocidental. tendo em vista o caráter de todo decisivo do esforço militar soviético na derrota do hitlerismo. pois.

a distribuição das divisões alemãs em 1944: Frente Oriental .000 tanques e 2. depois de Kursk. Por fim. As derrotas sofridas em Moscou e Satalingrad não foram tão aniquilantes.53 Países Balcânicos . TODAS as demais frentes de combate na Europa concentravam 125.8 (D-Day (1981) . Falemos um pouco também sobre a Batalha de Kursk.Geoffrey Jukes. praticamente selou a sorte da Alemanha nazista no conflito.os mais poderosos produzidos pela Alemanha durante a Guerra. 10. que terminaria dois anos depois entre as ruínas de Berlim.179 França e Países Baixos .Brigadier Peter Young.000 aviões. Bison Books Limited) Ou seja: enquanto a Frente Oriental concentrava 179 divisões alemães. os alemães ainda encontraram meios de reunir-se e inflingir grandes reveses aos seus adversários soviéticos. naturalmente. pois naqueles meses esteve no centro de um enorme bolsão. isto tornou possível o desembarque anglo-americano na Normandia. na Frente Oriental. depois delas. que transcorreu durante julho de 1943 e que. Ballantine Books. ou arco. 16 delas panzer ou motorizadas.Por exemplo.) no verão de 1943. em conjunto com a Batalha de Stalingrad.. a maior batalha de blindados em toda a História humana. vejam o que diz o historiador militar britânico Geoffrey Jukes (os grifos são meus): "(. 3. compreendendo cerca de 1 milhão de homens.22 Escandinávia .. onde Alemanha fez seu último esforço no sentido de retomar a iniciativa estratégica das mãos do Exercito Vermelho. O fracasso dessa tentativa como que selou o resultado da Segunda Guerra Mundial. Kursk ganhou o direito de atribuir-se o título de 'lugar mais importante do mundo'. NY) É mister anda relembrar que Kursk reuniu a maior concentração de forças da história da Wehrmacht numa só batalha: cerca de 50 divisões. numa demonstração de que haviam absorvido bem os golpes recebidos.000 morteiros e canhões.16 Finlândia . como a 'Esquadrilha de caças Mölders' e a 'Legião Condor'" (op. " (Kursk. "pilotados pelo grupo de elite da Luftwaffe. os exércitos de Hitler viram-se forçados a uma retirada quase contínua.26 Itália .. the Clash of Armour (1968) . Porém.) Os preparativos foram tão acurados e cuidadosos que os alemães chegaram a adiar por duas vezes o início da 'Operação Cidadela' para que pudessem concentrar o maior número possível de tanques TIGRE e PANTERA .. cit. porque. há que sublinhar que em Kursk as 9 divisões mais célebres do exército alemão enfim encontraram sua nêmesis: .

. pelo menos no que se refere aos últimos 300 anos. uma notável distinção entre ambos.. por Napoleão.? .. um homem cuja folha de serviços e o número de vitórias decisivas quiçá só pode ser igualado. ocorre aquilo que de sobejo já se sabe: há muita gente que julga 'aprender' alguma coisa sobre a II Guerra Mundial através do cinema hollywoodiano. E há.Terceira divisão panzer Décima-primeira divisão panzer SS Gross Deutschland SS Leibstandarte SS Das Reich SS Totenkopf Sexta divisão panzer Décima-nona divisão panzer Sétima divisão panzer Por fim. ínclitos irmãos d'armas. segundo qualquer estudo contemporâneo sério... sabe-se hoje que os números desta ajuda foram estratosfericamente exagerados para efeitos de propaganda ideológica durante a Guerra Fria... a percentagem do programa de lendlease no quadro geral do esforço de guerra soviético fica entre 5% a 8% do total.. que se há de fazer.. De resto.. de todo favorável ao mavorte russo: Zhukov emergiu VITORIOSO da grande conflagração em que tomou parte. vale dizer. Há que frisar ainda que o Marechal Georgy Konstantinovitch Zukhov foi um dos maiores comandantes militares da História. sobre o tão propalado em prosa e versa auxílio norte-americano..

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful