You are on page 1of 3

FICHAMENTO DO TEXTO BOOTH, W. C.; COLOMB, G. G.; WILLIAMS, J. M. A arte da pesquisa. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

Everaldo Pereira

Capítulo 3 De tópicos a perguntas 3.1 Interesses, tópicos, perguntas e problemas Nesse tópico os autores abordam a questão da pergunta-problema, que é como transformar um interesse em um tópico de pesquisa, que vale a pena ser pesquisado e que outras pessoas também o acharão. Sugerem o seguinte processo: encontrar um interesse em uma área temática; restringir o interesse a um tópico; questionar esse tópico; e definir um fundamento lógico para o projeto. Vale ressaltar as questões que envolvem a liberdade de escolha do tema para tão pouco tempo.

3.2 De um interesse a um tópico Os autores orientam futuros pesquisadores sobre como transformar um interesse em um tópico a partir de quatro ou cinco áreas nas quais gostaria de aprender mais ou em pesquisa de índices temáticos em uma biblioteca.

3.3 De um tópico amplo a um específico Para transformarmos um tópico amplo em um tópico específico, os autores sugerem passar a frase que designa um tópico para uma frase que estabeleça uma afirmação potencial. Esse método traz a vantagem para que o pesquisador reconheça mais facilmente as lacunas que poderá questionar.

3.4 De um tópico específico a perguntas Nesse estágio o pesquisador procurará fontes e coletará informações que poderão gerar um artigo inicial. Após isso é possível elaborar perguntas partindo do ponto que uma boa pesquisa é “sempre o que você não sabe ou entende, mas sente que deve conhecer ou entender.” (BOOTH; COLOMB; WILLIAMS, 2008, p. 51). Assim os autores entendem que o pesquisador deve identificar as partes do todo; rastrear a história e as mudanças; identificar categorias e características; determinar o valor; e revisar e reorganizar as respostas.

1

encontrando à medida que lê. Capítulo 5 2 . 4. problemas. e 3. A partir de um problema prático elabora-se a pergunta de pesquisa que define o problema de pesquisa.1 Problemas. A partir daí encontra-se a resposta de pesquisa que ajuda a resolver o problema prático inicial. os autores sugerem três passos básicos para responder à indagação principal sobre a importância da pesquisa.3. problemas Os autores qualificam um pesquisador de alto nível quando este tem a capacidade de converter uma pergunta em um problema importante para sua comunidade. Posteriormente é importante compreender o que os seus leitores consideram interessantes como problemas de pesquisa. pergunta e fundamento lógico. 4. Em uma pesquisa pura define-se o que “saber”. 2. Capítulo 4 De perguntas a problemas 4. 4. Em uma pesquisa aplicada defini-se o que “fazer”. Ou seja.2 A estrutura comum dos problemas Ambos consistem de dois elementos: uma condição que precisa ser solucionada e um custo que não queremos arcar. 1. Sugerir uma pergunta. Diferencia-se também uma pesquisa pura de uma pesquisa aplicada pelas conseqüências definidas no fundamento lógico. A diferença entre um problema prático e um problema de pesquisa refere-se ao fato de que a condição está mais ligada ao “não saber” enquanto os custos podem não ter a ver com a realidade imediata.5 De uma pergunta à avaliação de sua importância Para avaliar a importância da pergunta.4 O problema do problema Descobrir um problema que é importante para você é um passo importante. Esse custo pode ser expresso por meio de um benefício em solucionar a condição. Especificar o tópico.3 Descobrindo um problema de pesquisa Nesse item os autores descrevem como encontrar um problema de pesquisa conversando com pessoas. tópico. Motivar a pergunta. encontrando no que você escreve ou usando um problema-padrão. “e daí?”.

3 . a partir de alguns recursos básicos: indicações de bibliotecários. Nesses casos pode-se buscar como fontes especialistas da área de seu interesse ou pesquisar diretamente em fontes primárias.3 Trilhas bibliográficas Ao pesquisar seguimos os passos de outras pessoas. Podemos seguir um rastro bibliográfico por meio de referências. 5. 5.2 Colhendo informações com pessoas As vezes é necessário coletar informações diretamente com pessoas. prefácio.4 O que você encontra Nesse item os autores consolidam a etapa de procura de fontes. por isso é interessante compartilhar nossas bases de pesquisa.1 Encontrando informações em bibliotecas A maioria das fontes podem ser encontradas em bibliotecas. 5. incluindo várias dicas de como preservar os livros de um biblioteca e indicando o hábito de sempre resumir por escrito tudo o que leu. Nesse caso é importante entender quais fontes podemos procurar e como restringi-las a uma lista controlável. 5. Esse hábito irá facilitar no momento em que necessitar iniciar seu trabalho. guias bibliográficos e catálogos computadorizados.De perguntas a fontes de informação Os autores nos mostram quanto estressante pode ser a busca de informações quando ainda não temos um foco. enciclopédias gerais. notas de rodapé. bibliografia e índice.