Trabalho e Energia 1. Um objecto é lançado de um balão de observação para o mar. Seleccione a afirmação CORRECTA.

(A) A energia cinética do objecto ao atingir o mar é a mesma, quer se despreze, ou não, a resistência do ar. (B) A energia mecânica do sistema objecto + Terra, no instante em que o objecto atinge o mar, é maior quando se despreza a resistência do ar do que quando não se despreza essa resistência. (C) A energia potencial do sistema objecto + Terra, no instante em que o objecto atinge o mar, é menor quando se despreza a resistência do ar do que quando não se despreza essa resistência. (D) A energia mecânica do sistema objecto + Terra, no instante em que o objecto atinge o mar, é a mesma, quer se despreze, ou não, a resistência do ar. 2. Num parque de diversões, um carrinho de massa igual a 50,0 kg percorre o trajecto representado na figura, partindo do ponto A sem velocidade inicial e parando no ponto D. O módulo da aceleração do –2 carrinho no percurso entre os pontos C e D é igual a 3,0 ms , e a distância entre aqueles pontos é de 12,0 m. Considere desprezável o atrito no percurso entre os pontos A e C. 2.1. Seleccione a alternativa que completa correctamente a frase seguinte. No trajecto percorrido pelo carrinho entre os pontos A e C, o trabalho realizado pelo peso do carrinho… (A) … é igual à variação da sua energia potencial gravítica. (B) … é simétrico da variação da sua energia cinética. (C) … é igual à variação da sua energia mecânica. (D) … é simétrico da variação da sua energia potencial gravítica. 2.2. Seleccione a alternativa que permite calcular correctamente o módulo da velocidade do carrinho no ponto B da trajectória descrita. 2.3. Calcule a variação da energia mecânica do carrinho durante o percurso entre os pontos C e D. 3.1. A figura representa uma torre de queda livre que dispõe de um elevador, E, onde os passageiros se sentam, firmemente amarrados. O elevador, inicialmente em repouso, cai livremente a partir da posição A, situada a uma altura h em relação ao solo, até à posição B. Quando atinge a posição B, passa também a ser actuado por uma força de travagem constante, chegando ao solo com velocidade nula. Considere desprezáveis a resistência do ar e todos os atritos entre a posição A e o solo. 3.1. Seleccione a alternativa que compara correctamente o valor da energia potencial gravítica do sistema elevador / passageiros + Terra na posição B, EpB, com o valor da energia potencial gravítica desse sistema na posição A, EpA. 3.2. Seleccione o gráfico que traduz a relação entre a energia mecânica, Em, e a altura em relação ao solo, h, do conjunto elevador / passageiros, durante o seu movimento de queda entre as posições A e B. 3.3. Seleccione a alternativa que completa correctamente a frase seguinte. O trabalho realizado pela força gravítica que actua no conjunto elevador / passageiros, durante o seu movimento de queda entre as posições A e B, é... (A) ...negativo e igual à variação da energia potencial gravítica do sistema elevador/ passageiros + Terra. (B) … positivo e igual à variação da energia potencial gravítica do sistema elevador/ passageiros + Terra. (C) … negativo e simétrico da variação da energia potencial gravítica do sistema elevador/ passageiros + Terra. (D) … positivo e simétrico da variação da energia potencial gravítica do sistema elevador/passageiros+Terra.

85 × 10 J (C) 2. em função do tempo. os astronautas usaram um utensílio de cabo extensível. as sucessivas posições de um objecto são registadas a intervalos de tempo iguais. os alunos construíram o gráfico da altura máxima atingida . Qual é o esboço de gráfico que pode traduzir a relação entre a energia potencial gravítica do sistema bola +Terra e a altura em relação ao solo. Qual é o diagrama em que a resultante das forças aplicadas na bola na posição P2. entre as posições P3 e P5. Numa aula laboratorial. esta deslizou. tendo percorrido 51 cm entre estas posições. de massa 57.3.5. num computador. tal como representado na figura. durante o seu movimento entre o solo e aposição P3? 5. Com base no gráfico anterior.00 m do solo. Nesse percurso. entre essas posições. Considere o solo como nível de referência da energia potencial gravítica e a resistência do ar desprezável. Imagine que. (D) igual à variação da energia potencial gravítica. a bola de ténis encontra-se a 1. entre essas posições. Calcule a intensidade da força de atrito que actuou sobre a amostra no percurso considerado. quando um dos astronautas tentou recolher uma amostra. Em qual das seguintes posições.85 × 10 J (B) –2. P2. da bola. A figura representa uma fotografia estroboscópica do movimento de uma bola de ténis. passando na posição A com uma velocidade de módulo igual a 0. 2009 5. h.85 × 10 J (D) –2. o trabalho realizado pela força gravítica entre as posições P3 e P5 é… –1 –1 2 2 (A) 2. entre essas posições. de massa 200 g. (B) igual ao trabalho realizado pela força gravítica.85 × 10 J 5.0 g. P3. Seleccione a única alternativa que permite obter uma afirmação correcta. após ressaltar no solo. entre essas posições. Numa fotografia estroboscópica. 5. admitindo que aquela se manteve constante. a energia cinética da bola é maior? (A) P1 (B) P2 (C) P3 (D) P4 5. a energia potencial gravítica do sistema amostra + Lua –2 diminuiu 8.6.2.50 m/s e parando na posição B.4. 5.1. numa zona onde o solo era inclinado. Com esse objectivo. os alunos colocaram a bola sob um sensor de posição e deixaram-na cair. o gráfico da distância da bola ao solo.4. 6. P1. A variação da energia cinética da bola. Para recolher amostras na superfície lunar.16 × 10 J. é… (A) simétrica do trabalho realizado pelas forças conservativas. Na posição P3. P4 e P5 representam posições sucessivas da bola. (C) simétrica da variação da energia mecânica. está representada correctamente? 5. um grupo de alunos estudou a relação entre a altura de queda de uma bola e a altura máxima por ela atingida. Relacione a energia cinética da bola na posição P2 com a energia cinética da bola na posição P5. Com um programa adequado obtiveram. Seleccione a única alternativa que permite obter uma afirmação correcta. em sucessivos ressaltos. inadvertidamente. Admitindo que a posição P5 está a metade da altura de P3.

verificar-se-ia que. Calcule o coeficiente de restituição no primeiro ressalto.2. 9. (D) 1.1.0 m.5 m. Considere um automóvel que. entra numa escapatória com uma –1 velocidade de módulo 25. 8.3. Justifique. e da velocidade da bola. depois de cada ressalto. responsável pelo movimento do seu 2 centro de massa. no primeiro ressalto. como os postos SOS e as escapatórias destinadas à imobilização de veículos com falhas no sistema de travagem. devido a uma falha no sistema de travagem. nas mesmas condições. (C) potencial gravítica do sistema automóvel-Terra seria menor. O coeficiente de restituição dos materiais em colisão é dado.2. Considere que o automóvel entra na escapatória. Qual é a forma da trajectória descrita pela bola enquanto esta se encontra no campo de visão do sensor? 6.4 × 10 W. (C) 1. justificando. a bola não sobe até à altura de que caiu. 2010 7.20 × 10 kg. é previsível que ela atinja. após ter percorrido 53.pela bola após cada ressalto. Se os alunos deixarem cair a bola de uma altura de 2. Seleccione a única alternativa que permite obter uma afirmação correcta. Indique. era 7. Se a intensidade das forças dissipativas que actuam sobre o automóvel fosse maior. (A) potencial gravítica do sistema automóvel-Terra seria maior.6 m. O jipe estava equipado com um motor eléctrico cuja potência útil. pela razão entre os módulos da velocidade da bola. entre as posições A e B. a variação da energia.4..1 m. em que as sucessivas posições estão registadas a intervalos de tempo de 10 s. (D) cinética do automóvel seria menor. neste caso. 6. imobilizando-se aquele a uma altura de 4.3 m 6. (B) 1. imediatamente após a colisão. A figura representa o percurso do automóvel numa escapatória.1. o valor do trabalho realizado pela força gravítica aplicada num jipe quando este se desloca sobre uma superfície horizontal.4 m. Seleccione a única opção que permite obter uma afirmação correcta. 9. considerando a relação entre os módulos das velocidades acima referidas e as alturas de queda e de ressalto da bola. Admita que essas forças se mantêm constantes e que a sua resultante tem sentido contrário ao do movimento. desde o início da escapatória até ao ponto em que o automóvel se imobiliza. Calcule a intensidade da resultante das forças não conservativas que actuam sobre o automóvel. em função da altura de queda correspondente. A figura representa uma imagem estroboscópica do movimento desse jipe. 6. entre os pontos A e B de uma superfície horizontal.0 m s . considerando desprezável a resistência do ar. por que razão. Calcule o trabalho realizado pelas forças dissipativas. As auto-estradas dispõem de diversos dispositivos de segurança. Admita que a massa 3 do conjunto automóvel + ocupantes é 1. . (B) cinética do automóvel seria maior. A. imediatamente antes dessa colisão..8 m em relação à base da rampa. uma altura de… (A) 1. 9. no percurso considerado.

à medida que este desce uma rampa.1 O valor da velocidade. percorrida pelo carrinho. se existe conservação da energia mecânica do sistema carrinho +Terra quando o carrinho sobe a rampa com velocidade constante.0 g. em metro por segundo. (A) WA = WB (B) WA >WB (C) WA <WB (D) WA ≥WB 2011 10. Conclua. sobre esta. Em qual das figuras seguintes se encontram correctamente esboçados os gráficos da energia cinética do carrinho (sem e com sobrecarga) no final da rampa. pode ser calculado pela expressão: 10. WA. Suponha que. Na figura. no final de uma rampa. de massa 457. Os alunos repetiram a experiência. d. percorrer 2.3. se.9.1 O gráfico representa a soma dos trabalhos realizados pelas forças aplicadas num carrinho. em função da distância percorrida? 2012 11.2. em função da distância. na primeira situação.2.8 m). está representado o gráfico da energia cinética de um carrinho. Seleccione a única opção que compara correctamente o trabalho realizado pela força gravítica aplicada no automóvel. para diversos valores da distância percorrida. com que o carrinho chegará ao final da rampa. desde o início da escapatória até ao ponto em que o automóvel se imobiliza.00 m. 10. a escapatória tinha o perfil representado na figura e que o automóvel se imobilizava à mesma altura (4. v. d. numa situação B. W. . e na segunda situação. justificando. colocando uma sobrecarga sobre o carrinho. Qual é o significado físico do declive da recta representada? 11. WB.