You are on page 1of 36

REVISÕES DO FUNCIONAMENTO DA LÍNGUA PORTUGUESA

A COMUNICAÇÃO E A LINGUAGEM A comunicação o!" #"$%
Comunicação P"##oa& Comunicação Socia& diálogo, telefone, carta, Internet… jornais, revistas,livros,televisão…

Po!"mo# comunica$ !" '($ia# man"i$a#) ma# o m"io mai# u#a!o a$a comunica$ * a &in+ua+"m,

A &in+ua+"m o!" #"$%

Lin+ua+"m V"$-a&

Lin+ua+"m Não V"$-a&

Fa&a!a uando falamos ou ouvimos

E#c$i.a

Sinai# 'i#uai#

Sinai# au!i.i'o#

uando escrevemos ou lemos

!través dos sinais de tr"nsito, sinais de fumo, luminosos, gestos…

!través das campain#as, som da am$ul"ncia…

Lin+ua+"m Mi#.a

Lin+ua+"m '"$-a& " não '"$-a& %tili&amos ao mesmo tempo os dois tipos de linguagem ' revistas, televisão…(

ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO Comunicamos uns com os outros através de mensagens. Numa mensagem existem sempre três elementos:
O Emi##o$ !)uele )ue envia a mensagem A M"n#a+"m O R"c" .o$

!)uilo )ue se comunica

!)uele )ue rece$e a mensagem

ALFA/ETO INTERNACIONAL

anunciando a fala do narrador* 081 R".o !" "5c&amação     utili&a+se no fim das frases exclamativas* )uando se c#ama uma pessoa* depois de palavras )ue exprimem sentimentos* no fim de uma frase imperativa* 0)1 V6$+u&a   separa elementos de uma enumera.o !" in.SINAIS DE PONTUAÇÃO 0.ão* 071 T$a'"##ão    indica o in-cio da fala de um personagem* separa as palavras do narrador )uando aparecem no meio da fala de um personagem* aparece no fim da fala das personagens.o#   introdu&em um diálogo* anunciam uma enumera.ic9ncia#  indicam )ue não ficou tudo dito.o 2ina&  assinala )ue a frase terminou* 031 Pon."$$o+ação  coloca+se no final das frases interrogativas* 041 Pon.ão* indica uma pe)uena pausa* 0%1 Doi# on.1 Pon. .

ve&.a /sta palavra tem 8 s-la$as TRISSÍLA/O ou POLISSÍLA/O 6 um 6 um &a<+a$<. cão /sta palavra tem 5 s-la$a 6 um MONOSSÍLA/O 6 um co<-$a /sta palavra tem 7 s-la$as DISSÍLA/O &a <+a$<.o ao n.A SÍLA/A !s palavras são constitu-das por grupos de letras )ue se pronunciam de uma s.m"$o !" #6&a-a# !s palavras podem classificar+se )uanto ao n4mero de s-la$as. /stes grupos de letras c#amam+se 012!3!0 C&a##i2icação !a# a&a'$a# :uan.i<n=a /sta palavra tem 9 s-la$as POLISSÍLA/O .

ona Nas palavras com duas ou mais s-la$as :á sempre uma s-la$a )ue se pronuncia com maior intensidade /ssa s-la$a c#ama+se 0I2!3! .?nica " a #6&a-a (.NOTA% A# a&a'$a# com > ou mai# #6&a-a# #ão .<NIC! Ca… ta… riii …na !s restantes s-la$as c#amam+se 012!3!0 =.>N!0 Ca… ta… riii …na .o!a# POLISSÍLA/O A SÍLA/A A S6&a-a .

5u&a# &i A &(# "#!$.&.ão da s-la$a t.uação ')uanto ? posi.uação o!"m #"$ c&a##i2ica!a# como% a+u!a#) +$a'"# " "#!$.ima A +o .&.?nica * a "n.5u&a &a ANTEPENCLTIMA SÍLA/A +$a'" A PENCLTIMA SÍLA/A a+u!a Duan!o a #6&a-a .a CLTIMA SÍLA/A "#!$.?nica * a .C&a##i2icação !a# a&a'$a# :uan.5u&a $" A &Bm A ANTEPENCLTIMA SÍLA/A +$a'" a a+u!a Duan!o a #6&a-a .o @ ac"n.nica( A# a&a'$a#) :uan.ima CLTIMA SÍLA/A +a$ PENCLTIMA SÍLA/A A .o @ ac"n.

$ola ACENTO GREFICO menino uando a palavra tem acento gráfico."#!$.?nica * a an." "n. – !ndré OS ACENTOS GEFICOS pêssego irmão (ex) !ndré (ex) ?)uele (ex) pêssego . a s-la$a t.ima A ACENTUAÇÃO DAS PALAVRAS /xistem palavras com: ACENTO FFNICO – uando a palavra não . )uase sempre.&.5u&a ANTEPENCLTIMA SÍLA/A +$a'" PENCLTIMA SÍLA/A a+u!a CLTIMA SÍLA/A Duan!o a #6&a-a . a s-la$a acentuada.o +$(2ico @esco$rimos a s-la$a t.nica pelo som mais forte.nica é."m ac"n.

o A -ai5o SINFNIMOS -oni. ãe.$($io #ão% A# a&a'$a# :u" .a$ noi.o A 'a+a$o#o !"# "$.ães.(ex) irmão > ." A 2$io a&.9m #"n.il + /mprega+se em vogais e ditongos nasais.Ae.a A &in!a $u6!o A -a$u&=o +$an!" A "no$m" &"n.9m #"n." A !ia :u"n.aos. ã.ãs.i!o ":ui'a&"n.a$ A !"i.a$ A aco$!a$ &"'an.i!o con.?nimo# A# a&a'$a# :u" .Aes Sin?nimo# " An.a$ A "$+u"$ .ão." #ão% ANTFNIMOS a-$i$ 7 2"c=a$ aco$!a$ A a!o$m"c"$ &"'an.

FAMÍLIA DE PALAVRAS ! fam-lia de palavras é: %m conjunto de palavras )ue se forma a partir de uma palavra primitiva c=u'ita c=u'eiro c=u'ada c=u'iscar c=u'in#a 2&o$escer 2&o$ir 2&o$al 2&o$ido 2&o$ista .

EREA VOCA/ULAR DE PALAVRAS ou CAMPO LEGICAL ! área voca$ular de palavras é um conjunto de palavras )ue di&em respeito a uma mesma área ou campo lexical tel#ado garagem sala portas janelas )uartos co&in#a casa de $an#o varanda .

ão.". sujeito e um s.A FRASE A 2$a#" " a não 2$a#" FRASE F$a#" é um conjunto de palavras:    >rdenadas e com sentido* Come.ermina num sinal de pontua.ão.a por letra mai4scula* . ' 5 BN C 5 BD( . predicado.a por letra mai4scula* Não termina com um sinal de pontua." A 2$a#" #im &"# " a 2$a#" com &"5a 0 ou com o#. E5% A om-a com"u a #"m"n.    NÃO FRASE %ma não 2$a#" Não tem sentido* Não come. E5% a om-a com"u a #"m"n.a#1 A 2$a#" #im &"# FRASE SIMPLES 6 uma frase com um s.

0ão frases ligadas pelas conjun.a1 FRASE COMPLEGA 0ou com o#.ão a unir as duas frases simples.Aes: "8 /E/FG2>0: ma#8 o$.a# o$% COORDENAÇÃO uando cada uma das frases simples tem um sentido completo e não depende da outra. 0ão frases ligadas pelas conjun.o8 :u"8 o$:u"8 :uan!o8 FRASE COMPOSTA POR COORDENAÇÃO A $a o#a "n+anou o co$'o " "&" :u"$ia com"$ o #"u :u"iHo. ! frase complexa tem sempre um elemento de liga.o 1 0 $"!ica!o A 2$a#" com &"5a 0 ou com o#. I uma conHunção coo$!"na.A $a o#a "n+anou o co$'o. E5% > pássaro canta " a raposa acorda A# 2$a#"# o!"m #"$ com o#. .a1   6 uma frase com mais do )ue um sujeito 'BN( e mais do )ue um predicado 'BD(.Aes: SU/ORDINAÇÃO uando uma das frases não tem sentido so&in#a e está ligada a uma frase principal.i'a + )ue liga a segunda frase ? primeira frase.an. 0 #uH"i.

acrescentando+ +l#e palavras ou grupos de palavras.ão ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA FRASE   O GRUPO NOMINAL 0 GN 1 O GRUPO VER/AL 0 GV 1 >s elementos fundamentais da frase formam dois grupos: O Tia+o -$inca. tem sentido por)ue está ligada ? primeira através de uma conjun.   /stes grupos podem aparecer: no principio. I uma conHunção #u-o$!ina. FRASE COMPOSTA POR SU/ORDINAÇÃO A $a o#a "n+anou o co$'o :u" :u"$ia com"$ o #"u :u"iHo. Brupo Nominal Brupo ver$al 'Brupo )ue contém o nome( 'Brupo )ue contém a forma ver$al( 0 GN1 0GV1 OUTROS ELEMENTOS DA FRASE  O GRUPO MFVEL Gara além do grupo nominal e ver$al. no meio ou no meio das frases* /stes grupos são facultativos.! segunda frase tem sentido mesmo sem lermos a primeira. uma frase pode ser enri)uecida. ! segunda frase s.' podem existir ou não(* .i'a + )ue liga a segunda frase ? primeira frase.

o Numa frase o grupo nominal desempen#a.ão de predicado ' indica a ac.C.ancia& !" &u+a$) !" .C.am-*m #" !"#i+na o$ "&"m"n. 0GN1 0GV1 0GM 1 'complemento circunstancial de lugar( FUNÇÕES DO GRUPO NOMINAL )DO GRUPO VER/AL " DO GRUPO MFVEL Função !" SuH"i. /stes grupos separam+se ' geralmente( dos outros com v-rgulas.Aes circunstanciais: Complemento circunstancial !" mo!o 0 C.T"m o1 ' é a resposta ? pergunta: :uan!o3(  .o O :u" 2aJ3 GRUPO MFVEL H Função !" com &"m"n.$a$ o $"!ica!o "$+un.ão( H Pa$a "ncon.o ) P$"!ica!o " Com &"m"n.o ci$cun#.C. a fun.o Ci$cun#. fre)uentemente. a fun.o ci$cun#.ancia& 0 !" &u+a$) !" .$a$ o #uH"i."m o) !" mo!o81 Numa frase o grupo m.vel pode desempen#ar várias fun. E#.ão de sujeito ' a)uele )ue pratica a ac."m o0 C." +$u o !" a&a'$a# c=amaA#" GRUPO MFVEL " .ancia& GRUPO NOMINAL H Função !" #uH"i.o Du"m3 GRUPO VER/AL H Função !" $"!ica!o Numa frase o grupo ver$al desempen#a.Mo!o1 ' é a resposta ? pergunta: como3(  Complemento circunstancial !" &u+a$ 0C.Lu+a$1 ' é a resposta ? pergunta: on!"3(  Complemento circunstancial !" .ão praticada pelo sujeito( Pa$a "ncon."m o) !" mo!o8 O Tia+o -$inca no Ha$!im. fre)uentemente.o "$+un.

 A Koanin=a '…( "#.Mo!o1 "#.u!a mui.o1 A Koanin=a Brupo ver$al Brupo F. acrescentando+l#e o GRUPO MFVEL ' ou complementos circunstanciais(. lugar( O Tia+o -$inca no Ha$!im) @# "#con!i!a#.vel 0 P$"!ica!o1 0 C.Lu+a$1 EGPANSÃO E REDUÇÃO DA FRASE %ma frase pode ser expandida ' alargada( acrescentando+l#e palavras ou grupos de palavras.C .C.C lugar( como30GM1 ' C. ou seja.vel Brupo F.C. 0GN1 0GV1 on!"3 0GM1 'C.o conc"n. 0GN1 0GV1 on!"3 0GM1 ' C.Mo!o1 0 C.C.o. Brupo nominal 0 SuH"i.vel 0 P$"!ica!o1 0 C.C . Brupo nominal 0 SuH"i. . O Tia+o -$inca no Ha$!im) @# "#con!i!a#.o conc"n.$a!a.o1 Brupo ver$al Brupo F.modo( REDUÇÃO DA FRASE 7 ! frase pode tam$ém ser redu&ida mas tem )ue manter #"m $" os seus elementos fundamentais '> BN e o BD(.u!a mui.$a!a) no #"u :ua$. Gara expandirmos uma frase $asta responder ?s perguntas: On!"3 Como3 Duan!o3 Po$:u93 3asta acrescentar um Complemento Circunstancial O Tia+o -$inca no Ha$!im. no Ha$!im.

0GN1 0GV1 on!"3 0GM1 como30GM1 MO/ILIDADE DOS ELEMENTOS DA FRASE >s grupos )ue constituem as frases ' BN.i'a ! lagarta é muito estudiosa.i'a " 2o$ma n"+a.i'a ! lagarta não é muito estudiosa. Ou.ão di&+se )ue está na 2o$ma a2i$ma. .ão di&+se )ue está na 2o$ma n"+a. No Ha$!im) o Tia+o -$inca @# "#con!i!a#.i'a ! lagarta já foi ? escola. uando a frase nega uma afirma. 0GM1 0GN1 0GV1 0GM1 A FRASE % A FORMA E O TIPO DE FRASES A FORMA DAS FRASES Fo$ma a2i$ma.$o# "5"m &o#% uando a frase fa& uma afirma.ão di&+se )ue está na 2o$ma a2i$ma. BD e BF( podem mover+se dentro da frase para a tornar mais expressiva.i'a uando a frase fa& uma afirma.

FRASE Ti o INTERROGATIVA .a !" &"$3 uando )ueremos fa&er uma pergunta. Conc&u#ão % !s frases podem estar na 2o$ma a2i$ma.i'a) "5c&ama. medo… FRASE Ti o EGCLAMATIVA .i'a " im "$a. entusiasmo. surpresa.ão. uando damos uma informa.i'a O TIPO DAS FRASES :á )uatro tipos de frases: F$a#" !"c&a$a.uando a frase nega uma afirma.i'a) in.a !" &"$.ão di&+se )ue está na 2o$ma n"+a."$mina com um 0 3 1 ."$mina com um 0.a !" &"$4 uando exprimimos admira. descrevemos uma situa."$$o+a.1 A &a+a$.i'a A &a+a$.a +o#."$mina com um 0 4 1 A &a+a$.a +o#.i'a ou na 2o$ma n"+a.ão… FRASE Ti o DECLARATIVA .ão.a +o#.i'a ! lagarta nunca foi ? escola.

o# o!"m #"$ "#c$i.i'a) "5c&ama." &i'$o.a) não &"ia# "#.i1 O TEGTO OS TIPOS DE TEGTO >s textos são mensagens escritas.i'a La+a$. uando )ueremos fa&er um pedido ou dar uma ordem.i o IMPERATIVA < Fo$ma NEGATIVA F$a#" .1 ou 041 Conc&u#ão % !s frases podem estar na 2o$ma a2i$ma.a) &9 "#. FRASE Ti o IMPERATIVA .o# "m% PROSA POESIA /."5.a +o#.i o !"c&a$a.i'a e podem ser ."$mina com um 0.i'a " im "$a.exto dramático TEATRO A PROSA > texto em prosa:  6 todo o texto )ue é escrito sem ser em verso*  6 formado por parágrafos*    > texto em prosa pode ter um ou mais parágrafos* %m parágrafo H Gode ter uma ou mais frases* %ma frase pode ter uma ou mais palavras.i'a ou na 2o$ma n"+a.i'a) in. O# ." &i'$o A &a+a$.u!a$3 F$a#" .La+a$.DESENLADA . .a !" "#."$$o+a.

I>J/* as estrofes podem ter dois ou mais versos* uando uma estrofe tem )uatro versos c#ama+se %!@I!* !lguns textos em poesia repetem o mesmo som no fim de dois ou mais versos.II!* Cada uma das partes em )ue se divide a tira dá+se o nome de DIN:/.!* > espa. /sta repeti.DESENLADA >s textos em 3anda @esen#ada são:       Fuito ilustrados* Cada página escrita em 3@ c#ama+se GI!NC:!* ! uma fila escrita na #ori&ontal c#ama+se . :á sempre indica.Aes secundárias do espa.os onde aparecem as falas das personagens c#ama+se 3!2K/0 >s textos dramáticos .a.o… ' )ue aparece entre parênteses ( para )ue os actores sai$am como representar a pe. !ntes das falas de cada personagem aparece o seu nome.exto dramático TEATRO    0ão utili&ados no teatro.POESIA No texto em poesia:     Cada lin#a é um D/I0>* %m grupo de versos é uma /0.ão c#ama+se IIF! OS TIPOS DE TEGTO 0 con.1 /. .o onde aparecem as mensagens do narrador c#ama Hse 2/B/N@! >s espa.

Carlos. Nom" !" um #"$ anima& Nom" !" um o-H"c."$"##an. coisas e animais Ieferem+se Ieferem+se a um a uma conjunto pessoa.os. Loão."#. cão. manada +conjunto de $ois 3o$i.o NOMES COMUNS NOMES PRFPRIOS NOMES COLECTIVOS >0 N>F/0 dividem+se em 8 su$classes: NOMES COMUNS NOMES NOMES COLECTIVOS PRFPRIOS Ieferem+se a pessoas.o#* 0ão precedidos dos determinantes definidos o. cidade. e come.an.as ou dos determinantes indefinidos um.uns. lagarta.i'o#1 %    0ão palavras )ue servem para designar #"$"# ou o-H"c.a &9 un# &i'$o# in. deanimal.umas A &a+a$. seres da .uma.am com letra mai4scula alcateia H conjunto de lo$os menino.OS NOMES 0 ou #u-#.a. livros… Gorto de pessoas multidão + conjunto . sem os individuali&ar cidade… em mesma particular espécie. Gortugal.

umas J/FININ> oMum $oneco a Muma $oneca NCMERO SINGULAR E#.ão no #in+u&a$ o# nom"# :u" !"#i+nam a "na# um .uns /stão no feminino os nomes antes dos )uais se pode escrever a.ão no &u$a& o# nom"# :u" !"#i+nam mai# !o :u" uma "##oa) um #"$) um anima&8 .an.i'o#1 % >0 N>F/0 G>@/F D!II!I /F: GINERO MASCULINO /stão no masculino os nomes antes dos )uais se pode escrever o.os.os.nico #"$ PLURAL E#.uma.as.VARIAÇÃO DOS NOMES 0 ou #u-#.

carrin#o carrão carro H nome comum.um $arco uns $arcos GRAU NORMAL In!ica :u" n"m * +$an!" n"m ":u"no.  !s cores da lagarta são ma$a'i&=o#a#.  ! lagarta é &in!a.i'o# concordam em GINERO e em NCMERO com os nomes a )ue se referem. O# a!H"c. género masculino. OS ADKECTIVOS OS ADKECTIVOS H são as palavras )ue caracteri&am os nomes e indicam as suas )ualidades. grau normal. n4mero singular. carro AUMENTATIVO Indica )ue é grande. DIMINUTIVO In!ica :u" * ":u"no.  ! lagarta é co&o$i!a. . !s palavras su$lin#adas são ADKECTIVOS.

a a :ua&i!a!" ! lagarta verde é -"&a.i'o !" $"&a.i'o G$au a-#o&u.! lagarta é $onita e colorida.o Su "$&a. GRAU COMPARATIVO E#.i'o !" Su "$io$i!a!" …é mais $ela do )ue… G$au Com a$a.i'o Su "$&a.i'o G$au $"&a.i'o !" In2"$io$i!a!" …é menos $ela do )ue… GRAU SUPERLATIVO A $"#"n.a-"&"c" com a$açN"# G$au Com a$a. OS GRAUS DOS ADKECTIVOS OS ADKECTIVOS TMM TRMS GRAUS GRAU NORMAL A $"#"n. !s lagartas são $onitas e coloridas.o G$au Su "$&a.i'o a-#o&u.ico ana&6.i'o !" #in.*.a o +$au mai# "&"'a!o G$au Su "$&a.ico #u "$io$i!a!" in2"$io$i!a!" GRAU SUPERLATIVO …é $el-ssima … …é muito $ela … A/SOLUTO GRAU SUPERLATIVO …é a mais $ela … …é a menos $ela … RELATIVO .i'o !" I+ua&!a!" …é tão $ela como… G$au Com a$a.

e " @eterminam a )uem pertence o o$jecto. OS DETERMINANTES ARTIGOS A lagarta é $onita. !parecem sempre an.m"$o."# !o nom" a )ue se referem. OS DETERMINANTES POSSESSIVOS 6 a min=a lagarta. .OS DETERMINANTES EGISTEM TRMS TIPOS DE DETERMINANTES% !parecem antes dos nomes determinam o seu +*n"$o n.

a lagarta é $onita. . !parecem sempre an.i+o# in!"2ini!o# São a:u"&"# :u" !"2in"m um #"$ !"."$minan. OS DETERMINANTES ARTIGOS !parecem antes dos nomes determinam o seu +*n"$o n.m"$o.@eterminam a posi."$mina!o."# a$."# !o nom" a )ue se referem.ão do o$jecto em rela. São a:u"&"# :u" !"2in"m um #"$ in!"."# a$.ão ao emissor."$minan.i+o# !"2ini!o# D". e " EGISTEM DOIS TIPOS DE DETERMINANTES ARTIGOS D". 6 a lagarta é comprida. OS DETERMINANTES DEMONSTRATIVOS E#. 6 uma lagarta é comprida."$mina!o.

'determinante possessivo. género feminino.DETERMINANTES ARTIGOS DEFINIDOS ma#cu&ino 2"minino SINGULAR INDEFINIDOS ma#cu&ino 2"minino o PLURAL a as um uns uma umas os OS DETERMINANTES POSSESSIVOS @eterminam a )uem pertence o o$jecto. !parecem sempre an."# !o nom" a )ue se referem. n4mero singular( DETERMINANTES POSSESSIVOS SINGULAR ma#cu&ino 2"minino PLURAL ma#cu&ino 2"minino meus teus seus nossos vossos seus min#as tuas suas nossas vossas suas S? um o##ui!o$ V($io# o##ui!o$"# meu teu seu nosso vosso seu min#a tua sua nossa vossa sua . /x: 6 a min=a lagarta.

i&iJam a$a #u-#.ão ao emissor. n4mero plural( DETERMINANTES DEMONSTRATIVOS SINGULAR ma#cu&ino 2"minino este esse a)uele o mesmo o outro o esta essa a)uela a mesma a outra a PLURAL ma#cu&ino estes esses a)ueles os mesmos os outros os 2"minino estas essas a)uelas as mesmas as outras as tal tais OS PRONOMES P$onom"# "##oai#) o##"##i'o# " !"mon#. género feminino. 'determinante demonstrativo.ão do o$jecto em rela. P$onom"# "##oai# . !parecem sempre an.i.a# lagartas são $onitas.ui$ o# nom"#.$a. @eterminam a posi.OS DETERMINANTES DEMONSTRATIVOS /x: E#."# !o nom" a )ue se referem.i'o# OS PRONOMES São a# a&a'$a# :u" #" u.

i&iJam a$a #u-#. &=" + Gronome pessoal.l#e.São a# a&a'$a# :u" in!icam %    !'s( pessoa's( )ue fala !'s( pessoa's( para )uem se fala !'s( pessoa's( de )uem se fala ' euMn. consigo QP "##oa >P "##oa eleMela elesMelas /xemplos: Eu vou dar um $rin)uedo ? Farta. na 8N pessoa do singular. na 5N pessoa do singular.s( ' tuMv.se.si.icai# OP "##oa SINGULAR PLURAL SINGULAR PLURAL eu tu n. .l#es. /ste gafan#oto é nosso.s v.a.s mim comigo ti contigo você o.as.i.ui$ o# nom"#.si consigo nos connosco vos convosco vocês os. Eu vou dar + &=" ' a ele( um "u H Gronome pessoal. $rin)uedo. P$onom"# o##"##i'o# 7 0 In!icam a o##"1 OS PRONOMES São a# a&a'$a# :u" #" u.se.s( 'eleMela H elesMelas( PRONOMES PESSOAIS P"##oa# G$ama.

6 um GI>N>F/ por)ue está em ve& de um nome. Como indica a posse. c#ama+se Gronome Gossessivo." 0an. isto é."$minan. PRONOMES POSSESSIVOS SINGULAR ma#cu&ino 2"minino PLURAL ma#cu&ino 2"minino meus teus seus nossos vossos seus min#as tuas suas nossas vossas suas S? um o##ui!o$ V($io# o##ui!o$"# meu teu seu nosso vosso seu min#a tua sua nossa vossa sua .D". a )uem pertence o gafan#oto."# !o nom"1 P$onom" Po##"##i'o Nom" comum ! palavra nosso não é um determinante por)ue não está antes de um nome para determinar.

ui$ o# nom"#.i'o# 7 0 In!icam a o#ição !o o-H"c. P$onom" !"mon#.$a. PRONOMES DEMONSTRATIVOS SINGULAR ma#cu&ino 2"minino este esse a)uele o mesmo o outro o esta essa a)uela a mesma a outra a PLURAL ma#cu&ino estes esses a)ueles os mesmos os outros os 2"minino estas essas a)uelas as mesmas as outras as tal tais .a1 ! palavra esta não é um determinante por)ue não está antes de um nome para determinar. 6 um GI>N>F/ por)ue está em ve& de um nome ' da lagarta(.ã. !)uela lagarta gosta de fruta.P$onom"# !"mon#. D".i&iJam a$a #u-#."# !o nom"1 Nom" comum /sta roeu a ma.i'o 0$"2"$"A#" @ &a+a$.$a.i." 0an."$minan.ão do o$jecto'…( em rela. Como demonstra a posi.o "m $"&ação ao "mi##o$1 OS PRONOMES São a# a&a'$a# :u" #" u.ão a )uem fala c#ama+se Gronome @emonstrativo.

O VER/O > )ue fa& a lagartaO ! lagarta come a fol#a. AS CONKUGAÇÕES DOS VER/OS >0 D/I3>0 !BI%G!F+0/ /F TRMS CONKUGAÇÕES. Come H Indica a ac. @/ !C>I@> C>F ! 0%! ./IFIN!RS> N> INJINI. >0 D/I3>0 são palavras )ue indicam !CRK/0 ' a)uilo )ue se fa&(. por isso é %F D/I3>.ID> ar OP CONKUGAÇÃO er QP CONKUGAÇÃO ir >P CONKUGAÇÃO fala$ $rinca$ joga$ trepa$ camin#a$ estuda$ '…( $e$"$ com"$ $at"$ adormec"$ perd"$ adoec"$'…( ri$ parti$ a$ri$ cai$ sorri$ dormi$'…( .ão de P comerQ.

'aman#ã( ! lagarta com"u a fol#a da árvore.*$i. !presentam as seguintes varia. $e$er….o ! ac. OS VER/OS REGULARES E OS VER/OS IRREGULARES .*$i. comerá…( P$".i'o '…( >ntem !ntigamente !goraM:oje ' fala. comeu …( P$". tempo presente. antigamente. acontecia #a$itualmente ' falava. 8N pessoa do singular. sorrir. come…( !man#ã ' falará.*$i.u "&"<"&a n?# '?# "&"#<"&a# NCMERO Sin+u&a$    TEMPO P$"#"n.o P$". Gretérito Imperfeito do indicativo. comia Jorma ver$al ver$o comer.i'o PnomeQ do ver$o: cantar." Fu. 8N pessoa do singular.*$i.o MODO In2ini.Aes: PESSOA "u . P&u$a& In!ica. com"$( Jorma ver$al ver$o comer. Gretérito perfeito do indicativo. modo indicativo.o P"$2"i.o "$2"i. comia …( EGEMPLO% ! lagarta com" a fol#a da árvore.o im "$2"i.o ! ac. 'antigamente( com" Jorma ver$al ver$o comer.>s ver$os são palavras variáveis.ão aconteceu apenas uma ve& no passado ' falou.'ontem( ! lagarta comia a fol#a da árvore. com"u Jorma ver$al ver$o comer.o Im "$2"i.u$o Pa##a!o% P$". 8N pessoa do singular.ão. futuro do indicativo. '#oje( ! lagarta com"$( a fol#a da árvore. 8N pessoa do singular.

imos OS VER/OS IRREGULARES .s a$.ID> D/I3> G!I.s can.amos n.s "#c$"'"$emos eu "#c$"'i n.!I '5N C>NL%B!RS>( Gresente Juturo Gretérito Gerfeito Gretérito Imperfeito eu can.aremos n.s can.ávamos F>@> IN@IC!.s "#c$"'emos eu "#c$"'erei n.s "#c$"'6amos '7N C>NL%B!RS>( F>@> IN@IC!.s can.imos n.s a$.s can.ID> D/I3> C!N.ei eu can./xistem dois grandes grupos de ver$os: os ver$os regulares e os irregulares OS VER/OS REGULARES >s ver$os regulares são a)ueles )ue: mantêm sempre a rai& ' radical ( em toda a sua conjuga.o eu can.ava n.II '8N C>NL%B!RS>( Gresente Juturo Gretérito Gerfeito Gretérito Imperfeito eu a$.ireii eu a$.arei eu can.i eu a$.o eu a$.ia n.s a$.s "#c$"'emos eu "#c$"'ia n.ID> D/I3> /0CI/D/I Gresente Juturo Gretérito Gerfeito Gretérito Imperfeito eu "#c$"'o n.ão F>@> IN@IC!.ámos n.s a$.-amos n.iremos n.

s vamos eu ireii n.s di&emos n.s iremos eu fui n.o n.ID> D/I3> ir Gresente Juturo Gretérito Gerfeito Gretérito Imperfeito eu vou n.ID> D/I3> J!T/I Gresente Juturo Gretérito Gerfeito Gretérito Imperfeito eu fa.s -amos Duan.>s ver$os irregulares são a)ueles )ue: não mantêm a rai& ' radical ( em toda a sua conjuga.s fa&-amos F>@> IN@IC!.s dissemos n.s fi&emos eu fa&ia n.ão F>@> IN@IC!.s faremos eu fi& n.s diremos n.s fomos eu ia n.s di&-amos F>@> IN@IC!.s fa&emos eu farei n.i2ica!o$"# num"$ai# " .ID> D/I3> DIRER Gresente Juturo Gretérito Gerfeito Gretérito Imperfeito eu digo eu direi eu disse eu di&ia n.

coisas. OY QY >Y SY TY primeiro segundo terceiro )uarto )uinto UY sexto VY sétimo WY oitavo XY nono '…( 3>F /0. O Q > S T um dois três )uatro cinco U seis V sete W oito X nove '…( !djectivos numerais Indicam a posi. animais…. animais….A!H"c. coisas.%@>UU .ãoMordem ocupada pelas pessoas.i'o# num"$ai# uantificadores numerais Indicam a )uantidade exacta de pessoas.