EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA __ª VARA DO TRABALHO DE FORTALEZA – CEARÁ.

RECLAMAÇÃO TRABALHISTA Reclamante: Bracia Costa Brandão Reclamada: REFRI COM

hi !" "# guineense, solteiro, auxiliar de refrigeração, portador da identidade estrangeira nº , !em, muito respeitosamente, por meio de seus ad!ogados "ue ora su#scre!em $instrumento procurat%rio anexo&, perante a presença de 'ossa Excel(ncia, a)ui*ar a presente REC+,M,-.O /R,B,+0I1/, em desfa!or de FRANCISCO EU$ENIO RODRI$UES FERREIRA – ME %REFRI COM&, pessoa )ur2dica de direito pri!ado, inscrita no C345 com o nº 67 89: ;<7=:::7>;9, por seu representante legal, com sede na Rua Francisco Mota, nº ?@, Bairro Maraponga, Fortale*a>CE, CE4 9:?77>9<:, tendo em !ista os fatos e fundamentos )ur2dicos dora!ante expostos:

DA $RATUIDADE DA JUSTIÇA
Av. Tristão Gonçalves, nº. 849, sala 04 B – Centro – CEP 60.015 000 !ortale"a#CE !$%E& '099.48(6 – 89)0 008) E *ail& +,-a.vo/a.os01ot*ail.2o*

1

contece..015 000 !ortale"a#CE !$%E& '099. "ue.os01ot*ail. -6 . Tristão Gonçalves.Inicialmente.4</=i1 0. e. cumprindo uma )ornada de tra#alAo "ue se da!a de . e!idenciando. perce#ia a "uantia de R@ 8))#)) %. Aoras extras. alDm da multa por esta omissão DOS FUNDAMENTOS JURÍDICOS Av. em ''()'(*)'+. foi contratado para prestar ser!iços na empresa reclamada. sem "ual"uer inter!alo intra)ornada. tem situação legal neste 4a2s . muito menos praticando "ual"uer ato "ue ense)asse a sua demissão . 9-1i. 8 semanais. ap%s 77 meses e . Aoras semanais. Exa . tendo em !ista "ue. )C "ue tinAa apenas de 7: minutos para almoço. Aa)a !ista "ue não foram pagos o a!iso prD!io. estas não pagas pelo reclamado durante a !ig(ncia do contrato de tra#alAo Em !irtude de tal contrato. as fDrias proporcionais E 7=@.-341. alDm de estar faltando o dep%sito de todos os meses de FF/1 4ortanto.01 i/-3i. a exist(ncia de uma Aora extra por dia. a relação de emprego D facilmente pro!ada por meio das fotos anexas do reclamante com a farda da empresa e. fa*endo pro!a de tal fato a declaração anexa DOS FATOS O reclamante exerce a profissão de auxiliar de refrigeração e.48(6 – 89)0 008) E *ail& +. 1!.i/4-9.-a.1>! i/491?!9/101# tem>se "ue a )ornada de tra#alAo do reclamante era de 6. )us ao pagamento das !er#as não pagas. não o#stante ser estrangeiro. o mesmo )C possu2a. afinal."/01 2 . #em como. pugna o reclamante pelos #enef2cios da gratuidade da )ustiça. então.-. das testemunAas "ue presenciaram a prestação dos ser!iços durante a !ig(ncia do contrato 4or conseguinte. o reclamante fa*. de )5h))6i/ 1. portanto. . nos termos da +ei 7 :9:=8:. não sendo al!o de "ual"uer ad!ert(ncia ou suspensão por parte do reclamado. em *)('*(*)'+. sala 04 B – Centro – CEP 60.& por m(s 1empre cumpriu os seus ser!iços com o de!ido *elo.: 10!. dias de tra#alAo. 849.inda assim.vo/a.ssim. não lAe dando nenAuma )ustificati!a de tal ato Muito em#ora fosse sua o#rigação. das )5h))6i/ 01 61/h7 2. o reclamado demitiu sem "ual"uer )usta causa o reclamante. o 7@º proporcional.i94"0. algo "ue.2o* 2 . o reclamado nunca assinou a C/41 do reclamante. Aa)a !ista "ue não possui condiçBes de arcar com os custos do processo sem comprometer o sustento seu e de sua fam2lia. '*h))6i/ . nº.-4-=-/4!. '8h))6i/ 01 4190.. as !er#as tra#alAistas de!idas não foram pagas pelo empregador.

: /udo.1 'I3CE3G. o pagamento de tal !er#a pelo reclamado por meio da presente reclamação G.@@ $seiscentos e "uarenta e um reais e trinta e tr(s centa!os& a ser paga pelo reclamado GO FF/1 E MM+/. o#!iamente.R/IFO 6?? C+/ Como foi demitido sem )usta causa. GO .2o* 3 . fa*endo.vo/a.ssim. tudo atuali*ado na forma da lei Av. MM+/.R/IFO 769 E 76? C+/ Ga mesma forma.1 FHRI. com reflexos e integraçBes em fDrias. tendo em !ista a configuração da despedida sem )usta causa pelo reclamado.:: $setecentos reais& Fa* )us. ele )us ao seu de!ido pagamento acrescido do 7=@ $um terço& constitucional. e o empregador não pagou corretamente todas as !er#as as "uais o Reclamante teria direito.GO . alDm da multa compensat%ria de 6:P so#re todo o !alor de!ido do mesmo.48(6 – 89)0 008) E *ail& +. 7@º salCrios. RL ?::.1 E 7=@ I . o "ue de!eria. o reclamado nunca depositou "ual"uer !alor relati!o ao FF/1 do reclamante. fa* )us o reclamante ao pagamento de 77 $on*e& meses de FF/1. +EI 6 :.'I1O 4RH'IO I .os01ot*ail.99 $oitocentos e cin"uenta e "uatro reais e sessenta e seis centa!os& a ser pago pelo reclamado GO 7@º 1. este no !alor de sua Kltima remuneração.R/IFO @º G. ele fa* )us N multa pre!ista no artigo 6?? da C+/. 849. Q 7º da +ei J :@9=. ou se)a. este na fração de 77=7< $on*e do*e a!os& de um ano.015 000 !ortale"a#CE !$%E& '099. não foram pagas as fDrias do reclamante na fração de 77=7< $on*e do*e a!os& de um ano. o !alor de RL J86.+ORIO 4RO4ORCIO3.!alor da sua maior $e Kltima& remuneração G. nº.R/IFO 6J? C+/ 3o ato de demissão sem )usta causa do reclamante. não foi pago o a!iso prD!io ao mesmo. então. assim. "ual se)a.-a.:: $setecentos reais&. 7=@ constitucional. ter sido feito . no caso.:=9< /am#Dm não foi pago ao reclamante o !alor relati!o ao 7@º salCrio proporcional. R 1 R e a!iso prD!io. Tristão Gonçalves. sala 04 B – Centro – CEP 60. não deu ca#o ao fim do contrato de tra#alAo por meio de uma das condutas do artigo 6J< consolidado. "ue totali*a a "uantia de RL 967. D a "uantia de RL ?::.+ I . pois. totali*ando. com fulcro no art 7J. GE 6:P Gurante todo o contrato de tra#alAo. "ue.

:: RL 967.-61/1.:: 4 Av.vo/a. de 66 Aoras. 0"91/4..:: $seiscentos e de*esseis reais& a t2tulo de FF/1 não pago=depositado pelo reclamado. )EF#E) %h"6 6i> .99 RL 979. extraordinariamente e sem rece#er nada para tanto.!. na exist(ncia de B h!91. agora. o reclamante cumpria.D"19-/41 .! =!/4914! 0491 1>h!# ! 6-.1 I CF=JJ .-a. 4!41>iC1 1 D"1/4i1 0R@ '. )C "ue o mesmo não o fe* durante a !ig(ncia do contrato de tra#alAo Giante do exposto.. esta "ue de!e ser. cAega>se na conclusão "ue sua Aora extra D de RL 6. a multa de FF/1 E 6:P de multa totali*a RL J9<. algo "ue acarreta ' h!91 -3491!90i/:9i1 A!9 0i1 . Aa)a !ista ele não ter sido se"uer depositado.ssim.1 ER/R.os sC#ados. paga pelo reclamado. por não ter inter!alo intra)ornada. 849. /irando por #ase a Aora normal do reclamante..!iso prD!io FDrias !incendas 77=7< 7=@ das fDrias 7@º salCrio proporcional FF/1 não depositado Valor RL ?::. com nenAum inter!alo condi*ente de almoço. resultando "ue.1 0OR. então. #em como o pagamento da multa de 6:P do FF/1.6: $du*entos e "uarenta e seis reais e "uarenta centa!os& +ogo. #em acima da )ornada normal. Tristão Gonçalves. Aoras semanais. !alor esse "ue.015 000 !ortale"a#CE !$%E& '099. de!e ser pago o !alor de RL 979. multiplicado por <<: $"uantidade de Aoras extras&. e!idencia>se "ue o reclamante. por m(s./!. "ue dC a "uantia de RL <69.ssim.6: RL 967.99 RL <69. a )ornada de tra#alAo do reclamante se da!a das :JA::min da manAã atD as 7?A::min da tarde.6: $oitocentos e sessenta e dois reais e "uarenta centa!os& G. nº. sala 04 B – Centro – CEP 60. C+/ Conforme auferido na narração fCtica acima exposta. 4or conseguinte. pleiteia>se os !alores a#aixo discriminados: Verba a ser recebida . )C "ue tinAa apenas 7: minutos para tal .?? $"uatro reais e setenta e sete centa!os&.6! >1 !9!" **) h!91. R'I I . cumpria a )ornada de 6.2o* . -3491.48(6 – 89)0 008) E *ail& +.R/IFO 8. -3491.D"19-/41 =-/41.& . <: Aoras. acarretando.R/ ?. A!9 . la#ora!a de :JA::min as 7<A::min .os01ot*ail.

sendo finalmente )ulgada procedente a ação com a condenação do reclamado ao pagamento dos direitos acima especificados. alDm. tam#Dm.<< TOTALG R@ B.d! $78P& RL 6 J67.. !istorias.. roga>se "ue 'ossa Excel(ncia se digne de: a& Conceder os #enef2cios da )ustiça gratuita. nos termos da +ei 7 :9:=8:.2o* 5 . sala 04 B – Centro – CEP 60.-a.os01ot*ail. D claro. o pagamento de 8:P das parcelas incontro!ersas.BH8#8E %=i/=! 6i> D"i/h-/4!. notadamente o depoimento pessoal da reclamada. acrescidos de )uros de mora e correção.9-1i. roga>se pela condenação do reclamado em: a& . da condenação em AonorCrios de sucum#(ncia e pagamento de custas DOS IEDIDOSG Giante do exposto.48(6 – 89)0 008) E *ail& +.-4.-4-/41 D"149! =-/41. re"uer a notificação do reclamado.-/41 . oiti!a de testemunAas.. )untada posterior de documentos. na forma do art 69? da C+/. per2cias.BH8#8E Em suma. 849. so# pena de confissão.015 000 !ortale"a#CE !$%E& '099. Aa)a !ista o reclamante não ter capacidade de arcar com as custas do processo sem comprometer a su#sist(ncia de sua fam2liaS #& 4or conseguinte.!. mais precisamente R@ B.:: SUBTOTALG E 0on . Tristão Gonçalves.6: RL 7 :6.vo/a.6: RL ?::. . "uerendo. responder aos termos da presente Reclamação. .-.?6 1ão os termos em "ue pede e espera deferimento Av..8< E RL ?<9. so# pena de re!elia. caso não se)a pago na primeira audi(nciaS d& 4rotesta pro!ar o alegado por todos os meios de pro!a em direito permitidos.!iso prD!ioS #& fDrias !incendas E 7=@S c& 7@º salCrio proporcionalS d& Gep%sito do FF/1S e& Multa de 6:P do FF/1S f& 0oras ExtrasS g& Multa do artigo 6?? da C+/. para.Multa de 6:P FF/1 0oras extras Multa do art 6?? RL <69. alDm da conse"uente condenação em custas processuais e AonorCrios ad!ocat2ciosS c& Re"uer. tudo de logo re"ueridoS GC>se ao !alor da causa a "uantia de RL 8 89?. nº.&..

nº. Tristão Gonçalves.2o* 6 . sala 04 B – Centro – CEP 60.R. A91K?! O.Fortale*a.!9 O>i.B=CE <9 99: TTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTT Thi1.os01ot*ail.B=CE <J <<: Av. <? de de*em#ro de <:7@ TTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTT I.-i91 U=hJ1 O. 849.-a.015 000 !ortale"a#CE !$%E& '099.48(6 – 89)0 008) E *ail& +.vo/a.! F!/4-/->.