You are on page 1of 4

1

Exercícios
Assunto
/ /2013
Data
2°Série
Turma
Química
Disciplina
129
Nº da lista

Tony Elias
Professor
Aluno
01 - (UEM PR) Dadas as semirreações e seus respectivos potenciais-
padrão de redução (em volts, para soluções aquosas a 1,0 mol/L e 25 ºC),
assinale o que for correto.

( I ) Zn
2+
(aq) + 2 e

÷ Zn(s) E
0
red
= –0,76V
( II ) Cr
3+
(aq) + 3 e

÷ Cr(s) E
0
red
= –0,74V

01. Considerando uma pilha montada com eletrodos de Zn e Cr, cujo
funcionamento é baseado nas semirreações (I) e (II), a diferença de
potencial dessa pilha é de -0,2 V.
02. O processo em galvanoplastia que usa a reação (II), para depositar
Cr(s) sobre superfícies metálicas, chama-se niquelação.
04. O zinco é mais eletronegativo do que o cromo, pois a reação de
redução do Zn
2+
(aq) possui maior potencial de redução.
08. Uma pilha montada com eletrodos de Zn e Cr, cujo funcionamento é
baseado nas semirreações (I) e (II), resulta na reação global 3Zn(s) +
2Cr
3+
(aq) ¬ 3Zn
2+
(aq) + 2Cr(s), que é espontânea no sentido indicado
pela seta.
16. Considerando uma eletrólise com a reação (II), uma quantidade de
carga equivalente a 6 mols de elétrons produzirá um depósito sólido de
cromo equivalente a 2 mols de cromo.

02 - (UNESP SP) Um estudante montou a célula eletroquímica ilustrada
na figura, com eletrodos de Cu (s) e Ni (s) de massas conhecidas.


membrana semipermeável

A 25ºC e 1 atm, quando as duas semicélulas foram ligadas entre si, a
célula completa funcionou como uma célula galvânica com AE = 0,59 V.
A reação prosseguiu durante a noite e, no dia seguinte, os eletrodos foram
pesados. O eletrodo de níquel estava mais leve e o eletrodo de cobre mais
pesado, em relação às suas massas iniciais.

Considerando Cu
+2
(aq) + 2e
-
÷ Cu (s) e Eº
red
= +0,34V, escreva a
equação da reação espontânea que ocorre na pilha representada na figura e
calcule o potencial de redução da semicélula de Ni
+2
/Ni. Defina qual
eletrodo é o cátodo e qual eletrodo é o ânodo.

03 - (UFBA)
0,96 ) O( 2H NO(g) e 3 (aq) 4H (aq) NO
0,79 ) O( H (g) NO e (aq) 2H (aq) NO
0,80 Ag(s) e (aq) Ag
(V) Eº redução, de
padrão Potencial
redução de equações - Semi
2 3
2 2 3
+ + + +
+ + + +
+ +
÷
÷
÷ + ÷
÷
÷
÷ + ÷
÷
÷
÷ +




I. 4NH
3
(g) + 5O
2
(g)
C º 850
Rh Pt
÷ ÷ ÷ ÷
÷
4NO(g) + 6H
2
O(g)
II. 2NO(g) + O
2
(g) ÷ 2NO
2
(g)
III. 3NO
2
(g) + H
2
O(l) ÷ 2H
+
(aq) + 2
÷
3
NO (aq) + NO(g)

O Brasil produz anualmente mais de quinhentas mil toneladas de ácido
nítrico, HNO
3
, destinadas à fabricação de nitrato de amônio, utilizado
como fertilizante e também na produção de plásticos, de medicamentos e
de explosivos.
No processo industrial de Wilhelm Ostwald, o gás amônia é convertido
em ácido nítrico em três etapas, conforme representam, de forma
resumida, as equações químicas I, II e III. Durante esse processo, o
monóxido de nitrogênio, NO(g), pode ser convertido de volta a dióxido de
nitrogênio, NO
2
(g). O ácido nítrico é geralmente comercializado sob a
forma de solução aquosa a 68% (m/m), de densidade 1,51g.mL
-1
, utilizada
como reagente em laboratórios e em aplicações industriais. Esse ácido é
forte oxidante em soluções aquosas concentradas.
Os valores numéricos dos potenciais padrão de redução para soluções de
diferentes concentrações de H
+
(aq) são apresentados na tabela.

Considerando as informações do texto, da tabela e das equações químicas
I, II e III, e admitindo que toda a amônia foi transformada em ácido nítrico
e comporta-se como gás ideal,
- determine o volume de gás amônia, a 27ºC e a 1,0atm, necessário à
produção de ácido nítrico suficiente para preparar 10L de solução aquosa
desse ácido como é geralmente comercializado;
- identifique — de acordo com os potenciais de redução — se é falsa ou
verdadeira a afirmação:
A prata, Agº, não reage com ácido nítrico, produzindo NO
2
(g), entretanto
reage com esse ácido e forma NO(g).
Justifique sua resposta.

04 - (UEPG PR) Com base nas semirreações representadas no sentido da
oxidação e seus respectivos potenciais padrão, a 25ºC e 1 atm, assinale o
que for correto.

V 76 , 0 E e 2 Zn Zn
V 44 , 0 E e 2 Fe Fe
V 40 , 0 E e 2 Cd Cd
V 34 , 0 E e 2 Cu Cu
V 80 , 0 E e Ag Ag
2
2
2
2
+ = + ÷
+ = + ÷
+ = + ÷
÷ = + ÷
÷ = + ÷
÷ +
÷ +
÷ +
÷ +
÷ +


01. Entre as espécies apresentadas, Zn tem maior tendência em doar
elétrons.
02. A ddp gerada na pilha Cd/Cd
2+
//Ag
+
/Ag é maior do que na pilha
Fe/Fe
2+
//Ag
+
/Ag.
04. Entre as espécies apresentadas, Cd é o pior agente redutor.
08. A pilha Zn/Zn
2+
//Ag
+
/Ag tem ddp igual a 1,56 V.
16. Na pilha formada por eletrodos de cobre e ferro, o eletrodo de cobre
será oxidado.

05 - (UFT TO) Dados os seguintes potenciais padrões de redução:
Fe
3+
(aq)
+ e
-
÷ Fe
2+
(aq)
E
0
= +0,77 V
2H
+
(aq)
+ 2 e
-
÷ H
2(g)
E
0
= 0,00 V
Fe
2+
(aq)
+ 2 e
-
÷ Fe
(s)
E
0
= -0,45 V

Assinale a alternativa correspondente à equação química correta e
referente à reação que deverá ocorrer espontaneamente:

a) Fe
2+
(aq)
+ H
2(g)
÷ Fe
(s)
+ 2H
+
(aq)

b) 2Fe
3+
(aq)
+ 6H
+
(aq)
÷ 2Fe
(s)
+ 3H
2(g)

c) Fe
2+
(aq)
+ 2H
+
(aq)
÷ Fe
3+
(aq)
+ H
2(g)

d) Fe
(s)
+ 2H
+
(aq)
÷ Fe
2+
(aq)
+ H
2(g)

e) 2Fe
(s)
+ 6H
+
(aq)
÷ Fe
3+
(aq)
+ 3H
2(g)


06 - (FUVEST SP) Na década de 1780, o médico italiano Luigi Galvani
realizou algumas observações, utilizando rãs recentemente dissecadas. Em
um dos experimentos, Galvani tocou dois pontos da musculatura de uma
rã com dois arcos de metais diferentes, que estavam em contato entre si,
observando uma contração dos músculos, conforme mostra a figura:

Colégio Expressão
2



Interpretando essa observação com os conhecimentos atuais, pode-se dizer
que as pernas da rã continham soluções diluídas de sais. Pode-se, também,
fazer uma analogia entre o fenômeno observado e o funcionamento de
uma pilha.

Considerando essas informações, foram feitas as seguintes afirmações:

I. Devido à diferença de potencial entre os dois metais, que estão em
contato entre si e em contato com a solução salina da perna da rã, surge
uma corrente elétrica.
II. Nos metais, a corrente elétrica consiste em um fluxo de elétrons.
III. Nos músculos da rã, há um fluxo de íons associado ao movimento de
contração.

Está correto o que se afirma em

a) I, apenas.
b) III, apenas.
c) I e II, apenas.
d) II e III, apenas.
e) I, II e III.

07 - (PUC SP) Dados: Tabela de potenciais padrão de redução (Eº red)



Foram realizadas as seguintes observações experimentais a respeito da
reatividade dos metais:

•O metal crômio (Cr) reage com solução aquosa contendo ferro (II),
formando cátions crômio (III) em solução e ferro metálico.
•Ferro metálico (Fe) reage com solução contendo cátions níquel (II),
formando níquel metálico (Ni) e cátions ferro (II).
•O metal cobre (Cu) não reage com solução contendo íons níquel (II).

Analisando a tabela de potenciais padrão de redução e os dados
experimentais fornecidos, conclui-se que os melhores valores para os
potenciais padrão de redução dos pares Cr
3+
/ Cr e Ni
2+
/ Ni são

a) Eºred (Cr
3+
/ Cr) = +0,60 V; Eºred (Ni
2+
/ Ni) = +0,20 V.
b) Eºred (Cr
3+
/ Cr) = –0,30 V; Eºred (Ni
2+
/ Ni) = –0,25 V.
c) Eºred (Cr
3+
/ Cr) = –0,74 V; Eºred (Ni
2+
/ Ni) = –0,50 V.
d) Eºred (Cr
3+
/ Cr) = –0,30 V; Eºred (Ni
2+
/ Ni) = +0,50 V.
e) Eºred (Cr
3+
/ Cr) = –0,74 V; Eºred (Ni
2+
/ Ni) = –0,25 V.

08 - (UFES)A corrosão, processo eletroquímico espontâneo, é
responsável pela deterioração de utensílios e eletrodomésticos em nossos
lares, pelos custos de manutenção e substituição de equipamentos, pela
perda de produtos e por impactos ambientais decorrentes de vazamentos
em tanques e tubulações corroídos, nas indústrias. Em equipamento feito
de aço, ligas formadas de ferro e carbono, a corrosão pode ser ocasionada
pela oxidação do ferro e a redução da água, em meio neutro ou básico.

a) Escreva as equações químicas balanceadas que descrevem a oxidação
do ferro em meio aquoso neutro e a formação de hidróxido ferroso.
b) Explique a influência do pH na formação do hidróxido ferroso.
c) Calcule o potencial da reação de oxidação de ferro e justifique a
espontaneidade desse processo eletroquímico.
d) Dê a configuração eletrônica do átomo de ferro e do íon ferroso.

Dados: Semirreações:
O
2
(g) + 2H
2
O(l) + 4e
-

÷
÷
4OH
-
(aq) Eº = 0,40 V
Fe
2+
(aq) + 2e
-

÷
÷
Fe(s) Eº = -0,44 V

09 - (UDESC SC)Em uma pilha de Daniel, o eletrodo em que ocorre a
oxidação é denominado:

a) célula eletrolítica
b) cátodo
c) ânodo
d) célula eletroquímica
e) célula galvânica

10 - (UPE PE) As proposições abaixo se referem à eletroquímica.
Analise-as.

I. A ponte salina é um tubo que contém um isolante gelatinoso que
impede a passagem de elétrons através das duas soluções da pilha,
evitando a descarga rápida.
II. Ânodo e cátodo são eletrodos de uma pilha onde ocorrem,
respectivamente, as reações de oxidação e redução.
III. As notações H
+
(aq)|H
2
(g)|Pt e Pt|H
2
(g)|H
+
(aq) referem-se ao eletrodo
de hidrogênio escrito como ânodo e cátodo, respectivamente.
IV. Na descarga de uma bateria de chumbo (bateria de automóvel), forma-
se o sulfato de chumbo e, na carga entre outras substâncias, forma-se o
PbO
2
.
V. Comparando-se a pilha seca alcalina com a pilha de Leclanché,
verifica-se que o cloreto de amônio encontrado na pilha de Leclanché é
substituído pelo KOH na pilha seca alcalina.

São VERDADEIRAS

a) I, III e IV.
b) II, III e IV.
c) I, II e III.
d) III, IV e V.
e) II, IV e V.

11 - (UFRJ) O alumínio é o metal com maior índice de reciclagem no lixo
urbano, e o Brasil é o campeão mundial de reciclagem de alumínio,
recuperando mais de 96% das latas descartadas. Uma das aplicações mais
interessantes para o alumínio é sua utilização em pilhas alumínio-
oxigênio. Essas pilhas são muito compactas e têm grande capacidade de
gerar energia, embora apresentem baixa eficiência de recarga.
Uma pilha alumínio-oxigênio é representada a seguir.



Considere as semi-reações de redução dadas a seguir:
Colégio Expressão
3

Al(OH)
3
(s) + 3e

÷ Al (s) + 3OH

–2,31V
O
2
(g) + 2H
2
O + 4e

÷ 4OH

+0,40V

a) Escreva a equação e calcule a força eletromotriz da pilha alumínio-
oxigênio.
b) Indique o sentido do fluxo de elétrons durante a recarga da pilha.
Justifique sua resposta.

12 - (UFRN) As pilhas níquel/cádmio são consideradas as de maior
impacto ambiental e, devido à presença do elemento químico cádmio, são
altamente tóxicas. Essas pilhas, muito usadas nos telefones celulares, não
devem, portanto, ser descartadas no lixo comum.

Os valores dos potenciais normais de eletrodo da pilha níquel/cádmio são:
Cd(OH)
2
(s) + 2e
-
÷÷ ÷ Cd(s) + 2OH
-
(aq) E
o
= - 0,81V
NiO(OH)(s) + H
2
O(l) + e
-
÷÷ ÷ Ni(OH)
2
(s) + OH
-
(aq) E
o
= + 0,52V

a) Durante a descarga da pilha, o cádmio se oxida ou se reduz?
Justifique.
b) Se E
T
= E
C
– E
A
, explique se a pilha níquel/cádmio, em condições
normais, poderá ser usada para fazer funcionar um dispositivo eletrônico
que necessite de uma diferença de potencial de 1,52V.

13 - (UFRRJ) Em 1866, Geoge Lenclanché inventou a pilha seca (pilha
comum) que é atualmente utilizada em brinquedos, relógios, lanternas etc.
As pilhas alcalinas são mais utilizadas, hoje em dia, devido ao seu
rendimento ser de cinco a oito vezes maior que a pilha comum.

Na pilha alcalina de níquel-cádmio, ocorrem as seguintes reações:
÷ ÷
+ ÷ + e 2 ) aq ( ) OH ( Cd ) aq ( OH 2 ) s ( Cd
2

) aq ( OH 2 ) aq ( ) OH ( Ni e 2 ) ( O H 2 ) aq ( NiO
2 2 2
÷ ÷
+ ÷ + + 
A partir das equações da pilha de níquel-cádmio, escreva a equação global
e identifique a reação anódica.

14 - (FGV SP) O nióbio é um metal de grande importância tecnológica e
suas reservas mundiais se encontram quase completamente no território
brasileiro. Um exemplo de sua aplicação é o niobato de lítio, um
composto que contém apenas um íon Li
+
e o oxiânion formado pelo
nióbio no estado de oxidação +5, que é usado em dispositivos ópticos e de
telecomunicação de última geração.

O número de átomos de oxigênio por fórmula do niobato de lítio é
a) 2.
b) 3.
c) 4.
d) 5.
e) 6.

15 - (UFG GO) No combate à poluição, novos motores movidos a diesel
adotam uma tecnologia em que a ureia é adicionada ao gás de escape.
Essa estratégia promove a conversão dos óxidos de nitrogênio em H
2
O e
N
2
. Ocorre assim uma reação de
a) oxidação.
b) eliminação.
c) rearranjo.
d) substituição.
e) redução.

16 - (UNEMAT MT) Os vegetais são seres vivos constituídos de
substâncias formadas por átomos de vários elementos químicos, extraídos
naturalmente do solo ou adicionados pelo homem durante a prática
agrícola.
Esses elementos constituintes dos tecidos vegetais são classificados como
macronutrientes (presentes em grandes quantidades) e micronutrientes
(presentes em pequenas quantidades). Entre os macronutrientes, destacam-
se o Nitrogênio, o Fósforo e o Potássio, que são encontrados, por
exemplo, nas formas de Nitrito de Sódio (NaNO
2
), Ortofosfato de Cálcio
(Ca
3
(PO
4
)
2
) e Nitrato de Potássio (KNO
3
).

Considerando-se os 3 (três) macronutrientes acima citados, pergunta-se:

Quais são, respectivamente, os Números de Oxidações do Nitrogênio no
NaNO
2
, do Fósforo no Ca
3
(PO
4
)
2
e do Potássio no KNO
3
?
a) -3, -5 e -1
b) +3, -5 e +1
c) +3, +5 e -1
d) +3, +5 e +1
e) -3, +5 e +1

17 - (UEG GO) O esmalte que recobre os dentes contém o mineral
hidroxiapatita, que é constituído por íons cálcio, íons fosfato e íons
hidróxido. Sua fórmula química pode ser representada por
Ca
x
(PO
4
)
3
(OH), sendo o valor de x igual a:
a) 5
b) 4
c) 3
d) 2

18 - (UFRN) A quantidade de nitrogênio na água, sob suas diversas
formas compostas (orgânico, amoniacal, nitritos e nitratos), pode indicar
uma poluição recente ou remota (menor ou maior tempo de
contaminação). O nitrogênio segue um ciclo desde a formação de
compostos orgânicos, até a formação de compostos com estados de
oxidação 3–, 3+ e 5+ (estado de oxidação máximo).
Sendo assim, é possível avaliar-se o grau de poluição pela concentração e
pelo número de oxidação do nitrogênio no composto presente na água,
quando não existem outros efeitos de contaminação que não seja
nitrogênio de origem orgânica.
Desejando-se tratar as águas contaminadas de quatro rios, com prioridade
para o rio cujas águas apresentavam maior tempo de contaminação, foram
realizados testes em amostras de água dos quatro rios, cujos resultados se
mostram no Quadro abaixo:


De acordo com o texto e as informações do Quadro, pode-se afirmar que o
rio a ter primeiramente suas águas tratadas, por apresentar o maior tempo
de contaminação, é o identificado como
a) II.
b) III.
c) I.
d) IV.
19 - (IME RJ) Marque a resposta certa, correspondente aos números de
oxidação dos elementos sublinhados em cada fórmula, na ordem em que
estão apresentados.

AgO; NaO
2
; H
2
S
2
O
8
; Ni(CO)
4
; U
3
O
8


a) +2; -1; +7; +2 e +8/3
b) +1; -1; +7; 0 e +16/3
c) +2; -1/2; +6; 0 e +16/3
d) +1; -1/2; +7; +2 e +16/3
e) +2; -1; +6; +2 e +8/3

20 - (UEL PR) A primeira aplicação de dióxido de cloro como
desinfetante ocorreu em 1944 nos Estados Unidos. O uso deste óxido para
o tratamento de água de abastecimento foi possível devido à
disponibilidade comercial do clorito de sódio. Em estações de tratamento
de água, o dióxido de cloro é produzido a partir de soluções de clorito de
orgânico Nitrogênio IV
NO III
NO II
NH I
total nitrogênio do
fração maior da Forma
Rio
3
2
3
÷
÷
Colégio Expressão
4

sódio, segundo as reações representadas pelas equações químicas a seguir,
não totalmente balanceadas.
I. 2NaClO
2
(aq) + Cl
2
(g) ÷ ClO
2
(aq) + NaCl(aq)
II. 2NaClO
2
(aq) + HOCl(aq) ÷ ClO
2
(aq) + NaCl(aq) + NaOH(aq)
III. 5NaClO
2
(aq) + 4HCl(aq) ÷ ClO
2
(aq) + NaCl(aq) + H
2
O(l)

Os números de oxidação do cloro no Cl
2
, HClO e HCl e os coeficientes
estequiométricos do ClO
2
nas equações I, II e III são:



TEXTO: 1 - Comum à questão: 21

O etilômetro, também conhecido como bafômetro, é um aparelho utilizado
pela polícia para identificar condutores automotivos suspeitos de estarem
alcoolizados. O princípio de funcionamento de um dos vários tipos de
etilômetro é o eletroquímico onde o etanol (presente no ―bafo‖ expirado) é
oxidado em meio ácido catalisado por platina. Os elétrons liberados na
reação de oxidação gera uma corrente elétrica que é proporcional a
quantidade de álcool presente no ―bafo‖. Depois esses elétrons reduzem o
gás oxigênio em meio ácido produzindo água.

CH
3
CH
2
OH
(g)
÷ CH
3
CHO
(g)
+ 2H
+
(aq) + 2e


1/2 O
2
(g) + 2H
+
(aq) + 2e

÷ H
2
O(l)
CH
3
CH
2
OH(g) + 1/2 O
2
(g) ÷ CH
3
CHO(g) + H
2
O(l)
(reação global)

21 - (ACAFE SC)Baseado no texto e nas reações acima, juntamente com
os conceitos químicos, analise as afirmações a seguir.

I. No cátodo o etanol é oxidado a etanal.
II. No ânodo ocorre uma reação de redução.
III. O sentido da corrente elétrica (i) é do ânodo para o cátodo.
IV. Na reação global corresponde a uma reação de combustão
incompleta do etanol.

Assinale a alternativa correta.
a) Todas as afirmações estão corretas.
b) Apenas III e IV estão corretas.
c) Apenas I, II e III estão corretas.
d) Apenas a afirmação IV está correta.

GABARITO:
1) Gab: 24
2) Gab:
Como o eletrodo de níquel ficou mais leve após o funcionamento da pilha, podemos
concluir que o Ni(s) sofre oxidação. Logo:



Ac
0
=
red
menor
red
maior
c ÷ c
Ac
0
=
Ni / Ni Cu / Cu
2 2 + +
c ÷ c
0,59V = 0,34V ÷
Ni / Ni
2+
c
Ni / Ni
2+
c = ÷0,25V

3) Gab:
Cálculo da quantidade de matéria de ácido nítrico em 10L de solução aquosa a 68%
(m/m) e d=1,51g.mL
-1
.
Sendo a massa molar do ácido nítrico igual a 63,0g.mol
-1
, a quantidade de matéria
de ácido nítrico na solução é
3
HNO
n =
1
1 4
mol g 0 , 63
68 , 0 mL g 51 , 1 mL 10 0 , 1
÷
÷
·
· · · ·
=1,63.10
2
mol ou 163mol.
Cálculo do volume de amônia necessário a obtenção de 163mol de ácido nítrico.

Considerando-se a equação global resultante da soma das equações I, II e III,
multiplicadas respectivamente por 1, 3 e 2,

NH3(g) + 202(g) ÷ ÷÷ ÷
O H
2
H
+
(aq) +
÷
3
NO (aq) + H2O(l)

e que a razão entre os coeficientes estequiométricos de amônia e de ácido nítrico é
igual a 1, o volume de amônia pode ser calculado utilizando-se a equação geral dos
gases ideais

V =
atm 0 , 1
K 300 mol K L atm 082 , 0 mol 10 63 , 1
1 1 2
· · · · · ·
÷ ÷
~ 4,01.10
3
L.

Considerando-se os potenciais padrão de redução fornecidos na tabela e a
afirmação, pode-se verificar se são espontâneas as reações propostas entre a prata e
o ácido nítrico.
De acordo com as semi-equações, a prata, Agº, não reage com o ácido nítrico
produzindo NO2(g) porque a reação não é espontânea

Agº(s) ÷ Ag
+
(aq) + e
-

÷
3
NO (aq) + 2H
+
(aq) + e
-
÷ NO2(g) + H2O(l)
AEº = 0,79V - (+0,80V) = -0,01V,

entretanto, a prata reage com o ácido nítrico produzindo NO(g), porque nesse caso,
a reação é espontânea

Agº(s) ÷ Ag
+
(aq) + e
-

÷
3
NO (aq) + 4H
+
(aq) + 3e
-
÷ NO(g) + H2O(l)
AEº = 0,96V – (+0,80V) = +0,16V.

Portanto, a afirmação é verdadeira.
4) Gab: 09 5) Gab: D 6) Gab: E 7) Gab: E
8) Gab:
a) O2(g) + 4e
-
+ 2H2O(l)
÷
÷
4OH
-
(aq)
2(Feº
÷
÷
Fe
2+
(aq) + 2e
-
)
______________________________
O2(g) + 2Feº + 2H2O(l)
÷
÷
2Fe
2+
(aq) + 4OH
-
(aq)

Fe
2+
(aq) + 2OH
-
(aq)
÷
÷
Fe(OH)2(s)
b) Quanto maior o pH maior a produção de hidróxido ferroso - Fe(OH)2
c) Eº = 0,40 - (-0,44) = 0,84 V
d) Feº = 1s
2
2s
2
2p
6
3s
2
3p
6
4s
2
3d
6

Fe
2+
= 1s
2
2s
2
2p
6
3s
2
3p
6
3d
6

9) Gab: C
10) Gab: E
11) Gab:
a) 4 Al (s) + 3O2 (g) + 6 H2O ÷ 4 Al(OH)3 ddp = 2,71 V
b) Sentido de fluxo dos elétrons: D ÷ C
Na pilha, o fluxo espontâneo de elétrons é do anodo para o catodo, ou seja, de A
para B. Na recarga, o fluxo ocorre no sentido inverso, ou seja, de D para C.
12) Gab:
a) O cádmio se oxida.
b) Não, pois a E
T
da pilha acima é de +1,33V. Como o dispositivo requer 1,52V, o
pilha não consegue funcioná-lo.
13) Gab:
(aq) Ni(OH) (aq) Cd(OH)
O(l) 2H (aq) NiO Cd(s)
2 2
2 2
+ ÷
÷ + +

Reação anódica
÷ ÷
+ ÷ + ÷ 2e (aq) Cd(OH) (aq) 2OH Cd(s)
2


14) Gab: B
15) Gab: E
16) Gab: D
17) Gab: A
18) Gab: B
19) Gab: C
20) Gab: A
21) Gab: D