Vídeo Endeavor: Guia para utilização em sala de aula

Título do vídeo: Palestrante: Data: Link: Os 10 mandamentos do Empreendedor Peter Graber Duração: 0:46:28 30/10/2002 http://endeavor.isat.com.br/info.asp?Palestra_ID=115

1

Autores deste guia: Elizabeth Marino Alves, Solange Serafim e Marcelo Nakagawa Data do preparo: Janeiro de 2007

Introdução:
Peter Graber é um dos empreendedores de maior sucesso no Brasil. Seu nome tornou-se sinônimo de segurança no país. Em 1982 fundou uma empresa de alarmes residenciais e monitoramento. Após um roubo que aconteceu na residência de um familiar, Peter procurou no mercado um sistema de segurança residencial e encontrou um mercado muito pequeno com poucas opções. Pesquisou esse mercado no EUA e concluiu que o Brasil teria um grande potencial a ser explorado nessa área. A Graber foi criada inicialmente com a finalidade de produzir alarmes e passou a ser uma empresa de sistemas de segurança de qualidade para os segmentos residencial, condominial e industrial. Em 1991 a empresa adicionou aos seus negócios a automação de segurança predial. Em 1997 uniu-se a empresa Mobisat iniciando o mercado de Sistemas de Rastreamento para Roubo de Carga via Satélite - Gestão de risco para roubo de carga. Adicionalmente, em 1992 iniciou-se a área de Vigilância, negócio que hoje tem cerca de 8.000 funcionários. Aproveitou o bom momento em 2000 para vender a Graber Sistemas de Segurança para uma multinacional alemã. Depois disso, Peter Graber continuou empreendendo criando novas empresas e apoiando novos empreendedores.

Importância deste vídeo:
Neste vídeo, Peter Graber conta seus principais aprendizados como empreendedor. É uma palestra com muitas lições e bastante didática com a citação de exemplos conhecidos do grande público. Este vídeo pode ser útil para chamar a atenção do empreendedorismo no contexto brasileiro em cursos de graduação e pós-graduação. Ele é formado em engenharia na Escola Politécnica da USP e tem um MBA pela universidade de Harvard. Peter Graber começou a empresa de segurança logo após ter voltado de um MBA em Harvard e por isto é um exemplo de empreendedor com ótima formação acadêmica.

Pontos de trabalho:
Tempo Elemento de discussão e aprendizado Erros a aprendizados Peter Graber explica que irá conduzir os 10 mandamentos do empreendedor fazendo apologias a erros que cometeu durante sua vida de empreendedor. Isso demonstra sua humildade, mesmo sendo um empresário bem sucedido, assumiu que muitas vezes errou e fez desses erros lições para as próximas empreitadas. O insucesso costuma comprometer a auto-estima de uma pessoa, já para ele, ajudou a formar uma cartilha do que não se deve fazer. Em sala de aula, este assunto pode ser trabalhado antes do vídeo ser transmitido. Uma sugestão é solicitar aos alunos que listem o(s) 1, 3, 5 (talvez mais prejudique a dinâmica da aula) principais erros cometidos por eles durante sua vida (em qualquer momento). E qual foi o aprendizado de cada erro. Pessoas, em geral, sentem-se mais confortáveis com os sucessos, mas se esquecem que as melhores lições, muitas vezes, são originadas a partir de erros. Novos negócios Empreendedores tendem a ser inquietos e observam oportunidades o tempo todo. Como Peter não foi diferente no boom da internet. Naquele momento, ele demonstrou a principal característica do empreendedor: que sonha, mas com os pés no chão. Utiliza suas curiosidades com seus conhecimentos de riscos bem calculados. Como todo empreendedor, ele não “resistiu” em ficar de fora da onda da Internet. Teve medo de ficar de fora da maior revolução que aconteceria em sua geração. Mesmo sem saber exatamente do que se tratava o ramo de Internet, ele criou dois portais: Um agro, que não deu certo e um de Produtos e Serviços Indiretos, que além de dar muito certo, foi vendido para o Unibanco e Portugal Telecom. Conta que correu grandes riscos com sua entrada na Internet, mas no geral foi um negócio satisfatório. Um empreendedor deve saber conviver com riscos e saber gerir essas situações.

0:00:33

0:03:51

1

2

0:05:41

Ir sempre além Nesta passagem, ele diz que um empreendedor é uma pessoa que sonha muito além dos recursos disponíveis no momento. Como ir atrás de um cliente que se chegar a vender nem sabe como vai entregar o produto. Segundo Peter, um empreendedor tem um nível de motivação diferenciado e isto o torna uma pessoa especial. A importância da estratégia Coloca como Mandamento número 1 ter uma Estratégia bem definida. Saber o que é uma Estratégia. Interessante a colocação dele sobre como montar uma estratégia a partir do que não se deve fazer, que tipo de cliente não se deve atender e onde não se deve atender. Geralmente estratégias são baseadas em missões, e realmente fica difícil delimitar até onde se pode chegar sem correr riscos. Para ilustrar, Peter apresenta a importância da definição de uma estratégia para uma empresa e cita o exemplo da Southwest Airlines do EUA, que definiu sua estratégia para um mercado/tipo de consumidor muito específico, fugindo da concorrência direta das grandes empresas de aviação Entenda os riscos Peter aponta como mandamento número 2, entender bem os riscos que está correndo, avaliar e calcular. Separa os principais riscos: Problemas com desenvolvimento de produto/tecnologia/processo. Mercado – não só precisa existir um mercado, como estar no seu ciclo de vida amadurecido. Às vezes você pode estar em um mercado ótimo mas cedo demais. Isso acontece com muita freqüência, pessoas que acreditam em idéias que só serão realmente aproveitadas muito tempo depois, como foi o caso da máquina de escrever. Ficou anos para emplacar no mercado e deu tão certo que acabou até dando origem ao nosso atual teclado de microcomputadores. O Peter também cita um exemplo muito realista de Alfredo Matias, no final da década de 70 fez dois empreendimentos. Um o Shopping Center Iguatemi, que hoje é o mais bem sucedido do Brasil e um condomínio vertical que é o portal do Morumbi. Mas ele quebrou antes do mercado amadurecer. A mensagem passada é que, às vezes, você pode entrar cedo demais com uma idéia boa, mais isto não é garantia de sucesso. Formação da equipe Nesta parte, o empreendedor cita a importância de ter na equipe, habilidade e competências sinérgicas, quando na vida real, o que se observa são empreendedores “iguais”, amigos de faculdade, que tiveram a mesma formação e a mesma vivência. Para ele, é preciso ser muito crítico e pensar nas competências que você não tem. Se você é um bom técnico, precisará de alguém muito bom na área comercial. Ele pode até ser seu amigo de faculdade, mas sua competência em vendas precisa estar muito clara para você. Dificuldades financeiras Boa parte dos grandes empreendedores do mundo passou por muitas dificuldades financeiras. No Brasil, os empreendedores mais conhecidos foram imigrantes como Samuel Klein das Casas Bahia, Abraham Kasinski da Cofap ou Valentim Diniz do Grupo Pão de Açúcar. Estes passaram muitas dificuldades em algum momento das suas vidas. Peter Graber também conta que já passou muito apertado com dinheiro também e este momento de dificuldade também foi um momento de intenso aprendizado que o tornou mais forte para enfrentar desafios. Foco no foco Foco é outro mandamento citado por Peter Graber. Ele conta que já passou por várias “tentações” na sua vida profissional para desviar seu foco. E nas vezes que desviou, na média, deu errado. Este é um interessante ponto para discussão em classe. Até onde o empreendedor precisa ser inflexível no seu foco de negócio. No processo de desenvolvimento da estratégia empresarial, quais são as situações que exigem que o foco seja modificado. No caso a industria fonográfica, por exemplo, muitas não acreditaram nos novos formatos digitais como o mp3 e agora luta para sobreviver seguindo seu foco original. Sucesso x Insucesso Aqui, Peter faz uma ampla análise sobre o sucesso e o insucesso. Ele destaca, por exemplo, como é tratado o insucesso em países Europeus e no Brasil em relação aos EUA. Parece que nos EUA se lida como insucesso de um empreendimento com maior facilidade, a imagem das pessoas envolvidas não é comprometida. Neste caso, insucesso é um elemento

0:08:54

0:14:23

0:19:16

0:22:34

0:24:17

0:33:10

2

3
de aprendizado e não só de fracasso como ocorre no Brasil. Por outro lado, o sucesso também pode trazer elementos negativos como a arrogância e a falta de percepção da necessidade da mudança, já que “em time que está ganhando, não se mexe”. Um exemplo que é citado e o caso da Varig. Uma empresa que tinha tudo pra continuar a ser líder no mercado do Brasil. Sucesso pessoal A palestra foi finalizada com um ponto muito importante para a vida profissional de qualquer pessoa: Não esquecer a vida pessoal. Criar um equilíbrio entre a vontade de fazer acontecer e ter momentos de lazer, se preocupar com a saúde e estar perto da família e amigos. Mais sobre a história de Peter Graber e seus negócios em: a) Em outro vídeo disponibilizado pela Endeavor “Contrariando o ditado: Conselho bom e de graça!”, de 30/03/2005 conta a sua trajetória como empreendedor. É uma palestra que pode ser utilizada como introdutória para esta, já que ele dá mais detalhes do início e do desenvolvimento da Graber Segurança. No livro publicado pela Endeavor: “Como Fazer uma Empresa dar Certo em País Incerto” Reportagens de jornais e revistas facilmente encontráveis por meio de mecanismos de busca na internet como o Google.

0:42:49

b) c)

3