You are on page 1of 12

Formulação de Cores Torna-se difícil repetir as mesmas cores fazendo-se as fórmulas com os corantes na sua composição original em pó, a não

ser que o artesão disponha de balança eletrônica de e trema precisão! "ugerimos então preparar os corantes concentrados e a partir dessa solução criar as cores dese#adas e, o que $ melhor, conseguir repeti-las e atamente iguais! %ara tal, diluímos em &l de 'gua fer(ente cada uma das cores prim'rias dos corantes nas cores )marelo *+, ,ara(ilha *-, Turquesa &+ e as cores que poderão queimar ou escurecer as tonalidades./ioleta 01 e %reto +&! 2stas soluç3es de(erão ser guardadas, após resfriamento, em garrafas %et tampadas ,com a identificação do tipo de corante diluído. Tingecor , /i(acor ou "inte cor! )s mistura dessas cores em diferentes proporç3es irão criar uma cartela inimagin'(el de cores! %ara cada cor de corante utilizamos uma seringa ou um frasco medidor em ml ou cc! Como preparar o banho de corante após a formulação da cor? "e um tubete de corante tinge +**g de tecido seco em 4 litros de 'gua, podemos concluir que são necess'rios 0*ml de 'gua para cada & grama de tecido seco! "e para um tubete de corante utilizamos 4 litros de 'gua, a solução concentrada citada acima ir' precisar de 1 (ezes mais da mesma quantidade de 'gua limpa %or e emplo, preparamos uma fórmula de (erde, misturando.
• • •

+* ml de amarelo &* ml de turquesa *1 ml de (ioleta

Teremos, portanto, 51 ml de solução concentrada ,ultiplicamos assim, 51ml 1 6 001 ml 7 quantidade de 'gua necess'ria de

) seguir somamos os 001 ml de 'gua com os 51 ml de solução concentrada, resultando 08* ml banho de corante pronto para tingir! Qual a quantidade de tecido? 9' sabemos que cada grama de tecido necessita de 0* ml de 'gua e *,&+ g de corante! 2ntão, di(idimos 08* ml por 0* ml e teremos como resultado &+,1g que $ o peso de tecido que iremos tingir com essa solução pronta de corante!

%ara sabermos a tonalidade conseguida nessa fórmula preparada, aquecemos essa solução e mergulhamos a ponta de um pedaço de papel toalha branco e teremos a tonalidade da cor conseguida, não a intensidade da mesma, pois isso ir' depender da temperatura e tempo necess'rios para que o tingimento ocorra!)pro(ada a cor, começamos a criar a nossa cartela de cores.
• •

anotamos as quantidades :ml; de corantes concentrados e 'gua :ml; utilizados na fórmula , fazemos uma amostra tingindo um pedaço de tecido,

compondo base para um @ati? 9a(anAs o.oferecendo um fundo e traordin'rio que. dei ando uma sobra de mais ou menos &1 cm que ser(ir' para segurar a peça durante o tingimento! %or ser uma amarração muito firme e com ('rias camadas de tecido se sobrepondo.armorizado e >oo?etsuzome .armorizado =esenho irregular que se forma .o tempo de banho de tingimento de(er' ser de pelo menos +* minutos para que o corante possa penetrar entre as dobras! 2sse tipo de amarração pode ser tingido em 0 ou at$ + cores claras.para um Tie-=Be ou >oo?etsuzome! Caso fiquem 'reas muito grandes sem corante. pode ser(ir de estampa final! . damos um nome ou n<mero a essa fórmula e cor! 2ssa rotina permitir' repetiç3es sem risco de erros! .• colamos essa amostra num caderno ou ficha. tornar a amarrar o tecido e dei ar as partes . de @ali .armorizado numa só cor .armorizado 0 cores e @ati? Modo de fazer: • • • • • • • "egurar o tecido entre as mãos e embol'-lo! )o mesmo tempo. mesmo sem outro tingimento.armorizado e @ati? . ir amarrando com linha &* de pipa ou barbante ! Formar uma bola apertada e dura Cortar o barbante ou linha.

podendo ser utilizada sozinha ou com outros procedimentos tamb$m! • • • )o se amarrar firme com um barbante.etc!)o amarrar ob#etos no tecido con($m fazer marcaç3es pr$(ias porque depois das primeiras amarraç3es perde-se a noção de distEncia e direção! . cambraia. moedas. nBlon.etc! tamb$m podem ser amarrados no tecido! Duando os tecidos são finos. formas.pedras.etc! as amarraç3es podem ser feitas com linha &* ao in($s de barbante e utilizar ob#etos bem pequenos como grãos de lentilha. sementes. tubetes (azios. etc! Cb#etos como bot3es. imagens.claras no lado e terno da amarração! )marraç3es AMARRAÇ ! 7 uma das t$cnicas mais importantes no Tie-=Be. tocos de madeira. semente de açaí. quadrados. como seda. mandalas. certas 'reas do tecido receberão pouco ou nada de corante dando origem aos desenhos! Com as amarraç3es podem ser conseguidos desenhos de círculos .

Tocos de cabo de (assoura amarrados Tubetes (azios de corante )marração e .aha#u Cb#etos amarrados e marcaç3es necess'rias )s amarraç3es podem ser seqFenciais utilizando-se uma agulha para Gle(antarH a porção de tecido que ser' presa com linha ou barbante! Duanto mais finos os tecidos mais delicados os desenhos! .

diagonais. apenas para firmar as dobras! =urante o tingimento. sem apertar. obser(ar se o corante est' penetrando de maneira uniforme entre todas as dobras! %odem ser tingidos os dois lados ou apenas um! Conseguem-se listras de diferentes formas e tamanhos se amarrar a dobradura firmemente! Q(A)RA)!$ &ARA"'"!$ .aha#u . etc! "#$%RA$ $#M&"'$: .aha#u permite obter efeitos sim$tricos repetindo formas de listras.que poderão ser amarradas ou não!C . • • • • • • =obrar o tecido ao meio na direção escolhida para efetuar as listras. quadrados .odo de fazer.)I)9J 7 .. (ertical. segurar as dobras com barbante. horizontal ou diagonal! =obrar em zig-zag de forma paralela K primeira dobra! "e hou(er necessidade.$todo que se caracteriza por dobras no tecido .

formando quadrados! )s diagonais rosas foram tingidas colocando o lado )C no tingimento! Cs quadrados (erdes e os (ioletas foram mergulhados no tingimento os lados )@ e @C! . se amarrada de diferentes maneiras. teremos desenhos diagonais! "e colocarmos os lados )@ e @C teremos desenhos (erticais e horizontais.Este tipo de dobra. permite uma variedade muito grande de efeitos. "e colocarmos no tingimento o lado )C.

. .aha#u :outras dobras.

.

pu ar a linha e ir franzindo fortemente Finalizado o alinha(o franzido. arrematar para que não se desmanche C franzido de(er' ser bem firme para que a forma dese#ada fique li(re do corante C alinha(o realizado enrolando o tecido com a ponta da agulha resulta num efeito semelhante ao do ponto de bordado Gp$ de galinhaH ) linha utilizada de(er ser em fio duplo. apenas acompanhando a marcação das pregas ou enrolando-as como ponto chuleado! Modo de fazer: • • • • • • • %assar o risco das formas dese#adas Com pontos bem regulares alinha(ar todo o contorno 2nquanto est' alinha(ando. esta t$cnica permite criar desenhos muito interessantes ! Cs alinha(os podem ser feitos com o tecido aberto ou sobre pequenas pregas!%odem ser retos."hibori Cu alinha(os! Conhecida na Lndon$sia como Triti? e no 9apão como "hibori. com nó na ponta!Comumente se usa a linha &* para empinar pipas! .

mas que tem alguns GsegredinhosH. no sentido (ertical.podendo ser realizada em uma ou mais cores! Modo de fazer: • • • • • • • "empre trabalhar com o tecido seco para que não ha#a migração (ertical do corante Colocar menos corante no banho de tingimento . logo em seguida. a quantidade indicada pelo fabricante de(e ser reduzida K metade ou mais. (oltar para a primeira! Ficar nesse (ai e (em por mais ou menos + minutos!2sse processo impede a GmarcaH da passagem de um tom para outro! Colocar a terceira parte no banho de corante! . horizontal ou diagonal! Colocar no banho de tingimento a primeira parte por mais ou menos + minutos! %assado esse período.=egrad$ Jm dos efeitos mais elegantes e sempre bem aceito. colocar no tingimento a segunda parte e. o d$grad$ $ uma t$cnica f'cil. dependendo da intensidade da cor dese#ada! Lmaginar que o tecido est' di(idido em + ou 5 partes .

uito utilizada nos tingimentos Tie-=Be. a t$cnica do torcido forma desenhos distribuídos mais nítidamente e definidos que no marmorizado! Modo de fazer: . colocar a peça toda no banho e dei ar por mais &1 minutos.• • • /oltar para a segunda parte! Ficar nesse (ai e (em por mais uns + minutos Finalizado esse tempo. me endo sempre para não manchar! C corante (erde . apresenta tonalidades (erdes e azuladas porque o amarelo da sua fórmula GmontaH antes que o azul! =$grad$ em duas cores =$grad$ em duas cores Torcido . quando no d$grad$.

formando um tubo Torcer at$ formar uma esp$cie de trança =obrar essa trança ao meio e amarrar as duas e tremidades #untas 2fetuar amarraç3es a distEncias regulares Colocar no banho de corante! Caso o desenho não fique por igual ou bem di(idido.amarrar no(amente com o barbante.• • • • • • • • Franzir na mão a borda do tecido )marrar com o barbante >epetir o mesmo processo com o outro lado do tecido. tendo o cuidado de dei ar as partes sem tingimento na parte e terna da amarração! .