You are on page 1of 8

1.

HEMOGRAMA
1.1 - ERITROGRAMA:

2006

Com os novos aparelhos automatizados, a contagem de eritrócitos e o VCM (volume corpuscular médio) são muito exatos. Antigamente utiliza se a !órmula "ematócrito x #$ % n& milh'es de hem(cias para o c(lculo do VCM. Valores normais (18-65 anos): Homem: M&l'er n& milh'es )V +,, - $,. /,0 - $,1 "emoglo*ina 15 !" - 2 5 1! 6"- 2 5 VCM 8# " - # (80-#8) $en%oli%ros

Acima de 0+ anos e nos negros os valores de )V diminuem até #$ 23 nas mulheres após menopausa4 + #$ 2 acima Re%i(&l)(i%os: são hem(cias 5ovens, recém lan6adas na circula6ão. 7ossuem ainda 89A em seu citoplasma, razão pela :ual aparecem em tom azulado no es!rega6o sangu;neo corado (são denominados policromatócitos). <e !or solicitado contagem de reticulócitos o la*oratório utiliza uma colora6ão especial, com um corante vital, e os policromatócitos são vistos como reticulócitos (o 89A citoplasm(tico cora se ad:uirindo um aspecto de ret;culo). 7ortanto, a in!orma6ão de policromato!ilia pelo la*oratório indica :ue deve haver reticulocitose. =m condi6'es normais o n>mero de reticulocitos é de ?+ $$$ @ 1+ $$$% mm , . A la*oratório in!orma o n>mero percentual de reticulócitos em rela6ão @s hem(cias, devendo se !azer o c(lculo para achar o n>mero a*soluto ou então !azer a (orre*+o do n>mero percentual de reticulócitos (multiplicar a 2 in!ormada pelo la*oratório pelo hematócrito do paciente e dividir o resultado por /+). Beveria ser !eito ainda uma corre6ão pela maior dura6ão do reticulócito na circula6ão :uando a anemia !or severa. As anemias :ue decorrem de r(pida destrui6ão sangu;nea (anemias hemol;ticas, perdas agudas de sangue) apresentam, como regra, reticulocitose acentuada (C#+$ $$$%mm ,) nos dias :ue se seguem @ destrui6ão. 9as anemias carenciais (!erropriva, (cido !ólico, D#?...), anemias de doen6as in!lamatórias crEnicas, anemias por de!iciFncia de algum !ator ou hormEnio (insu!iciFncia renal, hipotireoidismo...) e nas anemias por insu!iciFncia medular (hipoplasia ou aplasia medular, in!iltra6'es medulares por neoplasias...) o n>mero de reticulócitos estar( normal ou diminu;do.

,lassi$i(a*+o -as (a&sas mais (om&ns -e anemias .elo V,M
Herropriva

Mi(ro(/%i(a
(VCM G .$ !entolitros)

Ialassemia An. de d. crEnica

Herro sérico *aixo, ;ndice de satura6ão da trans!errina G #0 2, !erritina *aixa (G ?$), reticulócitos diminu;dos Herro sérico normal ou aumentado (pelas trans!us'es), hem(cias em alvo3 Herro sérico diminuido, Jndice de <atura6ão da trans!errina C?$ 2, Herritina normal ou aumentada

0ormo(/%i(a
(VCM entre .$ e K. !l)

Ma(ro(/%i(a
(VCM C K. !l)

8eticulócitos aumentados. B"L sérica elevada, *ilirru*ina indireta aumentada. Ieste de Coom*s :uase sempre "emol;tica positivo nas iso%autoimunes3 anormalidades das hem(cias em algumas (!alci!orme, es!erocitose, células em alvo, hem(cias !ragmentadas...) 7erda aguda de sangue 8eticulócitos aumentados. B"L normal, *ilirru*ina indireta normal. Jnsu!iciFncia medular Hre:Mente 7A9CJIA7=9JA. 8eticulócitos diminui;dos Boen6as crEnicas (#), Herro sérico diminuido, Jndice de satura6ão da trans!errina Jnsu!ic. renal, insu!ic C?$ 2, !erritina normal ou aumentada. 8eticulocitos hep(tica, diminu;dos. endocrinopatias <intomas % <inais neurológicos 4 parestesias, diminui6ão da Be!icit D#? sens. pro!unda, demFncia Be!icit de !olato Alcoolistas, desnutridos, drogas... "ipotireoidismo 7ode ser normoc;tica 7ré leucemias

(#) Anemia de doen6a crEnica 4 in!ec6'es prolongadas (endocardite, tu*erculose, osteomielite...), doen6as in!lamatórias (A8, L=<...), neoplasias. 9as neoplasias de tu*o digestivo a anemia por perda de sangue, !erropriva, é mais comum :ue a anemia de doen6a crEnica.

. e em adultos... se :uisermos aumentar o intervalo para englo*ar a maioria das pessoas adutas.essoa %em o se& 3alor mais o& menos (ons%an%e.tica crEnica.3 :uando a*aixo de #$$$ e especialmente +$$.enia: contagem de lin!ócitos a*aixo de #+$$ (# $$$ para alguns autores) 1in$o(i%ose: 1in$o(i%ose rela%i3a: :uando o percentual de lin!ócitos est( aumentado sem aumento do n>mero a*soluto. diz se estar ocorrendo uma rea*+o le&(em)i-e. as vezes metamielócitos e. Nuando existem estes precursores não ha*ituais no sangue peri!érico. presen6a de mielócitos e promielócitos).$$ % mm . As *astonetes 5( estão prontos na medula óssea (constituem cerca de +$ 2 dos neutró!ilos dentro da medula) mas não saem !acilmente. 1in$o(i%ose a.! <1A=2ETA5 4 #+$ $$$ @ . A presen6a das denominadas 4ran&la*9es %):i(as (leucócitos em :ue os grOnulos citopl(smicos são mais grosseiros. Acorre mais comumente em in!ec6'es virais. :uase sempre acompanhado de -es3io a es8&er-a :ue é o aumento do n>mero de !ormas 5ovens dos neutró!ilos (*astonetes. ou..OGRAMA4 Contagem de leucócitos4 +1$$ 1.0$$ ##$$$3 as pessoas de ra6a preta tem valores #$ ?$ 2 menores3 (a-a . mais raramente. com risco grande de hemorragias graves :uando a contagem est( a*aixo de #$ $$$%mm .$$$% mm . em*ora a redu6ão :ue tem importOncia cl. 7resen6a de lin$)(i%os a%/. A saida de *astonetes se d( em resposta a interleucina.. Lin!ócitos4 #$$$ /+$$ Monócitos4 #$$ #$$$ =osinó!ilos4 G 1$$ Dasó!ilos 4 G ?$$ Humantes e o*esos4 aumenta o n>mero de neutró!ilos (maior se !or o*eso e !umante). .1. em co:ueluche. 7resen6a de neutró!ilos com n>cleos multilo*ulados ocorre principalmente na anemia perniciosa. determinam sangramento anormal.2 . Nuando os lin!ócitos em n>mero aumentado apresentam mor!ologia normal (Rt.sol&%a é :uando o n>mero de lin!ócito é superior a / +$$.i(os (Vir)(i%os) ocorre principalmente na mononucleose in!ecciosa. o risco de in!ec6'es *acterianas estar( aumentado. :ue é o encontro de menos de #+$$ neutró!ilos%mm . se !or crian6a. Citomegalovirose. .picosS) deve se pensar.nica é a dos neutró!ilos. na leucemia lin!oc. a menos :ue 5( se conhe6a contagens anteriores da:uela pessoa. 1.+$ $$$% mm . Nuando ocorre redu6ão dos granulócitos (neutró!ilos. hepatites virais agudas. 0e&%ro$ilia ou ne&%ro(i%ose4 aumento no n>mero a*soluto de neutró!ilos. <ó pla:uetopenia (ou trom*ocitopenia) a*aixo de +$. 9a pr(tica considera se :ue h( leucocitose :uando o valor !or superior a #$ $$$ mm . in!ec6ão recente por "JV.enia . 1in$o(i%o. *em visiveis P são leucócitos mais 5ovens) indica processo in!eccioso *acteriano 5( com alguns dias de dura6ão. Beve se Qa redu6ão do n>mero de neutró!ilos.enia. !ala se em a4ran&lo(i%ose ou 4ran&lo(i%o. !alando se então em ne&%ro. Re4ra: 5e4men%a-os: 50-66 6 (me%a-e a 27! -o %o%al -e le&()(i%os 1in$)(i%os: 25-!! 6 (&m 8&ar%o a &m %er*o -o %o%al -e le&()(i%os) 9eutró!ilos4 #+$$ 1$$$ com até + 2 *astonetes (até +$$ *astonetes %mm .1E2. eosinó!ilos e *asó!ilos).

enia indica presen6a.ntese das cadeias *eta. por vezes severa. :uase sempre.? 2. podem ser totalmente assintom(ticas. .Ceg ?$$0 # P Iodo paciente com anemia apresentar( sintomatologia decorrente desta. #/ P =m toda anemia hemol.? x ?+ (hematócrito do paciente)%/+ (hematócrito normal) T #. 9a talassemia ocorre microcitose com 8BV normal. se !or solicitado contagem de reticulócitos esta mostrar( um resultado elevado. #$ P 9a anemia !alci!orme. .A0EMIA5 ..ase (e menos a Iri:uiur. geralmente associado com presen6a de co(gulos na urina.. #. e pe:uenas :uantidades de "* A? (duas cadeias al!as e duas deltas). #..oli(roma%o$ilia indica :ue h( presen6a de eritrócitos 5ovens.? % #$$ T +K /$$ (n>mero normal. !olico .. de modo :ue a dura6ão do reticulócito se5a maior :ue um dia.tica leve. P Anemia megalo*l(stica ocorre por de!icit de D#? (gastrectomias.+ P ? ou ?.. anemia perniciosa.tico importante. desaparecendo depois em decorrFncia de microin!artos (autoesplenectomia) ## Anemia !erropriva em adultos deve se :uase sempre a perdas pelo trato gastrointestinal ou genital. além do tratamento da causa.. ou se5a. :uando aumentado (C #/ 2) anisocitose. As al!a talassemias ocorrem por de!iciFncia da s.ticas (algumas). !azendo com o :ue o n>mero calculado superestime a :uantidade lan6ada na circula6ão a cada dia (alguns autores recomendam dividir o indice reticulocit(rio corrigido por #.ntese das cadeias al!as) e as *eta talassemias por de!iciFncia da s. mas inade:uada para um paciente com anemia)3 Beve se levar em conta ainda :ue. 9>mero a*soluto de reticulócitos T ? 1$$ $$$ x ?. 2 . + P <an(i%o. #+ P 9as anemias !erroprivas. ? 1$$ $$$ hem(cias % mm .ase.. ? P A determina6ão do n>mero de re%i(&l)(i%os indica como a medula óssea est( reagindo4 aumento de reticulócitos (C #$$ #+$ mil % mm .. mas de instala6ão lenta. ressec6'es ileais.+ 2.+ @ #. havendo anemia.ntese das cadeias de hemoglo*ina. =xemplo4 "* de .) #K A 8BV (8ed cell dispersion Width) indica..He*re  Leucoses.$ $$$) ou diminuido de reticulócitos num paciente com anemia indica insu!iciFncia medular (doen6a medular.) ou (cido !ólico (alcoolismo..perdas sangu. reticulócitos de ?. 1 P Anemia " es.icter. provocada por tumores vesicais. de doen6a medular. doen6a hep(tica . revelando apenas anemia microc..cia  anemias hemol.parasitose intestinal (ancilostom.lenome4alia sugere4 .ase) causam anemia !erropriva.)3 uso de medicamentos :ue reduzem a*sor6ão % antagonizam e!eito do (c.+ con!orme o valor do hematócrito) / P A in!orme por parte do la*oratório da existFncia de . hematócrito de ?+ 2. 0 P "avendo presen6a de n>mero elevado de reticulócitos ocorrer( um aumento no VCM. #? P "emat>ria raramente é causa de anemia3 só ocorre anemia em perda grandes. talassemia menor. P Anemia !erropriva severa pode determinar dis!agia pela presen6a de mem*ranas eso!(gicas ( s/n-rome -e <l&mmer Vinson) K P Ancilostom.cia  sepse.neas crEnicas. anemia perniciosa. inade:uado para um paciente com anemia P anemia hiporregenerativa) >n-i(e re%i(&lo(i%?rio (orri4i-o T ?.??2 (dentro da !aixa normal :ue é de $. lin!omas.. #1 P U poss. a medula óssea larga na circula6ão !ormas mais 5ovens :ue o ha*itual.$ $$$ @ . podemos ter !ormas de severidade vari(vel3 em algumas !ormas ocorre um componente hemol. drogas. devendo se calcular o n>mero a*soluto ou pelo menos !azer a corre6ão para o grau de anemia. Hormas leves. pois os reticulócitos são maiores :ue os eritrócitos maduros. independente da etiologia. ao contr(rio da anemia !erropriva (microc.tica com 8BV aumentado).vel a presen6a de mais de uma causa para a anemia4 de!iciFncia de !olato e !erro na desnutri6ão % alcoolismo . mal(ria.!e*re . doen6a in!lamatória crEnica ou !alta de !atores para a eritropoiese). gesta6ão. A sintomatologia ser( maior nas anemias de instala6ão aguda e poder( ser pouco evidente em anemias. . a reposi6ão de !erro deve continuar por meses (/ P 0 ou mesmo mais) para repor os esto:ues corporais de !erro. P A resultado da contagem de reticulócitos é !ornecido em porcentagem em rela6ão ao n>mero de hem(cias. endocardite. As demais parasitos intestinais não. As %alassemias decorrem de de!eito na s.tica ocorre uma maior necessidade de (cido !ólico para compensar a eritropoiese incrementada. a esplenomegalia ocorre até determinada idade.. Como são v(rios gens envolvidos. g 2. #0 P A terapFutica com !erro oral deve ser iniciada com doses pe:uenas e aumentada nos próximos dias para evitar intolerOncia )J. indica tentativa medular de corrigir a anemia)3 um n>mero normal (. Jsto ocorre nas anemias carenciais. :ue ocorre em pessoas da ra6a negra. L=<. 9ormalmente ocorre a presen6a de "* A# (? cadeias al!as e duas *eta).icter.

ase #.. em mem*ros in!eriores. além de analgésicos. 6 . hipoxemia P indistingu. leucocitose.ticos desencadeados pelo uso de certos medicamentos (sul!as..Anemia Hemol/%i(a <or A. cala!rios.rus D #K #..tico urFmica. As A" imunes geralmente apresentarão teste de Coom*s direto positivo.? P Crises apl(sticas. p>rpura trom*ótica trom*ocitopFnica. metildopa).Ma(roan4io. #. colagenoses. LLCrEnica. hemol.. alguns induzem !orma6ão de complexos imunes... ou e:%ra3as(&lar (no *a6o principalmente). As principais causas de anemia hemol. ocorre icter..ex. hidroxiuréia (aumenta n.cia.. mieloma m>ltiplo./ P Complica6'es venooclusivas4 Crises de dores a*dominais. 5 A Anemia Hemol/%i(a Tra&m?%i(a: Mi(roan4io. antimal(ricos. in!ec6'es por MYcoplasma. circula6ão extracorpórea.. lom*ares.:uidos <. 7odemos ter as seguintes mani!esta6'es4 #.vel de in!ec6ão pulmonar.A presen6a de hem(ceas !ragmentadas (es:uizócitos) sugere o diagnóstico .risionamen%o: no hiperesplenismo. desaparecendo depois por autoesplenectomia conse:Mente @ ocorrFncia de in!artos esplFnicos). outros agem como haptenos e por >ltimo. Crise de se:Mestra6ão esplFnica4 esplenomegalia s>*ita. F A Anemias Hemol/%i(a In-&Gi-a <or B?rma(os: alguns !(rmacos agem modi!icando a mem*rana do eritrócitos (p.veis de hemoglo*ina !etal) 2 . H. caxum*a.dicos. esplenomegalia até aproximadamente os #$ anos de idade. dor lom*ar e dorsal. sarampo. P Colelit.?%i(a: ocorre na Coagula6ão intravascular disseminada. com anemia hemol.. uma ingesta a*undante de l.A0EMIA5 HEMO1@TI. relacionadas a in!ec6'es por 7arvov.os 8&en%es4 pode ser idiop(tica ou associada @ lin!omas.ndrome tor(cica aguda4 dores tor(cicas. em :ue ocorre :uase sempre esplenomegalia.1 ..# P 8etinopatia proli!erativa #. eclOmpsia. acidentes loxoscélicos...# P <or an%i(or.Anemia Hemol/%i(a T):i(a: vistas na mal(ria.7ode ser idiop(tica ou associada @ lin!omas. in!iltrados pulmonares...os $rios4 podem apresentar acrocianose.De$i(iEn(ia De Gli(ose 6 Bos$a%o Desi-ro4enase: determina geralmente episódios hemol. podendo seguir se de cho:ue e morte. hemat>ria. ! A Anemias Hemol/%i(as A&%o Im&nes: podem ser su*divididas nas causadas por anticorpos :uentes ou !rios (crioaglutininas) .tica ocorrendo espontaneamente são mais raras.. Nuase sempre acompanhada de redu6ão da contagem de pla:uetas e leucócitos (pancitopenia).ndr. s..?%i(a: provocada por próteses valvares. Mononucleose.) podendo causar Jnsu!iciFncia renal aguda :uando intensa. Hormas severas..ticas no nosso meio são4 1 A Anemia Bal(i$ormeC Acorre em pessoas de ra6a negra3 clinicamente.) ou in!ec6'es. ..2.. acidentes o!. drogas. A tratamento inclui. hemoglo*in>ria.:ue duram + 1 dias.. . Iratamento4 trans!us'es :uando a anemia !or muito intensa.A5 A hemólise pode ser in%ra3as(&lar (geralmente associada @ !e*re.? P <or an%i(or.+ P Les'es crEnicas3 Asteonecrose Acidente vascular ence!(lico Xlceras de perna Bist>r*ios tu*ulares renais4 dé!icit de concentra6ão. !enomeno de 8aYnaud. além da anemia.

.

doen6as in!lamatórias (A8. !l) 9ão megalo*l(stica Be!icit de !olato "ipotireoidismo 7ré leucemias 7ode ser normoc. neoplasias. tu*erculose.. Jndice de <atura6ão da trans!errina C?$ 2.dos Herro sérico normal ou aumentado (pelas trans!us'es). *ilirru*ina indireta normal.). pro!unda.dos Boen6as crEnicas (#) Jnsu!ic.$ e K. L=<. Herritina normal ou aumentada B"L sérica elevada. !erritina normal ou aumentada Jnsu!iciFncia medular Hre:Mente 7A9CJIA7=9JA <intomas % <inais neurológicos 4 parestesias. osteomielite.tica (#) Anemia de doen6a crEnica 4 in!ec6'es prolongadas (endocardite. Ieste de Coom*s :uase sempre positivo nas iso%autoimunes3 anormalidades das hem(cias em algumas (!alci!orme. endocrinopatias Be!icit D#? Megalo*l(stica Herro sérico diminuido. células em alvo.. *ilirru*ina indireta aumentada. da trans!errina C?$ 2.tica Herro sérico *aixo.ndice de satura6ão da trans!errina G #0 2.Anemias 8BV aumentado Herropriva Ialassemia 8BV diminuido An.) B"L normal.$ !l) 8eticulócitos aumentados 7erda aguda de sangue 0ormo(/%i(a (VCM entre ..). hem(cias !ragmentadas. crEnica "emol. diminui6ão da sens. renal. hem(cias em alvo Herro sérico diminuido. . Mi(ro(/%i(a (VCM G . insu!iciFncia "ep(tica. Jndice de <at. es!erocitose. de d. demFncia Ma(ro(/%i(a VCM C K. reticulócitos diminu.. !l) 8eticulócitos normais ou diminu. !erritina *aixa (G ?$)... .

suspeitar de anemia apl(sica ou hipopl(sica Macrocitose com :ual:uer valor de "* 8eticulócitos normais 7la:uetas normais Herritina normal <angue oculto nas !ezes negativo 8eticulócitos aumentados 8eticulócitos normais ou diminuidos B"L normal Dilirru*ina indireta normal B"L aumentada Di indireta aumentada (8eticulócitos 9 ou diminuidos 9ão é necess(rio investiga6ão adicional Ialassemia 7erda sangu.tica "* entre #$ #? g 2 com microcitose % hipocromia "emoglo*ina G #$ g 2.A9=MJA 9A JBA<A 4 A B=<AHJA BA BJA)9Z<IJCA Daseado em 4 M(rcia 7atrão de Macedo Ar: geriatr gerontol #(#) K #/. #KK1 "* entre #$ #? g 2 9ormoc.nea crEnica Boen6as crEnicas An.tica % normEcrEmica <e houver pancito penia. sidero*l(stica 7erda aguda de sangue ([) "emólise ([) Anemia hipo proli!erativa =ritropoiese ine!etiva Be!icit de D#? Be!icit de !olato "ipotireoidismo ↓ ↓ ↓ . normoc.

drogas D#? 4Anemia perniciosa. =ndócrinas (hi pot. in!ec6ão. Jdiop(tica <ecund(ria (drogas. Jnd e B"L normais) <atura6ão da trans!errina G ?$ 2 Microc.tica ↓ Anemia hemol..... colagenoses. ?0 A*r KK . Cirrose neoplasias. neoplasias. ([[) 7ode estar normal ou diminuido em idosos ([[[) Jn!ec6'es.de eritropo etina B. pode haver macrocitose.) "epatopatias croni cas ([) <e a reticulocitose !or muito acentuadas.tica autoimune 9ão \ Com hem(cias !ragmentadas CCHe G ?+$ ou Herritina C #$$ CCHe ?+$ /$$ Herritina ?$ #$$ CCHe C /$$ ([[) Herritina G?$ Anemias Be!iciFncia de sidero*l(sticas D#? % !olato Mielograma He He Anemia !erropriva Ialassemias Jdiop(tica <ecund(ria 4 neoplasias. drogas. alcoolis mo. ind e B"L aumentadas) 9ormoc..ticas4 8eticulócitos amentados Dilirru*ina indireta aumentada Coom*s direto positivo Coom*s direto negativo Anemias hipoproli!erativas (reticulócitos normais ou reduzidos Dilir.. colage noses) Irans!us'es 7róteses Anemia micro valvulares angiop(tica 9eoplasias (in!ec6'es.tica Macroc. lin!o mas.) <epse Vasculites Brogas Boen6a in!lamatória crEnica ([[[) Be!ic. ceg. ressec6ão ileal. *ilirr.↓ Anemias hemol.. Addison..tica ↓ =ritropoiese ine!etiva (hemólise intramedular) (8eticulócitos normais ou reduzidos. Holato 4desnu tri6ão.