You are on page 1of 1

LECIONÁRIO DOMINICAL – ANO A – 5° DOMINGO DO TEMPO COMUM – TEXTOS BÍBLICOS: BÍBLIA J. F.

DE ALMEIDA REVISTA E ATUALIZADA (*

cf. LECIONÁRIO em: CCT - Consultation on Common Texts, (www.commontexts.org/Default.html)

-

DESENHO: www.servicioskoinonia.org/cerezo/

ALIADOS DE DEUS PARA UM MUNDO NOVO
1ª Leitura: O jejum que agrada a Deus “8a Romperá a tua luz como a alva...” Leitura do Livro do Profeta Isaías (Is 58,7-10) [Assim diz o SENHOR:] 7 Porventura, não é tam ém !ue re"artas o teu "ão #om o $aminto, e re#o%&as em #asa os "o res desa ri'ados, e, se vires o nu, o #u ras, e não te es#ondas do teu seme%&ante( 8 Então, rom"er) a tua %uz #omo a a%va, a tua #ura rotar) sem deten*a, a tua +usti*a ir) adiante de ti, e a '%,ria do SENHOR ser) a tua reta'uarda9 então, #%amar)s, e o SENHOR te res"onder)'ritar)s "or so#orro, e e%e dir): Eis.me a!ui. Se tirares do meio de ti o +u'o, o dedo !ue amea*a, o $a%ar in+urioso10 se a rires a tua a%ma ao $aminto e $artares a a%ma a$%ita, então, a tua %uz nas#er) nas trevas, e a tua es#uridão ser) #omo o meio.dia. Salmos res o!sorial: Salmo 11",#-5,$-7,8a%9 (&'% Sl 11"%#a%9() R. “#a Ao justo, nasce luz nas trevas... a sua justiça permanece pa-ra sempre...” /va!0el1o: Os aliados de Deus

9( ...

# Ao +usto, nas#e %uz nas trevase%e é eni'no, miseri#ordioso e +usto. 5 /itoso o &omem !ue se #om"ade#e e em"restae%e de$ender) a sua #ausa em +u0zo- R.

ser) +amais a a%adoser) tido em mem,ria eterna. 7 Não se atemoriza de m)s not0#iaso seu #ora*ão é $irme, #on$iante no SENHOR. R. seu #ora*ão, em $irmado, não teme, ... ui, d) aos "o resa sua +usti*a "ermane#e "ara sem"re, e o seu "oder se e1a%tar) em '%,ria. R.
9 /istri 8a O

$ não

“1# %&s sois a luz do mundo...” Leitura do /va!0el1o de 2esus )risto se0u!do 3ateus (3t 5,1*-1$) [Na!ue%e tem"o disse 2esus a seus dis#0"u%os:] 1* 4,s sois o sa% da terraora, se o sa% vier a ser ins0"ido, #omo %&e restaurar o sa or( Para nada mais "resta senão "ara, %an*ado $ora, ser "isado "e%os &omens. 1# 4,s sois a %uz do mundo. Não se "ode es#onder a #idade edi$i#ada so re um monte15 nem se a#ende uma #andeia "ara #o%o#).%a de ai1o do a%!ueire, mas no ve%ador, e a%umia a todos os !ue se en#ontram na #asa. 1$ Assim ri%&e tam ém a vossa %uz diante dos &omens, "ara !ue ve+am as vossas oas o ras e '%ori$i!uem a vosso Pai !ue est) nos #éus. 4ra-.o do dia (Livro de 4ra-.o )omum 5 L4), 0% 115) 5i erta.nos, , /eus, da es#ravidão de nossos "e#ados e #on#ede.nos a %i erdade da!ue%a vida a undante !ue nos $izeste #on&e#er em teu 6i%&o 2esus 3risto, nosso Sa%vador, o !ua% vive e reina #onti'o e #om o Es"0rito Santo, um s, /eus, a'ora e sem"re. Amém. 6e!-.o (Livro de 4ra-.o )omum 5 L4), 0% 105): 7ue o 3risto, 6i%&o de /eus, a%e're os nossos #ora*8es #om as 9oas Novas do seu Reinoe a 9:n*ão de /eus Oni"otente, Pai, 6i%&o e Es"0rito Santo, se+a #onvos#o, e #onvos#o &a ite eternamente. Amém$

"ª Leitura: A força que vem dos fracos “"( ... Tenham toda a riqueza da forte convicção do entendimento, para compreenderem plenamente o mistério de Deus, risto” Leitura da Primeira )arta de Paulo aos )orí!tios (1)or ",1-5)
1 Eu,

irmãos, !uando $ui ter #onvos#o, anun#iando.vos o testemun&o de /eus, não o $iz #om ostenta*ão de %in'ua'em ou de sa edoria. " Por!ue de#idi nada sa er entre v,s, senão a 2esus 3risto e este #ru#i$i#ado. * E $oi em $ra!ueza, temor e 'rande tremor !ue eu estive entre v,s.
#A

min&a "a%avra e a min&a "re'a*ão não #onsistiram em %in'ua'em "ersuasiva de sa edoria,

mas em demonstra*ão do Es"0rito e de "oder, 5 "ara !ue a vossa $é não se a"oiasse em sa edoria &umana, e sim no "oder de /eus. +,lama-.o ao /va!0el1o: (2o 8,1"() “... !u sou a luz do mundo" quem me se#ue não andará nas trevas" pelo contrário, terá a luz da vida$”