You are on page 1of 4

EDIÇÃO 01 Abril de 2007

Destaque:

Pneu remold
TIRAGEM DE 1.500 EXEMPLARES PARA DISTRIBUIÇÃO EXCLUSIVA NO JORNAL CORREIO DO SUL, EDIÇÃO DE 19/04/2007 - ARROIO GRANDE/RS

Um produto
ecologicamente
correto

Confira também:

Marreta
já era...
Conheça as vantagens
de uma borracharia
automatizada

Conforto
com economia
Revise sua suspensão
preventivamente, você só tem a ganhar
Pneu remold Marreta
Um produto ecologicamente correto já era...
A nova borracharia
Antigamente era comum nos deparar-
mos com borracheiros tipo
alterofilistas, com suas paredes enfei-
tadas com posters de mulheres em po-
ses sensuais (onde os pais de família
não se sentiam convidados a levar mu-
lher e filhos...). Numa imagem surreal,
que guardo na lembrança de quando
criança, eles vinham “armados” com
marretas e pontaletes para consertar

Divulgação
um simples pneu...

Embora ainda muitos destes


borracheiros teimam em existir nos dias
de hoje (coitados dos pneus radiais e
sem camara!), basta olharmos à nossa
volta e notaremos que muitas vezes pelo
mesmo preço, ou até mais barato, en-
contraremos postos de serviços
>> Veículo de rallye utilizando pneus automotivos totalmente automa-
remold. No detalhe, vista parcial da tizados, com ferramentas, insumos e
técnicas modernas compatíveis com as
linha de produção da BS Colway
rodas e pneus que equipam nossos veí-
culos.
Mesmo com todos os governos se esforçando em conter o
consumo de insumos industriais virgens, sempre nos de- O sistema pneumático dos carros,
camionetes e motos atuais exigem aten-
paramos com grandes prejuizos ao meio ambiente. Agora
ção de profissionais treinados de acor-
imagine: já pensou se não houvesse nenhum tipo de aten- do com as novas normas exigidas. Caso
ção? Mas este é o mundo moderno... contrário o risco de ter de usar câmara
num pneu “sem câmara”, por culpa do
Dentre os avanços tecnológicos em prol da economia de insumos, talão estourado, ou ainda uma roda que
um produto que se destaca, já há vários anos, é o pneu remold (não chega a exigir 150/200 gr (!!!) de chum-
confunda com ressolado ou recapado!), proveniente da nova técni- bo para balanceá-la (quando o normal
ca de remoldagem de pneus em condições de reaproveitamento, de- é apenas 10 ou 20 gr), tudo por culpa
de super-marretadas, é muito grande.
senvolvida pioneiramente pela empresa francesa Michelin, aperfei-
Para maltratar nossos pneus e rodas, já
çoada por vários fabricantes, e utilizados em grande escala na Euro- bastam nossas ruas esburacadas, não é
pa, Estados Unidos e América do Sul, inclusive no Brasil, onde se mesmo? Pense nisso!
destacam alguns fabricantes, como a BS Colway e Chimango, dentre
outros. Este processo economiza diversos litros de petróleo em cada Importante: que esta crônica não sir-
unidade e uma quantidade considerável de poluentes na atmosfera va para desmerecer os antigos profissi-
(imagine esta vantagem quando se fala em milhões de pneus... com onais desta área que já nos serviram em
certeza a natureza agradece, não é verdade?). diversos momentos, e sim como incen-
tivo, pois o avanço tecnológico é im-
placável.
“Buscando encontrar uma outra opção de pneus para instalar em
meu carro, me surpreendi com os remold... pelo preço de dois origi-
nais, ou até menos, compro os quatro. Já utilizo este tipo de pneu há
vários anos e, considerando o preço, a garantia, por ser um produ-
to nacional , além de ser um produto ecologicamente correto, fico
sempre satisfeito pela escolha”, diz Antonio Candido, de Arroio Gran- Mídia Direcionada ao Setor Veicular

de, proprietário de um Gol. Editor e redator: Zaqueu Soares

Consultor técnico nesta edição:


Segundo as empresas que atuam neste setor, todos os pneus destina- Mecânico Marcos S. Candido
dos à remoldagem são selecionados, passam por exames dimensionais
Jornalista responsável:
e estruturais e, depois de preparados, são remoldados da mesma for- Paulo Giovani Araújo (MTb: 11700)
ma que os pneus originais, além de testes de rodagem, o que lhes
Tiragem: 1.500 exemplares
proporcionam qualidade bem próximo aos originais, inclusive no ------------------------------------------------------------
quesito balanceamento. É importante também frizar que os pneus
Contatos e sugestão de pauta:
remold são utilizados até em carros de corrida e aviões e têm garan- Telefone: (0xx53) 9143-1680
tia de 30 mil km contra defeitos de fabricação. Email: virgodesign@bol.com.br

MOTRIX | Edição 1 | Página 2 | Arroio Grande - RS | Abril de 2007


MOTRIX | Edição 1 | Página 3 | Arroio Grande - RS | Abril de 2007
Conforto com economia
Revise sua suspensão preventivamente, você só tem a ganhar

O bom motorista, para dirigir com conforto de hoje: mesmo depois de deparar-se com um ruí-
e segurança, procura sempre estar atento se dos na parte inferior do veículo, um de seus clien-
o veículo está em ordem. Faz troca de óleo, tes não se preocupou e prosseguiu usando-o nor-
manda trocar os pneus antes de ficarem to- malmente por várias semanas, até que um furo em
talmente carecas e os mantêm sempre cali- um dos pneus o forçou a procurá-lo para a devida
brados, completa o nível de água do radia- assistência. Além do conserto no pneu, foi-lhe ofe-
dor e do lavador de para-brisa, etc e tal. recido uma revisão onde se constatou várias irre-
gularidades na suspensão, oriundas da falta da tro-
“Mas isto não tem se mostrado o suficiente, pois, ca dos amortecedores após seu tempo útil de vida.
juntamente com a modernização dos veículos, tam-
bém mudou os procedimentos de manutenção”, in- Com os amortecedores do veículo não mais cum-
forma o nosso consultor técnico, o mecânico Mar- prindo sua função, uma reação em cadeia forçou
cos Soares, da Agilis Automotiva (rua Severo Feijó, todos os coxins e buchas da suspensão, até ficar no
nº 260, no centro de Arroio Grande). À todos os popular “ferro-com-ferro”, desgastando até as ban-
clientes que freqüentam seu centro automotivo, ele dejas que sustentam as rodas, o que fez desalinhar
demonstra a importância da revisão preventiva e totalmente a direção (chegando ao cúmulo de apa-
recomenda o motorista não esperar os problemas recer os arames da carcaça dos pneus). A solução
aparecerem no veículo, considerando que, desta for- do problema? Uma revisão completa de todo o sis-
ma, estará economizando tempo e dinheiro. “Uma tema de suspensão, com a troca de vários compo-
revisão completa geralmente é cara e muitas ve- nentes, incluindo pneus.
zes demorada, deixando o motorista a pé e com a
carteira vazia”, salienta. Fica a dica: revise preventivamente a suspensão
de seu veículo, pois ela está em constante desgaste.
Ele nos citou um exemplo bastante comum nos dias Agindo assim, com certesa, você só tem a ganhar.

MOTRIX | Edição 1 | Página 4 | Arroio Grande - RS | Abril de 2007