editorial

Finalmente os novos juniores!
Esperamos uma temporada impacientes, com escassas informações da parte dos HTs sobre como seria o novo sistema de juniores anunciado no início da temporada 19. Circularam muitas teorias, fórmulas e “achismos” de como seria o novo time, os jogos da liga juvenil e o treino. A expectativa em torno da novidade era muito grande, principalmente com a onda geral de decepção com o jogo, ocasionada por partidas com resultados incompreensíveis e a instabilidade da economia que vem tomando conta do Hattrick nos últimos tempos. Mas o grande dia finalmente chegou. O dia 26 de março de 2007 provavelmente entrará para o futuro Livro do Hattrick como um dia marcante, tanto pela introdução de uma das maiores mudanças do jogo, como também um dia de grande confusão e instabilidade nos servidores suecos/suíços. O site do Hattrick não conseguiu suportar tamanha expectativa reprimida por tanto tempo e com o enorme número de usuários online criando times, ficou tão lento que quase impossibilitou o uso do site durante o dia todo, inclusive saindo do ar diversas vezes. E é justamente para atender àqueles que ficaram sem poder acessar o HT naquele momento e que agora encontram tópicos na Conferência com mais de 300 posts é que a Garrafa Cheia traz para a comunidade brasileira um resumo de tudo que muda com o novo sistema de juniores do Hattrick. Por isso, se você ainda não entendeu nada de como tudo funciona, pegue uma bebida, sente na frente do micro e divirta-se. Também fizemos um apanhado de como foi a 9ª edição da Copa do Copo, que foi uma das melhores, mas também uma das mais polêmicas de sua história. Preparado? Então mate a saudade dessa Garrafa Cheia Edição Especial!

expediente
A revista Garrafa Cheia é o periódico da Federação Brasileiros Alcoólicos Reunidos (BAR) do jogo de futebol virtual Hattrick (www.hattrick.org)

MATÉRIAS:
Escola de Juniores do Hattrick: Ahmaral (SkindFlash) alesalvatori (Dogfather F.C.) Copa do Copo IX - Módulo Cerveja: nagawill (Tarugo no 6) Copa do Copo IX - Módulo Chopp: Kakarolho (Esporte Clube Vila Hortência) Copa do Copo IX - Módulo Colarinho: Laranjeiro (Passaralho FC) Direção de arte e editorial: alesalvatori (Dogfather F.C.) Capa: Arthur_ (FC Guerrilheiros) Editor em férias: villefort (Unidos United)

Março/2007 Tiragem: 78 mil exemplares Parte integrante do Fórum do BAR. Não pode ser vendido separadamente. http://htbar.free.fr

O melhor ponto de encontro do HT brasileiro! Discussões sobre o jogo, análise de táticas, estratégias de treino e dicas para novatos, tudo em clima de total descontração. Quem quer se enturmar e aprender tem que passar por lá.

http://htbar.free.fr

Agora você pode ter um segundo time sem quebrar nenhuma regra
Na prática é isso mesmo: você vai ter um segundo time no Hattrick! Isso porque a nova Escola de Juniores não é apenas um novo sistema de categorias de base, é realmente toda uma nova equipe, com direito a nome, técnico, estádio e jogadores completamente independentes do seu time principal. Até a própria engine do jogo é diferente, com possibilidade de formar ligas oficiais com outros times de juniores. Isso traz uma nova dinâmica no jogo, além de servir de um verdadeiro "campo de testes" para o HT incluir novas ferramentas no futuro. Apesar de ser um time nos mesmos moldes do seu time habitual, alguns detalhes fazem a diferença. Por exemplo, você não pode ver quais são as habilidades dos seus juniores, nem poderá vendê-los. Os HTs já prepararam um ótimo FAQ com as principais dúvidas sobre o novo sistema, mas algumas perguntas continuam sem resposta. Então, a Garrafa : Cheia preparou um apanhado geral das principais características desta empolgante novidade. . Leia com atenção e coloque a molecada pra correr atrás da bola!
- Administrar uma Escola de Juniores custará no mínimo R$ 20.000 por semana, com direito a um olheiro. Se você quiser contratar outros dois terá que pagar R$ 10.000 semanais por cada um. - O time se inicia com 15 jogadores. Eles não têm salário ou qualquer custo de manutenção em separado. - O único profissional que pode ser contratado para o time é o olheiro. Não há médicos, fisioteraupeutas, assistentes, etc. - O técnico dos juniores não pode ser alterado e já está incluso no custo de R$ 20.000. - Você pode investir paralelamente nos dois sistemas (o novo e o antigo), porém só poderá puxar um junior a cada semana, ou de um sistema ou de outro.

Administração

- Entram no time com 15 ou 16 anos. - Têm idade definida em anos e dias. Fazem aniversário em dias separados, diferentemente do time principal. Um ano para o jogador tem 112 dias (16 semanas x 7 dias). - Podem ser promovidos para o time principal a partir dos 17 anos. - Se não forem promovidos, podem ficar nos juniores até os 19 anos, quando vão embora automaticamente. - Não há como ver personalidade nem habilidades dos jogadores. Para saber a melhor posição é preciso testá-lo em todas e ver em qual ele se sai melhor. Mas atenção para o fator forma, que pode confundir. - O máximo de jogadores que um time pode ter é 16. Ou seja, se você tiver esse número máximo e quiser que um olheiro vá procurar um novo jogador, terá que primeiro despedir um dos seus.

Jogadores

- Para colocar seus juniores para jogar, você precisa inscrevê-lo em um torneio de juniores - ou organizar o seu próprio. - É possível definir dia e hora dos jogos. Os horários são bastante flexíveis. - Os torneios são disputados em jogos de ida-evolta, como na liga principal do HT. Mas é possível montar ligas de 4, 6, 8, 12 ou 16 times (as duas últimas opções apenas para sócios-HT).

Jogos

Treino
- É possível definir 2 treinos, primário e secundário. - Definir os 2 treinos iguais diminui o efeito do mesmo. É mais eficiente definir 2 tipos diferentes. - Os treinos acontecem imediatamente após os jogos. - Jogos das ligas valem mais para o efeito do treino do que amistosos. - Assim como no time principal, os jogadores precisam atuar em posições correspondentes à habilidade treinada para receber o efeito. - Os tipos de treino são idênticos ao do time principal, exceto pelo treino "individual". Neste tipo de treino, os jogadores recebem um pequeno incremento na habilidade principal correspondente à posição em que atuaram (zagueiros aumentam defesa, meias armação, atacantes finalização, etc).

- É possível ter até 3 olheiros, cada um custa R$ 10.000 reais de salário por semana. - Cada olheiro pode ter definida uma posição e uma região na qual fará a busca. Se procurar em qualquer posição a chance de encontrar um jovem talento aumenta. - Não há diferença entre as regiões nas quais o olheiro pode buscar (pelo menos por enquanto). A chance de descobrir um jogador promissor é a mesma para todas as regiões. - Os olheiros só podem atuar no próprio país do time. Os HTs sinalizaram que no futuro será possível contratar olheiros no exterior, mas com restrições. - Quando você contrata um olheiro extra, ele só vai poder começar a buscar juniores na semana seguinte, não na atual.

Olheiros

- Após todas as vagas serem preenchidas, a liga é ativada e tabela e classificação são geradas automaticamente. - Não é possível deixar uma liga após ela ter sido ativada. Apenas ao fim do torneio algum time pode sair e se juntar a outra liga. - Times inscritos em ligas podem também disputar amistosos. Eles acontecem a cada 3 semanas, e a marcação é similar aos amistosos do time principal. - A ferramenta de escalação é igual ao dos times principais, exceto pelos atributos ocultos. - Os HTs deram a entender que o sistema que processa os jogos dos juniores é um pouco diferente do principal.

Administração

Como já foi falado, você pode optar por continuar com o sistema tradicional de juniores. Como ele já é bastante conhecido da maioria dos usuários, não precisamos falar nele, né?

Sistema an tigo

Jogadores

- Uma vez por semana você pode ligar para o olheiro. Se ele encontrou um jogador, você pode escolher ficar com ele ou descartá-lo. Se descartar, você pode consultar outro olheiro. - Não é possível ver as opções em cada olheiro e depois escolher a melhor. Se um olheiro lhe mostra um jogador, você tem que aceitálo ou descartá-lo na hora. - Se o olheiro não encontrar nenhum jogador, ele lhe avisa e você pode consultar outro.

O sistema ainda está em desenvolvimento, e muitas novidades podem aparecer. Fique atento aos comunicados dos HTs e acompanhe as discussões sobre o assunto para não ficar pra trás. Se sobrar alguma dúvida, corra pro Fórum do BAR que a gente investiga!

Um jeito diferente de acompanhar o Hattrick! Bate-papo online com comentários sobre jogos dos times do BAR, dicas para iniciantes, conversa de butiquim e muita zoação. Quem quer se divertir tem que passar por lá.

http://htbar.free.fr

Altos e baixos de uma edição histórica
Se o W e o O fossem números romanos, poderíamos muito bem substituir o IX que indica a 9ª edição de uma das competições mais tradicionais do Hattrick brasileiro. O número de WOs ocorridos nessa Copa do Copo superou o das edições anteriores, frustrando todo o trabalho dos organizadores da competição, que lutam constantemente para que todos os jogos se realizem dentro do campo. O descaso e falta de compromisso de alguns participantes culminou na primeira final com WO em toda a história do BAR. Mas apesar disso, essa edição foi também muito emocionante, com alguns encontros inéditos e outros eletrizantes. Pela primeira vez a fórmula para os Módulos Chopp e Cerveja foi mudada: apenas o primeiro de cada grupo se classificava para os playoffs, o que ocasionou brigas acirradas por pontos ou, em certos casos, até mesmo pelo saldo de gols. Nessa edição da Garrafa Cheia convidamos três times participantes para falar sobre cada módulo. Confira o que cada um deles achou dessa CdC. .

Módulo Cerveja
por nagawill Nesta edição foram 32 times divididos em 8 grupos, classificando-se apenas os campeões de cada grupo. Isto acabou gerando uma chuva de desistências dos times mais fracos que se viram sem chances de classificação e simplesmente sumiram no meio da competição. Uma ofensa à organização do evento e ao espírito da Copa do Copo. Se não agüenta, por que veio? Mas os que ficaram mostraram que são exigentes e não se contentam em beber apenas Cerveja. Queriam mesmo o título e uma vaga no Chopp. Na fase de grupos destaque para AGRIZZI e No Sei que se classificaram no saldo de gols após vitórias arrasadoras sobre seus concorrentes diretos Wardis e o tradicional Hienas do Lixão. 8 x 1 em ambos os jogos. Classificaram-se ainda Basídio, Pereiras, Tarugo No 6, Flumens, Pedala e Pehtorto (que está torto mesmo após o presidente, embriagado, romper os ligamentos do pé tropeçando na escadaria de seu próprio clube). Nos playoffs a coisa esquentou de verdade e tivemos grandes jogos. Com a promoção ao módulo Chopp garantida, os times brigavam pelo caneco. Destaque para a chuva de gols no jogo No Sei x Basídio pelas quartas-de-final (5 x 4). No Sei arrancou a vitória em cima do favorito Basídio assim como o Pereiras, que conseguiu surpreender o forte Flumens vencendo por (4 x 2). Tarugo No 6 e Pehtorto fizeram a lição de casa e bateram AGRIZZI e Pedala pelos placares de (3 x 0) e (4 x 0) respectivamente. continua

Módulo Cerveja - continuação
Na semi-final tivemos o mais emocionante jogo do módulo.Travado entre Pereiras e Tarugo, a pelota estufou a rede nada menos que 11 vezes sem nenhuma chance perdida. Puro futebol ofensivo. O jogo do “cutucou, marcou” terminou com a vitória do time das pêras pelo placar de 6 x 5, classificando a equipe para a grande final contra o Pehtorto, que garantiu a vaga num jogo suado (1x0) contra o No Sei pelo outro lado da chave. Na disputa do 3° lugar o Tarugo não tomou conhecimento do No Sei e garantiu o bronze por (5 x 0). Pereiras e Pehtorto. Coliseu de Zunthor, casa do Skindflash. Tempo bom, noite bonita e fresca. Este foi o palco da decisão. Ciente da superioridade do meio-campo adversário, Pereiras apostou nos contra-ataques, enquanto Pehtorto concentrou todas as suas forças ofensivas pelo centro. Os gaúchos saíram na frente, mas apesar de dominarem a posse de bola, tomaram uma virada e terminaram o primeiro tempo atrás. Placar parcial (2 x 1). Tentando buscar o prejuízo, o Pehtorto foi com tudo para cima do adversário no segundo tempo, mas acabou se abrindo demais e a vantagem aumenta, definindo o placar em (4 x 2). Assim, o caneco de ouro do módulo Cerveja vai para o Pereiras. Atônito, o presidente do clube paulista campeão mal podia acreditar na vitória e a única coisa que conseguiu dizer após o jogo, no fórum do BAR, foi: - Ganhei ? .

Módulo Chopp
por kakarolho Com 32 times lutando pelas 8 vagas dos playoffs, o Módulo Chopp é um dos mais agitados da CdC, trazendo como sempre muitas surpresas. Nessa edição não foi diferente. . Na fase de grupos a guerra comeu solta, com destaque para os grupos A e E. No primeiro, Netuno FC e Água Ardente FC terminaram praticamente empatados, com coincidência no número de vitórias (5) e de derrota (1). A classificação veio ao rei das águas pelo saldo de gols, 24 (número da sorte da equipe) contra 23 de Água Ardente. Já no grupo E, somente 1 ponto separarava o líder do segundo e terceiro colocados. Levanta a Poeira chegou aos playoffs com grandes chances de ir à final, após passar pelo que foi considerado por muitos o grupo mais forte do Módulo. Um outro destaque na primeira etapa foi o Hickteam, único a terminar a fase de grupos com 100% de aproveitamento. Nos playoffs o Chopp esquentou, 8 equipes em embates emocionantes. O até então invicto Hickteam encarou o Netuno e se despediu da CdC num belo jogo (4x5) com gol de ouro na prorrogação. Azambuja enfrentou o Pirulitu e ficou para trás (1x3), Brazucas Boys pegou a pedreira do Pernetas (não tão pernetas) do Catolé e, mesmo sendo o grande favorito, levou goleada (2x6). Por fim, Levanta a Poeira não teve dificuldades em passar o Flacaxias , ganhando o jogo por 5x3. Na semi-final Netuno e Pirulitu fizeram um jogo pra cardíaco. O Pirulitu, que pela primeira vez participava de uma semi-final de Copa do Copo, abriu o placar mas levou o empate logo em seguida. A quantidade de chances perdidas pelo time de Tocantins acusava que hora ou outra a bola entraria. E não deu outra: Netuno 1 x 2 Pirulitu. Já do outro lado o Pernetas não segurou a poeira que veio pra cima e levou 3 gols do Levanta a Poeira. continua

Módulo Colarinho
por Laranjeiro É... chegou ao fim mais uma CdC. É impressionante o sucesso dessa competição, a cada edição temos novas surpresas e novas emoções, então chega de rasgar seda e vamos aos comentários finais sobre o Colarinho. No grupo A tivemos: Gavião riopretense, Guanabara, Dogfather, CFQ, Guerrilheiros, e UJS, que virou bot já na primeira semana da competição. No grupo B: Firula Futebol e Arte, Unidos United, Blitzkrieg, Skindflash, Urubu Rei e Baba do Quiabo, 2 grupos fortes e bem equilibrados.

Módulo Chopp - continuação
Na disputa do 3° lugar o Pernetas goleou o Netuno por 4x0. Após o jogo, o rei dos mares veio a público e revelou que havia entregado o jogo. A justificativa foi que “nosso time ainda está muito distante em qualidade aos times do Colarinho” e completou: “Será mais sedutor tentar conquistar o titulo do Chopp X”. Agora, só São Randão pra dizer se foi mesmo o medo do rei ou a qualidade de onze pernetas que regeram esse resultado. Achou tudo isso muito triste? Aha! Ainda falta a final! A final mais esperada do módulo mais quente da CdC teve um desfecho no mínimo polêmico. O time do Pirulitu acabou levando as regras ao pé da letra e reclamou o título sem jogar, tudo pelo fato do Levanta a Poeira ter se atrasado e ultrapassado o limite de horário para aceitar o jogo, tornando-se assim a primeira final com WO da história da competição. Uma atitude que, apesar de estar dentro das regras, deixa manchado o título do Módulo Chopp IX.

o

O Dogfather perdeu a classificação no confronto direto que teve contra Gavião e Guanabra, em ambos foi duramente goleado por 5x2. “É... Tertúlio Cruel nos desapontou...”, disse um desiludido torcedor do time francês, ao perceber que o “matador” não esteve nem entre os 5 goleadores dessa edição. Já no outro grupo o Baba do Quiabo e o Blitzkrieg (pô, não tinha um nome mais fácil, não?) foram prejudicados por ainda participarem da Copa do Brasil. Os dois WOs do Blitz foi justamente o que decretou a não classificação do time para a próxima fase, com uma diferença de apenas 2 pontos para o Unidos, classificado. C.F.Q. e Guerrilheiros, que vieram do Chopp, conseguiram se firmar no Colarinho e se mantiveram na elite do BAR. Na semi-final, tanto Unidos United quanto o Guanabara Esporte Clube foram batidos por goleada pelos outros semi-finalistas, o que prometia uma das finais mais emocionantes dos últimos tempos. De um lado, o Gavião riopretense, tradicional time da CdC que, apesar de conhecido por sempre morrer na praia, foi o líder do Ranking do BAR durante toda a temporada. De outro, Firula Futebol e Arte, o então tri-campeão do Colarinho. A briga prometia. O jogo começou bem marcado, com Gavião batendo muito. Mas foi uma questão de tempo até o experiente Firula se impor no jogo e garantir mais um título, ganhando de 3x0. Com isso o time mineiro entra mais uma vez na história do BAR como o primeiro tetra campeão da competição. Na luta pelo 3° lugar, o Guanabara bateu fácil o Unidos, garantindo o bronze.

Os Bons, Os Maus e Os Feios
Os Bons
Troféu Dadá Maravilha Colarinho

Confira quem fez bonito - e quem devia ter ficado em casa - nesta edição da CdC. Chopp João Carlos Cintra (Marofa FC) e Güner Elyak (Azambuja)
7 gols marcados

Copa do
Cerveja
8 gols marcados

Copo IX

Mark Ageorges (gavião riopretense)
6 gols marcados

Johann Wolfgang Beiner (HFC) e Hilbrand Drogt (goku fc) pereiras futebol clube
40 gols marcados

Troféu Caiu na Rede é Peixe Troféu Teleguiado Troféu Corpo Fechado Troféu Constelação Troféu Show de Bola Troféu Fominha Troféu Panzer Troféu Fortaleza

Firula Futebol e Arte
31 gols marcados

Netuno FC Copa F.C.

31 gols marcados 100% de chances aproveitadas

Urubu Rei F.C.
5 gols sofridos

83% de chances aproveitadas

Coelhões Imbatíveis F.C. Pehtorto
7 gols sofridos

100% de chances aproveitadas

Baba do Quiabo Baba do Quiabo
Média de 61,5 estrelas por jogo

Fugitivos do Méier
2 gols sofridos

São Jorge FC

Média de 47 estrelas por jogo

pereiras futebol clube pereiras futebol clube Pehtorto

Média de 43,5 estrelas por jogo Média de 155 hatstats por jogo Melhor meio-campo: bom (mto baixo)

Firula Futebol e Arte Firula Futebol e Arte Baba do Quiabo SkindFlash Colarinho Unidos United

Média de 230 hatstats por jogo Melhor meio-campo: fenomenal (baixo) Melhor ataque: genial (baixo) Melhor defesa: formidável (baixo)

Água Ardente F.C. levanta a poeira

Média de 184 hatstats por jogo Melhor meio-campo: fenomenal (baixo)

Massacration S.C.

Melhor ataque: fenomenal (mto alto)

Tarugo No 6 0800-FC Cerveja

Melhor ataque: brilhante (baixo) Melhor defesa: fenomenal (mto alto)

Filhote P.I.M.P. Futebol e Álcool
Melhor defesa: fenomenal (baixo)

Os Maus
Troféu Junior Baiano Troféu Canela de Vidro

Chopp Azambuja
5 lesões 13 cartões amarelos

8 cartões amarelos e 3 vermelhos

pereiras futebol clube
12 cartões amarelos

Firula Futebol e Arte
3 lesões e 2 band-aids

Gentileza GG Chopp VILA DA PENHA FUTEBOL CLUBE
33 gols sofridos

Esporte Clube Vila Hortência
5 lesões e 1 band-aid

Os Feios
Troféu Johnny Mirolha Troféu Charles Guerreiro Troféu Apagão Troféu Tabajara FC

Colarinho
25 gols sofridos

Cerveja Bonafe
33 gols sofridos

Troféu Corrimão de Rodoviária Urubu Rei F.C. Unidos United
4 gols marcados 12 chances perdidas

Pica-pau Esporte Clube
13 chances perdidas 1 gol marcado

pereiras futebol clube e Pehtorto
18 chances perdidas

Baba do Quiabo Urubu Rei F.C. Urubu Rei F.C.
Média de 32,5 estrelas por jogo Média de 106 hatstats por jogo

Avaré Futebol Clube Fugitivos do Méier Fugitivos do Méier
Média de 22 estrelas por jogo Média de 84 hatstats por jogo

Paulista.Jd e MEC02
Nenhum gol marcado

Bonafe Bonafe

Média de 18 estrelas por jogo Média de 55 hatstats por jogo

O torneio mais etílico do Hattrick! Mais de 100 clubes, divididos em 3 divisões. Jogos emocionantes, táticas mirabolantes, zebras fantásticas e diversão a rodo. Quem quer competição tem que passar por lá.

http://htbar.free.fr