You are on page 1of 1

O PODER DA LÍNGUA

Amados,

A Paz do Senhor,

Tiago 3.7,8 nos fala que o ser humano é capaz de dominar todas as criaturas e tem dominado os animais selvagens, os pássaros, os animais que se arrastam pelo chão e os peixes. Mas ninguém ainda foi capaz de dominar a língua. Ela é má, cheia de veneno mortal, e ninguém a pode controlar. Você já parou para meditar nesta passagem bíblica e pensar no poder que existe nas palavras? Como você tem usado esta “arma” poderosa, que é a sua língua? Precisamos pensar mais a respeito do que falamos, de quem falamos e como falamos, pois a palavra de Deus trata deste assunto e afirma que se alguém cuida ser religioso e não refreia a sua língua, antes engana o seu coração… podemos ver isso no livro de Tiago 1.26. Este texto reforça a ideia de que não basta irmos à igreja e sermos “religiosos”, precisamos guardar a nossa língua. Você consegue guardar a sua língua? Meus irmãos, nós somos cidadãos do Céu, por isso, devemos viver de maneira santa e irrepreensível, no exercício de uma linguagem sã que promova a edificação e não a destruição. Até mesmo porque, a bíblia também nos diz que quem é cuidadoso no que fala evita muito sofrimento (Provérbios: 21.23). Se formos cuidadosos no falar evitaremos muita destruição, você concorda? Quantas vidas e famílias já foram destruídas por causa de palavras ofensivas e desrespeitosas? Lembre-se, com a nossa língua podemos abençoar e edificar ou amaldiçoar e destruir, como você está usando a sua língua? Vamos aproveitar esta ministração para nos avaliarmos e concluirmos se temos feito bom ou mal uso da nossa língua, pois, nunca é tarde para revermos os nossos conceitos e reavaliarmos as nossas atitudes. Temos uma grande responsabilidade com aquilo que falamos, pois a língua tem poder sobre a vida e sobre a morte...(Provérbios 18.21). Podemos matar ou levar a vida para as pessoas que estão ao nosso redor, através da nossa língua. Precisamos então decidir o que nós queremos fazer, matar ou dar vida. Quero lhe fazer um desafio: a partir de agora, vamos nos dedicar e exercitar mais o que a bíblia nos ensina, vamos fazer um bom uso das palavras e edificar a vida dos nossos irmãos e amigos, vamos elogiar mais uns aos outros, dar palavras de ânimo e incentivo para os desanimados, vamos encorajar os que estão temerosos, sejamos otimistas no falar e procuremos ver tudo pelo lado positivo. Provavelmente nós não iremos perceber grandes mudanças nos primeiros dias, mas com certeza nós teremos plantado boas sementes que futuramente brotarão e trarão grandes resultados, mas ainda assim, nós vamos compreender que nós mesmos fomos os maiores beneficiados!

Que Deus nos ajude, a fazer da língua um instrumento de vida.

Em Cristo,

Pr. Gedson Alves