You are on page 1of 10

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Centro de Ciências Aplicadas e Educação Ciências Contábeis

Trabalho de Consultoria em Contabilidade

Caio Felipe Rogério Ivo Almeida Thiago Felipe João Batista

Mamanguape Julho de 2013

Trabalho de Consultoria em Contabilidade Caio Felipe Rogério Ivo Almeida Thiago Felipe João Batista Pesquisa do Curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal da Paraíba apresentado ao Professor Dimmitre Morant da disciplina de Consultoria. Mamanguape Julho de 2013 .

.............................................. 9 REFERENCIAS: ..........................................................................................................................................................................................SUMÁRIO CONSULTORIA..... 4 A CONSULTORIA DURANTE A ATIVIDADE DA EMPRESA............. 5 SERVIÇOS DE CONTABILIDADE ..................................................................................................................................................... 7 SETOR FISCAL ........ 8 PERÍCIA ............................................................................................................................................................................................................ 4 A CONSULTORIA NO ENCERRAMENTO DA EMPRESA .............................................................................................................................................. .................................................................................................................................................... 5 O CLIENTE E A CONSULTA ................................................................... 4 NA CONSTITUIÇÃO E NA FASE PRÉ-OPERACIONAL ............................................................................................ 7 SETOR PESSOAL .............................................................................................. 7 AUDITORIA ....................................................................... 7 SETOR DE PROCESSOS ........ 7 SETOR CONTÁBIL ..................................................... 9 ASSESSORIA ............ 10 ...................................................................................................................................................... 5 HABILIDADES NECESSÁRIAS AO CONSULTOR .........................................................................................................................

devem merecer atenção especial e uma consulta ao seu contador. Capacidade do consultor de transformar sua experiência em conselhos úteis a seus clientes. Custos e despesas. Serviços de terceiros. Recursos humanos. Compras. Documentos a ser enviados à empresa contábil. Compra de imóveis. transferências e beneficiamento de produtos e mercadorias.CONSULTORIA Consultoria. com as informações mais comuns com as principais duvidas dos clientes. Venda de bens do ativo imobilizado. Venda de produtos. Quais informações devem conter num manual de instruções detalhado?               Documentos de constituição e funcionamentos. Aquisição e venda de bens do imobilizado. por não serem rotineiros. estando orientado pelo manual na sua rotina empresarial. atente para fatos e acontecimentos que. A CONSULTORIA DURANTE A ATIVIDADE DA EMPRESA. Mantendo assim a continuidade da relação empresário consultor por longo tempo. Arquivo. Fases em que se presta consultoria as pessoas jurídicas. É nessa primeira consulta que o profissional deve dar a melhor atenção possível no atendimento. É importante o fornecimento de um manual de instruções. durante sua atividade e no encerramento da empresa. Estoques. pelo contrario deverá fazer com que ele fique ciente de que a legislação é complexa e que. esse manual não tenha a finalidade de evitar que o cliente busque consultas. . NA CONSTITUIÇÃO E NA FASE PRÉ-OPERACIONAL Nessa fase o candidato a empresário busca principalmente duas coisas: saber quanto tempo vai demorar para legalizar sua empresa e quanto irá custar. Documentos referentes à movimentação bancária. Compra de veículo. Na constituição e na fase préoperacional. prestando um serviço de excelência para ganhar a confiança e o retorno do cliente a empresa contábil. Nessa fase os empresários buscam os consultores geralmente por causa das duvidas que surgem no inicio do negocio. mercadorias e serviços.

Separação matrimonial e administração dos tributos. Entrada e saída de sócios. a decisão. O CLIENTE E A CONSULTA O consultor é um profissional requisitado devido sua versatilidade e vivencia em questões que fogem a rotina contábil. tais como imposto de renda retido na fonte e contribuições descontadas de seus funcionários. A competência: é o conjunto composto pela formação profissional. a segurança. experiência e atualização constante. esse conjunto de áreas afins é importante quando . o encerramento passa a ser uma questão de tempo. A CONSULTORIA NO ENCERRAMENTO DA EMPRESA A participação do contador no processo de encerramento e baixa da empresa nos órgãos competentes é fundamental para evitar que seu cliente tenha mais despesas do que as necessárias.      Administração de pessoal. avisar que o empresário precisa ter ciência de que sua falência pode ser requerida. Abertura de outro estabelecimento. fornecedores e o fisco. Compra e venda de estabelecimentos. a facilidade de expressão. A formação profissional: deve ter sua base principal na área contábil subsidiada por sólidos conhecimentos no campo do Direito e nas áreas de administração. trabalhista e previdenciária de uma empresa ate mesmo com um departamento contábil próprio. HABILIDADES NECESSÁRIAS AO CONSULTOR Para exercer a função de consultor o empresário contábil precisa possuir varias qualidades e habilidades com as quais ira atender às expectativas de seus clientes. a postura física ou pessoal e a postura profissional. tributaria. economia e finanças. as habilidades necessárias são a competência. o poder de síntese. Algumas atitudes que devem ser tomadas diante do encerramento da: informar o cliente sobre a obrigatoriedade de comunicar o encerramento das atividades de sua empresa às repartições onde está inscrita. a experiência. Não havendo débitos ou dificuldades financeiras. a atualização. Organização administrativo interna. pois nem sempre o cliente sabe que esta precisando de orientação. a formação profissional. O consultor não pode ser passivo e só prestar serviço quanto requisitado pelo cliente. orientá-lo sobre as possíveis consequências de encerrar a empresa sem quitar seus débitos para com empregados. seus bens particulares podem ser penhorados e ate ser responsabilizado criminalmente no caso de falta de recolhimento de impostos retidos de terceiros.

instruções normativas entre outras. Quando a decisão é exclusivamente técnica ou financeira e não envolve variáveis complexas. A facilidade de expressão: é importante que o profissional se expresse corretamente. é a resposta incorreta. porém. ao responder uma questão. A maior falha é claro. A experiência: é a repetida vivencia anterior de situações idênticas ou semelhantes. porém nem sempre o assunto é de nossa competência embora pareça sê-lo. isto é. um consultor contábil por mais que ele seja bom. nossa condição de clinico geral das empresas que assistimos e dos seus sócios. tanto no prestador como no recebedor do serviço de consultoria. de forma tal que seu cliente entenda perfeitamente. essas áreas que para serem bem entendidas e aplicadas. essa não se admite. nos fazem ser os primeiros a ser consultados quando nossos clientes precisam de informação como empresários. tributários. não pode ter a menor dúvida sobre a correção de sua resposta. O profissional. de ser compreendida pelos seus clientes e proporcionará uma mutua satisfação em ambas às partes. podemos assumir essa responsabilidade. a prestação do serviço de consultoria contábil se tornará mais fácil de ser aplicada por ele. em algumas ocasiões o cliente pede que os profissionais decidam por ele. aconselhar e instruir são obrigações do consultor. Quase tão grave é responder sem absoluta certeza. necessariamente isto não faz com que o profissional seja bom. É a decisão de auxiliar o cliente na busca de uma solução para suas necessidades e fazer o possível para chegar a essa solução. mas não o é para nosso cliente. tanto sócios de empresas contábeis. praticar esportes. Poder de síntese: o consultor contábil deve ser sintético e se limitar a orientar de forma objetiva o cliente não acrescentando detalhes desnecessários. Decisão: responder. mas é muito importe para imagem profissional do consultor e a Postura profissional: a postura profissional é um estado de espirito. necessitam de decretos que regulamentam portarias. . Postura física ou pessoal: como se diz que a primeira impressão é a que fica. a atualização permanente é necessária para que possamos continuar a orientar corretamente nossas empresas clientes e seus sócios. É preciso ter sempre em mente que o assunto que estamos tratando é familiar para nós. principalmente. simplesmente para demonstrar conhecimento. frequentar bons restaurantes junto com seus clientes. Tendo o profissional contábil todas essas qualidades e habilidades. trabalhistas e previdenciários. exercitada. ele tem que estar no exercício de sua profissão sempre bem vestido. não devendo haver possibilidade de entendimento diverso. Segurança: a segurança deve ser sempre transmitida e. A atualização: é de suma importância porque em nossa atividade profissional nós lidamos muito com assuntos fiscais. mas se pelo contrário de forma alguma se deve decidir pelo cliente. transmita sua informação ou orientação com precisão. se a formação básica si adquire nos bancos escolares. orientar. informar.pretendemos atuar como consultores de nossos clientes. como funcionários devem ser orientados a responder e instruir o cliente unicamente quando estiverem seguros de que a resposta está correta. a experiência é filha do trabalho.

seja pela peculiar condição da relação entre a . IRPJ Sendo à base de cálculo superior a R$ 60. é um documento de vital importância para o acompanhamento da saúde financeira da empresa. Balanços e Demonstrações de Resultados. vendas e prestação de serviços. Lucro Real: É calculado sobre o lucro líquido de um período determinado ajustado pelas adições/exclusões ou compensações previstas ou autorizadas na legislação. O Movimento de Caixa também é uma atividade deste setor. SETOR PESSOAL: O cumprimento das obrigações trabalhistas e do recolhimento dos encargos sociais requer especial atenção. denominados Balancetes. INSS e IPI).000. além de fornecer informações básicas para o planejamento tributário da empresa. além de atender aos diversos usuários das informações contábeis.SERVIÇOS DE CONTABILIDADE Os principais setores ou departamentos de uma empresa contábil são: SETOR DE PROCESSOS: É o departamento responsável pela legalização das empresas nos padrões preestabelecidos pelos órgãos competentes que contemplam a comunicação entre empresa e o fisco. venda. transações bancárias. estaduais e municipais exigidas pela legislação. Supersimples Nacional: O Supersimples reunirá seis tributos federais (Imposto de Renda Pessoa Jurídica. emissão de guias. Lucro Presumido: Forma de tributação simplificada. contemplam o histórico. cálculo dos impostos. Os relatórios contábeis. recebimentos e pagamentos. confecção e transmissão das declarações federais. Contribuição Social s/Lucro Líquido. SETOR CONTÁBIL: O Departamento Contábil é responsável pela classificação dos documentos de compra. Sendo periodicamente acompanhados e avaliados os resultados junto à contabilidade. Cofins. Pis. SETOR FISCAL: O Setor Fiscal é responsável pelo registro das notas fiscais de compras. mantendo sempre atualizados os cadastros de ambos. além do ICMS (estadual) e ISS (municipal). para efetuar correções que se façam necessárias. O Período de apuração Trimestral ou anual. cujo imposto é pago através de alíquotas incidentes sobre a receita bruta das vendas e serviços da empresa. que serão utilizados na tomada de decisões.00 fica a empresa obrigada ao adicional de Imposto de Renda de 10%. a evolução econômico-financeira e os resultados da empresa. resultando em relatórios fiscais e gerenciais.

Sempre que surgirem dúvidas. aliados às severas multas quando de sua não observância. Horário de Trabalho. Além da própria CLT e de vários outros Regulamentos específicos. Renumeração. tudo relacionado com o controle do patrimônio da entidade auditada. Vale-Transporte. Férias. Evidentemente.empresa e seus empregados ou pela exigüidade de prazos para a execução das muitas rotinas envolvidas. A auditoria têm por objetivo averiguar a exatidão dos registros contábeis e das demonstrações contábeis no que se refere aos eventos que alteram o patrimônio e a representação desse patrimônio. documentos que comprovem esses registros e os atos administrativos. Controle de Ponto. AUDITORIA A auditoria contábil compreende o exame de documentos. livros contábeis. além de realização de inspeções e obtenção de informações de fontes internas e externas. na maioria das vezes. por tudo isto. a auditoria também pode ser entendida como um ramo da Contabilidade. as considerações aqui expressas não esgotam o assunto. Fatos não registrados documentalmente também são objeto da auditoria uma vez que tais fatos podem ser relatados por indivíduos que executam atividades relacionadas ao patrimônio auditado. 13º Salário. Outra questão de enorme importância é quanto ao aspecto das várias fontes da legislação que norteiam a matéria. são assegurados direitos e vantagens. Além de ser uma técnica contábil. registros. . muitas vezes bastante variáveis de uma para outra categoria de trabalhadores. Salário Família. O objeto da auditoria se resume no conjunto dos elementos de controle do patrimônio. recomendamos entrar em contato com o nosso departamento de pessoal. Recisão. quais sejam os registros contábeis. Isto porque. Abaixo as principais atividades deste setor: o o o o o o o o o Admissão de Funcionários. sempre deverá ser verificada a Convenção Coletiva de Trabalho das categorias de empregados contratados pela empresa.

PERÍCIA Uma função que necessita constante aprimoramento. investigação. ASSESSORIA A assessoria contábil é o trabalho desenvolvido por um profissional liberal ou uma equipe de profissionais da área de contabilidade que desenvolvem o trabalho de controlar e interpretar os fatos que ocorre diariamente dentro das organizações. é essencial para a solução de litígios na Justiça. devendo ser profundo conhecedor. financeira e patrimonial. por suas qualidades e experiência. Perito é o Contador regularmente registrado em Conselho Regional de Contabilidade. controlando o comportamento de seus patrimônios. mediante exame. O perito é a pessoa nomeada pelo juiz ou pelas partes (em caso de perícia extrajudicial). suas variações e o resultado econômico decorrente da gestão da riqueza econômica. demonstração expositiva e a revelação dos fatos. vistoria. A área da contabilidade tem como finalidade fazer o acompanhamento das atividades financeiras realizadas pela empresa. É a contabilidade que desenvolve. avaliação ou certificado”. . Ela deve identificar. verifica os dados e realiza o registro minucioso e ordenado dos negócios realizados diariamente. Diante de registros. na função elaboração e comparação dos resultados obtidos entre os períodos de análise. O perito contador. contratado pelas partes ou indicado pelo juiz para fazer laudos sobre um determinado caso. que exerce a atividade pericial de forma pessoal. a perícia contábil é “o conjunto de procedimentos técnicos. a Perícia Contábil vem atraindo cada vez mais a atenção dos profissionais de Contabilidade. da matéria periciada. Pela definição da Norma Brasileira de Contabilidade. arbitramento. indagação. classificar e anotar as operações da entidade e de todos os fatos que de alguma forma afetam sua situação econômica. o contabilista obtém informações sobre a composição do patrimônio. que tem por objetivo a emissão de laudo sobre questões contábeis.

Júlio César Zanluca GRUPO DESTRA .REFERENCIAS: Manual de Contabilidade Pratica Auditoria contábil .UM MERCADO EM EXPANSÃO.SOLUÇÕES EMPRESARIAIS INTEGRADAS . PERÍCIA CONTÁBIL .Origem: Wikipédia. a enciclopédia livre.