You are on page 1of 8

PREPARATÓRIO PARA CONCURSO DA SES/TÉCNICO EM RADIOLOGIA

I Simulado
01 - A coluna vertebral se divide em:
(
) 03 seguimentos
(
) 08 seguimentos
(
) 02 seguimentos
(
) não possui segmentos
(
) 05 seguimentos
02 – O corpo do Áxis é chamado de:
(
) Apófise Transversa
(
) Apófise Espinhosa
(
) Apófise Estilóide
(
) Apófise Pterigóide
(
) Apófise Odontóide
03 – O Externo se localiza:
(
) Na parte anterior e mediana do Tórax
(
) Na parte posterior e mediana do Tórax
(
) Na parte medial do abdome
(
) Na parte anterior e posterior do Tórax
(
) NDA
04 – O Úmero se articula na cavidade:
(
) Cotilóide
(
) Acetábulo
(
) Glenóidea da Escapula
(
) Aracnóide
(
) NDA
05 – Todo osso longo se divide em:
(
) Tronquim – Metáfise – Diáfise – Epífise
(
) Epífise – Diáfise – Metáfise
(
) Terço médio – Diáfise – Metáfise
(
) NDA
06 – A cabeça do Fêmur se articula na cavidade:
(
) Aracnóide
(
) Glenóidea
(
) Adenóide
(
) Odontóide
(
) Acetábulo
07- Qual dos ossos abaixo é um sesamóide?
(
) Úmero
(
) Falange
(
) Rótula
(
) Calcâneo
(
) NDA

A inervação sensitiva e de gustação para os dois terços anteriores da língua é feita pelos ramos dos: ) nervo trigêmeo e nervo facial ) nervo glossofaríngico e nervo facial ) nervo facial e nervo hopoglosso ) nervo acessório e nervo facial 10 ( ( ( ( – A inervação motora para os músculos extrínsecos e intrínsecos da língua é feita: ) nervo glossofaríngico (9º par crânio ) ) nervo hipoglosso ( 12º par crânio ) ) nervo facial ( 7º par crânio ) ) nervo trigêmeo ( 5º par crânioMódulo 03 11 – A diferença de densidade entre duas áreas é? (IDR) ( ) contraste ( ) densidade ( ) artefatos ( ) detalhe 12 – Os contrastes negativos são representados pelo: (IDR) ( ) ar e gases ( ) uromiron e telepaque ( ) ar e uromiron ( ) NDA 13 – O ar é um contraste artificial para: (IDR) ( ) os pulmões ( ) pneumoartorografia ( ) histerossalpingografia ( ) NDA 14 – O Uromiron é um contraste: (IDR) ( ) hidrossolúvel ( ) lipossolúvel ( ) a base de sulfato de bário ( ) NDA 15 – A imagem que dá aparência falsa quanto ao tamanho e forma do objeto é: (IDR) ( ) pose ( ) distorção ( ) artefatos ( ) nitidez .08 – O exame que mede os membros inferiores é: ( ) Pelvimetria ( ) Escanometria ( ) Bacia – Fêmur – Joelho e Perna ( ) Tornozelo e Joelho ( ) NDA 9 ( ( ( ( .

( ) écran Rubi ( ) écran de grão grosso ( ) écran Hiplus ( ) écran de grão médio ( ) NDA 17 – O grau de enegrecimento do filme é dado pelo: (FHDF) ( ) contraste ( ) densidade ( ) MAS ( ) pelo tempo de exposição ( ) NDA 18 – O écran fluoroscópio moderno tem na sua composição: (FHDF) ( ) platicianida de bário ( ) platicianida de zinco ( ) diminuir o tempo de fexposição ( ) proteger o filme ( ) NDA 19 – Em termos de rendimento e detalhe dos ecrans reforçadores podemos dizer que: (FHDF) ( ) o rubi (micro) é o que dá maior rendimento e o maior detalhe ( ) o “Par-Speed” é o que dá melhor detalhe e menor rendimento ( ) o “Hy-Speed” é o que dá maior detalhe e menor rendimento ( ) o rubi (micro) é o que dá melhor detalhe e menor rendimento ( ) NDA 20 – A hidroquinona no processo de revelação ela participa do: (HFA) ( ) fixador ( ) lavador ( ) secador ( ) revelador ( ) não par Física em Radiologia 21 – O Ecran tem por finalidade: (FHDF) ( ) Diminuir a espessura do objeto ( ) Diminuir o tempo de exposição ( ) Diminuir a Kilovoltagem ( ) NDA 22 – O dispositivo onde se coloca o filme de Raios-X com o Ecran é: (FHDF) ( ) Bucky ( ) Chassi ( ) Grade ( ) Escamoteador ( ) NDA .16 – Para radiografias ósseas. em geral usa-se: (FHDF).

( ) Permanecem flutuando pela sala durante muito tempo ( ) Aumentam de quantidade durante os primeiros minutos ( ) Diminuem de quantidade lentamente ( ) Cessam no momento em que é desligada a radiação primária 26 – O sistema próprio de filtragem com tensões normais acima de 70 KV tem: (FHDF) ( ) 1.5 mm de alumínio ( ) 2.Ionização consiste na transformação de: (FHDF) ( ) Elétrons em prótons ( ) Átomos estáveis e instáveis ( ) Moléculas em elétrons ( ) Átomos em moléculas 24 – A aplicação prática da ionização consiste na medição da quantidade de radiação recebida pelos profissionais é a utilização de: (FHDF) ( ) Calor produzido ( ) Radiação Recebida ( ) Luz produzida nos ecrans fluoroscópicos ( ) Luz produzida no ecran intensificado 25 – Ao término do exame radioscópico ou radiográfico.23 .0 mm de alumínio ( ) 1. os Raios-X secundários: (HFA).0 mm de alumínio ( ) 3.0 mm de alumínio 27 – No resultado do choque dos raios catódicos (elétrons) contra os anódios numa ampola. ( ) Imprevisível ( ) De 10% Raios-X e 90% calor ( ) De 1% de Raios-X e 99% calor ( ) De 90% de Raios-X e 1% calor 28 – O anódio giratório é necessário para: (HFA) ( ) Permitir o uso de cineradiografia ( ) Aumentar a vida da ampola de Raios-X ( ) Aumentar a capacidade calorífica do tudo de Raios-X ( ) Permitir o uso do foco fino 29 – Os elétrons que vão formar os Raios-X se originam no: (FHDF) ( ) Catódio ( ) Anódio ( ) Transformador ( ) Gerador 30 – O Ecran tem por finalidade: (FHDF) ( ) Diminuir a espessura do objeto ( ) Diminuir o tempo de exposição ( ) Diminuir a Kilovoltagem ( ) NDA . a proporção de Raios-X e: (HFA).

31 – As abreviaturas LCM-K-ID significam: (FHDF) ( ) Linha Central da Mesa/Constante/Impressão Diagnóstica ( ) Linha Centro Médio/Kilovoltagem/Idade ( ) Linha Central da Mesa/Kilovoltts/Impressão Diagnóstica ( ) NDA 32 – A incidência de VAN-ROUSEN é usada no exame de: ( ) Bacia ( ) Articulação do Tornozelo ( ) Fêmur ( ) Joelho ( ) NDA 33 – A incidência de Genu-Varu é usada no exame de: ( ) coxofemoral ( ) Tornozelos ( ) Joelhos com paciente deitado para alinhamento ( ) Joelhos com paciente em pé para alinhamento ( ) NDA 34 – As incidências em oblíquas ca Coluna Cervical são para o estudo: ( ) Dos buracos obturados ( ) da 1ª e 2ª Cervical ( ) Para o estudo de C7 ( ) Do estudo da função cervical ( ) NDA 35 – Para o estudo da função e estabilidade da Coluna Cervical é usado: ( ) Posição lateral ( ) Posição lateral em flexão e extensão ( ) AP ( ) NDA 36 – O Uromiron é um contraste usado no exame de: (IDR) ( ) E.E. qual a estrutura anatômica utilizada como ponto de reparo para tomografias da linha média: (HFA) ( ) apófises transversas ( ) processos articulares ( ) apófises espinhosas ( ) corpos vertebrais 38 – A incidência de Von Rosen é utilizada em exame de: (SARA) ( ) articulações sacro-íliacas ( ) medida de anteversão dos colos fêmurais ( ) pés planos ( ) articulações coxofemorais .D ( ) Pneumopelvigrafia ( ) Lifangiografia ( ) Urografia Excretora ( ) NDA 37 – Numa Tomografia em perfil da Coluna Lombar.

Guillen e transorbitária ( ) Hirtz. 43 – A linha Horizontal Alemã une: (FHDF) ( ) a margem superior do conduto auditivo externo ao rebordo orbitário inferior ( ) os dois condutos auditivos ( ) o centro das órbitas ( ) o ponto mais externo da órbita ao conduto auditivo externo 44 – Na incidência de Hirtz: (FHDF) ( ) o raio central é perpendicular ao plano horizontal alemão ( ) o que se quer estudar é o osso occipital ( ) o raio central faz um ângulo de 35º com o plano órbito meatal ( ) nda 45 – A incidência trans-bucal é usada para o estudo: (FHDF) ( ) da mandíbula ( ) do cavum ( ) dos seios da face ( ) da apófise odontóide 46 – Uma boa rotina para o estudo das mastóides inclui: (FHDF) ( ) Shuler. qual a posição da mão? (HFA) ( ) abdução ( ) adução ( ) flexão ( ) extensão 40 – Quais as incidências habituais utilizadas para o estudo de condutos auditivos internos? (HFA) ( ) trans-orbitárias. Guillain e Schüller ( ) Chaussé III. Hirtz e Cadwell ( ) transorbitária. Schüller e Law ( ) trans-orbitária. Cadwll´s e Water´s ( ) Chaussé. Chaussé III.39 – Em incidência para escafóide. obliqua externa. Breton e Hirtz ( ) Chaussé III. Stenvers e Water . perfil. Guillain e Hirtz 41 – Assinale a alternativa correta: (FHDF) ( ) a incidência de Towne do crânio é também conhecida como incidência de Grasby ( ) a correta angulação do raio central para incidência de Towne do Crânio é 40-45º AP ( ) a incidência de Towne do Crânio é também conhecida como incidência de Law ( ) a correta angulação do raio central para incidência de Towne do Crânio é 15-20º AP ( ) A e B são Corretas 42 – Um exame para verificação de pés planos é feito em: (FHDF) ( ) AP e perfil ( ) AP e oblíqua ( ) AP e perfil com carga ( ) AP.

abdome em pé e deitado.47 – A incidência lordótica serve para o estudo de: (FHDF) ( ) coluna dorsal ( ) ápices pulmonares ( ) bases pulmonares ( ) coluna lombar 48 – Na rotina para abdome agudo devemos realizar: (FHDF) ( ) tórax. exceto: (FHDF) ( ) faixa de nitidez larga ( ) produz poucas imagens fantasmas ( ) longos tempos de exposição ( ) ângulo maior que 10º 54 – A zonografia é melhor para: (FHDF) ( ) osso ( ) mastóide ( ) pulmões ( ) todas estão corretas . ( ) abdome em pé e deitado ( ) abdome deitado em decúbito ventral ( ) perfil do abdome 49 – A prova motora é utilizada para estudo: (FHDF) ( ) da vesícula biliar ( ) da bexiga ( ) do estômago ( ) do colon 50 – A radiografia dos membros inferiores para estudo de genu-varum ou genu-valgum deve ser feita em: (FHDF) ( ) perfil ( ) ortostatismo ( ) decúbito dorsal ( ) flexão dos membros inferiores 51 – O principal responsável pela ampliação da imagem é: (FHDF) ( ) KV ( ) MAS ( ) distância objeto-filme ( ) potência do aparelho 52 – A posição de Van Rosen: (FHDF) ( ) usada em mamografia ( ) faz-se em abertura de 45º das pernas e rotação dos joelhos ( ) pode ser feita com o quadril em repouso ( ) todas elas 53 – Nas radiografias com grande ângulo tomográfico nós temos.