“Temeu Davi ao Senhor naquele dia, e disse: Como trarei a mim a arca de Deus?

Não quis Davi retirar para junto de si a arca do Senhor, para a Cidade de Davi; mas a fez levar à casa de Obede-Edom, o geteu. Ficou a arca do Senhor em casa de Obede-Edom, o geteu, três meses; e o Senhor o abençoou e a toda a sua casa.” 2 Sm 6.9-10 A Arca era feita de madeira de acácia coberta de ouro, dentro e fora. Moisés foi orientado por Deus a fazer a arca: “Faça uma arca de madeira de acácia com um metro e dez centímetros de comprimento, setenta centímetros de largura e setenta centímetros de altura” (Ex 25:10). A Arca da Aliança simbolizava a presença de Deus com o seu povo: “E ali virei a ti, e de cima do propiciatório, do meio dos dois querubins que estão sobre a arca do testemunho, falarei contigo a respeito de tudo o que eu te ordenar no tocante aos filhos de Israel.” Ex 25.22. Ao tornar-se rei em Israel, Davi fez de Jerusalém sua cidade e capital do País. Decidiu junto com sua liderança trazer a arca para Jerusalém. A primeira tentativa foi mal sucedida (capítulo 13). A arca deveria ser carregada manualmente, pelos levitas, jamais deveria ser carregada em um veículo (Nm 4.15). Davi, muito bem intencionado, trouxe a arca em um carro novo, em um determinado momento, a arca balança, um homem chamado Uzá, coloca a mão amparando-a, e morre imediatamente. Davi se entristece e faz essa pergunta: “Como trarei a mim a arca do Senhor?”. Trazer a arca do Senhor era atrair a presença de Deus para Jerusalém, era o mesmo que erguer um altar ao Senhor. Onde estivesse a arca da aliança estaria a benção de Deus. Foi o que aconteceu quando a arca foi levada para a casa de Obede-Edom.

Como Davi muitas vezes somos bem-intencionados em relação a nossa família. Queremos o melhor para nossa casa, queremos paz nos relacionamentos, queremos prosperidade. Se temos tão boa intenção porque não vemos acontecer em nosso lar o que gostaríamos? Davi cometeu um erro: A arca não era para ser transportada por uma carroça, era para ser levada nas mãos por pessoas escolhidas por Deus, os levitas. Um homem morreu pelo erro cometido por Davi. Assim, muitas vezes acontece conosco. Tomamos decisões erradas. Não consultamos a Deus acerca da nossa família. Não perguntamos como ele quer que façamos e então muitas vezes olhamos e a família está desmoronando, está sendo destruída porque não cuidamos dela da maneira que Deus queria, cuidamos do nosso jeito, da minha maneira, mas não do jeito de Deus! Havia uma promessa acerca da Arca. Ela representava a presença de Deus e onde estivesse a presença de Deus, nada seria como antes. O Senhor abençoou a casa de Obede Edom por amor da arca de Deus. Deus fez valer o poder da arca na casa de Obede Edom. A arca tinha uma unção de Deus. Todos os que vivessem diante dela em santidade no Senhor seriam abençoados e todos os que não vivessem assim seriam amaldiçoados. A arca não conviveria com a iniqüidade de quem a possuísse. O Senhor zelava pela arca. E por amor a arca e zelo por ela algo iria acontecer, ou a bênção ou a maldição. A autoridade e a unção da arca iria se manifestar de qualquer forma. Nada pode impedir a unção de Deus agir. O Espírito de Deus não é passivo, não se acomoda e não para. Seria

impossível a arca do Senhor passar pela casa de Obede Edom e nada acontecer. Se você está buscando restauração para sua família e anseia por receber a vitória do Senhor dentro de sua casa, existem alguns princípios que você precisa saber: JESUS É O CABEÇA. Ef 1:22 Arca conduzia o povo no deserto rumo à terra.”E ordenaram ao povo, dizendo: Quando virdes a arca da pacto do Senhor vosso Deus sendo levada pelos levitas sacerdotes, partireis vós também do vosso lugar, e a seguireis” Js 3.3. Não era a arca que seguia o povo, mas o povo seguia a arca. Ela era o cabeça. Quando a arca chegou à casa de Obede-Edom, todas as lutas daquela família, que antes a subjugavam, passaram para "debaixo" da arca, e ela tomou o controle de toda situação. Jamais a arca estaria na casa de Obede-Edom para se sujeitar às dificuldades da casa. Jesus Cristo é o cabeça da Igreja e o comando do corpo é Dele. A autoridade pertence a Deus e todo poder nos céus e na terra está em suas mãos. Deus não se submete a nada, antes submete todas as coisas à sua vontade. O ser cabeça não é uma simples característica, é a essência de Deus. Ele é Senhor. Todas as coisas estão debaixo dos seus pés. Assim aquele que está em Cristo recebe deste poder. Jesus não está subjugado as dificuldades da sua família. Se Jesus está em sua casa e sua casa está em Jesus, as dificuldades da sua família estão sujeitas ao poder de Jesus Cristo! Toda destruição se submeteu a Obede Edom naqueles dias, antes o mal dominava aquele lar, agora aquele homem

tinha domínio sobre as dificuldades porque era dominado pelo poder do Senhor. A autoridade de Cristo se manifesta em mim quando me submeto a autoridade de Cristo. A minha submissão à autoridade de Deus faz com que a autoridade de Deus também esteja na minha vida. Às vezes somos levados a conduzir nossa vida segundo a vontade da carne, discutimos e demoramos a nos compromissar com a palavra e com a promessa. Jesus está acima dos principados e potestades e quando me submeto a ele, me coloco juntamente com ele acima de todo principado e potestade. Quando Jesus é o cabeça da casa, os problemas se submetem porque Cristo veio para destruir as obras do diabo (I Jo 5.8). Ef 1.22: “e sujeitou todas as coisas debaixo dos seus pés”. 2) ANDAR EM SANTIDADE PARA TER O CONTROLE DO CABEÇA QUE É CRISTO. - Col 1:8 Muitos achavam que a bênção de Deus estaria sobre aqueles que estivessem perto da arca. Mas isso não ocorreu com Uzá. Estar próximo a arca não o livrou da morte. Mas porque na casa de Obede-Edom, tudo foi transformado? Muitos pensam que por ter uma religião serão abençoados, serão ouvidos. Deus quer mais do que isso. Deus quer o nosso coração por inteiro. Deus quer o primeiro lugar em nossas vidas! David desprezou o ensino sobre a Arca da Aliança. A lei era clara sobre como deveria ser conduzida a arca. Uzá também não levou a sério a arca.

Isso nos faz pensar que todas as vezes que o pecado ganha espaço em nossas vidas, ele está dominando, por isso não alcançamos a benção de Deus. Se andamos no pecado, o pecado nos domina e se torna cabeça. Não adianta saber todos os nomes de demônios e tentar expulsá-los em nome de Jesus! Não basta saber todas as regras de batalha espiritual e todos os trejeitos evangélicos com discursos decorados. Onde não há santidade, não há autoridade. Se que viver a bênção de ser cabeça, se quero que a arca do Senhor mude minha vida, devo ser santo como Deus é santo. Devo ser compatível com a bênção. Se me submeto a Jesus e ando em santidade, o pecado não tem mais domínio sobre mim, quem me domina é o Senhor Jesus, eu venci o pecado em santidade, eu domino o pecado e tenho autoridade sobre ele, e a benção do Senhor está sobre minha vida e sobre minha família. Convide a Jesus para entrar em sua casa! Diga a Jesus que você submete seu lar ao poder do Senhor. Que a partir de hoje Ele dominará ali! Não mais você ou suas idéias acerca de família, mesmo que tenha vivido numa excelente ou numa péssima família, diga a Deus que você quer os conceitos de Deus acerca de família, você quer pensar o que Ele pensa. Que você quer submeter o controle do seu lar a Deus! Submeta-se em santidade ao Senhor. Se há algum pecado que tem comprometido sua visão espiritual, renuncie a ele hoje! Tome a posição de cabeça e assuma o que Deus quer fazer em sua vida!