You are on page 1of 19

COLÉGIO ESTADUAL HUMBERTO DE CAMPOS

RUA PEDRO ORTOLANI, 21 ATALAIA-PR

PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 2014
DISCIPLINA :QUIMICA PROFESSOR: MOACIR TOMAZ DE SANTANA TRIMESTRE: 1° TRIMESTRE TURMA: 1º ___ ENSINO: QUIMICA CARGA HORÁRIA: 2 HA

CONTEÚDO ESTRUTURANTE: MATÉRIA E SUA NATUREZA, BIOGEOQUIMICA, QUÍMICA SINTÉTICA JUSTIFICATIVA: Compreender as transformações químicas e físicas que ocorrem no mundo de forma abrangente e integrada é de fundamental importância para o desenvolvimento intelectual do educando para que e assim possam julgar com fundamentos e informações advindas da tradição cultural, da mídia e da própria escola e tomar decisões autonomamente, enquanto indivíduos e cidadãos. CONTEÚDOS BÁSICOS
EVOLUÇÃO DA QUIMICA; Da Alquimia aos dias atuais; Classificação da matéria, estados físicos, elementos químicos, teoria atômica, evolução dos modelos atômicos, nível enérgico

CONTEÚDOS ESPECÍFICOS
Introdução à química; A Química como Ciência; Classificação da matéria; Estados físicos e propriedades; Substâncias puras e misturas; Fenômenos físicos e químicos; Fracionamento de misturas homogêneas e heterogêneas; Partículas fundamentais; Elementos químicos, íons e moléculas; Observar e compreender a leitura de uma reação química, bem como os fatores que evidenciam a mesma; Evolução dos

OBJETIVOS

ENCAMINHAMENTO AVALIAÇÃO METODOLÓGICO E CRITÉRIOS RECURSOS INSTRUMENTOS METERIAIS
As aulas serão expositivas e dialogadas, permitindo ao educando fazer comparações, estabelecer relações, interpretações, a fim de propiciar o uso e o desenvolvimento de habilidades cognitivas. Para que se concretize o processo de ensino aprendizagem, serão utilizados recursos como quadro, giz, apagador, TV pendrive, lista de atividades impressas, ou atividades do livro didático.

E REFERÊNCIAS

Compreender e ter noção sobre a história da Química e sobre o método científico. Compreender os conceitos de substâncias, misturas, fenômenos. Diferenciar as técnicas de separação de misturas. Identificar a ocorrência de uma reação química,sua evidencia, o numero de átomos antes e após a reação, noções de balanceamento, e de classificação das reações; Conhecer historicamente a origem da palavra átomo e os modelos atômicos. Entender o

Todas as avaliações terão valor de 10,0 pontos. Durante o trimestre será realizado duas avaliações formais e escritas, todas as atividades desenvolvidas dentro e fora da escola serão somatórias totalizando 10,0 pontos, tais atividades serão desenvolvidas de acordo com cada conteúdo trabalhado, as atividades consistirão em resoluções de exercícios, que poderão ser listas de exercícios impressas ou do próprio livro didático. Assim totaliza-se 30,0 pontos que

Diretrizes Curriculares de Química para a Educação Básica – DCE. Governo do Estado do Paraná. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência da Educação. Curitiba, 2008. FELTRE, R; Química. Volume 2. Editora Moderna. São Paulo, 2004. NARCISO, J. L Jr; JORDAO, M. Química. Volume 1; Editora do Brasil. São Paulo, 2005. CANTO, E. L; PERUZZO, F. M. Química na Abordagem do Cotidiano. Volume 1. Editora Moderna. São

modelos atômicos; O modelo atômico de Thomson; A descoberta da radioatividade : O modelo atômico de Rutherford. A identificação dos átomos: número atômico (Z), número de massa (A) e número de nêutrons (N); O modelo atômico de Rutherford-Bohr; O modelo dos orbitais atômicos; Os estados energéticos dos elétrons; A teoria atômica de Dalton; O aspecto microscópico da matéria; Elementos químicos; Identificação de átomos

aperfeiçoamento e/ou a substituição dos modelos atômicos. Compreender a constituição química da matéria, a partir dos conhecimentos sobre modelos atômicos, estados de agregação e natureza elétrica da matéria; Entender o modelo de Thompson, admitindo a divisibilidade do átomo e reconhecendo a natureza elétrica da matéria; Perceber como as pesquisas científicas se entrelaçam, tendo como conseqüências novas teorias e modelos; Entender o modelo de Rutherford; Identificar um elemento químico por meio do número atômico; Caracterizar um átomo por meio do número atômico (Z), do número de massa (A) e do número de nêutrons (N); Interpretar e escrever a notação geral de um átomo (símbolo, A e Z); Reconhecer semelhanças entre átomos (isótopos, isóbaros e isótonos), tendo como base os conceitos de A, Z e N; Perceber a diferença na estrutura de um átomo e seu íon; Entender o modelo atômico de Rutherford-Bohr, relacionando matéria e

divididos irão dar a média de 10,0 pontos. Ao final do trimestre, se o aluno não atingir níveis satisfatórios, será oportunizado ao mesmo, revisão de conteúdos do trimestre a fim de propiciar a recuperação de conteúdos e de notas. A avaliação de recuperação trimestral terá valor de 10,0 pontos prevalecendo a média maior.

Paulo, 2006. PERUZZO, T. M. e CANTO, E. L. Química (Coleção Base). Volume único, Editora Moderna. São Paulo, 2005.

energia; Perceber que novas observações e novas ideias produzem um outro modelo para o átomo, que, por sua vez, explicará melhor os fenômenos da natureza (níveis e subníveis de energia explicam melhor o aparecimento dos espectros descontínuos); Representar,simbolicament e, o elétron em um átomo; Compreende resumidamente os processos de oxidação, redução de átomos conforme ocorrem as ligações afim de se estabelecer o octeto.

OBS: No primeiro momento de aula, será entregue aos alunos uma lista de conteúdos referentes ao ano anterior, como forma de revisão, para que se possa estabelecer um conceito daquilo que os alunos precisam como pré requisito para o conteúdo em diante. Por ser verdade, assino e dato o presente: _____________________________ ___/___/___ _____________________ Professor Recebido em ___/___/___ ____________________ Lido em ___/___/___

Solicitado adequação em ____/____/____

___________________________________ Ciência do professor

COLÉGIO ESTADUAL HUMBERTO DE CAMPOS
RUA PEDRO ORTOLANI, 21 ATALAIA-PR

PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 2014
DISCIPLINA: QUIMICA PROFESSOR: MOACIR TOMAZ DE SANTANA ENSINO: QUIMICA TURMA: 2 º _______________ CARGA HORÁRIA: 2Ha

TRIMESTRE: 1° TRIMESTRE

CONTEÚDO ESTRUTURANTE: MATÉRIA E SUA NATUREZA, BIOGEOQUIMICA, QUÍMICA SINTÉTICA JUSTIFICATIVA: Compreender as transformações químicas e físicas que ocorrem no mundo de forma abrangente e integrada é de fundamental importância para o desenvolvimento intelectual do educando para que e assim possam julgar com fundamentos e informações advindas da tradição cultural, da mídia e da própria escola e tomar decisões autonomamente, enquanto indivíduos e cidadãos.

CONTEÚDOS BÁSICOS
Gases; Soluções; Propriedades coligativas;

CONTEÚDOS ESPECÍFICOS
Características do estado gasoso;Volume dos gases; Pressão dos gases; Temperatura dos gases;As leis físicas dos gases (lei de Boyle-Mariotte, lei de Gay-Lussac, lei de Charles);Equação geral dos gases;Teoria cinética dos gases;Gás perfeito e gás real;Leis volumétricas das reações químicas (lei de GayLussac, lei de

OBJETIVOS

ENCAMINHAMENTO AVALIAÇÃO METODOLÓGICO E CRITÉRIOS RECURSOS INSTRUMENTOS METERIAIS
As aulas serão expositivas e dialogadas, permitindo ao educando fazer comparações, estabelecer relações, interpretações, a fim de propiciar o uso e o desenvolvimento de habilidades cognitivas. Para que se concretize o processo de ensino aprendizagem, serão utilizados recursos como

E REFERÊNCIAS

Caracterizar o estado gasoso e considerar suas grandezas fundamentais: volume, pressão e temperatura; Perceber a influência da pressão e da temperatura no volume de um gás; Identificar as unidades utilizadas para expressar volume, pressão e temperatura de um gás; Transformar unidades de pressão volume e

Todas as avaliações terão valor de 10,0 pontos. Durante o trimestre será realizado duas avaliações formais e escritas, todas as atividades desenvolvidas dentro e fora da escola serão somatórias totalizando 10,0 pontos, tais atividades serão desenvolvidas de acordo com cada conteúdo trabalhado, as atividades

Diretrizes Curriculares de Química para a Educação Básica – DCE. Governo do Estado do Paraná. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência da Educação. Curitiba, 2008. FELTRE, R; Química. Volume 1. Editora Moderna. São Paulo, 2004. NARCISO, J. L Jr; JORDAO, M. Química.

Avogadro); Volume molar;Equação de Clapeyron; Misturas gasosas;Densidade dos gases; Dispersões; Soluções; Concentração das soluções; Diluição das soluções; Misturas de soluções; Análise volumétrica ou volumetria. A evaporação dos líquidos puros; A ebulição dos líquidos puro; O congelamento dos líquidos puros; Soluções de solutos não-voláteis e não iônicos A lei de Raoult; Osmometria; As propriedades coligativas nas soluções iônicas

temperatura; Interpretar e aplicar as leis físicas experimentais nas transformações gasosas em exercícios, fórmulas e interpretação de gráficos; Associar as leis físicas dos gases à equação geral dos gases; Caracterizar as condições normais de temperatura e pressão; conceituar, definir, classificar e caracterizar dispersões; Perceber a existência de diferentes tipos de soluções e a diversidade na utilização delas na prática; O processo de classificação das soluções; O processo de dissolução; Entender o processo de saturação, construindo e interpretando curvas de solubilidade de uma substância em função da temperatura; Compreender o significado de concentração e perceber a importância ela na prática, conhecendo e exercitando as diferentes formas de expressá-la; Compreender as soluções de Raolt e Henry, bem como os processos de osmometria, tonoscopia, pressão de vapor, ebuliometria, crioscopia.

quadro, giz, apagador, TV pendrive, lista de atividades impressas, ou atividades do livro didático.

consistirão em resoluções de exercícios, que poderão ser listas de exercícios impressas ou do próprio livro didático. Assim totaliza-se 30,0 pontos que divididos irão dar a média de 10,0 pontos. Ao final do trimestre, se o aluno não atingir níveis satisfatórios, será oportunizado ao mesmo, revisão de conteúdos do trimestre a fim de propiciar a recuperação de conteúdos e de notas. A avaliação de recuperação trimestral terá valor de 10,0 pontos prevalecendo a média maior.

Volume 1; Editora do Brasil. São Paulo, 2005. CANTO, E. L; PERUZZO, F. M. Química na Abordagem do Cotidiano. Volume 2. Editora Moderna. São Paulo, 2006. PERUZZO, T. M. e CANTO, E. L. Química (Coleção Base). Volume único, Editora Moderna. São Paulo, 2005.

Por ser verdade, assino e dato o presente: _____________________________ ___/___/___ Professor Recebido em ___/___/___ ____________________ Lido em ___/___/___ _____________________

Solicitado adequação em ____/____/____

___________________________________ Ciência do professor

COLÉGIO ESTADUAL HUMBERTO DE CAMPOS
RUA PEDRO ORTOLANI, 21 ATALAIA-PR

PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 2013
DISCIPLINA: QUIMICA PROFESSOR: MOACIR TOMAZ DE SANTANA ENSINO: QUIMICA TURMA: 3º______ TRIMESTRE: 1° TRIMESTRE CARGA HORÁRIA: 24 HA

CONTEÚDO ESTRUTURANTE: MATÉRIA E SUA NATUREZA, BIOGEOQUIMICA, QUÍMICA SINTÉTICA JUSTIFICATIVA: Compreender as transformações químicas e físicas que ocorrem no mundo de forma abrangente e integrada é de fundamental importância para o desenvolvimento intelectual do educando para que e assim possam julgar com fundamentos e informações advindas da tradição cultural, da mídia e da própria escola e tomar decisões autonomamente, enquanto indivíduos e cidadãos.

CONTEÚDOS BÁSICOS
Eletroquímica; O estudo do átomo de carbono; Funções orgânicas (Hidrocarbonetos e álcool)

CONTEÚDOS ESPECÍFICOS
O que é eletroquímica Reações de oxi-redução (oxidação, redução, agentes oxidante e redutor,)Potencial padrão; Eletrólise e célula galvânica. Pilha de Daniel. número de oxidação) O postulado de Kekulé, (ligações entre os carbonos); Classificação de cadeias carbônicas;

OBJETIVOS

ENCAMINHAMENTO AVALIAÇÃO METODOLÓGICO E CRITÉRIOS RECURSOS INSTRUMENTOS MATERIAIS
As aulas serão expositivas e dialogadas, permitindo ao educando fazer comparações, estabelecer relações, interpretações, a fim de propiciar o uso e o desenvolvimento de habilidades cognitivas. Para que se concretize o processo de ensino aprendizagem, serão utilizados recursos como

E REFERÊNCIAS

Compreender o funcionamento de uma pilha diferenciando a mesma de uma eletrólise. Perceber que a química orgânica está sempre presente em seu cotidiano: Reconhecer as propriedades do carbono, bem como suas ligações; Classificar as cadeias quanto a natureza, disposição e ligação.

Todas as avaliações terão valor de 10,0 pontos. Durante o trimestre será realizado duas avaliações formais e escritas, todas as atividades desenvolvidas dentro e fora da escola serão somatórias totalizando 10,0 pontos, tais atividades serão desenvolvidas de acordo com cada conteúdo trabalhado, as atividades

Diretrizes Curriculares de Química para a Educação Básica – DCE. Governo do Estado do Paraná. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência da Educação. Curitiba, 2008. FELTRE, R; Química. Volume 3. Editora Moderna. São Paulo, 2004. NARCISO, J. L Jr; JORDAO, M. Química.

Determinação de fórmulas estruturais, moleculares e condensadas; Classificação de carbonos quanto ao tipo e posição, quando em cadeia carbônica; Hidrocarbonetos, propriedades e nomenclatura oficial. Alcanos, alcenos e alcinos Identificação das funções orgânicas: Nomenclatura das funções orgânicas, O aspecto microscópico da matéria; Aplicação dos compostos (hidrocarbonetos, alcacos alcenos e alcinos) Funções oxigenadas: Álcool e fenol.

Representar fórmulas estruturais orgânicas por meio de exercícios; Compreender as regras de nomenclatura de hidrocarbonetos (alcanos , alcenos alcinos) Classificar os carbonos quanto a ligação nas cadeias carbônicas. Identificar funções orgânicas a partir da nomenclatura da IUPAC e/ou da formula estrutural: hidrocarbonetos; Compreender as regras da IUPAC para a nomenclatura e compostos orgânicos (funções citadas). Reconhecer, nas cadeias ramificadas, os grupos: metil,etil, n-propil, isopropil e vinil. Compreender a função oxigenada álcool e fenol.

quadro, giz, apagador, TV pendrive, lista de atividades impressas, ou atividades do livro didático.

consistirão em resoluções de exercícios, que poderão ser listas de exercícios impressas ou do próprio livro didático. Assim totaliza-se 30,0 pontos que divididos irão dar a média de 10,0 pontos. Ao final do trimestre, se o aluno não atingir níveis satisfatórios, será oportunizado ao mesmo, revisão de conteúdos do trimestre a fim de propiciar a recuperação de conteúdos e de notas. A avaliação de recuperação trimestral terá valor de 10,0 pontos prevalecendo a média maior.

Volume 3; Editora do Brasil. São Paulo, 2005. CANTO, E. L; PERUZZO, F. M. Química na Abordagem do Cotidiano. Volume 2. Editora Moderna. São Paulo, 2006. PERUZZO, T. M. e CANTO, E. L. Química (Coleção Base). Volume único, Editora Moderna. São Paulo, 2005.

Por ser verdade, assino e dato o presente: _____________________________ ___/___/___ _____________________ Professor Recebido em ___/___/___ ____________________ Lido em ___/___/___

Solicitado adequação em ____/____/____

___________________________________ Ciência do professor

COLÉGIO ESTADUAL HUMBERTO DE CAMPOS
RUA PEDRO ORTOLANI, 21 ATALAIA-PR

PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 2014
DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR: MOACIR TOMAZ DE SANTANA ENSINO: BIOLOGIA TURMA: 1º_ CARGA HORÁRIA: 2 Ha

TRIMESTRE: 1° TRIMESTRE

CONTEÚDO ESTRUTURANTE: Organização dos seres vivos,mecanismos biológicos, biodiversidade e manipulação genética. JUSTIFICATIVA: Compreender e aprofundar as explicações atualizadas de processos e conceitos biológicos, identificando a importância da ciência e da tecnologia da vida moderna despertando o interesse pelo mundo dos seres vivos, é de fundamental importância para o desenvolvimento intelectual do educando, visto que inovações biotecnológicas ocorrem a cada instante, contribuindo significativamente para o desenvolvimento da população, bem como conscientizar o aluno sobre a importância e a conservação da biodiversidade. .

CONTEÚDOS BÁSICOS
A Biologia e seus avanços na construção do mundo contemporâneo. Caracterização dos seres vivos. Organização dos seres

CONTEÚDOS ESPECÍFICOS
A Biologia e seus avanços na construção do mundo contemporâneo. Caracterização dos seres vivos. Teoria e organização

OBJETIVOS

ENCAMINHAMENTO AVALIAÇÃO METODOLÓGICO E CRITÉRIOS RECURSOS INSTRUMENTOS METERIAIS
As aulas serão expositivas e dialogadas, permitindo ao educando fazer comparações, estabelecer relações, interpretações, a fim de propiciar o uso e o

E REFERÊNCIAS

Reconhecer e valorizar o papel da ciência e da tecnologia na construção do mundo contemporâneo. Conhecer alguns fatos importantes na história da

Avaliação somatória totalizando 10,0 pontos . Durante o trimestre será realizado duas avaliações formais e escritas, todas as atividades desenvolvidas

Diretrizes Curriculares de Biologia para a Educação Básica – DCE. Governo do Estado do Paraná. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência

vivos. Bioquímica da célula.

celular; Bioquímica da célula: água, sais minerais, carboidratos, lipídios, proteínas ( enzimas, anticorpos, vacinas e soros), vitaminas e as necessidades nutricionais. Envoltórios celulares.

Biologia (tecnologia de obtenção de medicamentos, conservação de alimentos, descoberta da célula, de microrganismos, DNA, etc). Familiarizar-se com termos e procedimentos empregados pelos cientistas de modo a perceber a possibilidade de aplicar conceitos em situações do cotidiano. Reconhecer a célula como unidade da vida; Compreender os seres vivos quanto à organização celular; Compreender o funcionamento interno da célula; Reconhecer os componentes químicos da célula, sua importância para o funcionamento celular. Identificar e compreender os envoltórios celulares; Compreender as substâncias orgânicas e inorgânicas; Compreender a importância das proteínas, vitaminas, sais minerais, e outros compostos essenciais para a manutenção da vida; Compreender as transformações de matéria e energia;

desenvolvimento de habilidades cognitivas. Para que se concretize o processo de ensino aprendizagem, serão utilizados recursos como quadro, giz, apagador, TV pendrive, microscópio, laminas, papel, lista de atividades impressas, ou atividades do livro didático.

dentro e fora da escola serão somatórias totalizando 30,0 pontos, tais atividades serão desenvolvidas de acordo com cada conteúdo trabalhado, as atividades consistirão em resoluções de exercícios, que poderão ser listas de exercícios impressas ou do próprio livro didático. Ao final do trimestre, se o aluno não atingir níveis satisfatórios, será oportunizado ao mesmo, revisão de conteúdos do trimestre a fim de propiciar a recuperação de conteúdos e de notas. A avaliação de recuperação trimestral terá valor de 10,0 pontos prevalecendo a média maior..

da Educação. Curitiba, 2008. LINHARES, S., GEWANDSZANAJDER, F. Biologia Hoje, volume 1 Ática . 2011. SP Biologia- Wilson Roberto Paulino Biologia- Amabis e Martho. PEZZI et al Citologia, Embriologia e Histologia. FTD. 2010. SP

Por ser verdade, assino e dato o presente: _____________________________ ___/___/___ _____________________ Professor Recebido em ___/___/___ ____________________ Lido em ___/___/___

Solicitado adequação em ____/____/____

___________________________________ Ciência do professor

COLÉGIO ESTADUAL HUMBERTO DE CAMPOS
RUA PEDRO ORTOLANI, 21 ATALAIA-PR

PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 2014
DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR: MOACIR TOMAZ DE SANTANA ENSINO: BIOLOGIA TURMA: 2º_ CARGA HORÁRIA: 3Ha

TRIMESTRE: 1° TRIMESTRE

CONTEÚDO ESTRUTURANTE: Organização dos seres vivos,mecanismos biológicos, biodiversidade e manipulação genética. JUSTIFICATIVA: Compreender e aprofundar as explicações atualizadas de processos e conceitos biológicos, identificando a importância da ciência e da tecnologia da vida moderna despertando o interesse pelo mundo dos seres vivos, é de fundamental importância para o desenvolvimento intelectual do educando, visto que inovações biotecnológicas ocorrem a cada instante, contribuindo significativamente para o desenvolvimento da população, bem como conscientizar o aluno sobre a importância e a conservação da biodiversidade. ENCAMINHAMENTO AVALIAÇÃO METODOLÓGICO E CRITÉRIOS RECURSOS INSTRUMENTOS METERIAIS
As aulas serão expositivas e dialogadas, permitindo ao educando fazer comparações, estabelecer relações, interpretações, a fim de propiciar o uso e o desenvolvimento de habilidades cognitivas. Para que se concretize o processo de ensino aprendizagem, serão utilizados recursos como

CONTEÚDOS BÁSICOS
Organização dos vivos; Vírus; Reino Monera; Reino Protista; Reino Fungi.

CONTEÚDOS ESPECÍFICOS
seres Classificação dos seres vivos: categorias taxonômicas, regras de nomenclatura, critérios de classificação para os cincos reinos, caracterização, viroses humana, vírus e a biotecnologia, DSTs causadas por vírus. Reino Monera:organização da estrutura celular, forma de de nutrição bacteriana, importância das bactérias,

OBJETIVOS

E REFERÊNCIAS

Identificar e comparar as características dos diferentes grupos de seres vivos e dos vírus; Compreender a classificação e a diversidade dos seres vivos; Compreender de forma geral os cincos reinos (monera, protista, plantae, fungi e animal) Compreender a classificação dos vírus

Avaliação somatória totalizando 10,0 pontos . Durante o trimestre será realizado duas avaliações formais e escritas, todas as atividades desenvolvidas dentro e fora da escola serão somatórias totalizando 30,0 pontos, tais atividades serão desenvolvidas de acordo com cada conteúdo trabalhado, as atividades

Diretrizes Curriculares de Biologia para a Educação Básica – DCE. Governo do Estado do Paraná. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência da Educação. Curitiba, 2008. LINHARES, S., GEWANDSZANAJDER, F. Biologia Hoje, volume 1 Ática . 2011. SP Biologia- Wilson Roberto

reprodução, doenças humanas ocasionas por bactérias, DSTs causadas por bactérias, cianobactérias e o meio ambiente; Parentesco evolutivo entre as bactérias e as arqueobactérias. Reino Protista: protozoários e algas unicelulares. Reino Fungi: fungos unicelulares e pluricelulares; líquens e micorrizas.

como não vivos, as doenças causadas pelo mesmo, em destaque a dengue; Conhecer a estrutura geral da célula bacteriana; Reconhecer a importância das bactérias para a humanidade Caracterizar e exemplificar as bactérias quanto a nutrição; Compreender a importância da cianobactérias para o meio ambiente; Conhecer o parentesco evolutivo entre bactérias e Arque bem como usas diferenças; Distinguir as DSTs ocasionadas por vírus daquelas ocasionadas por bactérias. Reconhecer as características dos seres do reino protista. Classificar os protozoários, destacando as espécies de importância médica, por causarem doenças na espécie humana. Compreender o papel das algas do fitoplancton na cadeia alimentar e na manutenção da taxa do gás oxigênio na atmosfera terrestre. Distinguir as características específicas dos fungos dos demais reinos.

quadro, giz, apagador, TV pendrive, lista de atividades impressas, ou atividades do livro didático.

consistirão em resoluções de exercícios, que poderão ser listas de exercícios impressas ou do próprio livro didático. Ao final do trimestre, se o aluno não atingir níveis satisfatórios, será oportunizado ao mesmo, revisão de conteúdos do trimestre a fim de propiciar a recuperação de conteúdos e de notas. A avaliação de recuperação trimestral terá valor de 10,0 pontos prevalecendo a média maior..

Paulino Biologia- Amabis e Martho. PEZZI et al Seres vivos, Anatomia e Fisiologia humana. FTD. 2010. SP

Mencionar a importância biológica e médica dos fungos. Conceituar e exemplificar líquens e micorrizas.

Por ser verdade, assino e dato o presente: _____________________________ ___/___/___ Professor Recebido em ___/___/___ ____________________ Lido em ___/___/___ _____________________

Solicitado adequação em ____/____/____

___________________________________ Ciência do professor

COLÉGIO ESTADUAL HUMBERTO DE CAMPOS
RUA PEDRO ORTOLANI, 21 ATALAIA-PR

PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 2014
DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR: MOACIR TOMAZ DE SANTANA ENSINO: BIOLOGIA TURMA: 3º_________ CARGA HORÁRIA: 2 Ha

TRIMESTRE: 1° TRIMESTRE

CONTEÚDO ESTRUTURANTE: Organização dos seres vivos,mecanismos biológicos, biodiversidade e manipulação genética. JUSTIFICATIVA: Compreender e aprofundar as explicações atualizadas de processos e conceitos biológicos, identificando a importância da ciência e da tecnologia da vida moderna despertando o interesse pelo mundo dos seres vivos, é de fundamental importância para o desenvolvimento intelectual do educando, visto que inovações biotecnológicas ocorrem a cada instante, contribuindo significativamente para o desenvolvimento da população, bem como conscientizar o aluno sobre a importância e a conservação da biodiversidade. CONTEÚDOS BÁSICOS
GENÉTICA:

CONTEÚDOS ESPECÍFICOS

OBJETIVOS

ENCAMINHAMENTO AVALIAÇÃO METODOLÓGICO E CRITÉRIOS RECURSOS INSTRUMENTOS METERIAIS
As aulas serão expositivas e dialogadas, permitindo ao educando fazer comparações, estabelecer relações, interpretações, a fim de propiciar o uso e o desenvolvimento de habilidades cognitivas. Para que se concretize o processo de ensino aprendizagem, serão utilizados recursos como quadro, giz, apagador, TV pendrive, papel, lista de atividades impressas, ou atividades do livro didático.

E REFERÊNCIAS

As origens da Genética ; Genética Mendeliana, 1º Hereditariedade e Lei; Mendelismo; Lei da segregação genética; Variação na distribuição Relação entre genótipo e dos descendentes; fenótipo; Polialelismo e alelos Genética Mendeliana, 2º múltiplos; Lei; Grupos sanguíneos; Grupos sanguíneos Interação gênica;

Compreender como se manifestam as características genéticas; Valorizar os aspectos históricos da ciência, tais como os relativos ao desenvolvimento da genética reconhecendo que os avanços científicos de uma época dependem de conhecimentos desenvolvidos em épocas anteriores; Compreender que a herança biológica se baseia na transmissão de informações hereditárias –

Avaliação somatória totalizando 10,0 pontos . Durante o trimestre será realizado duas avaliações formais e escritas, todas as atividades desenvolvidas dentro e fora da escola serão somatórias totalizando 30,0 pontos, tais atividades serão desenvolvidas de acordo com cada conteúdo trabalhado, as atividades consistirão em resoluções de exercícios, que poderão ser listas de exercícios impressas ou do próprio

Diretrizes Curriculares de Biologia para a Educação Básica – DCE. Governo do Estado do Paraná. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência da Educação. Curitiba, 2008. LINHARES, S., GEWANDSZANAJDER, F. Biologia Hoje, volume 1 Ática . 2011. SP Biologia- Wilson Roberto Paulino Biologia- Amabis e Martho. PEZZI et al Genética, Evolução e Ecologia. FTD.

os genes – de geração a geração, o que possibilita reflexões sobre a continuidade da vida e sobre a natureza das relações entre os seres vivos ao longo do tempo; Compreender os princípios teóricos que explicam a hereditariedade e as variações nas manifestações genéticas; utilizar esses conhecimentos para entender situações reais, como casos que envolvem genes letais, características genéticas humanas de interesse médico e determinação do sexo, e para atuar positivamente na prevenção e no tratamento de certas doenças que ocorrem em casos de incompatibilidade genética; Conceituar herança monogê nica, ou monoibridismo; Compreender os princípios de construção do quadrado de Punnett, aplicando-os na solução de problemas sobre herança monogênica; Compreender a relação entre genótipo e fenótipo; Representar indivíduos em heredogramas assim como interpretar os princípios básicos de sua construção; Distinguir herança

livro didático. Ao final do 2010. SP trimestre, se o aluno não atingir níveis satisfatórios, será oportunizado ao mesmo, revisão de conteúdos do trimestre a fim de propiciar a recuperação de conteúdos e de notas. A avaliação de recuperação trimestral terá valor de 10,0 pontos prevalecendo a média maior..

recessiva, herança dominante, dominância incompleta e co-dominância; Conceituar e discutir exemplos de pleiotropia, e de alelos letais. Compreender os grupos sanguíneos Compreender como se manifestam os alelos múltiplos para a determinação da pelagem dos coelhos e no sistema ABO; Conhecer o sistema de grupos sanguíneos ABO, compreendendo os princípios envolvidos na incompatibilidade entre certos tipos sanguíneos; Conhecer a determinação genética do sistema de grupos sanguíneos Rh, compreendendo os princípios envolvidos na incompatibilidade entre mãe e feto responsável pela eritroblastose fetal; Conhecer a determinação genética dos tipos sanguíneos humanos e resolver problemas sobre esse assunto; Aplicar conhecimentos relativos á segregação de um par de alelos e a probabilidade na resolução de problemas envolvendo cruzamentos genéticos; Compreender a primeira e a

segunda lei de Mendel

Por ser verdade, assino e dato o presente: _____________________________ ___/___/___ Professor Recebido em ___/___/___ ____________________ Lido em ___/___/___ _____________________

Solicitado adequação em ____/____/____

___________________________________ Ciência do professor