You are on page 1of 8

A Psicologia da Mentira: Torne-se um detector de mentiras humano

"Quem tiver olhos para ver e ouvidos atentos pode convencer-se de que nenhum mortal é capaz de manter segredo. Se os lábios estiverem silenciosos, a pessoa ficará batendo os dedos na mesa e trairá a si mesma, suando por cada um dos seus poros!" • Sigmund Freud Sabemos que a honestidade é à base de qualquer relacionamento humano. Mas, muitas vezes, as pessoas deixam de ser honestas conosco. É de grande valor estar ciente das verdadeiras intenç es de alguém, e isso vai lhe poupar tempo, dinheiro e energia. ! que voc" vai ler abaixo é baseado no resultado de anos de estudos na #rea do comportamento humano$ principalmente do trabalho do r. avid !. "ieberman - um renomado #h. . em #sicologia e $ipnoterapeuta % em seu livro& "%ever be lied again", o qual me in'luenciou imensamente na produç(o deste material. )embro que n(o s(o meramente técnicas para se descobrir a verdade, mas sim técnicas poderosas e e'icazes, os quais s(o utilizadas mundialmente por entrevistadores e interrogadores experientes. *hegou a hora de saber as reais intenç es das pessoas e impedir que elas tirem vantagem de voc"+ Apresento-lhe os 30 sinais de uma mentira. O corpo nos revela a verdade. ,studos demonstraram que numa apresentaç(o diante de um grupo de pessoas, --. do impacto s(o determinadas pela linguagem corporal % postura, gestos e contato visual %, /0. pelo tom de voz e apenas &' pelo conte(do da apresenta)*o 1Mehrabian e Ferris, 23n'erence o' attitudes 'rom noverbal communication in t4o channels2, in 5he 6ournal o' *ounselling 7s8cholog8, vol. /9, 9:;<, pp. =>0%-=?. #odemos concluir que n*o é o que dizemos, mas como dizemos, que faz a diferen)a. Sabendo disso, podemos usar a observaç(o para nos a@udar a descobrir a verdade.

. 9>. 5ambém é improv#vel que a pessoa toque seu peito com um gesto de m(o aberta$ >. com poucos movimentos dos braços e das m(os. a pessoa que mente 'ica quieta. indicando que ela n(o acredita % ou est# insegura % no que est# dizendo?. dando a impress(o que mentalmente est# pronta para se de'ender$ 9:. mas ele mesmo n(o coloca nenhuma quest(o. A pessoa que mente continuar# acrescentando in'ormaç es até se certi'icar de que voc" se convenceu com o que ela disse$ 90. !bserve o tempo de demora na resposta de sua pergunta. . As m(os.la pode 'icar de costas para a parede. Ema demora na resposta indica que ela est# criando a desculpa e em seguida veri'icando se esta é coerente ou n(o. Se olhar para cima e à direita. É improv#vel que permaneça ereto$ 9H. evitando a todo custo 'alar de mais detalhes sobre a acusaç(o$ 9. Ema ou ambas as m(os podem ser levadas ao rosto 1a m(o pode cobrir a boca. possivelmente em direç(o à saBda$ 0..m relaç(o à histKria contada. deixa de mencionar aspectos negativos$ =H. geralmente. eles parecem rBgidos e mecDnicos. A tend"ncia natural do ser humano é manter um certo desespero para provar que é inocente. A pessoa que mente n(o consegue responder automaticamente à sua pergunta. ent(o é melhor descon'iar. 9/. . !bserve para onde os olhos da pessoa se movem na hora da resposta de sua pergunta. Ji'icilmente as pessoas 'icam tranqFilas enquanto s(o acusadas por algo que sabem que s(o inocentes. A pessoa n(o apontar# seu dedo para quem est# tentando convencer$ 9=. Cuem mente utilizar# as palavras de quem o ouve para a'irmar seu ponto de vista$ 9<. A pessoa que mente reluta em se de'rontar com seu acusador e pode virar sua cabeça ou posicionar seu corpo para o lado oposto$ :. a pessoa poder# se encolher um pouco$ -. Iaver# pouco ou nenhum contato 'Bsico por parte da pessoa durante a tentativa de convenc"%lo$ 99. tem grandes chances de estar mentindo. ! corpo 'icar# encolhido. os braços e as pernas tendem a 'icar encolhidos contra o corpo e a pessoa ocupa menos espaço$ /. A cabeça se move de modo mecDnico$ <. 9-. e 'or destra. A pessoa que mente pode utilizar as seguintes 'rases para ganhar tempo. o mentiroso. A 'im de parecer mais tranqFila. A express(o 'Bsica ser# limitada. A pessoa que mente adquire uma express(o corporal mais relaxada quando voc" muda de assunto. !corre o movimento de distanciamento da pessoa para longe de seu acusador. =9. a 'im de pensar numa resposta 1ou como 'orma de mudar de assunto?& 27or que eu . A pessoa 'ar# pouco ou nenhum contato direto nos olhos$ =. 7or outro lado.9. G(o h# sincronismo entre gestos e palavras$ . Cuando tais movimentos ocorrem. Se a pessoa 'icar tranqFila enquanto voc" a acusa. Em mentiroso pode estar pronto para responder as suas perguntas.

. !bserve a voz..la evita responder. Se a pessoa estiver escondendo as m(os.2. +mportante. Não acuse . indicam 'orte preocupaç(o por parte da pessoa. Mou lhe armar com as melhores muniç es possBveis para que voc" vença rapidamente a batalha verbal e chegue até a verdade. mas que insinue o possBvel comportamento da pessoa. 27ara ser 'ranco. ...u acho que este n(o é um bom lugar para se discutir isso2. seguidas de um certo nervosismo.os sinais que voc/ acabou de aprender . 27or que est# me perguntando uma coisa dessasL2. o muco se 'orma na garganta. transpirar e respirar com di'iculdade$ =-. =:. 2*omo se atreve a me perguntar uma coisa dessasL2$ ==.ste@a atento. 27ara dizer a verdade. !s resultados ser(o verdadeiramente surpreendentes. Pergunta incorreta: "1oc/ andou me traindo2" Pergunta correta: "3conteceu alguma coisa diferente na noite passada2" !bserve sua express(o corporal e alguma possBvel pista de preocupaç(o e nervosismo com sua pergunta. . . se estiver nervosa.xemplo de uso& Suspeita: Moc" acha que seu 1a? namorado 1a? 'oi in'iel na noite passada. 9.2. pode pigarrear para limpar a garganta antes de começar a 'alar. 27oderia repetir a perguntaL2. e uma pessoa que 'ala em pNblico. .. 27odemos 'alar mais tarde a respeito dissoL2. %*o esque)a de observar as respostas n*o-verbais -inconscientes. en'atizando nosso ponto de vista e demonstrando 'orte convicç(oL A pessoa que mente n(o consegue 'azer isso. 3sso produzir# um som mais alto. como qualquer outro mNsculo. A pessoa utiliza de humor e sarcasmo para aliviar as preocupaç es do interlocutor$ =>.mentiria para voc"L2. pedindo para voc" repetir a pergunta. Jevido à ansiedade.la pode 'alhar e a pessoa pode parecer incoerente$ =<. . Cualquer resposta do tipo& "#orque perguntou isso2" ou "3lguém te falou alguma coisa2".. tendem a 'icar enri@ecidos quando a pessoa est# sob press(o. =0.Insinue: ! ob@etivo é 'azer uma pergunta que n(o represente nenhuma acusaç(o. isso pode ser uma tentativa de ocultar um tremor incontrol#vel. .ngolir em seco& a pessoa pode começar a engolir em seco. /H. 2Je onde voc" tirou essa idéiaL2. Armando-se para a batalha verbal e partindo para o ataque *hegou a hora de usarmos um so'isticado e abrangente sistema de questionamentos que 'ar# com que qualquer pessoa 'ale a verdade em apenas alguns minutos em qualquer conversa ou situaç(o. =. A pessoa que est# mentindo pode corar. 2. 6# reparou que quando estamos convictos do que estamos dizendo. ! corpo da pessoa mentirosa pode 'icar tr"mulo& as m(os podem tremer.la n(o estaria preocupada em . 7igarrear& Se ela estiver mentindo t"m grandes chances de pigarrear enquanto 'ala com voc". ou ent(o responde com outra pergunta$ =/. nossas m(os e braços gesticulam. Moz 'ora do tom& as cordas vocais.ap0s a sua pergunta.

. . Pergunta incorreta: "1oc/ está me traindo com 4ulana -o. demonstram grande carga de preocupaç(o e culpa. 6sta técnica é muito usada por policiais. n*o é2" ! mais incrBvel é que geralmente as pessoas acabam con'essando e se sentindo orgulhosas de ter 'eito isso. porque ela n(o tem receio de discutir o tema e n(o est# investigando por qu" voc" 'az a pergunta. 7orém. com outra -o. de 'orma que ela n(o se importe em responder sinceramente. 1oc/ n*o me diz a verdade porque alguém manda em voc/. Situação semelhante: Aqui voc" vai apresentar uma situaç(o semelhante à que suspeita que este@a acontecendo. 4ulana -o. a menos que pense que voc" pode estar sabendo o que ela n(o quer que voc" saiba. nervosismo ou constrangimento. %*o é impressionante como alguém consegue ser infiel e n*o ter receio de ser desmascarado2" Cuaisquer respostas que demonstrem reaç es de embaraço. aqui voc" vai abordar o assunto. amiga -o. . amiga -o. pois est# sendo OpressionadaO por outra pessoa à n(o dizer a verdade e que essa pessoa manda nela. está cometendo uma trai)*o. do -a. 5em outra pessoa por trás disso e voc/ n*o quer 9ficar mal9 com ela. -. 1oc/ n*o tem o poder para decidir isso.labore uma pergunta que restrin@a sua resposta a algo que a pessoa pense ser positivo. /. =. 4ulana -o. 'icar# preocupada.. $o8e minha -meu. e nervoso -a. noivo -a. poder# iniciar uma conversa a respeito da pergunta. Mamos dizer a ela que @amais seria capaz de con'essar. ou n*o2" Pergunta correta: "3cho que 8á sei qual é o problema. Atacando o ego da pessoa. .xemplo de uso& Suspeita: Moc" acha que seu 1a? namorado 1a? est# lhe traindo.. constrangida ou embaraçada e vai querer rapidamente mudar de assunto. ! bom é que vai poder 'alar sobre o assunto sem parecer acusatKrio. de 5al me disse que está muito desconfiada -o.2" Pergunta correta: "7lha que absurdo. fica muito estranho -a.sta é uma 'orte indicaç(o de inoc"ncia. 8á utilizei e obtive 0timos resultados.. seu -sua. mas de uma 'orma geral. se a pessoa achar que sua pergunta é interessante e ela 'or inocente. minha -meu. Gos permitir# uma grande percepç(o de culpa ou inoc"ncia da pessoa. 6le -a. além de tentativas de mudança de assunto.saber porque voc" est# 'azendo tal pergunta. de 5al2" Pergunta correta: "Sabe. . Não é surpreendente?: *omo no exemplo acima. Indução: 3qui está uma poderosa técnica. de 5al me contou que pegou seu -a. 6la -e.xemplo de uso& Suspeita: Moc" descon'ia que seu 1sua? noivo 1a? est# saindo com outra 1o? Pergunta incorreta: "1oc/ está saindo com outra -o. . tem quase certeza que ele -a.xemplo de uso& . Aqui vamos usar o ego da pessoa contra ela prKpria. >. seguidas de perguntas como& "#or que está me perguntado isso2". 7 que voc/ acha disso2" Se a pessoa 'or culpada. . quando ela -e. #articularmente. fala sobre hist0rias de trai)*o.xemplo de uso& Suspeita: Moc" tem quase certeza que Fulano 1a? roubou sua empresa Pergunta incorreta: "1ai confessar que roubou minha empresa. namorado -a.

!utro exemplo& -?tilizado em entrevistas para emprego. tem 9passado < perna9 em mim.Suspeita: Alguém viu seu 1a? namorado 1a? numa 'esta na noite passada. porque a pessoa n*o tem medo de assumir novas responsabilidades. Pergunta incorreta: "1oc/ andou fazendo festa escondido de mim2" Pergunta correta: "7ntem. realmente saBdo.. Moc" poder# veri'icar isso na sua express(o corporal de tens(o e pavor. Pergunta incorreta: "4ulano -a. completamente livre para lhe dizer toda a verdade. . acho que todo mundo 8á sabe sobre o material. porque voc" deu a entender que @# sabia e n(o havia problemas. voc/ chegou em casa ap0s as :.! =e conte mais sobre suas incr>veis técnicas. mas está tudo bem. voc" diz à pessoa que ela 'ez algo bom. ela 'icar#.. ultimamente. mas se tiver. n0s dois sabemos que todo mundo inventa um pouco sobre seu curr>culo. =e diga. . 'icar# livre para responder. ! importante é que voc" conseguiu a resposta à verdadeira pergunta.sta técnica de sugest(o é muito poderosa e pode induzir a um estado tempor#rio de paranKia na pessoa % principalmente se v#rias pessoas 'alarem a mesma coisa.. 4ulano -a. e n(o mau. seguida de uma atitude de descon'iança diante das pessoas. voc/ andou colocando informa)@es falsas em seu curr>culo2" Pergunta correta: "4ulano -a. mesmo assim se sentir# a vontade em responder sinceramente.la n(o ter# saBda e vai se abrir para voc".. n(o demonstrar# nenhuma atitude e apenas vai achar que voc" est# brincando com ela. quais partes em que voc/ foi mais criativo no seu curr>culo2" <.! 3cho que podemos nos tornar s0cios muito ricos! #arece que voc/. eles ficam encarando voc/2" Se ela 'or mesmo culpada. !á reparou que. seu -sua. Pergunta incorreta: "4ulano -a. Assim. .xemplo de uso& Suspeita: Moc" suspeita que sua 1seu? colega de trabalho est# roubando o material de escritKrio da empresa Pergunta incorreta: "4ulana -o. n*o foi2" Se a pessoa tiver 'icado em casa.h. ! 'ato de a pessoa ter voltado para casa de madrugada n(o est# em quest(o. vai se sentir encarada por todos e logo passar# a aceitar a sugest(o de que todos @# est(o sabendo do roubo.. Paranóia: . Suspeita: Moc" suspeita que o candidato à vaga o'erecida mentiu sobre as in'ormaç es em seu currBculo. acho que isso demonstra coragem. . Quero aprender tudo!" Moc" quer aparentar que est# contente por saber o que a pessoa est# 'azendo. Bumerangue psicológico: *om esta técnica...xemplo de uso& Suspeita: Moc" suspeita que 'ulano 1a? est# roubando sua empresa. %0s podemos trabalhar 8untos. espertinho -a. *aso ela n(o se@a culpada. <s vezes.. voc/ anda roubando o material de escrit0rio2" Pergunta correta: "4ulana -o. #essoalmente. . voc/ anda me roubando2" Pergunta correta: "6i.

. ent*o simplesmente.. 2dizer a verdade".. me. o inconsciente n*o registra uma negativa ... n*o é2 3lém do mais sua imagem ficaria su8a. voc/ pode muito bem acreditar nas coisas que pensava que sabia. pode escolher um caminho mais doloroso. . 1oc/ pode me contar tudo e esquecemos isso para sempre..sta técnica cria uma espécie de 'obia na pessoa e a Nnica saBda é con'essar a verdade para voc"... "diga a verdade" -=uito importante.... diga a "erdade. sem a pessoa % a parte consciente % se dar conta e mostrar resist"ncia. não #uer di!er a "erdade. realmente.. me confesse agora e terminamos com isso de uma vez por todas". n*o é2 Se estiver pensando consigo mesmo algo como. e 2agora" s(o enviados diretamente para o inconsciente. 1oc/ sabe que isso seria demiss*o na certa. para o seu bem.ssa sentença é registrada pelo inconsciente em sua totalidade. Céu e in erno: .T cnicas avan!adas para revelar a verdade: Os truques dos pro"issionais.. Quando perceber que. 8á sei da verdade. ela sK ter# uma saBda& falar a verdade! =.xemplo de uso& Se voc" acha que sua colega de trabalho est# roubando o material de escritKrio da empresa.la 'icar# con'usa com a 'rase de abertura 1est(o em sublinhado nos exemplos abaixo? e entrar# num leve transe enquanto voc" lança uma 'rase com comandos implBcitos 1est(o em negrito? que ser(o completamente absorvidos pelo seu inconsciente. agora!" ... =as.. e. a menos que. Se vincularmos dor intensa e insuport#vel à idéia de mentir e prazer imediato à idéia de 'alar a verdade. #odemos resolver isso agora. di!er a "erdade. #ortanto. enquanto implanta sugest es diretamente no inconsciente. ir' me di!er a "erdade((( agora) 3mportante& .. !s comandos.voc/. 6u n*o quero que voc/ diga nada..o $não$.. Moc" 'alaria& "4ulana. %inguém mais ficará sabendo e voc/ continuará no seu emprego. Sei também que voc/ 8á está se arrependendo de ter feito isso. As técnicas abaixo devem ser usadas caso voc" este@a muito descon'iado da pessoa e ela se recusa a con'essar. .. Aqui usamos as 'orças que moldam o comportamento humano& or e o #razer nos seus limites para nos revelar a verdade. ou. queira.. !utro exemplo& 4ulano -a. Curto circuito: *om essa técnica voc" cria uma con'us(o mental na pessoa.. diga . +magina todos seus colegas comentando sobre o que voc/ fez2 #ortanto.. se voc/ quer. 6 entendo que voc/ 8á esqueceu o que havia pensado em querer. esta é a decisão certa... . #osso ir até nosso chefe e falar para ele..xemplo de uso& "4ulano -a.. 9.a decis*o é sua. eu #uero di!er % "oc&.

porque pensou que t/m d(vidas2 • Se voc/ n*o esperava que eu acreditasse numa coisa dessas. duvidaria menos das coisas que escutou2 • 1oc/ acredita nas coisas que 8á sabia2 • Bomo pode acreditar nas coisas que pensa que sabia2 • 6ssa pergunta significa que voc/ ainda duvida das coisas que imaginava serem verdadeiras. Moc" também pode usar a técnica do curto circuito. antes mesmo de aceitar a verdade2 .. • #orque voc/ ainda acredita em algo que duvidava2 • 1oc/.. realmente.• • • 3ntes e depois do comando . ?se com modera)*o. ou temporariamente con'undir a pessoa. poderá provocar uma forte confus*o mental na pessoa. porque me contou2 • 1oc/ está concordando com uma coisa que 8á sabia. n*o é2 • 1oc/ acredita mesmo. aumente um pouco a voz e utilize uma tonalidade descendente. Aesticule com as m*os ao dizer o comando.voc/ deve dar uma pausa -. com o intuito de apenas interromper a linha de raciocBnio de uma pessoa. Se usar várias delas seguidas. Etilize as 'rases abaixo quando quiser tomar o controle de uma conversa. 3o dar o comando. G(o esqueça de gesticular enquanto 'ala. que 8á sabia disso2 • #orque me perguntou algo que 8á sabia2 • Se voc/ 8á acreditava nisso. n*o é2 • Bomo pode concordar de algo que acreditava ser mentira.que está em negrito . Abaixo voc" tem algumas 'rases que desenvolvi. enquanto voc" reNne seus prKprios pensamentos.. ainda acredita nas coisas que pensava que sabia2 • 1oc/ duvidaria menos se acreditasse mais nas coisas que imaginava que sabia2 • 1oc/ n*o lembra do que havia esquecido2 • Se acreditasse mais nas coisas que falou.

xemplo de uso& "4ulana. Moc" vai o'erecer uma sugest(o que cria uma aç(o perceptBvel. mais concorda com a possibilidade de que tudo n*o passou de uma grande mentira2 /. o inconsciente se encarregar# de dar uma resposta. enri+ecer seu corpo((( se (((esti"er mentindo" Se ela 'or mesmo culpada.• Quanto mais voc/ acredita nas coisas que duvidava...sta técnica utiliza comandos implBcitos de um modo totalmente novo. eu n*o estou dizendo que voc/ deverá . . . Criaç*es do inconsciente: .