You are on page 1of 6

COMO ELABORAR UM ARTIGO Carlos Denis de Campos Pereira1 Resumo Nosso objetivo é detalhar os passos na elaboração de um artigo acadêmico

. Utili aremos a N!" #$%% da &ssociação !rasileira de Normas 'écnicas (&!N') *ue estabelece um sistema para a apresentação de um artigo acadêmico. &lém de +acilitar a elaboração de um artigo, este sistema con+ere *ualidade na apresentação do mesmo. Um artigo bem elaborado apresenta o seu conte-do de +orma clara e objetiva, +a endo com *ue o entendimento das idéias desenvolvidas se +aça presente. Palavras-chave: .etodologia Cient/+ica. 'rabalhos acadêmicos. &rtigo. 1 INTRODUÇ O &o longo das atividades acadêmicas, alunos e pro+essores são constantemente demandados 0 elaboração de artigos técnico1cient/+icos. 2s pro+essores, com muitas idéias revistas, estudadas e con+rontadas, 0s ve es, +ica meio perdido no momento de elaboração e escrita do artigo. 2s alunos por sua ve nos di em com toda certe a3 estamos totalmente perdidos; como fazer um artigo? Neste sentido iremos detalhar os passos 0 elaboração de um artigo acadêmico. Utili aremos a N!" #$%% da &ssociação !rasileira de Normas 'écnicas (&!N') *ue estabelece um sistema para a apresentação de um artigo acadêmico.

1

Pro+essor do Centro Universit4rio Ne5ton Paiva 6 Cursos de Psicologia e Pedagogia. !elo 7ori onte, 189$#9%$$#. carlosdenis.pro+:ne5tonpaiva.br

ca+as0 .cas. %$$. &rtigo de revisão: %&&&' resume. & norma *ue estabelece os re*uisitos para a redação de resumos é a N!" #$%E de %$$.% ! DE"INIÇ#E$ E E$TRUTURA DO ARTIGO & NBR 6022 — Informação e documentação — Artigo em pu licação peri!dica cient"fica impressa — Apresentação #200$% (%$$. comparando1as com as idéias de outros autores. em +rases se*Cenciais. &rtigo cient/+ico3 %&&&' a(rese)*a e +. m-*o+os.)1orma23es 4/ (u5l. os resultados e as conclus=es do documento.+-.scu*e . e subt/tulo (se houver) em l/ngua estrangeiraB (b) resumo em l/ngua estrangeiraB (c) palavras1chave em l/ngua estrangeiraB (d) notas e?plicativasB (e) re+erênciasB (+) gloss4rioB apêndicesB (g) ane?os. 2 resumo deve ressaltar o objetivo.as. &rtigo original3 a(rese)*a *emas ou a5or+a6e)s or.s& % de+ine três modalidades de artigos <eri+ica1se *ue as duas primeiras de+iniç=es são pr>?imas e podem agrupar1se na de+inição de @artigos de revisãoA en*uanto a -ltima de+inição demarca a produção original. Normas +e +ocume)*a29o& .)a. estudos de caso etc.sa e +. <ejamos os signi+icados de alguns elementos3 • resumo3 apresentação. antecedidas da e?pressão % &FF2CG&HI2 !"&FGJKG"& DK N2". te?tuais e p>s1te?tuais. *ue e?ige um trabalho de pes*uisa ampla e conte?tuali ada. 2s eleme)*os *e7*ua. p. • (alavras-chave3 palavras representativas do conte-do do documento.s são constitu/dos de (a) t/tulo e subt/tulo (se houver)B (b) autoriaB (c) resumo na l/ngua do te?toB (d) palavras1 chave na l/ngua do te?to. (rocessos e resul*a+os )as +. num par4gra+o -nico..me)*o0 %. 2s eleme)*os (r--*e7*ua.) é constitu/da de elementos pré1 te?tuais.6. p. 2s eleme)*os (8s-*e7*ua.. é um trabalho de revisão.. Devem +igurar logo abai?o do resumo. para se ter a idéia geral das obras dos autores pes*uisados.versas /reas +o co)hec. tais como relatos de pes*uisas.s constituem1se de (a) introduçãoB (b) desenvolvimentoB (c) conclusão. a)al. o método. "ever as idéias de um determinado autor. dos pontos relevantes do documento (m4?imo de %D$ palavras). .s são constitu/dos de (a) t/tulo. & estrutura de um artigo (N!" #$%%.&F 'LCNGC&F 6 &!N'. *-c)..scu*e . %)3 1.

separadas entre si por ponto. bem como o endereço postal ou eletrPnico.. p. as re+erências.D entrelinhas. utili ando1se os recursos de negrito.o3 lista. o apêndice e o ane?o. 2 t/tulo e o subt/tulo devem estar separados por dois pontos. notas de rodapé e re+erências. 2 tamanho da +onte indicada é o tamanho 1%B utili a1se de uma +onte menor nas citaç=es acima de . REGRA$ GERAI$ DE APRE$ENTAÇ O DO ARTIGO Gnicialmente. %). 2s t/tulos são acompanhados pelo indicador numérico. o resumo em l/ngua estrangeira. 2s te?tos devem ser apresentados em papel branco. 6loss/r. em ordem al+abética. it4lico. . 2s t/tulos das seç=es são destacados gradativamente.. cmB direita e in+erior O % cm. de %$$%.ca*. &s margens devem ter as seguintes medidas3 es*uerda e superior O . Palavra1chave. a +im de complementar sua argumentação. e?cetuando1se as citaç=es de mais de três linhas. Nestes casos usamos espaçamento simples. h/+en. re1er:)c.ces3 te?to ou documento elaborado pelo autor. *ue serve de +undamentação. cai?a alta. travessão ou *ual*uer sinal ap>s o indicativo de seção ou de seu t/tulo (N!" #$%M. 'odo o te?to deve ser digitado com espaço 1. comprovação e ilustração. devemos consultar a N!" 1M.vas3 notas usadas para coment4rios *ue não +oram inclu/dos no te?to. %$$. o gloss4rio. K?emplo3 Palavras1chave3 "e+erências.N cm).N%M (%$$D) para a con+iguração geral do documento. Documentação. Fão eles. • • • • • )o*as e7(l. entrelinhas. dos principais conceitos utili ados no te?to. 2 curr/culo. a)e7os3 te?to ou documento não elaborado pelo autor. . 2s t/tulos sem indicativos numéricos devem ser centrali ados. no nosso caso.as3 conjunto de elementos padroni ados pela N!" #$%. a(:)+. Não se utili am ponto. deve aparecer em rodapé na p4gina de abertura. linhas e nas notas de rodapé. +ormato &M (%1 cm ? %8. 2 nome do autor (ou dos autores) deve ser acompanhado de um breve curr/culo *ue o(s) *uali+i*ue na 4rea do conhecimento. gri+o etc.

&cesso em 18 jun. p. Dever ser breve.. Para se +a er um bom sistema de citaç=es é necess4rio consultar a N!" 1$. & conclusão é a parte +inal do trabalho. p. M). Para *ue o artigo se complete temos *ue consultar outras normas de documentação.S *ue variam em +unção da abordagem do tema e do métodoA (N!" #$%%.M & introdução é a parte inicial do artigo. %$$#..Uahoo. Qinali ando a apresentação geral do artigo. %$$M. %$$. #M).. Na introdução indica1se o o &eti'o.. M). e?plica e demonstra o assuntoA (Gbid. inglês e +rancês. .. onde deve constar a delimitação do assunto tratado. 2 desen'ol'imento do artigo é o n-cleo do mesmo @onde o autor e?p=e. con+orme evolução do assunto.com9V. L a parte principal do artigo. p. @na *ual se apresentam as conclus=es correspondentes aos objetivos e hip>tesesA (Gbid.D%$ (%$$%). tais como a utili ação de outros idiomas para divulgação internacional do artigo em espanhol.D%$ (%$$. as limitaç=es da pes*uisa e recomendaç=es. .uitos autores incluem a revisão da literatura na introdução* "evisão de literatura3 pode ser inclu/da na introdução ou apresentada separadamente. Podem1se utili ar +erramentas na internet para traduç=es. ##). (Q"&NH&. 2 autor apresenta @uma resposta 0 problem4tica do tema proposto na introduçãoA (Q"&NH&. p.babel+ish. R. Dispon/vel em T http399br. #N). %$$.. @*ue contém a e?posição pormenori ada do assunto tratado. Um elemento *ue pode ser considerado essencial na elaboração dos artigos é a citação. Divide1se em seç=es e subseç=es. p. bem como @outros elementos necess4rios para situar o tema do artigoA (N!" #$%%.).). L uma e?posição breve *ue +i?a os limites do assunto tratado3 circunscreve e restringe o assunto tratado. & revisão da literatura citada deve ser apresentada pre+erencialmente em ordem cronol>gica. 2 autor coloca a sua opinião. 2 mesmo acontece com as refer+ncias dos te?tos citados. devemos valori ar os detalhes dos elementos p>s1te?tuais. +ormula1se a pro lem(tica geral e as )ip!teses levantadas. L imprescind/vel a consulta da N!" #$%. %$$M. observando as normas para citação 6 N!" 1$. Devem citar te?tos *ue tenham embasado o desenvolvimento do trabalho. 2s ane?os são identi+icados por letras mai-sculas . (%$$%).

éthodologie Fcienti+i*ue. RE"ER>NCIA$ M *ue de+ine as modalidades de artigos bem como estabelece todos os elementos M &FF2CG&HI2 !"&FGJKG"& DK N2". se +asse cadeau. Ce sUstYme +acilite lXélaboration dXun article et con+Yre *ualité dans la présentation du même. se +aça presente. K?emplo3 &NKW2 & 6 N!" #$%%. Dispon/vel em3 T http399555.org. +aisant avec *ue lXaccord des idées l0 développées. ou seja. &cesso em3 18 jun. . COMMENT =LABORER UN ARTICLE R-sumNotre objecti+ est détailler les étapes dans lXélaboration dXun article académi*ue. 'ravau? académi*ues. &lém de +acilitar a elaboração de um artigo. &rticle. %$$#.abnt. cXest101dire. se torne intelig/vel. < CONCLU$ O Para elaborar um artigo consulte a NBR 6022 — Informação e documentação — Artigo em pu licação peri!dica cient"fica impressa — Apresentação #200$% necess4rios para a elaboração do artigo. présente son contenu de +orme claire et objective.D consecutivas. Um artigo bem elaborado apresenta o seu conte-do de +orma clara e objetiva. se rende intelligible. este sistema con+ere *ualidade na apresentação do mesmo. +a endo com *ue o entendimento das idéias desenvolvidas. Nous utiliserons la N!" #$%% de lX&ssociation !résilienne de Normes 'echni*ues (&!N') *ui établit un sUstYme pour la présentation dXun article académi*ue. travessão e pelos respectivos t/tulos. Un article bien elabore.&F 'LCNGC&F 6 &!N'.brV. Mo*-cl-s3 .

[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[. mai. [[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[. !elo 7ori onte3 UQ. Q"&NH&. NBR 1@D!@ A I)1orma29o e +ocume)*a29o A C. Ma)ual (ara )ormal. NBR 1<ED< A I)1orma29o e +ocume)*a29o A Tra5alhos aca+:m. %$$. Z-nia Jessa.ca23es *-c). %$$M. NBR ?@!C A I)1orma29o e +ocume)*a29o A Reumo A A(rese)*a29o .e)*B1.m(ressa A A(rese)*a29o. mai.6o em (u5l.Fa29o +e (u5l.e)*B1. [[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[. nov. NBR ?@!< A I)1orma29o e +ocume)*a29o A Numera29o (ro6ress.\. %$$D.8+.*o A A(rese)*a29o. ago.*a23es em +ocume)*os A A(rese)*a29o . "io de Zaneiro.co c.ca29o (er.. %$$%.va +as se23es +e um +ocume)*o escr. "io de Zaneiro. . "io de Zaneiro.&F 'LCNGC&F (&!N'). de . [[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[. ago. A I)1orma29o e +ocume)*a29o A Re1er:)c.ca c. %$$. %$$%. ed..cas. "io de Zaneiro.as A Ela5ora29o .ca . NBR ?@!.# &FF2CG&HI2 !"&FGJKG"& DK N2". [[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[. %$$. "io de Zaneiro. "io de Zaneiro.. N.cos A A(rese)*a29o . NBR ?@!! A I)1orma29o e +ocume)*a29o A Ar*.