Maiores Dificuldade Processo Do Trabalho Bruno Klippel

QUAIS SÃO AS SUAS MAIORES DIFICULDADES EM PROCESSO DO TRABALHO??

PROF. BRUNO KLIPPEL
As dificuldades aqui analisadas foram colhidas dos alunos, por meio do facebook e e-mail, servindo de base de estudo para os próximos TRTs, tais como BA, ES, Campinas, AL, SP, MA, MG e outros.
Conheça os nossos cursos no site abaixo:

www.estrategiaconcursos.com.br
NOVEMBRO/2013

Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www.estrategiaconcursos.com.br Prof. Bruno Klippel

4. APRESENTAÇÃO DA APOSTILA: Meus amigos, A apostila que apresento no momento, a ser distribuída de forma gratuita, é composta de respostas às maiores dificuldades dos alunos em relação à matéria DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO, colhidas por email ao longo dos últimos 2 (dois) meses. Agradeço aos alunos que participaram, enviaram as suas dúvidas e me ajudaram a verificar no que podemos ajudar na preparação para os TRTs que se aproximam, tais como TRT/BA, a ser aplicada em poucos dias (01/12), TRT/ES e TRT/Campinas (15/12), TRT/Alagoas (19/01), bem como os que se aproximam, com edital a ser publicado em breve, como o TRT 2ª Região. Espero que gostem do resultado, pois foi feito de forma bem simples, para auxiliá-los nos estudos. Forte abraço. Bruno Klippel Vitória/ES
NOVEMBRO/2013

www.estrategiaconcursos.com.br

Página 2 de 20

Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. sou Professor de Direito do Trabalho e Processo do Trabalho na FDV/ES. da Editora Saraiva (http://www. que recomendo como leitura para todos os concursos da área trabalhista.estrategiaconcursos. São eles: a.br Página 3 de 20 . voltados para concursos públicos.com. MEU CURRÍCULO: Meu nome é BRUNO KLIPPEL.livrariasaraiva.com. 3ª ed.com. curso Doutorado em Direito do Trabalho na PUC/SP. Bruno Klippel 5. Tenho alguns livros escritos. sou Advogado. em Vila Velha e Vitória (ES). mestre em Direito pela Faculdade de Direito de Vitória (FDV). Sou Professor do Estratégia Concursos e do TECConcursos. 2013. DIREITO SUMULAR TST – ESQUEMATIZADO.estrategiaconcursos.br/produto/46858 24/direito-sumular-tst-esquematizado-colesquematizado-3-ed-2013/) www. bem como no curso preparatório para concursos CEP – Centro de Evolução Profissional. na Universidade de Vila Velha (UVV/ES).br Prof.

br/produto/40908 56/carreiras-trabalhistas-magistratura-e-mpt-colpasse-em-concursos-publicos-questoescomentadas/). d. no qual comento as questões de direito do trabalho e processo do trabalho. Ed.estrategiaconcursos.com.QUESTÕES COMENTADAS PARA CARREIRAS TRABALHISTAS.com.br Página 4 de 20 . Saraiva. 2013.com. Ed. PASSE NA OAB – PRÁTICA TRABALHISTA. 2013.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www.com.br/produto/486798 2/passe-na-oab-2-fase-teoria-modelos-trabalho/). 2012.livrariasaraiva.livrariasaraiva. PASSE EM CONCURSOS PÚBLICOS . c. Ed.br/produto/4 975349 www. MANUAL DE DICAS – MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL E DA UNIÃO.livrariasaraiva.com.br Prof. Saraiva (http://www. Bruno Klippel b. http://www.estrategiaconcursos. Saraiva (http://www.

estrategiaconcursos.estrategiaconcursos.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. em especial.com. contemplando toda a matéria.estrategiaconcursos. dos São cursos de questões objetivas comentadas. MEUS CURSOS NO ESTRATÉGIA CONCURSOS: Os cursos disponíveis no Estratégia são Concursos à (www. Também há o curso de direito processual do trabalho com videoaulas. voltados preparação para Concursos Trabalhistas. Todos os meus cursos constam no seguinte link: http://www.br) TRTs.estrategiaconcursos.br/cursosPorProfessor /bruno-klippel-3289/ Também recomendo o meu canal no Youtube. inclusive.com.com. aulas de revisão. bem como cursos de questões discursivas das mesmas disciplinas.youtube.br Página 5 de 20 .com/user/brunoagklippel www. em teoria + exercícios para uma preparação completa.br Prof. Bruno Klippel 6.com. onde disponibilizo vários vídeos demonstrativos dos meus cursos no Estratégia. de direito do trabalho e processo do trabalho. O acesso pode ser feito pelo link a seguir: https://www.

br Página 6 de 20 . em que o Poder Judiciário a toma a frente dos do problema. que pode ser iniciado de ofício pelo Juiz. que deixa clara a atuação ex officio ou de ofício do Juiz. sob pena daquela violação aos direitos até prescrever por ausência de apresentação de petição inicial. de forma a provocar o Poder Judiciário. MAIORES DIFICULDADES EM DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO:  Princípios dispositivo e inquisitivo: As principais bancas examinadoras – FCC e CESPE/Unb – cobram muito em suas provas o conhecimento acerca dos princípios dispositivo e inquisitivo. Ocorre que há hipóteses.estrategiaconcursos. em que não há pedido. 878 da CLT. iniciando o processo para solucioná-los.br Prof. por serem regras opostas em direito processual do trabalho.com. Por mais que o Juiz do Trabalho saiba que determinada empresa descumpre todos os dias as normas trabalhistas. na qualidade de órgão inerte. Sobre o princípio dispositivo. não pode dar início ao processo judicial para condenar aquele empregador. Se o Juiz perceber que uma sentença favorável ao empregado transitou em www. que trata do processo de execução. pois demonstra uma regra importante em processo (civil e trabalhista). Nessas situações. etc).com. Bruno Klippel 7.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www.estrategiaconcursos. de que o processo somente tem início com o pedido formulado por alguém (empregado. Ministério Público. etc. dos determinada realização atos pedido interessados. processuais inicia sem o processo. não “corre atrás” dos problemas dos outros. é reflexo do princípio dispositivo. estamos diante do princípio inquisitivo. Essa idéia de que o início do processo depende de pedido de alguém. poderíamos começar falando que ele também é chamado de princípio da inércia. empregador. O Poder Judiciário. a situação mais importante para as provas de concursos está no art. mas o Juiz pode atuar. o Juiz do Trabalho terá que aguardar a provocação de algum interessado. No processo do trabalho. totalmente diferente da acima analisada. Infelizmente.

765 da CLT está relacionado ao princípio inquisitivo. Em primeiro lugar. de forma a que haja uma atuação ativa do Magistrado. serei condenado ao pagamento dos honorários advocatícios. No processo civil. ele pode determinar o início do processo de execução. daí o tema ser tão cobrado nos concursos trabalhistas. se eu perder. Assim. No processo civil.br Prof.com. Não há necessidade de preenchimento de qualquer outro requisito.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. a condenação aos honorários advocatícios de sucumbência decorre da mera sucumbência. tais como as provas. mesmo que não haja pedido. de forma bem simples. no princípio inquisitivo a atuação é ativa.br Página 7 de 20 . Bruno Klippel julgado. Vamos analisar a Súmula nº 219 do TST.com. basta ter perdido. pelo simples fato de ter perdido. pois diz que o Juiz poderá determinar a prática dos atos processuais que entender necessários. que não tem os seus pedidos reconhecidos pela Justiça do Trabalho. ou seja. sem dúvida. PERDEU-PAGOU. e-mails e pedidos.estrategiaconcursos. com a finalidade de entregar o bem da vida ao reclamante. www.  Honorários Advocatícios de sucumbência – Súmula nº 219 do TST: Esse foi. Ocorre que as regras para que a parte perdedora pague esse valor ao Advogado da parte vencedora são diferentes se comparados o processo civil e o processo do trabalho. Em outras palavras. o ponto da matéria de processo do trabalho com maior número de dúvidas.estrategiaconcursos. Também o art. que trata dos honorários Advocatícios de sucumbência. A parte sucumbente é a parte que perde. Enquanto no princípio dispositivo a atuação do Juiz é totalmente passiva. honorários advocatícios de sucumbência é o valor a ser pago pela parte perdedora (sucumbente) ao Advogado da parte vencedora. sucumbência significa perda.

não decorre pura e simplesmente da sucumbência. a situação é diferente. Receber até 2 salários mínimos ou. já que atua como advogado de João (que está representado pelo Sindicato). se o reclamado for condenado ao pagamento de R$100. da condenação com a presença dos requisitos acima listados.br Página 8 de 20 . pelo menos na maioria das situações. haverá a condenação ao pagamento dos honorários advocatícios. Assim. nunca superiores a 15% (quinze por cento). Logo. declarar que não tem condições financeiras de arcar com os custos do processo. será também condenado ao pagamento de até 15% desse valor. e conseguir a condenação do reclamado (ex-empregador). recebendo a quantia acima referida. Vejam que a condenação não decorre da mera sucumbência. que será do Sindicato. Vale a pena dizer que aqueles requisitos são os mesmos da Assistência Judiciária Gratuita.estrategiaconcursos. a condenação ao pagamento de honorários advocatícios.com. devendo a parte estar assistida por sindicato da categoria profissional e comprovar a percepção de salário inferior ao dobro do salário mínimo ou encontrar-se em situação econômica que não lhe permita demandar sem prejuízo do próprio sustento ou da respectiva família”.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. No processo do trabalho.com. o reclamado será condenada ao pagamento dos honorários advocatícios de sucumbência se o autor: o o Estiver representado pelo sindicato. se João ajuizar ação trabalhista em face do seu ex-empregador. como uma regra geral. A condenação não decorre da mera sucumbência. abaixo transcrita: “Na Justiça do Trabalho. se receber mais.000.estrategiaconcursos.00 ao reclamante João.br Prof. Essas informações constam no inciso I da Súmula nº 219 do TST. e sim. representado pelo Sindicato. razão pela qual podemos dizer que a condenação aos honorários www. Bruno Klippel No processo do trabalho.

a empresa NÃO SERIA CONDENADA ao pagamento dos honorários. pedindo verbas trabalhistas e rescisórias. ou seja. art.estrategiaconcursos. se João ajuíza uma ação rescisória em face do ex-empregador e os pedidos são julgados procedentes.br Página 9 de 20 . que serão analisadas abaixo. Para que não surja qualquer dúvida: se João contratasse um Advogado PARTICULAR e saísse vencedor da ação.   Inciso II: mera sucumbência. Mas vamos às situações excepcionais. esteja assistido pelo SINDICATO dos requisitos da Assistência Judiciária www.br Prof. precisando do preenchimento Gratuita.com. diferentemente do inciso I da Súmula nº 219 do TST. bastando a perda de uma das partes para que seja condenada ao pagamento da quantia. 14). pois João não estava representado pelo SINDICATO. previstas nos incisos II e III da Súmula nº 219 do TST. Bruno Klippel advocatícios de sucumbência decorre do preenchimento dos requisitos da Assistência Judiciária Gratuita (Lei nº 5584/70.com.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. Essa é a regra geral. autor da ação. que são as seguintes: o o o Ação rescisória: Sindicato como substituto processual: Ações que derivem de relação de trabalho: Nessas três situações. o ex-empregador será condenado ao pagamento de honorários advocatícios de sucumbência ao Advogado de João. Inciso III: mera sucumbência. Assim. a condenação ao pagamento dos honorários advocatícios de sucumbência decorre da MERA SUCUMBÊNCIA.  Inciso I: não decorre da mera sucumbência. bastando a perda de uma das partes para que seja condenada ao pagamento da quantia. utilizam o sistema do processo civil. que serve para a hipótese típica vista no processo do trabalho: ex-empregado que ajuíza ação em face do ex-empregador. Logo.estrategiaconcursos.

com. será também condenada a pagar honorários advocatícios de sucumbência ao meu Advogado. conseguir a procedência dos pedidos. autor da ação. a uma faculdade (palestra remunerada) e não recebi o valor acordada. Assim também funciona quando o sindicato ajuíza ação na qualidade de substituto processual.br Prof. 114. Em vez de vários empregados ajuizarem ação. pois aqui a condenação decorre da mera sucumbência. Em qualquer hipótese. o valor nunca será superior a 15% (quinze por cento). Por fim. o mesmo pensamento se aplica. na qualidade de professor. José.estrategiaconcursos.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. quem ajuizou a ação foi o SINDICATO. em especial. Sendo a faculdade condenada a me pagar o valor da palestra.  Contagem de prazo processual – ato realizado no sábado – Súmula nº 262 do TST: Alguns alunos ainda erram as questões relacionadas à contagem do prazo processual. pela mera sucumbência. I da CF/88) para efetivar o recebimento.estrategiaconcursos. ou seja. Bruno Klippel ou ADVOGADO PARTICULAR. Joana. Se o Sindicato. Júlia. não havendo necessidade do preenchimento dos requisitos da Lei nº 5584/70. colocando em risco os seus empregos. como substituto processual. posso ajuizar ação na Justiça do Trabalho (art. A hipótese está pacificada na Súmula nº 262. buscando direito de outros. etc etc etc. o réu será condenado ao pagamento dos honorários de sucumbência. àquelas lides (processos) em que a discussão gira em torno de relação de trabalho e não relação de emprego. os empregados João. conforme regra do inciso I da Súmula nº 219 do TST. I do TST.br Página 10 de 20 . assim redigida: www. no inciso III. Se prestei serviços. quando a banca diz que a intimação foi recebida no sábado. pois não há a necessidade de preencher qualquer requisito a não ser a própria sucumbência (sistema de mera sucumbência).com.

Temos que ter cuidado pois a FCC – Fundação Carlos Chagas. haverá a prorrogação para o próximo dia útil. 6.estrategiaconcursos. no curso do prazo. Bruno Klippel “Intimada ou notificada a parte no sábado. são contados normalmente. excluirei esse dia e começarei a contagem na segunda-feira. incluído. cuidado com informações sobre segunda-feira.com. se dia útil. por exemplo). se útil – excluo a segunda-feira – inicio a contagem do prazo na terçafeira. já que no sábado e domingo não se inicia contagem de prazo. Se eu for intimado no sábado? Como é feita a contagem do prazo? A idéia da Súmula nº 262. no subseqüente”. por exemplo).br Prof. se for dia útil. já que a Súmula fala em dia útil. Dias não úteis.br Página 11 de 20 . Se eu for intimado na sexta-feira.estrategiaconcursos. excluindo esse dia e iniciando a contagem no dia útil seguinte (terça-feira. Início e término do prazo devem ocorrer em dia útil. www. 8. excluirei esse dia e começarei a contagem na sexta-feira. Se o último dia do prazo cair em dia não útil. se eu for intimado na quinta-feira. considerarei que o ato foi realizado no primeiro dia útil seguinte (segunda-feira. tentando levar os alunos ao erro. já disse que o início será na terça-feira e ponto! Será na terça-feira se for dia útil e se a segunda-feira também for. pois pode ser uma pegadinha. o início do prazo se dará no primeiro dia útil imediato e a contagem. A situação é simples se lembrarmos as regras de contagem dos prazos do art. 774 da CLT: 5. I do TST é a seguinte: como sábado não é dia útil (não há expediente forense). O primeiro dia do prazo é excluído e o último.com. Assim.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. 7. Notificado no sábado – considerado notificado na segunda-feira. Assim. terça-feira. se for dia útil.

As demais questões serão decididas na sentença”. Ele praticou atos processuais.br Prof.br Página 12 de 20 .com. de forma a que o Magistrado julgue desde logo. preferencialmente na própria audiência. se fosse o caso. Imagine o Juiz que deixou mais para frente a análise do tema. Não pode o Juiz deixar esse julgamento para frente. da seguinte forma: “Serão decididos. o que deve ser decidido pelo Juiz. www. ouviu testemunhas. 852-G da CLT: O rito sumaríssimo é marcado pela celeridade. que o réu argua na defesa a existência de litispendência. a necessidade de marcação de outra audiência. Pode ser. Mas quando? Na própria audiência.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. etc. sem remarcação de audiência. para que a sentença seja proferida o mais breve possível. o Magistrado deve passar a palavra para o autor. Bruno Klippel  Julgamento de incidentes e exceções no rito sumaríssimo – Art. se possível sem interrupções. sob pena de realizar atos processuais inúteis. fez perícia. Melhor que ele tivesse analisado logo a litispendência para. de coisa julgada. de perempção.com.estrategiaconcursos. etc etc etc. na hora. Certamente o trabalho foi jogado no lixo. todos os incidentes e exceções que possam interferir no prosseguimento da audiência e do processo. causando a paralisação da audiência. e na hora de proferir a sentença. já reconhecê-la de plano. viu que havia litispendência e teve que extinguir o processo sem resolução do mérito. o legislador redigiu o art. pela idéia de realizar todos os atos processuais em audiência. afirmando existir ou não a alegada litispendência. Vamos entender esse dispositivo: é muito comum o réu apresentar uma série de fundamentos de defesa (exceções). que trata do julgamento das exceções e incidentes do processo. Se o réu alegou a existência de litispendência. por exemplo. extinguindo o processo sem perder tempo para a produção das provas.estrategiaconcursos. de plano. 852-G da CLT. para que apresente manifestação na hora. Com base nesse ideal. incompetência territorial (por meio de exceção de incompetência). bem como alegações que podem atrapalhar a andamento do processo.

com. Bruno Klippel  Litisconsórcio: O ponto mais importante e que os alunos possuem mais dúvida é em relação às classificações dos litisconsórcios. Misto: será misto quando o litisconsórcio ocorrer ao mesmo tempo nos pólos ativo e passivo. Passivo: será passivo o litisconsórcio quando houver mais de um réu. 46 do CPC. etc. haja vista que a lei assim determina. adota-se a teoria acerca da impossibilidade do litisconsórcio necessário ativo. houver mais de um autor e réu no mesmo processo.com. da obrigação da demanda ser proposta por mais de um autor.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. por violar o livre acesso ao Poder Judiciário. A regra é a existência dessa espécie de litisconsórcio. cujas hipóteses estão descritas no art. ou seja. como ocorre quando o autor ajuíza a demanda em face de responsável subsidiário ou solidário. prevendo a obrigação de sua formação.br Página 13 de 20 .br Prof. o o Quanto à formação: Facultativo: será facultativo o litisconsórcio quando a sua formação decorrer unicamente da vontade de partes. Nos domínios do processo do trabalho. que possuem a opção de ajuizar as demandas em separado ou em litisconsórcio. Vejamos as 4 (quatro) classificações existentes: Quanto à posição: Ativo: será ativo o litisconsórcio quando houver mais de um autor.estrategiaconcursos. Nessas hipóteses. as partes não possuem escolha. a lei impõe a sua formação. www.estrategiaconcursos. ou seja. quando há sucessão de empresas. Necessário: no litisconsórcio necessário. sob pena de extinção do processo sem resolução de mérito.

o autor ou o réu pessoas físicas morrem. dentre outros atos.com. Perde-se a possibilidade de interpor um recurso. Essa preclusão faz com que o processo ande. de manifestar-se sobre o laudo pericial. Nessa situação. nesse a decisão a ser proferida pode ser a mesma ou diferente para os litisconsortes. já que as relações jurídicas. não sendo possível anular aquela para um ou alguns ou mantê-la intacta para os demais. Ulterior (superveniente): se o litisconsórcio for formado após a distribuição da ação. será ulterior ou superveniente. como no célebre exemplo do ajuizamento de ação anulatória de cláusula convencional pelo MPT em face dos entes sindicais que a convencionaram.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. a decisão judicial anulará ou manterá a cláusula para todos os litisconsortes (réus). pois apenas leva em consideração o momento da formação do litisconsórcio.estrategiaconcursos.com. a decisão a ser proferida deve ser a mesma para todos os litisconsortes. Unitário: Nessa espécie de litisconsórcio. será inicial. o Preclusão no processo do trabalho: Preclusão significa perda da possibilidade de realização de um ato processual. comuns. É o que ocorre na hipótese de sucessão processual. não são idênticas. haja vista que a relação jurídica posta em discussão é a mesma.br Página 14 de 20 . Se já presente na petição inicial. Bruno Klippel o Quanto à decisão que será proferida: Simples: Também denominada de litisconsórcio comum. apesar de parecidas. sendo sucedidos pelos dependentes.br Prof. o Quanto ao momento de formação: Inicial: trata-se de uma das mais simples classificações.estrategiaconcursos. por exemplo. quando. pois impede que a parte realize o ato a qualquer www.

estrategiaconcursos. que não pode ser praticado mais de uma vez. A preclusão para o Juiz é denominada de pro judicato. Não mais poderei realizar aquele ato e o processo seguirá avante. no 8º dia.br Página 15 de 20 . Ocorre que 2 dias depois verifiquei que o recurso não estava bem fundamentado e resolvi protocolar outro. perdendo aquela chance.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. A preclusão pode ocorrer de diversas formas. Bruno Klippel momento ou posso realizar atos relacionados a momentos passados.br Prof. Incompatível.com.estrategiaconcursos. Perco a possibilidade de recorrer se afirmar no processo que aceito a decisão ou se vier a cumpri-la espontaneamente. Imagine que o Juiz tenha proferido uma sentença. Posso interpor um recurso ordinário desde que o interponha no prazo de 8 dias. Percebam que a afirmação de que aceito a decisão ou o seu cumprimento espontâneo. Após esse prazo haverá a preclusão. tanto para as partes quanto para o Juiz. Lógica: é a perda da possibilidade de realização de um ato processual diante da realização de outro ato. Será que posso? Essa substituição é possível? Esse segundo recurso será recebido? As respostas são todas negativas. A preclusão para as partes pode ser: Temporal: é a perda do prazo para a prática do ato processual. resolvi protocolá-lo no 4º dia. provavelmente para o trânsito em julgado. Consumativa: a perda da possibilidade de se praticar um ato pela própria prática do ato. devidamente publicada. em substituição ao primeiro.com. consumei o ato de recorrer. razão pela qual perco o direito ao recurso. Ao receber o o o o www. são atos incompatíveis com a vontade de recorrer. Apesar de possuir até 8 dias para interpor o recurso. pois ao interpor o primeiro recurso no 4º dia.

Assim.  Recursos: o Juízo de Admissibilidade x Juízo de Mérito: Quando a parte interpõe um recurso. se foram feitos os pagamentos devidos. estranhou a sentença por ele mesmo proferida. sobre a o necessidade de modificação ou manutenção da decisão recorrida: Nesse segundo juízo. se está dentro do prazo. se a sentença deve ser mantida ou alterada. Bruno Klippel recurso ordinário de uma das partes. o Poder Judiciário não adentra na questão tratada.br Página 16 de 20 . admitido pelo Poder Judiciário.com. etc. dois juízos. denominado de admissibilidade. conforme art. Claro que há exceções. O juízo de admissibilidade é realizado várias vezes.br Prof.estrategiaconcursos. sendo que a primeira é feito pelo órgão a quo. que é o Tribunal que julgará o mérito. analisa-se se a decisão está correta ou errada.com. pois há a preclusão pro judiciato. Esse juízo recebe o nome de mérito recursal. sobre o mérito do recurso. em um exemplo: se for proferida uma sentença pela 3ª Vara www. 463 do CPC. que é aquele que proferiu a decisão. mas apenas verifica se o recurso pode ser recebido. Somente o Tribunal poderá rever essa sentença. pois estava totalmente errada.estrategiaconcursos. 2º: sobre os argumentos do recorrente. reconsiderá-lo. como o recurso de embargos de declaração e erros materiais (grafia. Por mais errada que esteja não poderá o Juiz “voltar atrás”. sendo o segundo realizado pelo órgão ad quem. mas a regra é a preclusão para o Juiz. Nesse primeiro juízo.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. cálculos. etc). para ser oportunamente julgado. duas análises são realizadas pelo Poder Judiciário: 1º: sobre o preenchimento dos requisitos para a o utilização do recurso: se é o recurso certo.

a saber: Pelo Relator do recurso: o Desembargador Relator. ele realizará novamente o juízo de admissibilidade. a decisão será reformada por nova decisão. para que o processo volte ao momento em que o vício surgiu. No TRT/ES. o juízo de admissibilidade será realizado: o o Pela 3ª Vara do Trabalho de Vitória/ES.estrategiaconcursos.estrategiaconcursos. o Relator do recurso. analisando novamente tudo o que já foi visto pelo 3ª VT e pelo Relator. chegaremos ao juízo de mérito. o Anulada: se houve algum erro no procedimento. haverá dois juízos de admissibilidade. Mas não é apenas isso! O relator. enfim.br Prof.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. por estar correta ou. analisará novamente todos os requisitos analisados pela 3ª Vara do Trabalho de Vitória.br Página 17 de 20 . realiza o juízo de admissibilidade. aplicável subsidiariamente ao processo do trabalho. Bruno Klippel do Trabalho de Vitória/ES e interposto o recurso ordinário. a decisão será anulada. que é o órgão a quo. Presentes os pressupostos. 557 do CPC.com. que é o órgão ad quem. no momento de julgar. para o qual for distribuído o recurso. Pelo Colegiado que julgar o recurso: se o recurso for encaminhado para o colegiado (Turma do TRT/ES). para que os atos processuais sejam refeitos. Pelo TRT/ES. dependendo do vício apontado. a ser proferida pelo tribunal. www. No juízo de mérito.com. a decisão pode ser mantida. pode ser: Reformada: se o erro foi de julgamento. dentre outras atribuições. o o o o Julgamento colegiado x Julgamento monocrático: Como dito acima. nos termos do art.

está correta ou não. sem a participação dos demais membros do tribunal. o julgamento colegiado ainda é a regra geral. também pode julgar o mérito do recurso.br Prof. após a interposição do recurso). é excepcional. Proferirá uma decisão monocrática quando (art. pois a regra geral é o julgamento colegiado.br Página 18 de 20 .com. o relator já verificar que a decisão está totalmente errada. o relator poderá julgar o recurso sozinho. apesar de previsto. o O recurso for prejudicado: quando não houver necessidade de julgamento do recurso (falta de interesse recursal superveniente – o recorrente cumpriu a decisão voluntariamente. OJ ou entendimento daquele Tribunal. o Relator e mais dois julgadores. Assim.com. Em situações excepcionais. pois é melhor que um grupo de julgador (3. 557 do CPC): o O recurso for inadmissível (juízo de admissibilidade. já se verificar que o recorrente não possui direito naquilo que alega. quando interposto de sentença proferida pela Vara do Trabalho. O recurso ordinário. o O recurso estiver em confronto com entendimento dominante: quando houver súmula ou OJ.estrategiaconcursos. de plano. composta por 3 (Três) desembargadores.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. Ocorre que isso daqui. o O recurso for nitidamente improcedente: na hipótese da fundamentação do recurso ser absurda. o A decisão estiver contrária ao entendimento dominante: lendo o recurso e a decisão. Bruno Klippel conforme Súmula nº 435 do TST. como já estudado). por exemplo. Quando.estrategiaconcursos. já que contrária à súmula. ou mesmo decisões reiteradas do Tribunal contrárias às alegações do recorrente. já que “várias cabeças pensem melhor do que uma”. www. pelo menos) analise se a sentença proferida por um julgador (Juiz do Trabalho). sozinho pode manter a decisão (sentença) ou alterá-la. ou seja. será julgada por uma das Turmas do TST.

afirmando ter direito a R$10. Não há contraditório naquele momento. Após a apresentação da manifestação. estando prevista no art. geralmente o reclamante. podem ser adotados dois procedimentos pelo Juiz e isso é o que mais cai nas provas da FCC e CESPE/Unb: 1º procedimento: O Juiz recebe os cálculos de uma das partes. iniciando a execução dos R$10. Assim. sem a oitiva da parte contrária.00. R$8. Não há discussão sobre fatos. e sim.00. analisa e homologa os cálculos no valor que entende devido.00. somente nos embargos à execução ou na impugnação é que a parte poderá manifestar-se acerca do cálculo. razão pela qual poderá homologar os cálculos sem ouvir a parte contrária. que o valor não é R$10. O Juiz homologa os cálculos sem ouvir a empresa Delta.000. em que a discussão está atrelada apenas à realização de cálculos pelas partes ou auxiliares da Justiça. em 10 dias.000.Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www. Bruno Klippel o Liquidação de sentença: A liquidação é um tema sempre lembrado nas provas trabalhistas. João apresentou os cálculos. A forma de liquidação mais utilizada no processo do trabalho é a por cálculos. adotado na dia-a-dia. O Juiz intima uma das partes. 879 da CLT. de maneira fundamentada. por exemplo.000. a empresa Delta poderá impugnar os cálculos. Eventual discordância poderá ser novamente o o www. geralmente o reclamante-credor.br Página 19 de 20 . §2º da CLT diz que o Juiz poderá abrir prazo para as partes. mas haverá no futuro. para apresentação dos cálculos.estrategiaconcursos.br Prof. Nos embargos à execução. etc. O art. afirmando. 884 §3º da CLT. Após apresentação.00 conforme sentença proferida nos autos.com.000. e sim. Nessa hipótese. abre prazo para manifestação da outra parte. conforme art. 879. apenas análise de contas feitas pelas partes. Assim.com. 2º procedimento: esse é o procedimento mais comum.estrategiaconcursos. novas provas. as analisa e homologa.

Maiores dúvidas de DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Apostila Gratuita – Estratégia Concursos www.klippel www. 8. isto é. mas somente se a parte apresentou manifestação “lá atrás”. sob pena de preclusão. SP (2ª Região).br Página 20 de 20 . já que a Súmula nº 368. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Espero que esse material seja uma ajuda extra na caminhada rumo à aprovação em 2013 e 2014. ES. no momento adequado. as partes já devem incluir a parcela devida à União. pois o art.com. boa prova para aqueles que prestarão BA.com. credora. Bruno Klippel levada ao Juiz por meio dos embargos à execução.br Prof. I do TST diz que.br https://www. entregando à União.facebook. Bons estudos. Abraços Bruno Klippel Vitória/ES brunoklippel@estrategiaconcursos. na hipótese de sentença condenatória em pecúnia. cabe à Justiça do Trabalho executar aquela quantia.estrategiaconcursos. Além disso.com. Campinas. 879 §2º da CLT diz que a parte será intimada para manifestar-se. é sempre importante dizer que no cálculo a ser apresentado. AL e. por conta da incidência das contribuições previdenciárias. a contribuição incidente é da competência executória da Justiça do Trabalho.estrategiaconcursos. Qualquer dúvida pode ser retirada diretamente comigo pelo e-mail abaixo. em breve.com/bruno.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful