You are on page 1of 2

ANIMAIS AMEAÇADOS DE EXTINÇÃO Nas últimas décadas os recursos ambientais em nossa região vem sofrendo devastações catastróficas.

Este fenômeno tem contribuído na ameaça de extinção de várias espécies, não só de vegetais mas também de animais. ABAIXO RELACIONAMOS ALGUMAS ESPÉCIES AMEAÇADAS DE EXTINÇÃO ARARA AZUL Nome vulgar: ARARA AZUL Família: Psittacidae Nome científico: Anodorhynchus hyacinthinus Distribuição: Interior do sul do Brasil, Maranhão, Bahia, Mato Grosso, Minas Gerais e Goiás. Habitat: Buritizais, matas ciliares e cerrado adjacente Hábitos: Tem o vôo pesado, no entanto são capazes de descrever curvas fechadas Longevidade: 30 a 40 anos Nº de filhotes: Dois filhotes Alimentação na natureza: Semente e frutas Causas da extinção: Caça e Destruição do meio ambiente. Obs.: A ARARINHA AZUL (Cyanopsitta spixii (cyano = azul escuro; psitta = psitacídeo) foi considerada extinta pelo IBAMA em 2002.

ABELHA JATAÍ Nativa do Brasil, a abelha jataí é mansa, não tem ferrão e produz um mel suave e saboroso, com propriedades medicinais. A abelha jataí (Tetragonisca angustula) nativa do Brasil, é encontrada do Rio Grande do Sul até o México, com grande ocorrência na Região Centro-Oeste. Seu mel, além de saboroso e suave, é bastante procurado por suas propriedades medicinais. É usado como fortificante e antiinflamatório, em particular dos olhos. Além do mel, a jataí produz própolis, cera e pólen de boa qualidade. Visitam plantas cultivadas e fazem os ninhos em diferentes tipos de cavidades como as de tijolos, caixas de luz, cabaças, latas abandonadas, além de ocos de árvores vivas (pau-terra e croadinha) quando em ambientes mais naturais ou arborizados.

LOBO GUARÁ Projeto Lobo-Guará. (MMA) Nome vulgar: LOBO GUARÁ Família: Canidae Nome científico: Chrysocyon brachyurus Distribuição: Centro-Oeste do Brasil, Paraguai, Leste da Bolívia e Norte da Argentina Habitat: Campos Hábito: Crepuscular/noturno

peixes. pacas. TAMANDUÁ BANDEIRA Nome vulgar: TAMANDUÁ-BANDEIRA Família: Myrmecophagidae Nome científico: Myrmecophaga tridactyla Distribuição: Nos campos e cerrados da América Central e do Sul. mas sobe bem nas árvores e é capaz de nadar. Argentina e Brasil Habitat: Florestas tropicais Hábito: Diurno e Noturno Comportamento: Solitário Alimentação na natureza: Folhas. Causas da extinção: Caça e destruição do hábitat (desmatamentos). . répteis. Colômbia. cana-deaçúcar. Causas da extinção: Destruição do meio ambiente (queimadas.Comportamento: Solitário Alimentação na natureza: Pequenas cutias. brotos e gramínea. cupins e larvas. desmatamentos etc) e caçadores. savanas e cerrados das Américas do Sul e Central. VEADO CATINGUEIRO Nome vulgar: VEADO CATINGUEIRO Família: Cervidae Nome científico: Mazama gouazoubira Distribuição: Panamá. NOME CIENTÍFICO: Herpailurus yaguaroundi . O gato mourisco é mais ativo durante o começo e o fim do dia. desde que seja menor que ele. Venezuela. Habitat: Florestas. mas principalmente aves e roedores. Hábitos: Vive no chão. GATO MOURISCO NOME COMUM: Gato Mourisco ou jaguarundi. frutas (lobeira). Causas da extinção: Em extinção. Alimenta-se de todo o tipo de animal. aves. ao tráfico de animais e desmatamentos. moluscos e insetos.55 a 77 cm. Alimentação na natureza: Formigas. FILO: Chordata FAMÍLIA: Felidae CARACTERÍSTICAS: Comprimento . devido à caça. mel. Come 30 mil insetos por dia. 40 cm de cauda CAUSAS DA EXTINÇÃO: Destruição do meio ambiente e caça predatória. Peru.