You are on page 1of 6

www.globalistarecords.

net
Com certeza, Célia Mara é uma das mais impressionantes artstas latnas entre o Brasil e a
Europa central. Ela é uma „cant-autora“ do século 21, uma artsta global, que combina musica
brasileira com reggae, electronica, funk e jazz para criar musicas sophistcadas, vibrantes e po-
etcas. Célia se entende como “bastardista”: misturada, oltrepassando raça, genero e classe,
criando um som novo brasil, presentando uma versão latnizada da worldmusic.
Nascida em Pedra Azul, uma cidade no Vale de Jequitenhonhas, ela vive há 15 anos em Viena. Descobrindo o
mundo como ela quer. Vivendo mudanças. Fazendo música. Célia produziou 4 albuns e se apresentou nos grandes
festvais da Europa e da Russia, nas grande casas de show e nos clubes alternatvos... colocando o seu som bastar-
dosno centro da musica world na Europa…
Célia canta, compõem e arranja suas músicas, sempre incluindo uma messagem de paz e de
justcia social.. Trabalhando com base acústca e eletrônica, orientando-se num mundo globa-
lizado. A voz carismátca de Célia Mara e a mistura eclétca, mas tpicamente brasilieira deixou
Bastardista ser defnido como „uma nova visão da música da diáspora brasileira“…
„Global Bricolagistas - Los de Abajo, DJ Dolores, Manu Chao, and
Mariam and Amadou, Zuco 103, Celia Mara, Ojos de Brujo and Zuba were
just a few of the names that grabbed our atenton in a year when the
world said no to globalizaton and yes to global music culture mash up.“
Damian Raferty (Fly- global music culture, UK)
„„Bastardista“, wouldn’t the
artst have invented it,
there wouldn’t be a
wording for «Gesamtkunst-
werk» Célia Mara.“
(Anna Bianca Krause,
Funkhaus Europa, D)
PREMIADA...
copa da cultura 2006
(prêmio brasil-alemanha //
ministry of culture, Brazil)
herta pammer preis 2003 (kf - austria)
best world music artst austria
(concerto poll austria 2000)

Santa Rebeldia:
* Worldmusic Charts Europe August 2008 / top 19
*nominated: german critc awards * Top 4, Kronos Charts,
Greece * hot Rotaton Funkhaus Europa ...
Bastardista:
* Top records of the year 2005, world music charts europe
(33) * Top 7 -
world music charts Europe * Top 2 / Nazirows world music
charts Russia * CD of the week / funkhaus europa - Germany
* Album of the year 2005/ rank 3 - concerto poll / Austria *
2006: longplay album charts, Greece *...
célia mara
UM SOM BASTARDISTA
„one of the
best new
“brazilian” re-
cords to com
e around this year“
tom
pryor / global rhythm

(U
SA)
hot couture do
samba
1/1998 –
globalista
necessário
1/2000 -
globalista
Santa Rebeldia
Out nOw!
Chegou a Santa Rebeldia, o utmo al-
bum da Célia Mara. Célia se inspirou
nas armonias foridas da diversida-
de brasileira, junto toms duros do
mundo plastfcado industrial, refetou sobre emancipação
e movimento, coloquou o tudo num pacote vermelho… e a
Santa rebeldia se materializou!
As musicas tematzam a discussão sobre identdade, falam
de liberdade, migração, cultura, ecologia… e amor. Célia can-
ta in portugues, espanhol, ingles e alemão. O risultado som
10 faixas groovadas, para dançar, escultar, festeggiar…
www.celiamara.net
www.myspace.com/celiamara1
www.vimeo.com/globalista ,
EPK & free music download::
www.reverbnaton.com/celiamara
contact:: silvia jura - globalista
skype: globalista
tel: +4369910088700
mail to: silvia@globalistas.net
www.globalistas.net
Como compositora, pode se orgulhar em ter as suas músicas em excelentes co-
letâneas eletrônicas e acústcas, produzidas na Inglaterra, Portugal, Rússia, Áus-
tria, Alemanha… Se fala de produtores como Kid Loco, um dos mais importantes
DJ-produtores na França, Frankie Valentne de Londres, um dos „inventores“ do
House Music em Chicago, No mundo acústco e ao vivo, Célia Mara é presente
nas melhores coletâneas de jazz, junto com artstas como Art Farmer, Wolfgang
Puschnig o Worldmusic headliners como Joe Zawinul e Dele Sosimi. Célia Mara
transgride as suas raízes brasileiras e vive abertamente a sua inter- e transcul-
turalidade. A sua informação musical de base brasileira se junta as infuências
da cultura atual urbana do centro-Europa, a mistura vienense de leste a oeste,
migração e estruturas locais… ela desenvolveu uma linguagem universal - música
sem fronteiras.
www.globalistarecords.net
Nada é puro! vamos celebrar a diversidade! A mistura é o caminho - o som bastardo é fexivel -
é uma viagem intercontnental e emocional - ironico, sensual, rebelde e fresco. Boas vibrações
com conteudo, poder total com um soriso, sensualidade latna e punky-urbano, jazz sofstca-
do com groove brasileiro… é uma mistura para dançar, ouvir e gozar… um samba-tango-jazz-
reggae-hiphop--bossa-glamour-rock-ska-and-funk transglobal…
Célia Mara é uma front-lady poderosa, ela dá a sua alma ao publico, dançando, groovando,
brincando com voz e violão.
Com a banda dela, consegue criar um show cheio de estase, de bem estar, de energia e
alegria… cheio de sorpresas, uma viagem que leva o publica num mundo tudo dela, di fantasia
e de criatvidade, onde os universos se encontram.
Algumas notas biografcas
A sua história iniciou-se em Minas Gerais - Pedra Azul : „03 de novembro de 1979. Vinte e dois compositores do Vale do Jequitnhonha(…) dão
o chute inicial numa partda gloriosa. (…) Entre eles, uma só voz feminina, vinda das fortalezas de Pedra Azul. Forte e com a sonoridade de mil
passarinhos. Célia Mara, esta grande intérprete, não faltou com o compromisso assumido. Recentemente estvemos juntos em São Paulo, no
SESC Pompéia, onde o público não queria permitr o encerramento da sua apresentação. E tem sido assim por onde passa, cantando, encanta-
ndo o público.…” Tadeu Martns / Belo Horizonte // 1986
Emigrou pra Europa em 1990, onde fez a sua caminhada com perseverança e muita coragem.Criou seu próprio
estlo já com o seu primeiro álbum “Hot Culture do Samba” (1997/1998 – Art Libre) – defnido pela imprensa
como uma nova visão da música brasileira. Com o seu segundo álbum „Necessário“, (1999/2000), onde mostrou
suas qualidades de intérprete da MPB e sua responsabilidade social com o Brasil e o os novos vizinhos europeus;
o Kosovo. Foi premiada em 2003 com o „Herta Pammer Award“ pelos seus projetos sócio-culturais inovado-
res…
Bastardista – o terceiro álbum, foi lançado em maio 2005 e abriu o caminho para uma carreira européia impor-
tante. Desde o início, Bastardista entrou no 10º lugar dos TOP 20 das World Music Charts Europe, foi classifcado
entre os melhores CD’s do ano 2005 na Europa, aclamado como descoberta “Nu-brasil” nos EUA…
FRESH BRAZILIAN BASTARD SOUND
célia mara live
...MANU CHAO MEETS YERBA BUENA MEETS CARLINHOS BROWN
MEETS...(FLY - GLOBAL MUSIC, LONDON) “
Célia Mara se apresentou nos últmos anos com o projeto Bastard Sound made in Viena nos
melhores clubes e nas salas de prestgio entre Londres, Vienna, Moscow, Praga e Sofa, nos
grandes festvais da Europa, da Rússia e do Norte da Africa. Célia deu a sua voz „para um mun-
do melhor“ em open airs gigantes, se apresentando ao lado de Nina Hagen para meio milhão
de pessoas em Berlin. Teve a honra de improvisar com Joe Zawinul e de se apresentar na
famosa ópera de Viena junto com a legendaria Omara Portuondo do Buena Vista Social Club.
Ela faz simplismente uma música sem fronteiras.
Célia MaRa fOi viSta::
Austria/ Brasil / Bulgaria / Croata / Czech Rep. / Germany /Italy / Latvia / Luxembourg /Mexico/ Serbia /Spain / UK / Russia / Tunisia…
Some festvals she really loved: Jazzfest Wien/A, Africa Festval/Würzburg/D, Jazz á Carthage/Tunis, Zeltval/Karlsruhe/D, Sabor de Samba/
Ofenburg/D, Natonal palace of Culture/ Sofa/BG, Mujeres en el Mediterraneo/Granada/ES, Interzone Festval/Novi Sad/SER, CSD/ Berlin,
Ethnoland/Moscow/RU, Sunsplash & Jazz@ Wiesen/A, Festval del Mediterraneo / Genova/It, Ethnotronica/Moscow/RU, Spançirfest/Cr ecc…
Some Clubs she recommends: CARGO/London/UK, Gazarte/Athens/GR, Porgy & Bess/Vienna /A, Café Hahn, Koblenz/D, Joe Zawinuls‘s Birdland/
Vienna/A, Roxy/Praha/CZ, Petrovic & Dao Ja/ Moscow/RU, Schlachthof Kassel/D...
„the best brazilian internatonal underground artst!“ (healer selecta, cargo, london, UK)
www.celiamara.net
Meus Amores
CÉLIA MARA - BENJAMIM TAUBKIN - LUI COIMBRA
O trio acústco apresenta uma visão contemporânea e moderna da MPB e do Jazz
Brasileiro – reunindo dois dos melhores instrumentstas Brasileiros com a cantora
Brasileira mais reconhecida na diáspora Européia.
É um encontro dos grandes talentos, nas mãos do pianista impecável Benjamim
Taubkin, a magia e envolvimento das cordas do violoncelista Lui Coimbra com a
interpretação intensa e carismátca da cantora brasileira Célia Mara. Se apre-
sentarão numa das salas de concerto mais importante da Europa; na legendária
Konzerthaus em Viena para um show acústco brasileiro . Outras datas estão em
preparação. O programa musical – “meus Amores”-como já inspira o ttulo do
projeto, são músicas de amor - na sua maioria de autoria da cantora/compositora
Célia Mara.
bastardista: internationalistic - from latin >
bastardus/bastardar: violating race- , gender and
class structures; hybrid; historically: the product of
female unwillingness to compromise;
actually:
nu brazilian flavour


o
n
e
o
f th
e
b
e
s
t
n
e
w

b
ra
z
ilia
n

re
c
o
rd
s
to
c
o
m
e
a
ro
u
n
d
th
is
y
e
a
r

to
m
p
ry
o
r / g
lo
b
a
l rh
y
th
m

(U
S
A
)
11 tracks - all composed by célia mara // arranged by
célia mara & geri schuller // sounddesign by michael
pogo kreiner & célia mara
bastardista
O estilo é „nu-brazil“. bastardista é uma mistura fascinante, tipica-
mente brasileira, ecléctica, sensual… surprendente. É uma mistura
do mundo das migrações. Todas as músicas foram compostas por
Célia Mara.
Algumas críticas;
“Fresco, punky, eclético e sensual: Célia Mara’s álbum novo entrou como um estupim nas World Music
Charts Europe. Célia nos fornece um antídoto refrescante ao release de Bebel Gilberto que normalmente
chega nesse período do ano!(…) Se apropriando sem esforço de um pouco de tango, MPB ou rock, Célia
Mara celebra o espaço cultural que é a diáspora brasileira. Esse mundo efêmero pertence a ela e a todos
eles que preferem o “mundo no meio” ao “mundo de atrás.”( Damian Rafferty / fly-global music culture, UK)
“Se você achou que o som mais progressivo “Nu Brazil” continua sendo produzido nos laboratórios de São
Paulo, tente adivinhar novamente, porque uma das melhores produções „Nu Brazil” desse ano vem atual-
mente da Áustria ” (Tom Pryor, Global Rhythm, USA)
„a 100% legitimate hit: The message is „vive le métissage“: respect each other, stop discrimination of wha-
tever kind and to hell with borders. The bastard music that Mara composes around these ideas is friendly
at times, unsettling at others and even loudly abrasive occasionally. (…) The album is full of such surprises
(…) On the whole this is a winner - a Manifesto Bastardista. This is one album that will leave no one indiffe-
rent: it‘s Brazil going punk with help from Earth Wind & Fire horn section. And don‘t be surprised when after
hearing this you feel like putting on some nu Bossa Nova, some Nina Hagen and an old funk record all at
the same time. (Bram Posthumus, Songlines UK. 4****review)
factsheet
charts / selections:
* Top records of the year 2005, world music charts europe (33) * Top 7 - world music charts Europe * Top
2 / Nazirows world music charts Russia * CD of the week / funkhaus europa - Germany * Album of the year
2005/ rank 3 - concerto poll / Austria * 2006: longplay album charts, Greece *...
licensed/remixed/ on compilations / soundtracks ecc:
Caçador de Almas: // Brazilounge 4/different world, Portugal (compilation)
Jade: // Ethnotronica / Manas Records, Russia (compilation); // Colours / Direct SA, Athens, Greece + Ukraine (compila-
tion); // Motorola: “play on telefonchip” / Greece + Ukraine (digital phone-chip) ; //nike/sky europe: joga bonito / cc-lab,
london, UK (soundtrack, in cinemas GB/TV Sky Europe)
We‘re not alone: // Music for the Ladies: Guru 3, Sony/BMG, Greece (compilation) // Active&Relax/ Osram/Gelbton,
Germany (compilation, music in the stores, free download on the osram website)
Mercado Modelo: // Active&Relax/ Osram/Gelbton, Germany (compilation, music in the stores, free download on the
osram website)
Sans Toi: // Active&Relax/ Osram/Gelbton, Germany (compilation, music in the stores, free download on the osram
website)
Nana Reprise remix: // Kid Loco: another late night / Azuli records, UK (compilation)
Nana Reprise: // Frankie Valentine: below the radar / Sunshine, Austria (compilation)
Cd bastardista licensend in Russia & GUS by manas records / soyuz
Preview 2008: Jade or Caçador de Almas / Globesonic remix by Fabian Alsultany / Globesonic
the célia mara collection
bastardista (04/2005 – globalista)
Fresh, punky, eclectic and sensual: Effortlessly grabbing a bit of tango, MPB or rock as she sees
fit, Célia Mara celebrates the cultural space that is the Brazilian diaspora. This ephemeral world be-
longs to her and all those who prefer the ‘in-between’ world to the ‘back-there’ world. Bastardista is
eclectic, ecentric and electric. Her lyrics though are thoughtful and come with a manifesto for social
and cultural change. A plea for passion, respect, equality and err flower power. Definitely not one for
the purists, this album will have you bouncing around in no time. Enjoy it like a warm kiss on a cool
evening. (Damian Rafferty / Fly – global music culture / UK )
hot couture do samba (1/1998 – art libre)
»Hot couture do samba« expresses a new way in Brazilian music, fusing elements of samba, bossa
nova, funk and macumba - with particular grooves.« (Manfred Ergott/Concerto Magazine).
»Substance and subtility mix with good vibes.« (Ljubisa Tosic / der Standard)
„Compact honeyed sounds enter smoothly in your ears, juggle in masterly fashioned with the influ-
ences of different cultures, with the foreign, traditions and a future, that you already can hear... «
(M. Rosenberg, Jazz-Zeit)
necessário (1/2000)
»Célia Mara brought South Americas big heart on stage.«
“With her expressive, deep voice, Célia Mara is celebrating brazilian melancholy as a global appell...
Chico Buarques Calice - brought on stage by a women-only quintet, is inscenated as socio-political
statement of the other way«. (Andreas Felber, Jazzzeit)
(live at ORF RadioKulturhaus, coproduction ORF & Art Libre vienna, 01/00)
Colours-box:: direct Club SA, Greece (2007)
GURU3:: music for the ladies(2006) / Sony BMG, Greece
brazilounge4:: new electro-world rhythms from brazil (2006) / different world, portugal //
featuring: Bossa CucaNova, Adriana Calcanhotto…
ethnoland-ethnotronica:: compiled by Nazim Nadirov (2006) /
manas records, russia // featuring: orange blossom, DJ eastenders, Marlene Dorcena
active-relax:: compiled by gelbton for osram (2005), germany
kid loco:: another late night (2003) / azuli records, london
(TOP 40 charts amazon.com)
frankie valentine:: below the radar (2002) / sunshine records
some former compilations
neue heim.at:: (2001, virgin) : das neue wienerlied - von ambros bis sofasurfers
Jazz for Kosovo (Ö1 CD - 99): Live at RadioKulturhaus. With: Roland Batik, Woo-
dy Schabata, Art Farmer, Karl Heinz Miklin Trio, Wolfgang Puschnig…
Sounds of Vienna (sunshine Records 1997)
soundtracks
∑ joga bonito: the nike football documentaries, cc lab, UK 2006
∑ heimat in der fremde: an 4 artist portrait; baobab 2003, hilde hefel
∑ citizenship of samba: 15min (silvia santangelo jura)2003
∑ Salgueiro Queens - relative citizenship: 45min documentary
(r:silvia Santangelo Jura)2002
∑ Augustin: SoundDesign - (Social-Spot)
∑ 500 Jahre Brasilien : Hugo Portisch, oRF Trailer 2000
bastardista on compilations
Nasceou com música nas veias…
Començou a cantar com 6 anos, em cima da caixa d‘agua da sua casa, olhando
para a cidade de Pedra Azul.
Com 14 anos, já se apresentou já com composições proprias, com 17 anos foi a
primeira cantora/compositora mulher do Vale de Jequintinhonha a se apresentar
num festival supraregional - o FestiVale, que la levou para Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte.
Logo depois, se mudou para Belo Horizonte, onde començou a sua vida artistica.
Viagiou com os seus shows para o Rio de Janeiro, gravou um primeiro 45“ em São Paulo, tocou em varios
festivais, salas prestigiosas, se apresentou na TV nacional como nas universidades, ao lado dos grevistas
trabalhadores e nos movimentos da esquerda.
No 1990, foi convidada para tocar num festival de jazz na Suiça… foi…gostou e ficou!
Se apresentou em pequenos clubes de Jazz na Suiça, na Alemanha, na Italia e na
Áustria; seguiram festivais regionais. Mas sobretudo, Célia començou a descobrir o
mundo do Jazz Europeio.
Em 1992, ela se migrou para Salzburg/ Áustria, a cidade de Mozart, onde ela mon-
tou um duo de jazz. Foi lá que Célia Mara compoús os seus primeiros „Europeios“,
fusões melancólicas de samba com jazz.
Se tournou rapidamente conhecida e se apresentou em festivais internacionais
como o Jazzfest Burghausen e em casas prestigiosas, abrindo os shows de Dollar
Brand/Abdullah Ibrahim o de Airto Moreira & Flora Purim. Já em 1994, decide de
morar em Viena, capital áustriaca, onde monta sua banda e apresenta música popular brasileira.
No 1996, voltou para o Brasil para gravar o seu album ,Hot Couture do
Samba” em Salvador, cooperando com artistas excellentes do mundo
instrumental de Salvador. Mas … Viena a chamou de volta… e Célia
Mara trouz uma nova visão de música brasileira para Áustria…
Em 1997 Viena virou moradia fissa para Célia - lá, depois de varios projetos com
músicos brasileiros, ela formou a sua banda potênciaX - „la crème de la crème“ dos
músicos de jazz da Áustria…
Com „Hot Couture do Samba“ conquistou a radio nacional da Áustria e se apresen-
tou nos maiores festivais e nas grande salas, presentando um stile inovador - samba
misturado com Jazz e Funk, Brasil traduzido num conceito Europeio.
migração por acaso
migração com música na alma
Nascida em Pedra Azul, uma pequena cidade do Vale de Jequitinhonha,
Célia’s se aventurou no mundo globalisado, tocando no Brasil e na
Europa, onde ela vive daos anos 90...
raizes
uma nova base
Em 1999, Célia Mara produziou o CD beneficiente „Necessàrio“,
uma coleção de MPB com músicas de Caetano Veloso, João Bosco, Chico Buarque…
e músicas proprias. Todas as músicas foram dedicadas as questões dos direitos um-
anos.
„Necessàrio“ foi gravado ao vivo na casa da radio nacional em Viena, durante o show
„Jazz for Kosovo“, onde Célia Mara dividiou o palco com artistas como Art Farmer,
Wolfgang Puschnig, Karl Ratzer etc...
Com o CD, Célia Mara appoiou o projeto Nika Jaina, capacitação profissional para me-
ninhas no Morro do Salgueiro no Rio de Janeiro.
No 2000, Célia Mara foi eleita melhor artista de Worldmusic da Àustria.
Em 2001, ela començou a trabalhar com um computador APPLE Macintosh e
o programa audio LOGIC, studiando junto com a DJ residente do club under-
ground flex, Sweet Susie - e desenvolvendo um stile músical entre o acustico e
o eletrônico…
Começa a produzir ela mesma, o primeiro projeto publicado é a trilha sonora do
documentário „Rainhas do Salgueiro - cidadania relativa“.
Volta no 2003 no Brasil, para retomar energia nova… compôndo, fazendo aranjos,
trabalhando num programa novo. Trabalha também pela UNESCO em Salvador
no projeto „creative industries - artists in development“ e ensenha o uso do
computador para cantores/compositores.
No mesmo ano, na Áustria, é premiada junta com a sua cole-
ga, a antropologa Silvia Santangelo Jura, col prêmio „Herta Pam-
mer Preis 2003“ para os seus projeitos culturais inovadores no setor
educativo e social - em respeito as varias ações pelo projeto Nika Jaina.
No 2004, se retira para produzir o album BASTARDISTA e prepara a sua banda nova…
O lançamento em maio 2005 é o início de um suxesso international, que la leva a tocar nas metropolís
europeias e russas, nas maiores salas e festivais
internacionais.
Consegue se colocar como representante de um
som novo Brasil e afermar o seu nome no meio
dos melhores da World Music contemporanea.
Em 2008 sera lançado o album „Santa Rebeldia“,
uma produção que já abre o caminho para voltar
musicalmente no Brasil – a mixagem é feita per
Duda Silveira no studio WR de Salvador…
Uma turnê „Da diáspora ás raízes“ esta sendo
preparada per il final de 2008.
ação social
um caminho sempre independente
ser bastardista