CK (creatina quinase) ou CPK (cratina fosfoquinase) É uma enzima que está presente nas fibras do coração, no cérebro e principalmente

na musculatura do corpo. Sua função é atuar na produção de energia. No caso do atleta essa atuação é para que a energia produzida melhore o rendimento do músculo. Ela está presente em pequena quantidade no sangue. Mas se um músculo ou um grupo muscular sofre uma pequena lesão, muitas vezes imperceptível e até sem dor e sem limitações, ela aumenta sua concentração no sangue. Isso já é o suficiente para se saber que na próxima atividade mais pesada (um jogo, por exemplo) o músculo vai sofrer uma lesão maior e aí o tempo de recuperação vai ser muito longo. Por isso que esse exame de sangue é considerado como preventivo. Contudo, mesmo com níveis normais de CPK uma pessoa pode ter lesão muscular na dependência de um exagero biomecânico. Mas com níveis acima do normal a possibilidade de lesão é muito maior. Termografia Uma câmera identifica a temperatura de cada músculo em situação ideal, com o atleta descansado. Então, 24 horas antes de cada partida, repete-se a fotografia para checar a variação de calor. As regiões em vermelho vivo indicam inflamações. Antes de o jogador perceber ferimentos, consegue-se prevê-los pela temperatura e trabalhar para aquecer ou esfriar a região com alterações.

www.muhm.org.br

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful