You are on page 1of 29

Introdução à caracterização tecnológica de minérios

Caracterização de Minérios
OBJETIVOS: • determinar as propriedades físicas, químicas e mineralógicas de um minério, visando o seu aproveitamento. • Subsidiar o engenheiro de processo com informações, que estejam relacionadas diretamente ao desenvolvimento e otimização das técnicas de beneficiamento mineral para fins metalúrgicos e que atendam as necessidades do mercado.

Caracterização de Minérios É uma etapa fundamental para o aproveitamento de um recurso mineral : • fornece subsídios mineralógicos e texturais para o correto dimensionamento da rota de processo. . • Identifica ineficiências e perdas em processos existentes melhorando o rendimento global.

.Caracterização Mineralógica • Determina e quantifica a assembleia mineralógica. • Quantifica a distribuição de elementos úteis entre os minerais de minério. • Define quais são os minerais de interesse e de ganga além de suas propriedades físicas e químicas.

relativas a formação dos minerais do minério.Itens fundamentais na classificação aplicada • fotomicrografias de situações mineralógicas marcantes que podem ser conclusivas de determinados fenômenos. • identificação mineralógica através da difratometria de raios X e microscopia eletrônica de varredura(MEV). . • complementação e compatibilização dos estudos através dos resultados de análises químicas de elementos maiores e traços.

• avaliação e cálculos percentuais de liberação do mineral valioso do minério com relação a sua ganga. .Itens fundamentais na classificação aplicada • identificação de todos elementos e minerais presentes (análise mineralógica quantitativa) • avaliação e cálculos semi-quantitativos das proporções percentuais de todos minerais minério. bem como estudos do comportamento dos grãos mistos (determinação do grau de liberação) • medidas de reflectividade dos minerais opacos através de aparelhagem própria.

Caracterização Mineralógica • Não existe uma rota ou “receita de bolo” para definir os estágios e técnicas de caracterização. • Cada análise está relacionada aos objetivos do trabalho. . • Algumas técnicas estão quase presentes e alguns estágios possuem forte interdependência. mesmo sem haver uma ordem entre eles.

Caracterização Mineralógica • Principais estágios da caracterização de uma amostra de minério: 1. 4. 3.Liberação do mineral.Fracionamento da amostra. . 2.Identificação das fases.Quantificação dos minerais.

• Para compreender o do comportamento dos minerais minério face a um determinado processo de beneficiamento e ou metalúrgico. .Como utilizar as informações obtidas na caracterização • na indicação de etapas para o desenvolvimento de fluxograma de beneficiamento e sugerir determinados tipos de ensaios de concentração a partir das características mais importantes dos minerais do minério.

.Como utilizar as informações obtidas na caracterização • determinação da qualidade dos produtos obtidos em diferentes tipos de ensaio. segundo identificações de diferentes amostras relativas ao avanço da frente de lavra. através da identificação mineralógica dos concentrados e rejeitos. • complementar os estudos da jazida a partir do conhecimento das diferentes tipologias do minério.

características óticas. propriedades fisicoquímicas de superfície (ensaios de microflotação em tubo de Hallimond. • superfície específica. determinação de mobilidade eletroforética). • determinação das propriedades físicas possíveis de serem utilizadas para separar os minerais componentes do minério. tais como: densidade (líquidos densos). • realização de ensaios de britagem e moagem.condutividade elétrica(separador eletrostático). susceptibilidade magnética. .Caracterização Física • determinação dos tamanhos e da distribuição de tamanho das partículas.

tais como: • densidade (líquidos densos). • determinação de mobilidade eletroforética). • susceptibilidade magnética. • propriedades fisico-químicas de superfície (ensaios de microflotação em tubo de Hallimond. características óticas.Caracterização Física Determinação das propriedades físicas possíveis de serem utilizadas para separar os minerais componentes do minério. • condutividade elétrica(separador eletrostático. .

Fracionamento da Amostra • Facilita a identificação dos minerais. • Estabelece propriedades físicas e minerais. suscetibilidade magnética. classificação por tamanhos de partícula . • Melhora a quantificação das fases. densidade.

. • Consiste na separação das partículas por faixas de tamanho e identificar as faixas de tamanhos de grãos.Granulometria Identificando tamanho de partículas • Estágio básico e obrigatório de qualquer caracterização mineral.

• Aplicação – controlar o tamanho do material para alimentação em outro equipamento ou para atender o mercado.Granulometria • Objetivo principal é a separação de um material em uma ou mais frações com partículas de tamanhos distintos. .

• avaliar e conhecer o comportamento do minério quando submetido a diversas etapas do seu beneficiamento. . • conhecer a distribuição de tamanhos das partículas presentes no minério. visando o aproveitamento de um determinado mineral.Granulometria Objetivos secundários • obter dados para desenvolvimento do processo.

. • caracterização granulométrica dos produtos intermediários e finais (controle de processo e qualidade).Granulometria Objetivos secundários • conhecer a distribuição granulométrica e a malha de liberação dos minerais e da ganga.

Tamanhos das partículas e a distribuição de tamanhos podem ser obtidos através de várias formas. • área de superfície da partícula. • sedimentação em meio fluido – distribuição em massa. tais como: • passagem ou retenção por uma abertura conhecida – distribuição em massa. • laser. . • raios X e condutividade elétrica. • dimensão linear da partícula. • área projetada em uma superfície.

• O resultado é empregado no cálculo da energia de produção.Granulometria • A determinação do tamanho das partículas define as condições de operação e os equipamentos necessários. • Serve de base para o controle de produção de partículas finas. .

• Caracterização do minério de ferro de acordo com o tamanho das partículas: .

Granulometria • Métodos: Peneiração Centrifugação Sedimentação .

074 mm. .Peneiração: Granulometria Utiliza-se uma série de peneiras cuja abertura das malhas mantém uma progressão geométrica. • Série Tyler: série padrão constituída por 14 peneiras e tem como base uma peneira de 200 malhas por polegada linear (200 mesh) e tem abertura livre de 0.

.peso total. Pt. x= porcentagem em peso da fração.• Frequência em peso: (% retida) Pf.peso da fração.

• Diâmetro médio das partículas .

.

que relaciona o tamanho da partícula com sua velocidade de decantação em meio líquido. Baseia-se na Lei de Stokes.• Sedimentação Ensaio utilizado para determinar a granulometria de solos compostos por materiais finos. .

velocidade de sedimentação das partículas.aceleração da gravidade.densidade das partículas. • g. • ᵨf.• Vs. • ᵨp. • .densidade do fluido.viscosidade do fluido .

São utilizadas centrífugas e cyclosizer.• Centrifugação Técnica utilizada para a separação de partículas menores que as partículas do peneiramento. .