You are on page 1of 4

Braga &Marcari

Advogados Associados

Sinop, 02 de Agosto de 2012. À XXXXXXX Sr. XXXXX Sinop - MT

Ref.: Parecer referente a Microempreendedor Individual - MEI

Prezado (a),

Com base nas informações fornecidas pela empresa XXXXXXX, referente apuração das devidas receitas, foi diagnosticada Receitas decorrentes de Aviso Prévio e Multa estabilidade, pois bem, Segue alguns esclarecimentos sobre está operação, se ela sofrerá ou não tributação para fins de Pis e da Cofins;

Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar no máximo até R$ 60.000,00 por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. O MEI também pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria. A Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, criou condições especiais para que o trabalhador conhecido como informal possa se tornar um MEI legalizado. Entre as vantagens oferecidas por essa lei está o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que facilita a abertura de conta bancária, o pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais. Além disso, o MEI será enquadrado no Simples Nacional e ficará isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL). Assim, pagará apenas o valor fixo mensal de R$ 32,10 (comércio ou indústria) ou R$ 36,10 (prestação de serviços), que será destinado à Previdência Social e ao ICMS ou
1
Rua das Primaveras, nº 3097-C – Centro – Sinop/MT – CEP 78.550-234 Fone/Fax: (66) 3532-2951 – E-mail: bragaemarcariadvogados@hotmail.com

hoje R$ 31. calculado à base de 8% sobre o salário do empregado.5% do salário mínimo. Com essas contribuições. salário-maternidade após carência. se o empregado ganhar o salário mínimo. de acordo com o salário mínimo. nº 3097-C – Centro – Sinop/MT – CEP 78. com contribuição mensal reduzida . É preciso lembrar também que todos os demais direitos trabalhistas do empregado devem ser respeitados. auxílio doença. doença ou licença maternidade. Com esse recolhimento. o Microempreendedor Individual protege-se contra reclamações trabalhistas e o seu empregado tem direito a todos os benefícios previdenciários como. Custo para contratação de um empregado O Microempreendedor Individual (MEI) pode ter um empregado ganhando até um salário mínimo ou o piso salarial da profissão.550-234 Fone/Fax: (66) 3532-2951 – E-mail: bragaemarcariadvogados@hotmail. o Microempreendedor Individual deve depositar o FGTS. através de um sistema chamado Conectividade Social da Caixa Econômica Federal. aposentadoria. Em resumo. aposentadoria. o Microempreendedor Individual tem acesso a benefícios como auxílio maternidade.95. seguro-desemprego. Benefícios Cobertura Previdenciária Cobertura Previdenciária para o empreendedor e sua família (auxílio-doença. aposentadoria por idade. deverá recolher 3% desse salário para a Previdência Social. 2 Rua das Primaveras. Ao preencher e entregar a GFIP.Braga &Marcari Advogados Associados ao ISS. o custo total do empregado para o Microempreendedor Individual é 11% do respectivo salário. Além disso. pensão e auxilio reclusão). O Microempreendedor Individual deve preencher a Guia do FGTS e Informação à Previdência Social (GFIP) que é entregue até o dia 7 de cada mês.10. ou R$ 59. por exemplo. entre outros. auxílio por acidente de trabalho.com . O cálculo é sempre feito pelo valor do salário multiplicado por 3% (parte do empregador) e por 8% (parte do empregado). Essas quantias serão atualizadas anualmente.

lhe dará condições de crescer.00 atividade de serviços .42.Braga &Marcari Advogados Associados Com essa cobertura o empreendedor estará protegido em casos de doença. sem surpresas. Esse benefício permite ao Empreendedor admitir até um empregado a baixo custo. Além de permitir ao empreendedor saber quanto gastará por mês. acidentes. O custo da formalização é de fato muito baixo. A família do empreendedor terá direito à pensão por morte e auxílio-reclusão. pois o seu negócio contará com apoio creditício e gerencial.com . a aposentadoria por idade. fixo.00 (Comércio e Indústria) por meio de carnê emitido exclusivamente no Portal do Empreendedor.00 (Prestadores de Serviço) e R$ 1.ICMS e R$ 5. após 15 anos. fazendo uma única declaração por ano sobre o seu faturamento que deve ser controlado mês a mês para ao final do ano estar devidamente organizado. com baixo custo .550-234 Fone/Fax: (66) 3532-2951 – E-mail: bragaemarcariadvogados@hotmail.ISS. além da tranqüilidade para trabalhar em razão da cobertura Previdenciária própria e da família. No máximo R$ 37. O empregado contribui com 8% do seu salário para a Previdência. o empreendedor se formaliza sem gastar um centavo. não está prevista na legislação e não deve ser paga. ou seja. Contratação de um Funcionário com Menor Custo Poder registrar até 1 empregado. R$ 5. além dos afastamentos para dar a luz no caso das mulheres e. Ausência de Burocracia Obrigação única por ano com declaração do faturamento. Qualquer outra cobrança recebida não é do governo. Ausência de burocracia para se manter formal. nº 3097-C – Centro – Sinop/MT – CEP 78. Isenção de Taxas para o Registro da Empresa Todo o processo de formalização é gratuito.10 por mês.10 (INSS). O valor pago ao INSS tem o objetivo de oferecer cobertura Previdenciária ao Empreendedor e sua família a baixo custo.3% Previdência e 8% FGTS do salário mínimo por mês. Segurança Jurídica 3 Rua das Primaveras.00 atividade de comércio . valor total de R$ 68. O único custo da formalização é o pagamento mensal de R$ 31. Redução da Carga Tributária Baixo custo para se formalizar. sendo valor fixo por mês de R$ 1. possibilitando desenvolver melhor o seu negócio e crescer.

ou seja.550-234 Fone/Fax: (66) 3532-2951 – E-mail: bragaemarcariadvogados@hotmail. nº 3097-C – Centro – Sinop/MT – CEP 78. 4 Rua das Primaveras. há uma grande segurança jurídica de que as regras atuais não serão alteradas facilmente. da Lei Complementar 128/08 que foi prontamente sancionada pelo Presidente Lula.formalização está amparada em Lei Complementar que impede alterações por Medida Provisória e exige quorum qualificado no Congresso Nacional. Cordialmente.com .Braga &Marcari Advogados Associados Segurança Jurídica . O Empreendedor Individual é fruto da aprovação. pelo Congresso Nacional. O fato de ser uma Lei Complementar dá segurança ao Empreendedor porque ele sabe que as suas regras são estáveis e para serem alteradas necessitam de outra Lei Complementar a ser votada também pelo Congresso Nacional e sancionada pelo Presidente da República.