You are on page 1of 4

IGREJA BATISTA CIDADE UNIVERSITÁRIA

QUEM VOCÊ QUER SER?
SÉRIE: I CORÍNTIOS

C$DIGO% &&'((' TE)TO% I Co *+,-. /RE0ETOR% 1er#!#"o 0eite DATA% *(2(32&((4 MENSAGEM ('

INTRODUÇÃO Mistério reve !"o Nos dois primeiros capítulos da primeira carta de Paulo aos coríntios, pudemos verificar que Deus, desde a eternidade passada, esteve planejando todas as coisas, já havia determinado que o Senhor Jesus viria em forma humana e morreria na cruz por cada um de nós, o que, da perspectiva re a e judaica, seria um a!surdo" #efletindo um pouco mais so!re este projeto de Deus, podemos perce!er que $le via o homem separado da Sua lória, sem condi%&es de desfrutar de uma vida com $le e afastado do privil' io de tudo de !om que Nele há" Por'm, conforme lemos no versículo ( do capítulo 1 desta carta, o plano de Deus envolveu chamar o homem para participar e ter comunh)o com Seu filho Jesus, o que si nifica que $le nos chamou para sermos sócios do Seu amor e Sua !ondade, participantes de todas as coisas !oas e a radáveis que Deus produz" Desde os tempos eternos estava determinado que Deus nos ofereceria, assim como o fez, a Sua ra%a e, atrav's de Jesus, o privil' io de participar do Seu plano, que ' !om, perfeito e a radável" Se#"o s!#tos Nos tr*s primeiros versículos da carta, pudemos ver tam!'m que nós fomos santificados em +risto Jesus e chamados para sermos santos" $ssas duas e,press&es referemse a dois tempos diferentes na vida de qualquer pessoa que foi chamada por Deus" . primeira delas si nifica que, quando al u'm cr* na o!ra de +risto, essa pessoa já foi chamada e separada por Deus" No dia em que voc* aceitou a +risto, voc* foi santificado, sendo separado para um propósito especifico" No entanto, há um outro tempo que diz que nós fomos chamados para sermos santos" $m!ora o chamado já tenha ocorrido, ele está relacionado com um procedimento futuro" /oc*, primeiramente, foi santificado em Jesus, al o que já está concretizado" 0 fato de voc* ter sido separado, coloca-o naturalmente numa nova posi%)o de filho de Deus e cidad)o do reino dos c'us" Por'm, a se unda parte n)o está completa, ou seja, a chamada para sermos santos ' al o que ainda n)o está realizada e que depende da maneira como voc* está vivendo" 1alvez voc* seja al u'm que, em tempos recentes, entrou na faculdade, sendo aluno de uma determinada institui%)o" $sta ' a posi%)o que voc* tem e que já foi

realizada" $ntretanto, será que, como aluno que voc* ', voc* está a indo como um aluno2 Pode ser tam!'m que voc* tenha se casado recentemente" . sua posi%)o ' de casado, mas voc* vive como tal2 Da mesma forma, se voc* cr* em Deus voc* ' filho de Deus" Por'm, como ' que voc* está vivendo2 Somos filhos de Deus por Sua ra%a, favor e !ondade, e louvado seja $le por isso" 3as, como filho que voc* ', como está sua vida2 0 que eu perce!o ' que todos nós trazemos essa tens)o entre aquilo que Deus já realizou e aquilo que ele prop4s e, no entanto, ainda n)o realizou em nossas vidas" Sendo assim, eu diria que, num leque !astante rande, nós poderíamos nos encontrar como diversas cores ou matizes que sim!olizam o tipo de crist)o que somos" .o terminar de ler esse estudo, minha proposta ' que voc*, acima de tudo, esteja identificando-se" 5uem ' voc*2 5ue tipo de crente ' voc*2 5ue e,pectativas voc* pode ter, como crente, em termos de aprova%)o e rece!imento de !*n%)os de Deus2 TI/OS DE /ESSOAS EM RE0AÇÃO A DEUS O 5o6e6 N!t7r! Nós podemos perce!er no capítulo 6 desta carta diferentes tipos de pessoas, a partir do seu relacionamento com Deus" . primeira pessoa para a qual eu quero chamar a sua aten%)o ' o homem que estamos traduzindo aqui por natural" . vers)o N/7 utiliza uma tradu%)o que eu n)o osto tanto, onde diz que ' o homem que n)o tem espírito de Deus" . palavra que foi traduzida do re o para nomear este homem ' psuchikos, isto ', um homem que tem apenas sua psique, suas emo%&es, suas vontades e seu intelecto" $sse homem natural tem al umas características especificas, como podemos ler em 7 +oríntios 8"19: Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, por ue lhe são loucura! e não pode entend"#las, por ue elas se discerne$ espiritual$ente% $sse homem ' o homem no seu estado padr)o, qualquer cidad)o ou ser humano que n)o tem o espírito de Deus atuando na sua vida" $m outro lu ar, no versículo 9 do capítulo 6 ' dito: &uando, pois, al'u($ di): Eu sou de *aulo, e outro: Eu, de +polo, não ( e,idente ue andais se'undo os homens- Neste versículo o homem natural ' chamado de antropos, que ' somente um homem com sua

1

se'uindo os seus dese2os e pensa$entos% 5uando uma pessoa se converte. . traduzida aqui por carnais. relacionadas a amar uras. no capítulo 8 da carta. ajudá-las a purificar suas vidas.Se uma crian%a passa na minha frente e eu a chamo de crian%a.e2a e di. co$o a crian/as e$ Cristo% =m homem. ' al o perfeitamente normal" Por'm. n)o importando quem s)o ou de onde v*m" Nas $scrituras encontramos. ao olhar para as $scrituras. Nicodemos" $le era um homem com randes conhecimentos teoló icos. ao lon o da ?ltima semana. ainda traz os valores.a$ e$ condi/3es de rece1"#lo% De . que era uma pessoa imoral" $nfim. e. id'ia que Paulo transmite aqui ' a de al u'm que aca!ou de se converter e.alar co$o a espirituais. se fossem feitas por pessoas que já t*m mais tempo de vida crist). enquanto que o homem natural.a)endo as vontades da nossa carne. pois . pensamos em al u'm que alcan%ou a maturidade em Deus e está perce!endo a Sua vontade e o!edecendo-0 n)o atrav's da sua própria for%a e sim pela capacidade do $spírito Santo" 5uantas vezes passaram no seu cora%)o. para ent)o ensiná-las. ' sarkinós% . n)o atua na sua vida. palavra ori inal. ou seja. uiando-os" 0 homem espiritual.istem várias facetas desse homem natural" Por'm. ainda no versículo 8. ' possível perce!ermos um outro crente carnal.plicar o plano de Jesus" $ssas pessoas carnais nós precisamos sempre ter na i reja. tirando a influ*ncia de vícios e há!itos mundanos" > um está io de vida que n)o tem nada de errado" Nós podemos encontrar pessoas que se converteram recentemente fazendo coisas que. entre esses dois e. e. por e. ri or.isto ue h5 in. princípios.mente e corpo.tremos há um outro homem que. não estão sendo carnais e a'indo co$o mundanos. emo%&es e vontade.oc"s ainda não estão e$ condi/3es% Se voc* ' pai ou m)e. uma s'rie de inten%&es pecaminosas. papas e sopas. como arantia de tudo o que Deus nos prometeu" . ' incapaz de compreend*las" . 4 por ue ainda são carnais% *or ue.press)o: voc* tira uma pessoa da ro%a. co$o a crianças e$ Cristo% .elote" $le era um terrorista dos mais radicais e. lemos: %%%não lhes pude .l'm disso.s $scrituras contam que.oc"s ainda não estão e$ condi/3es. que no re o ' dito pneu$atikos" Paulo diz no versículo 1 do capitulo 6: %%%não lhes pude . que t*m a a%)o de Deus em suas vidas" O 5o6e6 C!r#! Sarkinós $ntretanto. imoralidades ou an@ncias2 > o $spírito de Deus quem capacita o filho de Deus a sa!er o que ' certo e errado e. tam!'m era um homem natural" <á ainda 3aria 3adalena. a característica desse ser humano. ou seja. Paulo está dizendo que. e não alimento sólido. n)o está se referindo A mat'ria que co!re nossa ossatura e sim A natureza pecaminosa do homem. quest)o ' que e. mas n)o tira a ro%a da pessoa" > al o semelhante ao que ocorre aqui" . . era essa a característica daquelas pessoas. as $scrituras tam!'m nos falam que esse $spírito ha!ita em todos os crentes. tal como Nicodemos. que se encontra no seu estado !ruto.ato.oc"s não esta.to natural para sermos homens espirituais.tinta. no início da inf@ncia do seu filho. ' ainda uma crian%a em +risto" 5uando Paulo esteve com os coríntios.ato. perspectivas e prioridades típicas de um mundo que vive lon e de Deus" $sse homem ' carnal porque sua mente e suas atitudes ainda n)o foram mudadas" Provavelmente voc* já ouviu a e. principalmente. ' que ele tem sua mente. portanto.istem duas rela%&es possíveis do crente com sua carne" No versículo 1 da nossa passa em. a possi!ilitar que ele o!ede%a A vontade divina" $sse ' o ideal de Deus para todos nós" Nunca se esque%a que todos nós fomos chamados do conte. mas o $spírito de Deus n)o fala com ele. ele tam!'m tinha que lhes dar papinha e mamadeira. ' chamado de homem carnal" 5uando o apóstolo fala em carnal. satis. para compreender as verdades de Deus. todos n0s ta$1($ . at' ter maturidade para comer todas as coisas" Da mesma forma. de forma que ele n)o ' capaz de perce!er e compreender as coisas de Deus" O 5o6e6 Es8irit7! 0 se undo homem para o qual eu chamo a sua aten%)o aqui ' o espiritual. ent)o. que n)o !usca ou entende o projeto de Deus e está separado da sua lória" Nós podemos perce!er no nosso cotidiano e tam!'m nas $scrituras várias pessoas que s)o homens naturais. ' um homem que está perce!endo a atua%)o e a presen%a do $spírito de Deus na sua vida" . essa pessoa ' selada pelo $spírito Santo. como lemos tam!'m em $f'sios 8"6: +nterior$ente. com certeza lem!ra-se que. . seria al o inadmissível" Sarkikós Por outro lado. ela tem a vida inteira para viver cheia de tenta%&es" . quando pensamos em homem espiritual como descrito neste conte. quando al u'm toma uma decis)o e aceita a +risto. $as co$o a carnais. já ' 8 . raiz da palavra ' a mesma. se um adulto passar e eu o chamar de crian%)o. mas ela tem uma outra conota%)o" Nos versículos 8 e 6 ' dito: """ De . $as co$o a carnais.isão entre . quando esteve entre os coríntios. maneira como o apóstolo Paulo utiliza a palavra sarkin0s faz refer*ncia a esse indivíduo que. o sarkik0s" .ía$os entre eles.alar co$o a espirituais.i. precisa ter o $spírito de Deus a!rindo seus olhos" > o $spírito quem capacita uma pessoa a perce!er a verdade do $van elho de Jesus" $ste homem espiritual está sendo iluminado e tendo a percep%)o da palavra de Deus.to. mas Jesus diz que ele tinha que nascer de novo pois n)o estava ainda so! a influ*ncia do $spírito" Podemos tam!'m encontrar um outro homem que Jesus chamou Sim)o. por isso mesmo ele diz no versículo 8: Dei#lhes leite. o . ele alimentava-se apenas de leite. depois de al uns meses de suco. em primeiro lu ar. por ter se convertido recentemente e ter sido tirado do mundo. o $spírito Santo coloca uma marca de propriedade que essa pessoa lhe pertence" $le nos ' dado como penhor. a sua carnalidade n)o ' e.oc"s.emplo.

oc"s. apesar do tempo ter passado. voc* ' culpado diante de 6 . sendo impossível a Deus lhes dar alimentos sólidos" > muito interessante a e.l'm da inveja.<si:o Nesta passa em da carta. n)o haviam crescido" $les tinham muitos dons. ou a infantilidade apesar dos anos. de al uma maneira. em vez de manter a unidade do corpo. Deus o destruirá! pois o santu5rio de Deus.ertido e ainda não sa1e isso-: 0s crentes de +orinto n)o eram carnais por falta de inteli *ncia ou porque lhes faltavam mestres" Paulo era um dos mestres daqueles crentes e há teólo os que consideram que muitos deles conheceram o próprio Senhor Jesus.i *ncias marcantes" Por'm. mas ainda estavam no início de tudo" 5uantas v*zes eu ou%o determinadas a!orda ens de pessoas e me per unto: 6eu Deus. traduzida por Cde fatoD" $ssa era uma e. podemos ainda encontrar tr*s sintomas típicos dessa carnalidade indesejada e que.oc"s não esta. típico de um carnal" /alorizar o seu rupo pequeno ou panelinha em detrimento dos demais ' infantilidade. aparece em toda a carta de Paulo" 0 primeiro sintoma ' que aqueles crentes tinham um conhecimento restrito ao !ásico" Nos versículos 1 e 8 lemos: Ir$ãos. carnalidade n)o vinha tam!'m por um pro!lema en'tico. pontos de vista e prefer*ncias. visto que há inveja e divisão entre . devido ao fato de aparecer na carta que al uns diziam serem de +risto" . sendo os Seus interesses e prioridades que valem" 0 zelo aqui ' o zelo do próprio e o" . pois eles deveriam ter andado e crescido. mas cursos que o ajudem a conhecer melhor a Fí!lia" I#ve?! e "ivis@o <á um se undo sintoma de carnalidade mencionado nessa carta que ' a inveja e divis)o. como Paulo diz no capítulo 1 da carta. $le tornou-se a pessoa. encontramos uma receita contra esse homem carnal. característica da carnalidade. encontra um outro pai com o filho no carrinho" /oc* ent)o per unta quantos anos tem aquela crian%a e o pai diz: 6eu . e persevera na prática dessa lei.eita.atamente o peso da palavra sarkikós: al u'm que. ser5 .press)o enfática na lín ua re a. de repente. co$ tanto te$po de con. pois o crescimento ' esperado de toda a crian%a" 0s crentes de +orinto. como podemos ver no versículo 6: """por ue ainda são carnais% *or ue. ao olhar para esse te.ilho te$ 78 anos" 7sso ' uma tra 'dia. destrói uma parte do corpo de +risto. no culto infantil da i reja.iste um estado normal de carnalidade.7sso ' al o típico do mundo que está sendo trazido para dentro da i reja" . $as co$o a carnais. voc* está criando conflitos com a pessoa errada" 0 versículo 1G diz: Se al'u($ destruir o santu5rio de Deus.crescente As suas prioridades n)o simplesmente cursos que preparem voc* profissionalmente. ue tra) a li1erdade. virou o rosto" 7sso ' al o típico de uma crian%a. ue são .eli) na uilo ue . está retalhando-o. )elos.peri*ncias no mundo e che ar na i reja com essa cultura mundana ' al o comum. ele se de!ru%a so!re a Palavra" =m antídoto contra a carnalidade ' o!servar atentamente a Palavra de Deus. neste caso específico.ada para trás. o crente tem que crescer. palavra traduzida aqui por inveja.press)o que aparece no versículo 8. por um azar ou por um limite mental" C!r#! i"!"e é "e:orr=#:i! "e "e:is>es e es:o 9!s 8esso!is+ $m 1ia o 1"8E. nos nossos dias. ( sa'rado% 0 santuário a que ele se refere aqui ' a i reja" . atin ir uma outra condi%)o de crescimento e maturidade" Da mesma forma como um pai espera que o seu filho cres%a. pois s)o apresentadas considera%&es so!re o homem espiritual: 6as o ho$e$ ue observa atentamente a lei per. ' marca de carnalidade" 3ais uma vez eu di o que viver essas e.a$ e$ condi/3es de rece1"#lo% De fato. minha per unta ': 5ual ' a resposta proporcional que Deus tem feito na sua vida2 /oc* está contente em apenas. e se sente or ulho por isso. quando ela se converteu e aceitou ao Senhor Jesus.iu $as praticando#o. s)o mencionadas tam!'m as divis&es" Por vezes eu me assusto ao ver o quanto crian%as pequenas podem ser cru'is" $u já vi. mas continuar com elas n)o ' correto" 7sso faz parte da vida de um crente que n)o está se uindo as orienta%&es de Deus" 5uando voc* tem uma atitude que. Deus irá comprometer voc*" No capítulo 11 da carta. já sendo adulto.ssim. o mercado de tra!alho traz e. seja a saudável que deve ser dei.al o totalmente diferente" $sse ' e. versículo 8G Paulo diz: *ortanto. ouvir uma mensa em ou voc* faz parte do povo de Deus que está se de!ru%ando e conhecendo essa Palavra2 . isto '. n)o tem uma conota%)o necessariamente ne ativa" $ntretanto. de vez em quando. co$o a crian/as e$ Cristo% 9 Dei#lhes leite.ssim. na verdade. se a sua atitude compromete o relacionamento do corpo de +risto. e não ali$ento s0lido.oc"s. todo a uele ue co$er o pão ou 1e1er o c5lice do Senhor indi'na$ente será culpado de pecar contra o corpo e o san'ue do Senhor% Se voc* vai para a ceia havendo produzido uma atitude que. não es uecendo o ue ou. ou so!re as á uas profundas do amor e do conhecimento de DeusB ' preciso ficar apenas no !ásico" S)o pessoas que ficam somente na papinha. não estão sendo carnais e a'indo co$o $undanos. pois . como a outra n)o a queria do lado.i)er% $sse homem Co!serva atentamenteD. Deus espera isso de nós" 7ma ine voc* passeando com seu filho no carrinho e. sem perce!er que. de al u'm que recentemente se converteu e ainda traz a sua heran%a e a do mundo" No entanto. vemos que e. ainda vive e a e como uma crian%a" . vocês ainda não estão em condições% . ' o n)o aprofundamento no conhecimento" N)o dá para falar com pessoas assim de assuntos profundos. não lhes pude .to de Paulo.alar co$o a espirituais. uma menina pe ar uma cadeira para colocar do lado da outra" Por'm. para entend*-la e praticá-la" $u sei que. mas sua maturidade espiritual era zero" SINTOMAS DE CARNA0IDADE Co#9e:i6e#to "o . ela está sendo usada com um sentido ne ativo por referir-se A primeira pessoa do sin ular" #epresenta al u'm que pensa nos seus próprios interesses.

s pessoas t*m fun%&es diferentes.ou atr5s% > uma tremenda mediocridade dizer al o assim. missionários estiveram na tri!o dos índios Mai Mai e. nós somos cooperadores de Deus" A VERDADEIRA ES/IRITUA0IDADE 0 apóstolo Paulo diz. toda a tri!o. não estão sendo $undanos.&ue$ ( *aulo.oc"s.l!erto 3endes Jr". isso s)o apenas diferentes fun%&es e n)o uma maior valoriza%)o de um servo em detrimento do outro" 0 efeito que a Palavra fará no cora%)o de al u'm ' al o dado por Deus" $ntenda tam!'m que. há pessoas crentes que. com mais de mil pessoas.ir esse ca$arada pre'ar% Onde ele . apesar de tanto tempo ali. onde ' dito que Deus retri!uirá e compensará de acordo com o tra!alho realizado" $u ensino a cada domin o. $as Deus ( ue$ . n)o pode ser rande" Nos versículos H e G lemos: Eu plantei. parecem mortos ou doentes" /amos lem!rar o que ' dito em Jo)o 16" 69-6E so!re a i reja: . tratálos com amor e mostrar os princípios e as percep%&es de Deus" +om rela%)o a voc*. no versículo 1: *rmãos. n)o pode ser servoB e se ' servo. que est)o há anos entre os 7anom@mis em #oraima e. +ampinas" Para rece!er cópias desta mensa em em fitas N-G ou +D Otemos um catálo o A disposi%)oP. ue$ ( +polo.$penas ser. zelo e interesses pessoais. vocês devem amar!se uns aos outros" 4< om isso todos saberão que vocês são meus disc#pulos.or$e o $inist(rio ue o Senhor atri1uiu a cada u$% $ssa id'ia de ter prefer*ncias ' um padr)o tipicamente mundano" 5uando vamos A i reja e cultuamos certas personalidades. vejo tam!'m crentes caindo" 3eu desejo pessoal '. ue os lidera$ no Senhor e os aconselha$% 74 Tenha$#nos na $ais alta esti$a. se converteu" Por outro lado.or para errar nisso. se os anos passaram e sua característica ainda ' a de uma crian%a.ida% Eu pre. uma crian%a. $as co$o a carnais%%%% $le trata os carnais como irm)os. isso n)o si nifica que eu terei um maior alard)o do que voc*" <á al umas d'cadas.ai eu . e cada um será recompensado de acordo co$ o seu pr0prio tra1alho% ' (ois nós somos cooperadores de Deus) vocês são lavoura de Deus e edif#cio de Deus" <á uma mensa em aqui muito interessante. isso ' uma lin ua em fi urada. ou com falsas doutrinas. ou seja. ser fiel a Deus. dizerem al o como: Esse a ui ( o 'rande ser. havendo aqueles que plantam e aqueles que re am" Por'm.iro assi$% Nos versículos K e ( do nosso te. para mais ou menos 9EL pessoas de manh) e mais uma quantidade equivalente no período da noite" /oc* pode estar num local onde ensine para 1E pessoas apenas" Por'm. uma marca de carnalidade" C7 to A 8erso#! i"!"e 0 terceiro sintoma que podemos encontrar nessa passa em ' o culto A personalidade" 0!serve o que dizem os versículos 9 e E: *ois uando al'u($ di): =Eu sou de *aulo>. se . e outro: =Eu sou de +polo>. na 7F+=. que já ' um crist)o. e somente a $le.e) crescer! 8 de $odo ue ne$ o ue planta ne$ o ue re'a são al%uma coisa. há tam!'m o tra!alho de missionários como o 3ilton e o Nurt. assim como nós tam!'m devemos faz*-lo" N)o ' para eles mudarem de i reja ou perderem a salva%)o" > preciso.inal de contas.os por $eio dos uais . não lhes pude . de fato. mas minha proposta ' que voc* reflita so!re quem. eu n)o quero que voc* despreze aqueles que ministram a Palavra a voc*" 0 próprio apóstolo Paulo fala so!re isso em 7 1essalonicenses E"18.Deus.< +. co$ a$or. está na hora de mudar". traz em si um sintoma que evidencia. ao lon o dos anos.etua o cresci$ento% .oc"s .o de Deus" Se al u'm ' rande.: OL1(P 8K(-9EL1" $-mail: comunica%)oSi!cu"or "!r" 9 . ao apresentarem outros pastores.iera$ a crer. que por vezes Jhe di o: Senhor.o $anda$ento lhes dou: +$e$#se uns aos outros% omo eu os amei.+$P 16LKE-KGL" Ra. quantas dessas características voc* precisa para ser um crente carnal2 1alvez voc* considere que n)o tem nenhuma delas. ao falarem para aqueles índios. claramente. ir$ãos.7 reja Fatista +idade =niversitária Q #" 1te .16: +'ora lhes pedi$os.polo e ele mesmo eram apenas servos atrav's dos quais os coríntios creram" Durante rande parte da minha vida eu ouvi pessoas. pois esse ' o ideal de Deus para sua vida" Pu!lica%)o do 3inist'rio de +omunica%)o da 7 reja Fatista +idade =niversitária" $sta mensa em das $scrituras foi apresentada na 7 reja Fatista +idade =niversitária. tira a $inha . louvado seja Deus" $ntretanto. em vez de descartá-los. pois o compromisso de um filho de Deus ' somente com a Palavra de Deus" 0 apóstolo Paulo diz que .alar co$o a espirituais. ou com imoralidade ou com an@ncia" $. no entanto. E Q /ila 7ndepend*ncia Q +ampinas . ao tocar neste assunto. pois at' aqui $le tem me trazido com inte ridade" No entanto. isso ' um rande erro e tam!'m marca de carnalidade" <á al um tempo eu ouvi al u'm dizer: Eu adoro ou. ue e. escreva-nos ou li ue-nos" 3inist'rio de +omunica%)o .or/a$ no tra1alho entre .oc"s se a$are$ uns aos outros% =ma i reja ou um povo que está marcado por inveja. con. de um pro!lema en'tico ou do am!iente em que voc* vive" $la ' conseqI*ncia de suas escolhas e decis&es pessoais" Q7!#"o #Bs C! !6os e6 6!t7ri"!"e es8irit7! D #@o est!6os C! !#"o "e "o#s es8irit7!is e si6 e6 76! vi"! :7?o 8ro:e"i6e#to é 6!r:!"o 8or es:o 9!s e v! ores E7e 8rioriF!6 ! De7s" Se voc* ' um rec'm convertido. porque Deus valoriza e avalia o tra!alho e n)o os resultados" Na verdade. viram apenas cerca de dois ou tr*s índios se converterem" Nenhum terá maior alard)o do que o outro. vida crist) carnal n)o ' decorr*ncia de um trauma de parto. de tal forma.ssimile a Palavra de Deus e cres%a. está diri indo sua vida" . +polo re'ou.$ no. se . e ele o sa!e mesmo que nin u'm mais sai!a" Por isso mesmo ele diz que há pessoas que est)o mortas e outras que est)o enfermas" Para mim. apenas n)o ' correto cultuar uma pessoa" $u dou ra%as a Deus. tal como ' dito no versículo (. ue tenha$ considera/ão para co$ os ue se es. conseqIentemente. por causa do tra1alho deles%%% > preciso tratar com estima e valoriza%)o todos os servos de Deus. eu tenho visto ami os e outros pastores caírem no meio do caminho.SP .to de estudo ' dito: & que planta e o que re%a têm um só propósito. mas unicamente Deus.