You are on page 1of 23

INDICE INDICE................................................................................................................................... 1 I.INTRODUÇÃO.................................................................................................

.................... 2 2.1. Carreta de Perfuração Jumbo......................................................................................4 2.2. Jumbo de Perfuração de Dup a Pot!"#$a.....................................................................% 2.2.2. Cara#ter&'t$#a'......................................................................................................% 2.(. Carreta de ) o#ação de E*p o'$+o' , Jumbo...............................................................2.(.2.Cara#ter&'t$#a' pr$"#$pa$'........................................................................................2.(.(.E*te"'ão de )p $#ação............................................................................................ III.E/UIP)0ENTO1 DE C)R2) E TR)N1PORTE............................................................... (.1. Retroe'#a+adora 1ubterr3"ea.....................................................................................4 (.2. Retroe'#a+adora para Car+ão...................................................................................15 (.2.2.E*te"'ão de )p $#ação ........................................................................................15 (.2.(.Cara#ter&'t$#a' Pr$"#$pa$'.....................................................................................15 (.2.4.I"formação de 6u"#$o"ame"to.............................................................................15 (.(. Carre7adora 1ubterr3"ea 89D..................................................................................1( (.(.(.Cara#ter&'t$#a'.....................................................................................................1( (.4. Carre7adora de Ro#:a'.............................................................................................14 (.4.2.Pr$"#&p$o de fu"#$o"ame"to..................................................................................14 (.%. E'te$ra Tra"'portadora 0;+e ....................................................................................1% (.-. <a7ão de De'pe=o 8atera ..........................................................................................1(... Cam$":ão 1ubterr3"eo para a 0$"eração.................................................................1. (...2.Compo'$ção......................................................................................................... 1. (...(.Cara#ter&'t$#a'.....................................................................................................14 I<.E8E<)DORE1................................................................................................................. 14 4.1.C$"to de E e+ador da Caçamba..................................................................................1> 4.1.1.Cara#ter&'t$#a'.....................................................................................................1> 4.1.2.Compo"e"te'......................................................................................................1> 1

4.2. ?:e"@$"7 E e+ador Da Caçamba Ae e+ador de #ubetaB..............................................25 4.2.1.E'pe#$f$#açCe'.....................................................................................................25 4.2.(.Pr$"#&p$o de fu"#$o"ame"to..................................................................................25 4.2.4.Cara#ter&'t$#a'.....................................................................................................21 <.CONC8U1ÃO................................................................................................................... 22 <I.RE6ERDNCI)1 ............................................................................................................... 2(

I.

INTRODUÇÃO

A mineração é uma actividade que é praticada em todo mundo e as técnicas de extracção empregadas estão em constante evolução. Os métodos são limitados pela disponibilidade e desenvolvimento dos equipamentos e com todos os factores que influenciam em sua selecção dos mesmos. Na fase de planeamento, a selecção dos equipamentos é baseada em critérios geológico, economicos, geotecnicos, mergulho e disposição da a!ida espansão. "odavia as condiç#es de segurança e higiene devem ser garantidas durante toda a vida $til da mina %equipamentos&. A selecção imprópria de um certo equipamento tem efeitos negativos na viabilidade da mina. 'm dado equipamento pode ser mais apropriado para uma determinada frente, todavia em outras partes seu emprego pode não ser a melhor opção. (eleccionado o equipamento, este deve ser seguro e produ!ir condiç#es adequadas para os operadores, permitir condiç#es de estabilidade durante a vida $til da mina, ser flex)vel adaptando *s diversas condiç#es geológicas e * infraestrutura dispon)vel, permitindo atingir a m+xima produtividade redu!indo o custo unit+rio. As caracter)sticas f)sicas do depósito limitam as possibilidades de aplicação de alguns equipamentos. 'm factores primodial na escolha de um equipamento é a escala de produção e as dimens#es das galerias, isto é,  -m escalas menores são utili!ados equipamentos menores, que podem ser acomodados em aberturas de, no m)nimo, .x. m/.
2

no m)nimo.16m. -m escalas intermedi+rias.x. em di5metros de 23 mm a 71 mm. utili!am0se vias de acesso de 2x2 m/ ou um pouco maiores e os equipamentos de perfuração são carretas de perfuração tipo umbo com dois braços. -m escalas intermedi+rias. que fa!em furos de 12 mm a 23 mm até 4m de extensão ou marteletes pneum+ticos. raramente tr. normalmente em cada extremidade. Os marteletes pneum+ticos são usados para atividades auxiliares9 a perfuração de produção costuma ser feita por equipamentos espec)ficos para este fim e os di5metros variam entre :7 mm até 326 mm.. .  -m uma escala maior.76m e . A perfuração para desenvolvimento é feita por carretas de perfuração tipo umbo. que fa!em furos de 12 mm a 23 mm com 4m até 1m de extensão. EQUIPAMENTOS DE PERFURAÇÃO. a perfuração de produção é feita através de carretas tipo 8agon drill. utili!am0se vias de acesso com 1x1 m/ e os equipamentos de perfuração são carretas de perfuração tipo umbo com dois braços. m/. O uso de marteletes tem sido cada ve! menos comum. ( . que podem ser acomodados em aberturas de. 'm t$nel é uma passagem subterr5nea. II.s tipos b+sicos de construção de t$neis em geral. ALOJAMENTO DE EXPLOSIVOS E ESCAVAÇÃO DE TÚNEIS. utili!am0se vias de acesso com 1x1 m/. -xistem tr. -m uma escala maior. completamente fechada com exceção de aberturas para o interior e exterior. utili!am0se vias de acesso de 2x2 m/ ou um pouco maiores. similares *s anteriores9 a perfuração de produção também é feita por equipamentos espec)ficos. utili!ando0se di5metros em torno de 16 mm e extensão entre 3. -m escalas menores.s braços. são utili!ados equipamentos menores. usualmente de um braço.

a profundidade do t$nel.De()r*#$% Aqui utili!amos principalmente a =arreta de >erfuração ?umbo e m+quinas tunaledoras como o equipamento de escavação de t$nel. "$neis tubo <merso. o suporte lógico da escavação do t$nel. "$nel de corte e tampa do que é constru)do em uma trincheira superficial e. Carreta e Per!"ra#$% J"&'% 2.3. as condiç#es da +gua do solo. estes fatores tais como as condiç#es de solo. em seguida. 4. afundado num corpo de +gua ou enterrados apenas sob o seu próprio material. o comprimento e di5metro da unidade do t$nel. "$nel -ntediado que é constru)do no local sem remover o solo que se encontra na superf)cie.@mA4. 'sando o nosso equipamento de escavação do t$nel. Na construção de t$neis.. pois permitem escavar uma seção transversal de t$nel em torno de 4. 4 . a utili!ação final e forma do t$nel e uma gestão de risco adequada devem ser consideradas ao escolher o equipamento de escavação do t$nel. 2.1.1.@m a 7 m x 7 m. os t$neis podem ser tanto de argila macia como de pedras mais ri as.1. . -les são geralmente em forma circular ou de ferradura. coberto.

-ste equipamento pode ser aplicado a trabalhos subterr5neos em v+rios campos. Não é necess+rio mudar a posição em trabalhos de longa dist5ncia. O que fa! com que a m+quina se a flex)vel quando em movimento.2.@03. como mineração..  Cevido * aplicação dos braços duplos de funcionamento.De()r*#$% -ste ?umbo de perfuração é usado especialmente para escavar galerias. % .2. a velocidade de perfuração da m+quina pode alcançar de 6. metalurgia.  O umbo de perfuração subterr5neo com baixo baricentro é condu!ido a diesel quando em movimento. etc. engenharia hidroelétrica. Cara)ter/(t*)a(  -ste ?umbo de perfuração com dupla pot.ncia é menor e a estrutura é compacta. construção de rodovias e ferrovias. =arreta de >erfuração ?umbo 2.ncia é equipado com avançado sistema hidr+ulico.  O corpo deste umbo de perfuração de dupla pot. J"&'% e Per!"ra#$% e D"+.a P%t-. tunelamento aqueduto.1. Assim a operação se torna f+cil e confi+vel.)*a 2. 2.2.2. mDmin. etc.Bigura 3.

%)a#$% e E1+.. -ste tipo de equipamento é concebido para se adequar ao ambiente de operação especial e f+cil de operar.0. este equipamento para minas de carvão é altamente produtivo.0. ?umbo de perfuração de dupla pot. com o impulsor patenteado. brocas de quebra secund+ria e plataformas para as brocas tunaledoras umbo.2. o que é conveniente para operar em longas dist5ncias. A m+quina não apenas perfura. O tipo carreta utili!a motor a diesel.De()r*#$% A =arreta de alocação de explosivo ?umbo 0 é uma m+quina usada nas minas de carvão. plataformas de perfuração.0. (ão f+ceis de operar. 2. anti0emperramento e auto0lavagem. Carreta e A.Bigura . controle ergonFmico e diversos n)veis de sistema autom+tico de perfuração. mas também pode perfurar orif)cios de forma conveniente. extremamente confi+vel e econFmico. =omparada com - . -quipado com brocas de alto desempenho hidr+ulico. plataformas suporte para rocha. e de manutenção conveniente.ncia 2. cobre. incorpora funç#es de auto parada. ouro baixite. ferro etc.Cara)ter/(t*)a( +r*. "emos sondas de perfuração umbo tipo carreta e o tipo furadeira de rodas.)*+a*( A carreta de perfuração umbo é f+cil e segura de operar.%(*2%( 3 J"&'% 2. E principalmente composto pelo umbo de mineração.1.

*)a#$% A carreta de perfuração umbo é essencialmente utili!ada para perfurar.0. O transporte é feito . O uso de rastelos é cada ve! menos comum. +gua e eletricidade.a carreta umbo a ar.0.2x@m.($% e A+. alocação de explosivos e escavar t$neis em mineração. EQUIPAMENTOS DE CAR4A E TRANSPORTE A carga costuma ser feita através de carregadeiras tipo HIC com capacidades que varia de 6. =arreta de Alocação de -xplosivos G ?umbo %pneum+tico& Bigura 1. . etc.1 mJ até.E1te. Bigura 4. =arreta de Alocação de -xplosivos G ?umbo %lagartas& III. Necessita menos operadora e é mais eficiente. a carreta umbo é melhor para a sa$de humana.x. no m+ximo. autoestradas. A carreta de perfuração umbo pode ser usada em t$neis pequenos de .m assim como em t$neis grandes de :. metalurgia. 2. 1 mJ. ferrovias.

. raramente maiores. -m uma escala maior. Nm4. Retr%e()a2a %ra S"'terr5.ea 0. no processo de produção de fosfato pequeno em espaços estreitos e para pequenas escalas de produção. utili!am0se vias de acesso com 1x1 m.por caminh#es de :t a 36t ou 32t. especialmente composiç#es com vag#es tipo grambK car com 1t a @t de capacidade. a depender do tamanho das vias. pro eta se diferentes tipos de retroescavadora para satisfa!er as necessidades das empresas. carga e limpe!a.De()r*#$% A Metroescavadora subterr5nea para mineração. recolha. . transporte.6t até . Ce acordo com os diferentes tipos de mineração ou condiç#es de tunelamento. 43. 366 NmJ. é um tipo de m+quina de construção subterr5nea normalmente utili!ada na escavação do t$nel de mineração.6 NmJ. A m+quina retroescavadora tem cinco funç#es. A maioria da retroescavadora que é usado na construção de t$neis é do tipo <"=43. 3@6. escavação. em engenharia mineira e em pro etos de engenharia hidr+ulica. transmissão hidr+ulica. -sta retroescavadora também é utili!ada para recolha e transporte de solo rochoso. A capacidade de carga teórica da presente retroescavadora é de 43.66 NmJ. O transporte é feito por caminh#es desde . . vag#es por trem.  Ordin+rio9  >esada.1. tais como 4 . um modelo criado na Alemanha. ou por trens. 3. .6 NmJ. sendo usados @ a 3. Nm/ Dhora.1. =om uma capacidade de carga que varia entre @6 NmJ. utili!am0se vias de acesso de 2x2 m/ ou um pouco maiores e a carga costuma ser feita por carregadeiras tipo HIC com capacidades entre LmJ e 33mJ. também chamada de retroescavadora.2t a 46t. 326 NmJ.. Os trens deste porte estão caindo em desuso. 446 NmJ por hora. e a carga se processa por meio de carregadeiras tipo HIC com capacidade entre 1. 0. -m escalas intermedi+rias.76 NmJ.1. O transporte é feito por caminh#es de 16t a 26t.2mJ e :mJ. a retroescavadeira de carga0transporte0despe o pode ter dois tipos de classificação.

a retroescavadora.ta6e. carga e limpe!a. recuar e travar automaticamente. para escavação e transporte. O motor hidr+ulico pode avançar.a largura do transportador é de 7260:66 mm e a taxa de transfer. E manipulado por um completo sistema de controlo hidr+ulico e operado por duas alças de controle.Va. e fornece boas condiç#es de segurança na construção e engenharia subterr5nea.1. é usada no subsolo. a retroescavadora. dependendo das suas funç#es de transporte. recolha.2. m+quinas de terraplenagem e retroescavadora de esteiras e assim por diante. com baixo consumo. 0. > .  O carregamento desta retroescavadora é completado pela própria esteira de transporte. engrenagens de redução. semi0viga. O manipulador tem o desempenho de escavação. carga e descarga.  A escavação e coleta podem ser reali!adas por um manipulador.ncia. pode trabalhar continuamente com alta efici.  -m média ao mesmo tempo. alta efici. caixa de eixo e de redução de transmissão. .( Adotando o sistema de controle hidr+ulico elétrico é uma m+quina amiga do ambiente. A retroescavadora. é um equipamento de mineração essencial e avançado que pode ser usado para substituir a mão de obra e outros equipamentos mec5nicos. A retroescavadora é caracteri!ada da seguinte forma pelas suas vantagens.ncia.retroescavadora com tracção. transmissão.ncia de @660L66 mm. Assim. etc.  A transmissão hidr+ulica funciona sob a operação do motor hidr+ulico. escavação. que fa! com que esta m+quina tenha uma alta estabilidade de trabalho.

carvão. ou haggloader de minas de carvão.2. como minérios de ferro. também chamada de retroescavadora para minas de carvão.!%r&a#$% e F". A empresa desenvolveu diferentes tipos de escavadeiras e as atuali!ou a fim de se adaptarem a diferentes condiç#es de trabalho incluindo seç#es de . 0. >ode ser usado para escavar diferentes rochas e minérios.7.)*+a*(  A retroescavadora adota sistema de controle eletro0hidr+ulico com partida de voltagem redu!ida.1.t% P%t-. minas de metais.  Pontagem semi0inclu)da. f+cil de manter. Adequada para pro etos de abertura de t$neis longos.s. A retroescavadora de carvão. 0.  Povimentos principais controlados por v+lvulas. os haggloaders são estruturas compactas de desempenho confi+vel a preços competitivos que irão facilitar o processo de mineração.  =arrega rochas sem mão de obra.. bauxita.Bigura 2.2. crómio.2.($% e A+. Metroescavadora (ubterr5nea 0.ncia.  Aproximadamente 46Q das configuraç#es são importadas. cobre etc. 0.  "ransporta rochas com correia transportadora.E1te.6 m a L x L m %Altura x Hargura&. t$neis de hidrelétricas e outras escavaç#es subterr5neas.6 x .*)a#$% A retroescavadora é essencialmente utili!ada em minas de carvão. transmissão hidr+ulica eletrFnica e viela m)nima de seção transversal.0. mina de ouro. inclinação de 44O. é equipado com controlo piloto. é um tipo de m+quina de escavação e carregamento de mineração subterr5nea.2.a&e. Retr%e()a2a %ra +ara Car2$% 0.)*%.. B+cil de operar e est+vel.2.I.Cara)ter/(t*)a( Pr*. mangan. Além disso. que é est+vel e possui alta efici.2.)*a 889: >eso L:66 Ng 15 .De()r*#$% A retro escavadora de carvão.

O U2m T6. Xmbolo do motor radial A..mpa Vomba de pistãoA.Relocidade de transporte =orrente de arraste Maio minimo de viragem >ressão do solo Cirecção Rolume do tanque hidr+ulico >ressão maxima de trabalho Vomba hidr+ulica Potor hidr+ulico 6.WengrenagemA.6:Ppa Iidr+ulica .76H 4. 11 .2S2QmDs T4.

Bigura 7. Metroescavadora subterr5nea em operação 12 .

A+. -ste ultimo. Ce acordo com o modelo de condução. excelente escavação e força de elevação. Carre6a %ra S"'terr5. 1( . alto volume de bombas e muito mais. e pro etos de conservação de +gua.1. então transportar e descarregar os de etos em outro local.0. usa0se muito na mina subterr5nea devida a pressão e vibração menor que exerce sobre as galerias.0.  O largo cilindro nesta carregadora subterr5nea HIC %Hoad Iaul Cumper& proporciona um r+pido ciclo de tempo.Cara)ter/(t*)a(  =arregadora subterr5nea para mineração possui traços de ponderosa propulsão hidr+ulica. esta carregadora subterr5nea para mineração HIC %Hoad Iaul Cumper& pode preencher e nivelar o local original.0.  A caracter)stica do oKsticN apresenta f+cil operação e controle suave. carregar e transportar o material solto em minas e poços. -sta carregadora subterr5nea HIC %Hoad Iaul Cumper& pode ser aplicada a engenharia de t$neis para ferrovia.0.2. baixo n)vel e +reas alagadas.0. carregar e transportar materiais soltos após a explosão. 0.0. autoestradas. 0.  A barra de ligação Y0 nesta carregadora subterr5nea geral gera uma ponderosa capacidade de força e 5ngulo de carregamento otimi!ado. como em locais estreitos.De()r*#$% -ste equipamento subterr5neo para mineração é uma m+quina abrangente de mineração.D -sta m+quina de mineração pode ser usada para coletar. este equipamento de mineração pode ser classificado em carregadora subterr5nea elétrica HIC e carregadora subterr5nea a diesel HIC. -sta carregadora para mineração HIC é especialmente própria para trabalho sob condiç#es adversas. -ste equipamento pode escavar o solo. etc. 0. Binalmente.*)a#$% -sta =arregadora de mineração subterr5nea pode ser usada pra escavar.ea L.

-ste aparato de carregamento é amplamente usado tanto no mercado doméstico quanto no exterior.a&e. =arregadora (ubterr5nea a Ciesel HIC 0. A m+quina pode ser usada em t$neis subterr5neos e prospecção geológica. o balde da carregadora de detritos para mineração ir+ ser puxado.Pr*. =arregadora -létrica (ubterr5nea HIC. o corpo da carregadora de rochas com rodas avança primeiro.7. Os Valdes são desenvolvidos para habilidade de carregamento otimi!ada e durabilidade estrutural.)/+*% e !". 0. A estrutura da carregadora de rochas sobre esteiras é similar * carregadora de rochas com rodas. etc. -m seguida. 14 . Carre6a %ra e R%)<a( 0.7.2. Bigura :. a pilha de rochas no balde ser+ posta no carro de mineração ou outro ve)culo de transporte.)*%.De()r*#$% -ssa m+quina de carregamento de detritos possui vantagens de boa flexibilidade e estabilidade.7. alta produtividade. somente então o balde adentra a pilha de rochas. -sta carregadora de rochas pode ser dividida em carregadora de rochas e carregadora de rochas de despe o lateral com esteiras.t% Zuando funcionando. Bigura @.1.

O comprimento e a largura das esteiras da transportadora dependem dos requisitos do cliente tendo em conta as diferentes escalas e n)veis de esmagamento de pedra.ncia da esteira transportadora é alta e a dist5ncia de transfer.ncia.8.*)a#>e( A esteira transportadora móvel é utili!ada em locais de carregamento.8.Bigura L.1. A esteira transportadora é móvel e flex)vel e pode ser utili!ada de acordo com a produção de v+rios tipos e linhas de transfer.De()r*#$% A esteira transportadora móvel é muito $til e económica facilitando a continuidade da linha de produção. E amplamente utili!ada em campos de mineração e metalurgia. pode ser utili!ada tanto em plantas estacion+rias como móveis na mina subterr5nea onde o material não é de boa consolidação para a evacuação dos materiais no fundo da mina ate a superf)cie.2. 0. e tipo de minério.8. A esteira transportadora móvel é respons+vel através na linha de produtos por toda a trituração. =arregadora de rocha 0. e *s situaç#es de paisagem. E um componente muito importante na linha de produção de pedras e em locais com britadeiras móveis.ncia é longa. A capacidade de transfer. materiais fixos ou materiais embalados em outras +reas.(+%rta %ra M=2e. para transfer. 0.ncia de areia. britagem móveis e estacion+rios.A+. E(te*ra Tra. O transportador de esteira móvel é um equipamento necess+rio durante a produção de brita e é uma peça cuidadosamente considerada para v+rios tipos de clientes. pois desempenha o papel de transmissora e conexão entre o esmagamento superior e o consequente. 1% .

descarrega materiais automaticamente.?.?. também chamado de vagão de despe o de lado. pode ser usado para transporte de minérios.A+. minas de metal e também em outras +reas de mineração.Bigura 36. Va6$% e De(+e@% Latera. 1- . Curante a operação. 0. o vagão de despe o lateral descarrega e redefine automaticamente. é uma espécie de vagão tipicamente usado no despe o na superf)cie partindo da mineração subterr5nea de mineração de carvão.?. -steira "ransportadora Póvel 0. >ode trabalhar eficientemente com segurança e confiabilidade. passando o trilho de despe o. Cevido ao desenho do motor e do guincho. pedras.De()r*#$% O Ragão de despe o lateral. entulho e outros materiais. 0.*)a#>e( Ragão de despe o lateral ou vagão de despe o de lado é aplicado nas +reas de mineração subterr5nea ou na superf)cie de mineração.2. "rabalhando na estrada subterr5nea.1.

0. Assim sendo. -sta unidade de processo e outras partes complementares avançadas são todas importadas da <t+lia. o que fa! com que a desempenho se a est+vel e a manutenção se a evitada.  O torque conversor hidr+ulico a caixa de troca de velocidade e o eixo de condução equipados neste caminhão basculante de mineração são todos da CANA. etc. o caminhão subterr5neo para mineração pode ser usado como equipamento de transporte.era#$% 0.  O sistema de freios hidr+ulicos também é instalado neste caminhão subterr5neo para mineração.e% +ara a M*.<$% S"'terr5. pedras e outros v+rios ob etos.De()r*#$% -ste caminhão basculante para minas pode ser aplicado a trabalhos subterr5neos. Ragão de despe o lateral 0.  O escape de g+s deste caminhão basculante articulado é processado através de oxidação e cat+lises. .2.A. -ste caminhão basculante para mineração é próprio para o transporte de minério.Bigura 33.  O freio de condução é $mido e possui m$ltiplo discos. tais como estradas de mineração. -ste caminhão basculante para mineração pode reali!ar a descarga 1.C%&+%(*#$%  "odos os motores a diesel com baixa poluição são da C-'"Y.A.A. <sso garante a dualidade do carro.1. Ca&*.  A carroceria deste ve)culo é feita de placa de aço com boa anti fricção.

=omparado com outros equipamentos de elevação de mineração.  O aparelho de condução hidr+ulico apresenta estrutura compacta. 14 . grime. ELEVADORES -levador de mineração é adequado para a mina cheia de g+s explosivo como grisu. tem melhorado muito na segurança. custo e operação. este caminhão basculante articulado pode ser usado para transportar e carregar minério além de outros materiais. assim o caminhão pode funcionar sob v+rias condiç#es adversas. >recisa ter desenho especial na estrutura e medidas de segurança efica! para evitar a explosão de g+s. o que prolonga sua vida de serviço. A força de condução e a capacidade de escalada são amplas.automaticamente. * prova de corrosão e contar com proteção anti0choque.  A caixa de troca de velocidades fabricada pela CANA é benéfica para uma operação flex)vel do caminhão basculante articulado. O raio de viragem é m)nimo. IV. As rodas frontais são equipadas com diferencial antiderrapante. E instalado entre o solo para fundo das minas e fundo para camas minadas. Assim. Assim é a operação é muito flex)vel.A.Cara)ter/(t*)a(  O Aparelho de transmissão hidr+ulica neste caminhão basculante subterr5neo pode garantir a desempenho do motor. este equipamento pode se adaptar automaticamente a troca de capacidade de carga em certos graus. entre outros. 0. viragem est+vel e f+cil manutenção. além disso. Ceve ser * prova de +gua ou umidade.0.  >neus suaves e resistentes são usados.  -ste caminhão basculante para mineração é condu!ido por quatro rodas.  O corpo deste caminhão basculante adota moldura articulada. A velocidade de funcionamento deste caminhão de mineração subterr5nea pode ser também a ustada automaticamente.

1. que a uda a observar toda a operação. dispositivo de travagem. o material não deve exceder .ncia9 >ro ectado para o transporte vertical e granular na mina subterr5nea.7. rolamentos duplo lados do selo9  Bita adesiva tipo caçamba elevador.2. 1> . 7.1. a temperatura do material não deve exceder 76[ c. elevador embalagem. 1.e.te( -le é composto de secção de cabeça com a condução da polia.3. altura de elevação m+xima 1666 m. se adoptar hot 0 borracha resistente. dispositivo de condução e de volta parar.C%&+%. elevador de iniciali!ação %do8n secção& com tomar até a polia. minério.66[c. >elo caminho.C*.h+ um furo de inspecção do elevador no invólucro. tais como alimentos. cimento. velocidade a ust+vel pelo transdutor9  Anticorrosivo. o pó e pequenos blocos de moagem de sucção menor dispersa a forma material.t% e E.e2a %r a Ca#a&'a =into de elevador da caçamba balde de mineração de carvão elevador apresenta as seguintes especificaç#es. carvão.  -strutura simples9  Operação f+cil9  Alta efici. .3.Cara)ter/(t*)a(  Buncionando de forma est+vel com baixo ru)do.

 Hevantamento de longa dist5ncia.a&e.s partes de caixa. 7.  \rande capacidade de elevação.C*. B<e. A m+quina é aplic+vel para o material triturado. cimento. parte superior da caixa. argila e minério de. areia. f+cil operação e manutenção e longa vida de serviço etc.)/+*% e !". altura de elevação alta. O cinto mantém certa velocidade de movimento através do trabalho do motor e redutor para o transporte de mercadorias + certa altura uniformemente.0. bloco.e2a %r Da Ca#a&'a De.E(+e)*!*)a#>e( Pineração de elevador de cubeta Apresenta as seguintes especificaç#es. e materiais bloco.  Rida de serviço longa -levador de cubeta é caracteri!ado por grande volume de transporte.2.e2a %r e )"'etaE 7.  Zuebra de baixa e ru)do.t% -ste equipamento é composto de tr. =into de elevador da caçamba 7. tais como o carvão.)*%.Pr*. condução est+vel.2. 25 .Bigura 33.1.2. meados de caixa e caixa inferior.6 E.

conveni.  Vaixo ru)do.  Alta capacidade com alta efici.  Vaixo poder de condução. YhenKing -levador Ca =açamba %elevador de cubeta& 21 . boa execução confiabilidade.  Paterial enviado temperatura é inferior a 76Oc.7. Bigura 3.Cara)ter/(t*)a(  Avançado design e fabricação de excelente. baixo consumo de energia. instalação.2.ncia. vasta gama de elevação.7.ncia da manutenção. a estrutura simples..

recolha. 22 .x.6t até . que fa!em furos de 12 mm a 23 mm até 4m de extensão. são utili!ados equipamentos menores. A m+quina retroescavadora quanto a sua função é complexa. utili!am0 se vias de acesso de 2x2 m/ ou um pouco maiores e os equipamentos de perfuração são carretas de perfuração tipo umbo com dois braços. o suporte lógico da escavação do t$nel. raramente maiores. e a carga se processa por meio de carregadeiras tipo HIC com capacidade entre 1. no m)nimo. O transporte é feito por caminh#es de 16t a 26t. -m uma escala maior. a utili!ação final e forma do t$nel e uma gestão de risco adequada devem ser consideradas ao escolher o equipamento de escavação do t$nel.2mJ e :mJ. -m escalas intermedi+rias. -m escalas intermedi+rias. m/. que podem ser acomodados em aberturas de. isto é. usualmente de um braço.V. utili!am0se vias de acesso com 1x1 m/ e os equipamentos de perfuração são carretas de perfuração tipo umbo com dois braços. Na construção de t$neis. estes fatores tais como as condiç#es de solo. CONCLUSÃO -m escalas menores. . escavação. utili!am0se vias de acesso com 1x1 m.2t a 46t. raramente tr. O transporte é feito por caminh#es desde . utili!am0se vias de acesso de 2x2 m/ ou um pouco maiores e a carga costuma ser feita por carregadeiras tipo HIC com capacidades entre LmJ e 33mJ. -m uma escala maior. o comprimento e di5metro da unidade do t$nel. A perfuração para desenvolvimento é feita por carretas de perfuração tipo umbo. transmissão hidr+ulica. carga e limpe!a. a profundidade do t$nel. as condiç#es da +gua do solo. transporte. tem cinco funç#es. similares *s anteriores9 a perfuração de produção também é feita por equipamentos espec)ficos.s braços. que fa!em furos de 12 mm a 23 mm com 4m até 1m de extensão.

ed. << e <<<. btransporte e extraccion en minasc. data collectors. VM<N_-M. <n. R. 3L73 2( . A. Buerstnau. "alles \raficos `unNe (MH. =. '(A. (urveKing field notes. Cuned. "he surveKing handbooN. alguns equipamentos subterr5neos. =. Vuenos Aires. ed. Ridal. >aris. REFERFNCIAS A((O=<A]^O VMA(<H-<MA C. _enneth N. Novit!NK. 3LL1.661& >ricimple of Pineral >rocessing. Rol <. VM<N_-M. 3L77. =. Mio de ?aneiro. 3LL2. M. dexploitation des minesc.VI. Paurice. M.9 P-NN<=_. =hapman a Iall.Ian.NOMPA( "E=N<=A( %AVN"&. M. Ne8 `orN. NVM 34344. .%.