Pseudocódigos e Fluxogramas

Profº Thiago Sousa Chiqueto

Lógica de Programação

Algoritmos - I trodução
• !m algoritmo " uma sequ# cia de $assos que resol%e algum $ro&lema ou alca ça algum o&'eti%o ( um algoritmo sim$lesme te di) o que deve ser feito*
• +xem$los,
Profº Thiago S* Chiqueto

• !ma receita culi -ria. • /a ual de i struç0es.

• Para resol%er um $ro&lema atra%"s de um com$utador1 de%emos defi ir como executar os $assos $ara solucio ar o $ro&lema*

I trodução • A defi ição de como os $assos $ara solucio ar um $ro&lema serão executados " uma im$leme tação do algoritmo* • Porta to o algoritmo " o $e same to descrito como uma seque cia de $assos que %isam ati gir um o&'eti%o* • +xem$lo. Fa)er um caf"* • • • • • Colocar -gua $ara fer%er* Pre$arar a garrada* Colocar o $ó de caf" o coador* Assim que a -gua fer%er des$e'ar o coador Fechar a garrafa* Profº Thiago S* Chiqueto .

I trodução • 2ual a sua im$ort3 cia a $rogramação4 • 5e$rese tar o racioc6 io i de$e de teme te de detalhes com$utacio ais1 que $odem ser acresce tados mais tarde* • Focali)ar $rimeiro a resolução algor6tmica do $ro&lema1 $ossi&ilita do de$ois mais tarde codifica-la em qualquer li guagem de $rogramação* Profº Thiago S* Chiqueto .

Im$ort3 cia do Algoritmo Profº Thiago S* Chiqueto .

tam&"m co hecida como li guagem estruturada ou $ortugol* Profº Thiago Sousa Chiqueto . • Descrição Narrativa • Fluxograma • Pseudocódigo.Formas de 5e$rese tação de Algoritmos • 7e tre as formas mais co hecidas $odemos citar.

&ter as suas < otas de $ro%as* Calcular a m"dia aritm"tica* Se a m"dia for maior que =1 o alu o foi a$ro%ado1 se ão ele foi re$ro%ado* Profº Thiago Sousa Chiqueto .7escrição 8arrati%a • 8esta forma os algoritmos são ex$ressos diretame te em linguagem natural* Receita de Bolo: /isture os I gredie tes* ! te a forma com margari a* 7es$e'e a mistura a forma* Se hou%er coco ralado1 des$e'e so&re a mistura* Coloque o for o e es$ere 9:mi * 5etire do for o e sir%a* Cálculo da M dia de um !luno: .

Fluxograma • > uma re$rese tação gr-fica de algoritmos o de formas geom"tricas difere tes im$licam aç0es ?i struç0es1 coma dos@ disti tos* • > uma forma que facilita o e te dime to das ideias co tidas os algoritmos* • +sta forma " a$roximadame te i termedi-ria A descrição narrativa e ao "seudocódigo ?su&item segui te@1 $ois " me os im$recisa que a $rimeira e1 o e ta to1 ão se $reocu$a com detalhes de im$leme tação do $rograma* Profº Thiago Sousa Chiqueto .

Fluxograma ( 5e$rese tação B-sica I icio e Fim de Programa Se tido do Fluxo Processame to Profº Thiago Sousa Chiqueto + trada de 7ados 7ecisão Sa6da de 7ados .

Fluxograma +xem$lo Profº Thiago Sousa Chiqueto • C-lculo da m"dia de um alu o so& a forma de um fluxograma. .

i icio C1 < /+7IAE? CI <@J < H F Profº Thiago Sousa Chiqueto /+7IADE = FA$ro%ado G F5e$ro%ad oG fim .

Algu s co ceitos im$orta tes • Hari-%el • Co sta te • Ti$os de 7ados Profº Thiago Sousa Chiqueto .

Profº Thiago S* Chiqueto . dado tem a $ossi&ilidade de ser alterado dura te a execução do algoritmo • +xem$los. Cotação do dólar1 $eso de uma $essoa1 6 dice de i flação.Hari-%el • .

K1 F8ão FumeG1 -:*KL1 H Profº Thiago S* Chiqueto .Co sta te • !m dado " co sta te qua do ão sofre e huma %ariação ( seu %alor " co sta te do i icio ao fim da execução do algoritmo* • +xem$los.

• Cada %ari-%el $ode a$e as arma)e ar o&'etos de um mesmo ti"o "rimitivo ?material@ Profº Thiago S* Chiqueto .7eclaração de Hari-%eis • 8o am&ie te com$utacio al1 as i formaç0es %ari-%eis são guardadas em um dis$ositi%o eletrM ico chamado de memória • +ssa memória $ode ser imagi ada como um armário re"leto de gavetas ( os o#$etos a serem guardados seriam os dados e as variáveis as gavetas% • Histo que a memória ?arm-rio@1 existem muitas %ari-%eis ?ga%etas@1 $recisamos difere ci--las com os ide tificadores ?etiquetas@ com um detalhe im$orta te.

+la tem C1=9 m de altura* • Caracter: com$osta de caracteres alfa um"ricos ( Nmeros1 alfa&"ticos e es$eciais ?O1 P1 Q@ • 'ógico: $ode assumir a$e as duas situaç0es. +le tem CK irmãos • Real: Toda i formação um"rica ?co 'u to dos reais@ ex. A $orta $ode estar a&erta ou fechada* Profº Thiago S* Chiqueto .Ti$os de 7ados • &nteiro: Toda i formação um"rica ?co 'u to dos i teiros@ ex. ex.

Pseudocódigo • +sta forma de re$rese tação de algoritmo " rica em detal(es1 como a defi ição dos ti$os de %ari-%eis usadas o algoritmo* Profº Thiago Sousa Chiqueto • Por assemel(ar)se &asta te A forma em que os $rogramas são escritos1 e co tra muita aceitação* .

Pseudocódigo • Re"resentação textual dos $assos e %ol%idos $ara a resolução de um $ro&lema* • Con$unto de regras que %isam restri gir e estruturar o uso do $ortugu#s a re$rese tação dos algoritmos* • A$roxima-se do código fo te de linguagens de "rogramação atuais* Profº Thiago Sousa Chiqueto .

JJ ome do algoritmo i icio JJi icio do algoritmo caracter.Pseudocódigo re$rese ta do um algoritmo* algoritmo exem$loC. ome. JJme sagem ao usu-rio leia? ome@. JJme sagemIco teNdo %ari-%el fim JJfim algoritmo Profº Thiago S* Chiqueto . JJleitura de ome escre%a?F. JJ%ari-%el ome escre%a?F7igite seu omeG@. seu ome "G1 ome@.

caracter. Tipo de dado Nome da variável Profº Thiago S* Chiqueto . ome. Si taxe. +x.Coma dos B-sicos • 7eclaração de Hari-%eis. tipo_de_dados:nome_variavel.

seu ome "G1 ome@. • escre%a?F.+xem$lo de um algoritmo • i icio algoritmo • caracter. %ari-%el ome • escre%a?F7igite seu omeG@. usu-rio • leia? ome@. ome. JJme sagemIco teNdo %ari-%el • fim JJi icio do JJdeclaração da JJme sagem ao JJleitura de ome Profº Thiago S* Chiqueto JJfim algoritmo .

escreva(“mensagem”). escre%a?Fescre%a o seu omeG@. Si taxe. +x.Coma dos B-sicos • Coma do de sa6da de dados. comando Mensagem Profº Thiago S* Chiqueto .

usu-rio • leia? ome@. • escre%a?F. seu ome "G1 ome@. %ari-%el ome • escre%a?F7igite seu omeG@. ome. JJme sagemIco teNdo %ari-%el • fim JJi icio do JJdeclaração da JJme sagem ao JJleitura de ome Profº Thiago S* Chiqueto JJfim algoritmo .+xem$lo de um algoritmo • i icio algoritmo • caracter.

leia? ome1so&re ome@. Si taxe. comando Variável comando Mais de uma variável Profº Thiago S* Chiqueto . leia? ome@.Coma dos B-sicos • Coma do de e trada de dados. leia(variável). +x.

JJdeclaração da %aria%el ome • escre%a?F7igite seu omeG@. ome. JJleitura de ome • escre%a?F.+xem$lo de um algoritmo • i icio JJi icio do algoritmo • caracter. JJme sagemIco teNdo %ari-%el • fim JJfim algoritmo Profº Thiago S* Chiqueto . seu ome "G1 ome@. JJme sagem ao usuario • leia? ome@.

+xerc6cio • Criar um algoritmo que rece&a K otas e %erifique qual a ota maior* 5e$rese tar o algoritmo em fluxograma e $seudocódigo* Profº Thiago S* Chiqueto .