A PRIMEIRA EPÍSTOLA DE PAULO AOS TESSALONICENSES

Esta epístola foi uma das primeiras endereçadas a uma assembléia, e os crentes que pertenciam àquela assembléia tinham apenas recentemente se convertido . Tendo se formado em Filipos a primeira assembléia cristã na Europa, Paulo e Silas viajaram para Tessalônica, na Macedônia, ao norte da Grécia, aonde existia uma sinagoga de judeus dispersos (Atos 17). Por três sábados Paulo foi à sinagoga e leu e explicou trechos das Escrituras a fim de provar aos judeus que o Messias prometido tinha que sofrer e morrer e ser ressuscitado dos mortos (Isaías 53, Salmo 22)., e que o Senhor Jesus era o prometido Rei dos Judeus. Muitos dos judeus foram convencidos e um grande número de gregos,que abandonaram seus ídolos para servir o Deus vivo se juntaram a estes judeus convertidos. Mas os outros judeus, que se recusaram a converter-se, tornaram-se muito hostis e incitaram confusão e ódio na cidade contra Paulo e Jason, um irmão que os tinha recebido em sua casa. Este irmão Jason foi arrastado perante os governantes da cidade e acusado de revolta contra o imperador romano. Mas os irmãos de Tessalônica e Jason trouxeram dinheiro como fiança aos governantes, e os crentes foram libertados, depois do que Paulo e Silas viajaram para Beréia. Desta forma os novos crentes de Tessalônica souberam o que a perseguição significava na realidade, e em sua epístola Paulo expressa satisfação porquê, a despeito destas tribulações, eles permaneceram fiéis testemunhas do Senhor Jesus. As duas epístolas aos Tessalonicenses têm este caráter especial, o de lançar luz sobre as duas diferentes fases da vinda do Senhor Jesus. Na primeira epístola nós temos a “Parousia” , que é a vinda do Senhor Jesus nas nuvens para levar para si a assembléia de todos os crentes; ao passo que , na segunda epístola, temos a “Epifania” , Sua vinda em glória, juntamente com os santos glorificados, após o que as nações serão sujeitadas a Ele.

CAPÍTULO 1
O assunto deste capítulo é a conversão dos gentios, os meios que Deus usou para esse fim e os resultados práticos da conversão observados na vida diária.Também descreve o relacionamento com Deus ao qual os santos são trazidos. Portanto, o apóstolo começa imediatamente com as palavras “ Paulo, Silvano e Timóteo à igreja dos tessalonicenses em deus Pai e no Senhor Jesus Cristo : graça e paz a vós outros.” (vers. 1). Estes crentes apesar de recém convertidos e novos na fé, abandonaram seus ídolos com decisão firme, e isto significou uma completa mudança em suas vidas. Até então, eles tinham estado sem Deus e sem esperança no mundo , mas pela sua fé pessoal no Senhor Jesus foram trazidos para perto de Deus. Todas estas coisas eram de Deus, de forma que achamos expressões tais como : O Evangelho de Deus – A Palavra de Deus – Servindo a Deus – Ensinado por Deus. Assim eles foram reunidos em uma assembléia em “ Deus, o Pai.” Como criancinhas eles sentiram que era um privilégio conhecer a Deus como seu Pai e falar livremente a Ele, como crianças gostam de vir a um pai amoroso. Mas eles também estavam “em Cristo”, em quem receberam a remissão de seus pecados. Eles o conheceram como Salvador, mas também como Senhor, a quem pertenciam inteiramente, corpo, alma e espírito,

era o seu libertador da ira vindoura ( vers. e ele vem. 2. Assim que as sementes de dúvida são semeadas em uma alma. etc.Semelhantemente. Eles abandonaram os ídolos . 3). Durante os seis mil anos passados. e a Bíblia não pode ser colocada no mesmo nível que os livros e teorias dos homens. o Senhor Jesus tem o direito à obediência de parte de todo o crente. Como Senhor. e ao outro : Faz isso . inspirado pelo Espírito Santo. Como provas evidentes de sua verdadeira conversão . de onde o Evangelho se espalhou amplamente . o Senhor Jesus era a Palavra encarnada de Deus. completa e infalível. mas são o caminho de Deus para a obra abençoada . com a alegria do Espírito Santo Eles se tornaram exemplos para todos os crentes nas províncias gregas da Macedônia e Acaia.Seu trabalho por fé – Seu trabalho por amor – Sua perdurável constância na esperança (vers. esperança e amor deram valor e divino poder às suas atividades. Os tessalonicenses receberam o Evangelho não porque ele houvesse atuado sobre as suas emoções como lamentavelmente se vê hoje através do uso de música popular. que ressuscitou dos mortos. Eles agora adoravam o Deus vivo e verdadeiro . Somente quando a pregação do Evangelho é acompanhada pelo poder do Espírito Santo ela trará frutos duráveis e valiosos. Quanto ao ministério de Paulo. Como exemplo. com autoridade absoluta para dirigir os crentes e condenar os descrentes .Fé. e ele faz. a obra de Deus não pode mais progredir nela. Eles verdadeiramente nasceram de novo e foram selados pelo Espírito Santo. mas no poder do Espírito de Deus e com a mais profunda persuasão. Deus mesmo.desejando obedecer somente à Sua vontade. O apóstolo foi tão gratificado por estas coisas que as mencionou em ação de graças a Deus em suas orações como sendo a prova da divina eleição deles. Em nossos dias nós temos o privilégio de possuir a Bíblia completa.” Este foi um belo exemplo de obediência pela fé. O estado espiritual destes crentes seguiu paralelo à sua obediência por fé e aí encontramos três expressões contundentes : . temos as sugestões de Satanás a Eva de que Deus não teria falado a verdade. mas o próprio apóstolo estava falando as palavras de Deus. Eles esperavam do céu o Seu Filho. 4. Estas condições fundamentais não pavimentam seu caminho para o sucesso humano. como também o centurião podia dizer sobre os seus soldados : “ Eu digo a um : Vem . 3. orações chamativas. mas depois de haver recebido a Palavra de Deus em meio a toda a sorte de tribulações. Uma pessoa que traga a Palavra de Deus só pode ter poder divino quando ela mesma O obedece. temos aqui : 1. não foi com palavras de sabedoria.E como os tessalonicenses se tornaram imitadores de Paulo . Jesus tem todos os direitos sobre nós. 9-10 ).Ela deve ter certeza de sua salvação eterna por uma fé pessoal na Pessoa e obra do Senhor Jesus Cristo.Por outro lado. quando veio a Tessalônica. em Sua poderosa e eterna Palavra . Espírito crítico em relação à Bíblia tem o mesmo efeito. produziu um efeito profundo e duradouro em suas almas. Deus tem zelado pela Sua Palavra. Ele era a Verdade e a Palavra de Deus é a verdade. não se satisfizeram com palavras. e à sua maneira eles tinham aceitado a Palavra de Deus com ilimitada confiança. após apresentar-lhes o Evangelho do amor de Deus para a sua salvação. cânticos. Eles tinham a segurança de que Jesus. O Novo Testamento não havia ainda sido escrito naqueles dias. Tudo na Palavra de Deus é de origem divina e nada pode ser adicionado ou retirado dessa Palavra completa e infalível. e de uma capa a outra ela é a Palavra de Deus. Uma das razões pela qual o trabalho entre os tessalonicenses foi tão abençoado residia em sua ilimitada confiança na Palavra de Deus. as quais causam impressões artificiais e superficiais que são facilmente varridas por outras novas sensações.Foi Ele mesmo quem preparou de antemão as boas obras destinadas a cada crente ( Efésios 2:10) quando nos fez novas criaturas.

O caminho da bênção não é esperar amor de parte dos outros. e este amor se torna a causa e o poder para o trabalho que fazemos por amor a Deus e ao nosso próximo. que prova os nossos corações. a Quem Ele ressuscitou dos mortos. Em mais de uma maneira os tessalonicenses espalharam para fora de suas fronteiras a sua fé com grande zelo e se tornaram co-obreiros com Paulo.O terceiro resultado da conversão dos tessalonicenses foi sua “ duradoura constância na esperança”. A motivação dos apóstolos era pura e divina: “ Pois a nossa exortação não procede de engano. 9-10 ). edificação e colheita que Ele opera ainda hoje e até à vinda do Senhor Jesus.Eles faziam o seu trabalho. Por causa da obra cumprida na cruz. Deus permitiu isso a fim de que ficasse evidente que os apóstolos não tinham motivos egoístas – a reação geral era de resistência. Como já percebemos. egoísmo a glória dos homens ou o desejo de ser sustentado por outros não tinham lugar no coração e trabalho do apóstolo Paulo e seus companheiros. esperança e amor. de forma que as nossas orações se tornam o segredo de uma vida abençoada e frutífera e trabalho de amor. visto que fomos aprovados por Deus a ponto de nos confiar Ele o Evangelho. para servir um Deus vivo e verdadeiro e para aguardar dos céus o Seu Filho. perseguição e prisão. e santos são edificados e reunidos.” ( I Tess. não mais temos que temer a ira vindoura. não para que agrademos a homens. Esta esperança os manteve aguardando. Em Hebreus 11 encontramos uma impressionante galeria de homens de fé que no poder de Deus realizaram milagres. CAPÍTULO 2 O apóstolo relembra aos seus leitores o poder satânico com que a pregação do evangelho foi defrontada. Depois da “obra de fé”. especialmente os da família da fé. assim falamos. O Senhor tem freqüentemente usado crentes recém convertidos para trazer pecadores ao arrependimento. nem se baseia em dolo. nossos irmãos e irmãs em Cristo. uma fé viva é mostrada pela viva esperança na vinda em breve do Senhor Jesus. e desfrutamos intimidade com Deus como nosso Pai. E o apóstolo fechou este capítulo revigorante relatando como eles “ se voltaram dos ídolos para Deus. mas de viver uma fé ativa. 2:2 ). mas estenderlhes o amor do próprio Senhor. amor ao dinheiro. Paulo podia dizer : “Porque o amor de Cristo nos constrange” ( 2 Cor. de forma que o amor de Deus é derramado em nossos corações pelo Espírito Santo dado a nós. “Nós amamos porque Ele nos amou primeiro” ( 1 John 4:19 ). Jesus. como é do vosso conhecimento. mas uma festiva esperança de estar logo unido ao nosso amado Salvador. A recordação do amor infinito pelo qual o Senhor Jesus morreu por nós é uma fonte infalível de força para as nossas almas.e si a Deus . e imitadores de Cristo e dos apóstolos. A obra dos santos tessalonicenses era uma obra de fé semelhante. e transmitir este rio de amor aos que anseiam por ele. porque servir ao Deus vivo não depende de grande conhecimento e experiência. não com . “ Mas apesar de maltratados e ultrajados em Filipos. cuidando e servindo com seus lombos cingidos e suas lâmpadas acesas. pelo contrário.E o amor com o qual o Senhor Jesus Se deu pela Igreja não diminuiu depois da cruz mas Ele continua a trabalhar por nós e produz amor em nossos corações por nossos companheiros de fé. encontramos o “trabalho de amor”. em meio a muita luta. que nos livra da ira vindoura” ( vers. a Quem veremos face a face.Desta maneira pecadores são conduzidos ao arrependimento. nem de impureza . É uma obra bendita do Espírito Santo manter esta alegre esperança viva em nossos corações. tivemos ousada confiança em nosso Deus para vos anunciar o Evangelho de Deus. ódio.da salvação. 5:14 ).” Lisonja. Isto não é o conhecimento e a profissão de uma doutrina .

assim. por isso que vos tornastes muito amados de nós. a esperança e o amor não atuem mais . De outros trechos da Escritura aprendemos que Paulo fazia tendas para suprir suas necessidades materiais. “ Andai de forma digna de vossa vocação” ( Efésios 4:1 ) . o que de fato aconteceu .” CAPÍTULO 3 Vimos no primeiro capítulo que a fé esperança e o amor somente permanecem quando permanecemos em comunhão com o Senhor Jesus. não somente o Evangelho de Deus.” (vers. vindo do vosso meio. mas até a própria vida. 13:12 ) . Mas também o .1. Outros textos das Escrituras nos ensinam em que consiste esse caminho : “ Andai como filhos da luz” ( Efésios 5:8 ) . O Homem glorificado no céu. está intercedendo em favor daqueles que são tentados aqui na terra. ele expressa o desejo de que em sua ausência eles continuariam a caminhar como cristãos fiéis. e é do vosso conhecimento” (vers.” ( vers. “ Andai de modo digno do Evangelho” ( Filemon 1:27 ). mas que Satanás estava continuamente pondo obstáculos em seu caminho. ou alegria . irmãos. Fidelidade sob perseguição eles eram imitadores dos membros das igrejas da Judéia. O apóstolo os preveniu desde o princípio de que todos os que vivessem de acordo com a vontade de Deus seriam perseguidos. Não podendo vir. do nosso labor e fadiga.” E agora permanecem a fé a esperança e o amor. estes três . que é a fonte de águas vivas.” ( I Cor. o declínio que arruinou a igreja de Éfeso ( Apocalipse 2:4 ). com o regresso de Timóteo. 8 ). Podemos entender que o inimigo de nossas almas tenta nos levar para longe dessa fonte. 9 ). de como noite e dia labutando para não viver à custa de nenhum de vós. porém o maior destes é o amor. e que as tribulações fariam parte de toda vida cristã. qual ama que acaricia os próprios filhos. estávamos prontos a oferecer-vos. não foi o amor próprio que o levou a este trabalho. predissemos que íamos ser afligidos. bem como Priscila e Áquila. a qual Paulo anunciou. Os motivos de Paulo eram puros devido ao amor de Cristo. seus companheiros de trabalho. e continuou o trabalho em seus corações e consciências. de forma que a fé. Para sustentar a fé dos tessalonicenses Paulo enviou Timóteo a eles. O segredo de sua frutificação era que eles tinham confiança ilimitada na Palavra de Deus. ou coroa de honra ? Não sois vós. Desta forma Deus cuidou do bem estar espiritual bem como do físico de seus fiéis servos. 7. mas com graça e gentileza : “ mas nos tornamos dóceis no meio de vós. Como cada um dos quatro capítulos desta epístola. Caminhar com dignidade na terra nos dá a segurança de que caminharemos com vestes brancas na glória vindoura” ( Apocalipse 3:4 ). este capítulo termina com uma alusão à próxima vinda do Senhor Jesus. como lemos em Atos 9:23. que trará recompensas cuja sabedoria se traduziu em ganhar almas par Ele : “Pois qual é nossa esperança . estas novas confortaram grandemente o apóstolo: “porque agora vivemos. “Agora porém. 6 ) . trazendo-nos boas notícias da vossa fé e do vosso amor “ (vers. Nos versículos seguintes ( 17-20 ) Paulo afirma que várias vezes fez o propósito de visitar os santos em Tessalônica . se é que estais firmados no Senhor.8 ). que em tudo foi tentado. diante do Senhor Jesus em Sua vinda ? Pois vós sois nossa glória e alegria. Ela era viva e operava poderosamente. “ Porque vos recordais. vos proclamamos o Evangelho de Deus. Nos versículos 10-12 o apóstolo compara este fato ao cuidado dos pais para com seus próprios filhos.” ( vers. “ Andai de modo digno de Deus” ( 1 Tess. Uma tal vida de autonegação é usada poderosamente por Deus como um exemplo a outros no caminho da fé. porém sem pecado. “ Andai na verdade” ( 2 João 4 ) .”Pois quando ainda estávamos convosco. querendo-vos muito. 4) .rigor legal. 2:12 ) . Nos versos seguintes (13-20 ) o apóstolo relata sua alegria por como os tessalonicenses estavam caminhando.

cuidar do que é vosso . Esta fase da vinda do Senhor Jesus tem lugar no fim da grande tribulação. outra a glória da lua . 1 THESS. . Alguns dos que aguardam a vinda do Senhor podem ter a tendência a negligenciar seus deveres terrenos. Devemos nos lembrar de que naqueles antigos impérios gentios. pois até entre estrela e estrela há diferenças de esplendor” ( 1 Cor. 15:51-54 . justamente antes do estabelecimento do reino de Cristo. o nosso mesmo Deus e Pai. Enquanto a salvação é o dom gratuito de Deus para todos os que crêem. o nível moral era baixo. e o Senhor vos faça crescer. por isso nestas duas epístolas o apóstolo insiste em trabalho regular. Então o apóstolo se volta para os princípios fundamentais do Cristianismo . como também o é no mundo atual. dirijam-nos o caminho até vós.” ( vers. O casamento. como vos ordenamos . e outra a das estrelas . Depois disto . 13 ). de forma a ganharmos a nossa vida honestamente. este capítulo termina com uma alusão à vinda do Senhor. “A fim de que sejam os vossos corações confirmados em santidade. mas desta vez à Sua vinda em gloria. e que nesta matéria ninguém ofenda nem defraude a seu irmão “ (ver. com Jesus. Encontramos uma advertência especial quanto a respeitar os vínculos matrimoniais de outros crentes.12 ) O próprio apóstolo trabalhava dia e noite. na vinda de nosso Senhor Jesus. de modo que vos porteis com dignidade para com os de fora e de nada venhais a precisar. em santificação e honra. e trabalhar com as próprias mãos. temos aqui as Escrituras mais importantes que nos ensinam que a vinda do Senhor Jesus será composta de duas fases: Ele virá para encontrar os santos glorificados nos ares. ( 1 Cor. Aqueles que vivem em comunhão com Deus recebem dEle a força para viver em santidade crescente e amor. os dias sombrios da grande tribulação se sucederão. onde lascívia e cobiça são as grandes motivações da atividade humana. e aumentar no amor uns para com os outros. e para com todos. combinando a pregação do Evangelho com uma ocupação útil. tal como Deus o instituiu. principalmente ao irmão na fé. 4:13-18 . 11. amor a Deus e amor ao próximo. “Contudo vos exortamos. e desejou muito estar outra vez no meio deles. CAPÍTULO 4 Neste capítulo encontramos de novo muitas exortações a uma caminhada santa e advertências contra a depravação moral que caracterizava os gentios naqueles dias . 15:41 ). como também nós para convosco. O trabalho de nossas mãos é recomendado : “e a diligenciardes por viver tranqüilamente. que não conhecem a Deus. isentos de culpa. A expressão “ Saiba possuir o seu próprio corpo” se refere a manter o corpo sob controle ( 1 Cor. 15:41 ). tanto o grego quanto o romano.10). “ Uma é a glória do sol. a coroa e as recompensas dependem de nossa fidelidade em testemunhar aqui na terra. nosso Senhor. A VINDA DE CRISTO PARA OS SEUS Juntamente co 1 Cor. “Ora. como os gentios. não com o desejo de lascívia. é a Sua forma de guardar a humanidade de muito mal moral.apóstolo continuou a orar por eles incessantemente.” ( vers. irmãos. na presença de nosso Deus e Pai . com todos os Seus santos. a progredirdes cada vez mais” (vers. em contraste com o teor geral da epístola que em outras partes fala da Sua vinda para os santos. 3-6 ). para o mundo descrente.” Como os dois primeiros capítulos. “ Pois esta é a vontade de Deus a vossa santificação : que vos abstenhais da prostituição que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo. 9:27 ) e fugir de desejos carnais ( 1 Pedro 2:11 ).

de fato. “Ora. a conformidade moral a este mundo segundo a descrição dos últimos dias feita pelo apóstolo em 2 Tim. os esforços visando a uma união de Estados na Europa sob Roma. inseparáveis. Suas almas e espíritos foram os primeiros a desfrutar a presença do Senhor no paraíso celestial. Esta é a razão pela qual as igrejas confessionais nunca o mencionam em seus vários credos. assim também Deus. os que ficarmos. e crentes forma reavivados pela esperança viva de Sua volta. a condição laodiceana da igreja na terra. Mas os versos seguintes revelam o que Paulo. descerá do céu. Elas são. que sejais ignorantes com respeito aos que dormem. irmãos . um certo número será aberto pelo poder divino após a ressurreição do Senhor Jesus. Os tessalonicenses esperaram por Sua vinda. “ Consolai-vos. dada a Sua palavra de ordem. onde temos uma alusão ao Dia do Senhor : Sua vinda em glória para julgar as nações e traze-las à sujeição. ouvida a voz do arcanjo e ressoada a trombeta de Deus. de modo algum precederemos os que dormem” (vers. de onde também aguardamos o Salvador. 15. acompanhado pelos Seus santos glorificados. “ Eis que vem com as nuvens. ainda vos declaramos. mediante Jesus. Os tessalonicenses pensavam que os que morreram perderiam parte das bênçãos dos que permanecessem vivos até à Sua vinda. o brado da meia-noite “ Eis o Noivo. entre nuvens. com estas palavras”. (vers. A restauração do Estado de Israel em 1948. a decisão sobre salvação e perdição e tomada hoje. 15:32 chama de mistério : o arrebatamento dos santos para serem transformados e se encontrarem com Jesus nos ares. “ Não queremos porém.” ( 1 João 3:3 ). e a ressurreição daqueles que dormiram. 4:15 temos o arrebatamento dos crentes vivos. uns aos outros. trará juntamente em sua companhia os que dormem em Cristo. e assim estaremos para sempre com o Senhor. para ser igual ao corpo da Sua glória.Eles pensavam que morrer como cristão era uma coisa muito triste. isto : nós. assim como Ele é puro .” Este era um conforto precioso para aqueles que tinham perdido irmãos crentes para a morte. Em meio aos milhões de túmulos da terra. o qual transformará o nosso corpo de humilhação.Após a grande tribulação Ele aparecerá em glória para o mundo.e tão logo um pecador crê em Jesus ele é salvo. a ressurreição dos crentes está diretamente ligada à ressurreição do próprio Senhor Jesus. segundo a eficácia do poder que Ele tem de até subordinar a si todas as cousas. por palavra do Senhor.” (vers.18). Os que morrem em Cristo participarão totalmente da glória vindoura e de Seu abençoado reino.15). pois. que não têm esperança. Não ! diz o apóstolo “porquanto o Senhor mesmo. os vivos. os que ficarmos até a vinda do Senhor. Pelo contrário. o Senhor Jesus Cristo.” Aqui em 1 Tess. vamos ao Seu encontro” ressoou . mas precisavam de ensinamento neste ponto. para o encontro do Senhor nos ares. 3. e todo olho o verá” ( Apocalipse 1:7). O conforto dos tessalonicenses e nosso se resume . os vivos. Os que não acreditaram no Senhor Jesus permanecerão em seus túmulos até o fm do milênio e então serão ressuscitados para ouvir seu sentença eterna. A intervenção seguinte do poder divino será para aqueles que permanecem vivos: “Depois nós. para decidir se as pessoas estão salvas ou não. No século passado. tudo mostra como estamos próximos da vinda do Senhor Jesus.” Como em 1 Cor. em 1 Cor. e o apóstolo os corrige. e seus corpos serão os primeiros a ser levantados. e não irá a julgamento quanto ao seu destino eterno. como também lemos em Filipenses 3:20 : “ Pois a nossa pátria está nos céus. e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro. seremos arrebatados juntamente com eles.16). Elas pensam que Jesus virá apenas para sentar-se no trono do julgamento. Eles se separaram do pecado e da iniqüidade e cumpriram o princípio : “E todo aquele que tem esta esperança se purifica. É óbvio que neste capítulo nós temos a primeira fase. Existe uma ligação entre o fim do capítulo 4 com o começo do capítulo 5. O arrebatamento dos santos é um mistério que só pode ser compreendido pelos crentes. Pois se cremos que Jesus morreu e ressuscitou. para não vos entristecerdes como os demais.

mas o Cordeiro virá para destruir seus planos quando menos esperarem (Mateus 24:43. e de nenhum modo escaparão. 1 Cor. o apóstolo enfatiza o diferente futuro dos crentes e dos não-crentes : “ Mas vós. e também o subseqüente julgamento exercido sobre este mundo antes do estabelecimento do Reino. Mas os tessalonicenses tinham ouvido do apóstolo que o Filho do Homem viria em glória para julgar o mundo ( Lucas 12:39 ). não estais em trevas. não há necessidade de que eu vos escreva. como ladrão . e não escaparão. Apocalipse 3:3). Desta forma não . Quando andarem dizendo : Paz e segurança.” (Apocalipse 17:13. A brilhante estrela da manhã logo estará aí. pois todos sois filhos da luz e filhos do dia. “Irmãos. mas serão levados para os céus antes da grande tribulação. um evento que terá lugar alguns anos depois de Sua vinda para a assembléia. mas os santos sabem que é melhor estar ausentes do corpo e presentes com o Senhor ( 2 Cor. no exato momento em que seus exércitos de milhões terão declarado guerra contra Deus e o Cordeiro ( Salmo 2 ). como trabalho de parto sobre aquela que está para dar à luz. 5:4-11. a dispensação do Espírito Santo e o presente período de graça e da Igreja na terra interromperam o curso de Deus com Israel. em I Tess. CAPÍTULO 5 Temos aqui a vinda de Cristo com julgamento pra um mundo descrente. Estes tempos e épocas são desconhecidos porque o momento do arrebatamento é desconhecido.”Aguardando a bendita esperança e o aparecimento da glória de nosso Deus e Salvador Jesus Cristo” ( Tito 2:13 ). o executem à uma . para exercitar julgamento sobre as nações. perante o qual toda a tristeza desvanecerá e todas as lágrimas serão enxugadas. de modo que aquele dia vos apanhe de surpresa.17). a herança dos santos é um céu sem nuvens. 4:8. Ele estará acompanhado de Sua Noiva. Em vez do reino. anunciando o glorioso aparecimento do Sol da justiça.nestas palavras benditas : “ E então estaremos para sempre com o Senhor.Eles pelejarão contra o Cordeiro. Sua vinda para os santos pertence à Sua obra de amor e graça. não somos das noites nem das trevas. como vem a dor do parto à que está para dar à luz. Ensinam que as coisas continuarão e progredirão . encontramos em Atos 1:6.Seu poder transformará os nossos corpos à Sua semelhança no piscar de um olho. 1-3 ).Estes tempos não chegaram imediatamente após a ressurreição de Cristo porque Sua crucificação era a rejeição e adiamento do Seu Reino. Esta mesma expressão “os tempos e as épocas” .17 ). 5:8 ). 2 Pedro 3:10. têm estes um só pensamento. relativamente aos tempos e às épocas. 1:7 ) porque trará um fim à horrível injustiça que governa este mundo. a qual só é possível com base no ódio em comum que têm contra Deus e o Cordeiro. Lamentar pelos que morrem é normal para um mundo perto de perecer. Este mundo descrente tem posto de lado a idéia de um julgamento vindouro. “porque em seus corações incutiu Deus que realizem o seu pensamento. eis que lhes sobrevirá repentina destruição.” ( vers. pois vós mesmos estais inteirados com precisão de que o dia do Senhor vem como ladrão de noite. Encontraremos mais detalhes na segunda epístola aos tessalonicenses. É uma grande bênção para os santos saber que jamais terão parte nestes WOES. na resposta de Jesus à pergunta dos discípulos : “ Senhor. será este o tempo em que restaures o reino a Israel? “ À qual o Senhor respondeu : “Não vos compete conhecer tempos ou épocas que o Pai reservou para Sua exclusiva autoridade” (Atos 1:7). Naquele momento poderão dizer : “Paz e segurança”. Aqui.” (vers. Súbita destruição virá sobre as nações mundialmente unidas. irmãos. Os santos devem amar o dia de Seu aparecimento ( 2 Tim. e trabalham pela paz mundial. O julgamento virá somente sobre os descrentes. e oferecem à besta o poder e a autoridade que possuem.

4-6 ). .” Este cuidado mútuo. precisamos do escudo da fé e amor. o alicerce de nossos pensamentos. e que os tenhais com amor em máxima consideração por causa do trabalho que realizam. como vemos em 1 Cor. Nos versos 12-15 o apóstolo não se refere aos dons especiais dos pregadores ou à beleza de seus discursos. e como capacete a esperança da salvação. Nossa caminhada pessoal ( vers. A esperança nos separa das cobiças terrenas e nos relembra dos tesouros que temos nos céus.19-20 ). para fazer tal trabalho. é necessário que edifiquemos uns aos outros em nossa fé. mas nos exorta a respeitar os bons trabalhos que certos crentes fazem para o bem estar de seus irmãos na fé. quer vigiemos ou durmamos.” Agora vos rogamos. Muitas divisões têm sua raiz neste espírito de partidarismo acerca da liderança. os crentes facilmente incitam um trabalhador contra outro e formam partidos rivais. Nos versículos 12-28 temos um grande número de prescrições para os santos da assembléia. 12-13 ). Estando conscientes de um estado de guerra contra os poderes das trevas . 9-10) . e nossas mentes. O relacionamento mútuo dos santos ( vers. mas sim “para obter a salvação através de Nosso Senhor Jesus Cristo. Para fazer frente ao inimigo. Esta salvação significa que Deus não nos preparou para a ira. Satanás nos ataca e tenta nos seduzir para andarmos de forma não valiosa para o Senhor e em conformidade com este mundo ímpio.durmamos como os demais. Podemos dividi-las sob os quatro temas seguintes : Nossa atitude quanto aos irmãos que trabalham no serviço do Senhor (vers.Este mundo tenebroso tem estas características : eles dormem de noite. se necessita algum reconhecimento por parte da autoridade humana. As trevas são o mesmo que a hora das trevas na qual o Senhor Jesus foi traído quando a retidão foi tirada da terra e a “Luz do mundo” crucificada. 16-18 ) Nossa ponderação sobre o que é anunciado pelo Espírito na assembléia ( vers. admoestando os que estão fora de ordem. outro rega.Vivei em paz uns com os outros” . e os que vos presidem no Senhor e vos admoestam. ignorando o dia da graça de Deus e cegam os seus sentidos para pôr de lado a voz da consciência. 1 e 3. As palavras “ vivei em paz uns com os outros” são necessárias porquê. vivamos em união com Ele” ( vers. nosso futuro é a glória de Cristo. Estes irmãos os admoestava. mas vigiemos e sejamos sóbrios” (vers. irmãos. vestimos o escudo da fé e amor. porque há vozes sedutoras na profissão Cristã. “ Um plana. nossas consciências devem levar-nos a respeitá-las especialmente. Agora percebemos que. porque ninguém gosta de ser advertido. Das palavras : “ vós sois filhos da luz” concluímos que Paulo se dirige àqueles que sabem que estão salvos. Devemos purificar nossos pensamentos pela Palavra de Deus. Quando as pessoas fazem isto fielmente por muitos anos. a esperança da salvação. que acateis com apreço os que trabalham entre vós. Eles protegem nossos corações. o qual está preparado para a ira futura . a fonte de vida. mas Deus dá o crescimento. 14-15 ). um trabalho difícil. e como capacete . Devemos ser fortalecidos pelo poder do Espírito Santo e pela Palavra de Deus. que morreu por nós. Isto nos guarda dos caminhos deste mundo. de forma que. Nossa afeição deve estar centralizada em Jesus e nossa fé nEle deve crescer. Para ter poder para dar nosso testemunho como filhos da luz. confortando os desanimados.

alma e corpo. mas perseverando em fazer o bem. é o primeiro evento que esperamos e o qual encerrará a história da igreja na terra. julgai todas as coisas. sendo pacientes com todos é o dever dos santos . Isto levou à tirania em certas partes da cristandade. espírito. as setenta semanas de anos de Daniel se encerrarão e o julgamento virá sobre todos os que têm escolhido uma terra amaldiçoada como seu lugar de habitação. como é descrito na Primeira Epístola aos Tessalonicenses. Nós lemos em 3 João sobre Diótrefes.Desta maneira . “ Como em todos os cinco capítulos desta epístola. Esta história é profeticamente descrita nas epístolas do Senhor Jesus às sete igrejas da Ásia ( Apocalipse 2 e 3 ). sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. a aurora de uma eternidade abençoada e não haverá sombra ou nuvem que diminuirá a luz da brilhante estrela da manhã. com Daniel e Zacarias anunciando a vinda de um anticristo político e religioso. todas as igrejas que um dia tiveram uma profissão de fé cristã apostatarão e a igreja viva estará no céu. vindo como o Sol da justiça. e o vosso Espírito. Em seguida somos avisados para que demos atenção ao que o Espírito Santo faz na assembléia. têm que ser guardadas até a Sua vinda. alma e corpo. Para o mundo será um dia de julgamento.sustentando os fracos. Nossa esperança bendita. “Não apagueis o Espírito. ou manifestação. As três partes de nosso ser. as quais estão sob o poder do Espírito Santo.29 ). Depois disto.” (vers. concluindo com o estabelecimento do reino de Cristo ( Apocalipse 19-20 ). O Senhor Jesus fala sobre este período como a grande tribulação ( Mateus 24: 21. não desprezeis profecias. nunca nos vingando a nós mesmos. Também esta segunda carta aos tessalonicenses tem um . Na terra. O judaísmo e a cristandade apóstatas farão oposição ao Pai e ao Filho. As palavras do Senhor Jesus em Mateus 24 formam uma parte muito importante do estudo desta profecia. algo que também é anunciado nas profecias do velho Testamento e em Mateus 24 e Lucas 12. Estes julgamentos pertencem à profecia. não pertence à profecia para esta terra e para Israel. De tempos em tempos a assembléia é chamada a examinar problemas de doutrina ou de moral. Uns poucos anos mais tarde o mundo será a testemunha aterrorizada do glorioso aparecimento de Jesus com Sua assembléia.Esta segunda epístola lida com o que pertence a esta profecia: Seu retorno em glória acompanhado pela Sua igreja : a “Epifania” . negando até mesmo a Sua existência. Neste período de tribulação parecerá que Satanás terá assumido o poder supremo sobre o mundo. Alguns se recusam a ser perturbados com coisas difíceis e mostram seu desdém. mas outros e mais sensacionais acontecimentos logo farão com que ele seja esquecido. retende o que é bom. temos aqui uma alusão à vinda do Senhor como um motivo para uma jornada santa. Apagar o Espírito pode ir além disso. 19-22 ). Devemos então provar as coisas conferindo estes assuntos na Palavra de Deus. Tudo isto depende de muita comunhão com o Senhor em uma vida cheia de louvor e intercessão . A vinda de Cristo para os Seus será o ato coroador de Sua graça salvadora. a vinda do Senhor Jesus. que recusou toda a atividade espiritual na assembléia para assumir a sua liderança absoluta. A SEGUNDA EPÍSTOLA DE PAULO AOS TESSALONICENSES O arrebatamento da assembléia. “ O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo. O mundo poderá perceber este evento pelo desaparecimento súbito dos santos. Pedro nos exorta a ponderar as escrituras proféticas do Antigo e do Novo Testamentos como “ uma luz que brilha em lugar escuro”. uma maioria dos cristãos tem prosseguido em erro por falta de cuidado.

estais sofrendo. Ele não podia dizer que a esperança deles tinha aumentado. freqüentemente encontramos nela a expressão “ o reino de Deus.”sinal manifesto do reto juízo de Deus. 5-7 ). cumpre-nos sempre dar graças a Deus no tocante a vós outros. Entretanto Paulo acrescenta : “Mas o Senhor guiará vossos corações no amor de Deus e na perseverança de Cristo”. juntamente com Daniel. anuncia a vinda do anticristo. porque sua esperança tinha sido abalada por falsos ensinamentos. restavam perigos contra os quais ele ainda não tinham sido prevenidos. pelo qual. as quais trazem para nós eterno peso de glória. com ação de graças. como é justo.Pedro diz que os juízos sobre nós são educação de Deus : “que aprova .evidente caráter profético porquê. Esta perseverança de Cristo é a clara esperança de Sua vinda. De modo semelhante Satanás procurou cercar a esperança bendita com nuvens de medo. como também o Senhor escreveu a Filadélfia : “ Porque guardaste a palavra de minha perseverança. em todas as vossas perseguições e nas tribulações que suportais” (vers. porque alguns deles haviam recebido cartas contendo o falso ensinamento de que o arrebatamento só teria lugar depois de terríveis tribulações. O apóstolo. nesta epístola.Falsos mestres amedrontaram os tessalonicenses. Silvano e Timóteo se dirigem outra vez a esta assembléia com a expressão de bênção e ação de graças. quando do céu se manifestar o Senhor Jesus” ( vers. pois sabiam que o Senhor Jesus era glorificado naquele lugar. Depois de haver atacado sua fé o inimigo atacou sua esperança e amor. descrevendo seu comportamento e seu julgamento final. 3 ). Entretanto. dizendo e escrevendo que esta vinda seria acompanhada de grandes tribulações. embora “perseverança” seja mencionada. e o vosso mútuo amor de uns para com os outros vai aumentando” ( vers.” Capítulo 1 Paulo.” ( Apocalipse 3:10 ). no qual ( assim se pensa ) se decidirá quem está perdido e quem está salvo. combate poderosamente estes erros e o resultado foi abençoado : “a tal ponto que nós mesmos nos gloriamos de vós nas igrejas de Deus. à vista da vossa constância e fé. pois a vossa fé cresce sobremaneira.4). a vinda do Senhor Jesus é confundida com o julgamento do grande trono branco. alívio juntamente conosco. ele podia testemunhar. 4:17. também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro. 12:11 ). coisas que estavam em sério perigo. produzindo medo em seus corações. O apóstolo tinha escrito a sua primeira epístola com a intenção de suprir o que faltava à fé deles. com efeito. e a vós outros que sois atribulados. É verdade que todos os crentes têm que sofrer tribulações que são chamadas “ momentâneas e leves aflições “ em 2 Cor. não o é como na primeira epístola : “perseverante constância na esperança” . “ Irmãos. Mas estas tribulações não têm nada a ver com a grande tribulação que virá após o arrebatamento da Igreja. Juntamente com o crescimento de sua fé. Agora. que sua fé aumentou pelo conhecimento de nossa bendita esperança. Nos credos usados nas igrejas confessionais. frutos abençoados dos escritos da primeira epístola. Observemos que. o mútuo amor entre esses irmãos aumentou.para experimentar os que habitam sobre a terra. Posto que o reino vindouro toma uma grande parte desta epístola. se de fato é justo para com Deus que Ele dê em paga tribulações aos que vos atribulam. Esta escritura significa que todos os crentes verdadeiros serão removidos para estar com o Senhor antes que a grande tribulação venha sobre o mundo. Zacarias e Apocalipse 13. a escola normal de Deus ( Heb. para que sejais considerados dignos do reino de Deus. em vez de alegria com respeito à próxima vinda de Jesus.

redunde em louvor e glória e honra na revelação de Jesus Cristo”(1 Pedro 1:7). banidos da face do Senhor e da glória do Seu poder.” Isto não é aniquilação. o que anunciou julgamentos de vingança de Deus sobre os habitantes desta terra indiferentes a Deus. certamente lhe retribuirá” ( Jer. tomando vingança contra os que não conhecem a Deus e contra os que não obedecem ao Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo. “ Porque o Senhor Deus. este sofrimento é inteiramente ausente. Deus levou em conta essas tribulações . talvez seja duvidoso que ele seja um verdadeiro filho de Deus. 8-10). Onde. 51:56 ). como retos no meio de injustos. para os crentes. lançando os seus adeptos para longe dos olhos de um Deus amoroso. os sofrimentos dos descrentes são insuportáveis e duradouros. as quais produzem fruto eterno . Nossas tribulações são leves e temporárias. Sua descrença é o caminho largo da destruição. Aqui temos o primeiro ato : “em chama de fogo. “Destruição duradoura” foi declarada pelo Senhor Jesus nestes termos : “o seu verme não morre e sua chama não se apaga. mas no santuário de Deus aprendemos o “ fim do ímpio “ – julgamento eterno ( Salmo 73:17 ). tomando vingança contra os que não conhecem a Deus e contra os que não obedecem ao Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo. muito mais preciosa do que o ouro que perece. cm os anjos do Seu poder. mas o apóstolo pode dizer : “Porque nosso testemunho foi crido entre vós.8. e o mundo O odiou e crucificou. enquanto terríveis julgamentos começarão a atormentar os descrentes na terra. mas com nossa peregrinação como crentes através de um mundo hostil. Estes sofrerão penalidade de eterna destruição.9 ). julgamentos estes que serão executados pelo Senhor Jesus glorificado. que foi entregue por nossas ofensas e ressurreto para a . como encontramos em outros trechos das Escrituras : “mas os que são havidos por dignos de alcançar a era vindoura e a ressurreição dentre os mortos. “ E eles se retiraram do Sinédrio. Tribulação . porque Sua mensagem continha a condenação deste sistema humano odioso contra Deus pelo qual Satanás governa este mundo. em chama de fogo. alívio juntamente conosco. significa que são tidos como valorosos para reinar com Cristo. Como crentes eles podem sofrer sob o ódio do mundo que é regido pelo inimigo. A salvação de Deus é recebida através de arrependimento e fé no Senhor Jesus. vindo “ dos céus . O Cristianismo moderno odeia a doutrina da punição eterna.da vossa fé. e com engano e corrupção alguns Alcançam as mais altas posições na sociedade. 10. conseqüentemente sofrendo tribulações. Cristo veio para testemunhar a verdade. na revelação de Jesus Cristo” ( vers. que dá a paga. ainda que provado pelo fogo.. regozijando-se por terem sido considerados dignos de sofrer afrontas por esse Nome” (Atos 5:41).” ( Lucas 20:35 ). com alguém que professa ser um cristão. Teologias modernas sonham acerca de progresso mundial e paz universal para esquecer os julgamentos vindouros. os quais sofrerão penalidade de eterna destruição. Os santos no céu adorarão o Cordeiro glorificado. e não somente de crerdes nele” ( Filipenses 1:29 ). e a vós outros. banidos da face d Senhor e da glória do Seu poder” (vers.. Hoje o ímpio prospera . que sois atribulados. Isto não tem nada a ver com salvação eterna. mas eterno prantear e ranger de dentes. mas também a impiedade dos perseguidores. Aqueles que pertencem ao Senhor Jesus compartilham a Sua rejeição por este mundo. 7 )..” E eles serão atormentados dia e noite pelos séculos dos séculos” ( Apocalipse 20:10 ).“Porque vos foi concedida a graça de padecerdes por Cristo. e finalmente o julgamento do grande trono branco no final do milênio. O julgamento vindouro deste mundo consiste de dois atos: primeiro o julgamento guerreiro no começo do milênio.. quando vier para ser glorificado nos Seus santos e ser admirado em todos os que creram” (vers.

a fim de que o nome de Nosso Senhor Jesus seja glorificado em vós.nossa justificação ( Rom.” ( Heb. como está registrado em Sua Palavra . mas também grandes e preciosas recompensas àqueles que trabalham por amor a ele. CAPÍTULO 2 Aqui nós temos a principal razão pela qual o apóstolo escreveu esta epístola – foi para combater o esforço de falsos mestres para tirar a alegre esperança dos tessalonicenses. Esta é a resposta de Deus a todas aquelas doutrinas falsas que dizem que nesta vida é impossível ver a distinção entre crentes e descrentes. “porquanto considerou o opróbrio de Cristo por maiores riquezas que os tesouros do Egito. e os que não obedecem ao Evangelho de Nosso senhor Jesus Cristo” . Outra expressão marcante é “aqueles que não conhecem a Deus. Abraão creu e obedeceu à vontade de Deus.O grande teste da fé é a obediência à Palavra de Deus. impedindo a vinda da escuridão total ). A expressão “ com os anjos do Seu poder “ mostra que Deus usará poderes sobrenaturais para vencer os poderes unidos das nações da terra. para que o nosso Deus vos torne dignos da Sua vocação. Não apenas Deus nos oferece salvação gratuita e eterna. negando até mesmo a inspiração divina da Palavra. Eles podem ser. 11:6 ). Para todo o crente está vindo o momento em que receberá recompensa eterna por tudo o que ele tem sofrido pelo nome de Jesus. “. eles não podem obedece-Lo. Negando o amor de Deus. mas também procurar agradar a Deus em todas as coisas. Não dizemos isto para condenar aqueles que ocasionalmente tropeçam e desobedecem em um ato pecaminoso. aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe. Aqueles que desobedecem o evangelho têm amado e preferido a corrupção que reina neste mundo. e que se torna galardoador daqueles que O buscam” ( Heb. a qual o Senhor. A resposta do apóstolo foi que três grandes eventos aconteceriam antes do julgamento : O arrebatamento da assembléia ( a qual ainda está na terra como uma luz que brilha. porque contemplava o galardão. me dará naquele dia . mas também a todos quantos amam a Sua vinda” ( 2 Tim. e o verme da corrupção eterna os transpassará naquele lugar terrível longe dos olhos de um Deus amoroso. e não somente a mim. 4:25 ). Por esta razão Moisés estava apto a rejeitar as glórias mundanas do Egito e sofrer aflição juntamente com o povo de Deus . Os falsos mestres alegando que o dia do Senhor. a Bíblia. completei a carreira.11-12). . O caminho da segurança não é apenas obedecer. Já agora a coroa da justiça me está guardada. Os crentes são abençoados nesta vida e na próxima. Por esta razão o dia de Seu aparecimento é amado pelos santos. guardei a fé.. Então os santos do Velho Testamento têm direito à recompensa ( Heb. mas nos referimos àqueles cuja vida é caracterizada por desobediência sistemática e voluntária. 11:25 ). segundo a graça do nosso deus e do Nosso Senhor Jesus Cristo” (vers.. um dia de julgamento e insuportável tribulação acompanharia Sua vinda para os santos. 4:7-8 ). e glorificar o Senhor Jesus em nosso testemunho verbal e em nossa vida prática . e vós nEle. mas não podemos reconhecê-Los como “ santos irmãos no Senhor” . 11 ). reto juiz.” Por isso não também não cessamos de orar por vós. e cumpra com poder todo propósito de bondade e obra de fé . como Paulo disse :”Combati o bom combate.

. ostentando-se como se fosse o próprio Deus. através do Espírito. no que diz respeito à vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião com Ele. A mesma palavra. onde dois ou três estão reunidos diante dEle. com facilidade.. Ninguém de nenhum modo vos engane.Os eventos da última semana de anos de Daniel são encabeçados pela apostasia da Igreja e a adoração do homem do pecado em Jerusalém. como hoje. é usada em Hebreus 10:25. até mesmo por meio de cartas falsas .Agora. A expressão “dia do Senhor” têm a ver com os eventos descritos nos capítulos 17 a 19 do Apocalipse. A revelação do anticristo ou homem do pecado.16). através de toda a eternidade. o qual se opõe e se levanta contra tudo q eu se chama Deus. a qual anunciará o começo da grande tribulação. da doutrina da doutrina do Pai e do Filho. quer por Espírito. quer por palavras. e atualmente pela teologia geral da igreja.à vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião com Ele” (vers. Satanás desejou destruir esta bendita esperança naqueles dias . o filho da perdição. Observemos que a expressão “nossa reunião com ele” – no original “Epi-synagoge” – é simplesmente o ajuntamento em torno dEle em glória. o nosso Centro de reunião. quer por epístola. 4:15-17. A glória de Cristo e Sua assembléia será vista na Cidade Santa de Jerusalém. A seguir o apóstolo chega à confusão que falsos mestres. por parte da profissão cristã . ou objeto de culto.1-4). Existe um espaço para ajuntamento hoje como existia um lugar de adoração no Velho Testamento. espalhando uma nuvem de terror para esconder a contemplação sem véu que Deus . Breve no céu Ele será o Centro glorificado de reunião. em todas as épocas.Naquele dia o Senhor Jesus julgará as nações e estabelecerá o Seu reino. a ponto de assentar-se no santuário de Deus. supondo tenha chegado o dia do Senhor. em Sua presença. “Epi-synagoge”. na terra.” (2 Tess. abre aos olhos da fé. onde a reunião da assembléia da terra na presença do Senhor Jesus é claramente indicada e incutidas à consciência dos santos : “não abandonando a vossa congregação.1).O segundo evento é a apostasia do . O Senhor Jesus ensina que a grande tribulação aconteceria quando o anticristo se assentasse no templo de Deus.”. Apocalipse 3:10 mostra que os crentes serão retirados antes da grande tribulação. nós vos exortamos a que não vos demovais da vossa mente. porque isto não acontecerá sem que primeiro venha a apostasia.Este é o mesmo evento descrito em 1 Tess. nem vos perturbeis. e seja revelado o homem da iniqüidade. o primeiro evento antes do dia do Senhor. como é o costume de alguns”. Os primeiros eventos anunciados pelo apóstolo aqui é a vinda do Senhor Jesus para os santos . “ Quando pois virdes o abominável da desolação de que falou o profeta Daniel no lugar santo ( quem lê entenda ) . vers. “Irmãos. como se tivessem sido escritas por Paulo.A apostasia final. em Sua Palavra. Jesus é. como se procedesse de nós. então os que estiverem na Judéia fujam para os montes” (Mateus 24:15. têm lançado sobre o assunto da vinda do Senhor Jesus.

A vontade de Deus em nossos dias é que todo homem seja salvo e seja trazido ao conhecimento da verdade. e o destruirá. Ele será o falso Messias. “ E este rei fará segundo a sua vontade. para darem crédito à mentira. Todos os recursos materiais na terra serão controlados por este trono. deleitaram-se com a injustiça. irmãos amados pelo Senhor. 2:8-10). negando o Pai e o Filho. “ Não vos recordais de que. mediante o nosso evangelho.5. agora. devemos sempre dar graças a Deus. Hoje os governos das nações se colocam sob a lei de Deus. mas não a amaram. para que ele seja revelado somente em ocasião própria. o aparecimento do iníquo é segundo a eficácia de Satanás. e aqueles que se recusarem a participar da impiedade serão perseguidos até a morte. por isso que Deus vos escolheu desde o princípio para a salvação. 11. A presença de crentes verdadeiros e a habitação do Espírito Santo na terra restringem o pleno desenvolvimento da impiedade... antes. O trono da besta e do falso profeta será um “ trono de iniqüidade. e a verdade somente pode ser guardada em um coração não dividido. Não é bíblico fazer uma distinção artificial entre o Evangelho e a verdade. acompanhada pela maior escuridão de todas as eras.”É por este motivo. ainda convosco. No versículo 13 o apóstolo volta aos privilégios dos crentes verdadeiros. 13:1). o qual forja o mal. e sinais e prodígios da mentira. por vós. 13. para o que também vos chamou. Este é o verdadeiro caráter da apostasia – rejeição do Evangelho depois de tê-lo conhecido. O terceiro evento é a revelação do anticristo. Ora.” (vers. porque não acolheram o amor da verdade para serem salvos. “Então será de fato revelado o iníquo. a fusão de todas as igrejas. O Espírito Santo é aqui indicado como a Pessoa divina que restringe o mal na terra pelo testemunho dos crentes. que Deus lhes manda a operação do erro. contra o Deus dos deuses falará coisas incríveis.” Porque não há autoridade que não proceda de Deus. Afim de serem julgados todos quantos não deram crédito à verdade .Somente o amor à verdade é capaz de guardar-nos do erro. Por causa da consciência cristã a iniqüidade é forçada a operar em silêncio sob o CLOAK de uma confissão morta : “Com efeito o mistério da iniqüidade já opera. Eles podem até ter conhecido a verdade . 11:36). e se levantará e se engrandecerá sobre todo deus. pela santificação do Espírito e fé na verdade.6). e isto significa que em nossa dispensação da graça existe um freio ao desenvolvimento total da maldade. e as autoridades que existem foram por Ele instituídas” (Rom. tendo a lei por pretexto” (Salmo 94:20 ). pela manifestação da Sua vinda. Apenas os descrentes poderão ser seduzidos por essa iniqüidade extrema. que ama o Senhor Jesus acima de qualquer outra coisa. eu costumava dizer-vos estas cousas ? E.12). pelo contrário. Paulo chama de “ meu Evangelho “ todo o seu ensinamento. o pastor tolo.” (2 Tess. e aguarda somente que seja afastado aquele que o detém” (vers. sabeis o que o detém. a impiedade será imposta por lei.7). “Entretanto. e com todo engano de injustiça aos que perecem. Mas breve a assembléia dos santos será tomada para estar com o Senhor. Com milagres operados pelo poder satânico o anticristo seduzirá os descrentes à idolatria.” (Dan.14). que virá em seu próprio nome e seduzirá o Israel apóstata a monstruosa idolatria. pois. para alcançar a glória de Nosso Senhor Jesus Cristo” (vers. com todo poder . a quem o Senhor Jesus matará com o sopro da Sua boca.” (vers. Com grande gratidão ele menciona . Após o arrebatamento.cristianismo. sob a supremacia de Roma.

irmãos. frutos do Espírito. segundo a presciência de Deus Pai. amor e esperança. os frutos da vida divina que eram encontrados nos tessalonicenses. a cuja autoridade eles se submeteram completamente. O desejo do apóstolo era de que os corações deles pudessem ser confortados pela bendita esperança. porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito santo dado a nós. Entretanto devemos “ considerar um ao outro de forma a conduzir ao amor e às boas obras”. A fé não é uma rota de fuga de nossas responsabilidades sociais neste mundo.”Nós vos ordenamos.5). Acaso as palavras de Paulo não vieram diretamente do Senhor Jesus glorificado. Nossos atos devem dar às nossas palavras faladas um poder divino de convicção. provas absolutas de que eles eram escolhidos por Deus. Os que são escolhidos por Deus são capazes de manifestar este fato em uma vida de santificação. pela graça. mas foram aqui advertidos de que é contra a vontade de Deus que dependam da caridade de outros. e não há fundamento em pretender que as palavras do Senhor Jesus nos Evangelhos são de uma inspiração mais elevada que as epístolas de Paulo.Tanto a pregação como as epístolas de Paulo eram palavra inspirada de Deus. irmãos. O apóstolo mesmo .E sua fé e amor aumentaram firmemente. Ora. de confronto doutrinário e desordem por parte de alguns. a paz certamente era desejada. “Ora. que nos amou e nos deu eterna consolação e boa esperança. não importando quem é usado como o instrumento de comunicação.todas as coisas boas. O apóstolo encerra esta epístola com uma oração de bênção a eles. requer um contato contínuo com Ele. as palavras doe Jesus que vieram do céu foram endereçadas à sua amada assembléia na terra. que vos aparteis de todo irmão que ande desordenadamente. um elemento vital sempre presente nas epístolas de Paulo : “Assim . Nos próximos versículos encontramos exortações práticas. Nosso Senhor Jesus Cristo mesmo. pelo Espírito Santo ? As palavras do Senhor Jesus na terra foram endereçadas principalmente ao povo judeu. CAPÍTULO 3 Nossa vida foi transformada quando cremos. que é a fonte do amor. seja por epístola nossa.”Eleitos.O mundo em volta procura achar faltas nos crentes a fim de reprovar o nome de Cristo. um erro grosseiro do Protestantismo.6). console os vossos corações e os confirme em toda a boa obra e boa palavra” ( vers. Toda a Bíblia é a voz de Deus.15-17 ). deulhes um bom exemplo.2). Nossos caminhos e conversação não podem ser separados e todo aquele que nos escuta observará se nossos atos estão de acordo com nosso testemunho verbal. . e assim serem encorajados à toda boa obra e palavra. seja por palavra. ao trabalhar pelo seu pão de cada dia. mas isso em pouco tempo levou à desordem. o Senhor conduza os vossos corações ao amor de Deus e à constância de Cristo” (vers. Entendemos que o apóstolo combateu essa desordem com mandamentos afirmativos. A prática de boas obras . permanecei firmes e guardai as tradições que vos foram ensinadas. Lemos em Atos 2 que os pobres eram ajudados por aqueles que vendiam suas posses.Aqui temos de novo as três coisas essenciais : fé (vers. e na situação deles. A estas coisas boas pertence o fiel apego à infalível e divinamente inspirada Palavra de Deus. e não segundo a tradição que de nós recebestes” (vers. e Paulo foi escolhido como o instrumento para escrever tudo o que é necessário ao governo da igreja na terra. em nome do Senhor Jesus Cristo. Eles andavam desordenadamente. e Deus nosso Pai. paciente aguardo da vinda de Cristo. pois. em santificação do Espírito para a obediência e a aspersão do sangue de Jesus Cristo” (1 Peter 1:2). Alguns devem ter pensado que isto significava que não havia mais necessidade de trabalhar.

O Senhor seja com todos vós”. o Senhor da paz. redenção e governo final. escreva a : Ethel de Oliveira Garcia bible_studies_international@yahoo. Para maiores informações e para receber estudos bíblicos gratuitos. podemos lhe enviar : O Nome Supremo . Visto que o inimigo buscou introduzir cartas falsas entre os crentes com fermento de erro.“Ora. Por correio de superfície.com . e à sua maneira colocou-lhe o selo de Palavra inspirada de Deus. o apóstolo assinou esta epístola de próprio punho. Ele mesmo. Sejamos agradecidos por ter esta Palavra preciosa frente aos enganos espalhados na confissão cristã sobre este importante tema da vinda do Senhor. Estudos sobre o inescrutável nome. vos dê continuamente a paz em todas as circunstâncias. Estudos bíblicos em espanhol. A Luz Maravilhosa de Deus. pessoa e obra do Senhor Jesus. Resumo do plano de Deus na criação.