You are on page 1of 192

Electric Drives and Controls

Hydraulics

Linear Motion and Assembly Technologies

Pneumatics

Service

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls

Rexroth IndraDyn S | Projeto

Título

Rexroth IndraDyn S Motores Síncronos MSK para áreas expostas ao perigo de explosão

Tipo de documentação Código do documento Referência interna do arquivo Registro de alteração

Projeto DOK-MOTOR*-MSK*EXGIIK3-PR04-BP-P RS-5273f36bbb6626d20a6846a001f327ac-3-pt-BR-7
Edição 120-1500-B332-04/BP Data de lança‐ mento 12/2008 Nota Revisão, complemento

Observação de proteção de direi‐ tos

© Bosch Rexroth AG, 2008 Não é permitida a entrega a terceiros nem a duplicação desta documentação, não sendo permitido o aproveitamento nem a divulgação do seu conteúdo, desde que não seja expressamente concedida autorização para isto. Ações de transgressão, tornam obrigatório o ressarcimento dos danos. Permanecem re‐ servados todos os direitos para o caso da emissão de patente ou do registro de modelo de uso. Os dados mencionados servem unicamente para a descrição do produto e não devem ser entendidos como propriedades características asseguradas no sentido do direito legal. Permanece reservado o direito do procedimento de modificações do conteúdo da documentação e das possibilidades de forneci‐ mento dos produtos. Bosch Rexroth AG Bgm.-Dr.-Nebel-Str. 2 ■ D-97816 Lohr a. Main Telefone +49 (0)93 52/ 40-0 ■ Fax +49 (0)93 52/ 40-48 85 http://www.boschrexroth.com/ Seção BRC/EMS (SaKi)

Obrigatoriedade de compromisso

Editor

Instrução

Esta documentação foi impressa em papel alvejado sem cloro.

Projeto | Rexroth IndraDyn S

Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls

I/V

Conteúdo

Conteúdo
Página

1
1.1 1.2 1.2.1

Introdução...................................................................................................................... 1
Apresentação do Produto IndraDyn S para Aplicação nas Áreas "Ex" de acordo com as Diretivas ATEX ................................................................................................................................................................ 1 Orientações relativas a esta documentação........................................................................................... 2 Estrutura de documento desta edição................................................................................................. 2

2
2.1 2.2

Instruções de Uso Importantes...................................................................................... 5
Uso Correto............................................................................................................................................ 5 Uso Incorreto.......................................................................................................................................... 6

3
3.1 3.1.1 3.1.2 3.1.3 3.1.4 3.2 3.2.1 3.2.2 3.2.3 3.2.4 3.2.5 3.2.6 3.2.7 3.2.8

Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléctricos y controles .................... 7
Instruções de segurança - Aspectos fundamentais................................................................................ 7 Utilização e transmissão das instruções de segurança....................................................................... 7 Como usar as instruções de Segurança............................................................................................. 7 Explicação dos símbolos de advertência e da categoria de perigos................................................... 9 Perigos através de uso incorreto......................................................................................................... 9 Instruções relativas aos perigos específicos........................................................................................ 10 Proteção contra o toque de contato com peças elétricas e através das carcaças exteriores........... 10 Proteção contra choque elétrico, através de tensão reduzida de proteção...................................... 12 Proteção contra movimentos perigosos............................................................................................ 12 Proteção contra campos magnéticos e eletromagnéticos durante o funcionamento e a montagem.... 15 Proteção contra o contato de partes quentes.................................................................................... 16 Proteção durante o manuseio e a montagem................................................................................... 16 Proteção no manuseio de baterias.................................................................................................... 17 Proteção de condutores que estejam sob pressão........................................................................... 17

4
4.1 4.2 4.3 4.4 4.4.1 4.4.2 4.4.3 4.5 4.6 4.7

Proteção contra explosão nos motores MSK............................................................... 19
Identificação do produto....................................................................................................................... 19 Vista geral da conexão......................................................................................................................... 21 Recursos diferentes motores ATEX e motores Standard .................................................................... 21 Condições de aplicação para motores de acordo com a classificação ATEX grupo de aparelhos II, ca‐ tegoria 3................................................................................................................................................ 22 Segurança......................................................................................................................................... 22 Categoria de aparelhos II ................................................................................................................. 22 Freios de parada............................................................................................................................... 24 Verificação de aceitação....................................................................................................................... 25 Índice das Normas Aplicadas............................................................................................................... 25 Riscos residuais.................................................................................................................................... 25

5
5.1 5.1.1

Dados Técnicos MSK (ATEX)...................................................................................... 29
Definição das Características............................................................................................................... 29 Características na Folha de Dados................................................................................................... 29

................................................................................................................................10 5...................... 45 MSK060B Dados Técnicos...............................................................................1 7................................................................5 5....................................5 6............................................................................................1.......................................8 6........3 7........ 65 MSK071D Dados Técnicos........................................................15 5.................................................13 5................................................................... 90 6 6..................................................................................................................... 93 Execução Técnica ........................9 5.......................................................................... 35 MSK040B Dados Técnicos.............................................................................................2 5............4 5................................................9 6........................................................................................... 79 MSK100C Dados Técnicos..................................................................................................................19 5.........................................................................11 Dados dimensionais MSK (ATEX).......................3 5.............................................................................6 6.............................................................................................................1.......................... 95 Tamanho Construtivo MSK050............................................................................................... 99 Tamanho Construtivo MSK071... 105 Código MSK030...........4 5........................................................................ 56 MSK070D Dados Técnicos.............................................1................................ 88 MSK101D Dados Técnicos.......6 5...................................... 94 Tamanho Construtivo MSK040... 98 Tamanho Construtivo MSK070.............................................................................. 108 Código MSK040......................................................................................................................................... 110 Código MSK050...................................................... 53 MSK070C Dados Técnicos....4 Código do produto............................................................................................................................ 77 MSK100B Dados Técnicos..... 33 MSK030C Dados Técnicos.............................................................................................................................................................II/V Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Conteúdo Página 5...22 5................................................................................................................................................... 96 Tamanho Construtivo MSK060.... 93 Tamanho Construtivo MSK030.......................................................................3 6................... 68 MSK071E Dados Técnicos............................................................... 82 MSK100D Dados Técnicos........................................................ 105 Código do produto MSK Estruturação e Descrição...........................................................................................................................................11 5.............................................................18 5..................................................................... 71 MSK076C Dados Técnicos..........................5 5............................7 6.............................................................................................................................................. 32 Exemplo de uma Curva Característica do Motor.........................2 5........................................................................................ 62 MSK071C Dados Técnicos................................................................................ 37 MSK040C Dados Técnicos.....21 5.................................................................. 101 Tamanho Construtivo MSK100......................... 74 MSK100A Dados Técnicos..........................14 5.......................................................................................................................................12 5................16 5..................................... 42 MSK050C Dados Técnicos............................. 33 MSK030B Dados Técnicos........... 48 MSK060C Dados Técnicos..........................................................23 Valores 60K e 100K........................................................ 51 MSK061C Dados Técnicos................................ 85 MSK101C Dados Técnicos............................ 100 Tamanho Construtivo MSK076..................1.............................................................7 5....................................................................... 40 MSK050B Dados Técnicos... 31 Ciclo de Operação........................................................................................................................................... 97 Tamanho Construtivo MSK061..................... 112 ........................................................8 5................ 59 MSK070E Dados Técnicos...........................................10 6.............1 6............................................................................................... 103 7 7...................................................................................................................20 5...17 5....... 30 Tipos de funcionamento ................................................................................. 102 Tamanho Construtivo MSK101........................................................3 5............................................2 6...............................2 7...........................................................4 6..

.....................................................................1.......................................................................2 10.............................................................................................................................................................................................1..........................................6 9................ 143 Eixo liso.....................................................................................................................5....................................1................ 130 9 9..........................................................................................................................................................................................11 Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX)..8........ 118 Código MSK071.............................................................1 9...............................................................1 Técnica de conexão..................2 8................................ 132 Conexão do Conector de Potência Tamanho 1................................ 139 Vibração............................ 136 Cabos de conexão..Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls III/V Conteúdo Página 7.................. 122 Código MSK100 ......................................1......7 7............. 143 Eixo do motor..........................4 10................................................................................................................................1 10...................................................................8 7..................................... 139 Condições Ambientais ...................................................................5 9...................................2 10..... 146 Carga do eixo do motor Motores MSK............................. 141 Compatibilidade com Substâncias Estranhas... 120 Código MSK076 ......................................................................... 151 Freios de Parada ....5 7........................................................... 139 Umidade / Temperatura ................................................................................................................9 7. 129 Generalidades...........................................................................................................................3 9........ 144 Eixo do motor com Anel de Vedação do Eixo...................................................................................................................................1 8..........7 10............................................................................6 7.......................................................................................................................... 140 Tipo de Proteção.4 9........................................................................................................................... 114 Código MSK061 .......1 10..............................................................1..................... 131 Vista Geral da Técnica de Conexão Elétrica...................................... 146 Carga Radial.....................9 10....................................... 135 Conectar Condutor de Proteção Adicional......................................3 10...........................................................................................................................2 9..................................................7...........................2 10....8..........................7 9...................................................................................................................................................................5 10.................................................................................................7.......................................7............... 129 Feedback do motor...........................6 10.............................. 139 Altitude para Instalação e Temperatura de Ambiente......11 Código MSK060...........3 10........................................................................................................2 10.................10 10...............3 Acessórios e Opcionais......................................................................................... 133 Conexão do Conector de Potência Tamanho 2.... 129 Freios de parada.................................................. 131 Conexão do Conector de Potência Tamanho 1............................................................................................................ 116 Código MSK070....................................................................................................................................................... 142 Forma de Construção e Localização de Montagem em painel............... 134 Conexão do conector de feedback....3 10........................................................................... 150 Montagem de Elementos de transmissão do movimetno..................................... 129 Dados Técnicos Feedback do Motor......................................................1 10............................................. 137 Cabos de Conexão Confeccionados... 130 Redutores............. 148 Vida útil do rolamento................................................................................................................8 10....... 143 Eixo do motor com Chaveta......................................................................................................... 140 Choque.................................................................. 126 8 8................................... 124 Código MSK101 ...............1 10............ 143 Pintura da carcaça...........................1 8..............................7...................2 8..10 7.................................. Carga Axial........................... 152 ............................................................ 144 Rolamento e Carga do eixo do motor............ 137 10 10....................................................................................................

.....13 Refrigeração do Motor.. 164 Montagem do Motor ................................................................... 162 12 12.............................................................. 153 10........3 CCC (China Compulsory Certification)........ 159 Plaqueta de Tipo...................................................................... 163 Especialistas..............................................................5 Freio de Parada–Colocação em Funcionamento e Instruções de Manutenção .............................. 166 13 13............................................2 Sensor de Temperatura...............................14 Supervisão da Temperatura do Motor.................... 159 Papéis de transporte e Nota de Fornecimento.................................. 160 Transporte dos equipamentos.......3............................................................................................................... 166 Ajuste da Direção de Saída............................................................4 Aplicação de Freios de Parada..............................................................................................................................11..........3 11................................4 12................................... 154 10....................................5 Manuseio............................................................................2 12.......1 Convecção Natural.............................................................................. 168 Manutenção..................................................................... 157 10.....................4 11...................................... 160 Manuseio dos Equipamentos................................. 159 Estado por Ocasião do Fornecimento.................................2 11................1 Colocação em funcionamento........................14...... 159 Identificação e Controle da Mercadoria Fornecida...............2 11........ 167 Funcionamento................................ 168 Generalidades...................................................1 11............................................... 156 10................................................................ funcionamento e manutenção ...................... 167 Colocação em funcionamento........................................3 11.............................................................. 159 Verificação por parte da Fábrica.......11.................IV/V Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Conteúdo Página 10........................................................................................12................................................................ 157 10......................................................1 13..................13.....................................................14..............1 11...........3 13..........3............................................................................................................................................................................................................2............12........................................................ 158 11 11...................................4.................................................................................1 12....... 165 Conexão Elétrica – Conectar o Motor............................................................................ 152 10..................................4........................ 163 Segurança.. 159 Generalidades................... 155 10......................................... 157 10............. 163 Preparação de Montagem..............................2 12................................. 157 10................. cUR Listing............................................ 161 Armazenamento dos Equipamentos......................................................................................................2 12...............................................................................1.1.................................4 13.........3........... 156 10..........................12 Aceitações e Licenciamentos................................................ 159 Verificação por parte do Cliente................................3 Freios de Parada Instruções de Segurança ..........3 12.....2............................................................ 157 10.............................................................. 165 Generalidades.......................................2 UR........................1.............11....................................................................................................1 Símbolo CE........................... 153 10.................................................................1 Freio de Parada Soltando Eletricamente....................3 Instalação....................................................................................................................................................4....1 Generalidades..............................1 12.............11...........................................................................................................................................................1 11............................................... 163 Montagem Mecânica.........12..............................................................................................2 Freios de Parada Instruções de Segurança ..................................... 167 Imobilizar...........................................................................................................................................................................2 11....................................................................................3 12....................... Transporte e Armazenamento.....11..........4..................................................2 13.......1 12.......................................................................................................................... 157 10................................................................................ 168 ............................................ 163 Fixação do Flange... 165 Conexão dos Conectores ......

. 174 Equipamento de Descarga.................................................. 173 Descarga de capacitadores..............................................................2.............................2 Proteção do meio ambiente e eliminação !............................................................................................... 177 Índice................................................................................................. 171 Eliminação.................................................................... 171 Proteção ambiental......................................................................... 174 Dimensionamento..............................4 13.. 174 Descarga de capacitador de circuito intermediário.................................1 15.......................................................................................................................3 13................................ 168 Rolamentos................................................................2............ 179 ......................................................................... 169 Solução de Problemas......................................................... 169 Desmontagem............................... 173 Conformidade....................................................................4............... 169 Cabo de Conexão........................................................................................................................................... 169 14 14...................................................................................................................2 15.............................2 Apêndice............................................4................................................................................................................................5 13.................2 13............................................................................................................................................Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls V/V Conteúdo Página 13.................................................................................................................................................................................................................6 Limpeza......... 174 Princípio de atuação...........1 15................................4........................ 175 16 Assistência e Suporte Técnico......................................... 171 15 15...... 175 Procedimento na Descarga...........................................................1 14......................................................................

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto .

1 Introdução Apresentação do Produto IndraDyn S para Aplicação nas Áre‐ as "Ex" de acordo com as Diretivas ATEX A solução mais econômica para aplicação geral em áreas "Ex” para técnicas de automação. IndraDyn S Servo-motores destinguem-se através de ● ● ● ● Dinâmica Construção compacta Elevada densidade de torque Elevada precisão devido ao sistema de feedback ótico Os motores IndraDyn S são disponíveis para fornecimento com o seguinte es‐ pectro de potência: Os conteúdos e a descrição desta documentação se referem so‐ mente aos motores.1-1: Escalonamento de potência MSK .Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 1/181 Introdução 1 1. de acordo com as linhas diretivas ATEX. Fig. que são fabricados especialmente para o uso em áreas expostas ao perigo de explosão. A pedido os motores podem ser fornecidos com freios de parada ou eixo com ranhura de chaveta. Os motores são equipados com sistema de feedback ótico.

ou na Ale‐ manha. diretamente à: BEUTH Verlag GmbH Burggrafenstrasse 6 10787 Berlin Tel. dados técnicos e prescrições de funcionamento para motores IndraDyn S.com/ various/utilities/mediadirectory/index. funciona‐ mento e manutenção Assistência & Suporte técnico Índice Prática (para pessoal operador e de manutenção) Descrição do produto (para planejadores e projeto) Segurança Conteúdo Informações gerais Informações gerais Fig. Normas escritas e folhas de normas estão subjugadas à proteção dos direitos de autor e não podem ser fornecidas adiante pela Rexroth. européias e internacio‐ nais. Rexroth disponibiliza toda a documentação do produto no diretório de mídia Bosch Rexroth em http://www. Os capítulos indi‐ viduais podem ser desmembrados nos seguintes pontos de conteúdo prepon‐ derantes: Capítulo 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 Título Introdução Instruções de Uso Importantes Instruções de segurança Proteção contra explosão Dados técnicos Dados dimensionais Código do produto Acessórios Técnica de conexão Condições de funcionamento e instruções de aplicação Manuseio. +49-(0)30-26 01-22 60.1 Orientações relativas a esta documentação Estrutura de documento desta edição A presente documentação contém prescrições de segurança. Transporte e Armazenamento Instalação Colocação em funcionamento.2 1. Em caso de necessidade.boschrexroth. de acordo com os equipamentos aplicados.jsp no formato PDF. Nesta documentação mencionam-se normas alemãs.2.2/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Introdução 1. Fax +49-(0)30-26 01-12 60 Normas .1-2: Documentação Complementar Estrutura de documento Para o projeto de sistemas de acionamento com motores da família MSK-ATEX é possível que sejam necessários manuais adicionais. queira dirigir-se aos postos autorizados de venda.

2 D-97816 Lohr Telefax +49 (0) 93 52 / 40-43 80 O seu Feedback . Ou porque tenha descoberto erros nesta documentação. interligados com componentes da Rexroth não são parte integrante do volume de fornecimento e precisam ser solicitadas diretamente destes fabricantes. são para nós uma parte integrante importante no pro‐ cesso de aprimoramento para o produto e para a documentação. ficaremos gratos pelo seu contato.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 3/181 Introdução Internet: http://www.de/beuth E-mail: postmaster@beuth. ou porque deseje al‐ terações. BRC/EDM2 Buergermeister-Dr.-Nebel-Str. As suas experiências. Envie por favor as suas observações para: Bosch Rexroth AG Sec.din.de Sistemas externos As documentações para sistemas externos.

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto .

Precisa estar garantido. ● As áreas típicas de aplicação são: ● ● ● ● Máquinas-ferramenta. respon‐ sabilidade ou ressarcimento. que de qualquer forma que seja. Para a utilização específica de aplicação dos motores encontram-se à dispo‐ sição tipos de equipamentos de diferentes potências de acionamento e dife‐ rentes interfaces. pode se tornar necessário. Antes da utilizar os produtos da Rexroth. precisa ler e compreender as respectivas prescrições de seguran‐ ça e o uso em conformidade com a finalidade. que se faça funcionar os produtos. não assume qualquer garantia. Aviso: ● Os motores aqui descritos somente podem ser operados com servoacionamentos IndraDrive da Rexroth (funcionamento in‐ versor). Os produtos só podem ser utilizados em conformidade com a sua finalidade. que se faça a sua manutenção. como fabricante. isto é. nos produtos. estiver aplicando nossos pro‐ dutos. Antes do seu fornecimento. que tra‐ zem consequentemente consigo avarias materiais e danos de pessoas. Para danos causados devido ao uso inapropriado dos produtos a Rexroth. . que os produtos sejam instalados. nem ser colocados em funcionamento. Generelidades relativas ao uso adequado ● ● ● Áreas de Utilização e de Aplicação Motores IndraDyn S são destinados para ser utilizados como motores de acio‐ namento principal e servo.1 Instruções de Uso Importantes Uso Correto os produtos da Rexroth são desenvolvidos de acordo com o respectivo estado atual da técnica. Produtos avariados ou defeituosos não podem ser montados. Os produtos de "Software“ não podem ser decompilados e os seus códigos fonte não podem ser modificados. não podem ser feitas quais‐ quer alterações nos mesmos. Máquinas impressoras e máquinas de processamento de papel. eles são examinados com relação ao seu estado de segurança para funcionamento. os riscos a em caso de uso inapro‐ priado dos produtos ficam unicamente a cargo do usuário. tratar-se de "Hardware“. Se eles não forem utilizados corretamente. eles precisam ser deixados em seu estado original. Máquinas de embalagem e máquinas para gêneros alimentícios e automação e "Handling“. Os motores não são adequados para a conexão direta à cor‐ rente trifásica ou monofásica. têm de ser preenchidas as seguintes condições para garantir um uso apropriado dos produtos: ● Cada um. Na medida em que.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 5/181 Instruções de Uso Importantes 2 2. Para a regulagem e supervisão dos motores. que precisem ser conectados sensores adicionais e atuadores adicionais. de acordo com as prescrições mencionadas na documentação e de acordo com as condi‐ ções de meio ambiente. podem resultar situações.

ou sob outras condições de funcionamento descritas e outros dados técnicos descritos na documentação serão interpretados como "uso incorreto". Com relação a isto. Componentes que não estejam expressamente men‐ cionados. nem ser conectados. ligado deve ser programado antes da colocação em fun‐ cionamento.. expressamente mencionadas. o funcio‐ namento por imersão. na localização de uso. sob oscilações extremas de temperatura ou com temperaturas extremas máximas. fora dos âmbitos de aplicação anteriormente men‐ cionados. tipo de proteção. respeite por favor imprescindivel‐ mente as afirmações contidas nas instruções de segurança gerais ! ● ● . cogitadas. ● As condições de meio ambiente no local da instalação exigirem uma ca‐ tegoria mais elevada de proteção "Ex“.). Fica proibido p. e sob as condições de preservação de meio ambiente mencionadas (temperatura.ex. As áreas de aplicação.. 2. O funcionamento só pode ocorrer. umidade. do que a que está mencionada na plaqueta de tipo dos motores. mencionadas nesta documentação. A mesma coisa se aplica para cabos e condutores. entre outras. prescrições de compatibilidade eletromagnética – CEM.6/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Instruções de Uso Importantes Os motores devem ser aplicados somente com a utilização de componentes de montagem e acessórios especificados nesta do‐ cumentação. e com o “Software” e “Firmware” mencionados na respectiva descri‐ ção de função. Eles forem expostos a condições de funcionamento.2 Uso Incorreto A utilização dos motores. nos moldes das configurações e combinações de componentes. Cada acionamento. que não preenchem as condições prescritas de meio ambiente. para que o motor execute as funções específicas para a aplica‐ ção. Os motores IndraDyn S não podem ser utilizados quando . não estão expressamente liberadas para os motores. não podem ser montados por anexação. Só se pode fazer funcionar os motores sob as condições de montagem e de instalação.

a Bosch Rexroth AG não assume qualquer responsabilidade. assim como com todas as adver‐ tências e medidas de precaução de acordo com este manual de funcionamento.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 7/181 Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléctricos y controles 3 3.Aspectos fundamentais Utilização e transmissão das instruções de segurança Não instale este aparelho e não o coloque em funcionamento. Se para o equipamento. O pessoal é qualificado. ● No caso de avarias em conseqüência da inobservância das instruções de advertência contidas neste manual de funcionamento. responsável. assim como intervenções desautorizadas nos equipamentos de segurança. ATENÇÃO O manuseio deste equipamento fora das normas de segurança e a inobservância das instruções de advertência aqui mencionadas. não estiverem à sua disposição quaisquer instruções para o usuário. Solicite o envio imediato destas documentações ao responsá‐ vel ou aos responsáveis pelo funcionamento seguro do equipamento. quando está suficientemente familiarizado com a montagem. ocasionar a morte. No caso de venda. de manutenção e de segurança. ferimentos físicos.1. queira se dirigir ao seu representante de vendas.1 3. instalação e com o funcionamento do produto. para que possa evitar ferimentos físicos e/ou avarias materiais. ligando e desligando de acordo com as instruções ● ● ● – . Entende-se como instruído e habilitado a manusear circuitos e apa‐ relhos elétricos. É obrigatório o cumprimento das normas de segurança. a montagem e instalação. estiverem em acordo com as instruções contidas neste ma‐ nual.2 Como usar as instruções de Segurança Antes da primeira colocação em funcionamento do conjunto de equipamentos. Utilizar somente pessoal treinado e habilitado para manusear e operar equipamentos elétricos: – Somente pessoal treinado e habilitado deve trabalhar com este equi‐ pamento ou próximo ao mesmo. antes de ter lido cuidadosamente toda a documentação fornecida.1 Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléc‐ tricos y controles Instruções de segurança . estas instruções de segurança tem que ser também entregues no idioma do usuário. favor consultar o fornecedor e informá-lo a respeito. O funcionamento perfeito e seguro deste equipamento somente pode ser garantido se as condições de transporte. da Bosch Rexroth. devem ser lidas inteiramente as instruções de funcionamento. Se a do‐ cumentação no idioma existente não for totalmente compreendida. Estas instruções de segu‐ rança e todas as outras instruções para o usuário tem que ser inteiramente lidas antes de realizar qualquer trabalho com este equipamento. Respeite as instruções de segurança! 3. armazenamento. leia os seguintes avisos. Antes da colocação em funcionamento.1. em casos extremos. choques elétri‐ cos ou. concessão por empréstimo ou repasse do equipamento. podem ocasionar avarias materiais.

A manutenção dos valores dentro dos limites exigidos pelas prescrições nacionais fica a cargo da responsabilidade do fabricante do conjunto de equipamentos ou da máquina. – Associação dos Fabricantes de conjuntos de equipamentos elétricos (NEMA). para a aplicação. Prescrições específicas de cada país que devem ser respeitadas pelo usuário ● Países europeus: de acordo com as normas européias EN ● Estados Unidos da América (EUA): – Prescrições Nacionais para Sistemas Elétricos (NEC). representam somente exemplos de aplica‐ ção e sugestões. comple‐ mentações. As menções feitas na documentação do produto com relação à utilização dos componentes fornecidos. Utilizações relevantes no tocante à segurança estão somente licenciadas. no que tange ao que for apropriado. O fabricante de máquinas e o instalador do conjunto de equipamentos. – Prescrições da Associação Nacional de Proteção contra Fogo . Os equipamentos estão previstos para a montagem em painéis de má‐ quinas. ● ● ● ● ● Somente utilizar acessórios e peças de reposição autorizados pelo fabri‐ cante. que sejam utilizadas nos ambientes fabris e industriais. assim como as prescrições regionais da construção. atende às determi‐ nações. para a sua aplicação individual.8/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléctricos y controles de segurança. ● ● ● Os dados técnicos. Se isto não for o caso. alterações. às prescrições de segurança e normas. as condições de conexão e de instalação devem ser seguidos conforme a documentação do produto e devem ser mantidos imprescindivelmente. As condições ambientais mencionadas na documentação do produto pre‐ cisam ser mantidas. no qual o equipamento for aplicado. ● ● Fica proibida a colocação em funcionamento dos componentes forneci‐ dos. Devem ser respeitadas as prescrições de segurança e determinações de segurança do país. O funcionamento só é permitido caso o equipamneto atenda as prescri‐ ções nacionais relativas à emissão eletromagnética. até que tenha sido constatado. São importantes para a segurança todas as apli‐ cações que possam causar perigo para as pessoas e avarias materiais. específicas do país. bem como estar treinado em prestação de primeiros socorros. conciliar-se para com as prescrições de segurança e normas válidas para a sua aplicação e proceder as medidas. As instruções para uma instalação correta nos termos da compatibilidade eletromagnética estão descritas no capítulo referente ao assunto (Manual de projeto do equipamento e sistema). Deve estar disponível um sistema de segurança. então serão excluídas. em que os mesmos estão montados. necessárias. bem como aterrar e identificar as áreas de de acordo com as exigências do trabalho. quando elas estiverem expressamente e inequivocamente mencionadas nas documentações da engenharia de projeto. pre‐ cisa: – – examinar ele mesmo os componentes fornecidos e as menções fei‐ tas nesta documentação para a sua utilização. que a máquina ou o conjunto de equipamentos.

Perigo Atenção Cuidado Fig. de ferimento físico grave ou de avarias materiais. implan‐ tes metálicos e aparelhos auditivos nos arredores próximos dos equi‐ pamentos elétricos ! ATENÇÃO Respeite as instruções de segurança ! .1.3 Explicação dos símbolos de advertência e da categoria de perigos As instruções de segurança descrevem categorias de perigos mencionadas a seguir.4 Perigos através de uso incorreto Alta tensão elétrica e alta corrente de trabalho ! Perigo de vida ou de ferimento físico grave. Podem ocorrer ferimentos fí‐ sicos ou avarias materiais graves ou leves.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 9/181 Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléctricos y controles ● ● Canadá: Associação de Padrões Canadenses Outros países: – – Organização Internacional para a Estandardização (ISO) Comissão Internacional Electromecânica (IEC) 3. através de choque elétrico ! PERIGO Respeite as instruções de segurança ! Movimentos perigosos ! Perigo de vida. através de choque elétrico ! ATENÇÃO Respeite as instruções de segurança ! Perigo para a saúde de pessoas com marcapassos cardíacos. A categoria de perigos descreve o risco no caso de inobservância da instrução de segurança: Símbolo de advertência Palavra de sinal Categoria de perigos de acordo com a norma ANSI Z 535. através de conexão elétrica errada ! Perigo de vida ou de ferimento físico.3-1: Categoria de perigos (de acordo com a norma ANSI Z 535) 3. através de movimentos não esperados dos motores ! PERIGO Respeite as instruções de segurança ! Alta tensão elétrica. Poderá incidir a morte ou fe‐ rimento físico grave.1.4-2002 Incidirá a morte ou ferimento físico grave.

2 3. através de manuseio incorreto de baterias ! Respeite as instruções de segurança ! CUIDADO 3. através de esmagamento. cisalhamento.2.10/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléctricos y controles As superfícies dos equipamentos podem estar quentes! Perigo de feri‐ mentos ! Perigo de queimaduras ! CUIDADO Respeite as instruções de segurança ! Perigo de lesões em caso de manuseio incorreto ! Ferimento físico. Se forem tocadas peças com tensões acima de 50 Volts.1 Instruções relativas aos perigos específicos Proteção contra o toque de contato com peças elétricas e através das carcaças exteriores Este tópico se refere a aparelhos e componentes de acionamento com tensões acima de 50 Volts. corte. . determinadas peças destes aparelhos estão obrigatoriamente sob tensão perigosa. Durante o funcionamento de aparelhos elétricos. golpe ou manuseio in‐ correto de linhas pressurizadas ! CUIDADO Respeite as instruções de segurança ! Perigo de ferimentos. as mesmas podem se tornar perigosas para as pessoas e ocasionar choque elétrico.

previstos para a proteção contra toque de contato. Antes de ligar. . a proteção contra o contato direto deve ser assegurada através de uma carcaça exterior. de acordo com as normas relevantes. medir a tensão elétrica dos capacitadores. Um funcionamento. por exemplo. manutenção e/ou conservação deste aparelho só pode ocor‐ rer através de pessoal formado e qualificado para o trabalho junto aos aparelhos elétricos ou com os aparelhos elétricos. ● ● Não tocar nos conectores dos equipamentos com os mesmos energiza‐ dos. para evitar contato com elementos carregados. Antes de iniciar os trabalhos. para impedir contato. Antes de ligar. cobrir e proteger seguramente as peças condutoras de tensão. antes de acessar os equipamentos. Não conectar nem desconectar o equipamento sob tensão. de acordo com o plano de co‐ nexões. Para os aparelhos de montagem em painel. Antes de acessar as partes elétricas com tensões maiores que 50 Volts. Um dispositivo de proteção FI (Dispositivo de proteção contra falha de corrente) ou RCD não pode ser utilizado para acionamentos elétricos! A proteção contra o contato indireto precisa ser criada de outra maneira. ou ferimento físico grave! PERIGO ● A operação. Assegurar contra religação. por exemplo. mesmo que seja para fins de medição e de verificação de curto tempo de duração. através de um armário de comando. perigo de ferimentos. precisa ser criada a conexão firme do condutor neutro de proteção em todos os aparelhos elétricos. mediante um dispositivo de proteção contra sobrecorrente. Respeitar as prescrições gerais para a instalação e as prescrições de segurança relativas aos trabalhos em conjuntos de equipamentos de cor‐ rente elétrica de alta intensidade.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 11/181 Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléctricos y controles Alta tensão elétrica ! Perigo de vida. só é permitido com o condutor neutro de pro‐ teção firmemente conectado nos pontos dos componentes. Antes de ligar. previstos para isso. isolar o equipamento da rede ou da fonte da tensão. através de choque elétrico. No caso de componentes elétricos de acionamento e de filtros deve ser respeitado: Após desligamento aguardar 30 minutos para descarga dos capacitores. montar nos aparelhos as coberturas e os dispositivos de proteção. ● ● ● ● ● ● ● No caso de componentes elétricos de acionamento e de filtros com tensões acima de 50 Volt devem ser respeitadas as seguintes in‐ dicações de perigo.

a carcaça de todos os aparelhos elétricos e motores. A corrente de derivação é maior que 3. dispositivos de visualização) podem ser conectados. na carcaça podem aparecer altas ten‐ sões. mediante o condutor neutro de proteção. computadores por‐ táteis.2. através de conexão elétrica errada ! Perigo de vida e de lesões devido a choques elétricos ! ATENÇÃO Caso os circuitos de tensão baixa de aparelhos que têm também tensões e circuitos de corrente cima de 50 Volt (por ex. através de tensão reduzida de prote‐ ção A baixa tensão de segurança serve para poder conectar ao circuito de tensão baixa os aparelhos com isolamento simples.2 Proteção contra choque elétrico. ou unir com o condutor de cone‐ xão ao terra. que podem ocasionar choque elétrico. computadores. os aparelhos equipados com um isolamento simples (como. aparelhos de programação. então os circuitos de baixa tensão conectados têm de cumprir as exigências para PELV2) . Alta tensão elétrica. todo o equipamento elétrico. encoders ou equipamentos de monito‐ ração Componentes defeituosos Erro no „Software“. Também antes de realizar testes de curto tempo de duração. Conectar o condutor neutro de proteção do equipamento elétrico e dos aparelhos sempre firmemente e de forma duradoura à rede de abasteci‐ mento. em todos os pontos de colocação ao terra. Utilizar no mínimo 10 mm2 de seção transversal de cobre para esta união de condutor neutro de proteção em seu percurso inteiro ! Antes de colocar em funcionamento.2. Assim. ● ● ● 3. todas as ligações e bornes que têm tensões de 5 a 50 Volt. Em caso contrário. "Protective Extra Low Voltage" "Protective Extra Low Voltage" .3 Proteção contra movimentos perigosos Os movimentos perigosos podem ser causados através de uma ação de co‐ mando errada dos motores conectados. Em todos os produtos Rexroth.12/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléctricos y controles Alta tensão de carcaça e alta corrente de derivação! Perigo de vida e de lesões devido a choques elétricos ! PERIGO ● Antes de ligar. conectar sempre o condutor neutro de proteção. 3. correspondem à baixa tensão de segurança de acordo com PELV1) . primeiramente unir ou colocar ao terra. mesmo para fins de testes. a ligação de rede) sejam conec‐ tados aos produtos Rexroth.5 mA. As causas podem ter diferentes ori‐ gens: ● ● ● ● ● ● 1) 2) Cablagem ou cableamento mal feitos ou defeituosos Erro ao operar os componentes Inserção errada de parâmetros antes de colocar em funcionamento Mau funcionamento de sensores. por exemplo.

Com vistas à proteção de pessoas. Antes que os dispositivos de controle comecem a funcionar. As supervisões incorporadas aos equipamentos impedem uma função incor‐ reta nos acionamentos conectados. pode ocorrer um movimento anormal cujas proporções dependem do tipo de comando e do es‐ tado de funcionamento. espe‐ cialmente considerando o perigo de ferimentos físicos e/ou de avarias materiais. não se pode confiar unicamente nesse recurso do equipamento.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 13/181 Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléctricos y controles Estes erros podem ocorrer logo após a ativação do equipamento ou em fun‐ cionamento depois de um período de tempo indeterminado. .

Nisso. Verificar a função do dispositivo de Desligamento de emergência antes da colocação em funcionamento. lesões físicas e/ou danos materiais: ● Nenhuma permanência no setor de movimentos da máquina e de peças / partes da máquina. sozinho. ferimento físico grave ou avaria material! PERIGO ● Garantir que a proteção pessoal. como por exemplo através de: – – – bloqueio mecânico do eixo vertical. Prevenção de acidentes. perigo de ferimentos. comandado pelo acionamento. Podem aparecer movimentos da máquina ou outras fun‐ ções incorretas devido a uma desconexão. pode se tornar necessária uma verificação especial de compatibilidade eletro‐ magnética – EMV . Antes de entrar na área perigosa. externos ou suficiente compensação de peso do eixo. não é apropriado para a proteção de pessoas! Desligar o equipamento através da chave geral e assegurar-se contra a religação nas condições de: – – – Trabalhos de manutenção e conservação Trabalhos de limpeza Interrupções prolongadas de funcionamento ● ● Evitar o funcionamento de aparelhos de alta freqüência. ● ● ● ● O freio elétrico do motor. Em caso de necessidade. verificar o sistema e o conjunto de equipamentos com relação a possíveis anomalias em todas as localizações / situações de uso. Se o uso destes aparelhos for inevitável. através de medidas e supervisões. dispositivo de frenagem / Dispositivo de retenção / Dispositivo de fixação. Possíveis medidas a serem adotadas contra acesso não permitido de pessoas: – – – – ● ● Cerca de proteção Grade de proteção Cobertura de proteção Barreira luminosa Resistência suficiente das cercas e das coberturas contra a energia de movimento. seja função primordial da instalação. Assegurar adicionalmente os eixos verticais contra queda ou rebaixa‐ mento após o desligamento do motor. antes da primeira colocação em funcionamento. as deter‐ minações de segurança válidas para o conjunto de equipamentos devem ser incluídas. Providencie um circuito de parada de emergência ou utilize um bloqueio antipartida seguro para prevenir partidas involuntárias causadas pela li‐ gação da conexão de potência do motor.do conjunto de equipamentos. Não ligue o aparelho se o dispositivo de parada de emergência estiver com defeitos de funcionamento. . máxima possível. pare os acionamentos seguramente. Estas medidas devem ser previstas de acordo com as características da instalação pelo usuário através de uma análise de erro. evitando a ativação dos equipamentos de segurança. fornecido normalmente de série ou um freio ex‐ terno. Dispor o botão de emergência facilmente acessível e próximo.14/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléctricos y controles Movimentos perigosos ! Perigo de vida. de controle re‐ moto ou de rádio-difusão nas proximidades da parte eletrônica dos equi‐ pamentos e dos seus cabos.

implantes metálicos e aparelhos auditivos. já implantados ou a serem futuramente implantados. as pessoas com implantes me‐ tálicos ou fragmentos metálicos. com isto. Áreas. Se uma pessoa com marcapasso tiver necessariamente que acessar a essas áreas. ou colocados em fun‐ cionamento aparelhos elétricos e peças. reparadas ou montadas pe‐ ças de motores com ímãs permanentes. assim como com aparelhos auditivos. podem representar um sério perigo para pessoas com marcapassos cardíacos. implan‐ tes metálicos e aparelhos auditivos nos arredores próximos dos equi‐ pamentos elétricos ! ATENÇÃO ● É proibido o acesso de pessoas com marcapassos cardíacos e implantes metálicos às seguintes áreas: – – ● Áreas. será preciso consultar o parecer de um médico. ● .Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 15/181 Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléctricos y controles 3. acionados. pois deve-se considerar estas áreas como nocivas à saúde. devem consultar um médico. nas quais forem armazenadas. Antes de ter acesso a tais tipos de áreas. é bastante variável.2. Perigo para a saúde de pessoas com marcapassos cardíacos. A resistência aos distúrbios dos marcapassos. que persistam nos ar‐ redores próximos dos condutores de corrente e dos ímãs permanentes de motor.4 Proteção contra campos magnéticos e eletromagnéticos durante o fun‐ cionamento e a montagem A presença de campos magnéticos e eletromagnéticos. não existem quaisquer regras gerais válidas. nas quais forem montados.

por exemplo. utilize ferramen‐ tas especiais. cisalhamento. Se prescritas. Antes de intervir nos equipamentos de acionamento ou nos indutores. golpe ! CUIDADO ● ● ● ● ● ● ● ● As normas gerais de instalação e de segurança para a manobra e a mon‐ tagem devem ser respeitadas. por causa do perigo de escorregamento.2. Utilize corretamente os equipamnetos de levantamento e as ferramentas. ocasionar feri‐ mentos. 140°F. Estas medidas podem. luvas). ● ● ● ● ● ● 3. através de esmagamento. Utilize luvas de proteção ou não trabalhe em superfícies quentes. sapatos de segurança. de acordo com as prescrições de segu‐ rança. de acordo com as condições de fun‐ cionamento.2. as temperaturas podem atingir mais de 60°C. Podem ser necessários tempos de resfriamento de até 140 minutos! O tempo de resfriamento necessário pode ser estimado aproxi‐ madamente em cinco vezes mais do que a constante de tempo térmica indicado nos Dados Técnicos. Antes de intervir nos motores.6 Proteção durante o manuseio e a montagem O manuseio e a montagem de determinadas peças e componentes.16/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléctricos y controles 3. Perigo de lesões em caso de manuseio incorreto ! Ferimento físico. realizada de forma inapropriada podem. Se for necessário. ser: Instruções de advertên‐ cia. servoacionamentos ou induto‐ res podem estar quentes! Perigo de ferimentos ! Perigo de queimadu‐ ras ! CUIDADO ● Não toque nas superfícies das carcaças dos equipamentos e dos indu‐ tores localizados nas proximidades de fontes de calor! Perigo de quei‐ maduras ! Não toque na superfície da carcaça dos motores! Perigo de queimaduras ! Durante ou após o funcionamento. dispositivo de proteção separável (blindagem ou bloqueio). Utilize equipamentos de montagem e de transporte adequados. . devem ser tomadas medidas por parte do fabricante na aplicação para evitar ferimentos por queimadura no produto final. Nunca fique debaixo de cargas suspensas. docu‐ mentação técnica. na máquina ou no sistema. ócu‐ los de proteção. deixá-los primeiramente esfriar por 15 minutos depois do desligamento. sob condições desfavoráveis. deixá-los primeiramente esfriar depois do desligamento. corte. Tome as medidas adequadas para evitar que partes do corpo fiquem presas ou sejam apertadas. Para aplicações específicas. use uma roupa protetora adequada (por exemplo.5 Proteção contra o contato de partes quentes As superfícies da carcaça dos motores. Somente utilizar ferramentas apropriadas. Eliminar limpando imediatamente os líquidos que escoarem no chão.

sapatos de segurança. Aplicar apenas os tipos de baterias indicados pelo fabricante. como por exemplo ar comprimido. Não jogue as baterias no fogo. Respeitar as determinações nacionais no país de instalação. Não desmontar as baterias. O manuseio incorreto dos sistemas de abastecimento conectados. . para abrir ou destapar (Perigo de explosão) Respeitar as prescrições de funcionamento do respectivo fabricante. assim. Proteção do meio ambiente e descarte! De acordo com as deter‐ minações legais. luvas de proteção). pois podem soltar as substâncias nelas con‐ tidas ou explodir. as baterias contidas no produto devem ser enca‐ radas como material perigoso para o transporte por terra.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 17/181 Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléctricos y controles 3. de acordo com as menções contidas nas documentações de projeto. pode ocasionar ferimentos ou avarias materiais. por via aérea e por via marítima (perigo de explosão). líquido de resfriamento e agentes de resfriamento. óculos de proteção. Respeitar as determinações nacionais no país de instalação. Antes de uma desmontagem de condutores. Descartar os agentes nocivos ao meio ambiente separadamente de outros tipos de lixo.2. O uso impróprio das mesmas pode. que estejam sob pressão. Usar equipamentos de proteção apropriados (por exemplo. podem em parte. Eliminar limpando imediatamente os líquidos que tiverem escoado no so‐ lo.7 Proteção no manuseio de baterias As baterias consistem de substâncias químicas ativas. Proteção do meio ambiente e descarte! Os agentes utilizados para o funcionamento do produto podem circunstancialmente não ser compatíveis ao meio ambiente. através do manuseio incorreto de condutores que se encontrem sob pressão ! CUIDADO ● ● ● ● ● Não tentar separar os condutores.8 Proteção de condutores que estejam sob pressão Motores e servomotores refrigerados com líquido ou com ar comprimido. Perigo de lesões em caso de manuseio incorreto ! ● CUIDADO Não tentar reativar as baterias vazias através de aquecimento ou de ou‐ tros métodos (perigo de explosão e de causticação). evacuar a pressão e o agen‐ te. Perigo de ferimentos.2. que estão contidas nu‐ ma carcaça rígida. Ao substituir a(s) bateria(s). óleo hidráulico. causar ferimen‐ tos ou danos materiais. Descartar as bate‐ rias velhas separadamente de outros tipos de lixo. não danificar os componentes elétricos nos equipamentos. condutores de abastecimento ou co‐ nexões. ser abastecidos com meios refrigerantes alimentados externamente e que estejam sob pressão. ● ● ● ● ● 3. Não recarregue as baterias.

18/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléctricos y controles .

meio de funcionamento. Fig. que incide apenas raramente e assim apenas temporariamente.1 Proteção contra explosão nos motores MSK Identificação do produto Os motores ATEX MSK da Rexroth são apropriados para a utilização em áreas expostas ao perigo de explosão das zonas 2 e 22. que preenche às exi‐ gências da norma EN 60079-15 para incidência rara e temporária de uma atmosfera explosiva. com exceção das edificações de minas.D EEx n A T 155 °C IP65 Fig. D = Dust. Para a purga dos motores é necessário um equipamento permitido para este tipo de proteção. que é apropriado para todas as áreas "Ex“. o aparelho só é apropriado para at‐ mosfera "Ex“ através de gás ou de poeira. A identificação dos motores ocorre na codificação de tipos na posição 25 com "S". pelo instalador do . Categoria de aparelhos 3. O motor pode ser purgado através das ligações aparafusadas. Tipo de proteção de acordo com IEC 60529 G. Os motores correspondem ao grupo de aparelhos II. não produtor de centelhas máxima de superfície por dentro e por fora da carcaça.4-2: Identificação ATEX Adicionalmente os motores estão preparados com uma abertura para entrada e saída para purgar e uma montagem num conjunto de equipamentos para permitir o tipo de proteção encapsulamento pressurizado Ex pz ou Ex px de acordo com ATEX. Foi aplicada norma européia para proteção "Ex“.4-1: Código do produto caracterização ATEX Os motores são qualificados e certificados de acordo com a caracterização: Identificação do produto II 3 G EEx nA II T155°C II 3 D T155°C IP65 Abreviatura II 3 Significado: Grupo de aparelhos II. isto é. químicos ou outras substâncias condutivas ou agres‐ sivas para garantir o tipo de proteção. Tipo de proteção contra inflamação n significa. onde pode vir a chegar gás explosivo ou poeira. óleo.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 19/181 Proteção contra explosão nos motores MSK 4 4. categoria 3 de acordo com a diretiva EU ATEX 94/9/ CE. verificação e certificação para este tipo de proteção devem ser procedidos pelo projetista do sistema. expostas ao grizu. G = Gás. O fluído de purga deve estar livre de partículas como água. poeira. ar ou gás inerte sem percenta‐ gens de partes explosivas). A qualificação. Para purgar só pode ser utilizado gás passivo (por exemplo.

então de acordo com todas as probabilidades. exista constantemente ou por longo tempo ou frequentemente . Os equipamentos desta categoria são determinados para a utilização em áreas. incida ocasionalmente. deve-se contar com o fato. 3 2 22 - Fig. necessárias. de que uma atmosfera explisiva que consiste de poeira/misturas de ar. complementações. apenas raramente e durante um curto período de tempo. que construtivamente estão configurados de tal forma. precisam garantir o necessário teor de segurança e chamam a atenção consequentemente para medidas de proteção a serem adotadas contra explosão. garanta a necessária segurança. Categoria de apare‐ lhos 1 Aplicável na zona 0 20 Também aplicável na zona 1 2 21 22 Requisitos fundamentais Equipamentos. de que incida uma atmosfera explosiva através de poeira em redemoinho. que se possa fazê-los funcionar em coincidência com as grandezas características mencionadas pelo fabricante e que garantem um alto teor de segurança. Fica proibida a colocação em funcionamento dos componentes fornecidos. Este deve verificar a propriedade dos componentes fornecidos para a sua aplicação individual con‐ ciliá-los para com as prescrições de segurança e normas válidas para a sua aplicação e proceder as medidas. que o sistema total na máquina ou conjunto de equipamentos. Os equipamentos desta categoria garantem no funcionamento normal o necessário teor de segurança.20/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Proteção contra explosão nos motores MSK equipamento ou pelo montador de conjuntos mecânicos. mesmo no caso de defeitos de equipamnetos. nas quais. que consiste de de poeira/misturas de ar. específicas do país. às prescrições de segurança e normas. nas quais uma atmosfera explisiva. que habitualmente são de se esperar. ou estados de erro. em que os mesmos estão montados. corresponde às determi‐ nações. As medidas de proteção de artefato contra explosão a serem adota‐ das desta categoria. freqüentes. Os equipamentos desta categoria. que se possa fazê-los funcionar em coincidência com as grandezas características mencionadas pelo fabricante e que garantem um alto normal de segurança.4-3: Categoria "Ex" e zonas de acordo com ATEX (significado) . que se possa fazê-los funcionar em coincidência com as grandezas características mencionadas pelo fabricante e que garantem um alto teor de segurança. independente. que construtivamente estão configurados de tal forma. nas quais não se conta com o fato. até que tenha sido constatado. seja garantida a necessária segurança. Os equipamentos desta categoria estão determinados para a utilização em áreas. que construtivamente estão configurados de tal forma. Equipamentos. mesmo no caso de de‐ feitos de equipamentos raramente incidentes. a ser adotada. ou respectivamente no caso da incidência de dois erros independentes. Uma alteração dos componentes e a aplicação são submetidas à responsabi‐ lidade do usuário e não da Bosch Rexroth. Os equipamentos desta categoria são determinados para a utilização em áreas. ● 2 1 21 2 22 Equipamentos. garantem o necessário teor de se‐ gurança. de artefato. mas se apesar de tudo ela incidir. para a aplicação. alterações. de forma que ● no caso do fracasso de uma medida de proteção de artefato pelo menos uma segunda medida de proteção.

categoria 3 4.2 Vista geral da conexão Fig.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 21/181 Proteção contra explosão nos motores MSK 4. .3 Recursos diferentes motores ATEX e motores Standard Motores MSK-ATEX diferenciam-se dos motores MSK Standard nos seguintes pontos: ● ● ● Conectores de enxaguamento na carcaça (com tampão cego) Ligação à terra adicional Plaqueta de tipo com indicação da proteção "Ex" classificação de acordo ATEX As diferenças dos motores ATEX relativamente aos motores MSK Standard estão descritas nos seguintes capítulos.4-4: Vista geral da conexão motores MSK ATEX para o grupo de apare‐ lhos II.

tem que se respeitar: ⇒ Só os componentes e peças de acessórios prescritos nesta documentação podem ser utilizados para os motores. Apêndice II. ● O conjunto de equipamentos e os componentes em vista disto devem ser con‐ cebidos pelo usuário de tal forma.2 Categoria de aparelhos II Gases. será eliminada e desligada / fechada pelo usuário. através de manuseio incorreto! Para se impedir um perigo através de gases inflamáveis ou misturas de poeira e ar explosivas nas proximidades dos motores. Cate‐ goria 3) só podem ser utilizados num ambiente (ATEX diretiva 94/9/CE. categoria 3 Segurança Perigo de vida ou elevada avaria material. A atmosfera explosiva com isto incide raramente e durante um curto período de tempo.5. No caso de uma incidência freqüente. O caso de erro da evacuação de saída de gases inflamáveis ou de misturas de poeira e de ar não pode incidir freqüentemente. 1. 1999 para ● ● . Funcionamento normal e caso de distúrbio . ● na qual. que não possam incidir quaisquer gases inflamáveis ou poeiras na cercania ambiental dos motores no funcionamento normal. PERIGO 4. isto precisa ser imediatamente reconhecido e o erro tem que ser eli‐ minado.4 4. Se apesar de tudo. Cap. 1. Cap. vapores – G (Gás) e poeiras – D (Dust) Os motores aqui descritos (componentes para o grupo de aparelhos II. na qual. que as sedimentações de poeiras sobre os motores não possam se inflamar e a proteção “Ex” não seja prejudicada. Categoria 3) nas áreas com poeira e misturas de poeira e de ar tem que ser mantidas as determinações de instalação contidas na norma EN 50281-1-2. Apên‐ dice II. Não é admissível um funcionamento de continuidade após ocorrer a incidência.3) Poeiras – D (Dust) Na utilização dos motores aqui descritos (componentes para o grupo de apa‐ relhos II.4. ainda incidirem gases inflamáveis ou poeiras. A montagem em painel ou montagem adicional dos motores deve ser projetada de tal forma.1 Condições de aplicação para motores de acordo com a clas‐ sificação ATEX grupo de aparelhos II.22/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Proteção contra explosão nos motores MSK 4. em caso de distúrbio ocasionalmente pode incidir atmosfera ex‐ plosiva e esta imediatamente após a sua incidência. perigo de explosão. ⇒ As condições de aplicação mencionadas nesta documentação precisam em todo e qualquer caso ser mantidas no projeto e funcionamento dos motores na máquina ou no conjunto de equipamentos. em caso de erro. no funcionamento normal não incida nenhuma atmosfera explo‐ siva. devem ser executadas imediatamente medidas para a redução da probabilidade da incidência.2. (ATEX diretiva 94/9/CE. tendo em vista que esta será impedida através de ventilação e de supervisão.1).4.

regulados por número de rotações. Por este motivo.2. por causa do perigo de um engarrafamento de calor (comp. passíveis de se inflamar. (Mais detalhes: na diretiva ATEX 94/9/CE.3.2.3) Temperatura Ambiente Caracteri‐ zação adicional A temperatura ambiente permitida encontra-se fora do molde habitual (comp. Aparelhos de comando de outros fabricantes não estão licenciados. Perigo de explosão devido a aumento não permitido da temperatura! PERIGO Conector ⇒ Avaliação dos sensores de temperatura deve ocorrer pelos acionamentos da IndraDrive da Rexroth. EN 61241-0. O assento firme das co‐ nexões de condutor neutro de proteção tem que ser examinado antes da colocação em funcionamento (comp. Perigo de explosão devido a formação de centelhas! ⇒ Separar ou unir uniões de encaixe sob tensão! PERIGO Ligação à terra ⇒ Antes do acionamento de uniões de encaixe desconectar primeiro a tensão e assegurar contra re-ligação! Os sistemas de acionamentos. 9. separado. 1. fora.2. 2.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 23/181 Proteção contra explosão nos motores MSK As sedimentações de poeiras tem que ser impedidas. Apêndice II. Por isso.2. no caso de 40°C de temperatura ambiente corresponde ● ● dentro do motor: 155°C. precisam se situar vastamente acima da temperatura máxima de motor (155 °C).4 e Cap.1. 2006). Temperaturas As temperaturas de inflamação dos gases inflamáveis.3.2. os motores tem que ser colocados à terra através do cabo de motor e através de um con‐ dutor de colocação à terra adicional. Cap. . tem que ser mantidas as exigências da norma EN 50281-1-2.2.4. 13. é indicada uma área de temperatura ambiental permitida nas plaquetas de tipo (ver cap.cap.) A temperatura máxima de funcionamento. na carcaça de motor: 115 °C. com pelo menos de uma ligação à terra de uma seção transversal de 4 mm2. (Diretiva ATEX 94/9/CE. Devido à separação ou união dos conectores do motor sob carga podem surgir faíscas. Apêndice II. O setor de máquina ou de conjunto de equipamentos tem que ser caracterizado pelousuário. por causa da refrigera‐ ção do motor sobre a carcaça de motor. cap. 11. A espessura da camada da sedimentação de poeiras tem que ser limitada. As temperaturas de ignição das poeiras precisam ultrapassar visivelmente a temperatura máxima de motor. contém correntes de derivação inevitáveis sobre a terra.2 "Plaqueta de Tipo" na página 160).6 "Conectar Condutor de Proteção Adicional" na página 136).1999.3. 2.2 "Limpeza" na página 168). as temperaturas de ig‐ nição das poeiras explosivas ou a temperatura de inflamação das misturas de poeiras e de ar. Se não puderem ser evitadas as sedimentações de poeiras. 2. quando a temperatura encontrar-se fora do molde habitual. Condições de conexão Os motores só podem ser operados com os acionamentos IndraDrive da Rex‐ roth. Cap.

1. através da comutação de liberação de tensão dos condutores e motores. não estiverem conectados ou forem interrompidos devido à corrosão e outros erros no decorrer da duração existencial.10 % no motor. Comando Freio O dispositivo para o ato de comando do freio precisa assegurar esta função no funcionamento normal. Neste caso só incidem temperaturas reduzidas de T < 100 °C.3 e 1. lubrificantes. só pode ser utili‐ zado no estado de paralização e para o teste de freio. O freio de parada serve para manter o eixo parado quando a máquina estiver com a alimentação desligada.3. deve-se respeitar: ● ● Funcionamento somente dentro das condições de meio ambiente espe‐ cificadas. (Diretiva ATEX 94/9/CE. que se en‐ contram na área “Ex”. Isto tem que ser impedido mediante as medidas a serem adotadas. precisa estar adjacente com uma tolerância de 24 Volt +/. cap. (Diretiva ATEX 94/9/CE.4) Perigos de corrosão A corrosão através de substâncias agressivas (como por exemplo determina‐ dos agentes de resfriamento. separado. Outras influências do meio ambien‐ te 4. devido o fato de que não incide nenhum esmerilhamento crítico das lonas de freio. Não ultrapassar as submissões máximas à carga de vibrações e de gol‐ pes. não são produzidas quaisquer centelhas.2 "Descarga de capacitadores" na página 174).2) Para isto. As energias acumuladas no circuito intermediário ao se acionar o dispositivo de desligamento de emergência precisam ser desmontadas tão rapidamente quanto possível.24/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Proteção contra explosão nos motores MSK Efetuar regularmente uma verificação das conexões de condutor de condutor neutro no plano de manutenção da máquina. seja re‐ duzido o risco de uma atuação na área de perigo. Cap. Especialmente. no caso das mais desfavoráveis con‐ dições de instalação dos condutores de alimentação do freio e no estado mais desfavorável da submissão à carga de abastecimento. existem a título de exemplo. para que no caso de erro. Se. 1. ou precisam ser isoladas. Cap. a corrente de derivação flui como corrente de fuga de escape através de peças / partes passíveis de condutibilidade. no funcionamento normal.4. supramencio‐ nadas.3 Freios de parada O freio que se encontra no motor. 15. Na medida em que a conexão do condutor neutro de proteção no cabo de motor e o segundo condutor neutro de proteção. Apêndice II. sendo que nisso. Com relação aos perigos através de influências de distúrbios.3. as seguintes possibilidades ao se acio‐ nar o desligamento de emergência: ● Desmontagem das energias através de um curto-circuito de circuito in‐ termediário (comp.2. exteriores. Isolação das energias antes da passagem para a área "Ex“. Apêndice II. óleos de corte ou névoa de sal) tem que ser impedida na carcaça de motor. 1. na carcaça de motor.6. Desligamento de emergência ● Ventilador O funcionamento dos motores na versão ATEX é permitido apenas sem ven‐ tilador. devido a um erro no . integrado ao aciona‐ mento.

Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 25/181 Proteção contra explosão nos motores MSK funcionamento. Atentar em caso de uso de freios de parada para as informações adicionais constantes no cap. tem que ser feita uma verificação de aceitação com protocolo de aceitação. no caso de um erro no conjunto de equipa‐ mentos. 10. . Prüfung und Kennzeichnung von elektrischen Betriebsmitteln der Zündschutzart "n" Elektrische Betriebsmittel zur Verwendung in Bereichen mit brennbarem Staub . tem que ser procedida novamente a verificação de unidade do motor de acordo com a norma EN 60079-15. na medida em que por ocasião do conserto ou desmon‐ tagem.7 Riscos residuais Os riscos residuais devem ser considerados pelo usuário na concepção do conjunto de equipamentos. este erro precisa ser reconhe‐ cido e a seguir precisa ser imediatamente eliminado. O reconhecimento do erro pode.Teil 0: Allgemeine Anforderungen Electric Motors Motors and Generators 2005 EN 60241-0 UL 1004 C22. 100-95 2006 2001-02 2001-04 Fig. tenham sido alteradas as propriedades características de proteção “Ex” (seção 26 em EN 60079-0). incidir uma variação de tensão. nos quais as indicações instrutivas e condições de aplicação.11 "Freios de Parada " na página 152 . a título de exemplo.6 Norma EN 60079-0 Índice das Normas Aplicadas Título Edição Elektrische Betriebsmittel für gasexplosionsgefährdete Bereiche .4-5: normas aplicadas 4. Caso de distúrbio Só num caso de distúrbio. Nisso podem incidir cen‐ telhas no freio e temperaturas elevadas dentro do motor. 4. Depois do conserto e desmontagem. isto é. aqui menciona‐ das.Teil 15: Konstruktion.Teil 0: All‐ 2006 gemeine Anforderungen Electrical apparatus for explosive gas atmospheres Parte 0: General requi‐ rements EN 60079-15 Elektrische Betriebsmittel für gasexplosionsgefährdete Bereiche . o freio pode ser acionado com rotação do motor. ocorrer através de um dispositivo de supervisão sobre tensão inferiorizada. 4. sejam confirmadas.5 Verificação de aceitação Antes da primeira colocação em funcionamento do conjunto de equipamento. por ocasião da conservação de peças de motor. Retire os dados técnicos e disponibilidade de freios de parada dos capítulos “Dados Técnicos" e “codificação de tipo”. Depois da incidência do erro.2 No. relevantes no tocante à segurança. para impedir por exemplo uma diminuição perigosa de eixos verticais. o mesmo precisa ser imediatamente eliminado pelo usuário.

as matérias explosivas penetram no motor. ● ● . ● Sobrecarga No caso de funcionamento com sobrecarga do motor. as matérias explosivas penetram no motor. Freio Ao se utilizar um freio. isolante de calor. 10. O motor é sobrecarregado de tal forma. se forma sobre o motor uma camada espessa de poeira. com a conseqüência de perigos de explosão: ● ● ● Nas cercanias ambientais incide atmosfera explosiva. O motor está sendo sobrecarregado no eixo ou não está sendo suficien‐ temente resfriado. atmosfera explosiva ou ma‐ teriais explosivos ● ● incidam freqüentemente ou por um período de tempo mais prolongado ou através de freqüentes defeitos de equipamentos ou de estados de erro habitualmente a serem esperados (diretiva da EU ATEX 94/9/CE (Apêndice I). por exemplo por causa de vedações envelhecidas. a supervisão de temperatura tem falha de exclusão no acionamento. que se torna excessivamente aquecido para temperaturas acima da temperatura admissível. de forma que incidem tempera‐ turas mais altas junto à carcaça e na carcaça de motor. com a conseqüência de exposição aos perigos de explosão: ● ● ● Nas cercanias ambientais incide atmosfera explosiva. cap. No decorrer de um tempo de eficácia de atuação. por exemplo por causa de vedações envelhecidas. de forma que incidem tempe‐ raturas mais altas do que as admissíveis no compartimento interno do motor. Se faz funcionar de forma incorreta o freio. Através da funcionalidade de "Software“. também em conseqüên‐ cia de erros na equipagem mecânica ou elétrica da máquina. sob os seguintes estados de erro. sob as seguintes condições. 2004). em con‐ sequência da camada de poeira. abastada. de acordo com as indicações contidas no manual de projeto. ● Atmosfera de Poeira No caso de funcionamento em atmosfera de poeira: ● No decorrer de um tempo de eficácia de atuação. a função deve ser verificada para reconhecer antecipadamen‐ te falhas que surgem (comp. O freio é ativado por um canal através de uma funcionalidade de Software.11 "Freios de Parada " na página 152). nas quais. que não garante mais um suficiente resfriamento do motor. podem incidir altas temperaturas. A camada de poeira dispõe de uma insuficiente capacidade de conduti‐ bilidade de calor.26/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Proteção contra explosão nos motores MSK Perigo de explosão! ATENÇÃO Em vista dos aqui mencionados riscos residuais estes motores não estão li‐ cenciados para cercanias ambientais. podem incidir cente‐ lhas e altas temperaturas. No decorrer de um tempo de eficácia de atuação. (Devido a um teste de travagem ciclico num intervalo determinado pelo fabricante. EN 60079-0.

O tempo de eficácia de atuação e de penetração de matérias explosivas de‐ pende da aplicação. Uma falha de exclusão da supervisão de temperatura de um canal no sistema de acionamento. separado. e pode não ser reconhecida. do motor. de forma que incidem temperaturas mais altas junto à carcaça e na carcaça de motor. da mon‐ tagem adicional. com o perigo da formação de centelhas nas po‐ sições de passagem e com a incidência de matérias explosivas. Na medida em que a conexão do condutor neutro de proteção no cabo de motor e o segundo cabo neutro de proteção. com a con‐ seqüência do perigo de explosão. a corrente de deriva‐ ção flui como corrente de fuga de escape através de peças / partes da carcaça. habituais. Envelhecimento do Material Supervisão da temperatura . mecânica. das propriedades características das substâncias explosivas da temperatura média incidente ao longo do tempo de funcionamento. quando o motor for processado dentro da gama de temperaturas e ciclo de carga. em conseqüência de um erro. Ele depende do envelhecimento das vedações. não estiver conectado conforme prescrito. Ligação à Terra e Correntes de De‐ rivação Sistemas de acionamentos alterável por número de rotações causam correntes de derivação inevitáveis. ou devido à corrosão e outros erros no decorrer da durabilidade existencial for interrompido. passíveis de condutibilidade. pode incidir durante a vida útil.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 27/181 Proteção contra explosão nos motores MSK ● A supervisão de um canal de temperatura tem falha de exclusão no acio‐ namento. em conseqüência dos ciclos de carga.

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto .

Relação do torque originado para a corrente de fase do motor. Indutividade. Resistência do enrolamento. passível de ser entregue no eixo do motor com rotação n ≥ 0. 400 ms (o valor garantido pode se situar até 20% mais alto). máxima. admissível temporária do mo‐ tor. Corrente de fase do motor. entre duas fases em (mH). passível de ser alcançado.1 5. Unidade (Nm/A).1 Hz.1 Hz. Apenas os torque máximos mencionados nas listas de seleção são vinculados. Valor efetivo da tensão induzida do motor.1. Torque máximo Imax. i = 2x IdN . dos pares de polos Momento de inércia do rotor. utilizado. Válido até aprox.1 Designação Dados Técnicos MSK (ATEX) Definição das Características Características na Folha de Dados Folha de dados . medida.Motor Símbolo Unida‐ de Descrição Número de arquivo UL M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Nm A Nm A Torque de operação contínua. em temperatura de 20°C e 1000 rotações por minuto. Capacidade de dissipação Quant.1 Hz. Corrente de fase do motor necessária para o torque de rotor blo‐ queado do motor MdNr em número de rotações n ≥ 0. O torque máximo. sem a opção de freio de detenção.1 Hz. depende do acionamento. entre dois extremos de en‐ rolamento. passível de ser entregue em corrente máxima para aprox. medida. Torque de operação contínua. sem atuação prejudical sobre o circuito magnético permanente do motor. Unidade (kgm²). UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Mmax Nm Corrente máxima Imax(eff) A Constante de torque com 20 °C1) KM_N Nm/A Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quantidade dos pares de polos Momento de inércia de rotor KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 .Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 29/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) 5 5. passível de ser entregue no eixo do motor com rotação n ≥ 0. Corrente de fase do motor necessária para o torque de rotor blo‐ queado do motor M0_100r em número de rotações n ≥ 0. com temperatura do motor de 20°C. em Ohm (Ω).

Constante de tempo térmica Tth min. ① : Transcorrer em matéria de tempo da temperatura de carcaça de motor Θmax : temperatura máxima (carcaça de motor) Tth : Constante de tempo.Dados técnicos (Standard) 5.5-1: Tolerância de fabricação ±5% (. Valor da emissão sonora Massa do motor Temperatura ambiente em funcionamento Tipo de Proteção Categoria de isolamento Rotação máxima nmax min-1 Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Freio de parada (opcional) Torque de retenção Tensão medida (+/. freio de parada 2 .. Fatores limitadores podem ser condicionados mecânicamente (forças centrífugas. submissão à exigência de mancais) ou eletricamente (tensão de circuito intermediário). ordenado (freio de pa‐ rada 1.30/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de Designação Símbolo Descrição Tempo de duração da ascenção da temperatura para 63% da tem‐ peratura final da carcaça do motor. .) valores para motores com freio de parada..10%) Corrente medida Tempo de interligamente Tempo de separação Momento de inércia freio LP m Tum dB(A) kg °C - M4 UN IN t1 t2 JBr 1) 2) 3) Nm V A ms ms kgm2 Torque de retenção transferível Tensão de entrada do freio de parada Consumo de corrente do freio de parada Retardo de resposta na interligação Tempo de separação Momento de inércia do freio de parada. térmica Nº de rotações. com torque de operação contínua. admissível de S1.. máximo admissível do motor.2 Valores 60K e 100K As curvas características Torque . em submissão à carga do motor..) MSK . A constante de tempo térmica é determinada através do tipo de res‐ friamento utilizado. Fig.rotação e os dados técnicos são mencio‐ nados para dois diferentes modelos e temperatura.1.

são estipulados sob as seguintes condições: ● ● ● ● ● Temperatura ambiente de aprox. ou C×L×A 120×40×100) Hub de temperatura permitida no enrolamento ΔT = 100K No caso de motores com a opção de freio de detenção. atra‐ vés de uma elevada expansão de comprimento no funcionamento 100K. 40 °C Estruturação isolada Hub de temperatura permitida na carcaça ΔT = 60K No caso de motores com a opção de freio de detenção. Motores com anel de vedação radial Estruturação e Medição da 100K Curva Característica Os dados do motor e as curvas características. se trabalhe com dados de 60K. Estruturação e Medição da 60K Curva Característica Os dados do motor e as curvas características. no caso de motores IndraDyn S. Recomenda-se. . 5. leve em conta as temperaturas mencionadas ! Os respectivos dados estão caracterizados com 100K ou 60K. no caso de motores IndraDyn S. são sempre men‐ cionados os dados para motores com freio de parada.1. são sempre men‐ cionados os dados para motores com freio de parada.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 31/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) ● ● 60K Hub de temperatura na carcaça e 100K Hub de temperatura no enrolamento Ao selecionar os dados técnicos. As curvas característica mencionadas correspondem aos tipos de funcionamento S1 ou S3. que por ocasião do projeto de conjuntos de equipamentos. 40 °C Estruturação não isolado (montagem adicional no flange de aço C×L×A 450×30×350. Motores com anel de vedação radial A precisão da máquina pode ser influenciada negativamente. são estipulados sob as seguintes condições: ● ● ● ● ● Temperatura ambiente de aprox.3 Tipos de funcionamento Os motores IndraDyn S da Rexroth são documentados de acordo com os cri‐ térios de verificação e processos de medição da norma EN60034-1.

1. O tempo de duração para ligação é calculado de: ED ΔtP Fig.32/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) P PV Θ Θmax t TC ΔtP ΔtV Fig. de acordo com a norma EN 60034-1 :1998 5.5-3: tempo de duração para ligação relativo em % Tempo de funcionamento com submissão constante à carga Tempo duração para ligação.5-2: Carga perdas elétricas Temperatura temperatura máxima (carcaça de motor) Tempo Tempo de duração de ciclo Tempo de funcionamento com submissão constante à carga Tempo de giro em vazioTempo de giro em vazio Tipos de funcionamento.4 Ciclo de Operação O tipo de funcionamento S3 é complementado através da menção do tempo de duração para ligação ED %. relativo Os valores mencionados na documentação estão estipulados com base nos seguintes valores: Tempo de duração de ciclo: 10 min Tempo de duração para ligação ED: 25 % .

de ciclo 10 min. alimentação irregulada 3 × AC 480 V ③ Mmax IndraDrive. natural S1 (surface) Curva característica de operação contínua S1 do motor (de acordo com a norma EN 60034-1. 1998) e tempo de duração máx. utilizada.5-4: Curva característica do motor (exemplo) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido). conv. é determinado através da tensão de circuito intermediário. Para os aparelhos de acionamento. 1998).2 Designação MSK030B Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK030B-0900-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) Nm A 0. ① Mmax IndraDrive.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 33/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) 5.5 Última alteração: 2008-01-29 UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K .1.4 1. alimentação regulada 3 × AC 400 V ② Mmax IndraDrive. a curva característica de limite de tensão limita o momento má‐ ximo momento disponível. conv. em conjunção com a fonte de alimentação que é utilizado. natural S1 (100K) Curva característica de operação contínua S1 do motor (de acordo com a norma EN 60034-1. alimentação irregulada 3 × AC 440 V ④ Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3 × AC 400 V Fig. 1998). Surface cooling. resultam curvas de característica separadas. ①-④ Curvas característica de limite de tensão. 5. S3 (25 % ED) Curva característica de trabalho intermitente com 25 % ED do motor (de acordo com a norma EN 60034-1. individuais. As curvas características indica‐ das S1surface. S1líquido servem apenas para efeitos de comparação. A partir de uma rotação de quebra. e a tensão de conexão de rede.5 Exemplo de uma Curva Característica do Motor S1 (60K) Curva característica de operação contínua S1 do motor (de acordo com a norma EN 60034-1. máximo. 1998). O nº de rotações de motor.

0 24 0. térmica Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth nmax LP m Tum ----- MSK030B-0900-NN 0....3 (1.40 3 Última alteração: 2002-02-28 .7 1.34/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.29 17. min-1 dB[A] kg °C - Designação Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant. ordenado (freio de pa‐ rada 1. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.7 3 0.00001 19.) Dados técnicos Unida‐ de Nm V A ms Freio de parada 1 1.0 9000 <75 1. freio de parada 2 ..4 1.100 0. 40 IP65 155 Última alteração: 2008-01-29 1) 2) 3) Fig..8 6..) valores para motores com freio de parada.8 0.9 7.20 8.5-5: Designação Torque de retenção Tensão medida Corrente medida Tempo de interligamento Símbolo M4 UN IN t1 Tolerância de fabricação ±5% (.6) 0 .

5-6: Curvas Características do Motor Freios de parada MSK030 . alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 35/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de ms kg*m2 Designação Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Símbolo t2 Jrot Freio de parada 1 4 0.8 0.7 4.58 35.0 6.3 Designação MSK030C Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK030C-0900-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 0.6 Última alteração: 2008-01-29 UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) .8 1.Dados técnicos (opcional) ① ② ③ ④ Fig.5 0.5-7: Mmax IndraDrive.000007 Última alteração: 2002-02-28 Fig. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK030B-0900 5.9 1. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.

) Dados técnicos Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 Freio de parada 1 1.80 14.36/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de Ohm mH nF kg*m2 min.00003 15. térmica Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo R12 L12 Cab p Jrot Tth nmax LP m Tum ----- MSK030C-0900-NN 9.3 3 0.0 9000 <75 1.0 24 0.Dados técnicos (opcional) .40 3 4 0. freio de parada 2 .000007 Última alteração: 2002-02-28 Fig.5-9: Freios de parada MSK030 .9 (2. ordenado (freio de pa‐ rada 1.. min-1 dB[A] kg °C - Designação Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant...) valores para motores com freio de parada... 40 IP65 155 Última alteração: 2008-01-29 1) 2) 3) Fig.100 1.5-8: Designação Torque de retenção Tensão medida Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot Tolerância de fabricação ±5% (.. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.1) 0 .

7 5.0 1.40 35.5-10: Mmax IndraDrive.700 1.3 4 0. dos pares de polos Momento de inércia de rotor .0 MSK040B-0600-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.5 1.5 1.4 Designação MSK040B Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK040B-0450-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 6.26 77.400 1. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.70 64.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 37/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) Curvas Características do Motor ① ② ③ ④ Fig.00010 Última alteração: 2008-04-30 1.2 1.0 0.92 58.9 2. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.1 8. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK030C-0900 5.5 8.7 2. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.8 14.

. freio de parada 2 . 40 IP65 155 Última alteração: 2008-04-30 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (.Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 Freio de parada 1 4.0 24 0.38/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min.1) 0 ..8 (3.000023 Última alteração: 2006-07-21 Fig.5-12: Freios de parada MSK040 .) Designação constante de tempo... térmica Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo Tth nmax LP m Tum ----- MSK040B-0450-NN 13. ordenado (freio de pa‐ rada 1.50 25 35 0.0 MSK040B-0600-NN 7500 Fig.5-11: Designação Torque de retenção Tensão medida Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot MSK .) valores para motores com freio de parada...Dados técnicos (opcional) . min-1 dB[A] kg °C 6000 <75 2.

5-13: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 39/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) Curvas Características do Motor ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas caracterísitcas do motor MSK040B-0600 . alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características dop motor MSK040B-0450 ① ② ③ ④ Fig.5-14: Mmax IndraDrive.

40/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) 5.7 7.90 21.Dados técnicos (Standard) .4 0. ordenado (freio de pa‐ rada 1. min-1 dB[A] kg °C 6000 <75 3.6 (3.1 12.1 8..9) 0 ..6 1.) valores para motores com freio de parada.95 58.40 37..25 76.5-15: MSK ..1 4.7 3. freio de parada 2 .) 9..4 3.900 2. térmica Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Fig. 40 IP65 155 Última alteração: 2008-03-06 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (.2 3.5 Designação MSK040C Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK040C-0450-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth nmax LP m Tum ----Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.0 4 0.7 2.00014 16.1 MSK040B-0600-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.300 2.0 7500 3.

Dados técnicos (opcional) ① ② ③ ④ Fig.000023 Última alteração: 2006-07-21 Fig.5-16: Curvas Características do Motor Freios de parada MSK040 . alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.0 24 0. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 41/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) Designação Torque de retenção Tensão medida Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 Freio de parada 1 4.5-17: Mmax IndraDrive.50 25 35 0. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK040C-0450 .

2 3.5-18: Mmax IndraDrive.10 76.2 1.0 3.8 3. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.4 3.1 4.1 2.2 1.42/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig. térmica .8 3. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas caracterísitcas do motor MSK040C-0600 5. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.80 111.6 Designação MSK050B Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK050B-0300-NN MSK050B-0450-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.00028 8.30 19.90 55.400 2.0 11.7 MSK050B-0600-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.5 5. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.4 4 0.20 73.70 33.2 9.900 2.0 Última alteração: 2008-10-13 14.0 2. 7.8 0.600 1.0 13.0 1.

0 24 0.Dados técnicos (opcional) .65 13 43 0..9) 0 .Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 43/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min-1 dB[A] kg °C - Designação Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo nmax LP m Tum ----- MSK050B-0300-NN 4300 MSK050B-0450-NN MSK050B-0600-NN 6000 <75 4. 40 IP65 155 Última alteração: 2008-10-13 1) 2) 3) Fig. ordenado (freio de pa‐ rada 1. freio de parada 2 ..0 (4..000107 Última alteração: 2004-04-08 Fig..5-19: Designação Torque de retenção Tensão medida Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot Tolerância de fabricação ±5% (..) valores para motores com freio de parada..5-20: Freios de parada MSK050 .) Dados técnicos Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 Freio de parada 1 5.

alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK050B-0300 ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK050B-0450 . alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.5-21: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.5-22: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.44/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) Curvas Características do Motor ① ② ③ ④ Fig.

2 MSK050C-0600-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.5-23: Mmax IndraDrive.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 45/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.0 1.70 11. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.1 5. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas caracterísitcas do motor MSK050B-0600 5.7 5.000 2.4 1.4 3.0 18. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.8 6.77 109.6 3.60 46.7 Designação MSK050C Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK050C-0300-NN MSK050C-0450-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.5 5.100 2. 12.0 Última alteração: 2008-02-11 24.4 4 0.0 6.16 71.8 0. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. térmica .6 6.0 4.200 2.20 20.8 1.89 55.00033 14.2 15.5 3.

3) 0 .46/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min-1 dB[A] kg °C - Designação Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo nmax LP m Tum ----- MSK050C-0300-NN 4700 MSK050C-0450-NN MSK050C-0600-NN 6000 <75 5. ordenado (freio de pa‐ rada 1. 40 IP65 155 Última alteração: 2008-02-11 1) 2) 3) Fig.5-24: Designação Torque de retenção Tensão medida Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot Tolerância de fabricação ±5% (..4 (6.5-25: Freios de parada MSK050 ...65 13 43 0. freio de parada 2 .0 24 0.Dados técnicos (opcional) ...) valores para motores com freio de parada.000107 Última alteração: 2004-04-08 Fig.) Dados técnicos Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 Freio de parada 1 5..

alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.5-26: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 47/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) Curvas Características do Motor ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.5-27: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK050C-0450 . alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK050C-0300 ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.

4 0.2 1.3 15.1 MSK060B-0600-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.5-28: Mmax IndraDrive.0 1.48/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.000 2. 12.5 6.30 73.1 4 0.0 Última alteração: 2008-02-11 3. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.85 18.85 113. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.0 24.90 55.8 Designação MSK060B Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK060B-0300-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas caracterísitcas do motor MSK050C-0600 5.5 7. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.0 6. térmica .0 5.000 3.7 5.00048 16.

S1líquido servem apenas para efeitos de comparação. . 40 IP65 155 MSK060B-0600-NN 6000 Última alteração: 2008-02-11 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (.000059 Última alteração: 2006-01-09 Fig. ordenado (freio de pa‐ rada 1.) valores para motores com freio de parada.5-29: Designação Torque de retenção Tensão medida Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot MSK .4) 0 ..Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 Freio de parada 1 10..Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 49/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min-1 dB[A] kg °C - Designação Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo nmax LP m Tum ----- MSK060B-0300-NN 4800 <75 5..75 25 40 0.0 24 0. freio de parada 2 ...Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido). As curvas características indica‐ das S1surface..5-30: Curvas Características do Motor Freios de parada MSK060 .7 (6.) Fig.

50/181

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls

Rexroth IndraDyn S | Projeto

Dados Técnicos MSK (ATEX)

① ② ③ ④

Fig.5-31:

Mmax IndraDrive, alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive, alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive, alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive, alimentação irregulada 3x AC 400V

Curvas características do motor MSK060B-0300

① ② ③ ④

Fig.5-32:

Mmax IndraDrive, alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive, alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive, alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive, alimentação irregulada 3x AC 400V

Curvas caracterísitcas do motor MSK060B-0600

Projeto | Rexroth IndraDyn S

Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls

51/181

Dados Técnicos MSK (ATEX)

5.9
Designação

MSK060C Dados Técnicos
Símbolo Unida‐ de MSK060C-0300-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth nmax LP m Tum ----Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min. min-1 dB[A] kg °C 4900 <75 8,4 (9,2) 0 ... 40 IP65 155 Última alteração: 2008-02-11 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (...) valores para motores com freio de parada, ordenado (freio de pa‐ rada 1, freio de parada 2 ...) 19,2 1,85 114,0 3,10 35,900 2,1 4 0,00080 14,0 6000 5,3 24,0 38,0 0,93 57,0 0,80 8,600 2,2 4,8 8,8 10,5 8,0 9,5 MSK060C-0600-NN

UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo, térmica Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1

Fig.5-33:

MSK - Dados técnicos (Standard)

52/181

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls

Rexroth IndraDyn S | Projeto

Dados Técnicos MSK (ATEX)

Designação Torque de retenção Tensão medida Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada

Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot

Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2

Freio de parada 1 10,0 24 0,75 25 40 0,000059 Última alteração: 2006-01-09

Fig.5-34:
Curvas Características do Motor

Freios de parada MSK060 - Dados técnicos (opcional)

Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido). As curvas características indica‐ das S1surface, S1líquido servem apenas para efeitos de comparação.

① ② ③ ④

Fig.5-35:

Mmax IndraDrive, alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive, alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive, alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive, alimentação irregulada 3x AC 400V

Curvas características do motor MSK060C-0300

2 8.4 2.500 2.14 70.5 1. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas caracterísitcas do motor MSK060C-0600 5.5-36: Mmax IndraDrive.80 174.7 MSK061C-0600-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.0 4.0 19.7 7.00075 15.55 6. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.8 32. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.10 36.50 21.400 2.7 1.0 14.0 4.3 9.9 8.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 53/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.0 Última alteração: 2008-05-29 34.7 3.04 125.1 8.7 4.700 2.6 3. 18.4 4 0. térmica . dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.10 Designação MSK061C Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK061C-0200-NN MSK061C-0300-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.4 2.

. freio de parada 2 .) Fig.. 40 IP65 155 MSK061C-0600-NN 6000 Última alteração: 2008-05-29 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (. S1líquido servem apenas para efeitos de comparação..) valores para motores com freio de parada..3 (8.Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 Freio de parada 1 10. ordenado (freio de pa‐ rada 1. As curvas características indica‐ das S1surface.8) 0 .0 24 0.5-37: Designação Torque de retenção Tensão medida Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot MSK .75 25 40 0...5-38: Curvas Características do Motor Freios de parada MSK061 . .54/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min-1 dB[A] kg °C - Designação Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo nmax LP m Tum ----- MSK061C-0200-NN 3100 MSK061C-0300-NN 4200 <75 8.000059 Última alteração: 2006-01-09 Fig.Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido).

alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK061C-0300 . alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK061C-0200 ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.5-40: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 55/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.5-39: Mmax IndraDrive.

8 1.0 Última alteração: 2008-01-29 36.0 16.4 3.2 33.900 3.16 71.3 0.300 4. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK061C-0600 5.8 4.0 1.2 4.1 13.74 107.000 3.7 12. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.11 Designação MSK070C Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK070C-0150-NN MSK070C-0300-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.0 8.2 14.70 34. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.6 4.9 1.5-41: Mmax IndraDrive.47 213.0 32.5 9.3 MSK070C-0450-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.0 6 0. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.1 13.13 8.00291 31. 22. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. térmica .55 4.56/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.

0 24 0.) valores para motores com freio de parada.5-42: Designação Torque de retenção Tensão medida Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot MSK . 40 IP65 155 MSK070C-0450-NN 6000 Última alteração: 2008-01-29 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (.79 130 180 0.000300 Última alteração: 2004-08-27 Fig.Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido)...7 (13.) Fig. ordenado (freio de pa‐ rada 1.5-43: Curvas Características do Motor Freios de parada MSK070 .2) 0 .. ... As curvas características indica‐ das S1surface.. freio de parada 2 . S1líquido servem apenas para efeitos de comparação.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 57/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min-1 dB[A] kg °C - Designação Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo nmax LP m Tum ----- MSK070C-0150-NN 2500 MSK070C-0300-NN 5500 <75 11.Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 Freio de parada 1 23.

alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK070B-0300 . alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK070C-0150 ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.5-44: Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.58/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.5-45: Mmax IndraDrive.

16 71.8 3.0 12.1 0. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK070C-0450 5.75 107.5 33.1 6.37 3.6 MSK070D-0450-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.6 52.900 5. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.000 4. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.0 16.000 22.0 1.75 6.10 210.0 3.5 49.5-46: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.20 25.0 20.3 0. térmica . dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo. 24.2 17.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 59/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.8 1.12 Designação MSK070D Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK070D-0150-NN MSK070D-0300-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.00375 23.0 6 0.5 11.0 Última alteração: 2008-01-29 7.

0 (15..79 130 180 0.) valores para motores com freio de parada. S1líquido servem apenas para efeitos de comparação.0 24 0.000300 Última alteração: 2004-08-27 Fig..Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido)...5-47: Designação Torque de retenção Tensão medida Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot MSK ...60/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min-1 dB[A] kg °C - Designação Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo nmax LP m Tum ----- MSK070D-0150-NN 2700 MSK070D-0300-NN 4900 <75 14. 40 IP65 155 MSK070D-0450-NN 6000 Última alteração: 2008-01-29 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (.) Fig.6) 0 .Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 Freio de parada 1 23. freio de parada 2 . . As curvas características indica‐ das S1surface. ordenado (freio de pa‐ rada 1.5-48: Curvas Características do Motor Freios de parada MSK070 .

alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK070D-0300 . alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.5-50: Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK070D-0150 ① ② ③ ④ Fig.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 61/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.5-49: Mmax IndraDrive.

6 0.6 3.00458 32.4 25.500 6. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK070D-0450 5.0 25.3 MSK070E-0450-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.5-51: Mmax IndraDrive.700 6.0 Última alteração: 2008-03-18 21.0 57.3 6. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.0 49. 7. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.0 70.7 65.900 3.4 3.0 16.10 24. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.31 80. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.5 6 0.94 242.36 2.13 Designação MSK070E Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK070E-0150-NN MSK070E-0300-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.64 101.0 15.62/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.0 0. térmica .3 1.4 23.53 3.9 1.7 19.0 60.

79 130 180 0..000300 Última alteração: 2004-08-27 Fig.) valores para motores com freio de parada.8) 0 ..5-52: Designação Torque de retenção Tensão medida Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot MSK .2 (17.Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido)..0 24 0.5-53: Curvas Características do Motor Freios de parada MSK070 .. S1líquido servem apenas para efeitos de comparação..) Fig. . ordenado (freio de pa‐ rada 1. 40 IP65 155 MSK070E-0450-NN 6000 Última alteração: 2008-03-18 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 63/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min-1 dB[A] kg °C - Designação Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo nmax LP m Tum ----- MSK070E-0150-NN 2200 MSK070E-0300-NN 5300 <75 16.. freio de parada 2 .Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 Freio de parada 1 23. As curvas características indica‐ das S1surface.

5-54: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK070E-0150 ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.5-55: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK070E-0300 . alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.64/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.

68 10. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.14 Designação MSK071C Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK071C-0200-NN MSK071C-0300-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.700 4.10 19.9 MSK071C-0450-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.00173 15. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.50 155. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.49 91.10 6.2 12. 23.500 4.4 8.5 3.80 110.6 4 0.9 1.0 7.0 32.4 2.5 1.0 Última alteração: 2008-09-05 6.0 8. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK070E-0450 5. térmica .900 40.1 5.5 44.3 14.1 1.2 10.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 65/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.3 1. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.5-56: Mmax IndraDrive.

Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido)...0 24 0. .79 130 180 Freio de parada 1 23.94 35 125 0. 40 IP65 155 MSK071C-0450-NN 5800 Última alteração: 2008-09-05 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (.8) 0 . As curvas características indica‐ das S1surface. ordenado (freio de pa‐ rada 1.9 (15.000300 Fig.Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 0.) valores para motores com freio de parada.5-58: Freios de parada MSK071 .) Fig.5-57: Designação Torque de retenção Tensão medida ±10% Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Curvas Características do Motor Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot MSK .66/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min-1 dB[A] kg °C - Designação Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo nmax LP m Tum ----- MSK071C-0200-NN 3500 MSK071C-0300-NN 5000 <75 13.. freio de parada 2 .. S1líquido servem apenas para efeitos de comparação.0 Freio de parada 2 30...

alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK071C-0300 .5-60: Mmax IndraDrive.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 67/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.5-59: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK071C-0200 ① ② ③ ④ Fig.

45 3.2 4 0.200 6.8 17.1 20.6 7.0 10.63 162.700 7.90 14.15 Designação MSK071D Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK071D-0200-NN MSK071D-0300-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.4 MSK071D-0450-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.0 40.3 17.68/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.7 66.0 1.25 77.1 0.0 Última alteração: 2008-01-29 69. térmica .00255 52.5-61: Mmax IndraDrive.6 15. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK071C-0450 5.5 2.26 10.8 2.3 1.5 9. 54. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.12 134.0 1.200 7.0 32. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.9 8. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.

40 IP65 155 MSK071D-0450-NN 6000 Última alteração: 2008-01-29 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (.000300 Fig. freio de parada 2 .0 (19. ordenado (freio de pa‐ rada 1.Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 0.94 35 125 0.) valores para motores com freio de parada..0 Freio de parada 2 30.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 69/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min-1 dB[A] kg °C - Designação Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo nmax LP m Tum ----- MSK071D-0200-NN 3200 MSK071D-0300-NN 3800 <75 18... S1líquido servem apenas para efeitos de comparação. As curvas características indica‐ das S1surface.5-63: Freios de parada MSK071 ..) Fig. .Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido).0 24 0.5-62: Designação Torque de retenção Tensão medida ±10% Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Curvas Características do Motor Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot MSK ...6) 0 .79 130 180 Freio de parada 1 23.

alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.70/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.5-65: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK071D-0200 ① ② ③ ④ Fig. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK071D-0300 . alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.5-64: Mmax IndraDrive.

alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.5 28.0 15.29 82.0 56. térmica .32 2.4 20. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.05 126.9 12.4 0.5-66: Mmax IndraDrive.3 2.5 2.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 71/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.1 1.0 45.7 0.2 84. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK071D-0450 5.51 154. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.3 4 0. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. 75.1 23.0 12.150 8.600 9.0 MSK071E-0450-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.79 5.5 24.900 9.8 Última alteração: 2008-06-13 90.16 Designação MSK071E Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK071E-0200-NN MSK071E-0300-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.16 9.00290 19.6 1.6 10.

As curvas características indica‐ das S1surface..5 (25.1) 0 ...72/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min-1 dB[A] kg °C - Designação Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo nmax LP m Tum ----- MSK071E-0200-NN 3400 MSK071E-0300-NN 4200 <75 23. 40 IP65 155 MSK071E-0450-NN 6000 Última alteração: 2008-06-13 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (.) Fig.Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido).5-68: Freios de parada MSK071 . S1líquido servem apenas para efeitos de comparação. freio de parada 2 .) valores para motores com freio de parada.0 24 0.94 35 125 0. .0 Freio de parada 2 30.Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 0.5-67: Designação Torque de retenção Tensão medida ±10% Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Curvas Características do Motor Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot MSK .79 130 180 Freio de parada 1 23.000300 Fig.. ordenado (freio de pa‐ rada 1...

alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.5-69: Mmax IndraDrive.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 73/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK071E-0300 .5-70: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK071E-0200 ① ② ③ ④ Fig. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.

0 Última alteração: 2008-01-29 8.17 Designação MSK076C Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK076C-0300-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.2 13. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK071E-0450 5. 32. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.2 MSK076C-0450-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.4 1.5 4 0. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.74/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.7 12.700 6.5 0.85 12. térmica . dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.14 70.5 13.0 1.5-71: Mmax IndraDrive.9 1.71 4.00430 25.1 43.84 113.0 7.5 54.600 6.0 12.

.) valores para motores com freio de parada.. S1líquido servem apenas para efeitos de comparação.71 13 30 0.) Fig.8 (14. 40 IP65 155 MSK076C-0450-NN 5000 Última alteração: 2008-01-29 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (.0 24 0.5-73: Freios de parada MSK076 .. .000360 Fig... ordenado (freio de pa‐ rada 1.5-72: Designação Torque de retenção Tensão medida ±10% Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Curvas Características do Motor Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot MSK .Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 75/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min-1 dB[A] kg °C - Designação Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo nmax LP m Tum ----- MSK076C-0300-NN 4700 < 75 13.Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 Freio de parada 1 11.9) 0 . As curvas características indica‐ das S1surface.Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido). freio de parada 2 ..

alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK076C-0300 ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK076C-0450 . alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.5-75: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.5-74: Mmax IndraDrive.76/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.

) Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.200 4.6 9.01100 39.0 10.) valores para motores com freio de parada.4) 0 . min-1 48..45 13.5 1.6 15..0 (25..5-76: Designação Torque de retenção Tensão medida ±10% Símbolo M4 UN MSK .8 4 0.Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V Freio de parada 1 32. 40 IP65 155 Última alteração: 2008-07-31 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 77/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) 5.10 11.4 1. térmica Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Fig.0 11.89 116.0 4400 41..0 45.4 1..18 Designação MSK100A Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK100A-0200-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth nmax LP m Tum ----kg °C 23.0 24 .70 104. ordenado (freio de pa‐ rada 1.2 17. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.900 4..4 54.0 5200 <75 10. freio de parada 2 .9 1.2 MSK100A-0300-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.

alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido). alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK100A-0200 .5-78: Mmax IndraDrive. ① ② ③ ④ Fig.5-77: Freios de parada MSK100 . alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. As curvas características indica‐ das S1surface. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. S1líquido servem apenas para efeitos de comparação.78/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de A ms ms kg*m2 Designação Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Curvas Características do Motor Símbolo IN t1 t2 Jrot Freio de parada 1 0.001242 Fig.93 15 115 0.

3 14.5 0.3 17. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.9 23. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.0 78.500 9.3 4 0. 66.7 MSK100B-0400-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.3 27.77 108.0 20.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 79/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.58 7.5 102.0 Última alteração: 2008-07-31 106.3 1.100 10.10 129.4 33.2 2.01920 40. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.7 28.7 1. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.5 0.19 Designação MSK100B Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK100B-0200-NN MSK100B-0300-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.30 80.0 17.43 5.23 3.0 0. térmica . alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK100A-0300 5.600 10.5-79: Mmax IndraDrive.

S1líquido servem apenas para efeitos de comparação. 40 IP65 155 Última alteração: 2008-07-31 1) 2) 3) Fig..Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 1.) MSK . As curvas características indica‐ das S1surface..93 15 115 0.5) (37.8) 0 .0 Freio de parada 1 32..0 24 0..80/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min-1 dB[A] kg °C - Designação Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo nmax LP m Tum ----- MSK100B-0200-NN 4100 MSK100B-0300-NN MSK100B-0400-NN 4500 <75 34.0 (36.001242 Fig.. ordenado (freio de pa‐ rada 1.Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido).. .29 53 97 0.003000 Freio de parada 2 70.) valores para motores com freio de parada. freio de parada 2 .5-81: Freios de parada MSK100 .5-80: Designação Torque de retenção Tensão medida ±10% Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Curvas Características do Motor Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot Tolerância de fabricação ±5% (.

alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK100B-0200 ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK100B-0300 . alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.5-83: Mmax IndraDrive.5-82: Mmax IndraDrive.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 81/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.

dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.0 97.8 4 0.0 21.3 148.94 119.46 6.7 43.6 MSK100C-0301-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.200 17. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.1 0. 79.02730 90.5 0.2 1.30 4.0 38.82/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.5 27.0 Última alteração: 2008-07-31 20. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.5-84: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK100B-0400 5.700 12. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.20 Designação MSK100C Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK100C-0200-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.7 2. térmica .37 145.

Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 83/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min-1 dB[A] kg °C - Designação Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo nmax LP m Tum ----- MSK100C-0200-NN 3500 <75 45.Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido).) valores para motores com freio de parada. 40 IP65 155 MSK100C-0301-NN 3750 Última alteração: 2008-07-31 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (.0 24 1.003000 Fig.) Fig.1 (48.. As curvas características indica‐ das S1surface.5-85: Designação Torque de retenção Tensão medida Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Curvas Características do Motor Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot MSK .29 53 97 0.5-86: Freios de parada . S1líquido servem apenas para efeitos de comparação.9) 0 . ..Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 Freio de parada 2 70.. ordenado (freio de pa‐ rada 1.. freio de parada 2 ...

alimentação irregulada 3x AC 400V Curva característica do motor MSK100C-0200 ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curva característica do motor MSK100C-0301 . alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.5-87: Mmax IndraDrive.5-88: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.84/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.

min-1 dB[A] kg °C 2000 <75 56.) valores para motores com freio de parada.97 14.0 24 .0 135.800 17.) 58.7 57..5 0. ordenado (freio de pa‐ rada 1.28 263.2 2. 40 IP65 155 Última alteração: 2008-07-31 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (.20 3.0 20..5 185.6 15.0 29.03500 90.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 85/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) 5.21 Designação MSK100D Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK100D-0200-NN MSK100D-0300-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth nmax LP m Tum ----Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.0 1.Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V Freio de parada 2 70..650 16.0 48.0 93. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.35 5.0 4 0...5-89: Designação Torque de retenção Tensão medida Símbolo M4 UN MSK .9 MSK100D-0350-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.0 0.0 3000 13.55 157.. térmica Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Fig.8) 0 .200 18.86 114.0 (59. freio de parada 2 .4 187.0 24.5 0.8 35.5 4.

5-90: Freios de parada . S1líquido servem apenas para efeitos de comparação.Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido).003000 Fig. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. As curvas características indica‐ das S1surface. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.5-91: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK100D-0200 . alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.86/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de A ms ms kg*m2 Designação Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Curvas Características do Motor Símbolo IN t1 t2 Jrot Freio de parada 2 1.29 53 97 0. ① ② ③ ④ Fig.

alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK100D-0300 ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.5-93: Mmax IndraDrive.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 87/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.5-92: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK100D-0350 . alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.

37 146.3 32.9 36.7 0.00650 38..2 4 0.0 84. 40 IP65 155 Última alteração: 2008-06-09 1) 2) 3) Tolerância de fabricação ±5% (. min-1 dB[A] kg °C 36. ordenado (freio de pa‐ rada 1.45 6.0 110.2 1. freio de parada 2 .700 6.5-94: Designação Torque de retenção Tensão medida Símbolo M4 UN MSK . dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V Freio de parada 2 70.88 115.3 (32..1 2.1) 0 .. térmica Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Fig..7 MSK101C-0301-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.) valores para motores com freio de parada.68 9.88/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) 5.22 Designação MSK101C Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK101C-0200-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth nmax LP m Tum ----Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min.) 67.5 21.0 3300 <75 28..000 14..0 0.0 4000 17.0 18.0 24 .

alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.29 53 97 0. ① ② ③ ④ Fig.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 89/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de A ms ms kg*m2 Designação Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Curvas Características do Motor Símbolo IN t1 t2 Jrot Freio de parada 2 1. alimentação irregulada 3x AC 400V Curva característica do motor MSK101C-0200 . S1líquido servem apenas para efeitos de comparação.5-95: Freios de parada . alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.5-96: Mmax IndraDrive.003000 Fig. As curvas características indica‐ das S1surface. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido).

0 34.2 4 0.00932 100.9 2.8 160.200 9.19 3.000 13.7 1. alimentação irregulada 3x AC 400V Curva característica do motor MSK101C-0301 5.0 30.0 137. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive.0 0.0 0.90/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.35 6.1 22. térmica .9 50.23 Designação MSK101D Dados Técnicos Símbolo Unida‐ de MSK101D-0200-NN E163211 M0_60 I0_60(eff) M0_100 I0_100(eff) Mmax Imax(eff) KM_N KEMK_1000 R12 L12 Cab p Jrot Tth Nm A Nm A Nm A Nm/A V/min-1 Ohm mH nF kg*m2 min. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.5-97: Mmax IndraDrive. 99. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. dos pares de polos Momento de inércia de rotor constante de tempo.6 MSK101D-0301-NN UL‑Arquivos (UL) Torque de rotor bloqueado 60 K Corrente de rotor bloqueado 60 K Torque de rotor bloqueado 100 K Corrente de rotor bloqueado 100 K Torque máximo Corrente máxima Constante de torque com 20 °C1) Constante de tensão com 20 °C2) Resistência do enrolamento com 20 °C Indutividade do enrolamento Capacidade de dissipação dos componentes Quant.80 113.0 Última alteração: 2008-01-29 26.2 57.48 152.

0 (43.5-98: Designação Torque de retenção Tensão medida ±10% Corrente medida Tempo de interligamento Tempo de separação Momento de inércia do freio de pa‐ rada Curvas Características do Motor Símbolo M4 UN IN t1 t2 Jrot Tolerância de fabricação ±5% (.003000 Fig..Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 91/181 Dados Técnicos MSK (ATEX) Unida‐ de min-1 dB[A] kg °C - Designação Rotação máxima Nível de pressão sonora Massa3) Temperatura ambiente em funcio‐ namento Tipo de proteção de acordo com IEC60529 Categoria de isolamento de acordo com DIN EN 60034‑1 Símbolo nmax LP m Tum ----- MSK101D-0200-NN 3400 <75 MSK101D-0301-NN 4000 40.) MSK .Dados técnicos (opcional) Motores MSK na versão ATEX não são disponíveis para forneci‐ mento com tipos de resfriamento expandidos (unidades de ventoi‐ nha ou resfriamento de líquido). . ordenado (freio de pa‐ rada 1.. S1líquido servem apenas para efeitos de comparação.29 53 97 0.8) (46. 40 IP65 155 Última alteração: 2008-01-29 1) 2) 3) Fig..Dados técnicos (Standard) Unida‐ de Nm V A ms ms kg*m2 Freio de parada 2 70.2) 0 ..5-99: Freios de parada MSK101 .0 24 1..) valores para motores com freio de parada.. freio de parada 2 . As curvas características indica‐ das S1surface.

alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 440V Mmax IndraDrive.92/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados Técnicos MSK (ATEX) ① ② ③ ④ Fig.5-100: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK101D-0200 ① ② ③ ④ Fig. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 480V Mmax IndraDrive. alimentação regulada 3x AC 400V Mmax IndraDrive.5-101: Mmax IndraDrive. alimentação irregulada 3x AC 400V Curvas características do motor MSK101D-0301 .

capacidade coaxial e marcha plana de‐ pendente da opção de feedback de acordo coma norma DIN 42948. Edição 05. de acordo com a norma DIN 748 Parte 3.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 93/181 Dados dimensionais MSK (ATEX) 6 6. Extremidade do eixo e Furação de centragem Tolerância de giro balanceado. M2 Tolerância de giro balanceada N ----R Tolerância da capacidade coaxial e de rotação balanceada N ----R Forma de Construção do Motor Pintura da Carcaça Nível de Grandeza de Oscilação (Qualidade de oscilação) Giro balanceado. de acordo coma norma DIN 332 Parte 2. edição 12. M1 S2. 10.81(IEC 60072-1) Feedback S1. de acordo com a norma DIN 6885-A (não faz parte do volume de fornecimento dos motores) 3×3×16 5×5 ×20 6×6×32 8×7×40 6×6×32 10×8×45 10×8×45 10×8×45 8×7×40 10×8×45 10×8×70 1) Motor Furação de centragem. Edição 07.83 Respectiva chaveta.83 DS M3 DS M5 DS M6 DS M8 DS M6 DS M10 DS M10 DS M10 DS M8 DS M10 DS M12 DS M12 DS M16 MSK030 MSK040 MSK050 MSK060 MSK061 MSK070 MSK071 MSK075 1) MSK076 MSK100 MSK101 MSK103 14×10×80 MSK131 1) 1) Fig. (IEC 60072-1) Furação de centragem. Edição 05.65 Todos os motores com ranhura de chaveta estão balanceados com de toda chaveta.6-2: não é disponível para fornecimento na versão ATEX Chaveta e furação de centragem .5 "Forma de Construção e Localização de Montagem em painel" na página 143) preto. de acordo coma norma DIN 332 Parte 2. O elemento de máquina a ser acionado precisa estar balanceado sem chaveta. Edição 11. RAL 9005 nível A.6-1: Flange Eixo do motor.75. Capacidade coa‐ xial e Marcha Plana Fig. Extremidade do eixo cilíndrica. de acordo coma norma EN 60034-14:2004 de acordo com a norma DIN 42955.1 Dados dimensionais MSK (ATEX) Execução Técnica Forma de construção do motor B5 de acordo com a norma EN60034-7 (infor‐ mações adicionais vercap.

94/181

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls

Rexroth IndraDyn S | Projeto

Dados dimensionais MSK (ATEX)

6.2

Tamanho Construtivo MSK030

Fig.6-3:

Dados dimensionais MSK030 (Versão ATEX)

Projeto | Rexroth IndraDyn S

Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls

95/181

Dados dimensionais MSK (ATEX)

6.3

Tamanho Construtivo MSK040

Fig.6-4:

Dados dimensionais MSK040 (Versão ATEX)

96/181

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls

Rexroth IndraDyn S | Projeto

Dados dimensionais MSK (ATEX)

6.4

Tamanho Construtivo MSK050

Fig.6-5:

Dados dimensionais MSK050 (Versão ATEX)

6-6: Dados dimensionais MSK060 (Versão ATEX) .5 Tamanho Construtivo MSK060 Fig.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 97/181 Dados dimensionais MSK (ATEX) 6.

98/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados dimensionais MSK (ATEX) 6.6-7: Dados dimensionais MSK061 (Versão ATEX) .6 Tamanho Construtivo MSK061 Fig.

Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 99/181 Dados dimensionais MSK (ATEX) 6.6-8: Dados dimensionais MSK070 (Versão ATEX) .7 Tamanho Construtivo MSK070 Fig.

6-9: Dados dimensionais MSK071 (Versão ATEX) .100/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados dimensionais MSK (ATEX) 6.8 Tamanho Construtivo MSK071 Fig.

6-10: Dados dimensionais MSK076 (Versão ATEX) .Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 101/181 Dados dimensionais MSK (ATEX) 6.9 Tamanho Construtivo MSK076 Fig.

10 Tamanho Construtivo MSK100 Fig.6-11: Dados dimensionais MSK100 (Versão ATEX) .102/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Dados dimensionais MSK (ATEX) 6.

Projeto | Rexroth IndraDyn S

Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls

103/181

Dados dimensionais MSK (ATEX)

6.11

Tamanho Construtivo MSK101

Fig.6-12:

Dados dimensionais MSK0101 (Versão ATEX)

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls

Rexroth IndraDyn S | Projeto

Projeto | Rexroth IndraDyn S

Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls

105/181

Código do produto

7
7.1

Código do produto
Código do produto MSK Estruturação e Descrição
Generalidades

A base para cada pedido de um produto da Rexroth é o código do produto. Todas as variantes de motor para fornecimento estão descritas através do có‐ digo do produto. A seguir, encontram-se descritas as posições individuais da codificação de tipos (coluna de texto resumido) e o significado. ● ● A numeração dos tópicos, mencionados em seguida, orienta-se na numeração da codificação de tipos, individual . Antes de fazer uma encomenda, solicite ao seu parceiro de vendas da Bosch Rexroth, para verificar a disponibilidade das opções individuais.

Produto Tamanho construtivo Comprimento Construtivo

Designação específicaMSK de três dígitos da Rexroth de uma série construtiva para servo-motores. O tamanho construtivo estabelece importantes medidas-padrão mecânicas e é proporcional ao tamanho de potência. Dentro de uma série construtiva ocorre uma diferenciação do comprimento construtivo de motor a aumentar através de seqüência alfabética. Comprimen‐ tos construtivos, por exemplo, B, C, D e E. A seqüência de algarismos de quatro dígitos designa a rotação medida que é válida para a respectiva variante de enrolamento.
Opção NN FN 1) Versão Convecção Natural Refrigeração por líquido Detalhe Possível montagem do ventilador 1) Conector standard para tubos de resfriamen‐ to 1/8”; impossível a montagem do ventilador

Enrolamento Tipo de Refrigeração

Fig.7-1:
Feedback

Na versão ATEX não é permitida

IndraDyn S tipos de resfriamento

Motores IndraDyn S estão equipados com um sistema transdutor transmissor integrado. Para a regulagem do número de rotações do motor, respectivamen‐ te para posicionar o motor, o acionamento necessita da posição atual do motor.

Fig.7-2:

Feedback do motor IndraDyn S

Edição 05. Freios de parada Fig. -101. -050. -040. lado A Conector de potência. -071.106/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Código do produto Conexão Elétrica Opção U1) Descrição Conectores de potência e feedback direcionáveis A2) B2) L2) R2) 1) 2) Eixo Conector de potência. de parte frontal. cate‐ gorias 3G e 3D de acordo com a norma DIN EN 60079 ff RNNN = Versão com grau de balanceamento maior . lado B Conector de potência para a esquerda Conector de potência para a direita para motores MSK030. -070. -103 para motores MSK100. Opção 0 1. estão dispo‐ níveis as seguintes opções: Opção G P Versão Eixo liso Detalhe Com furação de centragem.7-5: Freios de parada IndraDyn S O freio de parada não é apropriado para a proteção de pessoas ou como freio de operação! Respeite as instruções para a instalação e as instruções de segurança para o freio de parada de motor con‐ tidas no capítulo "Instruções para aplicação“ ! Versão NNNN = Versão Standard NSNN = Standard e versão "Ex" de acordo com o grupo de aparelhos II.83 1) 1) Ranhura de chaveta de acordo com a norma DIN 6885 Folha 1. -060.68 (Tirar os detalhes das folhas de medida padrão !) Fig. Parte 2. com rosca "DS“ de acordo com a norma DIN Eixo com ranhura de chaveta 332. Freio de Parada Motores IndraDyn S são disponíveis para fornecimento opcionalmente com freios de parada soltando eletricamente e diferentes torques de retenção.7-4: Eixos do motor IndraDyn S Motores IndraDyn S são balanceados com chaveta. 3 Sem freio de parada Com freio de parada Como torques de parada são dados da pla‐ queta do motor. A correspon‐ dente chaveta não faz parte do escopo de fornecimento. -131 Fig. Edição 08. -076.7-3: Conector IndraDyn S direção de saída fixa Para acoplamento de elementos de transmissão de movimento. 2.

ex. Observação . categorias G3 e 3D de acordo com a norma DIN EN 60079 ff Chamada de Atenção. DIN.) ou normas de fábrica RNC.. instruções em re‐ lação à possibilidade de fornecimento.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 107/181 Código do produto RSNN = Versão com grau de balanceamento maior e versão "Ex" de acordo com o grupo de aparelhos II. É respectivamente listada a edição de codificação de tipos. normativa. válida no instante da edição da codificação de tipos... Outras informações necessárias.. Podem no caso se tratar p. EN.ex. podem ser encontradas aqui.. relacionadas à questão do manuseio da co‐ dificação de tipos. de descrições com relação às anotações de pé de página. ISO . Normativa Sob o ponto chamada de atenção. se chama a atenção para as normas citadas na codificação de tipos (p.

7-6: Código MSK030 (Página 1) .108/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Código do produto 7.2 Código MSK030 Fig.

7-7: Código MSK030 (Página 2) .Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 109/181 Código do produto Fig.

7-8: Código MSK040 (Página 1) .3 Código MSK040 Fig.110/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Código do produto 7.

7-9: Código MSK040 (Página 2) .Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 111/181 Código do produto Fig.

4 Código MSK050 Fig.7-10: Código MSK050 (Página 1) .112/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Código do produto 7.

7-11: Código MSK050 (Página 2) .Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 113/181 Código do produto Fig.

5 Código MSK060 Fig.114/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Código do produto 7.7-12: Código MSK060 (Página 1) .

7-13: Código MSK060 (Página 2) .Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 115/181 Código do produto Fig.

7-14: Código MSK061 (Página 1) .6 Código MSK061 Fig.116/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Código do produto 7.

Projeto | Rexroth IndraDyn S

Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls

117/181

Código do produto

Fig.7-15:

Código MSK061 (Página 2)

118/181

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls

Rexroth IndraDyn S | Projeto

Código do produto

7.7

Código MSK070

Fig.7-16:

Código MSK070 (Página 1)

Projeto | Rexroth IndraDyn S

Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls

119/181

Código do produto

Fig.7-17:

Código MSK070 (Página 2)

8 Código MSK071 Fig.120/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Código do produto 7.7-18: Código MSK071 (Página 1) .

7-19: Código MSK071 (Página 2) .Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 121/181 Código do produto Fig.

7-20: Código MSK076 (Página 1) .122/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Código do produto 7.9 Código MSK076 Fig.

Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 123/181 Código do produto Fig.7-21: Código MSK076 (Página 2) .

10 Código MSK100 Fig.7-22: Código MSK100 (Página 1) .124/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Código do produto 7.

Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 125/181 Código do produto Fig.7-23: Código MSK100 (Página 2) .

11 Código MSK101 Fig.7-24: Código MSK101 (Página 1) .126/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Código do produto 7.

Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 127/181 Código do produto Fig.7-25: Código MSK101 (Página 2) .

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto .

respectivamente para po‐ sicionar o motor.1. O feedback substitui feedbacks absolutos adicionais no motor. separados no motor. Os feedbacks substituem feedbacks incre‐ mentáis adicionais. . sem perigo de avaria para o motor. na qual estão depositados: a designação do tipo de motor.1 Acessórios e Opcionais Feedback do motor Generalidades Para a regulagem do número de rotações do motor. a adaptação entre motor e acionamento. A eletrônica do feedback está equipada com uma memória de dados. rápida e fácil.2 Opção Dados Técnicos Feedback do Motor Tipo de feedback Feedback ótico Singleturn Hiper‐ face Feedback ótico Multiturn-absoluto Hiperface Feedback ótico Singleturn EnDat 2. Os aparelhos de regulagem de acionamento dispõem da possibilidade. nesta versão de feedback. indireta dentro de 4096 rotações do motor mecânicas. os parâmetros do circuito de regulagem e parâmetros do motor. Após uma queda de tensão de alimentação ou após a primeira li‐ gação à rede.576 Informações / rotação do motor S2 M2 2048 x 213 = 16.1 8. o eixo deve ser referneciado.216 Informações / rotação do motor Fig. 8. Aparelhos de regulagem de acionamen‐ to da Rexroth fazem a leitura destes dados.8-1: Feedback Ótico Singleturn Opção S1.1 Feedback ótico‐ Multiturn absoluto EnDat 2. Feedback Ótico Absoluto Opção M1.777.1 Conceito de medição Precisão de sistema Tipo de detecção da posi‐ ção absoluto através de 1 rota‐ ção do motor Ótico ± 80 segundos angula‐ res absoluto através de 4096 rotações do motor absoluto através de 1 rota‐ ção do motor Ótico ± 20 segundos angula‐ res absoluto através de 4096 rotações do motor Resolução da posição no motor S1 M1 128 x 213 = 1. indireta dentro de uma rotação do motor mecânica. Exceção: aplicações onde o maior percuros encontra-se dentro de uma volta mecânica do motor. A unidade de transdutor transmissor integrada disponibiliza os respectivos si‐ nais ao acionamento. preservada por ocasião de uma queda na tensão de alimentação. M2 Os feedbacks permitem uma captação de posição absoluta. proposto.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 129/181 Acessórios e Opcionais 8 8. Isto garante uma ● ● colocação em funcionamento.048. de transferir o valor de posição assim estipulado a um comando. S2 Dados Técnicos Feedback do Motor Os feedbacks permitem uma captação de posição absoluta.1. A posição absoluta permanece. o acionamento necessita da posição atual do rotor.

neugart.3 Redutores Perigo de explosão! Ferimentos mortais.de PERIGO . 16 D-77971 Kippenheim.2 Freios de parada O freio deve ser usado.11 "Freios de Parada " na página 152 .Redutor deve atender aos requesitos para proteção "Ex" de acordo com a diretiva ATEX 94/9/CE. dirija-se em caso de necessidade aos seguintes fornecedores reco‐ mendados pela Rexroth: Neugart GmbH Keltenstr.130/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Acessórios e Opcionais 8. em condições normais. 8. apenas em estado parado e para teste de freio integrado ao acionamento. Germany Tel. 10. danos do equipamento e edifícios. O freio de parada serve para manter o eixo parado quando a máquina estiver com a alimentação desligada. Retire os dados técnicos e disponibilidade de freios de parada dos capítulos “Dados Técnicos" e “codificação de tipo”. ⇒ Uma combinação Motor .: +49 (0)7825 –847-0 Fax. Fabricantes de redutores conhecidos possuem em seu escopo de fornecimento redutores para aplicação em áreas sujeitas à explo‐ são.: +49 (0)7825 –847-102 Internet: www. Os redutores planetários servo de acordo com ATEX para a montagem adici‐ onal nos motores MSK-ATEX não são oferecidos nem fornecidos individual‐ mente nem de forma desacoplado pela Rexroth. Por favor. Atentar em caso de uso de freios de parada para as informações adicionais constantes no cap.

Ambas as conexões são executadas como uniões de encaixe. inclusive conexão para sensor de temperatura e freio de parada. Nos motores IndraDyn S encontram-se ● ● uma conexão de potência.1 Técnica de conexão Vista Geral da Técnica de Conexão Elétrica As conexões elétricas dos motores IndraDyn S estão padronizados para todos os tamanhos. Isto garante na utilização do cabo de conexão confeccionado da Rexroth uma montagem e colocação em funcionamento simples. rápido e seguro sem falhas.9-2: não é disponível para fornecimento na versão ATEX Conector nos motores MSK . ① ② ③ Fig.9-1: Motor MSK030 MSK040 MSK050 MSK060 MSK061 MSK070 MSK071 MSK075 1) MSK076 MSK100 MSK101 MSK103 1) MSK131 1) 1) Conexão de potência com sensor de temperatura e freio de parada Conexão do feedback conexão ótima do ventilador (O funcionamento com a unidade do ven‐ tilador na versão ATEX não é permitido!) Vista geral da conexão IndraDyn S Conectores Potência RLS1100 RLS1100 RLS1100 RLS1100 RLS1100 RLS1200 RLS1200 RLS1200 RLS1100 RLS1300 RLS1300 RLS1300 RLS1300 Conector Feedback RGS1000 RGS1000 RGS1000 RGS1000 RGS1000 RGS1000 RGS1000 RGS1000 RGS1000 RGS1003 RGS1003 RGS1003 RGS1003 Fig. uma conexão do feedback. O plano de conexões é válido para todos os motores IndraDyn S.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 131/181 Técnica de conexão 9 9.

/ 0V) Blindagem IP66 / IP67 -40 °C até +125 °C 40 °C Soquete 630 V / 125 V máx.9-3: Dados técnicos RLS1101 Dados técnicos RLS1100 Ocupação de contato U1./ 0V) n.14. W1 PE 5 6 7 (opcional) 8 (opcional) 9 Tipo de Proteção Área de temperatura Temperatura ambiente em funcionamento Tipo de contato Tensão medida Corrente medida Grau de contaminação Categoria da sobretensão Tipo de encomenda RLS1101/C02 Potência Condutor de proteção Sensor de proteção KTY84 (T1 TM+) Sensor de proteção KTY84 (T2 TM-) Freio de parada (Br+ / +24V) Freio de parada (Br.0 Fig.132/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Técnica de conexão 9. W1 PE 5 6 7 (opcional) 8 (opcional) 9 Potência Condutor de proteção Sensor de proteção KTY84 (T1 TM+) Sensor de proteção KTY84 (T2 TM-) Freio de parada (Br+ / +24V) Freio de parada (Br.2 Conexão do Conector de Potência Tamanho 1 Ocupação de contato U1.9-4: Dados técnicos RLS1101 . V1.0 /1.0 . Dados técnicos RLS1100 Tipo de Proteção Área de temperatura Temperatura ambiente em funcionamento Tipo de contato Tensão medida Grau de contaminação Categoria da sobretensão IP66 / IP67 -40 °C até +125 °C 40 °C Pinos 630 V / 125 V 3 III (de acordo com a norma DIN VDE 0110) Fig. V1.5 Zona de aperto diâmetro exterior do cabo [mm] 11. 16 A (ter em atençãoo à capacidade de submissão à carga de corrente de cabos conectados) 3 III (de acordo com a norma DIN VDE 0110) Seção transversal condutor [mm²] 1.c.

3 .5 Ocupação de contato U1.0 .9-5: Dados técnicos RLS1201 Dados técnicos RLS1200 Ocupação de contato U1.0 A 3 III (de acordo com a norma DIN VDE 0110) Fig. V1. Dados técnicos RLS1200 Tipo de Proteção Área de temperatura Temperatura ambiente em funcionamento Tipo de contato Tensão medida Corrente medida Grau de contaminação Categoria da sobretensão IP66 / IP67 -40 °C até +125 °C 40 °C Pinos 630 V / 125 V 57.12. W1 PE 5 6 7 (opcional) 8 (opcional) 9 Potência Condutor de proteção Sensor de proteção KTY84 (T1 TM+) Sensor de proteção KTY84 (T2 TM-) Freio de parada (Br+ / +24V) Freio de parada (Br.c. W1 PE 5 6 7 (opcional) 8 (opcional) 9 Tipo de Proteção Área de temperatura Temperatura ambiente em funcionamento Tipo de contato Tensão medida Corrente medida Grau de contaminação Categoria da sobretensão Tipo de encomenda RLS1201/C02 RLS1201/C04 Potência Condutor de proteção Sensor de proteção KTY84 (T1 TM+) Sensor de proteção KTY84 (T2 TM-) Freio de parada (Br+ / +24V) Freio de parada (Br.5 / 4./ 0V) Blindagem IP66 / IP67 -40 °C até +125 °C 40 °C Soquete 630 V / 125 V máx. 57 A (ter em atençãoo à capacidade de submissão à carga de corrente de cabos conectados) 3 III (de acordo com a norma DIN VDE 0110) Seção transversal condutor [mm²] 1.0 Zona de aperto diâmetro exterior do cabo [mm] 9./ 0V) n.17.5 2. V1.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 133/181 Técnica de conexão 9.0 .7 13.3 Conexão do Conector de Potência Tamanho 1.

0 Fig./ 0V) Blindagem IP66 / IP67 -40 °C até +125 °C 40 °C Soquete 700 V 100 A (de acordo com VDE e UL).5 21. 87 A (de acordo com CSA) 3 III (de acordo com a norma DIN VDE 0110) Fig.4 Conexão do Conector de Potência Tamanho 2 Ocupação de contato U1. Dados técnicos RLS1300 Tipo de Proteção Área de temperatura Temperatura ambiente em funcionamento Tipo de contato Tensão medida Corrente medida Grau de contaminação Categoria da sobretensão IP66 / IP67 -40 °C até +125 °C 40 °C Pinos 700V 100 A (de acordo com VDE e UL).5 . V1.9-7: Dados técnicos RLS1301 Dados técnicos RLS1300 Ocupação de contato U1.0 10.5 ./ 0V) n.0 17. V1.9-6: Dados técnicos RLS1201 9.134/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Técnica de conexão RLS1201/C06 RLS1201/C10 6. 87 A (de acordo com CSA) (ter em atençãoo à capacidade de submissão à carga de corrente de cabos conectados) 3 III (de acordo com a norma DIN VDE 0110) .21.c. W1 PE 5 6 7 (opcional) 8 (opcional) 9 Tipo de Proteção Área de temperatura Temperatura ambiente em funcionamento Tipo de contato Tensão medida Corrente medida Grau de contaminação Categoria da sobretensão Potência Condutor de proteção Sensor de proteção KTY84 (T1 TM+) Sensor de proteção KTY84 (T2 TM-) Freio de parada (Br+ / +24V) Freio de parada (Br.26. W1 PE 5 6 7 (opcional) 8 (opcional) 9 Potência Condutor de proteção Sensor de proteção KTY84 (T1 TM+) Sensor de proteção KTY84 (T2 TM-) Freio de parada (Br+ / +24V) Freio de parada (Br.

c.5 4.9-9: Dados técnicos RGS1001 Dados técincos RGS1000 / RGS1003 .0 / 6.1) VCC_Encoder GND_Encoder A+ AB+ BEncData+ EncDataEncCLK+ EncCLK- Dados técincos RGS1000 / RGS1003 Tipo de Proteção Área de temperatura Temperatura ambiente em funcionamento Tipo de contato Tensão medida Corrente de medição Grau de contaminação Categoria da sobretensão IP66 / IP67 -40 °C até +125 °C 40 °C Pinos 125 V 0.0 10.0 16. união roscada de cabo não faz parte do volume de fornecimento Fig. n.0 25.5 Conexão do conector de feedback Ocupação de cotatos Feedback S1.5 A 3 III (de acordo com a norma DIN VDE 0110) Fig.9-8: Dados técnicos RLS1301 9.5 Adaptar zona de aperto ao diâmetros exterior do cabo Mais informações ver DOK-CONEC-CA‐ BLE*STAND-AU□□-DE-P 1) Zona de aperto dependente da união roscada do cabo utilizada.0 Zona de aperto diâmetro exterior do cabo [mm] 1) Requisitos para a união roscada do cabo: ● ● Rosca 40 x 1.5 / 2. S2. M2 (EnDat2.c. M1 (Hiperface) 1 VCC_Encoder 2 3 4 5 6 7 8 9 10 GND_Encoder A+ AB+ BEncData+ EncDatan.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 135/181 Técnica de conexão Tipo de encomenda RLS1301/C03 RLS1301/C06 RLS1301/C10 RLS1301/C16 RLS1301/C25 Seção transversal condutor [mm²] 1.

25 mm² BN 0. 4 mm² seção transversal tem de ser conectado adicionalmente no motor.25 mm² 10 RD 0.25 mm² BK 0. Una a compensação potencial no motor através do cabo com a compensação potencial da máquina ou instalação e aperte bem as uniões roscadas. Os motores para áreas "Ex" possuem para conexão da compensação de po‐ tencial um borne de conexão adicional no flange do motor.9. ⇒ A conexão somente pode ocorrer no estado isento de tensão do motor.9-10: Dados técnicos RGS1001 9.0 Zona de aperto diâmetro exterior do cabo [mm] 7.25 mm² PK 0.5 .25 mm² BU 0.25 mm² GY 0.25 mm² Proteção completa através do corpo do conector Tipo de Proteção Área de temperatura Temperatura ambiente em funcionamento Tipo de contato Tensão medida Corrente medida Grau de contaminação Categoria da sobretensão Tipo de encomenda RGS1001/C01 IP66 / IP67 -40 °C até +125 °C 40 °C Soquete 125 V 0.0 Fig. .136/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Técnica de conexão Ocupação de contato 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Rexroth INK0448 cores dos fios BN 0.5 A 3 III (de acordo com a norma DIN VDE 0110) Seção transversal condutor [mm²] 1.25 mm² VT 0.5 mm² WH 0.5 mm² GN 0.6 Conectar Condutor de Proteção Adicional Perigo de explosão deviso a manuseio incorreto! ATENÇÃO ⇒ Um condutor de compensação potencial separado com no mín.

bem como a combi‐ nação para motores IndraDyn S. . DOK-CON‐ NEC-CABLE*INDRV-AUxx-DE-P"ver lista de seleção MSK".Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 137/181 Técnica de conexão Borne de condutor de proteção (1) Seção transversal nomi‐ nal Zona de aperto 4 mm² 4 mm² (fio fino) 6 mm² (de um fio) Fig.1 Cabos de conexão Cabos de Conexão Confeccionados Cabo de Conexão Rexroth fornece condutores do feedback confecionados. ● nesta documentação: “Seleção cabo de conexão IndraDrive”. Encontra mais informações. Para seleção dos condutores existe a seguinte documentação à disposição.9-11: Borne para condutor de proteção adicional 9..7 9.. Aqui estão descritas todos os cabos do feedbacks disponíveis.7.

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto .

① ② fT tA fH h Fig.2 Umidade / Temperatura Condições ambientais climáticas são definidas de acordo com a norma DIN EN 60721-3-3 tabela 1 nas diferentes categorias.1 Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) Condições Ambientais Altitude para Instalação e Temperatura de Ambiente Os dados de potência indicados dos motores são válidos de acordo com a norma DIN EN 60034-1 para: ● ● Temperaturas ambiente 0 … 40 °C Altitude para instalação 0 … 1000 m acima NN Em caso de excedimento dos limites indicados.temperatura Temperatura ambiente em graus “Celsius” Fator de utilização explorativo .Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 139/181 Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) 10 10.10-1: A capacidade de utilização explorativo dependente da temperatura am‐ biente A capacidade de utilização explorativo dependente da altitude para ins‐ talação Fator de utilização explorativo .Altitude Altitude para instalação – em metros Derating temperatura ambiente.1 10. Estas baseiam-se na expe‐ riência adquirida mundialmente e ao longo do tempo e consideram todas as . os dados de potência dos mo‐ tores têm de ser reduzidos. altitude para instalação (Funcionamen‐ to) Cálculo dos dados de potência em caso de excedimento dos limites indicados: Temperatura ambiente > 40 °C M0_red = M0×fT Altitude para instalação > 1000 m M0_red = M0×fH Temperatura ambiente > 40 °C e altitude para instalação > 1000 m M0_red = M0×fT×fH 10.1.1.

são evitados efeitos que pre‐ judicam a função. por exemplo. De acordo com as normas DIN EN 60721-3-3 e DIN EN 60068-2-6 resultam os seguintes valores para os motores da Rexroth: .140/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) grandezas de influência que podem atuar como. Sob cumprimento dos valores limites indicados. tabela 1 10.10-3: Carga de vibração permitida motores MSK 10. Grandeza de influência ambien‐ Unidade tal Temperatura de ar baixa Temperatura de ar elevada Umidade do ar rel. temperaturas de ar e umidade do ar.2 Choque A submissão à carga de choque dos motores é caracterizada através da indi‐ cação da aceleração máxima permitida na utilização móvel.5 Fig. baixa Umidade do ar rel. elevada Umidade do ar absoluta baixa Umidade do ar absoluta elevada Velocidade de alteração de tem‐ peratura 1) °C °C % % g/m³ g/m³ °C/min Categoria 3K4 +5 1) +40 5 95 1 29 0. durante o transporte. por exemplo. aqui. A capacidade de resistência do sistema completa é determinada. Rexroth recomenda com base nesta tabela a categoria 3K4 para a aplicação permanente dos motores.10-2: Rexroth permite 0°C como temperatura de ar mais baixa Classificação de condições ambientais climáticas de acordo com a nor‐ ma EN 60721-3-3. Esta categoria é apresentada na seguinte tabela por extratos. M2 10 m/s² 10 m/s² Oscilações de forma Senoidal Fig.1. M1 10 m/s² 30 m/s² Feedback S2.3 Vibração Vibrações são oscilações senoidais numa utilização estacionária que atuam de forma diferente consoante a intensidade no que diz respeito à capacidade de resistência dos motores. através do componente mais fraco. De acordo com as normas DIN EN 60721-3-3 e DIN EN 60068-2-6 resultam os seguintes valores para os motores da Rexroth: Direção axial radial Carga de vibração máxima permitida (10-2000 Hz) Feedback S1.

3 Tipo de Proteção Referente à sua propriedade para diferentes condições ambientais. O segun‐ do dígito de identificação descreve o grau de proteção contra a água.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 141/181 Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) Carga de choque máxima permitida (6 ms) axial 10 m/s² radial 1000 m/s² Tamanho construtivo MSK030 MSK040 MSK050 MSK060 MSK061 MSK070 MSK071 MSK075 1) MSK076 MSK100 MSK101 MSK103 1) MSK131 1) 1) 10 m/s² 500 m/s² 10 m/s² 300 m/s² 10 m/s² 200 m/s² Fig. primeiro dígito Grau de proteção de identificação 6 Proteção contra a infiltração de poeira (impermeável contra poeira). O primeiro dígito de identificação descreve o grau de proteção contra toque de contato ou infiltração de corpos estranhos. Estas são descritas na norma DIN EN 60529. A proteção do equipamento é caracterizada com um número de dois dígitos.10-5: Tipos de proteção IP .10-4: Motor não é disponível para fornecimento na versão ATEX Carga de choque permitida motores MSK 10. proteção plena contra toque de contato segundo dígito Grau de proteção de identificação 5 Proteção contra um jato de água proveniente de um bocal. que seja direcionado de todas e quaisquer direções contra a carcaça (água de jateamento) Fig. os motores são divididos nas respectivas categorias de proteção (IP).

10-7: Tipo de proteção IP dos motores As verificações de teste para o segundo dígito de identificação são feitos com água fresca. Parte 1. Por este motivo. circunstâncialmente poderá ser necessário um tipo de proteção maior. agentes lubrificantes de esfriamento ou óleos pene‐ trantes.10-6: Carcaça do motor e eixo do motor com anel de vedação do eixo Conector no estado conectado Áreas de proteção IP nos motores MSK na versão ATEX Os motores IndraDyn S apresentam os seguintes graus de proteção segundo a norma DIN VDE 0470.4 Compatibilidade com Substâncias Estranhas Todos os comandos e acionamentos da Rexroth são desenvolvidos e testados de acordo com o estado atual da técnica. agentes lubrificantes nas máquinas-ferramen‐ tas). Edição 11/1992 (EN 60 529): Âmbito do motor ① Carcaça do motor. 10. No entanto. .142/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) ① ② Fig. e não é possível excluir em todo o caso reações com os materiais utilizados. etc. produtos de limpeza. como é impossível acompanhar o desenvolvimento contínuo de várias substâncias com os quais os nossos comandos e acionamentos podem entrar em contato (por exemplo. e a nossa carcaça/materiais do equi‐ pamento. é feito um teste de compatibilidade entre os novos agentes lubrificantes. eixo do motor ② Conector do motor em caso de mon‐ tagem profissional em estado conectado Tipo de Prote‐ Observação ção IP 65 IP 65 Versão standard Versão standard Fig. Se forem utilizadas operações de limpeza de alta pressão e/ ou agentes dissolventes.

que sejam montados adicionalmente conforme a IM V3. Utilize os conjuntos tensores. água residual Óleos minerais habitua‐ is 1) solventes orgânicos Óleo hidráulico Fig. 10. parte de aciona‐ mento em baixo Montagem adicional do flange. concluente no tocante à força.5 Forma de Construção e Localização de Montagem em painel Forma de construção B05 IM B5 IM V1 IM V3 Montagem adicional do flange sobre a parte de acionamento do flange Montagem adicional do flange.7 10. pode penetrar nos motores e originar avarias ! ⇒ Assegure-se portanto. Não resistente contra Camada de verniz adicional Standard ● Ácidos/soluções salinas máx. o líquido.10-8: Tipos de instalação permitidos de acordo com a norma EN 60034-7:1993 Danos no motor devido a infiltração de líquidos! CUIDADO No caso de motores. parte de aciona‐ mento em cima Fig. que nenhum líquido possa se juntar no eixo do motor. que se junta ao longo de um tempo mais prolongado no eixo do motor. Resistência contra verniz 10.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 143/181 Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) 10. água do mar. . acoplamentos de pressão ou elementos tensores para acoplar os elementos de máquina a serem acionados. com giro silencioso.7.10-9: Verifique antes da pintura a aderência e resistência da nova pintura.1 Eixo do motor Eixo liso A execução standard recomendada para motores IndraDyn S propicia uma união de eixo – cubo. 40 µm concentrados permitido 1) Ex / Atex não permitido Quimicamente resistente con‐ Limitado resistente contra tra ● ● ● ácidos/soluções salinas ● diluídos ● água.6 Pintura da carcaça A pintura da carcaça dos motores consiste de uma camada preta (RAL9005) de resina epóxida 2K com base em resina poliamida de epóxida em água.

7. A Rexroth não assume qualquer garantia no caso de chavetas ou de eixos do motor modificados. Motores IndraDyn S estão balanceados com toda chaveta O elemento de má‐ quina a ser acionado precisa portanto estar balanceado sem chaveta. Folha 1. com exigências reduzidas para a união de eixo . o assento da chaveta pode se desviar. concluente no tocante à forma.7. ① ② ③ ④ Fig.cubo.144/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) 10. Avaria do eixo ! No caso de um forte funcionamento de reversão. da parte frontal. .2 Eixo do motor com Chaveta A opção da chaveta de acordo com a norma DIN 6885. Edição 08-1968. de torques com constante direcionamento.3 Eixo do motor com Anel de Vedação do Eixo Motores IndraDyn S estão equipados com anéis de vedação radiais de acordo com a norma DIN 3760 . Modificações de chavetas só podem ser procedidas pelo usuário por sí mesmo e sob sua própria responsabilidade.versão A. Deformações a se incrementarem neste setor podem causar a quebra do eixo! CUIDADO Balanceamento com toda a Chave‐ ta ⇒ Utilize preferencialmente eixos do motor lisos. 10. através da furação de centragem.10-10: Chaveta Ranhura de chaveta Eixo do motor Furação de centragem Eixo do motor IndraDyn S com chaveta Adicionalmente torna-se necessária uma segurança axial dos elementos de máquina a serem acionados. possibilita a transferência.

● Evite que o local de vedação se seque e se suje. A Rexroth recomenda que. Em caso de posição de montagem em painel vertical (eixo para cima) do motor. são vedações de esmerilhamento. Com isto. seja evitado um contato direto do eixo do motor e anel de vedação radial. elas estão fundamentalmente subjugadas a um desgaste e produzem calor de atri‐ to.ex. Localização de Monagem em Pai‐ nel Vertical IM V3 Os motores com anel de vedação do eixo no que diz respeito à parte do flange.10-11: Anel de vedação radial Anel de vedação radial IndraDyn S Os anéis de vedação radiais. entre anel de vedação e líquido a ser vedado. 10. respectivamente da construção de conjuntos de equipamentos. Aparência de desgaste de vedação de esmerilhamento só podem ser reduzi‐ dos. a se alternarem. Resistência As matérias-primas utilizadas para os anéis de vedação radiais. podem no entanto exigir intervalos de manutenção. Os efeitos de atuação. dispõem de uma alta resistência contra óleos e produtos químicos.). tenha adicionalmente atenção às instruções emcap. mediante lubrificação suficiente e limpeza do local de vedação. cavacos metálicos). fazem com que um cálculo com relação à vida útil do anel de vedação do eixo não seja possível. A capacidade de vedação com isto só está ga‐ rantida no caso de líquidos sendo jateados. etc. A verificação das pro‐ priedades para as respectivas condições de utilização fica no entanto situada no âmbito de responsabilidades do fabricante de máquina. assim como as respectivas condições de utilização (calor de atrito. Condições ambientais desfa‐ voráveis (p. Ter atenção à limpeza! Sob condições ambientais normais. poeira de retificação. Neste caso. contaminação. . os anéis de vedação do eixo estão engraxados para sua vida útil. com o meio de elaboração de trabalho (agente de lubrifica‐ ção de resfriamento. através da construção de máquinas. complexos. o agente lubrificante trabalha ao mesmo tempo como agente de refrige‐ ração e auxília o alívio do calor de atrito do local de vedação.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 145/181 Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) ① Desgaste Fig. Os índices de líquidos que se formam no tocante à parte A exigem um tipo de proteção mais elevado. tem o tipo de proteção IP65.5 "Forma de Constru‐ ção e Localização de Montagem em painel" na página 143. desbaste do material).

o tipo do motor selecionado e a montagem adicional de elementos de aciona‐ mento do lado do eixo. que os limites de submissão à carga.8 10. A construção da máquina. Fradial_max depende dos seguintes fatores: ● ● ● Carga de quebra de eixo do motor Ponto de agressão de força x (ver capítulo "Dados técnicos") Forma de execução do eixo (liso. para se assegurar.º de rotação determinada aritmeticamente Ponto de aplicação de força Diagrama de exemplo de carga do eixo do motor A força radial máxima. forças radiais e axiais atuam sobre o eixo do motor e sobre o alojamento dos rolamentos de motor. com ranhura de chaveta) N. com um número de rotações constante. precisam ser acertadas para coincidirem entre sí. [1] [2] n x Força Radial Máxima Permitida Fig. admissível Faxial é proporcional à força radial. não sejam ultrapassados. for significativamente superior ao tempo de aceleração e de travagem. Carga Axial Durante o funcionamento. Tempo de inicialização e de travagem pode ser ignorado no cálculo se o tempo no qual o acionamento é operado. admissível.10-12: Eixo liso Eixo com ranhura de chaveta N.º de rotações determinado aritmeticamente (nmeio) Ponto de agressão de força x (ver capítulo "Dados técnicos") Vida útil do rolamento Força Radial Permitida A força radial permitida.8. A força axial máxima permitida Faxial está indicada no tópico Carga do eixo do motor.146/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) 10. mencionados. são considerados os tempos de inicialização e de travagem.º Médio de Rotações A força axial máxima. No Cálculo exato do número médio de rotações de acordo com o seguinte modelo. Fradial depende dos seguintes fatores: ● ● ● Força Axial Permitida N. .1 Rolamento e Carga do eixo do motor Carga Radial.

deve formar-se a média de todas as fases.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 147/181 Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) n1m.º médio de rotações número médio de rotações seção x Rotação de trabalho Tempo de inicialização Tempo de processamento Tempo de travagem Tempo de imobilização Um ciclo de processamento completo pode consistir de várias fases com dife‐ rentes n. tB2 t11. t22 Fig. tH1 t1. n2m n1. t2 tB1. n2 tH1.º de rotações. Neste caso. .10-13: N.

2 Carga do eixo do motor Motores MSK Força axial permitida Faxial 0 N Força axial permitida Faxial 30 N Força axial permitida Faxial 40 N Força axial permitida Faxial 40 N .8.148/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) 10.

Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 149/181 Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) Força axial permitida Faxial 40 N Força axial permitida Faxial 60 N Força axial permitida Faxial 60 N Força axial permitida Faxial 60 N .

º médio de rotações no qual pode ser esperado uma duração de uti‐ lização de graxa de 30000h.150/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) Força axial permitida Faxial 80 N [1] [2] n [min-1] Força axial permitida Faxial 80 N Eixo liso Eixo com ranhura de chaveta N.9 Vida útil do rolamento A vida útil do rolamento é um critério importante para a disponibilidade dos motores IndraDyn. Fazendo-se funcionar os motores IndraDyn S dentro dos limites mencionados para carga radial e carga axial. sendo: nm nm(tf) Fig.10-14: Carga do eixo do motor MSK 10. a durabilidade existencial de alojamento de mancais corresponde a: Vida útil do rolamento L10h = 30 000 horas de funcionamento (Cálculo de acordo com a norma ISO 281.º médio de rotações n.10-15: n. O motor é operado sob condições de utilização permitidas e na área de temperatura ambiente permitida de 0° a +40° C. O n.º médio de rotações Fig.º médio de rotações conduzido através de todo o "ciclo de procesa‐ mento" é conforme com as curvas características do respectivo capítulo "Dados Técnicos".º médio de rotações n. Edição 12/1990) Isto é válido para todos os motores IndraDyn com base no seguinte: ● ● ● As cargas permitidas dos respectivos capítulos "Dados Técnicos" não são excedidos em nenhum momento. Cargas divergentes podem tem as seguintes conseqüências: .

Acoplamentos Armazenamento Sobredetermina‐ do A construção de máquina e os elementos de montagem adicional utilizados precisam ser acertados cuidadosamente para coincidirem com o tipo do motor. Caso contrário. na montagem adicional de elementos de acionamen‐ to. em N (Newton) força radial realmente atuante. do eixo e alojamento dos rolamentos. Redução da duração de utilização de graxa e. então entre imprescindivelmente em contato com a Bosch Rexroth. assim. Pinhão de engrenagens Cônicas ou Pinhões de Acionamento com Dentição Helicoidal Devido a efeitos condicionados pela térmica. a propriedade e qua‐ lificação para a proteção "Ex" deve ser testada e cumprida para os Standards válidos. Edição 12/1990) força radial apurada. como por exemplo: ● ● Proteção "Ex" Acoplamentos Pinhãon tem que ser respeitadas imprescindivelmente as seguintes instruções: Na montagem adicional de elementos de acionamento. Evite o excedimento de limites de submissão à carga. a vida útil do rolamento se reduz para: L10h Fradial Fradial_ist Fig. inevitáveis de serem desvinculadas da coisa. inadmissìvelmente alta.10-16: Cálculo da vida útil do rolamento L10h em caso de que seja ultrapas‐ sada a forma radial. Em geral deve evitar-se. obrigatoriamente um determinado armazenamento sobredeterminado. As tolerâncias existentes. falha precoce do rolamento. admissível.10 Montagem de Elementos de transmissão do movimetno Em todas e quaisquer montagens adicionais de elementos de acionamento no eixo do motor.6 mm em contraposição à carcaça .Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 151/181 Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) ● ● ● A vida útil do Rolamento Mecânica com Força Radial Elevada Falha precoce dos mancais devido a um desgaste elevado ou danos me‐ cânicos. No caso da montagem adicional de acoplamentos extremamente rígidos. pode-se chegar a ter uma submissão à carga. 10. ocasio‐ nam forças adicionais sobre o alojamento do eixo do motor e se for o caso. a extremidade da parte do flange do eixo do motor. para que os limites de submissão à carga de eixo e alojamento dos rolamentos não sejam ultrapassados. através de uma força radial. constantemente atuante mu‐ dando de ângulo. em in N (Newton) A força radial realmente atuante Fradial_ist não pode em caso algum ser superior à força radial máxima permitida Fradial_max. Se uma montagem adicional sobredeterminada não puder ser evi‐ tada. uma vida útil do rolamneto. visivelmente minimizada. pode se deslocar até 0. admissível Fradial Vida útil do rolamento (de acordo com a norma ISO 281.

recomenda-se uma tensão mínima de 24. Utilize preferencialmente elementos de acionamento de alojamen‐ to próprio. 50 m. no tocante à parte da máquina. por exemplo. seja ultrapassada.152/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) do motor. recomenda-se uma tensão mínima de 22. Freios de parada fechados em situação parada abrem na aplicação de tensão de comutação. Cabos de potência confeccionados para Rexroth acima dos 50 m. dentes oblíquos ou pinhões de rodas cônicas. dependente da térmica. ● t1 t2 Fig. resistên‐ cia do condutor.8 V (24 V . ● Cabos de potência confeccionados para Rexroth até no máx. um componente da força axial. não estiverem determinados axialmente. não estiverem determina‐ dos axialmente. ou que o jogo de folga dentro da dentição aumente intensamente.5 %) no acionamento. Ao se fazer a utilização de pinhões de acionamento. se os pinhões de acionamento. se os pinhões de acionamento. existe o perigo.11.7 V (26 V .5 %) no acionamento.1 Freios de Parada Freio de Parada Soltando Eletricamente Os freios de parada dos motores IndraDyn S trabalham de acordo com o prin‐ cípio "soltando eletricamente". montados diretamente no eixo do motor.10-17: Esquema do freio de parada Tempo de interligamento Tempo de separação . A alimentação de tensão do freio de parada deve ser preparada de forma que existe tensão suficiente mesmo em casos desfavoráveis relativamente à ins‐ talação e operação no motor para ventilação do freio de parada. Neste caso. que estejam unidos ao eixo do motor por meio de acoplamentos de compensação axial! 10. no tocante à parte da máquina. de forma inadmissível. esta alteração de comprimento ocasiona: ● ● um deslocamento da localização do eixo. (ver também sistema de acionamento da Rexroth IndraDrive DOK-INDRV*-SYSTEM*****-PRxx-DE-P Capítulo "Especificação tensão de comando") A tensão de comutação a chegar ao motor é influenciada pelo comprimento do cabo e das características. de que a força axial máxima.11 10. admissível.

leve em conta as exigências de segurança. norma EN 13463-1) para o freio de parada! ⇒ No fornecimento. no funcionamento normal. Por isso. "Paralização melhor possível "(Descrição da função de Firmware IndraDrive). 10. . ⇒ Colocação em funcionamento e atividades de manutenção podem ser feitos somente num ambiente que não seja exposto a perigos de explosão. 10.º de rotações (n ≥ 10 min-1) ou velocidades (Uso não correto) ⇒ A alimentação de tensão do freio de parada deve ser preparada de forma que existe tensão suficiente de 24 Volt ±10%. preencham a sua função no funcionamento normal. os motores devem ser verificados quanto a uma inscrição conforme ATEX de acordo com a área de aplicação prevista. mesmo em casos desfavoráveis relativamente à instalação e operação no motor para ventilação do freio de parada. 10.11. através de manuseio incorreto! Para se impedir um perigo através de gases inflamáveis ou misturas de poelira nas proximidades dos motores. perigo de inflamação e ex‐ plosão. Não use o freio de parada como freio de operação para eixos que se encontrem em movimento. ⇒ Os freios têm de ser concebidos de forma que. ⇒ O freio de parada não pode ser utilizado como freio de operação para de‐ sacelerar ou paralizar o motor ou das cargas acopladas de elevados n. for ultrapassada. precoces.3 Freios de Parada Instruções de Segurança Por ocasião da concepção dos equipamentos. ver P-0-0119. No caso de falha de exclusão do abastecimento de tensão ou desligamento da liberação de regulador. ATENÇÃO Controle dos Freios de Parada em Funcionamento (Recomendação) Avarias que surgem durante o tempo de funcionamento e que podem alterar os parâmetros de concepção ou as condições de funcionamento têm de ser reconhecidas num período adequado e eliminadas.5 "Freio de Parada–Colocação em Funcionamento e Instru‐ ções de Manutenção " na página 155).11. Para este caso.2 Freios de Parada Instruções de Segurança Perigo de vida ou elevada avaria material. quanto a confor‐ midade das indicações para a encomenda. recomen‐ damos verificar a função e o estado do freio de parada em intervalos regulares (ver cap. o freio de parada "sol‐ tando eletricamente” fecha de forma autônoma. o usuário dever garantir que os freios de parada. a integrabilidade e eventuais danos resultantes do transporte. ⇒ O freio de parada integrada no motor somente pode ser utilizado como freio de parada na paralização e na PARADA DE EMERGÊNCIA (n < 10 min-1) (Uso correto. não apresentem quaisquer fonte de ignição. Na colocação em funcionamento isto tem de ser verificado e confirmado através de um protocolo. podem incidir aparências de des‐ gaste. Se o freio for ativado repetidamente com acionamento funcionando ou ou a energia de freio admissível.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 153/181 Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) O freio de parada serve para manter o eixo parado quando a máquina estiver com a alimentação desligada. qualquer operação fora dos parâmetros de concepção e condições de funcionamento indicados não é permitida (comp. na instalação e na utilização corretas.11.

154/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) Ferimentos físicos devido a movimentos ocasionadores de perigos por eixos a cair ou a rebaixar! PERIGO Fixar eixos verticais contra queda ou diminuição o desligamento através de: ● ● ● bloqueio mecânico do eixo vertical Dispositivo de frenagem/captador/aperto. Respeite as orientações e diretivas de continuidade. assim inutilizar o freio. Os freios de parada fornecidos de série acionados pelo acionamento sozinhos não são apropriados para a proteção de pessoas! A proteção de pessoas tem de ser alcançada através de medidas a adotar. 10. ISO 13849-1 (2007). condensação e depósitos reduzem o efeito de frenagem. propostas e seguras contra erros como. Para países europeus: ● ● EN 954 e ISO 13849-1 (2007) e ISO 13849-2 (2003) Peças relacionadas com a segurança de comandos Folha de informações n. Fertigungssysteme. por exemplo. Se o desgaste da fenda de ar entre rotor e polo estiver aumentado de forma não permitida. externos ou compensação de peso suficiente do eixo. Associação dos Fabricantes de conjuntos de equipamentos elétricos (NEMA). não estão concebidos para frenagem de operação. Para EUA: ● Em geral vale: As determinações nacionais tem que ser respeita‐ das ! O ímã permanente não é qualquer freio de segurança no sentido de poder surgir uma redução de torque através de fatores de distúrbio influenciáveis (comp. geralmente. EN 954. a atuação do freio não é mais garantida. ISO 13849-2 (2003) ou folha de informa‐ ção n.11. bem como vapores. assim como as prescrições regionais da construção. Stahlbau) Vide as Prescrições Nacionais para Sistemas Elétricos (NEC).º 005 "Eixos sujeitos à força de gravidade (eixos verticais)"). Respeitar especialmente: ● ● ● Corrosão nas superfícies de atrito. . bloquear a zona de pe‐ rigo com cerca de proteção ou grade de proteção. Os agentes de lubrificação não podem chegar à superfície de atrito.4 Aplicação de Freios de Parada Os freios de parada nos motores Rexroth. Os momentos de freios eficazes são condiciona‐ dos fisicamente e diferentes na operação estática e dinâmica.º 005 "Eixos sujeitos à força de gra‐ vidade (eixos verticais)" Edição 02/04 (Editor: Fachausschuss Maschinenbau. Sobretensões e temperaturas elevadas podem enfraquecer os ímans permanentes e. Neste caso não ocorre qualquer travagem.

ventiladas para remover gás explo‐ sivo existente. o freio de detenção precisa ser examinado. Comutar o motor para livre de tensão e assegurar contra re-ligação. tem que ser considerado adicionalmente o mo‐ mento de inércia de massa do sistema todo.10-18: Concepção Dinâmica Concepção Dinâmica O momento de carga precisa ser menor que o momento dinâmico Mdyn mínimo. ao se fazer utiliza‐ ção do freio de parada para paralizar um eixo que se encontra em movimento (n ≥ 10 min-1) . O ambiente tem de estar livre de poeira ou gás explosivo. se necessário. que o freio de parada pode conseguir. ● Para assegurar a função do freio de detenção. Torque de retenção (M4) ver dados técnicos. . uma massa tiver que ser frenada. num determinado tempo ou dentro de um determinado trecho de via. ao se fazer uti‐ lização do freio de parada para apertar (segurar) um eixo que esteja paralizado. Caso contrário.11. A verificação e o acerto necessário pode ocorrer "manualmente de forma mecânica" ou "au‐ tomaticamente através da funcção Software". atua um “torque do freio dinâmico” (Mdyn) – atrito deslizante. a atuação do retarda‐ mento do freio de parada não será suficiente para parar o eixo. 2. Se o torque de retenção indicado (M4) é alcançado. Fig. Verificar e Acertar os Freios de Pa‐ rada Manualmente Medir o torque de retenção (M4) do freio de parada. Se o torque de retenção indicado (M4) não for alcançado. Medir torque de retenção transmissível (M4) dos freio de parada com chave de torque. perigo de inflamação e ex‐ plosão. Se. Na PARADA DE EMERGÊNCIA para pa‐ ralizar um eixo (n < 10 min-1) atua um “torque do freio dinâmico” (Mdyn) – atrito deslizante.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 155/181 Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) Funcionamento normal e PARADA DE EMERGÊNCIA No funcionamento normal. M4 > Mdyn Leve por isto em conta a descrição da concepção dinâmica mencionada a seguir. o motor está pronto para a montagem. as áreas devem ser. através de manuseio incorreto! ATENÇÃO ● Colocação em funcionamento e atividades de manutenção podem ser feitos somente num ambiente que não seja exposto a perigos de explo‐ são. se necessário acertar o freio de parada. antes da colocação em funcionamento dos motores.5 Freio de Parada–Colocação em Funcionamento e Instruções de Ma‐ nutenção Perigo de vida ou elevada avaria material. o momento de parada solicitada através da aplicação deve ser reduzido para 60% do torque de retenção está‐ tico (M4) do freio de parada. Antes da colocação em funcionamento e dos trabalhos de manutenção. Recomendação do Pojeto Para garantir a segurança do equipamento. Caso de distúrbio Em caso de distúrbio. 10. o torque de retenção pode ser restabelecido através do processo de acerto seguinte. atua o “torque de retenção estático“ (M4) – atrito estático. Medir Torque de retenção (M4) do Freio de Parada 1.

em caso de necessida‐ de. rodar o eixo do motor manualmente. Em caso de necessidade. O teste de travagem também pode ser feito ciclicamente no âmbito de uma conservação de prevenção. o acionamento emite uma respectiva mensa‐ gem.156/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) Freio de Parada Acertar 1. assim co‐ mo as linhas diretivas da CE. o freio de parada não está funcional.12. Contatar. A eficácia do freio de parada e o estado aberto é verificado pelo aciona‐ mento através do arranque da Rotina "P-0-0541. 5 rotações. Com a execução do comando C3900 não é verificado se o acerto do freio de parada foi bem sucedido.1 Aceitações e Licenciamentos Símbolo CE Para todos os motores IndraDyn S existem declarações de conformidade. DOK-INDRV*-MP*-xxVRS**-FKxx-DE-P. Recomenda-se executar o comando C2100 (supervisão do sistema de parada) novamente. que confirmam a estruturação e o cumprimento das normas EN válidas. Aqui são necessários programas de comando especiais e destinados para os conceitos de con‐ juntos de equipamento e de máquinas. Medir torque de retenção (M4) Se o torque de retenção indicado (M4) é alcançado. Execução da rotina de acerto IndraDrive "Restabelecer o torque de re‐ tenção" (ver "P-0-0544. C2100 1. Verificar e Acertar os Freios de Pa‐ rada através da Função de Softwa‐ re Verificar Torque de Retenção (M4) através do Comando Supervisão do Sistema de Parada P-0-0541. Uma execução múltipla desta rotina de acerto é possível. as declarações de conformidade podem ser solicitadas através da sucursal de vendas responsá‐ vel. por exemplo. Dirija-se ao serviço de aten‐ dimento da Rexroth. C3900 Comando Acertar o freio de parada do motor"). Rotina de acerto através de comando propostas.12 10. Se o torque do freio for demasiado reduzido. o seu parceiro de vendas da Bosch Rexroth e combine os parâmetros da rotina de acerto para o seu caso de aplicação. C2100 Comando su‐ pervisão do sistema de parada". o motor está pronto para a montagem. 2." 10. Mais informações relativamente às funções de Software ver descrição de função "Rexroth IndraDrive Firmware para aparelhos de regulagem de acio‐ namento MPx-xx. 2. o acionamento encontra-se após o procedimento da rotina em estado funcional. Se o freio de parada estiver em condições. Declaração de Conformidade . Restabelecer Torque de Retenção (M4) através da Função de Software Existem as seguintes possibilidades à disposição: 1. Se o torque de retenção indicado (M4) após vários acertos não for alcan‐ çado. com uma chave de torque em aprox. O símbolo da CE está colocado na plaqueta de tipo do motor dos motores IndraDyn S. Com o freio de parada fechado.

1 Supervisão da Temperatura do Motor Generalidades A supervisão da temperatura do motor ocorre através de dois sistemas inde‐ pendentes processados ● ● Sensor de temperatura Modelo de temperatura e garante. cUR Listing Motores MSK são apresentados pela autoridade UL "Underwriters Laborato‐ ries Inc. certificação obrigatória na China) 10.10-19: Símbolo da CE 10. A contaminação nos motores reduz o transporte de calor.10-20: Símbolo cUR 10. O alívio da quantidade de calor originada ocorre através de uma emissão natural ao ar ambiental e através do condutor de calor para a construção da máquina. . Ter em atenção à limpeza! 10.1 Refrigeração do Motor Convecção Natural Os motores da Rexroth na versão Standard possuem um auto-resfriamento. a proteção mais eficaz possível dos motores de danos irre‐ versíveis devido a uma sobrecarga térmica. (CCC = China Compulsory Certification.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 157/181 Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) Fig.12.®".13.14. assim.2 UR.14 10.3 CCC (China Compulsory Certification) A marca de verificação CCC é uma identificação no âmbito da segurança e da qualidade para produtos que são distribuidos no mercado chinês. Fig.12.13 10. os motores autorizados pela autoridade UL são caracte‐ rizados com o seguinte símbolo na plaqueta de tipo do motor. Os motores IndraDyn S não são obrigados a possuir uma certificação perante CCC na China (Situação na apresentação desta documentação do produto). O número de licenciamento dos motores (número do arquivo) está indicado nos dados técnicos.

2 Sensor de Temperatura A supervisão da temperatura do motor é garantida através do sensor de tem‐ peratura integrado no estator do tipo KTY84. consulte a descrição da função para aparelhos de regulagem IndraDrive. Fig. Para informações adicionais.158/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Condições de utilização e instruções de aplicação MSK (ATEX) 10.temperatura de desligamento (150 °C) Os valores limite estão depositados na memória do feedback dos motores MSK. .temperatura de aviso (140 °C) Motor .10-21: Curva característica KTY84-130 Os aparelhos de regulagem IndraDrive supervisionam a capacidade de função dos sensores de temperatura.14. A temperatura do motor medida é supervisionada para os seguintes valores limite: ● ● Motor .

Transporte e Armazenamento 11 11. Distruição dos componentes do motor devido a teste de alta tensão executado de forma incorreta! Perda da garantia! PERIGO ⇒ Evite os testes de repetição. entre ou‐ tros. Unidades de embalamento em paletes são fixas com correias de esticar.1 Manuseio. O conteúdo de um fornecimento pode. tópico 20. com buchas de proteção.2 11. Transporte e Armazenamento Estado por Ocasião do Fornecimento Generalidades Motores IndraDyn S estão embalados em caixas de papelão ou caixas de ma‐ deira no fornecimento. ser distribuido por mais unidades de embalagens. Devido a testes de alta tensão repetidos. Os eixos do motor e uniões de encaixe estão equipados. ⇒ Tenha em atenção as definições da norma EN 60034-1 (de acordo DIN VDE 0530-1) 11. não são necessários testes de alta tensão por parte do cliente. no entanto.81 Capacidade coaxial da borda de centragem para o eixo DIN 42955 / 12.81 Marcha plana da superfície de flanges para o eixo DIN 42955 / 12. tópico 20.99 Verificação da resistência de isolamento de acordo com a norma EN 60204-1 / 01.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 159/181 Manuseio.2 Verificação por parte da Fábrica Todos os motores IndraDyn S são submetidos por parte da fábrica. .81 Verificação do torque do freio (opção) de acordo com a norma Verificação Mecânica ● ● ● ● 11.3 Verificação resistência do enrolamento Tolerâncias de giro balanceado e de posição das extremidades dos eixos e flange de fixação de acordo com DIN42955/12.92.1.1.1 11. aos seguintes testes: Verificação Elétrica ● ● ● ● Verificação de alta tensão de acordo com a norma DIN EN 60034-1 / 02.1.3 União de condutor de proteção EN 60204-1 / 01. Podem surgir ferimentos devido a movimentos incontroláveis das cor‐ reias de esticar ao cortar! ATENÇÃO ⇒ Mantenha distância suficiente e separe as correias de esticar de forma cui‐ dadosa.3 Verificação por parte do Cliente Como todos os motores IndraDyn S forma submetidos a um processo de teste normalizado. 11.2. os motores e componentes podem ser danificados. Remover as buchas de proteção apenas até pouco antes da montagem. a partir de fábrica.92.1 Identificação e Controle da Mercadoria Fornecida Papéis de transporte e Nota de Fornecimento O volume completo de fornecimento consta da nota de fornecimento ou da carta de transporte.

inclinar ou a queda dos produtos. no motor estiver encoberta por um contorno de máquina. ⇒ Utilize unicamente ferramentas apropriadas. Adicionalmente. CUIDADO .3 Manuseio dos Equipamentos Danos ou ferimentos e perda da garantia devido ao manuseio incorreto! ⇒ Evite sumissões à carga mecânicas. No fornecimento os motores IndraDyn S estão equipados com buchas de pro‐ teção e coberturas nos eixos do motor e com tomadas de flange. na carcaça do motor.160/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Manuseio. ⇒ Proteja os produtos de umidade e de corrosão. Utilizar as buchas de proteção também no reenvio. use luvas de segurança. ⇒ Nunca levante o Motor na carcaça do ventilador opcional. Esta plaqueta está fixada na carcaça do motor.11-1: Plaqueta de tipo (Exemplo IndraDyn S ATEX) A plaqueta de tipo serve para: ● ● ● Identificação do motor Aquisição de peças de reposição em caso de distúrbio Informação de serviço de atendimento A designação de tipo do motor também está arquivada na memória do feedback. Divergências devem ser reclamadas de imediato. O motor é fornecido com uma plaqueta de tipo. ● ● Remover as buchas de proteção apenas até pouco antes da montagem. sobre a plaqueta de tipo. ● Motor Após receber a mercadoria compare o tipo encomendado e fornecido. Esta segunda plaqueta pode ser colocada bem visível na máquina. ⇒ Utilize equipamentos e vestuários de proteção apropriados no transporte. original. Transporte e Armazenamento Cada unidade de embalagem individual pode ser identificada com o adesivo de envio colocado no exterior. No transporte e no armazenamento as buchas de proteção têm de ficarem no motor. 11. jogar. 11.2 Plaqueta de Tipo Cada equipamento possui uma plaqueta de tipo individual com a designação do equipamento e as indicações técnicas. original. Fig. se a plaqueta de tipo. é colocada uma segunda plaqueta de tipo. com fita aderente de dupla face.2.

como polias de correia. Transporte e Armazenamento ③ ② ① Fig.11-4: Condições para o transporte Cumpre as seguintes condições durante o transporte dos motores: . Fig. engrenagens ou semelhante somente podem ser montados ou desmontados devido aquecimento uniforme dos elementos de acionamento ou com um equi‐ pamento de extração ou de colocação apropriado.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 161/181 Manuseio.11-3: Manuseio extremidade do eixo Impactos na extremidade do eixo danificam o feedback e rolamento esférico! Elementos de acionamento.4 Transporte dos equipamentos Condições para o transporte de acordo com a norma DIN EN 60271-3-2 Grandeza de influência ambiental Temperatura do ar Umidade do ar máxima relativa Umidade do ar máxima absoluta Símbolo Unidade Valor Ttransp φ ρw °C % g/m³ -20 … 80 95 60 Cumprir limites de carga de choque de acordo com as instruções de aplicação Esvaziar motores com resfriamento por líquido com temperatura < 4 °C (danos devido a congelação) Fig. Evitar impactos sobre o eixo de acionamento.11-2: Bucha de proteção conector de potência Bucha de proteção conector de feedback Bucha de proteção Eixo Buchas de proteção IndraDyn S ● ● Evite danos do flange do motor e eixo "árvore" de acionamento. 11. discos de embreagem.

Indicações de peso podem ser encontradas nas folhas de dados ou na plaqueta de tipo do motor.5 Armazenamento dos Equipamentos Condições para o armazenamento de acordo com a norma DIN EN 60271-3-1 Grandeza de influência ambiental Temperatura do ar Umidade do ar relativa Símbolo Unidade Valor Tarmazém φ °C % g/m³ -20 … 60 5 … 95 1 … 29 Umidade do ar absoluta ρw Sem poeira. Transportar os motores apenas na posição horizontal.11-5: Levantamento e transporte dos motores mediante o auxílio de cintas de levantamento. quando puderem ocorrer grandes trepidações durante o transporte. Utilize amortecimentos de choques por impacto. livre de trepidações. os guindastes com cintas de levantamentoo. Transporte e Armazenamento ● Utilize meios de transporte apropriados.162/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Manuseio. seco e pouca vibração (Veff ≤ 0. .11-6: Condições para armazenamento Danos e perda da garantia devido a armazenamento incorreto! CUIDADO ⇒ Armazene os motores em lugares secos. ● ● ● Fig. livre de poeiras e protegidos contra corrosão na horizontal. Utilize para o levantamento dos motores. de laços 11. levando em consideração o peso dos componentes.2 mm/s) Esvaziar motores com resfriamento por líquido com temperatura de armazenamento < 4 °C (danos devido a congelação) Fig.

Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 163/181 Instalação 12 12.8 e os respectivos discos de acordo com a norma DIN EN 28738. estejam suficientemente familiarizadas com o conteúdo. As uniões por aparafusamento na montagem de flange precisam assumir. com todas as advertências e com as medidas a serem adotadas para precaução. 12.3 12. equipamentos e vestuários de proteção no transporte. Tenha em atenção as instruções de segurança dos capítulos anteriores. está formado. Especialista. assim como as forças inci‐ dentes no funcionamento. Utilize ferramentas de elevação apropriadas.2 Especialistas Todos os trabalhos no conjunto de equipamentos e nos acionamentos ou em suas proximidades só são admissíveis através de especialistas. dispõe de uma equipagem de segurança adequada e foi treinado para o auxílio dos primeiros socorros.1 Montagem Mecânica Fixação do Flange Para fixar os motores profissionalmente e de forma segura na máquina. Execute os passos de trabalho de forma muito cuidadosa. tanto a força do peso motor. instruído ou autorizado. . a Bo‐ sach Rexroth recomenda para a montagem adicional os seguintes parafusos e discos para a fixação do motor.3.. Certifique-se de todas as pessoas tenham o conhecimento acerca dos ● ● ● Trabalhos de instalação Trabalhos de manutenção.. 12.8.M.. mini‐ miza o risco de acidentes e danos. x . Utilize em caso Standard os parafusos cilíndricos DIN 912 . qualificado.. Em alguns motores não é necessário adicionar os discos ver tabela. respectiva‐ mente treinado. Especialista da matéria. circuitos de corrente e aparelhos conforme as determinações da técnica de segurança. em conformidade com esta documentação. . a colocar à terra e a caracterizar.1 Instalação Segurança Ferimentos devido a peças condutoras de tensão! Elevação de cargas pesadas! ATENÇÃO ● ● Instale os motores somente em estado livres de tensão e eletricamente unidos. ou Atividades de operação no conjunto de equipamentos. a ligar e desligar. Dessa forma. qualificado.

3.12-1: Furo de fixação Torque de aperto em metro Newton Comprimento mínimo do parafuso no parafusamento em aço. Verificar se os componentes não apresentam danos visíveis.0 4. a categoria de resistência dos parafusos e a categoria de dureza dos discos têm de ser iguais para transmitir os momentos de aperto (ver Fig.0 9. Os motores IndraDyn S são fabricados para a montagem de flange por parte da fábrica (B05).5 6.8) MGA [Nm] 3.164/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Instalação Se forem utilizados parafusos e discos que divergem desta reco‐ mendação. Para a fixação é válida a seguinte atribuição: B05 (Montagem de flange) Furo Parafuso (8. Acessórios de fixação MSK (Montagem de flange) 12. Detalhes relativamente aos furos de fixação constam da res‐ pectiva folha de medidas.6 Tipo 1) M4×20 M6×20 M8×20 25 10 M10×30 51 12 M12×40 87 14 M16×35 215 nenhumas Fig. . Certifique-se de que as medidas e tolerâncias referentes ao equipamento para a montagem do motor são apropriadas (Detalhe ver folha de medi‐ das).2 Preparação de Montagem ● Protocole todas as medidas executadas no protocolo de colocação em funcionamento. Motor não está disponível na versão ATEX. Peças com‐ ponentes avariadas não podem ser montadas. Prepare a montagem do motor da seguinte forma: 1. seco e livre de poeira. 12-1 "Acessórios de fixação MSK (Montagem de flange)" na página 164).0 11.0 14.1 10.3. Assegure-se de que a montagem possa ser procedida num local limpo. 2.4 Disco DIN EN 28738 Ø [mm] nenhumas nenhumas Ø [mm] MSK030 MSK040 MSK050 MSK060 MSK061 MSK070 MSK071 MSK075 2) MSK076 MSK100 MSK101 MSK103 2) MSK131 2) ① MGA 1) 2) 18.

a instalação deve ser desligada e o con‐ tator de rede deve estar seguro contra religamento inesperado ou não autorizado. Perigo de morte devido a tensão elétrica! Manejar no setor de peças condutoras de tensão é perigoso para a vida. Evite apertar ou bloquear o anel de centragem por parte do motor.5 "Freio de Parada–Colo‐ cação em Funcionamento e Instruções de Manutenção " na página 155 . como licenciamento UL/CSA. 12. São impres‐ cindivelmente necessárias ferramentas para a parte elétrica. se o freio de parada do motor atinge o torque de retenção men‐ cionado na Folha de dados. Estes cabos oferecem várias vantagens. Evite danos na adaptação de alojamento referentes ao equipamento. todas as uniões por encaixe precisam estar firmemente aparafusadas. resistência extrema e capacidade de resistência. 10. Remova as buchas de proteção do eixo do motor. 5. superfícies de montagem e roscas quan‐ to a sujeira.).3 Montagem do Motor ● ● ● ● ● Monte o motor. Verifique. Controle todos os componentes. 8.ex. Tenha em atenção: De acordo com a montagem mecânica correta proceda à conexão elétrica. bem como meios de verificação e de medição sempre alcançáveis. Antes da realização do trabalho. Guarde o resguardo para uma utilização posterior. Assegure-se de que o assento para o flange do motor está livre de re‐ barbas por parte da máquina. se no conjunto de equipamentos ainda se encontram peças sob tensão residual (p. .4 12. Mantenha as ferramentas e os materiais auxiliares. através de condensadores. ● ● Riscos pessoais ou danos materiais possíveis! Interromper ou conectar condutores de energia podem ocasionar condições inesperadas ou da‐ nos materiais. mediante um aparelho de medição apro‐ priado. Durante o funcionamento do conjunto de equipamentos. 6. Antes do início dos trabalhos. PERIGO ● Os trabalhos no conjunto de equipamentos. Verifique a resistência e precisão da ligação antes de executar outros passos. precisa ser verificado. Esperar até que estejam transcorridos os seus tempos de descarga. 7. 12.3.4.1 Conexão Elétrica – Conectar o Motor Generalidades Utilize preferencialmente o cabo de conexão confeccionado da Rexroth. Conecte o motor com a máquina (considerar os momentos de aperto!). Caso o freio não alcance o momento indicado proceder primeiro de acordo com cap. etc.11.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 165/181 Instalação 4. só podem ser pro‐ cedidos por trabalhadores especialistas da matéria elétrica. ATENÇÃO ● ● Somente conectar ou desconectar conectores na ausência de unidade e sem alimnetação. bem como uma versão digna de CEM. elétrico.

2 Conexão dos Conectores Ao proceder a conexão da união de encaixe com conexão roscada. A tomada do flange se deixa girar. a porca de sobrepassagem da união de encaixe de po‐ tência. 1. Não utilize quaisquer ferramentas (p. quando uma respectiva união de encaixe tiver sido conectada. 2. 3. Apenas porcas de sobrepassagem completamente apertadas garantem uma proteção indicada contra água (IP65) e ativam a proteção contra vibração. a tomada de flange pode ser movimentada para a posição desejada à mão. Conector do feedback 12. à mão. Aperte. 12. ou ocasionar avarias materiais. Cada giro da tomada do flange reduz o torque de retenção na po‐ sição ajustada. Movimentar a tomada do flange. Potência.166/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Instalação Perigo de curto-circuito. Aperte a porca de sobrepassagem até ao batente.4. a direção de saída deve ser alterada no má‐ ximo 5x ! . alicates ou chaves de fenda) para girar a tomada de flange do motor. girando a união de encaixe conectada. Coloque a conexão do conector de potência na rosca da carcaça de co‐ nexão.ex. Não se podem excluir avarias mecânicas da tomada do flange atra‐ vés do uso de ferramentas. A direção de saída desejada está ajustada.4. ATENÇÃO ● Em caso de uma instalação ou substituição deve ser previsto uma prote‐ ção para os componentes de conexão aberta. no posicionamento correto. a conexão do conector de po‐ tência pode sempre ser levada adiante até o seu posicionamento final. através de líquido de resfriamento ou líquido de lubrificação ! Um curto-circuito dos condutres de tensão pode liberar estados de perigo imprevisíveis. Para se garantir o torque de retenção necessário da tomada do flange. proceda por favor conforme segue: 1. para a direção de saída desejada.3 Ajuste da Direção de Saída As tomadas de flange são giráveis na área de 240º. Conectar o cabo de potência do motor à tomada do flange 2. Através da recondução do cabo. Através do efeito de alavanca da união de encaixe co‐ nectada.

As informações respectivas encontra-as na descrição das funções do apa‐ relho de regulagem de acionamento. A colocação em funcionamento do acionamento e comando pode necessitar de mais passos. Não efetue a colocação em funcionamento. Efetue a colocação em funcionamento do sistema de acionamento de acordo com as indicações da documentação do produto respectiva. Tenha em atenção as indicações e prescrições do fabricante de máquinas! 13.5 "Freio de Parada–Colocação em Funcionamento e Instru‐ ções de Manutenção " na página 155). Produtos danificados não podem ser operados. cap. Verifique todas as conexões mecânicas e elétricas. quando conexões. Requisite informações faltantes ou suporte para a colocação em funcio‐ namento junto da Rexroth. 2. Ative o os equipamentos de segurança e sistemas de monitorização do sistema. quando equipamentos de se‐ gurança e monitorização do sistema estão danificados ou não operacio‐ nais. A verificação da funcionalidade e capacidade do sistema não é parte integrante da colocação em funcionamento do motor. Preparação 1. ● ● ● As seguintes indicações de colocação em funcionamento referem-se aos mo‐ tores IndraDyn S como peça de um sistema de acionamento com acionamento e comando. funcionamento e manutenção 13 13. Execução Se todas as condições estiverem presentes efetue os seguintes passos: 1. Verifique os produtos quanto a danos. funcionamento e manu‐ tenção Colocação em funcionamento Danos materiais devido a erros no comando de motores e elementos móveis! Estados de funcionamento e dados de produtos não definidos! CUIDADO ● Não efetue a colocação em funcionamento.2 Funcionamento Durante o funcionamento tenha em atenção ao cumprimento das condições de meio ambiente descritas (comp. mas sim efetuada no âmbito da colocação em funcionamento total da máquina. . 10 "Condições de utilização e instru‐ ções de aplicação MSK (ATEX)" na página 139). estados de funcionamento ou dados dos produtos não estejam claros ou com er‐ ros. 3. Assegure a operacionalidade dos freios de detenção opcionais (comp. 10.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 167/181 Colocação em funcionamento.11. 4. 5.1 Colocação em funcionamento. cap. Mantenha os documentos de todos os produtos operacionais.

13. ATENÇÃO ● 13. Coloque o acionamento. Assegure que a máquina não poderá executar movimentos imprevisíveis e contra manuseio por pessoas desautorizadas. funcionamento e manutenção 13. através dos comandos da máquina. Se as aletas de refrigeração estiverem parcialmente cobertas de sujeira. 4.2 Limpeza Sujeira. Podem ser necessários tempos de resfriamento de até 140 minutos ! Perigo de lesões devido a elementos em movimento ● Não execute medidas de manutenção em máquinas em funcionamento. não é possível uma área suficiente de troca de calor com o ambientre. podem prejudicar o funcionameto dos motores. Assegure o motor antes da desmontagem contra queda ou movimentos. A operação em condições menos apropriadas pode levar à diminuição da vida útil. Desligamento por so‐ . Aguarde o tempo de descarga dos sistemas elétricos e separe depois as conexões elétricas. Desligue o interruptor principal da máquina. Queimaduras através de superfícies quentes com temperaturas acima de 100 °ºC ATENÇÃO ● ● ● Não trabalhe em superfícies quentes. Use luvas de proteção.1 Manutenção Generalidades Motores síncronos da série construtiva IndraDyn S trabalham dentro das con‐ dições de operacionalidade indicadas e vida útil sem manutenção.4. Tenha em atenção às indicações do fabricante de máqui‐ nas no plano de manutenção de máquinas e as seguintes medidas de manutenção descritas.4. mencionada nos Dados técnicos é uma medida padrão para o necessário tempo de resfriamento. poeiras ou cavacos. Em intervalos regulares (máximo após um ano) deve-se limpar as aletas de refrigeração a fim de ga‐ rantir uma grande área para troca de calor. térmica. 3. 7. Desligue a tensão de potência e de comando do acionamento. medidas de manutenção ou imobilização dos motores efetue os seguintes passos: 1. Assegure a máquina durante os trabalhos de manutenção contra religa‐ mento e utilização não autorizada.4 13. antes de soltar as conexões mecânicas. da maneira controlada para o estado parado. em caso extremos levar à falha dos mesmos. Respeite as orientações da documentação da máquina. 6. 2.3 Imobilizar Em caso de avarias. excessivos. 5. ● Aumente a disponibilidade através de medidas de manutenção regulares e preventivas. Deixe os motores esfriarem antes de inicar o trabalho.168/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Colocação em funcionamento. A convecção de calor insuficiente pode ter conseqüências indesejadas. A constante de tempo. A vida útil dos rolamentos reduz-se durante a operação sob condições de temperatura não admissíveis ( graxa do rolamento se decompõe).

através de peças condutoras de tensão com mais de 50V PERIGO ●  Não proceder quaisquer consertos provisórios nos condutores de co‐ nexão. apesar de funcionamento de acordo com os dados de sele‐ ção. Recomendamos que se seja procedida uma troca dos rolamentos através do serviço de atendimento da Rexroth.4.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 169/181 Colocação em funcionamento. Verificar em intervalos regulares os condutores de proteção quanto à fixação.5 13. Verificar esteiras opcionais (Esteiras) quanto a defeito. 13. substituí-los. e se necessário. mortal. Use luvas de proteção. Queimaduras através de superfícies quentes com temperaturas acima de 100 °C! ATENÇÃO ● ● ● Não trabalhe em superfícies quentes. Os rolamentos do motor devem ser substituídos quando: ● ● tiver sido atingida a vida útil do mesmo. Deixe os motores esfriarem antes de inicar o trabalho.4 Cabo de Conexão Choque elétrico. porque está faltando o respectivo resfriamento. A constante de tempo. se não forem ultrapassadas as forças radiais e axiais. ⇒ ⇒ ⇒ 13. Verificar os cabos de conexão em espaçamentos regulares de tempo com relação a avarias e trocar em caso de necessi‐ dade. Surgirem ruídos durante a operação. mencionada nos Dados técnicos é uma medida padrão para o necessário tempo de resfriamento. No caso de incidir um mínimo defeito do revestimento de cabos. admissíveis. Assegure o motor e condutores de alimentação contra queda.6 Solução de Problemas Em preparação Desmontagem Ferimentos mortais através de erros no comando de motores e traba‐ lhos em elementos em movimento! PERIGO ● ● ● Não trabalhe em sistemas em funcionamento ou não protegidos. antes de soltar as conexões mecânicas. Assegure que a máquina não poderá executar movimentos imprevisíveis e contra manuseio por pessoas desautorizadas. térmica.3 Rolamentos Os rolamentos têm uma vida útil nominal de L10h = 30000 h de acordo com a norma DIN ISO 281. 13.4. Podem ser necessários tempos de resfriamento de até 140 minutos ! . funcionamento e manutenção bretemperatura. o conjunto de equipamentos tem que ser excluído imediatamente do fun‐ cionamento e o cabo tem que ser substituído. Edição 1990.

Respeite as normas de segurança. Desmonte o motor da máquina.170/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Colocação em funcionamento. funcionamento e manutenção ● ● ● Respeite as orientações da documentação da máquina. Armazenar o motor de forma correta. .

Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 171/181 Proteção do meio ambiente e eliminação ! 14 14. Garantimos que os nossos produtos não contêm quaisquer substâncias proi‐ bidas de acordo com a regulamentação de produtos químicos. Além disso. no entanto.-Nebel-Straße 2 D-97816 Lohr am Main Embalagem Os materiais de embalagem consistem de cartão. Condição prévia e. Os plásticos que surgem podem ser entregues para uma reciclagem térmica. asbesto. sem ônus. Devido à elevada quantidade de metal. Devido a motivos ecológicos deve-se abrir mão do retorno do mesmo. Numa situação normal não existem quaisquer efeitos secundários para o meio-ambiente. Reciclagem . os produtos podem ser na maior parte reciclados. Os metais que estão contidos nos módulos elétricos e eletrônicos também po‐ dem ser recuperados por meio de um processo de separação especial.1 Proteção do meio ambiente e eliminação ! Proteção ambiental Processo de fabricação A fabricação dos produtos ocorre com os processos de fabricação que são otimizados de acordo com a matéria-prima e a energia e permitem simulta‐ neamente uma reutilização e aproveitamento dos resíduos resultantes. no seguinte endereço: Bosch Rexroth AG Electric Drives and Controls Bürgermeister-Dr. No essencial os nossos produtos contêm os seguintes componentes: Equipamentos eletrônicos ∙ Aço ∙ Alumínio ∙ Cobre ∙ Plásticos ∙ Módulos e componentes eletrônicos Motores ∙ Aço ∙ Alumínio ∙ Cobre ∙ Latão ∙ Peças magnéticas ∙ Módulos e componentes eletrônicos Proibições de materiais Nenhuma liberação de substâncias perigosas Componentes essenciais 14. PCB e hidrocarbonetos clorados. Es‐ tes podem ser reutilizados em qualquer lugar sem problema. é necessária a desmon‐ tagem em módulos individuais. Ten‐ tamos regularmente substituir as matérias-primas. Os nossos produtos não contêm quaisquer substâncias perigosas que possam ser liberadas em caso de uso correto. brutas e auxiliares que poluem por alternativas mais ecológicas. Para alcançar uma recuperação do metal. graxas ou outra sujeira. madeira ou poliestireno. declaramos que os nossos produtos estão ausentes de mercúrio. que não existam quaisquer ade‐ rências como óleos. Além disso. não podem existir quaisquer substâncias estranhas ou compo‐ nentes estranhos inadequados no reenvio. Se os produtos contiverem baterias ou acumuladores. Os produtos devem ser entregues.2 Eliminação Retirada Os produtos de nossa fabricação podem ser devolvidos gratuitamente para eliminação. estes devem ser remo‐ vidos e elminados antes da reciclagem.

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto .

...1 Produto Fabricante Apêndice Conformidade Motor CA Bosch Rexroth Electric Drives and Controls GmbH Bürgermeister-Dr..-NSNN.pelo fabricante do produto final Fig.... MSK060. Data de edição a partir de Normas aplicadas Edição Electrical apparatus for explosive gas atmosphe‐ 2004 res – Parte 0: General requirements Electrical apparatus for explosive gas atmosphe‐ 2005 res – Parte 15: Construction. Esclarecimentos A utilização correta do produto coloca o cumprimento das determinações da utilização e condições de aplicação... MSK040.... MSK061....Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 173/181 Apêndice 15 15. MSK100.15-1: Conformidade motores AC MSK ATEX .-NSNN..-Nebel-Straße 2 97816 Lohr a.. MSK076.-NSNN. Main / Germany Tipo MSK030....-NSNN.. umidade) tem de ser efetuada em estado final no produto final.-NSNN..-NSNN..Parte 1: Protection by enclo‐ sures “tD” Electrical apparatus for use in the presence of 2006 combustible dust – Parte 0: General requirements EN 61241-1 EN 61241-0 Este produto.. MSK070. como previsto por parte do usuário. MSK101. máquina. Em estado montado pode alterar as carcterísticas EMV deste produto...... influências ambientais (corpos estranhos. Por isso para o produto final (aparelho final. sistemas) é necessária a verificação das carac‐ terísticas EMV. MSK071..-NSNN 2006-04-01 Norma EN 60079-0 EN 60079-15 Descrição MSK050. Os produtos são determinados exclusivamente para a montagem adicional na máqui‐ na. Caracterização do motor: CE II3 G Ex nA II T155°C II 3 D IP65 T155°C A avaliação da segurança elétrica e mecância.-NSNN.. É proibido realizar a colocação em funcionamento enquanto não tiver sido verificada a conformidade da máquina. com as deter‐ minações da diretiva CE. que são indicados nesta documentação relativamente a este produto.. test and marking of type of protection “n“ electrical apparatus Electrical apparatus for use in the presence of 2004 combustible dust ...-NSNN. a proteção antiexplosiva.-NSNN. inclusive os acessórios necessários corresponde às determinações da diretiva CE 94/9/CE de 23 de Março 1994... na qual os produtos devem ser instalados.....

174/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Apêndice Estas indicações de colocação em funcionamento têm de ser guar‐ dadas pelo usuário dos motores durante toda a utilização e vida útil do produto.2. Nos sistemas de acionamento Rexroth IndraDrive estão integrados equipa‐ mentos de descarga. 15. que é alimentada com por tensão de comando apropriada. A proteção é acionada por uma entrada de comando.1 Descarga de capacitadores Descarga de capacitador de circuito intermediário Nos acionamentos Rexroth IndraDrive são utilizados capacitores no circuito intermediário para armazenar energia. os quais descarregam a tensão abaixo dos 50 V permi‐ tidos. Documentações complementares podem ser fornecidas mediante solicitação. Em acionamentos e especialmente em fontes de alimentação estes capacitadores já estão integrados. A princípio o tempo de descarga será maior quando: ● ● ● quanto maior for a capacidade de acúmulo de energia (o valor do capa‐ citador) quanto maior for a tensão em que o capacitor de energia está carregado quanto maior for a resistência de descarga do capacitor Os sistemas de acionamento Rexroth IndraDrive são dimensionados de forma que. Princípio de atuação . Se forem conetados capacitores adicionais (como por exemplo capacitores de circuito intermediário ou capacitores adicionais). em caso de venda entregar a terceiros. Acumuladores de energia conservam a sua energia mesmo depois de desligar a tensão de alimentação e têm de ser descarregadas antes de serem tocados. após o desligamento da alimentação seja atingida uma tensão menor que 50 V depois de um tempo de 30 minutos. que comuta uma resistência nos bornes L+ e L. 15.2. pode-se tomar as seguintes medidas: ● ● Na aplicação de fontes de alimentação HMV01: Ative a função "ZKS" Utilize o equipamento de descarga descrito em anexo.da conexão do circuito intermediário. A fim de abreviar o tempo de espera para a redução da tensão para níveis menores que 50 V.2 Equipamento de Descarga Como equipamento de descarga é instalada uma proteção. nos tempos indicados. devem ser descarregados antes do mansuseio.2 15.

O contato de proteção deve suportar a tensão contínua de no mínimo 1000 V. O contato de proteção deve suportar as correntes de descarga relativas ao resistor de descarga. ● ● Valor da resistência de descarga: 1000 Ohm e no mínimo 1000 W A resistência de descarga e o contato de proteção deve suportar as car‐ gas do funcionamento prático (exemplo no uso freqüente do equipamento de descarga na potência contínua). para 1000 Ohm portanto 1 A. antes de tocar em peças sob tensão! 1. 4. ● ● Procedimento na Descarga Choque elétrico. . Estabeleça uma ligação elétrica do equipamento de descarga com o ob‐ jeto de descarga sem perigo. Ative o equipamento de descarga. antes de ativar o equipamento de descarga. Aguarde depois da desconexão das tensões de alimentação o tempo de des‐ carga de no mínimo 30 minutos. se a tensão desceu abaixo de 50 V. mortal. 2.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 175/181 Apêndice R K Fig.15-2: Resistência de descarga Contato de proteção Princípio de atuação equipamento de descarga Dimensionamento Os componentes individuais têm de ser dimensionados suficientemente. Instale o equipamento de descarga antes da primeira comutação da ten‐ são de alimentação. 3. através de peças condutoras de tensão com mais de 50 V ! ATENÇÃO Antes de iniciar o trabalho nas partes condutoras: desligar o equipamento e assegure-se da impossibilidade de religação indesejada ou desautorizada. Desconecte as tensões de alimentação para o sistema de acionamento. Verifique.

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto .

Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 177/181 Assistência e Suporte Técnico 16 Assistência e Suporte Técnico A nossa Helpdesk para apoio ao cliente na sede principal em Lohr am Main ajuda-o no que for necessário.de http://www. Pode consultar os números Hotline das moradas de distribuição na In‐ ternet.boschrexroth. conserto (por exemplo. o nosso serviço é contatável diretamente através da Service-Hotline Alemanha. Números de telefones.svc@boschrexroth. 1) Preparação das Informações hora Europa Central (PEC) Podemos ajudá-lo rápida e eficientemente se tiver as seguintes informações disponíveis: ● ● ● descrição detalhada da avaria e as circunstâncias Indicações da plaqueta de tipo dos respectivos produtos. especialmente a codificação de tipos e números de série. fax e correio eletrônico através dos quais pode ser contatdo em caso de questões .–Sex. Horário 1) Seg.: 18-7 horas Sab. Fora do horário da Helpdesk.com/ – – Aqui encontra também indicações adicionais relativamente ao serviço. moradas de fornecedores) e formação.–Dom.: 7–18 horas Seg. Helpdesk Service-Hotline Alemanha Service-Hotline Mundo Fora da Alemanhã entre primeiro em contato com o nosso parceiro de contato mais próximo.: 0-24 horas Telefone +49 (0) 9352 40 50 60 +49 (0) 171 333 88 26 ou +49 (0) 172 660 04 06 Fax E-mail: Internet +49 (0) 9352 40 49 41 service.–Sex.

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto .

144 Armazenamento 162 armazenamento sobredeterminado 151 Dentição helicoidal 151 Descarga de capacitadores de circuito intermediário 174 Desligamento de emergência 24 E B Balanceamento 93. 144 Chaveta Balanceamento 106 Eixo do motor liso 143 Embalagem 171 Energia de freio 153 Enrolamento 105 Equipamento de Descarga 174 Esteiras 169 esteiras opcionais 169 Extremidade do eixo 93 F Falha do rolamento 151 Feedback do motor 129 Fixação do flange 163 Fixação do motor 163 Flange 93 Forma de construção 143 Forma de construção do motor 93 Freio Comando 24 Freio de parada Colocação em funcionamento 155 Indicação de perigo 154 soltando eletricamente 152 Freio de Parada 106 Freios de parada 152 Furação de centragem 93 G H Giro balanceado 93 Horas de funcionamento 150 Hub de temperatura na carcaça 60K 31 Hub de temperatura no enrolamento 100K 31 I Identificação 160 Indicaciones para la seguridad de accionamientos eléctricos y controles 7 Indutividade do enrolamento 29 IP tipo de proteção 141 .Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 179/181 Índice Índice 30 D A Acoplamento 151 Acoplamentos 151 aletas de refgrigeração 168 Altitude para instalação 139 Amortecimento de choque por impacto 162 Anel de vedação do Eixo 144 Anel de vedação radial 31. 144 C cabos de conexão 169 Capacidade coaxial 93 Capacidade de dissipação dos constantes 29 Capacidade de vedação 145 capacitadores descarga 174 Capacitadores de descarga intermediária Descarga 174 Carga axial 146 Carga do eixo do motor 146 Carga do rolamento 146 Carga radial 146 Caso de distúrbio freio 25 Categoria de aparelhos II 22 Categoria de isolamento 30 Chaveta 93. 144 Choque 140 Ciclo de Operação 32 Ciclo de processamento 147 Cintas de levantament 162 Compatibilidade 142 Componentes essenciais 171 Comprimento construtivo 105 Condições ambientais climáticas 139 Condições de conexão 23 Condutor de compensação potencial 136 Condutor de proteção (adicional) 137 Conector 23 Constante de tempo térmica 30 Constante de tensão 29 Constante de torque 29 Corrente de rotor bloqueado 100 K 29 Corrente de rotor bloqueado 60 K 29 Corrente máxima 29 Corrente medida 30 cUR. UR Listing 157 Eixo 106 com chaveta 144 liso 143 Eixo do motor 93. 143.

143 Plano de conexão 131 Precisão da máquina 31 Precisão de sistema 129 Processo de fabricação 171 Tamanho construtivo 105 Temperatura ambiente 23 Temperatura ambiente em funcionamento 30 Temperatura de ambiente 139 Temperatura de aviso 158 Temperatura de desligamento 158 Temperaturas 23 Tempo de interligamento 30 Tempo de separação 30 Tensão medida 30 Tipo de proteção 141 Tipos de funcionamento 31 Tipos de instalação 143 Torque de retenção 30 Torque de rotor bloqueado 100 K 29 Torque de rotor bloqueado 60 K 29 Torque máximo 29 Transporte 161 troca de calor 168 U UL‑Arquivos 29 Umidade umidade do ar absoluta 139 .180/181 Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto Índice L Licenciamento UL 157 Ligação à terra 23 Localização de Montagem em painel 143 Produto 105 Proibições de materiais 171 Q R M Quantidade dos pares de polos 29 Resistência 165 Resistência do enrolamento 29 Resolução da posição 129 Retirada 171 Riscos residuais Atmosfera de poeira 26 Envelhecimento 27 Freio 26 Sobrecarga 26 Supervisão da temperatura 27 Rotação máxima 30 ruídos durante a operação 169 Mancal Desgaste 151 Marca de verificação CCC 157 Marcha plana 93 Massa 30 Momento de inércia de motor 29 Momento de inércia freio 30 Montagem de flange 164 Montagem do Motor 165 MSK030B 33 MSK030C 35 MSK040B 37 MSK040C 40 MSK050B 42 MSK050C 45 MSK060B 48 MSK060C 51 MSK061C 53 MSK070C 56 MSK070D 59 MSK071C 65 MSK071D 68 MSK071E 71 MSK076C 74 MSK100A 77 MSK100B 79 MSK100C 82 MSK100D 85 MSK101C 88 MSK101D 90 S Sensor de temperatura 158 Service-Hotline 177 Símbolo CE 156 Sistemas externos 3 Substâncias contidas ver "Componentes essenciais" 171 Substâncias estranhas 142 Substâncias perigosas 171 Suporte técnico ver Service-Hotline 177 T N N.º médio de rotações 146 Nível de grandeza de oscilação (Qualidade de os‐ cilação) 93 Nível de pressão sonora 30 Normas 2 O P Oscilações de forma senoidal 140 Perigos de corrosão 24 Pinhão 151 Pinhão de engrenagens cônicas 151 Pintura 143 Pintura da carcaça 93.

6 conseqüências. exclusão de responsabilidade 5 V Variantes do motor.Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls 181/181 Índice umidade do ar relativa 139 UR. disponível 105 Ventilador 24 Vibração 140 Vida útil do rolamento 150 . cUR Listing 157 Uso 5 uso apropriado Casos de utilização 5 uso correto Condições 5 Introdução 5 uso incorreto.

Bosch Rexroth AG | Electric Drives and Controls Rexroth IndraDyn S | Projeto .

Projeto | Rexroth IndraDyn S Electric Drives | Bosch Rexroth AG and Controls Notas .

Box 13 57 97803 Lohr.com R911326556 Printed in Germany DOK-MOTOR*-MSK*EXGIIK3-PR04-BP-P .-Nebel-Str. Germany Phone +49 (0)93 52-40-50 60 Fax +49 (0)93 52-40-49 41 service. 2 97816 Lohr.de www.boschrexroth.-Dr.svc@boschrexroth. Germany Bgm.O.Bosch Rexroth AG Electric Drives and Controls P.