You are on page 1of 10

CLASSIFICAÇÃO DE JOGOS E BRINQUEDOSCLASSIFICAÇÃO ICCP

André Michelet As classificações de jogos e brinquedos são tão numerosas que seria impossível e mesmo desnecessário citá-las todas. No entanto, elas podem ser agrupadas em diversas categorias que foram surgindo freq entemente !er no decorrer da evolução das diversas concepções do brincar, várias delas subsistindo e se superpondo. Assim, vamos observar"  Classificações etnológicas ou sociológicas que analisam os brinquedos em função do papel que l#es $ atribuído %ou que a classificação l#es atribui& nas diversas sociedades'  Classificações filogenéticas que analisam os brinquedos em função da evolução da #umanidade, evolução esta reprodu(ida pela criança em seus jogos'  Classificações psicológicas que se fundamentam na e)plicação do desenvolvimento da criança e em função das quais se estabelece uma #ierarquia dos jogos' e  Classificações pedagógicas que distribuem os brinquedos segundo diferentes aspectos e opções dos m$todos educativos.  * muitas outras, sem falar nas mais simples, mas tamb$m arbitrárias, como as de fai)as etárias ou a dos materiais com que se fabricam os brinquedos. +econ#ecendo a import,ncia de todas estas classificações, cada uma com sua contribuição no estudo do jogo-, $ preciso admitir que elas se fundamentam numa #ip.tese %muitas ve(es apresentada como uma certe(a pelo seu autor& e s. levam em conta um aspecto do #omem segundo a filosofia que a ele se aplica, transmitindo assim somente um aspecto parcial / e fracionado / do jogo. Algumas classificações c#egam a ignorar totalmente a função do jogo e classificam o brinquedo pelo brinquedo, como objeto de coleção. *ste raciocínio está bem distante do nosso, cujo objetivo %que não e)clui a refle)ão& $ o de favorecer, simplesmente, o jogo infantil, partindo logicamente tamb$m de uma #ip.tese %atualmente em fase de justificativas científicas& tão simples como gen$rica" o jogo $ fonte de alegria, de equilíbrio e de desenvolvimento. Nossa classificação pretende ser pragmática" ferramenta de trabal#o educacional ou de ação social, meio prático de classificação nas brinquedotecas, ela $ simples e gen$rica, aproveitável no cotidiano pelos educadores. 0onsciente de que não se pode, atualmente, na área do jogo, partir para uma e)plicação geral do #omem sem ser arbitrário, a classificação evita estabelecer como fundamento um esquema te.rico que leve a criar categorias que ficariam va(ias, ou a eliminar alguns brinquedos que não encontrariam seu lugar. 1eu camin#o $ duplo %para ser aberto e controlável&" - / ela classifica o que e)iste" os brinquedos 2 / segundo o que a criança fa(" seu jogo.
Foi conservada a terminologia utilizada pelo autor que dá à palavra “jogo” a conotação de “brincadeira”.
1

calmamente sentada frente a uma mesa' #oje a maioria deles está na mesma escala da criança brincando no c#ão. *sta classificação teve seu desenvolvimento continuado por trabal#os e numerosas verificações práticas. rodar. descarregar tensões %brinquedos ditos agressivos&. mas cumpre seu objetivo que $ o de ser 5til. sua adaptação ao usuário" em outros tempos. construir. forma segundo a qual o jogo ou brinquedo facilitam o estabelecimento de relações com outras crianças e com os adultos. reforçavam o ensino. classificar. No decurso de seus trabal#os. nesta área como em todos os aspectos do jogo. em todos os níveis" fa(er ruído... O valor experimental: <i( respeito . a montagem de modelos redu(idos& e os jogos didáticos. nos s$culos >?777 e >7>.ncia ainda grande do fen4meno do jogo %o que não impede que se trabal#e para ter um mel#or con#ecimento dele&. a contribuição $ sobretudo indireta %em segundo grau&" o jogo de damas $ o 5nico campo onde um fil#o pode vencer o pai e resolver assim situações familiares conflituosas. na observação direta.quilo que a criança pode fa(er ou aprender com seu brinquedo. transfer6ncia. para o estabelecimento das primeiras . ?estir uma fantasia pode parecer absurdo. os primeiros jogos de construção eram min5sculos. mas como o brinquedo se destina a seres em desenvolvimento. O valor de relação: <i( respeito . encai)ar. *stes 5ltimos foram durante muito tempo uma das raras formas de jogo admitida pela sociedade" o jogo de percurso da #ist. que $ 5til relembrar em algumas palavras. mas ignoravam a educação pr$-escolar. mas freq entemente. seu valor funcional di( respeito . 1ua elaboração $ o resultado de uma longa e)peri6ncia. 3 verdade que este objetivo $ modesto e prudente. O valor de estruturação: +elaciona-se com o desenvolvimento da personalidade da criança e abrange o @conte5do simb.. adaptados . sobretudo partindo de todos os pontos de vista enumerados. propondo o aprendi(ado de regras %jogos de pap$is e de empatia&. numa pincelada. 7sto $ válido para todo objeto visual. com todo seu corpo. evidencia nossa ignor. Não $ fácil ser simples. mão da criança. o 7008 %7nternacional 0ouncil for 0#ildren9s 8a:& definiu crit$rios relativos a quatro qualidades fundamentais segundo as quais o brinquedo pode ser analisado" O valor funcional: 3 caracteri(ado pelas qualidades intrínsecas do brinquedo %dado retomado em parte pelas normas de segurança&.ria da =rança. para mostrar mel#or o alcance e o funcionamento desta visão do brinquedo atrav$s da atividade da criança. por$m . principalmente no conjunto de estudos dirigidos na 7tália pelo B7B7 %0omitato 7taliano per il Bioco 7nfantile&.licoA do jogo e do brinquedo" projeção.*sse camin#o s baseia. medir. 0ada brinquedo encerra estas quatro qualidades num maior ou menor nível. *ngloba todas as cai)as de conte5do t$cnico ou científico %por e)emplo. a maleta de m$dico. *ste valor di( respeito a tudo que concorre .. criança $ uma forma de e)perimentar um @modo de serA. imitação. portanto. *sta função permite assimilar emoções e sensações %ninar a boneca&. o loto das sílabas. A função de relação de um brinquedo pode ser objeto de uma e)peri6ncia direta %aprender a jogar cada um na sua ve(&. e esta classificação não foi instituída em um dia. elaboração da área afetiva. geralmente um delas $ dominante e $ esta que será usada para a classificação básica. apoia-se no uso cotidiano.

para identificar mel#or as propriedades deste tipo de brinquedo" sens. e na =rança. pelo 0N7C %0entre National d9information du Couet&. reali(ar operações corretivas necessárias e apresentar os resultados em forma de uma classificação de utili(ação imediata. em que não $ possível fa(er constar a criatividade. Liberamos esta divisão do esquema. +estava verificar o valor prático destas análises. conservando sempre cinco crit$rios de apreciação" sens. suprimimos as divisões afetividade e criatividade.rio-motor %consci6nciaaptidão& 7ntelig6ncia %aquisição+efle)ão cultura& afetividade / criatividade / competições regras sociabilidade trocas *m cada categoria. o que permitiu. 8or e)emplo" os crit$rios dos brinquedos para a primeira idade. outro e)emplo. 0inco grandes fai)as etárias foram determinadas" A 8rimeira 7dade E--F meses 7dade <o Daterial -F meses-G anos 7dade 8r$-escolar G-H anos 7dade *scolar H--2 anos Adolesc6ncia -2--H anos  as grandes áreas que constituem a personalidade da criança.rio motor tipo de brinquedo 7ntelig6ncia tipo de brinquedo Afetividade tipo de brinquedo 0riatividade tipo de brinquedo sociabilidade tipo de brinquedo *ste esquema foi aprimorado segundo cada categoria de brinquedo. fai)as etárias e as categorias de brinquedos dos correspondentes" 0omponente da personalidade fai)as etárias 1ens. conservando o mesmo n5mero de matri(es %cinco&.brinquedotecas.rio-motor motricidade motricidade global fina intelig6ncia %e)peri6ncia sensorial& afetividade afetividade criatividade / sociabilidade %despertar& 8ara os jogos de sociedade.rio-motor 7ntelig6ncia 0riatividade 1ociabilidade  as grandes categorias de brinquedos. 0inco grandes componentes foram levados em consideração" 1ens. seja . cada brinquedo pode ser analisado em função de sua correspond6ncia com os interesses e a assimilação da criança. desdobrar a área sens.rio-motora em motricidade global e motricidade fina. seja por fic#as. Ambos concluíram pela criação de esquema de análise levando em conta vários crit$rios"  a idade média de utilização %dado que s. Is brinquedos foram agrupados em seis grandes classes" para a -K idade de descoberta e compreensão Jrinquedos de descoberta da personalidade criativos jogos de sociedade esportivos 8odemos estabelecer assim um esquema de base levando em conta os componentes da personalidade. pode ser uma refer6ncia quando completado e corrigido por outros fatores&. o que permitiu uma análise mais precisa dos fatores inteligência e sociabilidade.

por informática. Or$ani%a&'o e" a&o te( oral E-. 0ronologia )*.  Is dois esquemas de classificação %. Andar E2. e esperamos os resultados de todas as e)peri6ncias' mas. =orca EM. Jalanceamento 2. *scala EH. 0oordenação geral EM. *les ainda devem ser aprimorados e aperfeiçoados. Ilfativa EF.& a fim de possibilitar a introdução de novas categorias que ven#am a surgir. os dois aspectos complementares / a classificação por famílias de brinquedos e a classificação por famílias de brinquedos e a classificação piscológica considera -2H pontos dentro dos valores de desenvolvimento aos quais novas rubricas poderão ser acrescentadas. pois o mundo dos brinquedos $ din. Apresentação obtida respeita as e)ig6ncias iniciais"      partir da realidade e da observação do jogo' estabelecer meios de classificação universais e objetivos' permitir uma classificação evolutiva. bem como o das nossas concepções do jogo' abordar a classificação sob um duplo ponto-de-vista" partindo do brinquedo e partindo da criança' fornecer um instrumento de trabal#o 5til para o con#ecimento e a utili(ação dos brinquedos.E. Irientação EM.EG / m. 0oordenação EG. !átil E2. Motricidade Global E-. 1onora EM. Mo+i(ento E-. portanto. A versão atuali(ada desta forma de classificação leva em conta./ c#ocal#os. +egistro !emporal EN. como se apresentam. Bustativa EH. +esist6ncia EF. *squema 0orporal E2. A classificação por famílias de brinquedos está estabelecida em n5meros ímpares %-. *quilíbrio E2./ a partir da função do brinquedo' 2 / a partir do desenvolvimento da criança& podem ser utili(ados em separado ou simultaneamente para uma classificação de dupla entrada. ?isual EG.mico. 0ontrole EF. Oabilidade EP.biles sonoros. representam um trabal#o que esperamos seja 5til a todos que assumiram a tarefa da educação pelo jogo. !ransposição EF. 1ensações #. 8recisão EH.. +apide( EG. QUADRO A CLASSIFICAÇÃO PSICOLÓGICA DESEN OL IMEN!O CORPORAL 1. 8reensão E2. Agilidade EH. 0onsci6ncia EM. +apide( EN. Aptidão 3.. Motricidade Fina E-. Lateralidade EG. *quilibro EG. -. 0ontrole DESEN OL IMEN!O IN!ELEC!UAL . Ex eri!ncia Sen"orial E-. o que foi desenvolvido durante vários anos pela A=*C %Association =rançaise pour l9*ducation par le Ceu&.

Danipulação 2. Solidariedade E-. Agressividade EN. 0olaboração 3.OS . Inicia&'o E-. +egistro EF. #spirito de equipe #. Benerosidade EF. <esafio EG. =abularão 3. 1enso 1ocial DESEN OL IMEN!O CRIA!I O l. <escoberta E2.E 6/I789E. Atividades L.nica&'o E-. !ernura EG. 0onsci6ncia EM. . +econ#ecimento E2. Linguagem EG.rias EN. Co(. Aprendi(ado 8ratico E2. +econ#ecimento E2. Dem. *strat$gia *. 0opia EM. !ransformação da Dat$ria E2. Bráfica E2. Ibservação-*scuta EM. A. 0ombinação EG. #spirito de equipe QUADRO B CLASSIFICAÇÃO P/34ICA PO/ FAM5LIAS . Dem. Identi1ica&'o E-. =abulação EG. 8aci6ncia 0". *laboração E2. *quilíbrio EN.ria ?erbal #. I(a$ina&'o E-.7nvenção 0 . Dusical EM. Afeto E2. Ex re""'o E-. Atividades Iperat. 0omparação EH.i"i&'o E-. 0ompet6ncia EF. /acioc0nio E-. Agressividade EM. !ática 2. Associações E2. !rabal#os Danuais EM. Apoio E2. Atividades Artísticas 2. *)pressão EQ. +epetição EF. Associação 0$. =icção EM. Atividades Artesanais EG.-.e" ertar E-.gicas EP. Me(ori%a&'o E-. 7mitação E2. Senti(ento" E-. 1on#o E2. 8roteção EM. Si(boli%a&'o E-. A-. <ramática EF. !riação 3. +epresentações 0omple)as DESEN OL IMEN!O AFE!I O -. !rocas E2. Aprendi(ado <idático EG. Atividades !$cnicas EF. 0oncentração 3. <edução EF. +eequilibro EP. 7mitação EH.to2a1ir(a&'o E-. *)peri6ncias EM. Ling istica DESEN OL IMEN!O SOCIAL 1. *mulação EF. /e$ra" E-. 0aráter EG. 0ompetição EH. 8ersonalidade E2. *)pressão EG. Co( eti&'o E-. Aplicação EG.rica EG. <escrição -E. 8ict. +epetição EG.ria ?isual EG. 1imulação 2. Rltrapassagem E2. Atenção EG.

espel#os inquebráveis. Cai/as de encai/e de formas e cores . peças flutuantes -G. Uarts . para colocar no berço EQ. #ancadas e brinquedos para martelar . com pedais. 8el)cias de *+ a . brinquedos de pendurar com alça para pu)ar e por em funcionamento o mecanismo musical interno 2.bobos sonoros ou não " bonecos e animais com movimento de vai-e-vem. %nimais ob&etos em borracha " material mano com ou sem gui(o interno --. barquin#os. patinetes.ES F5SICAS E-. 7sferas .lida e alça. em plástico rígido ou inflável -Q. $uadros de atividades " quadros com peças coloridas. #rinquedos para berço e cercado " esferas. Carrinhos para os primeiros passos " carrin#os com base s. no carrin#o. bic#in#os de pel5cia. contas para enfiar em cordão GQ. para a criança se apoiar ao começar a camin#ar 550 6eículos sem pedais " tico-ticos. #rinquedos para empurrar pu/ar rolar " com corda para pu)ar. pa(in#as. com #aste para empurrar. carrin#os imitação do real. #onecas e bichos 'rimeira (dade " bonecas em tecido com roupas fi)as. Contas anéis pir3mides com ei/o central " peças que são empil#adas enfiando-as em ei)os. esferas transparentes ou com recortes cujo conte5do $ visível e)ternamente MN. de formas diversas.A. no taman#o da criança. 6/I789E. J+7NSR*<I1 8A+A A 8+7D*7+A A!7?7<A<*1 1*N1T+7I-DI!I+A1 7<A<*. #rinquedos animados mec3nicos . Cai/as de musica . passam pelas aberturas correspondentes para cair dentro deles M-. carrin#o sem pedais que se movimentam pelo impulso dos p$s da criança no c#ão GF. figuras de animai(in#os de plástico ou metal. J+7NSR*<I1 8A+A E-. para brincar na areia e água 2Q. animais em tecido %não pel5cia&.-. sinos. peças que correm em tril#o. Cubos formas para empilhar " peças que pelos seus taman#os diferentes se encai)am umas nas outras e podem tamb$m sei empil#adas umas sobre as outras GN. %nimais e cadeiras de balanço " cavalin#os. formas. Jrinquedos para o banho " animais. Chocalhos mordedores EG. cai)as. com movimentos a pil#a ou bateria MF.ticos . figuras enfiadas em cordão para instalar no berço.0 #olas de 1 a 2+ cm de di3metro cubos em tecido *40 #rinquedos para areia e água " baldes. carrin#os com orifícios de formas geom$tricas diferentes para receber pecin#as que s. Cai/as arcas e ba)s " para guardar brinquedos *. brinquedos imitando bancadas de marceneiro MG. janelin#as que se abrem. para cavalgar e balançar G-. -oão. 6eículos com pedais triciclos patinetes 8arts tico. motos e bicicletas com tr6s rodas. no cercado EN. cavalin#os de pau 2-.OS PA/A A4I:I.+ cm -N. Carrinhos de mão veículos para encher e esvaziar 2G. sem detal#es que possam ser arrancados -F. !óbiles sonoros ou não " brinquedos com figuras e formas diversas para colocar suspensos sobre o berço EF.

cai)as de materiais org. jogos com operações matemáticas 2N. 8u((les fáceis %de ME a -FE peças& EG. jogos de alfabeti(ação. #rinquedos que representam modelos técnicos W brinquedos que demonstram leis físicas elementares -N. #rinquedos de construção por encai/e de peças W blocos de construção com detal#es modulados para encai)ar -G. corpo #umano em detal#es. #abitats -Q. bolic#es de plástico. argolas para --. cristais. telefones meios de comunicação " com funcionamento real . forma 2F.OS 89E /EP/O. 8ernas de pau. #arcos bóias colchões infláveis pranchas flutuadores 3.pongue tênis raquetes de praia peças para atirar em alvo -H. madeira. -ogos informáticos " jogos por computador" )adre( eletr4nico.rias na roda traseira. bicicletas com duas rodas e rodin#as provis. 'ipas ob&etos voadores . #rinquedos e &ogos lógicos e matemáticos " jogos com pareamento l. bolas oficiais. 'atins s8ates . carrin#os para a criança dirigir. pipas. (9.E2.i9s piões bolhas d:água -N. taman#o.olfe miniatura criquete bilhar pebolim futebol de mesa 2-. #rinquedos de construção por superposição de peças ou alinhamento lado a lado " blocos de construção simples --. 7quipamentos para pla:ground ao ar livre e internos tobogãs balanços " escorregadores.9. línguas estrangeiras #. brinquedos do tipo resposta magica %ima& 2-. #rinquedos didáticos " blocos l. bolas plásticas. 'ingue. aros para equilibrar com uma #aste -Q. #icicletas . 7quipamentos esportivos " redes para bola-ao-cesto. domin. petecas. 6/I789E. brinquedos para o equilíbrio corporal e seus ' acess. #rinquedos e &ogos de perguntas e respostas enciclopédicos " rel. #rinquedos de mec3nica simples " planos inclinados por onde descem bolas. #erbários.gico. bambol6s.+ peças EN.pios. &ogos de argolas . estilingues.A. arco-eflec#a 2G. 6/I789E.EM M97. Cai/as de e/periência cai/as cientificas " cai)as de química. balões infláveis -G. percurso tipo Vamarelin#aV -F. #oliches &ogos tipo bocha. . voleibol.gios.gicos. 6eículos elétricos no tamanho da criança .nicos. balanços 2F. noções de quantidade. bumerangues. gangorras. #olas petecas balões de ar . noções de frações.rios EN. microsc. brinquedos em que água e areia fa(em mover as pás de um moin#o -F. blocos de letras e n5meros. cordas. jogos de mem. XalUie-talUies.s.ES I74ELEC49AIS E-. solitários do tipo Vresta umV 2G.ria. #rinquedos &ogos de observação e refle/ão " lotos.O 4<C7ICO E-. #rinquedos com peças para girar e parafusar EQ. perguntas e respostas. bicicletas com duas rodas de ar os crescentes EH. movidos a bateria ou pil#a EG. Cordas de pular obstáculos percursos . aviõe(in#os simples %com elástico& EQ. seq 6ncias temporais. Jab: pu((les e encai/es planos " quebra-cabeças at$ ME peças e encai)es de peças em bandejas EF. 8u((les com mais de 2.OS PA/A A4l:I.

maquiagem. ferramentas de marceneiro.OS PA/A I . dragões com apar6ncia #umana EG. capacetes. aviões. 6eículos e maquinas simples 0 autos. %parelhos audiovisuais com função real rádios. . cassetes. personagens de plástico de taman#o redu(ido para brincar de (ool. barcos de formas simples. sapatos de salto. 'el)cia com mais de . ferro de passar.vel.lveres 2F.ESE7:OL:IME74O AFE4I:O E-. faroeste. =ogões aparelhos eletrodomésticos reduzidos função imitando o real 0 maquina de costura.uindastes e máquinas simples mec3nicos ou elétricos 0 camin#ões basculantes. camin#ões EQ. casas e componentes de uma fa(enda. movidos a fricção. aviões. cabeça m. batedeira EN. instrumentos de m$dicos. bonecos que representam figuras de fiapo do tipo tartarugas Ninja. aviões. do (ool. liq idificadores. UaraoUes. !?. Cartolas com ob&etos de imitação de atividades domésticas de profissões " apetrec#os para limpe(a da casa. posto de correio. barcos. braços e pernas articuladas. no taman#o da criança *C0 Cabanas tendas fortes ranchos G-. camin#ões.gico. Aouças panelinhas --. Cartolas com ob&etos de imitação de personagens de lenda fantasias " espadas. bijuterias. fantasias no taman#o da criança 2G. 'istas para autos trens elétricos acessórios 0 autoramas. de plástico ou madeira -Q. rev.babB0 aparel#os imitando rádios. Cidades fazendas zoológicos arcas de Doé " bloquin#os imitando im. mascaras. para simular #istorias de ficção. =ogões aparelhos domésticos móveis no tamanho da criança -G. #rinquedos ob&etos transformáveis 0 brinquedos representando figuras cujas partes ao serem movimentadas passam a representar outros objetos 2-. telefones de plástico. barcos. enfermeiros. #er. %parelhos audiovisuais de imitação telefones. 6eículos tele e radiocomandados 0 carrin#os. de batal#as -Q. bolsin#as *4 " #rinquedos de profissões " barracas de feira. camin#ões. 'ersonagens articulados e acessório . fa(er )i)i.veis de uma cidade. falar EF. bijuterias. naves 2-. 6eículos miniatura reprodução em escala autos. >ob9s *. !iniaturas de figuras simples 0 animais. #onecas para vestir ?não manequim@ 0 todas as bonecas com cabelo. rel. ol#os moveis.+ cm E2.gico . 6eículos e ob&etos de simulação quadros de bordo " ?eículos e volantes imitando atividades de direção de carros.nico. 6/I789E. mec. barcos movidos por controle remoto -2. capacetes de policia. c#ap$us EN. toca-discos. circuitos sofisticados -N. leves. %cessórios para bonecas roupas. personagens com membros articulados.EG. #onecos personagens imagináveis zoomorfos. a fricção ou simples -F. <al8man microfones EF. loja. movidos a pil#a. %cessórios de beleza para crianças " materiais para maquiagem. 6eículos a energia solar -G. 6eículos mec3nicos e elétricos 0 carrin#os camin#ões. soldadin#os de c#umbo -N. Carrinhos berços móveis para boneca EQ. motos.is. pil#a --. atividades animadas como c#oro.gios -F. rir. gruas.

ES C/IA4I:AS E-. jogos tipo bingo EN. dormit. Casa de bonecas e %cessórios " casas com compartimentos. Erabalhos em barro cer3mica -F. estação de trem. -ogos de desenho quadros. !aquetes modelos técnicos " aviões em madeira balsa. tambores. ol#os pintados =.rios GQ. coloridos. mico-preto EG. Fobraduras " origami -N. utensílios para trabal#ar com massa de modelagem 2F. circuitos para carrin#os e tren(in#os com funções simplificadas. imitando co(in#a. 6/I789E. !arionetes fantoches teatrinhos >. Eapetes de &ogo universo " tapetes com circuitos. violões. serigrafia 2-.negros " brinquedos com tela para desen#ar e apagar. 6/I789E. para formar figuras EG. Erabalhos de furar enfiar amarrar trançar recortar --. correio. %desivos materiais de colagem " adesivos de papel ou plásticos coloridos ou ilustrados para formar cenas ou figuras. #onecas leves vestidas " Jonecas plásticas ou de tecido.OS PA/A A4I:I. 7difícios p)blicos " brinquedos representando sala de aula. -ogos de sociedade para família " jogos para vários participantes. em madeira ou plástico. !odelagem ?manual@ moldagem ?com moldes@ W massa de modelar. postos com carrin#os e detal#es. banco.OS PA/A /ELAÇ?ES SOCIAIS E-. 7stacionamentos postos de gasolina circuitos simples " bomba de gasolina.grafo& e imitação de fotocopia 2G. universo de personagens com seus Acess. sinais de transito. Eapeçaria em tear tapeçaria bordada com agulha trabalhos de costura bordados tecelagem EQ. pandeiros 2N. Cai/as de pintura sobre tecido pintura a dedo W cai)as com cenas para pintar com lápis de cor.A. carros com partes para montar -Q.prio plástico ou de lã. #rinquedos musicais " pianos. baral#os de famílias %quartetos&. podendo ser ban#ados. #onecas manequim e %cessórios " bonecas articuladas com cabelo e detal#es anat4micos e seus Acess. moveis. com ol#os fi)os. baterias eletr4nicas 2Q. -ogos de carta &ogos de famílias " jogos de cartas comuns. objetos pessoais. peças com imas para formar cenários EN. -ogos de sorte " jogos com dados. peças em gesso para moldar. -ogos de percurso " jogos de tabuleiro com percurso a ser percorrido atrav$s da indicação por sorteio de dados . #ebês " bonecos imitando bebes. sala de jantar M-.rio. Carimbos para impressão letras e maquinas de imprensa EF. .rios de moda e complementos de suas atividades. guitarras. equipamentos esportivos MG. !osaicos " peças geom$tricas ou pinos. imitação de cidades com ruas para brincar no c#ão. moveis na proporção. aquarela. !usica eletr9nica " teclados eletr4nicos.ravuras e metal trabalhado em bai/o e alto relevo -G. cabelos no pr. #ospital GF. sem cabelos. roupas simples MF.GF. com regras pr$fi)adas EF. brinquedos para reprodu(ir %pant. em madeira ou plástico GN.

Jrinquedos para atividades criativas W azul claro N. um cinema. tril#a. uma farmácia. adotamos as seguintes cores para as sete categorias componentes da classificação por famílias de brinquedos" -. -ogos de n)meros e letras " jogos de palavras cru(adas. brinquedos para atividades sens. -ogos de habilidade e destreza eletr9nicos " videogames -F. um campo de futebol -Q. -ogos de habilidade e destreza " jogos com peças para equilibrar. -ogos de estratégia e refle/ão " )adre(. Jrinquedos para relações sociais W laran&a . jogos e)igindo rapide( nos refle)os -G. gamão. analisando diversas situações. tanto pelas crianças como pelos adultos. na brinquedoteca e nos espaços em que o brinquedo esta presente. jogos de descoberta de palavra ocultas. -ogos de simulação &ogos de interpretação " jogos em que são sugeridos. detal#es de uma determinada cidade e em que os participantes devem. jogos de descoberta de n5meros ocultos 2G. Coleções de &ogos " cai)as com jogos variados A fim de facilitar a identificação visual. pegar rapidamente. Jrinquedos que reprodu(em o mundo t$cnico W verde . -ogos de sociedade para crianças pequenas " jogos para vários participantes envolvendo grau simples de dificuldade --. -ogos de mágica 2F. Jrinquedos para atividades intelectuais W amarelo M. )adre( c#in6s -N. -ogos enciclopédicos de conhecimentos " jogos que envolvem o con#ecimento de temas variados 2-. damas. decidir onde construir um banco.0 Jrinquedos para o desenvolvimento afetivo W rosa H.rio-motora W vermelho 2. Jrinquedos para a primeira idade.EQ. Jrinquedos para atividades físicas W azul escuro G. por e)emplo.