You are on page 1of 9

CAT.

:

MEMÓRIA DE CÁLCULO

N DOC.:

O

MC-5000-962-TOC-001

ÁREA DE ATIVIDADE: INSTALAÇÃO: SERVIÇO: TÍTULO :

GOPE

FOLHA TRANSP. BRAS. GAS. BOLÍVIA-BRASIL 1 de 9 GERAL SIMULAÇÃO METODOLOGIA DE CÁLCULO DO COEFICIENTE GLOBAL DE TRANSFERÊNCIA DE CALOR

ÍNDICE DE REVISÕES REV. DESCRIÇÃO E / OU FOLHAS ATINGIDAS

0

-

Emissão original

DATA EXECUÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO

05/04/2006 SERGIO FELIPE ANGELICA

ORIGINAL

REV. A

REV. B

REV. C

REV. D

REV. E

REV. F

REV. G

REV. H

2............7 ................................................................................................................................ 5..............................................................: O MC-5000-962-TOC-001 FOLHA 2 de 9 TÍTULO DO DOCUMENTO: Metodologia de cálculo do Coeficiente Global de Transferência de Calor SUMÁRIO 1...7 BIBLIOGRAFIA........3 CÁLCULO DO COEFICIENTE DE PELÍCULA..3 TRANSFERENCIA DE CALOR EM UM CILINDRO COMMPOSTO...........CAT........5 RESULTADOS........ 4......... : INSTALAÇÃO: MEMÓRIA DE CÁLCULO N DOC. OBJETIVO.................... 3......................................................................

CAT.: O MC-5000-962-TOC-001 FOLHA 3 de 9 TÍTULO DO DOCUMENTO: Metodologia de cálculo do Coeficiente Global de Transferência de Calor 1 – OBJETIVO Justificar o valor do Coeficiente Global de Transferência de Calor Utilizado no modelo termohidráulico para a capacidade a instalada de 30 MMm³/d.01) 2 – TRANSFERÊNCIA DE CALOR EM UM CILINDRO COMPOSTO Considerando o calculo da transferência de calor envolvendo convecção forçada e condução num cilindro composto de mais de um material. : INSTALAÇÃO: MEMÓRIA DE CÁLCULO N DOC. onde um fluido escoa pelo cilindro interno.1 Distribuição de Temperatura num cilindro composto . (ref. Figura 2. Este documento apresenta a metodologia de cálculo baseado na literatura de Transferência de Calor .

: O MC-5000-962-TOC-001 FOLHA 4 de 9 TÍTULO DO DOCUMENTO: Metodologia de cálculo do Coeficiente Global de Transferência de Calor Condução e Convecção Figura 2. : INSTALAÇÃO: MEMÓRIA DE CÁLCULO N DOC. Assim tem-se .CAT.2 Analogia à eletricidade para o perfil de Temperatura num cilindro composto Admitindo regime permanente. o fluxo de calor é constante desde a região interna até uma distância considerável do cilindro externo. onde a temperatura mantém-se igual a Te.

podemos reescrever esta equação em função de uma área particular. dado pela expressão. q . q = U (Ti − Te ) L (2.3) Não está escrita em função da área. Na realidade. . o que justifica a forma escolhida para a Eq. : INSTALAÇÃO: MEMÓRIA DE CÁLCULO N DOC.: O MC-5000-962-TOC-001 FOLHA 5 de 9 TÍTULO DO DOCUMENTO: Metodologia de cálculo do Coeficiente Global de Transferência de Calor Ti − T1 = 1 (q / L) 2 ⋅ π ⋅ r1 ⋅ hi ln⋅ (r2 / r1 ) (q / L) 2 ⋅ π ⋅ Ka ln⋅ (r3 / r2 ) (q / L) 2 ⋅ π ⋅ Kb T1 − T2 = T2 − T3 = (2. o fluxo de calor. é o mesmo para qualquer área cilíndrica. (1. a unidade de U é W/m-K A equação Eq.3) No sistema SI. U= 2 ⋅π ln(r2 / r1 ) ln(r3 / r2 ) 1 + + hgás K aço K solo (2. sendo o regime permanente.(1.2) Com o coeficiente global de transferência de calor U.3) Todavia. como aquela do cilindro interno.CAT.1) Somando estas equações obtemos. Temos então.

no caso de escoamento externo).4) e UA = 1 r ⋅ ln(r3 / r2 ) ⋅ r r r ln( / 1 2 1) + 1 + 1 hgás K aço K solo (2.oC) velocidade (m/s) L. d dimensão característica (m) Com estes parâmetros formam-se as variáveis adimensionais . Coeficientes de troca de calor para essas situações têm sido apresentados sob forma de correlações através de grupos . : INSTALAÇÃO: MEMÓRIA DE CÁLCULO N DOC. a unidade de UA é W/m²-K. ou a da corrente.CAT.oC) calor específico (J/kg.: O MC-5000-962-TOC-001 FOLHA 6 de 9 TÍTULO DO DOCUMENTO: Metodologia de cálculo do Coeficiente Global de Transferência de Calor q = U A ⋅ Ai ⋅ (Ti − Te ) L (2. 3 – CÁLCULO DO COEFICIENTE DE PELÍCULA (hgás) O coeficiente local de calor em convecção é função das propriedades físicas do fluido que escoa sobre a superfície sólida assim como das características do escoamento. ρf densidade (kg/m3) µf viscosidade (kg/m. A propriedade do escoamento considerada é a velocidade (média para escoamento interno.5) Onde Ai = 2 ⋅ π ⋅ r1 ⋅ L . Neste caso.s) kf cf v condutividade (W/m.

8) Uma vez que o escoamento turbulento é consideravelmente mais complexo do que o laminar. Nu = h⋅L k (2. o comprimento relevante do escoamento.CAT. o número de Nusselt é obtido a partir de expressões empíricas. Nu = 0.6) Número de Prandt. geometria .: O MC-5000-962-TOC-001 FOLHA 7 de 9 TÍTULO DO DOCUMENTO: Metodologia de cálculo do Coeficiente Global de Transferência de Calor adimensionais obtidos a partir de variáveis mencionadas. : INSTALAÇÃO: MEMÓRIA DE CÁLCULO N DOC. Existe um grande número de expressões . Uma combinação do coeficiente de troca de calor .0023 ⋅ Re 0. e a condutividade térmica do fluido. Re = ρ ⋅V ⋅ D µ (2. frequentemente associadas a condições particulares. Representa a razão entre as difusividades de quantidade de movimento ( v = µ/ρ) e de calor (α=k/cp ) . ou do escoamento. Pr = v α = µ ⋅cp k (2. h. É uma propriedade do fluido (função da temperatura e pressão ) cujo valor pode ser encontrado em tabelas. Apresentamos abaixo três importantes parâmetros definidos em problemas de convecção forçada: Número de Reynolds.8 ⋅ Pr 1 / 3 . seja para as propriedades do fluido .7) Número de Nussetlt. Duas das mais consagradas expressões da literatura são: a equação de Coldburn. L . K.

: O MC-5000-962-TOC-001 FOLHA 8 de 9 TÍTULO DO DOCUMENTO: Metodologia de cálculo do Coeficiente Global de Transferência de Calor (2.3 para resfriamento.0023 ⋅ Re 0.4 para aquecimento e n = 0.10) Onde n = 0. Nu = 0. : INSTALAÇÃO: MEMÓRIA DE CÁLCULO N DOC.CAT. Tabela 01 – Parâmetros conhecidos e variáveis calculadas .9) E de Dittus-Boelter. 4 – RESULTADOS A tabela -01 contém alguns dados que foram especificados e os valores calculados das variáveis .8 ⋅ Pr n (2.

P. 4 Ed. .: O MC-5000-962-TOC-001 FOLHA 9 de 9 TÍTULO DO DOCUMENTO: Metodologia de cálculo do Coeficiente Global de Transferência de Calor 5 – BIBLIOGRAFIA 1) Incropera. : INSTALAÇÃO: MEMÓRIA DE CÁLCULO N DOC. P. Livros Técnicos e Científicos Editora.D.. Fundamentos de Transferência de calor. F.CAT. De Witt.