You are on page 1of 10

500 anos: o Brasil-Colônia na TV

Episódio 1: “Gente colonial” Resumo Apresentada por bonecos animados, a série 500 anos: o Brasil-Colônia na TV é composta por vários episódios da história colonial, dispostos em ordem cronológica. O processo de colonização portuguesa é narrado a partir de alguns acontecimentos representativos da história da conquista, exploração e construção do Brasil. O episódio “Gente Colonial” inicia-se com o contato entre os colonizadores e os indígenas. Sua integração, conflitos, aculturação e miscigenação. As dificuldades encontradas pelos pioneiros da colonização, em especial na adaptação de seus costumes aos dos nativos, deram início a uma nova maneira de viver, bem diferente daquela regrada pela tradição europeia cristã. A chegada dos padres jesuítas foi uma tentativa de estabelecer aqui os padrões de comportamento europeus, como a monogamia, totalmente desrespeitada pelos colonos. O casamento religioso não existia, pois os portugueses tinham várias concubinas indígenas, com quem tinham inúmeros filhos, considerados ilegítimos pela Igreja. Essas famílias mestiças originaram uma população que não seguia nem as tradições indígenas, nem as portuguesas. Os religiosos vieram também com a missão de expandir a fé cristã e catequizar os nativos. Nos séculos XVI e XVII chegaram mais colonos e, dentre eles, mulheres europeias, destinadas a se casarem e a construírem o modelo de família patriarcal. Com a vinda dos escravos africanos para trabalhar nas fazendas e engenhos, a mestiçagem estendeu-se da casa-grande até a senzala, originando uma diversidade ainda maior na população brasileira. O cotidiano desses habitantes do Brasil colonial é resgatado, oferecendo aspectos interessantes para a discussão em sala de aula.
A TV Escola leva até a sua sala de aula os melhores documentários e séries de conteúdo educativo. Acompanhe nossa programação no Canal 123 da Embratel, no Canal 112 da SKY, no Canal 694 da Telefônica TV Digital ou gratuitamente sintonizando sua antena parabólica: analógica - Hor /Freq. 3770 e digital banda C Vert /Freq. 3965 Na internet acesse http://tvescola.mec.gov.br e assista ao vivo, 24 horas.

Disciplinas relacionadas Ciências. Aspectos relevantes do vídeo Esse primeiro episódio dá início ao estudo da história da colonização brasileira. Longe do controle da Igreja. considerada inferior pela civilização europeia. 3965 Na internet acesse http://tvescola. igreja católica. entre portugueses e africanos. no Canal 694 da Telefônica TV Digital ou gratuitamente sintonizando sua antena parabólica: analógica . no Canal 112 da SKY. Acompanhe nossa programação no Canal 123 da Embratel. conhecimentos tradicionais.mec. . a sociedade que se construiu durante o século XVI a partir da miscigenação entre portugueses e índios e. O documentário é uma ótima oportunidade para se trabalhar com temas relacionados às culturas indígenas. porém condenável aos olhos dos religiosos. “Gente Colonial” aborda. mestiçagem. pois não respeitavam a monogamia e relacionavam-se com a população indígena não-cristã. quase sempre esquecidos ou vistos a partir da visão ocidental. 3770 e digital banda C Vert /Freq. sobretudo.br e assista ao vivo.gov. O processo de conquista e aculturação imposto pela Igreja deixou A TV Escola leva até a sua sala de aula os melhores documentários e séries de conteúdo educativo. Componente curricular História. depois.Palavras-chave Colonização. esses colonos criaram um modo de vida singular. povos indígenas.Hor /Freq. Nível de ensino Fundamental (6º e 7º anos). 24 horas. aculturação.

Compreender as práticas sociais. a catequização e o afastamento das práticas tradicionais. como a perda de tradições.mec. econômicas e culturais em seus contextos históricos. a extinção de línguas nativas. destacando a diversidade cultural existente. Para as disciplinas que participarem – como Ciências e Português – outras aulas são necessárias (mínimo de duas por disciplina).br e assista ao vivo. Ampliar o conhecimento sobre os povos indígenas. não apenas os índios incorporaram novos padrões de comportamento. No entanto. 3965 Na internet acesse http://tvescola.marcas na atual situação dos povos indígenas. Duração da atividade Contando com a exibição do documentário.gov. 24 horas. hoje presentes em diferentes formas de manifestações culturais pelo Brasil. Cabe ressaltar também que a incorporação de valores e práticas foi uma via de mão dupla. Valorizar a herança cultural indígena na formação da diversidade cultural brasileira. isto é.Hor /Freq. . Estabelecer relações entre diferentes temporalidades no estudo dos povos indígenas. Acompanhe nossa programação no Canal 123 da Embratel. políticas. O que o aluno poderá aprender com esta aula Identificar as consequências do processo de colonização portuguesa no Brasil. Afirmar políticas de convivência de diferentes práticas culturais. buscam minimizar os efeitos devastadores dos mais de 500 anos de contato com os não índios. estima-se que a atividade demandará quatro horas/aula. A TV Escola leva até a sua sala de aula os melhores documentários e séries de conteúdo educativo. no Canal 112 da SKY. 3770 e digital banda C Vert /Freq. juntamente com a política indigenista. os movimentos de resistência e resgate dessas culturas. no Canal 694 da Telefônica TV Digital ou gratuitamente sintonizando sua antena parabólica: analógica . também os colonizadores aprenderam e adotaram práticas tradicionais indígenas.

de acordo com as regras do mercantilismo adotado pelos Estados monárquicos em formação na Europa durante os séculos XV e XVI. destacando o que já sabiam sobre esses primeiros A TV Escola leva até a sua sala de aula os melhores documentários e séries de conteúdo educativo. isto é.Valorizar os conhecimentos tradicionais indígenas para a sociedade atual. 3965 Na internet acesse http://tvescola. Estratégias e recursos da aula/descrição das atividades A atividade inicia-se com a exibição do episódio (aula 1).br e assista ao vivo.gov. Tais conhecimentos prévios são retomados durante a atividade. . Diversidade cultural indígena. Acompanhe nossa programação no Canal 123 da Embratel.Hor /Freq. mas devem fazer parte do repertório dos alunos para que a discussão possa trilhar novas questões. que os alunos já conheçam os processos de expansão marítima e descobrimento da América. no Canal 694 da Telefônica TV Digital ou gratuitamente sintonizando sua antena parabólica: analógica .mec. Descobrimento da América e do Brasil. Colonização portuguesa. Aculturação. Após assistirem ao vídeo. 3770 e digital banda C Vert /Freq. A ideia é que os conhecimentos prévios indicados anteriormente já tenham sido trabalhados no contexto histórico. seguidos da colonização e exploração dessas terras pelos europeus. 24 horas. em momento do curso escolhido pelo professor. Conhecimentos prévios que devem ser trabalhados pelo professor com o aluno Grandes navegações. no Canal 112 da SKY. além daquelas abordadas tradicionalmente nos livros didáticos e conteúdos programáticos. Catequese e jesuítas. solicite que os alunos comentem os aspectos que mais lhes chamaram atenção.

que a Igreja condenava o relacionamento de portugueses com as índias. Na segunda aula. solicite que os alunos façam a leitura da seguinte imagem de época.gov. Questione se os alunos sabiam que os colonos praticavam a poligamia. O conceito de selvagem (indígenas) em oposição ao civilizado (europeus) pode ser trabalhado nessa aula. um trecho do documentário é revisto. para trabalhar tais ideias nas aulas seguintes.Hor /Freq. no Canal 112 da SKY. 3965 Na internet acesse http://tvescola.br e assista ao vivo. Quais os objetivos dos jesuítas no Brasil Colonial? Durante a catequese. que costumes europeus foram também impostos aos índios das missões? Contextualize essas questões destacando o sentimento de superioridade que os europeus tinham em relação aos indígenas. A TV Escola leva até a sua sala de aula os melhores documentários e séries de conteúdo educativo. que não havia quase mulheres no Brasil colonial. 3770 e digital banda C Vert /Freq. promova uma análise desse trecho. na qual está representada a catequese. Complementando a discussão. Pergunte-lhes o que mais ficaram sabendo ao assistirem a esse episódio. no Canal 694 da Telefônica TV Digital ou gratuitamente sintonizando sua antena parabólica: analógica . pedindo aos alunos que comentem a fala apresentada. Acompanhe nossa programação no Canal 123 da Embratel. Após a exibição. 24 horas.tempos da colonização. É necessário ficar atento a possíveis ideias do senso comum ou que manifestem preconceito cultural e/ou racial. os alunos podem registrar suas impressões.mec. Os primeiros dois minutos do vídeo destacam a visão da Igreja sobre os indígenas e uma das personagens (colono português) afirma: “os padres dizem que o índio é o mesmo que bicho” (1’37”). bem como o que foi novidade para eles em relação à população e aos hábitos naquela época. . Se preferir. dando início ao debate.

no Canal 694 da Telefônica TV Digital ou gratuitamente sintonizando sua antena parabólica: analógica . no A TV Escola leva até a sua sala de aula os melhores documentários e séries de conteúdo educativo. no Canal 112 da SKY.mec.Hor /Freq. . século XVIII (disponível no books google). Acompanhe nossa programação no Canal 123 da Embratel. 3770 e digital banda C Vert /Freq.gov.br e assista ao vivo. enquanto que índio e animais estão representados como inferiores.Fonte: Anchieta na selva. Bélgica. de G. destacado pela “luz divina”. A análise dessa imagem revela a visão dos europeus em relação aos nativos: o padre jesuíta. 24 horas. ocupa uma posição de superioridade na composição. 3965 Na internet acesse http://tvescola. Marion.

Por exemplo: nome do povo. localização. que traz informações sobre todas as culturas indígenas. Tais aspectos são abordados no documentário (2’30” a 3’20”). apresentam para o grupo. A mediação A TV Escola leva até a sua sala de aula os melhores documentários e séries de conteúdo educativo. o banho. 24 horas. modos de vida etc. tradições. como a rede. línguas. Nossa proposta é conhecer a situação das populações indígenas atuais. no site indicado. as ervas. Assim. etnias e demografia. os alunos trazem os dados coletados e organizados.br e assista ao vivo. 3770 e digital banda C Vert /Freq. 3965 Na internet acesse http://tvescola. na terceira aula. organização não governamental que se dedica ao estudo dos povos indígenas brasileiros.gov. Pode-se construir com os alunos a ficha padrão para a pesquisa. e escolher um povo. produção. as comidas nativas. Pode ser feita uma ficha padronizada para que os alunos busquem as mesmas informações. a fim de possibilitar comparações entre a situação das diferentes nações. território.mesmo grau de vida selvagem. línguas.Hor /Freq. no Canal 112 da SKY. A pesquisa deve ser feita na enciclopédia virtual Povos Indígenas no Brasil. quando as mulheres indígenas citam todos os conhecimentos ensinados aos colonos portugueses. comentam e organizam um texto coletivo com as conclusões sobre os povos indígenas que vivem atualmente no Brasil.mec. A leitura dessa imagem é bastante produtiva para a discussão do conceito de civilização e as consequências no processo de aculturação. organização social etc. É muito comum que se estude apenas os índios no passado e suas contribuições para a cultura brasileira. trazendo para o presente o índio no Brasil. Tal proposta tem como objetivo atualizar a discussão sobre o tema. texto de apresentação. sua diversidade e possibilidade de convívio com os não índios. no Canal 694 da Telefônica TV Digital ou gratuitamente sintonizando sua antena parabólica: analógica . com dados sobre a população. Para a aula seguinte (aula 3). Cada aluno deve consultar a enciclopédia. solicite uma pesquisa sobre os povos indígenas atuais. dentre outros. os caminhos na mata. Acompanhe nossa programação no Canal 123 da Embratel. Para isso. sugere-se a consulta ao site do Instituto Socioambiental (ISA). .

com seus saberes tradicionais. como o manejo da floresta. bem como o valor comercial. os alunos podem iniciar uma discussão sobre a importância cultural. raízes e frutos. os princípios ativos das ervas. A TV Escola leva até a sua sala de aula os melhores documentários e séries de conteúdo educativo. Caso a escola tenha um laboratório de informática. 24 horas. indique a leitura de textos complementares que abordem a relação dos índios com os não índios nos dias de hoje. 3965 Na internet acesse http://tvescola. algumas sugestões sobre as quais poderão se apoiar os debates em sala de aula: Saberes tradicionais – sobre um curso da Universidade de Brasília (UnB) que visa a valorização dos conhecimentos dos mestres indígenas para a formação acadêmica. para os estudos científicos e acadêmicos. Propomos a pesquisa de textos jornalísticos que enfoquem as contribuições indígenas.gov. Os professores podem indicar outras leituras. Modernidade não dá espaço a saberes tradicionais – artigo sobre a ameaça aos saberes de comunidades tradicionais diante do processo de modernização. no Canal 112 da SKY. Divida a turma em grupos de 5 a 6 alunos. com acesso à internet. Acesso e uso de conhecimentos tradicionais geram polêmica no Pará. dentre outros.do professor é fundamental para que não se perca o objetivo – ampliar o conhecimento sobre os índios no presente. . Acompanhe nossa programação no Canal 123 da Embratel.Hor /Freq. a biodiversidade em seu território. 3770 e digital banda C Vert /Freq. Medicina tradicional indígena – sobre a valorização dos saberes tradicionais na política de saúde entre os povos indígenas. tal pesquisa pode ser feita na aula. juntamente com o professor de Ciências. Novas tecnologias e a propriedade intelectual – artigo discute a relação entre os saberes tradicionais e as patentes industriais. desses saberes tradicionais. cada grupo recebe um texto para a leitura. A seguir. Nessa etapa. Para a quarta aula.br e assista ao vivo.mec. com auxílio do professor no uso das ferramentas de pesquisa e na seleção e organização dos dados. no Canal 694 da Telefônica TV Digital ou gratuitamente sintonizando sua antena parabólica: analógica .

da TV Escola. episódio “Quem são eles?”. Outro aspecto interessante para a discussão é sobre a família patriarcal. no Canal 694 da Telefônica TV Digital ou gratuitamente sintonizando sua antena parabólica: analógica .mec. Acompanhe nossa programação no Canal 123 da Embratel. enfocando as mudanças e permanências nessa instituição social ao longo dos séculos. roupas etc. Faça a mediação no debate dos possíveis modelos familiares. Questione os alunos: Como os índios se representariam? Como os índios representariam os “homens brancos”? A visão de alteridade pode ser explorada em uma atividade paralela. desenvolvendo as habilidades de escrita presentes nesse gênero textual. 24 horas. no Canal 112 da SKY.Recomendamos a edição dos textos originais. pinturas. Para motivar essa discussão.Hor /Freq. 3965 Na internet acesse http://tvescola. que apresenta as cenas teatralizadas. acessórios. que inicia um debate sobre os povos indígenas do Brasil atual. os alunos apresentam as ideias principais de cada texto e elaboram um texto conclusivo sobre a contribuição dos saberes tradicionais indígenas para a sociedade brasileira atual.br e assista ao vivo. Tal repórter está vestida “como índia” ou é uma caracterização estereotipada? Pode ser feita uma discussão sobre a imagem criada para tal personagem (cabelo. os professores de História e Língua Portuguesa podem compartilhar a produção do texto. apesar de bem feito. como ela desconsidera a diversidade cultural e como reflete a visão do não índio sobre tais povos. Nessa etapa final da atividade. sugere-se a série Índios no Brasil. Após lerem. Questões para discussão Ao documentário. cabe uma visão crítica sobre a representação dada à “correspondente ameríndia” – Tainá Fulni-Ô –. pois alguns são longos e podem dificultar a leitura para os alunos dessa faixa etária. 3770 e digital banda C Vert /Freq.gov.). . seu modelo e seus padrões de comportamento. A TV Escola leva até a sua sala de aula os melhores documentários e séries de conteúdo educativo.

htm>. São Paulo: Companhia das Letras.gov. Brasília: MMA. Cultura e sociedade no Brasil Colônia. . Maria Regina Celestino de. São Paulo: Atual. Versão em PDF disponível em: <http://www. 2001. Manuela Carneira da. Junia Ferreira. Os saberes tradicionais e a biodiversidade no Brasil. São Paulo: USP. Antonio Carlos (Org. Os índios na história do Brasil. 2004. ed. 2010.br e assista ao vivo. no Canal 694 da Telefônica TV Digital ou gratuitamente sintonizando sua antena parabólica: analógica . DIEGUES.Hor /Freq. 24 horas. Acesso em: 20/06/2011.mec. 3770 e digital banda C Vert /Freq. Rio de Janeiro: Editora FGV. História dos índios no Brasil. no Canal 112 da SKY. FURTADO. A TV Escola leva até a sua sala de aula os melhores documentários e séries de conteúdo educativo. (Discutindo a História) Consultora: Denise Mendes.). Acompanhe nossa programação no Canal 123 da Embratel.br/nupaub/saberes/saberes.usp. 3965 Na internet acesse http://tvescola. 1992. (FGV de Bolso) CUNHA.Bibliografia ALMEIDA. 2.