You are on page 1of 15

PROCESSOS FERMENTATIVOS

Em microbiologia industrial o termo fermentação se refere a


qualquer processo microbiológico para obtenção de produto de
interesse. A maioria dos processos não constituem
metabolicamente uma fermentação mas sim processos
aeróbicos. O reator onde ocorre o processo é chamado de
fermentador.
Características desejáveis para um microrganismo de
uso industrial

- estar disponível em cultura pura

- ser estável genéticamente e de fácil manipulação

- produzir o composto de interesse no menor tempo possível

- crescer rápidamente e em meios de cultivo alternativos e baratos


(melaço, soro leite)

- não ser patogênico ou produzir compostos tóxicos

- permitir manipulação genética (recombinação, mutação, seleção)


Principais tipos de produtos obtidos por fermentação

- Células microbianas: leveduras (panificação), bactérias láticas


(fermento lático), Rhizobium e Bradyrhizobium (inoculantes –
fixação de N), vacinas.
- Enzimas: amilases, proteases, lipases, invertases
- Produtos farmacêuticos: antibióticos, alcalóides e esteróides
- Aditivos e compostos químicos especiais: aminoácidos (lisina,
ácido glutâmico, triptofano), ácidos orgânicos (cítrico, málico),
vitaminas (B12, C), polissacarídeos (goma xantana)
- Compostos químicos primários (insumos): etanol e ácido lático
Principais produtos obtidos por fermentação microbiana
Formação de produtos em processos fermentativos

Considerando aqueles processos em que um produto do metabolismo


microbiano é o composto de interesse, podemos classificar esses
metabólitos em dois tipos:
- primários
- secundários

Metabólito primário: é aquele que é produzido durante a fase de


crescimento exponencial do microrganismo. Um exemplo típico deste tipo
de metabólito é a produção de álcool. O etanol é um produto do
metabolismo anaeróbico de leveduras e algumas bactérias e é formado
como parte do metabolismo energético. Uma vez que o crescimento só
pode ocorrer se houver produção de energia, a produção de etanol está
associada ao crescimento.
Outros exemplos: aminoácidos, nucleotídeos, ácidos orgânicos e enzimas.
substrato

células Metb. primário


Metabólito secundário: produzido durante a fase estacionária de
crescimento ou idiofase, ou seja a produção “não associada” ao
crescimento celular. Constituem o grupo mais comum e importante dos
metabólitos de interesse industrial. Como exemplo clássico podemos citar
a produção de antibióticos.

Principais características dos metabólitos secundários:


- cada tipo é formado por relativamente poucos m.o.
- não são essenciais para o crescimento e reprodução celular
- sua formação é extremamente dependente das condições de
crescimento (meio) pois a repressão pode ocorrer
- produzidos freqüentemente como um grupo de compostos
estruturalmente relacionados
- podem ser superproduzidos mais facilmente que os primários pois não
são ligados ao crescimento
substrato
substrato

células Metb. primário células Metb. primário

Metb. secundário

Metb. secundário
Metabolismo secundário : 2 fases distintas
Trofofase : crescimento
Idiofase : acúmulo / produção produto
Se queremos produzir metabólitos secundários devemos primeiramente
garantir condições para o crescimento exponencial do microrganismo.
Produção de penicilina por Penicillium chrysogenum
Comparação metabolismo primário e secundário
Classificação dos produtos microbianos

1 2 3
X
X, P X, X X, X
P P P
P P

tempo
tempo tempo

1. Associado ao crescimento
2. Misto
3. Não-associado
Cálculos de Rendimento (Y)

Expresam a massa celular obtida ou a quantidade de produto por


unidade de massa ou substrato consumido.

Yx/s = dX = biomassa produzida (g) = X1-X0


dS substrato consumido (g) S0- S1

Yp/s = dP = concentração produto produzido


dS concentração substrato consumido

Yp/x = dP = massa produto (g)


dX biomassa celular (g)
Produtividade: taxa na qual produto ou biomassa é formada

- Volumétrica: g produto/ L meio/ h

- Específica : g produto/ g biomassa/ h

Exemplos:

1. Processo gerou 30g/l produto após 60 horas de cultivo então


produtividade volumétrica = g/l/h
2. Processo gerou 0,2 g produto/ g células após 72 horas de cultivo
então produtividade específica = g/g/h

Rendimento e produtividade são parâmetros importantes para a


avaliação da viabilidade econômica e eficiência de um processo.
Microrganismo Nutrientes

Preparo do meio
Preparo do
inóculo
Esterilização do meio

Fermentador Controles

Produto
Esterilização Recuperação
Ar do ar do produto
Resíduo

Etapas de Processo Fermentativo Industrial Tratamento de


efluente