You are on page 1of 8

Categorias geográficas na elaboração de um jornal escolar

Envie por email Imprima

Acompanhe o passo a passo da criação de um jornal escolar para estudar as noções de lugar e de paisagem local com a turma

Objetivos
- Desenvolver a leitura crítica de notícias e do cotidiano - Criar vínculos identitários com a escola e os arredores - Expressar seus conhecimentos e opiniões por meio de textos jornalísticos - Escrever textos pertencentes a gêneros jornalísticos a partir da sua percepção sobre o assunto, utilizando o gênero artigo para opinar nas informações

Conteúdos
- Categorias geográficas: lugar, paisagem, território, espaço e região - Características dos textos jornalísticos

Anos
6° ao 9° ano

conduza uma discussão. computadores com acesso a internet Desenvolvimento Por tratar de acontecimentos da escola. Depois de fazer a leitura com a classe. relembre a categoria geográfica território e questione os alunos sobre quais situações da região onde moram também estão relacionadas a ela. Explique. destacando esses pontos. é importante que eles tenham familiaridade com notícias e artigos. . lápis.Tempo estimado Pode variar de acordo com a periodicidade decidida para o jornal: mensal. protagonismo e identidade escolar Leia mais: Álbum: passo a passo de um jornal escolar Leia mais: O lugar em que se vive 1ª etapa Para que os alunos possam escrever textos jornalísticos. Incentive-os a fazer pesquisas em livros didáticos. caneta e blocos de anotação para a captação do material utilizado nas reportagens. bimestral ou semestral. que o objetivo do trabalho com esses textos é perceber a importância daquela notícia no cotidiano do aluno e da comunidade. é importante apresentar o projeto à equipe gestora que. Colete textos desses gêneros que se relacionem com o conteúdo trabalhado nas aulas de geografia e apresente-as à turma. antes da leitura.    Leia mais: Cidadania e criticidade: lugar. internet e notícias. Mínimo de oito aulas para cada edição Material necessário Jornais de circulação local. Peça também que eles listem os conceitos de geografia presentes no fato noticiado e façam paralelos com a realidade local. gravadores de áudio. além da intencionalidade e o posicionamento do autor. Por exemplo: ao tratar dos conflitos no Oriente Médio. regional e nacional para consulta e referência dos alunos. gêneros típicos do jornalismo. câmeras fotográficas. em alguns casos. precisará pedir autorização à Secretaria de Educação ou à Diretoria de Ensino. Por isso. Para a aula seguinte. esta etapa deve ser repetida várias vezes durante o projeto. peça que a turma se divida em grupos e planeje apresentações desenvolvendo com maior profundidade a relação entre o tema da notícia e assuntos dos arredores da escola.

. logotipo oficial e as seções.Ao final das apresentações. Norteie esse trabalho propondo questões que os ajudem a escolher as mais importantes a partir de seu próprio olhar e suas perspectivas. Peça que eles listem todas as informações que pretendem colher para a matéria e oriente-os nos detalhes necessários para consegui-las (roteiros de entrevista especificando os entrevistados e as perguntas.Definição das reportagens que serão feitas. 3ª etapa Para a produção dos textos. O objetivo é a apropriação dos gêneros notícia e artigo.Revisão da primeira versão dos textos. cotidiano. Para guiá-los. Instigue-os a refletir sobre qual será a intencionalidade por trás de cada redação. o cronograma de atividades. Como conclusão desta etapa. relacionando estes lugares com seu cotidiano e utilizando seus conhecimentos geográficos e opiniões sobre o fato. 2ª etapa Reúna a turma para discutir as características do jornal: nome.Data final para a coleta de todas as informações. em parceria com a classe. esportes. abra para debates.no primeiro parágrafo. deve ser apresentada uma contextualização com as informações . quantidade de perguntas de uma enquete. Dê um intervalo de algumas aulas para que eles consigam captá-las. Antes que eles comecem a redigi-los relembre algumas características importantes do gênero artigo: . Defina prazos para as seguintes atividades: . Para definir essas questões. . permitindo que a turma discuta a adequação ou não do assunto escolhido. típicos do jornalismo. e assim por diante). exponha as definições das categorias geográficas paisagem (a porção do espaço que está ao alcance da visão) e lugar (o espaço somado aos vínculos pessoais e afetivos das pessoas que nele convivem) e questione: o jornal versará sobre qual das duas? Ajude-os a refletir sobre as diferenças entre trabalhar com uma ou outra e destaque a importância das percepções individuais. 4ª etapa: Os textos podem ser escritos individualmente ou em grupo. fotos que devem ser tiradas. professores e outras turmas. peça que eles escrevam textos sobre o bairro e a escola. cuja primeira tarefa será selecionar as pautas (temas tratados no jornal). . cada seção do jornal deve ser responsabilidade de um pequeno grupo de alunos. que devem tratar de assuntos específicos como educação.Entrega das reportagens revisadas. Determine. . cultura.Lançamento do jornal. etc. os alunos podem promover enquetes e entrevistas envolvendo funcionários. que definem lugar como a categoria ao redor da qual o projeto se constrói.

percebendo a intencionalidade e o posicionamento do autor.a criação de vínculos entre o aluno e a escola. Também os encoraje-os a mostrar pontos em que ele possa ser melhorado. reúna os alunos para a avaliação em grupo daquela edição. fontes ou participantes dos fatos noticiados. . peça a reescrita do material.o amadurecimento nas estratégias de coleta de informação. Com o jornal pronto. Peça que escolham suas matérias favoritas e expliquem o porquê. Caso outros professores se interessem pelo projeto. Tanto os alunos quanto o restante da comunidade devem se reconhecer no jornal: como autores.o aumento do posicionamento crítico dos alunos na leitura de jornais e de fatos do cotidiano. Depois. Se não houver espaço para todas.o autor deve expor claramente suas opiniões.mais importantes sobre o tema que irão tratar. utilizando editores de texto como o Microsoft Word ou o BrOffice Writer. Montem o jornal. Cheque se as impressões estão legíveis. suas próprias conclusões sobre os temas tratados em suas produções.quando houver conflito. avalie a quantidade de material: pense no total de páginas que o jornal possui e onde cada uma das redações pode ser encaixada. por meio da escrita. apontando melhorias que podem ser realizadas. Dê atenção especial para a capacidade de exprimir. Com a versão final dos textos em mãos. Guarde algumas cópias como registro histórico do colégio. com letras e imagens grandes o suficiente para chamar a atenção dos leitores. . . .o envolvimento dos alunos no projeto. como correções gramaticais ou a inclusão de novas informações. abra espaço para que eles publiquem produções de suas aulas na forma de Seções Especiais. Leia cada uma das matérias com seus autores. observe: . Ressalte a necessidade de que eles deixem registradas suas percepções. . página por página. discuta com a turma quais assuntos devem ser priorizados. Avaliação Durante todo o processo. já que o jornal tem como categoria geográfica principal o lugar e não apenas a paisagem. devem-se mostrar diversas versões. Produto final Imprima algumas cópias do jornal e monte murais para expor nos locais de maior circulação como o pátio e os corredores.somente as falas mais impactantes dos entrevistados devem ser colocadas entre aspas no texto. . .

20ª edição. dados sociais e textos históricos. São Paulo: EDUSP. SANTOS. Rio de Janeiro: BERTRAND BRASIL. Rogério. Quer saber mais? Bibliografia CASTELLS.Editora Moderna . 3ª edição. . SANTOS. . São Paulo: EDUSP. Manuel. Ano 6º e 7º anos Tempo estimado 12 aulas . São Paulo: Paz e Terra.Peça que cada aluno faça uma autoavaliação. A Natureza do Espaço. 2004.9º Anos . . Antônio Carlos Robert de. 1ª Reimpressão com posfácio (1975). Da Totalidade ao Lugar.Geografia.Gráficos.O lugar e sua localização no espaço geográfico. SANTOS. 2005. 4ªEdição e 4ª reimpressão. considerando seu comprometimento e o trabalho feito por ele durante o projeto. Cadernos de Apoio a Aprendizagem de Língua Portuguesa fornecido pela Secretaria Municipal de Educação de São Paulo .Interpretar e comparar mapas. Milton. 2008. Geografia: Pequena História Crítica. São Paulo: EDUSP. Livros Didáticos Projeto Araribá . São Paulo: AnnaBlume. Milton. 2004. 5ª edição. O Mito da Desterritorialização. gráficos. MORAES. Pensando o Espaço do Homem. A Questão Urbana. Milton.Plantas e mapas de bairro: escalas e legendas. 2000. 6ª edição.Representação e modificações na paisagem do bairro. tabelas e dados espaciais. Conteúdos específicos .Desenvolver a capacidade de observar e registrar informações sociais e ambientais. HAESBAERT.SME (Capítulo 2 do 6º ao 9º ano são dedicados ao gênero jornalístico) O lugar em que se vive Bloco de Conteúdo Geografia Conteúdo Cotidiano Objetivos . . 2007.

Sugira que eles reúnam fotos antigas e atuais do bairro. como interpretam imagens. Peça que as turmas escrevam legendas explicativas sob as imagens coladas em papel kraft ou cartolina.Material necessário . dificuldades e alegrias dos moradores e sua percepção do lugar. os materiais que serão usados e o resultado esperado.guia de ruas.livro de pesquisa. . Para apresentar o conceito de paisagem (extensão de território com elementos naturais e construídos). Para desenvolver o conceito de planejamento urbano. Produto final Exposição fotográfica. Mostre uma planta pictórica (um mapa sem legendas ou termos técnicos. . Pergunte o que a turma conhece sobre o bairro da escola. A mostra deve contar a história do bairro. Consultoria Sueli Ângelo Furlan Professora de Geografia . Exponha com o retroprojetor frases de pessoas de outros povos e culturas que falem do seu “ lugar” . .mapa pictórico.caneta hidrocor.fotografias antigas e recentes do bairro. livros e sites. 3ª etapa Proponha que fotografem a região. qual a época e o lugar de cada cena e que mudanças são perceptíveis. 2ª etapa Com as fotos reunidas. . se compreendem a planta como a visão vertical de uma área. o espaço em que vivem e realizam atividades cotidianas. proponha a comparação entre o mapa de um bairro com ocupação planejada e de um que foi ocupado informalmente. Questione os alunos sobre sua rotina no lugar em que moram. sites e bancos de imagens. Construa com eles um pré-roteiro dos locais retratados e elabore uma pauta de entrevistas com moradores sobre sua relação com o lugar. pergunte que elementos há nas imagens velhas e nas novas. Indique livros. Avaliação Registre o aprendizado de cada aluno – se usam legendas. se adotam o repertório geográfico.câmera fotográfica. peça que os estudantes comparem imagens de diferentes bairros. e . mas com pontos de referência) e fotografias da região. Acrescente dados socioambientais de atlas. Desenvolvimento 1ª etapa Apresente o projeto.cartolina branca. Organize momentos coletivos de discussão após as aulas. .

ao mesmo tempo. a conscientização dos moradores para o uso adequado e o reaproveitamento da água." Na sala de informática. sugerindo que a população fizesse a separação dos materiais em casa. A cidade que queremos Leve a sala a elaborar propostas para transformar o entorno seguindo o conceito de sustentabilidade Com apuração de Paula Peres (novaescola@fvc. "Estamos passando por um processo de aceitação dessa lei. Em Ariquemes. a implementação de cisternas para captação da chuva. a criação de áreas verdes e de lazer em terrenos abandonados e a preservação da mata nativa. os grupos organizaram as propostas em slides. Editado por Bruna Nicolielo Compartilhe Envie por email Imprima |<< Página 2 de 2 Estudar a realidade local Uma palestra com o promotor de Justiça foi organizada. "Assim.A cidade que temos. mas isso ainda não é feito. passaram à formulação de suas propostas. eles perceberam que havia muitas outras pessoas igualmente preocupadas em preservar o meio ambiente e. O contraturno foi usado para reuniões e pesquisas em livros e na internet (os sites Cidades Sustentáveis e Planeta Sustentável podem ser indicados). o que levou a mais desmatamento. Durante a palestra.org. A agropecuária também é bastante presente na região. isso ainda não é uma prática disseminada. A questão é muito debatida na região devido às novas leis de preservação. A vegetação nativa é a Floresta Amazônica e a economia. pois ainda tem aquela concepção tradicional de que área produtiva é floresta derrubada". como a construção de um aquário com peixes da região. se desenvolveu no ciclo da borracha e atualmente vive da extração de minérios e de madeira. "A gente sempre ouve falar que tem de reutilizar o lixo. escolheu repensar a coleta de lixo.br). os alunos entraram em contato com a legislação ambiental. Muita gente não admite preservar a vegetação. Eles abordaram um leque variado de temas. historicamente exploradora. com a ajuda da . diz a professora. 15 anos. explica Telma. O grupo de Gabriela de Kassia Fogaça Rosário. Por fim. Ele falou sobre a preservação da mata ciliar no município. os jovens. divididos em grupos. com o desenvolvimento".

convide a turma a organizar as propostas.). Pergunte o que poderia mudar na cidade e discuta a viabilidade das ideias. lixo etc. comemora a estudante Gabriela. professores. vale problematizar formas de viabilizar cada proposta novamente. que sugeriu a apresentação dele no auditório do Ministério Público Municipal. "Construir cisternas é fácil?". Todos receberam retorno do que deveria ser melhorado para a exibição final. . 1 Observação de exemplos Apresente para a classe fotos e vídeos de iniciativas de sustentabilidade implementadas no mundo. colegas e comunidade em geral. Depois das correções. realizaram uma apresentação. sempre problematizando a viabilidade delas. lembrando que a implementação das medidas depende da articulação de diversos setores da sociedade. Nesse momento. "Foi ótimo fazer isso. "De que adianta separarmos o lixo em casa se a cidade não possui um programa de coleta seletiva?" e "Como faríamos para transformar os terrenos baldios em áreas de lazer?". As autoridades puderam nos ouvir e conhecer nossas propostas". 3 Elaboração de propostas Forme grupos e sugira que cada um fique responsável por um tema (água. Acompanhe a formulação das sugestões. "Como isso seria feito?".professora e da coordenadora de mídias. O material foi enviado ao promotor de Justiça. foi a vez de reunir os projetos e publicálos na plataforma virtual. Por fim. proponha uma discussão sobre o que foi observado e poderia ser adaptado à realidade local. 2 Discussão de temas e ideias Indique leituras sobre alternativas de desenvolvimento sustentável. na qual a professora fez a primeira avaliação dos trabalhos. Em seguida. com a participação de pais. Depois. "O município compraria esses espaços?" e "Teria dinheiro para tanto?" são questões que contribuem para o debate.