You are on page 1of 2

Superior Tribunal de Justiça

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 23.503 - PR (2011/0156935-5) RELATOR AGRAVANTE ADVOGADO AGRAVADO PROCURADOR : : : : MINISTRO ARNALDO ESTEVES LIMA DEJALMA GONÇALVES E OUTROS CÉZAR AUGUSTO ROCHA INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS - IBAMA : ADRIANA BARZOTTO RISPOLI E OUTRO(S) DECISÃO Trata-se de agravo interposto de decisão que negou seguimento ao recurso especial manifestado por DEJALMA GONÇALVES E OUTROS, contra acórdão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região assim ementado (fl. 110e):
AGRAVO DE INSTRUMENTO. EXECUÇÃO DE SENTENÇA. CÁLCULOS. ERRO MATERIAL. OCORRÊNCIA. ALTERAÇÃO DA BASE DE CÁLCULO. 1. Ao juiz cabe o controle de ofício dos termos fixados no título judicial, não podendo a parte executar valores neles não expressos, sobretudo, no caso, por se tratar de valores a serem suportados com recursos públicos, portanto, indisponíveis. 2. Configura erro material a elaboração dos cálculos de execução com base em valor de salário mínimo vigente à época diversa da determinada no título executivo.

Opostos embargos de declaração, foram rejeitados, conforme a seguinte ementa (fl. 120e):
PROCESSUAL CIVIL. EMBARGOS DECLARATÓRIOS. OMISSÃO. INEXISTENTE. REEXAME DOS FUNDAMENTOS DO JULGADO. IMPOSSIBILIDADE. 1. Os embargos de declaração não são o remédio processual adequado para o reexame dos fundamentos da decisão.

Nas razões do recurso especial (fls. 123/137e), interposto com fundamento no art. 105, III, c, da Constituição Federal, os agravantes sustentam que o acórdão ora impugnado divergiu do entendimento firmado no STJ com relação à impugnação da atualização dos valores apurados e homologados pela primeira instância nos autos do processo de conhecimento. Alegou, para tanto, violação do art. 535, II, do CPC. O recurso especial foi inadmitido pelos seguintes fundamentos: (a) não houve a demonstração da divergência jurisprudencial nos moldes exigidos por lei e; (b) para inverter o julgado seria necessário o reexame probatório dos autos, o que é vedado pela Súmula 7/STJ. Entretanto, os agravantes não impugnaram, como lhes competia, tais fundamentos, tendo apenas reiterado a alegação do genérica do recurso especial de que houve divergência entre o entendimento firmado no acórdão recorrido e julgados proferidos pelo STJ. Como se verifica, à falta de contrariedade, permanecem incólumes os motivos expedidos pela decisão recorrida.
Documento: 18882642 - Despacho / Decisão - Site certificado - DJe: 19/12/2011 Página 1 de 2

JOSÉ DELGADO.322/10.Site certificado . não conheço do agravo. MAURO CAMPBELL MARQUES. 541. AgRg no REsp 824. do Código de Processo Civil. a. DJ de 29/6/06. Min. com a redação dada pela Lei 12.054/RS. Com efeito.Despacho / Decisão . DJe 24/4/08. Ante o exposto. a mera transcrição da ementa e de trechos do voto condutor do acórdão paradigma. Min. Rel. Min.DJe: 19/12/2011 Página 2 de 2 . com a transcrição dos trechos dos acórdãos em que se funda a divergência. § 4º. EDcl no REsp 648. DJ de 26/9/05. do RISTJ. a ausência de impugnação específica dos fundamentos da decisão que inadmitiu o recurso especial impede o conhecimento do agravo.833/SC. em sua falta.417/RS. Min. CASTRO MEIRA.Superior Tribunal de Justiça Como cediço. para tanto. além da demonstração das circunstâncias que identifiquem ou assemelhem os casos confrontados. ELIANA CALMON.092/RJ. DJe 12/9/08. Min. parágrafo único.191/SC. 12 de dezembro de 2011. em que o acórdão divergente foi publicado. De mais a mais. DJ de 19/6/06. 545 do CPC que deixa de atacar especificamente os fundamentos da decisão agravada. com fundamento no art. atraindo por analogia a Súmula 182/STJ: "É inviável o agravo do art. Segunda Turma.706/MG. Min. LUIZ FUX.939/SP. ou. Min. do CPC. AgRg no Ag 756. REsp 806. e (c) do cotejo analítico.801/RS/. AgRg no Ag 916. a interposição do recurso especial pela alínea c do permissivo constitucional exige que o recorrente cumpra as disposições previstas nos arts. e § 2º. § 1º. I." Nesse sentido: AgRg no Ag 1. Rel. é inviável a apreciação de recurso especial fundado em divergência jurisprudencial. Rel. quando o recorrente não logra demonstrar o suposto dissídio pretoriano por meio: (a) da juntada de certidão ou de cópia autenticada do acórdão paradigma. (b) da citação de repositório oficial. autorizado ou credenciado. DJ de 10/4/06. Brasília (DF). Intimem-se. Min. AgRg no Ag 637. Rel. da declaração pelo advogado da autenticidade dessas. 544. os seguintes precedentes: EDcl nos EREsp 626.013. Rel. Rel. DJ de 20/2/06. DJ de 29/6/06. MINISTRO ARNALDO ESTEVES LIMA Relator Documento: 18882642 . TEORI ALBINO ZAVASCKI. Primeira Turma. Rel. Rel. FRANCISCO FALCÃO. e 255. JOÃO OTÁVIO DE NORONHA. Nesse sentido. o que inocorreu. não bastando.