You are on page 1of 3

Colégio Educacional de Suplência e Técnico

Natureza do trabalho: _____________________ Valor: _________ (udre) *u+sia Passos ,o-en Professora: ___________________________________________ Profissional ____________________________________________ Disciplina:.tica Pronatec ______________ Período:10__________ __________ Curso:/letrot+cnica Turma:Noturno Nome: _________________________________ Data: 17/ !/1"
1. O que e Comunicação Eficiente? É a habilidade de transmissão e compreensão de informação, conhecimento. Pode ser definida como a troca de entendimento, a transmissão de sentimentos e ideias. 2. Descreva as Etapas que compõem o PROCESSO DE COMU !C"#$O. O emissor é a pessoa que tem uma idéia ou sentimento que deseja comunicar. O co%ifica%or é constituído pelo mecanismo responsá el pela e!teriori"ação da mensa#em. $ mensa&em é a e!pressão formal da idéia que o emissor deseja comunicar. O cana' é o meio pelo qual é condu"ida a mensa#em. O %eco%ifica%or é constituído pelo mecanismo responsá el pela decifração da mensa#em. O receptor é quem recebe a mensa#em. (. Cite as 11 ")!)UDES para uma COMU !C"#$O E*!C"+. 1 , C'are-a identificar o p%blico& lin#ua#em apropriada e simplicidade. 2 , O./etivi%a%e não se prolon#ar demais& não fa"er rodeios. ( , Certificar se a informação est0 comp'eta conter todos os dados para compreensão. 1 , Dominar o assunto ser capa" de sanar d% idas& ter uma isão abran#ente do assunto e se preparar é fundamental. 2 , Disseminar a informação quanto mais pessoas obtem informaç'es, mas eficiente ( instituição se torna, e todos #anham. )eter informação não é anta#em competiti a. 3 , Empatia *olocar+se no lu#ar do outro. O que falar, como falar, como se e!pressar 4 , Contro'e %as emoções serenidade , paci-ncia, independente do estado de .nimo do outro, manter+se neutro. 5 , Compostura ser con eniente, moderado, prudente, respeitador. 6 , "utocontro'e muitos di"em que é uma /0)1234, uma habilidade que pode ser desen ol ida, depende de uma definição pessoal e prática. 17 , Envo'vimento entrar de cabeça, corpo e alma& estir a camisa. 5a comunicação,diálo#o quanto mais nos en ol emos melhor nos comunicamos. 6uem se compromete se torna mais competente. 11 , Equi'8.rio é uma habilidade pode ser desen ol ida e aprimorada. Precisamos criar mecanismos para e!tra asar as emoç'es7 ter um ami#o para compartilhar, escre er, respirar fundo, conhecer a oc- mesmo. 1. Diferencie COMU !C"#$O 9ER:"; %e COMU !C"#$O $O,9ER:";. • Comunicação verbal 8 tipo de comunicação que tem como princípio básico a utili"ação do erbo, seja ele falado ou escrito. 4!emplos7 bate+papos, cartas, e+mails. • Comunicação não-verbal 8 tipo de comunicação que não utili"a a pala ra falada ou escrita, mas sim as demais formas de e!pressão. 4!emplos7 #estos, olhares, foto#rafias, sinais e!pressos no rosto, como sorrisos, olhares, mudanças faciais, etc. 2. Descreva as <":!;!D"DES COMU !C"DOR"S e=istentes. 1. Pr0tica %a "u%ição> $tra és da audição as informaç'es se transformam, na nossa mente, em conhecimentos.

#e$is%o de Pro$a

&' pts

AD. 11. Cite a'&umas %icas %e como Devemos nos Portar %e *orma Dtica no "m. $ja de acordo com seus princípios e assuma suas decis'es. . status e benefícios. mantenha dist. Ofereça apoio aos cole#as.crédito a quem merece. muitas e"es..< =.não possa assumir em p%blico. ORGU.ncia e não comente a antipatia que sente. 3. PERSPEC)!9"7 5ossos #erentes e empre#ados alocam tempo para refletir sobre onde estamos.iente Empresaria'. Cite 1 ?quatro@ Dicas %e como Montar S'i%es para "presentações que vocB acCou mais interessante. 4 ite criticar os cole#as de trabalho ou culpar um subordinado pelas costas. >eja humilde. F. Pr0tica %a *a'a> É preciso aprender a falar bem. $creditamos que com este tipo de sentimentos é fácil resistir (s tentaç'es para nos comportarmos de maneira não+ética.<O7 59s nos sentimos or#ulhosos de n9s mesmos e de nossa or#ani"ação. Pr0tica %a Escrita> Possuir uma cali#rafia le#í el& 2sar um ocabulário adequado& aprender a escre er bem é praticando . Iaça o que disse e prometeu. C. seja a i -ncia em sociedade seja na i -ncia em uma empresa. O que fa"er com os brindes e presentes? Juitas empresas t-m normas pr9prias e estipulam um limite de alor para os brindes. PROPFS!)O7 5ossa or#ani"ação é mo ida pelos alores. aceitaç'es e inaceitaç'es. Em sua opinião o que e Dtica profissiona'E *onjunto de normas morais pelas quais o indi íduo de e orientar seu comportamento na profissão que e!erce. P"C!H C!"7 $ceitamos que. *aso trabalhe com al#uém de quem não #osta. mesmo que isso implique ficar contra a maioria. é preciso desen ol er al#umas qualidades7 :nfase& 4ntonação& )itmo& Pron%ncia e *onfiança.>lides< 5. >eja honesto em qualquer situação. PERS!S)H C!"7 1emos o compromisso de i er de acordo com princípios éticos. Cite quais são os Princ8pios Dticos para Or&ani-ações. troque cumprimentos. mantendo nossos alores éticos. . forma impress'es e influencia nossas relaç'es com os outros. (. isto será o caminho do sucesso a lon#o pra"o. É proibido me!er na mesa. e!pectati as e a isão que nos ajuda a determinar os comportamentos.'ico que vocB acCou mais interessante.. 17. porque o que falamos e como falamos constr9i nossa reputação. a aliar para onde amos e determinar como amos che#ar lá. $ relação de trabalho é mediada pela hierarquia. Cite 2 ?cinco@ Dicas %e como *a'ar em PA. 6. *ompromisso com a sociedade& respeito aos clientes& fornecedores e parceiros de ne#9cio& dando se#urança a toda esta @cadeia@ de en ol idos com sua or#ani"ação.ler bons li ros& jornais& fa"er redaç'es. 0nforme+se discretamente sobre isso e aja conforme a re#ra.>lides< ?. perder dinheiro. >er ético si#nifica. AC. 6uebrar promessas é imperdoá el. Para se e!pressar oralmente. tolerante e fle!í el. Cite quais são Princ8pios %e Dtica Profissiona' e Corporativa. B.2. . AB. E. )espeite a pri acidade do i"inho. É o estudo da conduta humana disponí el ao bem sobre o mal. AA. =. G. Pontualidade ale ouro. ?. A. nos pertences e documentos de trabalho dos cole#as e do chefe. 5unca faça al#o que oc. AH. D.

!nte'i&Bncia Espacia'> 4sta inteli#-ncia en ol e sensibilidade ( cor. temperamento e desejos& e a capacidade de autodisciplina. afirmaç'es de preposiç'es. !nte'i&Bncia atura'ista > perícia no reconhecimento e classificação das numerosas espécies 8 a flora e a fauna. 12. confi#uração e espaço. A=. mas não e!a#ere no arrependimento nem na culpa. de representar #raficamente idéias isuais ou espaciais. com ami#os. assim como capacidades percepti as. táteis e hepáticas. funç'es e outras abstraç'es relacionadas. tais como coordenação. linha. O que são Re'ações interpessoaisE >ão todas as nossas i -ncias& o nosso relacionar com o outro. $ fala correta é7 Knão foi um erro intencional. e (s relaç'es e!istentes entre esses elementos. intenç'es. auto+ entendimento e auto+estima.L&ico. e timbre de uma peça musical. fle!ibilidade e elocidade. 11. atra és dos meios de comunicação e da interação consi#o mesmo.Matem0tica> 4sta inteli#-ncia inclui sensibilidades a padr'es e relacionamentos l9#icos. intenç'es. !nterpessoa' > quando há uma relação entre duas ou mais pessoas. 4la inclui capacidade de isuali"ar. !nte'i&Bncia !ntrapessoa'> 4sta inteli#-ncia inclui possuir uma ima#em precisa de si& consci-ncia dos estados de humor.AE. forma. !nte'i&Bncia . força.Iuais são os 2 ?%ois@ "spectos que envo'vem a Re'ação !nterpessoa'E !ntrapessoa' > estabelecida consi#o pr9prio. )econheça os erros. moti aç'es e sentimentos de outras pessoas. !nte'i&Bncia 'in&K8stica > a capacidade de usar as pala ras de forma efeti a oralmente ou escre endo. tom ou melodia. !nte'i&Bncia !nterpessoa'> a capacidade de perceber e fa"er distinç'es no humor. !nte'i&Bncia Musica'> 4ssa inteli#-ncia inclui sensibilidade ao ritmo. 12. isso não ai ocorrer de no o e ou remediar o acontecidoL. . destre"a. moti aç'es. O que J !nte'i&Bncia Emociona'E >ão habilidades para manipular as emoç'es. 1(. equilíbrio. $faste+se das fofocas e maledic-ncias.CinestJsica> 0nclui habilidades físicas específicas. Descreva as 5 ?oito@ !nte'i&Bncias %escritas por Gar%ner. 4ste relacionamento se dá atra és de nossas relaç'es no trabalho. do meio ambiente do indi iduo. !nte'i&Bncia Corpora'. com a família. tornando+as coadju antes no processo de crescimento interno.